Flutter Auricular - AFA International

Сomentários

Transcrição

Flutter Auricular - AFA International
Atrial Fibrillation Association
[email protected]
www.afa-international.org
www.afa-pt.eu
afa-pt.eu
Flutter Auricular
O Flutter Auricular é um problema do ritmo do
coração (arritmia). Nesta doença, as câmaras
superiores do coração (aurículas) batem muito
rapidamente. Uma vez que estas câmaras
superiores são responsáveis pelo controlo
do ritmo do coração, esta situação faz
normalmente com que a pulsação se torne
mais rápida.
As pessoas que sofrem de Flutter Auricular,
podem noutras alturas, ter um outro problema
do ritmo cardíaco denominado Fibrilhação
Auricular (consulte a folha descritiva da AFA
“Fibrilhação Auricular”).
Existem muitas semelhanças entre estas
duas arritmias, mas também algumas
diferenças
importantes.
Ambas
podem
provocar um aumento dos batimentos
cardíacos, provocando uma pulsação rápida.
No caso do Flutter Auricular, a pulsação
pode manter-se regular. Na Fibrilhação
Auricular, habitualmente, a pulsação torna-se
irregular. O problema básico do Flutter
Auricular é o facto de que um impulso
eléctrico permanece encurralado num círculo
de tecido na câmara superior direita do
coração (aurícula direita) e contorna este
círculo
a
uma
velocidade
de
300
batidas por minuto.
The Heart Rhythm Charity
Affiliated to Arrhythmia Alliance
www.aa-international.org
Existem muitas situações diferentes que se
podem acompanhar de Flutter Auricular, tais
como:
• Doença pulmonar
- Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC)
- Bronquite crónica
- Pneumonia
• Doença das válvulas cardíacas
• Pressão arterial elevada (também
denominada hipertensão)
• Insuficiência cardíaca (também denominada
Disfunção ventricular esquerda)
• Glândula tiróide hiperactiva
• Álcool.
Contudo, estas não são as únicas causas,
podendo por vezes não haver uma causa óbvia.
O Flutter Auricular e a Fibrilhação Auricular
podem aumentar o risco de acidente
vascular cerebral. O ritmo anormal do
coração faz com que o sangue se acumule
nas câmaras superiores, podendo originar a
coagulação do sangue. Este coágulo pode,
posteriormente, ser transportado para os
pequenos vasos sanguíneos existentes no
cérebro, onde bloqueia o fluxo do sangue,
dando origem a um acidente vascular cerebral.
Para reduzir o risco de acidente vascular
cerebral, o seu médico avaliará os seus
factores de risco pessoais. Dependendo do
seu nível de risco, o médico irá ponderar se
inicia um tratamento com aspirina ou com
medicação anti-coagulante como a varfarina.
Existem várias formas diferentes de tratar o
Flutter Auricular que frequentemente podem
ser utilizadas em conjunto.
Para mais informações, contacte a Atrial Fibrillation Association
(Associação de Fibrilhação Auricular)
Administradores: Professor A. John Camm, Professor Richard Schilling,
Sra. Jayne Mudd, Enfermeira de Arritmia
©2011 Instituição de Beneficência Nº. 1122442
A branch of
AFA International
www.afa-international.org
Flutter Auricular
Uma pessoa poderá não sentir quaisquer
sintomas quando o ritmo do coração se altera
de normal para Flutter Auricular, pelo que
poderá apenas ser detectado pelo médico
quando o consulta por outros motivos.
Contudo, algumas pessoas podem apresentar
sintomas como palpitações (quando sentem
o coração a bater a um ritmo rápido),
respiração ofegante, dores no peito e cansaço/
fadiga. Estes pacientes podem também ter
sensações ocasionais de tonturas ou dores
de cabeça ligeiras.
Nesta situação, um registo do ritmo cardíaco
(electrocardiograma
ou
ECG)
torna-se
necessário para diagnosticar o Flutter Auricular.
Atrial Fibrillation Association
[email protected]
www.afa-international.org
www.afa-pt.eu
afa-pt.eu
1. Cardioversão
3. Medicação
Trata-se da conversão de um ritmo cardíaco
anormal (neste caso o Flutter Auricular) para
um ritmo normal. Pode ser ocasionalmente
alcançado por medicação. No caso do Flutter
Auricular, normalmente, é necessário utilizar
a cardioversão. Após uma anestesia geral
ou sedação, é aplicada uma corrente
eléctrica para restaurar o ritmo cardíaco. Este
é um tratamento simples e muito eficaz.
Para alguns pacientes, como alternativa a
serem submetidos a uma cardioversão ou
ablação por cateter, a medicação (como os
bloqueadores beta, bloqueadores dos canais
de cálcio ou digoxina) será utilizada para
abrandar a velocidade da pulsação. Um
medicamento
antiarrítmico
pode
ser
recomendado para evitar ataques posteriores
de Flutter Auricular.
2. Ablação por cateter
Flutter Auricular
Frequentemente, este tratamento é considerado
se o Flutter Auricular reaparecer depois
de uma cardioversão. Por vezes, o seu
médico pode recomendar uma ablação
por cateter como o primeiro tratamento,
em vez de executar uma cardioversão. O
procedimento envolve passar fios (cateteres)
pelo coração, normalmente através de veias
das virilhas ou do pescoço. Um destes fios
é então utilizado para aplicar calor ou frio
(ablação) numa pequena área do coração para
evitar o Flutter Auricular recorrente. Este é um
tratamento muito eficaz para o Flutter Auricular.
Autor:
Dr. Simon Fynn, Electrofi siologista
Autor:
Dr Daniel Bonhorst, Electrofi siologista
Aprovado por: Professor A John Camm, Electrofi siologista
Sr.ª Jayne Mudd, Enfermeira Especialista em Arritmia
Anya Horne, Enfermeira Especialista em Arritmia
Dr. Matthew Fay, Médico de Clínica Geral
The Heart Rhythm Charity
Affiliated to Arrhythmia Alliance
www.aa-international.org
Para mais informações, contacte a Atrial Fibrillation Association
(Associação de Fibrilhação Auricular)
Administradores: Professor A. John Camm, Professor Richard Schilling,
Sra. Jayne Mudd, Enfermeira de Arritmia
©2011 Instituição de Beneficência Nº. 1122442
A branch of
AFA International
www.afa-international.org

Documentos relacionados

AFA PT Atrial Fibrillation.indd

AFA PT Atrial Fibrillation.indd pode prescrever um beta-bloqueante (como o bisoprolol), um bloqueador dos canais de cálcio (como o diltiazem) ou digoxina. 2. Alguns pacientes irao necessitar de controlo do ritmo e podem ser feitas

Leia mais

Fib Aur Portugal Info Sheet

Fib Aur Portugal Info Sheet dependente de um pacemaker que aplica impulsos nas câmaras inferiores do seu coração (ventrículos). O procedimento é irreversível. O seu pacemaker permanente regulará a contracção das câmaras infer...

Leia mais

FA Booklet - Portuguese.indd - arrhythmia alliance portugal

FA Booklet - Portuguese.indd - arrhythmia alliance portugal apresenta uma melhoria dramática dos seus sintomas ficando alguns completamente curados da FA. Se o seu cardiologista lhe recomendar este tipo de ablação, ele/ela dar-lhe á informação mais detalhad...

Leia mais

AFA PT Flecainide.indd

AFA PT Flecainide.indd de forma a melhorar a sua sobrevivência. Em 1989, a parte do estudo em que era controlado o efeito da Flecainida foi interrompida, pois mostrava que a medicação reduzia as taxas de sobrevivência em...

Leia mais