a patagônia - expedition

Сomentários

Transcrição

a patagônia - expedition
A PATAGÔNIA
Em 21 de Outubro de 1520, o navegador português
Fernão de Magalhães, navegou pela primeira vez as águas
geladas do Estreito que levaria seu nome. A partir desse
feito, vários outros navegadores trou-xeram em suas
embarcações os colonizadores que, ao longo de quatro
séculos transformariam a região no que se conhece hoje
como sendo a Patagônia.
Quando Magalhães chegou à região, encontrou as
vastas planícies ao norte do Estreito, povoadas por
caçadores nômades (Tehuelches em sua maioria). Eram
povos que utilizavam as peles de Guanaco (Grande
mamífero local da família da Llama), para se protegerem
do frio. Cobriam os pés com as mesmas peles e dessa
forma deixavam grandes pegadas na terra e na neve,
sugerindo a presença de um povo de pés grandes. Esse
povo de grandes "patas" foi denominado Patagões e
consequentemente a região que habitavam foi batizada
com o nome de Patagônia.
A Patagônia está limitada ao norte pelo rio Colorado,
ao sul pelo Estreito de Magalhães, a oeste pelo Oceano
Pacífico e a leste pelo Oceano Atlântico. A Cordilheira
dos Andes se extende na direção Norte-Sul ao longo de
toda a região, a uma distância média do Pacífico de 80
Km. As maiores elevações dos Andes definem a fronteira
entre o Chile e a Argentina e consequentemente entre
a Patagônia chilena e a Patagônia argentina. A 46 o45'
Lat Sul, começam os Campos de Gêlo da Patagônia Sul,
uma zona de 480 Km de extensão que abriga os
glaciares, véstigios da última era glacial, quando toda
a Patagônia estava coberta por gelo.
Ao norte dos Campos de Gelo, e a oeste dos Andes, a
Patagônia apresenta uma área de vegetação abundante
e elevado índice pluviométrico.
A topografia
é basicamente dominada por montanhas e vulcões que
se elevam por entre os lagos e fiordes chilenos. Essa
região é também conhecida como a região dos Lagos
Andinos, e se extende à leste da Cordillheira dos Andes,
penetrando na Argentina.
A medida que se avança em direção ao Atlântico,
em território argentino, as elevações Andinas dão lugar
a uma vasta planície, semi desértica, de vegetação
rasteira e baixos índices pluvio-métricos. A planície
dominada pelo Deserto do Chubut, se extende até a
costa Atlântica na Península Valdés.
Ao sul dos Campos de Gelo, as paisagens são variadas.
Os Andes vão diminuindo de altitude até o Estreito de
Magalhães. A costa Atlântica da Patagônia Sul é
igualmente dominada por uma vasta planície, castigada
pela estiagem, pelos ventos fortes e pelas baixas
temperaturas.
Na zona dos glaciares na Patagônia Andina, se
encontra a mais bela região do continente, onde os
Andes convivem com um maciço
de formação granítica 30.000
anos mais jovem que as
montanhas andinas. Este
maciço, protegido em Parques
Nacionais, abriga as mais famosas
montanhas patagônicas, onde se
destacam as Torres del Paine no
Chile, e os Cerros Torre e FitzRoy na Argentina.
Nos Parques Nacionais
patagônicos, além da
imponência das montanhas, é
possível ver e apreciar uma das
mais variadas amostras da fauna
austral, da flora exuberante e
principalmente a beleza das
impressionantes geleiras
milenares que lá estão.
Por tudo isso, talvez faça
sentido o ditado local que
afirma: O Mundo começa aqui !
!

Documentos relacionados

A P A T A G Ô N I A D E S C O N H E C I D A

A P A T A G Ô N I A D E S C O N H E C I D A Para passar de uma página para outra, utilizam-se as setas do teclado. Em um iPad, dê simplesmente uma batidinha ao borde da página, ou deslize seus dedos sobre a tela. Que desfrute sua visita à Pa...

Leia mais

Setembro 2016 - Abril 2017 POR TUGUÊS

Setembro 2016 - Abril 2017 POR TUGUÊS com a Australis, uma companhia de cruzeiros de expedição que percorre as principais atrações da Terra do Fogo: o Estreito de Magalhães, o Canal Beagle e o Cabo Horn. Com 26 anos de operação levando...

Leia mais