Press Release #2 - Materiais Diversos

Сomentários

Transcrição

Press Release #2 - Materiais Diversos
© Filipa Francisco // ©Filipa Achega
n
// press-release arranque
fmd2011
15.outubro.2011
FMD2011 começa com as sylphides
de Cecilia Bengolea & François Chaignaud
e continua com “A Viagem”
de Filipa Francisco
Alcanena, Minde e Torres Novas acolhem a 3ª edição do Festival Materiais Diversos que abre as portas ao
público a 21 de Outubro, na vila de Minde. A edição de 2011 é mais compacta e mais centrada nos trabalhos,
nas escolhas e nas palavras dos artistas. Segundo Tiago Guedes, “num momento de contenção de custos, os
projectos deste ano deram prioridade a artistas que actualmente estão em intensa actividade criativa. Ao
longo do festival teremos, sem dúvida, uma mostra do que de mais contemporâneo se faz em Portugal.”
Cecilia Bengolea & François Chaignaud, em Minde, e Filipa Francisco, em Torres Novas, abrem este festival.
© Alain Monot
Em SYLPHIDES, Cecilia Bengolea e François Chaignaud tentam colocar em palco a reincarnação. Graças a dois
sarcófagos de látex que permitem suspender as funções vitais ao mínimo, têm a intenção de aceder a uma
nova compreensão dos corpos e das suas possibilidades. Objecto de uma enorme reflexão literária no séc.
XVIII e coreográfica no séc. XIX, a figura da sylphide aparece ainda hoje como uma chave e um enigma do
nosso imaginário. Colocando a questão da materialidade do corpo, da vida depois da morte e da relação que
temos com os mortos e as suas "indumentárias", as sylphides interrogam alguns olhares do pensamento
ocidental: o dualismo, o tempo linear e o racionalismo.
espectáculo:
21 Outubro, 21h30, Blackbox CAORG (Minde)
vídeo online:
http://www.youtube.com/watch?v=L3VQKae7Uxw
bilhetes:
normal - 6 euros | descontos menores 18, maiores 65 e profissionais do espectáculo profissionais – 3 euros
© Filipa Francisco
No Teatro Virgínia, em Torres Novas, a coreógrafa Filipa Francisco apresenta A VIAGEM. Este trabalho cruza
artistas da cultura popular e da dança contemporânea e estabelece pontes entre ‘mundos’ que não dialogam
com frequência. “Tentei perceber como ressoavam as danças do rancho “Os Camponeses” de Riachos no meu
corpo – no corpo de alguém que nunca tinha dançado aquelas danças. E fiz mais perguntas: qual é vossa
dança mais emotiva? A resposta veio do chefe Santana: ‘o fado da charneca e o fandango’. Começámos, então,
a improvisar em estúdio com esse vocabulário: partilhámos estruturas de improvisação e durante várias
semanas criámos partituras coreográficas.” As danças que o grupo queria preservar devolveram à coreógrafa
novas perguntas: que danças quer o contemporâneo preservar? Trabalhou, por isso, inspirada em Pina
Bausch, Meg Stuart, Merce Cunningham, Tadeusz Kantor. A memória tornou-se, desta forma, o tema central
da peça.
A apropriação, manutenção e reformulação das tradições na modernidade estará também em destaque na
conversa com Filipa Francisco e Tiago Pereira. O realizador de SINFONIA IMATERIAL– documentário sobre o
património oral e musical português – junta-se ao festival e inaugura as SESSÕES DE CINEMA sob a rubrica ‘A
selecção dos nossos artistas’.
espectáculo:
22 Outubro, 21h30, Teatro Virgínia (Torres Novas)
bilhetes:
normal – 7,50 euros | descontos menores 25, estudantes e maiores 65 – 5,70 euros
filme:
24 Outubro, 21h30, Cine Teatro São Pedro (Alcanena)
bilhetes:
único – 2 euros
calendário do festival
SEXTA / 21 OUT
21h30
SYLPHIDES
Cecilia Bengolea &François Chaignaud
Blackbox CAORG/Minde
24h
GRAPHIC NIGHT
DJ Mauro Crachat & DJ Gabriel Feitor
Ponto de Encontro/Minde
SÁBADO / 22 OUT
15h
SILENCE LAKE
Daniel Nave
Armazém da Horta/Minde
21h30
A VIAGEM
Filipa Francisco
Teatro Virgínia/Torres Novas
24h
GRAPHIC NIGHT
DJ Ponto G
Ponto de Encontro/Minde
DOMINGO / 23 OUT
10h
QUANDO EU FOR GRANDE,
QUERO SER... BAILARINO(A)!
Filipa Francisco
Museu de Aguarela Roque
Gameiro/Minde
15h
SILENCE LAKE
