Sondagem da Indústria de Pernambuco 2012

Сomentários

Transcrição

Sondagem da Indústria de Pernambuco 2012
O Índice de Confiança da Indústria de Pernambuco (ICI-PE) recuou 1,4% entre novembro
1
e outubro de 2012, ao passar de 114,8 para 113,2 pontos . No mesmo período e base de
comparação, o ICI da Indústria de Transformação Nacional (ICI-BR) registrou variação de
-0,8%, para 101,7 pontos.
Novembro de 2012
Evolução do Índice de Confiança da
Indústria de Pernambuco sobre
o mês anterior
(com ajuste sazonal)
Out.12/Set.12
-0,7%
1,4%
Apesar da segunda queda consecutiva trazer o ICI-PE ao menor patamar desde
novembro de 2011, o índice atual mantém-se desde novembro de 2009 acima da média
para o período desde abril de 2005 (109,0 pontos), enquanto o ICI-BR superou a média
de igual período (101,1) apenas nos últimos três meses.
Nov.12/Out.12
A perda de confiança da indústria de Pernambuco foi influenciada tanto pelo momento
presente quanto pela piora nas expectativas para os meses seguintes. O Índice da
Situação Atual (ISA-PE) recuou 1,6% em novembro para 120,9 pontos, o menor desde
novembro de 2011, mas ainda acima da média para o período desde abril de 2005
(116,0). O Índice de Expectativas (IE-PE) diminuiu 1,1%, para 106,2 pontos, o menor
desde outubro de 2011 (104,2). O movimento de queda no cenário nacional foi mais
acentuado nas expectativas.
-1,4%
A maior influência dentre os quesitos em relação ao momento presente foi do nível de
estoques. O indicador deste quesito recuou 4,0% frente a outubro, ao atingir 103,6
pontos, o menor desde agosto. Houve aumento da proporção de empresas que
consideram os estoques excessivos, para 9,1%, e diminuição da parcela de empresas que
os avaliam insuficientes, para 12,7%.
Evolução do Índice de Confiança da
Indústria de Pernambuco sobre o mesmo
mês do ano anterior
(sem ajuste sazonal)
Out.12/Out.11
O quesito em que as empresas avaliam a situação dos negócios para os seis meses
seguintes foi o que mais contribuiu sobre as expectativas. O indicador recuou 2,1% em
novembro para 156,3 pontos, o menor patamar desde dezembro de 2011, porém ainda
acima da média para o período desde abril de 2005 (150,6 pontos). A parcela de
empresas que esperam melhora nos negócios nos seis meses seguintes caiu para 60,9%,
enquanto a das que prevêem piora reduziu-se ligeiramente para 4,6%.
Nov.12/Nov.11
O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) registrou avanço de 0,2 ponto
percentual em relação a outubro. O NUCI atingiu 80,5%, nível acima da média para o
período desde abril de 2005, de 78,3%.
0,1%
1,3%
1
Todas as informações contidas neste relatório são ajustadas por sazonalidade, exceto quando expressamente
