Informativo

Сomentários

Transcrição

Informativo
INFORMATIVO SEMANAL
14 de junho de 2013.
Despertar o cuidado com o outro, com o planeta
O primeiro versículo da Bíblia (Gênesis 1.1) apresenta Deus como
criador da terra. Pelos versos seguintes lê-se, como canta Neemias, que Deus
criou a terra e tudo o que nela há (Salmo 24.1). Cuidar do meio ambiente é
uma tarefa conhecida da fé cristã. O cristão deve lembrar que do meio
ambiente faz parte o cuidar, valorizar, respeitar e amar a si mesmo, ao outro e
à natureza em geral.
É necessário despertar algo que anda esquecido na humanidade: o
cuidado com o outro, com o planeta. Somos obrigados a admitir que,
diferentemente do que propõe a Bíblia no primeiro e no segundo testamento,
acabou por prevalecer uma influência individualista, fora do caminho bíblico da
vida em comunidade. O individualismo é a afirmação da supremacia do
indivíduo, que deve buscar a sua felicidade a qualquer preço, mesmo em
prejuízo da comunidade e da natureza. Para o ser humano, o que importa é
primeiro pensar em si e não nos outros e que, ao tornar-se alguém que se priva
de algo por outra pessoa, é sair perdendo. Em relação à natureza, o
individualismo busca o prazer a todo custo. Mais ainda: fica só com o que
funciona, descarta o que não funciona.
Ainda há tempo de colocar em prática a tarefa que Deus no ensinou.
Vamos despertar e assumir a importância de um ambiente de cooperação,
acolhida e cuidado. Aqueles que se unem e colaboram despertam o espírito do
amor e da solidariedade. Conseguem levar adiante os projetos de restauração
dos cuidados com o outro e com o planeta.
A canção de José Acácio Santana reflete a nossa esperança no projeto
de restauração da humanidade:
Seria bom ver tudo aquilo que se faz
Falar de amor, falar de paz.
Seria bom se todos déssemos as mãos
Com mais amor no coração.
A vida humana então seria
Muito melhor, com menos dor e mais amor.
Seria bom ver a cidade progredir,
Sem poluir, sem destruir.
Seria bom ver o progresso das nações
Cuidar melhor das tradições.
Se todos fôssemos humanos e leais,
O pão do amor seria mais.
Se o egoísmo não fechasse nossa mão,
Sobravam bens para cada irmão.
Professora Helena Hamester
GERAL
Origem da Festa Junina
Existem duas explicações para o termo “festa junina.” A 1ª explica que
surgiu em função das festividades que ocorrem durante o mês de junho. A
outra versão diz que esta festa tem origem em países católicos da Europa e,
portanto, seriam em homenagem a São João, por isso chamada de Joanina.
De acordo com historiadores, esta festa foi trazida para o Brasil pelos
portugueses, ainda durante o período colonial. E nessa época havia uma
grande influência de elementos culturais portugueses, chineses, espanhóis e
franceses. Da França veio a dança. A tradição de soltar fogos de artifício veio
da China, e da península Ibérica teria vindo a dança de fitas, muito comum em
Portugal e na Espanha.
Todos esses elementos culturais foram, com o passar do tempo,
misturando-se aos aspectos culturais brasileiros (indígenas, afro-brasileiros e
imigrantes europeus) nas diversas regiões do país, tomando características
particulares em cada uma delas.
Embora as festas sejam comemoradas nos quatro cantos do Brasil, na
região Nordeste elas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o
momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São
Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é um problema grave,
os nordestinos aproveitam as festividades para agradecer às chuvas raras na
região. Além de alegrar o povo da região, as festas representam um importante
momento econômico, pois muitos turistas visitam cidades nordestinas para
acompanhar os festejos. Hotéis, comércios e clubes aumentam os lucros e
geram empregos nestas cidades.
Professor Leitor
O Professor Leitor integra o programa de formação continuada dos
professores Dohms. Neste primeiro semestre, seis títulos foram
disponibilizados aos professores: Inovação na Sala de Aula. Como a inovação
disruptiva muda a forma de aprender, de Clayton M. Christensen; Gestão de
