Universidad Nacional de Lanús

Сomentários

Transcrição

Universidad Nacional de Lanús
Universidade Nacional de Lanús
Programa de espanhol para estrangeiros
A Universidade Nacional de Lanús (UNLa) é uma universidade pública
argentina com sede na cidade bonaerense de Remedios de Escalada, comarca de
Lanús, na provincia de Buenos Aires.
Foi criada em 7 de junio de 1995 pela lei nacional 24.496. Em dezembro
desse ano, por médio das Leis Nacionais Nº 24750 e 24751, foram transferidas
12 hectares de terrenos que pertenenciam à rede ferroviária para a edificação do
campus universitário. Atualmente o campus é um dos maiores espaços verdes
da região.
A universidade define no seu estatuto a sua missão primária: contribuir,
mediante a produção e distribuição de conhecimento e de inovações científicas
e tecnológicas, ao desenvolvimento econômico, social e cultural da região, a fim
de melhorar a sua qualidade de vida e fortalecer os valores democráticos no
conjunto da sociedade, articulando o conhecimento universal com os saberes
produzidos pela comunidade.
A UNLa é uma instituição, aberta, pluralista e gratuita sustentado pelo
Estado e a comunidade. Está organizada em quatro departamentos académicos:
Saúde Comunitária; Humanidades e Artes; Planificação e Políticas Públicas;
Desenvolvimento Produtivo e Tecnológico. Os Departamentos Acadêmicos
visam proporcionar uma orientação sistemática às actividades de ensino e
pesquisa mediante o agrupamento de disciplinas afins e a comunicação entre os
professores e os estudantes de diferentes cursos, brindando assim uma maior
coesão à estrutura universitária tendente a conseguir economia de esforços e de
meios materiais.
Buenos Aires, Argentina.
Argentina é um vasto país que oferece ao visitante uma imensa variedade de
contrastes, sabores e sensações. Extendida ao longo da mítica Cordilheira de los
Andes, Argentina possui uma diversidade de climas e paisagens. Seu povo,
seus costumes e sua cultura refletem influências latino-americanas e europeias
dando como resultado uma mistura única.
A cidade de Buenos Aires, localizada à beira do famoso Rio de la Plata é,
sem dúvidas, a grande porta cosmopolita da América do Sul. É uma metrópoli
transbordante de energia que combina tradição e inovação em sua arquitetura,
moda e arte.
Rodeada pelas lendárias pampas, Buenos Aires é o hogar de um terço dos 40
milhões de argentinos. Estudando em Buenos Aires os estudantes poderão
experimentar a cidade, percorrer suas elegantes ruas e avenidas de estilo
arquitetônico parisino do século XIX; conhecer de perto seus bairros e periferías
onde as identidades se vinculam com algumas das paixões nacionais: o tango,
o futebol e a política.
Cursos de espanhol como língua estrangeira.
Características gerais dos cursos regulares
“Cada língua é uma visão diferente do mundo”
Ferdinand de Saussure.
O programa de espanhol da UNLA propõe uma forma de ensino aberta e
flexível, com um claro enfoque universitário, mais adequado à situação,
aspirações e necessidades de cada estudante. O objetivo central aponta a utilizar
o espanhol em situações reais (no âmbito pessoal, social, profissional e
acadêmico) enfatizando o enfoque comunicativo e funcional.
No contexto de intercomunicação global atual a adquisição de uma
língua posee, além de uma importancia indiscutível no futuro desenvolvimento
de cada estudante, um rol central na formação de uma visão diferente do
mundo.
A aprendizagem da língua em contexto de inmersão estará, por
conseguinte, enfocada desde uma perspectiva integradora que reúna todos os
elementos necessários para a adquisição rápida e efetiva do espanhol.
Espanhol 2.0
As TICs no desenho de materiais para o ensino de línguas.
