POP Lavagem intestinal - hospitalsaopaulo.org.br

Сomentários

Transcrição

POP Lavagem intestinal - hospitalsaopaulo.org.br
Hospital São Paulo
SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina
Hospital Universitário da UNIFESP
Sistema de Gestão da Qualidade
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO: Lavagem intestinal
MACROPROCESSO: Assistência
PROCESSO GERAL: Atendimento de enfermagem e médico.
PROCESSO ESPECÍFICO: Unidades de Internação, Terapia Intensiva, Atendimento de
Urgência e Emergência e Ambulatórios.
SUBPROCESSO: Todas as respectivas unidades.
DESCRITORES: lavagem, intestinal, limpeza, enteroclisma, enema.
Página: 1/4
Emissão: Set/2004
1ª Revisão: Julho/2007
2ª Revisão: Janeiro/2016
Validade: 2 anos
SUMÁRIO
1. OBJETIVO: Promover o amolecimento do conteúdo fecal, facilitando sua saída. Preparar o cólon para exames ou
cirurgias.
2. APLICAÇÃO: Aos pacientes internados, ambulatoriais e de pronto atendimento com prescrição médica de lavagem
intestinal.
3. RESPONSABILIDADE: Enfermeiros, Técnicos e Auxiliares de Enfermagem.
4. MATERIAIS: Bandeja, solução prescrita (ex. solução fisiológica, glicerina), biombo, equipo de macrogotas, suporte
de soro, camisola, forro de lençol e plástico, luvas de procedimento, sonda retal (nº 20, 22 ou 24), gaze, lubrificante,
comadre.
AÇÕES (passos)
DESCRIÇÃO
AGENTES
REFERÊNCIAS
Prescrição médica;
Pulseira de identificação;
Paciente/acompanhante
1
Confirme o paciente e o procedimento a ser realizado
2
Faça a identificação da solução (etiqueta contendo o
nome e sobrenome, leito, nome da solução prescrita,
dose, horário, via de administração).
3
Higienize as mãos.
POP Higienização das mãos
4
Prepare a solução prescrita para a lavagem intestinal
na temperatura em torno de 37°C.
Prescrição Médica
5
6
Conecte o equipo ao frasco com a solução preparada
para a lavagem intestinal e conecte a sonda retal no Enfermeiro,
equipo, mantendo-o protegido na própria embalagem. Técnicos de enfermagem,
Auxiliares de enfermagem
Retire todo ar da extensão do equipo.
7
Reúna o material na bandeja e leve ao quarto do
paciente.
8
Identifique-se para o paciente e confira o nome
completo do paciente que consta na prescrição,e a
pulseira de identificação.
9
Explique o procedimento para o paciente.
10
Promova a privacidade do paciente colocando biombo
e/ou fechando a porta do quarto.
11 Higienize as mãos.
Pulseira de Identificação
Prescrição Médica
POP Higienização das mãos
Hospital São Paulo
SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina
Hospital Universitário da UNIFESP
Sistema de Gestão da Qualidade
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO: Lavagem intestinal
MACROPROCESSO: Assistência
PROCESSO GERAL: Atendimento de enfermagem e médico.
PROCESSO ESPECÍFICO: Unidades de Internação, Terapia Intensiva, Atendimento de
Urgência e Emergência e Ambulatórios.
SUBPROCESSO: Todas as respectivas unidades.
DESCRITORES: lavagem, intestinal, limpeza, enteroclisma, enema.
12
Página: 2/4
Emissão: Set/2004
1ª Revisão: Julho/2007
2ª Revisão: Janeiro/2016
Validade: 2 anos
Pendure o frasco da solução em suporte de soro com
altura não superior a 70 cm em relação à cama.
Ofereça uma camisola da instituição ao paciente e Enfermeiro,
ajude na troca (se necessário).
Técnicos de enfermagem,
Auxiliares de enfermagem
14 Forre a cama com forro de lençol e plástico.
13
15
Abaixe a cabeceira e oriente/auxilie/coloque o
paciente em posição de Sims (decúbito lateral
esquerdo com MIE estendido e o MID fletido).
16 Calce as luvas de procedimento.
NR-32
17 Passe o lubrificante na sonda retal.
Afaste a nádega do paciente com uma das mãos para
visualizar o ânus e, na ausência de hemorroidas,
18
fístulas ou lesões perianal, dê continuidade ao
procedimento.
Introduza a sonda retal lubrificada suavemente de (5 a
7cm em crianças e 10 a 13 cm no adulto). Em caso de
19
resistência, interrompa o procedimento e comunique
ao médico.
Abra a pinça do equipo e infunda a solução,
20 lentamente de acordo com o volume, solicitando ao
paciente que respire pausadamente.
21
Ao término da infusão da solução, feche a pinça do
equipo e retire a sonda retal lentamente.
22
Descarte os resíduos no lixo, retire as EPIs e
higienize as mãos..
Solicite ao paciente que respire profundamente
23 retendo a solução pelo maior tempo que ele
conseguir, contraindo o esfíncter anal.
Auxilie o paciente a ir ao banheiro ou ofereça a
24 comadre elevando a cabeceira do leito (se não houver
contra indicação).
Oriente o paciente que após utilizar o vaso sanitário
25 solicite o profissional de enfermagem para verificar o
aspecto da eliminação.
PGRSS
POP Higienização das mãos
Hospital São Paulo
SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina
Hospital Universitário da UNIFESP
Sistema de Gestão da Qualidade
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO: Lavagem intestinal
MACROPROCESSO: Assistência
PROCESSO GERAL: Atendimento de enfermagem e médico.
PROCESSO ESPECÍFICO: Unidades de Internação, Terapia Intensiva, Atendimento de
Urgência e Emergência e Ambulatórios.
SUBPROCESSO: Todas as respectivas unidades.
DESCRITORES: lavagem, intestinal, limpeza, enteroclisma, enema.
26 Auxilie o paciente na higiene íntima.
Página: 3/4
Emissão: Set/2004
1ª Revisão: Julho/2007
2ª Revisão: Janeiro/2016
Validade: 2 anos
POP Higiene Íntima
27 Auxilie o paciente a se vestir e o deixe confortável.
Enfermeiro,
Técnicos de enfermagem,
Auxiliares de enfermagem
28
Recolha o material do quarto, mantendo a unidade
organizada.
29
Encaminhe o material permanente e o resíduo para o
expurgo, descartando-o adequadamente.
PGRSS
30
Lave a bandeja com água e sabão, seque com papel
toalha e friccione com álcool a 70%.
SCIH
31 Higienize as mãos.
POP Higienização das mãos
Cheque na prescrição médica e anote o procedimento
realizado, registrando volume, aspecto e coloração
32
das fezes, na folha de anotação de enfermagem do
prontuário do paciente. Assine e carimbe.
Prescrição Médica
Prescrição de Enfermagem
Anotação de Enfermagem
RISCOS:
Avaliação
(G; P)
Mitigação
(nº passo)
Assistenciais:
•
Falha na identificação do paciente e do procedimento
(2;1)
1
•
Lesão de pele e mucosa
(2;1)
19
(2;1)
18-22,24,26,28-30
Ocupacionais:
Contaminação do profissional
•
OBSERVAÇÕES
•
Não passe a sonda em pacientes com tumores de canal anal ou reto, hemorróidas e lesões de pele.
•
Observe a anote o aspecto das fezes e se há presença de sangue.
•
Siga o volume da solução infundida rigorosamente de acordo com a prescrição médica e a temperatura (37º).
•
A lenta inserção da sonda retal minimiza os espasmos da parede intestinal e dos esfíncteres.
•
EPIs devem ser utilizados de acordo com a indicação determinada para cada paciente conforme as diretrizes
preconizadas pelo SCIH.
•
Na ocorrência de desconforto abdominal, suspender imediatamente a infusão e comunicar o médico.
•
Em pacientes pediátricos o procedimento deve ser feito por no mínimo dois profissionais, sendo um deles o
enfermeiro (Coren).
Hospital São Paulo
SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina
Hospital Universitário da UNIFESP
Sistema de Gestão da Qualidade
PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO: Lavagem intestinal
MACROPROCESSO: Assistência
PROCESSO GERAL: Atendimento de enfermagem e médico.
PROCESSO ESPECÍFICO: Unidades de Internação, Terapia Intensiva, Atendimento de
Urgência e Emergência e Ambulatórios.
SUBPROCESSO: Todas as respectivas unidades.
DESCRITORES: lavagem, intestinal, limpeza, enteroclisma, enema.
Página: 4/4
Emissão: Set/2004
1ª Revisão: Julho/2007
2ª Revisão: Janeiro/2016
Validade: 2 anos
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
1.Carmagnani MIS et al. Procedimentos de Enfermagem- guia Prático. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro.2009.
2.Nettina SM. Práticas de Enfermagem, 6 ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 1998.
3.Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo. Lavagem Intestinal. Parecer 032/2010.
Elaborado por:
ELABORAÇÃO
Revisado por:
Sandra Cássia Nunes
COREN: 98 701
Lilian Lestingi Labbadia – COREN/SP:58266
Maria das Graças Leite
COREN/SP: 32086
Silvana Gomes Severino COREN – SP 61491
Nathalia Perazzo Tereran COREN/SP: 99953
(revisado em agosto/2015)
Leila Blanes COREN/SP: 68603 (revisado em
janeiro/2016)
Aprovado por:
Profa. Dra. Maria Isabel S. Carmagnani
COREN/SP: 16708
Diretora de Enfermagem do HSP

