gastronômica - Shelborne Wyndham Grand

Сomentários

Transcrição

gastronômica - Shelborne Wyndham Grand
Miami
FOTOS: DIVULGAÇÃO
CAPA
O Morimoto South Beach, do chef celebridade Masaharu Morimoto, é novidade gastronômica
i
m
a
i
gastronômica
M
A
parte mais saborosa, literalmente, de uma viagem a Miami
é provar como a cidade vem se tornando um dos mais destacados destinos dos States quando o assunto é
comer bem. E esse novo perfil se desenvolveu em poucos anos. Primeiro,
o hors concours chef francês Daniel
Boulud abriu seu db Bistro no hotel
JW Marriott Marquis. Na sequência,
outros renomados chefs trilharam
seus passos e abriram seus restôs por
lá, principalmente em Downtown.
O mais recente é uma filial do
consagrado La Mar, do chef Gastón
Acúrio, espécie de embaixador da
culinária peruana mundo afora. A
casa, no hotel Mandarin Oriental,
serve ceviches perfeitos, causas (espécie de escondidinho) e várias ou28
VIAJE MAIS
tras delícias do país andino. E, no
andar de cima, o hotel Mandarin
oferece mais uma boa opção para o
jantar: o moderninho restô Azul.
Há uma série de outros estabelecimentos bambambãs que também
estão instalados em hotéis – e, mesmo que sejam novos na praça, já viraram instituições gastronômicas da
cidade. Aberto em 2013, o Edge
Steak Bar, no Four Seasons, segue o
conceito farm-to-table, com pratos
elaborados com ingredientes locais
e orgânicos, cujo destaque são os
cortes de carne perfeitos. O elegante
Atrio, no hotel Conrad, tem vista
panorâmica da cidade e uma carta
de vinhos invejável. De lá, não dispense a sobremesa, já que tais itens
ganharam status de clássicos da do-
BILL WISSER/DIVULGAÇÃO
JAMES SHEARER/DIVULGAÇÃO
çaria local. Já o Zuma, no hotel Epic,
é, sem dúvida, o melhor restaurante
japonês da cidade. Jantar ali é um
investimento alto, mas plenamente
recompensado pela bela vista, bom
serviço e pratos fresquíssimos.
Fora do circuito hoteleiro de
Downtown, vale explorar, na vizinhança do Design District, os icônicos Michael’s Genuine e The Cypress Room, mais o novo, e já badalado, chinês Blackbrick.
Em Miami Beach, a grande novidade é o restô do chef celebridade
Masaharu Morimoto. Aberto no renovado hotel Shelborne Wyndham
Grand, o espaço se esmera nos pratos
com frutos do mar e nos cortes de
carne wagyu, de origem japonesa e
tida como uma das mais suculentas
do mundo. Para provar de tudo um
pouco, há um ótimo menu-degustação (US$ 90 por pessoa). E mesmo
no sofisticado centro de compras
Bal Harbour Shops, em Bal Harbour,
não falta comida de primeira: no
oriental moderninho Makoto, a boa
comida vem acompanhada de ótima
trilha sonora.
Muitos desses excelentes restaurantes ficam ainda mais irresistíveis
nos meses de agosto e setembro,
quando é realizado o festival Miami
Spice. Nesse período, casas como
db Bistro Moderne, de Daniel Boulud, Zuma e mesmo o recém-aberto
La Mar, de Gastón Acúrio, oferecem
VIAJE MAIS
O Zuma é o melhor
restaurante japonês da
cidade; abaixo, o La
Mar, que levou seus
sabores peruanos para a
região de Downtown
menus completos (entrada, prato
principal e sobremesa) com preços
desde US$ 23 por pessoa, no almoço
e no jantar. É a chance de degustar
as delícias desses lugares tão badalados e estrelados pagando pouco,
sem abrir mão da alta qualidade da
comida e do atendimento.
29