relacionamento e comportamento em sala de aula, de Bill Rogers; O Cotidiano
da Escola e da Sala de Aula - O Fazer e o Compreender, de Philippe Meirieu;
O mais importante da educação importante, de Pedro Demo; Primeiros
Degraus, de Celso Antunes, e Cinco mentes para o futuro, de Howard Gardner.
As unidades de ensino estão em fase de realização de seus seminários
de debates e de estudos. A partir deste informativo e nos próximos,
divulgaremos uma síntese das obras lidas.
ANTUNES, Celso. Primeiros Degraus. São Paulo: Editora Loyola, 2012. A
intenção do livro é mostrar ao professor novas maneiras de refletir sua prática
pedagógica, descobrindo aulas em outros formatos, transmissão de conteúdos
com outras intenções, desenvolvimento de criatividade e empreendedorismo
nos alunos, com firmeza de também fazê-los galgar degraus e, ainda, por
intermédio de casos e exemplos concretos e transferíveis, fomentar sentimento
de amizade entre alunos e sugerir linhas de trabalho contra a indisciplina para
professores.
ZONA SUL
Uniforme e Atrasos
Direção e Coordenação Pedagógica do CEM Pastor Dohms – Unidade
Zona Sul reiteram a necessidade do cumprimento das normas da Instituição,
especificamente no que tange ao início das aulas e ao uso do uniforme.
É de grande importância que os alunos estejam nas salas de aula às 7h45min
e às 13h20min, horários em que iniciam as aulas em cada turno, para que as
atividades diárias não sejam prejudicadas.
O uso do uniforme é obrigatório nas atividades escolares e o mesmo é
composto por: calça azul (sem estampas ou com a logomarca da Escola) e
camiseta/casaco/moletom azul-marinho, amarelo ou branco (sem qualquer tipo
de estampa ou com a logomarca da Escola). Alunos sem uniforme estarão
sujeitos a advertências e outras medidas pedagógicas.
Contamos com o auxílio dos pais e/ou responsáveis para que as normas
sejam respeitadas!
Festa Junina
Em virtude da Copa das Confederações, foi necessário alterar o horário
da Festa Junina.
Segue o cronograma:
Data: 15/06/13
10 horas – Abertura da Festa
10h30min – "Casamento da Roça"
10h50min – Quadrilha – 3º e 4º anos B.
11h10min – Asa Branca – 5º ano A e B
11h30min – 1º ano D
11h50min – Piriri – 2º ano B
13 horas – Dança Catira – 1º ano B
13h15min – Festa do Interior – 3º e 4º anos A
13h30min – Quadrilha – 1º e 2º anos A
13h45min – De abóbora faz melão – I2
14 horas – É noite de São João
14h15min – Sonho de Papel – I4
16 horas – Encerramento
Educação Infantil e anos iniciais
Projeto Aluno Leitor – 2º ano A e B
F2A e B – Livro: Azul e Lindo. Planeta Terra Nossa Casa. Editora Salamandra.
Ruth Rocha e Otávio Roth.
6º ano ao Ensino Médio
Saída Pedagógica – M3A
Na segunda-feira, 17 de junho, os alunos da M3A realizarão saída para
o Centro Histórico de Porto Alegre no turno da manhã, com o objetivo de
complementar conceitos vistos na aula de Geografia. As autorizações já foram
enviadas para as famílias.
Palestra sobre ENEM
Na quinta-feira, dia 20 de junho, os alunos da M3A assistirão a uma
palestra referente ao Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) na Unidade
Higienópolis. Esse momento visa a preparar nossos alunos para a prova que
acontecerá nos dias 26 e 27 de outubro. As autorizações serão enviadas às
famílias em breve.
Paróquia São Mateus
1º Jantar Italiano
No dia 15 de junho, às 19h30min, ocorrerá o 1º Jantar Italiano
Beneficente do Departamento de Assistência Social São Mateus – IECLB.
Nesse momento haverá apresentação de danças, música e sorteios.
Convites e informações na Secretaria da Paróquia:
Rua Sargento Nicolau Dias de Farias, 568. Fone: 3268-1212 / 3268-8281
Brindes para a Festa Junina
O CPM solicita aos pais doação de brindes para as brincadeiras da festa
junina. Os brindes podem ser entregues aos integrantes do CPM ou na
secretaria da escola.

Documentos relacionados

INFORMATIVO SEMANAL

INFORMATIVO SEMANAL região Nordeste elas ganham uma grande expressão. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Como é uma região onde a seca é u...

Leia mais