parabéns jornal são judas! - Paróquia Santuário São Judas Tadeu

Сomentários

Transcrição

parabéns jornal são judas! - Paróquia Santuário São Judas Tadeu
ANO XLI - Nº 430 - SÃO PAULO, julho/2016 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA - NÃO PODE SER VENDIDO
Anos
PARABÉNS JORNAL SÃO JUDAS!
O informativo que virou Jornal completa 40 anos
de publicações neste formato
Julho - 2016
Jornal São Judas
www.saojudas.org.br
1
E
DITORIAL
Jornal São Judas:
40 anos de fé compartilhada
Querido irmão, querida irmã da família dos devotos de São Judas Tadeu,
paroquianos, benfeitores, agentes de
pastoral, o nosso Jornal São Judas está
completando 40 anos de existência
nesta edição de Julho. São 40 anos neste
formato tablóide e, iniciado com este
Santuário como Informativo e Voz de
São Judas, já soma 76 anos.
Somos uma família, e como tal, temos
que nos comunicar, trocar informações
sobre a nossa fé e amor a Deus, através
da amizade com alguém que hoje está
muito próximo do Pai e intercede por
nós, o Apóstolo de Cristo, o Mártir e
exemplo para nós: São Judas Tadeu.
Os leitores do Jornal desta Paróquia
e Santuário participam, enviam suas
mensagens, textos pessoais e de suas
pastorais, saem em fotos de celebrações
e eventos e nós lhes convidamos sempre
mais a participar deste Santuário, de
suas atividades, Pastorais, movimentos,
serviços, iniciativas de evangelização e
de caridade, tanto locais quanto de nossa
Região Ipiranga, da Arquidiocese, informando sobre a Igreja de Roma, do Papa,
além de trocarmos opiniões através de
artigos, documentos e ensinamentos
da Igreja, aqui, no Brasil e no mundo.
Enfim, aqui trocamos pensamentos e
compartilhamos nossa religião católica.
Através desse meio de comunicação
escrita, expressamos, diante das dificuldades da vida que angustia a todos neste
mundo, que a esperança prevalece e que
a maior graça que temos é ter fé. E a fé
só frutifica quando é partilhada.
Fé, no dicionário, é uma palavra que
significa “confiança”, “crença”, “credibilidade”. A fé é um sentimento de total
crença em algo ou alguém. Fé não se
explica, não se herda nem se transmite
com palavras, mas com a vida, por isso
a fé está tão ligada a testemunho.
A fé cristã implica crer em Jesus Cristo, sobretudo, em seus ensinamentos e
EXPEDIENTE JORNAL SÃO JUDAS
Distribuição gratuita, 20.000 exemplares.
Publicação mensal, dia 28 de cada mês. Av.
Jabaquara, 2.682, CEP 04046-500 – São Paulo/
SP – Tel: (11) 5072-9928 / (11) 3504-5700.
São Judas na Internet:
home-page: www.saojudas.org.br
E-mail: [email protected]
Fundador: Pe. Cláudio Weber, scj - 28/07/76.
2
em sua Salvação, crer na Bíblia Sagrada,
na Palavra de Deus, onde Deus se revela
e nos mostra o Caminho da Salvação.
Na Bíblia há inúmeras referências ao
comportamento do cristão que age com
fé. Uma das frases bíblicas mais bonitas sobre a fé, diz que “a fé é o firme
fundamento das coisas que se esperam,
e a prova das coisas que não se vêem”
(Hebreus 11,1). Sabemos que a fé é uma
grande virtude e riqueza!
Em nossa sociedade, há expressões
populares como: “fazer fé” que significa
acreditar em alguém ou em algum ato,
ter esperança; “dar fé”, isto é, afirmar
como verdade; “boa fé”, que é uma forma de agir honestamente sem quebrar
um compromisso ou ainda “má fé”, que
é agir de forma intencional para prejudicar terceiros. O Papa Francisco, no Rio
de Janeiro usou a expressão “Bote fé!”
Para nós, que temos fé, basta que vivamos
certos de que não estamos sós, nunca, e que
cada dia é um “presente”, uma oportunidade, uma chance para nos aproximarmos
mais Dele, certos de que um dia O veremos
Face a Face. Vivendo, procuramos nos
santificar, ajudados pelo Espírito Santo,
na espera de que um dia viveremos para
sempre em Sua Presença. E isso nos alegra,
nos consola, apesar de todas as dificuldades
que nos cercam nesta caminhada, em todo
o trajeto, repleto de obstáculos e quedas.
Mas algo é muito maior, muito mais importante: viver na presença do nosso Criador
e Pai, o Santo dos Santos, o Senhor Deus