indicado.
A Sondagem da Indústria de Pernambuco era uma pesquisa com divulgação trimestral até julho de 2009, tornando-se
mensal desde então. A partir de agosto de 2009, os principais resultados passaram a ser divulgados mensalmente
com ajuste sazonal.
Informações: (021) 3799-6757 ou [email protected] e (081) 3182-4502 ou [email protected]
Sondagem da Indústria de Transformação
Índice de Confiança da Indústria
Novembro de 2012
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO
Dados com ajuste sazonal
Séries
2012
Out.
Nov.
Índice de Confiança
Indice de Situação Atual
112,2 115,7 118,0 119,6 119,0 118,9 118,6 117,6 116,1 114,9 115,6 114,8
118,3 122,8 123,1 124,4 126,4 125,9 125,7 126,1 123,1 123,8 125,0 122,9
113,2
120,9
Índice de Expectativas
106,6 109,1 113,4 115,2 112,2 112,4 112,0 109,8 109,7 106,7 107,0 107,4
106,2
116,8 117,2 120,6 128,4 125,8 130,8 126,4 125,4 124,6 121,3 118,9 116,0
27,1 25,3 34,6 38,3 35,4 38,4 30,5 33,3 37,3 36,0 30,1 28,8
62,6 66,6 51,4 51,8 55,0 54,0 65,4 58,8 50,0 49,3 58,7 58,4
10,3
8,1
14,0
9,9
9,6
7,6
4,1
7,9
12,7 14,7 11,2 12,8
114,9
30,7
53,5
15,8
117,3 115,6 121,9 129,2 129,0 132,5 128,6 130,7 128,6 125,3 121,4 120,4
26,8 24,5 37,0 39,5 39,1 38,8 31,0 36,1 40,4 38,5 33,2 30,5
63,7 66,6 47,9 50,2 50,8 54,9 66,6 58,5 47,8 48,3 55,0 59,4
9,5
8,9
15,1 10,3 10,1
6,3
2,4
5,4
11,8 13,2 11,8 10,1
118,2
34,5
49,2
16,3
112,8
22,5
67,8
9,7
99,6
6,7
86,2
7,1
97,5
9,2
79,1
11,7
91,6
5,7
80,2
14,1
85,7
9,5
66,7
23,8
84,7
7,8
69,1
23,1
91,1
1,4
88,3
10,3
98,7
8,7
81,3
10,0
105,5 104,1 102,0 104,1 101,7 102,7 103,1
10,2 15,1 12,1
8,8
9,8
11,9
6,9
85,1 73,9 77,8 86,5 82,1 78,9 89,3
4,7
11,0 10,1
4,7
8,1
9,2
3,8
96,8
5,7
85,4
8,9
100,0 107,7 107,9
11,4 13,2 14,2
77,2 81,3 79,5
11,4
5,5
6,3
103,6
12,7
78,2
9,1
116,5 121,8 120,5 118,5 124,8 120,6 123,7 125,4 124,4 126,4 124,0 120,8
29,9 32,5 32,5 25,3 33,3 33,4 28,4 32,3 38,2 40,5 37,2 35,4
56,7 56,8 55,5 67,9 58,2 53,8 66,9 60,8 48,0 45,4 49,6 50,0
13,4 10,7 12,0
6,8
8,5
12,8
4,7
6,9
13,8 14,1 13,2 14,6
120,8
38,0
44,8
17,2
80,5
80,5
Situação Atual
Nível da Demanda Total
Indicador
Forte
Normal
Fraco
Nível da Demanda Interna
Indicador
Forte
Normal
Fraco
Nível da Demanda Externa
Indicador
Forte
Normal
Fraco
Nível dos Estoques
Indicador
Insuficiente
Normal
Excessivo
Situação Atual dos Negócios
Indicador
Boa
Normal
Fraca
Nível de Utilização da Capacidade
Instalada (percentuais)
Nov.
Dez.
80,9
Jan.
92,1
8,6
74,9
16,5
81,5
Fev.
114,4
16,6
81,2
2,2
82,0
Mar.
90,5
9,3
71,9
18,8
81,9
Abr.
Mai.
101,3 112,9
18,7 21,9
63,9 69,1
17,4
9,0
81,9
81,5
Jun.
81,8
Jul.
81,0
Ago.
80,3
Set.
80,7
0,0
80,7
19,3
81,1
80,3
Expectativas
