Sistema Excretor

Сomentários

Transcrição

Sistema Excretor
SISTEMA EXCRETOR
PROFª CLÁUDIA LOBO
Excreção
Mecanismo pelo qual os seres vivos recolhem seu “lixo
celular”, como a amônia (NH3), CO2, água e sais. Desta
forma, os seres vivos mantém a homeostase, isto é, a
capacidade que o organismo tem de manter o meio
interno sempre constante; no seu estado físico, químico,
temperatura, pH e salinidade.
Excreção nos seres vivos
 Poríferos e celenterados – por difusão
 Platelmintes – células flama
 Anelídeos – nefrídeos ou metanefrídeos
 Moluscos – estrutura idêntica aos nefrídeos, mas que retira
excretas do sangue e não se repete no corpo do animal
 Artrópodes – glândulas coxais
túbulos de malphigi
glândulas verdes
 Vertebrados - rins
Compostos Nitrogenados
São produtos tóxicos dos animais provenientes do metabolismo
dos aminoácidos
 Amônia:
aa + proteínas
amônia
Solúvel em água e altamente tóxica
Ex: peixes, girinos e animais aquáticos
Animais amoniotélicos
 Uréia: amônia
uréia
Pode ficar retida mais tempo no organismo, pois tem menor
toxicidade. Ex: anfíbios adultos e mamíferos
Animais Ureotélicos
 Ácido Úrico: amônia
ácido úrico
É eliminada na forma de cristais sem ser veiculada pela água.
Em geral, pelas fezes. Ex: aves e répteis
Animais Uricotélicos
Excreção Humana
Na espécie humana a uréia é sintetizada no fígado através de
um ciclo de reações químicas denominada ciclo da uréia ou
ciclo da ornitina. Essas reações ocorrem com a participação dos
aminoácidos ornitina, citrulina e arginina.
Visão Ventral do Sistema Urinário
Visão Dorsal
Excreção Humana
artéria renal
rim
veia
renal
veia cava inferior
artéria aorta
ureter
bexiga urinária
uretra
Excreção Humana
•Os rins recebem sangue
das artérias renais que se
ramificam em muitas
arteríolas.
pirâmides renais
córtex
medula
•Cara arteríola se dirige a
um NÉFRON, que é a
unidade filtradora e
funcional dos rins.
•Cada rim possui cerca de
1 milhão de néfrons.
•O sangue sai pela veia
renal, que se une à veia
cava inferior.
papila renal
veia renal
artéria renal
pelve renal
ureter
Estrutura de um Néfron
cápsula de Bowman
túbulo
contorcido
proximal
túbulo
contorcido
distal
glomérulo
arteríola aferente
ramo da
artéria renal
vênula
medula renal
córtex renal
arteríola eferente
ramo da
veia renal
rede de
capilares
peritubulares
ducto coletor
alça de
Henle
para a pelve renal
Trajeto da Circulação Renal e formação da Urina
Artéria Aorta
Sangue
Alta Pressão
Veia Cava Inferior
Artéria Renal
Veia Renal
Arteríola Aferentes
(córtex renal)
Arteríola
Eferente
Glomérulo de Malphigi
Glicose
Filtração
Reabsorve Na+ K+
Cápsula de Bowmann
(filtrado glomerular ou urina
inicial)
(transporte ativo)
Córtex Supra Renal
(aldosterona)
Xixi
Túbulo Contornado (ou contorcido)
Proximal (microvilosidades)
Reabsorção
Reabsorção
Hipófise /A.D.H., hormônio antidiurético (vasopressina)
Alça de Henle
Urina ou
Filtrado
Glomerular
Reabsorção de H2O
Reabsorção
Secreção
Túbulo Contornado
(contorcido) Distal
Bexiga
Ureter
Túbulo Coletor
Cálice
Bacinete
Hemodiálise
Problemas no Aparelho Urinário
 Nefrite
Caracteriza-se pela presença de albumina e sangue na urina,
edema e hipertensão.
 Infecção Urinária
O paciente se queixa de dor, ardência e urgência para urinar. O
volume urinado torna-se pequeno e freqüente, tanto de dia
como de noite. A urina é turva e mal cheirosa podendo surgir
sangue no final da micção. Nos casos em que a infecção
atingiu o rim, surge febre, dor lombar e calafrios, além de
ardência e urgência para urinar.
 Obstrução Urinária
Ocorre quando há um impedimento da passagem da urina
pelos canais urinários, por cálculos, aumento da próstata,
tumores, estenoses de ureter e uretra. A ausência ou pequeno
volume da urina é a queixa característica da obstrução
urinária.
 Cálculo Renal: é o depósito de minerais nos rins ou em
qualquer outro órgão do sistema urinário. Os mais comuns
são aqueles constituídos por cálcio, mas também são
encontrados os de oxalato, ácido úrico ou ainda por mistura
desses elementos.
Cálculos Renais
Insuficiência Renal
Diabetes insipidus
Ocorre pela deficiência na produção do ADH pela
hipófise. O portador sente muita sede e urina em demasia,
o que pode levar à desidratação. O portador precisa tomar
muita água para compensar a perda pela urina.

Documentos relacionados

Sistema Excretor

Sistema Excretor  Processo de eliminação de produtos tóxicos resultantes do metabolismo celular (dióxido de carbono, ácido úrico, ureia, vapor de água), além dos materiais em excesso e não utilizados pelo organis...

Leia mais

Sistema excretor humano

Sistema excretor humano O rim é formado pelo córtex renal e pelos néfrons: Córtex renal: parte mais externa do rim. Possui coloração clara. Néfron: tubo curvo e microscópico onde se forma a urina. Cada rim contem cerca d...

Leia mais

Sistema Excretor

Sistema Excretor Substância diurética: Aumenta a formação da urina;

Leia mais