O Rock in Rio

Сomentários

Transcrição

O Rock in Rio
O ano de 1985 foi de antemão uma promessa de eventos que mudariam a história do
Brasil em pelo menos dois aspectos objetivos: de um lado, a ditadura militar , sufocando
o grito brasileiro desde 1964, teria seu fim com o retorno de um presidente civil ao
Palácio do Planalto e, por outro lado, as fronteiras, que sempre estiveram abertas ao
rock internacional, finalmente seriam transpostas por um grupo significativo de
representantes desse rock. Até então, tínhamos recebido Santana, em 1971 e 1973, Alice
Cooper, em 1974, Genesis (já com Phil Collins nos vocais), em 1977 e o Queen, em
1981. Dessa vez, de uma só vez, teríamos Iron Maiden, Yes, Ozzy Osbourne, Queen,
Scorpions, The B-52's, Rod Stewart, The Go-Go's, George Benson, Al Jarreau, Nina
Hagen, AC/DC, Whitesnake e James Taylor. Finalmente, o Brasil entraria para a rota
dos grandes shows internacionais. Do lado brasileiro, estiveram presentes Barão
Vermelho, Paralamas do Sucesso, Baby Consuelo e Pepeu Gomes, Erasmo Carlos,
Eduardo Dusek, Ney Matogrosso, Gilberto Gil, Elba Ramalho, Ivan Lins, Alceu
Valença, Blitz, Lulu Santos, Kid Abelha, Blitz e Rita Lee também estavam no elenco;
O grupo Roupa Nova, apesar de não se apresentar no evento, tem fortes ligações com
ele, pois compuseram a canção jingle que mais tocou no Rock in Rio, entre uma
apresentação e outra:
Todos numa direção
Uma só voz, uma canção
Todos num só coração,
Um céu de estrelas
Se a vida começasse agora,
E o mundo fosse nosso outra vez,
E a gente não parasse mais de cantar, de sonhar...
Que a vida começasse agora
E o mundo fosse nosso de vez
E a gente não parasse mais de se amar, de se dar, de viver
uou uou uou uou uou
Rock in rio (2x)
Que a vida começasse agora e o mundo fosse nosso outra vez
E a gente não parasse mais de cantar, de sonhar...
Que a vida começasse agora, e o mundo fosse nosso de vez
Que a gente nao parasse mais de se amar, de se dar, de viver...
uou uou uou uou uou
Rock in Rio (8x)
Em 11 de Janeiro de 1985, Ney Matogrosso, cantando a música América do Sul, de
Paulo Machado, abre o primeiro Rock in Rio ainda sob as luzes do dia.
Deus salve a América do Sul
Desperta, ó claro e amado sol
Deixa correr qualquer rio
Que alegre esse sertão
Essa terra morena, esse calor
Esse campo, essa força tropical
Desperta América do Sul,
Deus salve essa América Central
Deixa viver esses campos molhados de suor
Esse orgulho latino em cada olhar,
O festival tinha o nome Rock In Rio, mas os organizadores resolveram incluir na
programação artistas de outros gêneros musicais, especialmente jazz, pop e MPB. Isso
causou muitas discussões na mídia e também do público, que contestava a escalação de
Elba Ramalho, Ivan Lins e outros. Artistas como Erasmo Carlos e Eduardo Dusek
foram vaiados pelos fãs de rock pesado, que queriam mesmo era ouvir Iron Maiden e
Whitesnake. Dias depois, Herbert Vianna, durante o show do Paralamas, criticou
abertamente quem fez isso, dizendo que eles deveriam era aprender a tocar, para poder
encarar um evento daquele porte, e não vaiar. Do elenco de brasileiros, os grandes
destaques foram os Paralamas do Sucesso e o Barão Vermelho. Mesmo os fãs do rock
pesado reconheceram o valor dessas duas bandas, que ganharam grande impulso em
suas carreiras.
O festival foi realizado na cidade do Rio de Janeiro, Brasil entre 11 e 20 de janeiro de
1985 em área especialmente construída para receber o evento. O local, um terreno de