Produção
Indicador
140,7 141,5 144,9 145,6 143,0 141,3 138,8 144,1 144,5 139,4 145,5 143,3
Maior
49,9 46,3 57,7 56,8 49,7 58,3 55,9 58,0 53,3 50,5 55,6 54,4
Igual
40,9 48,9 29,5 32,0 43,6 24,7 27,0 28,1 37,9 38,4 34,3 34,5
Menor
9,2
4,8
12,8 11,2
6,7
17,0 17,1 13,9
8,8
11,1 10,1 11,1
Mão-de-Obra
Indicador
113,1 132,5 129,7 135,2 128,3 126,7 126,7 120,1 113,3 111,1 111,4 114,2
Maior
30,1 36,3 32,5 35,2 28,3 36,8 30,2 28,5 33,7 29,1 29,0 32,0
Igual
52,9 59,9 64,7 64,8 71,7 53,1 66,3 63,1 45,9 52,9 53,4 50,2
Menor
17,0
3,8
2,8
0,0
0,0
10,1
3,5
8,4
20,4 18,0 17,6 17,8
Situação dos Negócios para seis meses
Indicador
160,2 143,1 162,4 161,6 161,0 166,2 167,2 161,0 169,8 165,2 159,4 159,6
Melhor
64,3 46,7 67,6 64,2 65,1 67,7 70,4 64,4 71,6 67,9 64,1 64,5
Igual
31,6 49,7 27,2 33,2 30,8 30,8 26,4 32,2 26,6 29,4 31,2 30,6
Pior
4,1
3,6
5,2
2,6
4,1
1,5
3,2
3,4
1,8
2,7
4,7
4,9
140,9
49,2
42,5
8,3
114,5
39,8
34,9
25,3
156,3
60,9
34,5
4,6
Nota: O indicador de cada quesito é calculado em duas etapas. Primeiro, obtém-se a diferença, em pontos percentuais, entre a proporção de empresas que deram
respostas favoráveis ao quesito e a proporção das que deram respostas desfavoráveis. Ao valor obtido na primeira etapa, soma-se 100 (cem).
2
Sondagem da Indústria de Transformação
Índice de Confiança da Indústria
Novembro de 2012
INDÚSTRIA DE TRANSFORMAÇÃO
Dados sem ajuste sazonal
Séries
2012
Out.
Nov.
Índice de Confiança
Indice de Situação Atual
122,9 112,6 112,4 107,7 108,6 111,2 109,5 116,2 121,8 124,5 128,5 129,0
128,3 124,4 124,8 116,7 122,7 123,5 118,2 121,0 120,5 124,3 130,1 133,2
123,0
129,6
Índice de Expectativas
118,0 102,0 101,3
100,3 101,9 111,9 122,7 124,4 126,8 125,1
117,0
131,0 121,0 122,0 118,0 123,0 126,0 117,0 120,0 118,0 123,0 125,0 129,0
37,0 29,0 34,0 33,0 33,0 35,0 25,0 28,0 31,0 37,0 35,0 39,0
57,0 63,0 54,0 52,0 57,0 56,0 67,0 64,0 56,0 49,0 55,0 51,0
6,0
8,0
12,0 15,0 10,0
9,0
8,0
8,0
13,0 14,0 10,0 10,0
128,0
40,0
48,0
12,0
133,0 123,0 124,0 119,0 126,0 128,0 118,0 124,0 121,0 126,0 129,0 133,0
38,0 31,0 37,0 34,0 36,0 35,0 25,0 30,0 34,0 39,0 39,0 41,0
57,0 61,0 50,0 51,0 54,0 58,0 68,0 64,0 53,0 48,0 51,0 51,0
5,0
8,0
13,0 15,0 10,0
7,0
7,0
6,0
13,0 13,0 10,0
8,0
132,0
44,0
44,0
12,0
117,0
24,0
69,0
7,0
94,0
12,0
70,0
18,0
95,0
3,0
89,0
8,0
100,0 102,0 105,0 100,0 102,0 103,0 103,0 103,0 100,0 100,0 108,0 109,0
9,0
9,0
13,0 10,0 10,0 11,0 13,0
8,0
7,0
11,0 14,0 14,0
82,0 84,0 79,0 80,0 82,0 81,0 77,0 87,0 86,0 78,0 80,0 81,0
9,0
7,0
8,0
10,0
8,0
8,0
10,0
5,0
7,0
11,0
6,0
5,0
103,0
12,0
79,0
9,0
129,0 126,0 123,0 109,0 119,0 117,0 111,0 116,0 120,0 126,0 132,0 136,0
37,0 34,0 35,0 20,0 29,0 30,0 21,0 26,0 36,0 41,0 42,0 44,0
