ata da (60ª) sexagésima reunião ordinária do conselho

Сomentários

Transcrição

ata da (60ª) sexagésima reunião ordinária do conselho
ATA DA (60ª) SEXAGÉSIMA REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DELIBERATIVO DA LUTERPREV ENTIDADE LUTERANA DE PREVIDÊNCIA PRIVADA (segunda reunião de 2008) - DATA, HORA E LOCAL Realizada no dia 25 de junho de 2008 (quarta-feira), às 09:15 h, em segunda chamada, na sede nacional da
Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - IECLB, sito à Rua Senhor dos Passos, 202, 3º andar, na
cidade de Porto Alegre RS. INSTALAÇÃO E QUORUM - O Presidente do Conselho Deliberativo, em
exercício, Engenheiro Seno Leonhardt, instalou a reunião e realizou a saudação inicial a todos os presentes.
Ato contínuo, convidou o conselheiro Dari Jari Appelt para um momento de reflexão com a leitura das senhas
diárias para o dia e oração. Após, observou a presença da Diretoria Executiva e da assessoria jurídica – Dr.
Felipe Duarte Leques - e convocou a mim, Everson Oppermann, para lavrar a ata. Constatado o cumprimento
dos dispositivos estatutários para convocação da mesma, justificou ainda as ausências dos conselheiros que
não puderam comparecer, especialmente a do Presidente Sperb, em viagem de estudos, bem como a presença
mínima exigida, conforme Lista de Presenças, e passou em seguida à ORDEM DO DIA E DELIBERAÇÕES - 1
- RELATÓRIO DA DIRETORIA EXECUTIVA - A Diretoria Executiva apresentou os seguintes relatórios:
1.1 - Do Diretor GERAL e de Riscos: a) Análise do desempenho financeiro e das perspectivas de
negócios em 2008. O conjunto dos investimentos tem satisfeito às necessidades atuariais. Os associados
que são clientes do plano de aposentadoria FGB obtiveram rentabilidade nas cotas dos investimentos (de
01.01.2008 a 01.06.2008) de 7,47 %. O plano de aposentadoria PRGP, indexado ao IGP-M rendeu 6,62 % e o
PRGP, indexado ao IPCA, rendeu 4,34%. No mesmo período, o premiado Fundo Exclusivo LUTERPREV PRGP
estruturado junto ao ING/Sul América, rendeu 6,01%. Há preocupação com o viés de ALTA nas taxas de
juros básicos da economia. Ainda que a análise da tendência de rentabilidade da alocação dos investimentos
sugira incremento das receitas financeiras até pelo aumento da inflação, a ameaça deste movimento altista
deve provocar arrefecimento no desempenho até o final do ano, e, está claro que enquanto a inflação
perdurar, a curva dos juros jogará os preços unitários (Pus) dos papéis entesourados com vencimento de
longo prazo para baixo. Esta volatilidade de curto prazo é conhecida como risco de mercado e é comum esta
dinâmica quando se considera a gestão e visão de longo prazo. Já as perspectivas de fechamento de negócios
no mundo corporativo continuam alvissareiras e progredindo bem nas praças de nossa atuação. b) Thrivent
Financial for Lutherans: A visita visou aproximação comercial e mútua transferência de conhecimento e
tecnologia entre as partes. THRIVENT existe desde 1899 e está situada em Minneapolis/MN/USA. Opera
previdência complementar utilizando mesmo modelo de Entidade Sem Fins Lucrativos que LUTERPREV no
Brasil (not-for-profit mutual aid society). É a maior associação previdenciária/beneficente do mundo e
administra atualmente US$ 73 bilhões em ativos. Altos executivos da Thrivent (todos Vice-Presidentes)
apresentaram à comitiva da LUTERPREV seu modelo de gestão administrativa, especialmente questões
relativa a riscos, investimentos, marketing e indicadores de desempenho organizacional. Na última semana de
setembro de 2008, 2 executivos estarão visitando o BRASIL cuja agenda visa mostrar nossa ecomonia num
road show (itinerário com visitas e palestras) pelos órgãos reguladores e mercado brasileiro, finalizando
visita à LUTERPREV aonde participarão do aniversário dos 15 anos, em 01/10/2008. 1.2 - Do Diretor de
Gestão Processual: a) Execução orçamentária 2008: Foi apresentado o relatório das receitas e despesas
correntes em 2008. Foram analisados os indicadores de desempenho organizacional e suas relações
financeitas tais como índices % de Despesas Administrativas x % Receitas de Contribuições X % Receitas
Financeiras x % Total de Receitas, origem das receitas x novos planos/iniciativas/canais de vendas,
tendências e conceito de budgeting beyond. b) Realizou-se leitura de atas das reuniões realizadas pelo
Conselho Fiscal – os conselheiros comentam que as práticas adotadas estão de acordo com as normas
contábeis vigentes no País e que os controles internos implantados e a implantar sugerem