250 mil metros quadrados que fica próximo ao Rio Centro, em Jacarepaguá, ficou
conhecido como "Cidade do Rock" e contava com o maior palco do mundo já
construído até então: com 5 mil metros quadrados de área, além de dois imensos fast
foods, dois shopping centers com 50 lojas, dois centros de atendimento médico e uma
grande infra-estrutura para atender a quase 1,5 milhão de pessoas - o equivalente a cinco
Woodstocks - que frequentaram o evento.
Ao longo da sua história, o Rock in Rio teve nove edições, três no Brasil, quatro em
Portugal e duas na Espanha. Em 2008, foi realizado pela primeira vez em dois locais
diferentes, Lisboa e Madri. A segunda edição brasileira foi realizada entre 18 e 26 de
janeiro de 1991 no estádio do Maracanâ. Após novo hiato, o ano de 2001 viu a
realização do Rock in Rio III, nos dias 12 a 14 e 18 a 21 de janeiro. Nesta ocasião, os
organizadores decidiram construir uma nova "Cidade do Rock", no mesmo local onde
fora a primeira, com a inédita capacidade de 250 mil espectadores por dia e "tendas"
alternativas onde realizaram-se concertos paralelos aos do palco principal.
O Rock in Rio internacionalizou-se em 2004 com a primeira edição do Rock in Rio
Lisboa, na cidade de Lisboa, em Portugal. A organização do festival foi similar à edição
de 2001 no Brasil, tendo sido distribuído pelos 200 mil metros quadrados do Parque da
Bela Vista, o "Palco Mundo" (palco principal), a "Tenda Raízes", "Tenda Mundo
Melhor" e a "Tenda Electrónica". Participaram mais de 70 artistas ao longo dos 5 dias
de festival, e o evento foi um sucesso, recebendo mais de 385 mil espectadores,
entretanto os brasileiros foram totalmente contra a realização do festival no país, mas
ignorados devidos a pensamentos ambiciosos por parte dos empresarios realizadores.
Em 2006, realizou-se a segunda edição do Rock in Rio Lisboa, no mesmo local, entre 26
e 27 de maio e 2, 3 e 4 de junho. Nesta edição já não havia mais a tenda mundo
melhor,e a tenda raízes foi substituída pelo palco Hot Stage.
O Rock in Rio Lisboa realizou-se pela terceira vez no Parque da Bela Vista em Lisboa,
entre 30 e 31 de maio e a 1, 5 e 6 de junho de 2008. A 27 e 28 de junho e entre 4 a 6 de
julho do mesmo ano, fez a estreia em Arganda del Rey, Madrid, Espanha, com o Rock
in Rio Madrid. No caso da edição portuguesa, o palco Hot Stage foi substituído pelo
palco "Sunset Rock in Rio", um espaço dedicado a concertos conjuntos de artistas e
bandas, na maioria portugueses, de vários estilos musicais em formato de "jamsessions".
Em 2011, nos dias 23, 24, 25 e 30 de setembro e 1 e 2 de outubro, acontecerá a quarta
edição do festival no Brasil, após dez anos da terceira edição. Inicialmente previsto para
2014, para coincidir com o ano da Copa do Mundo FIFA de 2014, que será realizada no
Brasil, seu lançamento foi adiantado em três anos, a pedido da prefeitura da cidade do
Rio de Janeiro.
Algumas presenças confirmadas nessa quarta edição são: Elton John, Red Hot Chili
Peppers, Snow Patrol, Capital Inicial, NX Zero, Stone Sour, banda Metallica,
bandasSlipknot , Motörhead e Coheed and Cambria, Coldplay, Skank, entre outros
(Fontes: site rockinrio.com.br; WIKIPÉDIA e www.hojeemdia.com.br)

Documentos relacionados

Momentos Rock

Momentos Rock revoltado com a carga de responsabilidade que ele e Joan Baez carregavam da política de esquerda norte-americana, Dylan resolveu tocar rock’n‘Roll, com guitarras, banda e novo repertório, como " Hu...

Leia mais