55,0 58,0 53,0 69,0 61,0 57,0 69,0 64,0 48,0 44,0 48,0 48,0
8,0
8,0
12,0 11,0 10,0 13,0 10,0 10,0 16,0 15,0 10,0
8,0
133,0
46,0
41,0
13,0
86,3
86,2
Situação Atual
Nível da Demanda Total
Indicador
Forte
Normal
Fraco
Nível da Demanda Interna
Indicador
Forte
Normal
Fraco
Nível da Demanda Externa
Indicador
Forte
Normal
Fraco
Nível dos Estoques
Indicador
Insuficiente
Normal
Excessivo
Situação Atual dos Negócios
Indicador
Boa
Normal
Fraca
Nível de Utilização da Capacidade
Instalada (percentuais)
Nov.
Dez.
98,0
8,0
82,0
10,0
86,6
Jan.
98,0
7,0
84,0
9,0
85,7
Fev.
99,6
111,0
16,0
79,0
5,0
84,3
Mar.
96,2
90,0
9,0
72,0
19,0
80,1
Abr.
101,0
19,0
63,0
18,0
77,1
Mai.
99,0
18,0
63,0
19,0
76,2
Jun.
94,0
8,0
78,0
14,0
76,7
Jul.
93,0
6,0
81,0
13,0
76,1
Ago.
86,0
9,0
68,0
23,0
77,4
Set.
82,0
0,0
82,0
18,0
82,7
85,6
Expectativas
Produção
Indicador
150,0 126,0 124,0 120,0 126,0 129,0 134,0 146,0 162,0 164,0 168,0 163,0
Maior
57,0 37,0 39,0 41,0 40,0 50,0 53,0 59,0 64,0 68,0 71,0 69,0
Igual
36,0 52,0 46,0 38,0 46,0 29,0 28,0 28,0 34,0 28,0 26,0 25,0
Menor
7,0
11,0 15,0 21,0 14,0 21,0 19,0 13,0
2,0
4,0
3,0
6,0
Mão-de-Obra
Indicador
133,0 115,0 109,0 106,0 96,0 103,0 104,0 125,0 140,0 143,0 152,0 149,0
Maior
36,0 23,0 16,0 17,0 14,0 22,0 16,0 29,0 49,0 49,0 56,0 53,0
Igual
61,0 69,0 77,0 72,0 68,0 59,0 72,0 67,0 42,0 45,0 40,0 43,0
Menor
3,0
8,0
7,0
11,0 18,0 19,0 12,0
4,0
9,0
6,0
4,0
4,0
Situação dos Negócios para seis meses
Indicador
171,0 152,0 160,0 161,0 154,0 159,0 159,0 160,0 169,0 170,0 163,0 165,0
Melhor
72,0 54,0 64,0 64,0 59,0 63,0 64,0 64,0 71,0 73,0 67,0 69,0
Igual
27,0 44,0 32,0 33,0 36,0 33,0 31,0 32,0 27,0 24,0 29,0 27,0
Pior
1,0
2,0
4,0
3,0
5,0
4,0
5,0
4,0
2,0
3,0
4,0
4,0
150,0
56,0
38,0
6,0
132,0
46,0
40,0
14,0
168,0
70,0
28,0
2,0
Nota: O indicador de cada quesito é calculado em duas etapas. Primeiro, obtém-se a diferença, em pontos percentuais, entre a proporção de empresas que deram
respostas favoráveis ao quesito e a proporção das que deram respostas desfavoráveis. Ao valor obtido na primeira etapa, soma-se 100 (cem).
A coleta de dados para a edição de novembro de 2012 foi realizada entre os dias 01 e 23 deste mês e teve a seguinte composição
estatística: 283 empresas informantes, responsáveis por vendas de R$ 8,2 bilhões em 2010.
3

Documentos relacionados

O Índice de Confiança da Indústria de Transformação - IBRE

O Índice de Confiança da Indústria de Transformação - IBRE menor patamar da série histórica. O Índice de Expectativas (IE-PE) recuou 2,6%, para 69,8 pontos, também o menor da série histórica. Em âmbito nacional, o ISA-BR avançou 1,0%, para 73,2 pontos, e o...

Leia mais