A aparição das novas tecnologías na aula ou TICs (Tecnologias da
informação e da comunicação) permite encarar o trabalho do ensino de línguas
desde enfoques mais dinâmicos, diversos e com maior flexibilidade. No
contexto atual, e com ferramentas como a Internet, a informação está disponível
em abundância e ao alcance de todos. Portanto as TICs favorecem
especialmente o desenvolvimento da formação contínua e permitem apresentar
a informação de formas bem diferentes àquelas realizadas pelos livros ou
materiais tradicionais. A interatividade é o fator chave.
Nesse sentido, então, as TICs facilitam, por um lado, a atualização constante
de conteúdos e o desenho de materiais reais e atuais, não só criados “ad hoc”
para um contexto educativo específico pelo professor ou de acordo com os
interesses pessoais e particulares de cada estudante ou grupo de estudantes,
senão também, pondo os estudantes no centro do processo, tornando-os
protagonistas do processo de aprendizagem, jà que estarão na posição de
escolher os meios a través dos quais lhes será permitido “aprender a aprender”.
Estrutura dos cursos:
O programa geral de espanhol para estrangeiros está dividido em 4 ciclos:
Nível inicial:
Nível 1: A1 ou nível de acesso do MCRE
Nível 2: A2 ou nível de Plataforma do MCRE
Nível intermediário:
Nível 3: B1 ou nível umbral do MCRE
Nível 4: B2 ou nível avançado do MCRE.
Nível avançado:
Nível 5: B2 + ou nível avançado do MCRE
Nível 6: C1 ou nível de domínio operativo eficaz do MCRE
Especialização:
Nível 7: C1 + ou nível de domínio operativo eficaz do MCRE
Nível 8: C2 ou nível de proficiência do MCRE.
40 horas por nível
A evolução do estudante será avaliada mediante a realização de um exame final
que permitirá determinar o progresso e avance para o nível seguinte.
Modalidade:
As aulas são presenciais e grupais. Os grupos têm um máximo de 14 alunos.
Metodologia:
Os cursos são dinámicos, flexíveis e interativos. O desenho de materiais está
pensado em função do enfoque comunicativo assim como também no modo de
ensino por tarefas e focado na criação de estratégias que permitam aos
estudantes refletirem sobre o modo de adquisição da língua.
Os materiais são autênticos e, claro, atualizados constantemente; extraídos da
realidade contemporânea, e adaptados às competências e habilidades próprias
de cada nível. Esses materiais estão em função do trabalho e desenvolvimento
de 4 macro habilidades:
Conversação, comunicação oral e pronunciação.
Escritura.
Leito-compreensão.
Audio-compreensão.
A universidade também tem um Campus Virtual que utiliza a plataforma
“Moodle”. Portanto, o programa de espanhol aproveita as TICs (Tecnologias da
Comunicação e a Informação) para enfatizar a aprendizagem interativa.
Destinatários:
Os cursos estão destinados a estudantes universitários de todos os níveis de
espanhol, residentes permanentes ou temporários na Argentina.
Requerimentos:
Ingresso:
Os estudantes devem prestar um exame de nível. O resultado da nivelação é
corroborado e /ou ajustado através de um exame de nivelação oral ao qual os
estudantes devem assistir antes de começar o curso.
Cursada:
Os estudantes devem cumplir com os requerimentos seguintes:
- 75 % de assistência.
- Cumprimento das tarefas atribuídas.
- Entrega semanal de um trabalho escrito com características conformadas pelo
professor segundo os conteúdos e competências de cada nível.
Aprovação ou Promoção:
Além de ter cumprido com os requisitos de assistência às aulas, o estudante
deve aprovar o exame final escrito e o exame final oral. Isso o promove ao nível
seguinte ou o habilita a receber a certificação correspondente.
Cursos de ELE:
Características e duração:
40 horas por nível.
Cursos Regulares:
4 horas semanais. 2 dias por semana.
Avança um nível cada 8 semanas.
6 horas semanais. 2 ou 3 dias por semana.
Avança um nível cada 6 semanas.
Cursos Intensivos:
10 horas semanais. 5 dias por semana.
Avança um nível cada 4 semanas.
20 horas semanais – 5 dias por semana.
Avança um nível cada 2 semanas.
Os dois cursos começam cada semana, todas as segundas-feiras do ano. Estão
dirigidos a estudantes e residentes temporários no país.