Daniel Nave
Armazém da Horta/Minde
17h
CHÁ DAS 5
Filipa Francisco
Ponto de Encontro/Minde
19h
GUINTCHE
Marlene Monteiro Freitas
Blackbox CAORG/Minde
SEGUNDA / 24 OUT
17h
CHÁ DAS 5
Marlene Monteiro Freitas
Ponto de Encontro/Minde
21h30
CINEMA: SINFONIA IMPERIAL
Tiago Pereira e Filipa Francisco
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
TERÇA 25 / OUT
10h30
DAQUI VÊ-SE MELHOR
Isabel Minhós Martins, Bernardo Carvalho
& Suzana Branco
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
19h
DAQUI VÊ-SE MELHOR
Isabel Minhós Martins, Bernardo Carvalho
& Suzana Branco
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
21h30
CINEMA: SONGS FROM THE
SECOND FLOOR
Elizabete Francisca & Teresa Silva
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
Miguel Pereira
Blackbox CAORG/Minde
QUARTA 26 / OUT
21h30
O MEU NOME É GEORGEANNE
QUINTA 27 / OUT
10h
MESA RECTANGULAR
‘Programar em Tempo de Crise’
17h
CHÁ DAS 5
Miguel Pereira
Ponto de Encontro/Minde
19h
UM ESPANTO NÃO SE ESPERA
Elizabete Francisca & Teresa Silva
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
SEXTA 28 / OUT
15h
SILENCE LAKE
Daniel Nave
Armazém da Horta/Minde
17h
CHÁ DAS 5
Elizabete Francisca & Teresa Silva
Ponto de Encontro/Minde
21h30
LULA PENA
Lula Pena
Blackbox CAORG/Minde
24h
GRAPHIC NIGHT
DJ 1 Pulha do Pior!
Ponto de Encontro/Minde
SÁBADO 29 / OUT
15h
SILENCE LAKE
Daniel Nave
Armazém da Horta/Minde
17h
CHÁ DAS 5
Lula Pena
Ponto de Encontro/Minde
17h
CINEMA: LA STRADA
Nelson Guerreiro
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
21h30
A PHILOSOPHIA DO GABIRU
Martim Pedroso
Cine Teatro S. Pedro/Alcanena
24h
GRAPHIC NIGHT
DJ Nelson Warrior
Ponto de Encontro/Minde
DOMINGO 30 / OUT
15h
SILENCE LAKE
Daniel Nave
Armazém da Horta/Minde
17h
CHÁ DAS 5
Martim Pedroso
Ponto de Encontro/Minde
a associação
e o seu festival homónimo
Com direcção artística do coreógrafo Tiago Guedes, a Materiais Diversos é uma associação cultural sem fins
lucrativos que entende a cultura e a criatividade como veículos para o desenvolvimento. Tem assim como
missão incentivar a investigação e experimentação artísticas e sensibilizar o público em geral para a Arte
Contemporânea.
Persegue estes objectivos através da realização do Festival Materiais Diversos e na produção de vários
projectos artísticos de Tiago Guedes, Martim Pedroso, Filipa Francisco e Joana Barrios, promovendo a difusão
das suas obras no circuito nacional e internacional.
O Festival Materiais Diversos apresenta um programa pluridisciplinar, que integra performances,
conferências, debates, workshops, encontros profissionais e tertúlias, estimulando o diálogo e a reflexão em
torno da arte contemporânea. Realiza-se anualmente no concelho de Alcanena (aproximadamente a uma hora
de Lisboa), onde artistas e público tiram partido do património natural e paisagístico das Serras de Aire e
Candeeiros, quer do ponto de vista da criação artística, quer da fruição.
Neste contexto regional, o Festival Materiais Diversos vincou o seu papel enquanto estímulo da economia
local e inspiração para futuros projectos de iniciativa local: a programação das últimas edições integrou
actividades ao ar livre no Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros e promoveu o encontro entre artistas
amadores do concelho e profissionais de Arte Contemporânea; por outro lado, a antiga gráfica de Minde
(Grafiminde) foi reabilitada para ser o Ponto de Encontro do festival.
A adesão de público na oferta e na prestação de diversos bens e serviços, para além da sua fortíssima
presença nos espectáculos e nas várias actividades paralelas programadas, reflecte o êxito desse papel.
Em 2010, perto de 30 famílias acolheram os participantes do festival, cerca de 15 voluntários locais
apoiaram as actividades diariamente propostas e 7 associações culturais/recreativas do concelho
participaram logística e artisticamente nesta edição. Por outro lado, mais de 100 pessoas (não-locais)
