Roda do Barracão

Сomentários

Transcrição

Roda do Barracão
Roda do Barracão
Vinha de Ilha de Maré
Pelas praias da Ribeira
Pescador Estivador
Para as rodas de capoeira
Seu andar malandriado
No corpo sua proteção
No chapéu uma navalha
E uma estrela de Salomão
Passado de tradição
Uma vida traiçoeira
De oficio Artesão
Da arte da capoeira
No peito um sentimento
Saudade do ancestral
Na garganta um lamento
No toque do berimbau
Era Traira, Najé
Onça Preta, Cabelo Bom
Bráulio Bugalho e
Waldemar da Paixão
Domingo dia de festa
Malandragem vadiação
Alegria e camaradagem
Na Roda do Barracão
Seu nome será lembrado
Morreu não está mais aqui
Nas pinturas de Caribé
Nas fotos do Catumbi.

Documentos relacionados

Capoeira Abada

Capoeira Abada Gunga, médio e uma viola Atabaque e o pandeiro E dois cabras pra jogar -CoroCapoeira ABADÁ Vou jogando Capoeira Até o dia clarear (Coro) Se você é Capoeira Nunca pare de treinar (Coro) Cante um cor...

Leia mais