Volta Grande TURISMO ODONTOLÓGICO

Сomentários

Transcrição

Volta Grande TURISMO ODONTOLÓGICO
S
Volta
Grande
28 de Maio de 2015
5 de Agosto de 2010
aúde
&
Saúde
a
d
i
V
3
Por: Janice Beloli
Gonçalves Michels
TURISMO ODONTOLÓGICO
M
uitas pessoas se deslocam de países da América do
Norte, Europa ou até mesmo de outros continentes,
considerados mais desenvolvidos e com mais condições
econômicas que o nosso, para virem executar tratamentos
odontológicos no Brasil. Além do fato, dos profissionais da
Odontologia do Brasil estarem cotados entre os melhores
do mundo, o Brasil tem uma moeda menos valorizada em
relação aos países citados e muitas belezas naturais, o que
instiga a virem fazer o tratamento em clínicas competentes,
com ótimos profissionais e de brinde podem fazer turismo e
visitar seus familiares.
Essa prática é muito comum na Dentoplus, desde 1997 realizamos direta ou indiretamente o Turismo Odontológico. Os
procedimentos variam desde Cirurgias Buco Faciais, Implates, Próteses convencionais e sobre implantes, Estética de
maneira geral, lançando mao de Resinas compostas, Coroas de Porcelanas, Facetas laminadas de porcelana, Lentes
de contato, Tratamentos de canal, Cirurgia plástica gengival,
entre outros...
Se você tem algum conhecido ou familiar que está no Exterior e necessita de tratamento odontológico, entre em contato conosco pois vamos facilitar e agilizar o tratamento odontológico, também para que ele venha para o Brasil e que
sua visita na DENTOPLUS seja a mais agradável e breve
possivel.
Sorria e lembre-se: O seu sorriso é o seu sucesso!
Entre em contato conosco através de nossos canais:
Central de atendimentos 35251293
whatsApp 99358827
Site: www.andrepedroso.com
Endereço da central de atendimento e agendamento: Avenida Municipal, 720 - Turvo
Dr. André Pedroso e Dr. Fabrício Alam numa tarde
festiva em Meleiro!
Agradecimento especial às
minhas colaboradoras, que
muito me ajudam,
representadas nessa foto
por Aline, Jana e Irene
E a Marta, minha
auxiliar na clínica de
Araranguá
Transtorno do pânico:o que é, como tratar?
É
um transtorno de ansiedade ; sentimento
súbito de terror ,sensação
de morte, coração dispara, suor intenso ,falta de
ar, tontura, dores no peito... A pessoa pensa que
está tendo um ataque cardíaco, mas na verdade é
um ataque de pânico.
A pessoa não consegue
prever quando terá uma
crise de pânico, pode
acontecer a qualquer
hora em qualquer lugar,
o que gera ainda mais ansiedade.
Como pensam as pessoas que tem o transtorno
de pânico?
Geralmente imaginam
que vão morrer, tem
muito medo de ter novas
crises, podem ter pensamentos do tipo “vou
ter um ataque cardíaco,
vou ficar louca terei um
derrame, vão me chamar
de fraca, vou desmaiar,
não posso ficar sozinha,
preciso de alguém pra
me socorrer, não consigo
controlar minha vida, não
posso dirigir, vou perder
o controle e me acidentar....”
Durante as crises a pessoa sente uma falta de ar
então acaba fazendo uma
respiração mais curta e
rápida (hiperventilação),quando respiramos assim acontece uma baixa
produção de oxigênio e
maior geração de gás carbônico, então a respiração é de baixa qualidade.
O aumento de gás carbônico no sangue produz
um mal funcionamento
do cérebro fazendo com
que a pessoa não coordene bem seus pensamentos, dando a sensação de
que está enlouquecendo,
por isso o desespero da
pessoa. Porém nada irá
acontecer.
A crise de pânico em geral leva 10 a 15 minutos
para passar.
Como se faz o diagnóstico do transtorno de pânico?
Primeiro é importante
procurar um médico para
saber se você não está
com problemas na tire-
óide, arritmias cardíacas,
hipoglicemia (baixo nível
de glicose no sangue),insuficiência coronariana
entre outras. Se os exames não apresentarem
nada, o próprio médico
já encaminhará para um
psicólogo.
Como se trata o transtorno de pânico?
Com medicamento e terapia e dependendo do
caso apenas a terapia.
O paciente vai se equilibrando, perdendo seus
medos, aprende a enfrentar seus problemas, crises.
Aprende também a fazer
exercícios de relaxamento
que envolvem o controle
da respiração, controlar
sua
ansiedade,estresse
e aos poucos volta a ter
uma vida normal.
O que a pessoa que sofre do transtorno pode
fazer quando a crise inicia?
*Procure lembrar que é
uma angústia passageira
e você não morrerá.
*Procure fazer uma respiração lenta e profunda e
relaxar seus músculos.
*Tente tirar seu foco da
angústia, tente lembrar
de algo bom que já viveu.
Quanto mais você relaxar, mais rápido passará
a crise.
Não desista...todos nós
temos problemas e dificuldades mas se soubermos procurar uma saída,
com certeza encontraremos e seguiremos a vida
ainda mais fortalecidos.

Documentos relacionados