Documentos relacionados

POP Lavagem intestinal pela colostomia

POP Lavagem intestinal pela colostomia Lave a bandeja com água e sabão, seque com papel toalha e friccione com álcool a 70%.

Leia mais

Carro_de_emerg\352ncia final maio 2015

Carro_de_emerg\352ncia final maio 2015 reposição no momento da conferência, deve ser registrado na planilha o item em falta e a previsão para a sua reposição.

Leia mais

POP Verificação da pressão venosa central

POP Verificação da pressão venosa central Hospital São Paulo SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP Sistema de Gestão da Qualidade

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade

Sistema de Gestão da Qualidade SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP

Leia mais

Hospital São Paulo SPDM – Associação Paulista para o

Hospital São Paulo SPDM – Associação Paulista para o Hospital São Paulo SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina Hospital Universitário da UNIFESP Sistema de Gestão da Qualidade PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO: CUIDADOS COM A PE...

Leia mais

Protocolo Anotação de Enfermagem

Protocolo Anotação de Enfermagem PROCESSO ESPECÍFICO: Unidades de Internação, Unidades de Terapia Intensiva, Atendimento de Urgência e Emergência, Terapias específicas, Ambulatório, Atendimento Cirúrgico, Unidade de Terapia Intens...

Leia mais