recorreram à oferta hoteleira da região.
A Associação Materiais Diversos, enquanto organização do festival homónimo, optou em ambas as edições
pela contratação de serviços prestados por fornecedores locais. Em 2010, os indicadores económicos de
investimento directo (que não contempla as receitas geradas pelo aumento de fluxo de pessoas durante os
dias de festival) totalizaram mais de 30 mil euros. A Restauração, a aquisição de Produtos e de Infraestruturas e a utilização dos mais variados Serviços da região concentram mais de 50% deste investimento
feito pela Associação.
Os três eixos do festival, Alcanena, Minde e Torres Novas, conheceram em 2010 a circulação de quase 4.800
pessoas, entre público, participantes e colaboradores do festival; regista-se um aumento de cerca de 600
pessoas face à 1ª edição, em 2009.
Refira-se que em 2009 a iniciativa esteve integrada no Ano Europeu da Criatividade e Inovação e em 2010
obteve o Alto Patrocínio Presidência da República, tendo sido considerada pela antiga Ministra da Cultura
Gabriela Canavilhas um exemplo, por ser de inclusão da população local, alertando e aliciando-a “para as
linguagens mais contemporâneas”. “Acontecem manifestações artísticas muito interessantes fora dos grandes
centros e faço questão de estar o mais próximo possível delas, para testemunhá-las e incentivar a serem
replicadas noutros locais”.
A estrutura trabalha em colaboração com diversas organizações públicas e privadas, nacionais e
estrangeiras, no domínio das indústrias culturais e criativas (nomeadamente o Centro Cultural Vila Flor,
Culturgest, EGEAC, Festival Alkantara, Galeria Zé dos Bois, O Espaço do Tempo, Teatro Municipal Maria Matos,
Teatro Municipal São Luiz, Teatro Viriato, ARCADI, Culturesfrance, ONDA - Office National de Diffusion
Artistique, Théâtre de L’L, Théâtre Le Vivat, Uzés Dance, entre outras), do ensino e da solidariedade social.
É membro da REDE – Associação de Estruturas para a Dança Contemporânea, da Rede Portuguesa da
Fundação Anna Lindh e da RIP – Rede Informal de Programadores através do seu director artístico. Com sede
fiscal em Lisboa, a Materiais Diversos é uma estrutura domiciliada na Galeria Zé dos Bois (Lisboa) e em
residência artística no Cine Teatro São Pedro (Alcanena).
Trabalharam com a Materiais Diversos até à data 48 criadores, 155 intérpretes, foram produzidas 19
criações, programadas 37 criações e realizadas mais de 100 acções de formação, tendo ainda participado em
diversas conferências, debates e encontros. Recentemente tem sido destacada por pessoas de diversos
quadrantes como uma das mais interessantes estruturas portuguesas de criação e programação artísticas.
conteúdos e contactos
CONTEÚDOS
download dossier de imprensa
http://www.materiaisdiversos.com/PAGINAEMCONSTRUCAO/DossierImprensa_FMD2011.pdf
download jornal programático
http://www.materiaisdiversos.com/PAGINAEMCONSTRUCAO/FMD2011_Programa.pdf
ACREDITAÇÕES
Em caso de interesse em assistir aos espectáculos do Festival Materiais Diversos 2011, o jornalista deve enviar
um e-mail para [email protected] com os seguintes dados: nome, meio, função, e-mail e telefone.
Receberá depois o formulário de inscrição e de reserva de bilhetes.
Condições:
- Reserva prévia de bilhete e levantamento no local do espectáculo, mediante apresentação de documento de
identificação pessoal ou acreditação de jornalista.
- Todas as sessões estão sujeitas aos lugares disponíveis para imprensa.
PARA MAIS INFORMAÇÕES, pedido de imagens e marcação de entrevistas.
Cristina Pereira
tlm 937 106 771
[email protected]

Documentos relacionados

dossier de imprensa - Materiais Diversos

dossier de imprensa - Materiais Diversos mortos e dos vivos mas também dos fantasmas e da realidade, do impossível e do possível. Objecto de uma enorme reflexão literária no séc. XVIII e coreográfica no séc. XIX, a figura da sylphide apar...

Leia mais