Cursos de Temporada:
Summer Course: um curso intensivo, de 4 u 8 semanas, disponível em
dezembro, janeiro e fevereiro.
Winter Course: um curso de 4 u 8 semanas intensivo disponível em junho,
julho ou agosto.
Espanhol e trabalho voluntário:
A Universidade de Lanús oferece a oportunidade de combinar um curso de
Espanhol com trabalho voluntário. É possível trabalhar com diferentes
organizações e projetos em Buenos Aires, que benefician pessoas de diferentes
setores com problemáticas particulares.
Requerimentos:
O trabalho voluntário é entendido como uma experiência de intercâmbio na
qual o voluntário oferece o seu trabalho como contribuição às organizações
sociais recebendo em troca um espaço para compartilhar experiências. Para um
máximo aproveitamento da experiência o curso de espanhol deve durar mais de
3 semanas. Em todos os casos requere-se que o voluntário tenha conhecimentos
de espanhol para poder ser funcional e comunicarse com a gente durante os
projetos. Aconselha-se, portanto, ter um nível intermediário (nível 4).
O nosso programa de voluntariado é para todas as pessoas, sem restrição de
idade, que queiram brindar uma parte de seu tempo por um período mínimo
de 4 semanas nos projetos, durante o depois do curso de español.
O programa possui várias opções para a organização do trabalho voluntário.
Para informes ou contatos: [email protected] ou [email protected]
A universidade, também, tem 2 programas destinados a crianças e
adolescentes que funcionam durante o verão:
Programa de verão “Os direitos das crianças não saem de férias”
O Programa de verão “Os direitos das crianças não saem de férias” é um
programa educativo, recreativo e esportivo, que começou na universidade no
año 2000.
Cada mês de janeiro assistem a esse programa crianças de 5 a 12 anos,
procedentes de refeitórios comunitários e associações civis da zona de
influência da nossa universidade.
Programa permanente “A UNLa dos jovens”
O “Programa permanente” está pensado e desenhado para adolescentes de
13 a 16 anos. Assistem à oficinas de iniciação a ofícios, informática, percussão,
arte audiovisual, manicure, tecidos artesanais e bijouterie como continuidade
do que foi aprendido durante os anos nos diferentes Programas de verão.
Aulas individuais:
Oferecem-se tutorias e aulas individuáis para aqueles alunos que precisem
delas. Os cursos são oferecidos segundo a demanda e com horarios a convenir.
Consultar por disponibilidade e tarifas na Diretoria de Cooperação
Internacional.
E-Mail: [email protected]
Aulas de apoio e tutorias:
A universidade também oferece um serviço de aulas de apoio e tutorias em
espanhol sem custo adicional para os alunos das universidades não hispanofalantes que possuam acordo com a UNLa.
Consultar pela disponibilidade de horarios na Diretoria de Cooperação
Internacional.
Exame CELU
A Universidade de Lanús, como parte do consórcio ELSE, está credenciada
como sede para tomar o exame.
O CELU, ou Certifidão de Espanhol Lengua e Uso, avalia a competência
lingüístico-comunicativa oral e escrita en espanhol como língua estrangeira em
situações cotidianas, familiares, sociais, de trabalho ou acadêmicas de falantes
não nativos de espanhol, sem considerar nem suas línguas maternas nem o tipo
de adquisição ou aprendizagem que tenham realizado.
O CELU acredita três níveis de língua: básico, intermédio e avanzado,
porém o atestado otorgado é para os níveis intermédio e avanzado.
Para mais detalhes sobre o exame CELU:
www.celu.edu.ar
Contato:
Lic. Guillermo Tangelson
Diretor de Cooperação Internacional
Universidade Nacional de Lanús
(5411) 5553-5600 int. 5710
E-mail: [email protected]
Mg. Martín Bertone
Diretoria de Cooperação Internacional
Universidade Nacional de Lanús
(5411) 5553-5600 int. 5742
E-mail: [email protected]
Prof. Diego F. Alonso
Diretoria de Cooperação Internacional
(5411) 5553-5600 int. 5710
E-mail: de
[email protected]