O Alfabeto Romano

Сomentários

Transcrição

O Alfabeto Romano
O Alfabeto Romano
O alfabeto latino, ou romano, foi criado no século
VIII a.C. Baseou-se no alfabeto etrusco, que
derivava do grego.
Das vinte e
seis letras
etruscas originais, os romanos adoptaram vinte e
uma.
Depois da conquista da Grécia no primeiro século
a.C. as letras Y e Z foram adoptadas do alfabeto
grego, passando a conter o alfabeto latino vinte e três letras. Só durante a
Idade Média a letra J (para distinguir do I) e as letras U e W (em distinção
do V) foram adicionadas.
O alfabeto usado pelos romanos consistia
somente de letras maiúsculas (ou caixa
alta). As letras minúsculas, ou de caixa
baixa,
surgiram
escrita
cursiva.
na
Idade
As
Média
antigas
da
letras
romanas foram mantidas em inscrições formais e para dar ênfase em
documentos escritos.
As línguas que usam o alfabeto latino geralmente usam maiúsculas para
iniciar parágrafos, frases e nomes próprios.
O
alfabeto
latino
espalhou-se a partir da
Itália , através da língua
latina, para as terras ao
redor
do
Mediterrâneo
Mar
com
a
expansão
do
Império
Romano.
A
metade
do
Império
oriental
Romano, incluindo Grécia, Ásia Menor, e Egipto, continuaram a usar o grego
como língua franca, mas o Latim era falado amplamente na metade
ocidental do Império, e como as línguas românicas, incluindo castelhano,
francês, catalão, português e italiano, evoluíram do latim elas passaram a
usar (com adaptações) o alfabeto latino.
O alfabeto latino
foi adoptado
pelos povos germânicos da Europa
setentrional com a disseminação do Cristianismo. Durante a Idade Média, o
alfabeto latino também penetrou no uso dos povos eslavos ocidentais,
inclusive os poloneses, checos, croatas, eslovenos, e eslovacos, à medida
que esses povos adoptavam o Catolicismo Romano. As línguas bálticas
(lituano e letão), assim como algumas línguas urálicas como o finlandês,
estoniano, e húngaro, também adoptaram o alfabeto latino.
Até 1492, o alfabeto latino estava limitado primariamente às nações
católicas romanas e protestantes da Europa mas nos 500 anos seguintes
espalhou-se pelo mundo com a colonização europeia:.Américas, Austrália, e
partes da Ásia, África, e Pacífico.
No século XVIII, o romeno adoptou o alfabeto
latino, pois apesar do
romeno ser uma língua
românica, os romenos eram predominantemente
cristãos ortodoxos, e até o século XIX a igreja
usava o alfabeto cirílico.
Em 1928, como parte das reformas de Kemal
Ataturk, a Turquia adoptou o alfabeto latino para o
turco, substituindo o alfabeto árabe. Depois do
colapso da União Soviética em 1991, muitas das
recém
independentes
(Azerbaijão,
repúblicas
Uzbequistão
e
turcófonas
Turcomenistão)
adoptaram o alfabeto latino, abandonando o cirílico.
O alfabeto latino, também conhecido como alfabeto romano, é assim o
sistema de escrita alfabética mais utilizado no mundo
Referências:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Alfabeto_latino 01/09
http://pt.conlang.wikia.com/wiki/Alfabeto_romano 01/09

Documentos relacionados

O alfabeto da letra letra

O alfabeto da letra letra O ALFABETO DA LETRA LETRA Esta é a lista alfabética, conforme o Acordo Ortográfico de 1990, com os nomes de todas as letras, . Jan 19, 2010 . as pessoas não são idiotas pra aprender o alfabeto em l...

Leia mais

3. A escrita na História da humanidade.

3. A escrita na História da humanidade. histórica não se deu ao mesmo tempo em todas as partes do nosso planeta. Somente muitos milênios depois a Pré-História findou na América, na África Central e na Austrália, com a conquista dessas re...

Leia mais