segurança/confiabilidade. A ata 68ª, reunião de 05/06/2008, do Conselho Fiscal, registra a análise destes
controles por parte dos processos organizacionais da LUTERPREV. Novos processos organizacionais foram
motivo de análise e apreciação do grupo, especialmente os relativos à Circular SUSEP n. 344, de 2007, que
versa sobre Controles Internos específicos para a prevenção contra fraudes. Apresentada ferramenta do
software proprietário que simula e calcula o benefício automaticamente de forma consistente e segura. c)
Parecer da Auditoria Independente relativo ao 1º trimestre de 2008. Os conselheiros tomaram
conhecimento dos termos do relatório e do andamento das rotinas de auditoria. 1.3 – Do Diretor de Gestão
Mercadológica – a) Plano de Marketing e Vendas triênio 2006/2009): A atual estratégia de marketing e
vendas denominada Luterprev R$ 100 milhões (iniciada 01.04.2006/término 31.03.2009) foi apreciada com
apresentação das estatísticas das características das vendas de todos os planos. Elogiou-se a performance
das vendas diretas e se revelou preocupação com a performance das vendas indiretas. Todavia, as praças
contempladas com corretor credenciado têm boas perspectivas de novos negócios sugerindo expansão. Os
conceitos de vendas denominados penetração e de expansão foram debatidos. A penetração está sendo
feita por equipe de vendas diretas da Luterprev e tem apresentado bons resultados. b) Marketing de
Relacionamento PEF (PROJETO DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA): o programa iniciará nova fase no PEF com
a introdução da ferramenta de marketing de relacionamento junto a potenciais clientes da Luterprev.
Acredita-se que esta modalidade contribuirá com bom percentual na origem das vendas num futuro de até
5 anos. Foi contratada assessoria externa especializada na área que será coordenado por profissional
dedicado exclusivamente ao modelo. c) 15 anos: Foram definidas 5 homenagens a serem entregues no
evento solene do dia 01/10/2008: 4 homenagens para a Categoria Serviços Relevantes prestados por
associados controladores e terceiros, 1 homenagem para a Categoria Cliente Corporativo há 10 anos. d)
FORUM DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA: Apresentado novo vídeo institucional do PEF. Foi informado que o
FORUM previsto para julho de 2008 foi adiado para agosto de 2009. Houve dificuldades na conciliação das
agendas de todos os palestrantes convidados e preferiu-se pelo adiamento tendo em vista que a qualidade
dos debates estaria comprometida. 2 – DIVERSOS – elencados os seguintes itens. 2.1 – DA ELEIÇÃO
DOS MEMBROS DO CONSELHO DELIBERATIVO e FISCAL DA LUTERPREV. Dos nomes sugeridos e
contatados, após convite, aceitaram submeter seus nomes à eleição os associados João Willig, Jorge Trentini
e Dietmar Teske. Da lista de nomes indicados/sugeridos pelos parceiros e que satisfazem às exigências
estatutárias e legais, outros associados foram contatados. 2.2 – Novos Aposentados: Desde a última
reunião, em março de 2008, LUTERPREV teve a satisfação de honrar mais 5 contratos de aposentadoria,
sendo beneficiários: Hariberto Gutknecht, Erica Julieta Hickmann, primeira aposentada oriunda de plano
coletivo do primeiro cliente corporativo Centro de Ensino Médio Pastor DOHMS (1998), Jairo dos Santos,
Lothar Carlos Hoch, conselheiro da Luterprev, e Idylio Schäffer. Sendo nossa missão prover renda, somos
responsáveis agora pela renda de 56 benefícios a serem pagos, mensal e vitaliciamente. Comentou-se
especificamente sobre a abordagem de venda aos obreiros da IECLB que recebem auxílio previdenciário.
LUTERPREV é previdência complementar à previdência oficial. As duas se complementam, ainda que haja
melhor relação custo x benefício a favor da LUTERPREV no plano de aposentadoria por acumulação de
capital, a previdência oficial é obrigatória e contempla benefícios como licença maternidade e invalidez
embutidos na contribuição. 3 - ATA DA REUNIÃO: leitura e aprovação. - Às 12:35 h foi encerrada a
reunião, cuja ata foi lavrada por mim, Everson Oppermann, que li, recebendo a aprovação unânime dos
presentes, e que assino juntamente com o Presidente, em exercício, Seno Leonhardt.

Documentos relacionados

ata da (59ª) quinquagésima nona reunião ordinária do

ata da (59ª) quinquagésima nona reunião ordinária do no NOVOTEL, sito à Av. Soledade, 575, na cidade de Porto Alegre/RS. INSTALAÇÃO E QUORUM – O Presidente do Conselho Deliberativo, Ulrico Sperb, instalou a reunião e fez sua saudação inicial a todos ...

Leia mais