Onipotente (único com poder infinito),
Onisciente (único que sabe todas as coisas)
e Onipresente (único que está em todos os
lugares). Para quem tem fé... Deus basta!
Pe. Sérgio
Hemkemeier, scj
Reitor do Santuário
São Judas Tadeu
Pároco e Reitor: Pe. Sérgio José Hemkemeier,scj
Diretor: Pe. José Ronaldo de Castro Gouvêa,scj
Editora: Priscila Thomé Nuzzi – MTb nº
29753 L. 131 F. 26.
Foto de capa: Arte de Daniel Ramos
Expedição: Secretaria Paroquial.
Registro de Jornal: No. 13828/Livro B do 1º
Reg. Tit. e Doc.
Diagramação: Daniel Ramos
Jornal São Judas
A
genda Julho - 2016
01 – 1a Sexta-feira do mês: Missa
Reparadora do Sagrado Coração de Jesus
às 9h na igreja nova seguida de Adoração
Eucarística (Apostolado da Oração).
Missa ao SCJ às 20h na igreja antiga com
a participação dos agentes de pastoral
02 – Dia do Bombeiro; Celebração às
19h30 dos 50 anos de sacerdócio do Pe.
Rudy Mildner,scj
03 – Solenidade de São Pedro e São
Paulo; dia do Papa
04 – Santa Isabel de Portugal
08 – Dia do Panificador
09 – Santa Paulina; Dia da Revolução
Constitucionalista de 1932
10 – 15º Domingo do Tempo Comum;
Dia Internacional da Pizza
11 – São Bento
13 – Dia do Engenheiro Sanitarista; Dia
Internacional do Rock
14 – São Camilo de Léllis – Patrono
dos hospitais, doentes e profissionais da
saúde; Dia Internacional da Liberdade;
Dia do Propagandista
15 – Dia Nacional do Homem
16 – Nossa Senhora do Carmo; Dia do
Comerciante
N
17 – 16º Domingo do Tempo Comum;
Dia do Protetor da Floresta
18 – Aniversário do Pe. Ubirajara da
Silva Salazar,scj
19 – Dia do Futebol
20 – Dia Internacional da Amizade; Missa
pelos Enfermos às 15h na igreja nova
21– Aniversário do Pe. Oscar
Longen,scj
22 – Santa Maria Madalena
24 – 17º Domingo do Tempo Comum
25 – Dia do motorista, do escritor e do
trabalhador rural
26 – São Joaquim e Santa Ana; Dia
dos Avós e Bisavós, Aniversário do Pe.
José Ronaldo Gouvêia, scj
27 – Dia Nacional de Prevenção
de Acidentes de Trabalho; Dia do
Motociclista. Aniversário do Pe.
Damião Pereira da Silva,scj
28 – ANIVERSÁRIO DO JORNAL
SÃO JUDAS (40 anos); Dia do
Agricultor; Dia dedicado a São Judas
Tadeu no Santuário
29 – Santa Marta
31 – 18º Domingo do Tempo Comum;
Santo Inácio de Loyola
OSSA CAPA
Uma lembrança de Capas do
Jornal São Judas nos últimos
40 anos.
R
ECEBA O JORNAL SÃO JUDAS EM SUA CASA!
Para receber o Jornal São Judas em casa, pedimos que os interessados façam um depósito
no valor de R$ 30,00 para pagamento das despesas com Correio por um ano. O Jornal
é gratuito. Depósitos: Banco Bradesco, Agência: 0287-9; Conta: 27577-8. Favorecido:
Paróquia São Judas Tadeu. Valor: R$ 30,00. Após fazer o depósito, favor enviar um fax
do comprovante de pagamento, tel: (0xx11) 3504-5702. Logo após o recebimento do
comprovante, enviaremos o Jornal São Judas durante um ano, no endereço indicado.
P
ENSAMENTO DE PADRE DEHON
“Nestas palavras: Ecce venio (Eis que venho) e Ecce ancilla
(Faça-se) encerram-se toda a nossa vocação, a nossa
finalidade, o nosso dever, as nossas promessas” (Dir. Esp. I. 3)
Padre Leão João Dehon, scj - Fundador da Congregação dos Padres do
Sagrado Coração de Jesus, Dehonianos (1843-1925).
Distribuição: Voluntários dia 28
Impressão: Gráfica e Editora TAIGA
Os artigos e matérias publicadas no Jornal São
Judas são de responsabilidade exclusiva dos(as)
autores(as).
*NOTA: Nos contratos de compra e venda
firmados entre consumidores e anunciantes
em jornal, as empresas jornalísticas não se
enquadram no conceito de fornecedor, nos
www.saojudas.org.br
termos do art. 3º do Código do Consumidor.
[...] Assim, a empresa jornalística não pode
ser responsabilizada pelos produtos ou serviços
oferecidos pelos seus anunciantes, sobretudo
quando dos anúncios publicados não se
infere qualquer ilicitude. (Excertos do Resp
1046241/SC, Rel. Ministra NANCY ANDRIGHI,
TERCEIRA TURMA, julgado em 12/08/2010,
DJe 19/08/2010)
Julho - 2016
Fotos: Priscila T. Nuzzi
atos e Fotos
Fotos: Priscila T. Nuzzi
Pe. Rudy convida para o seu
Jubileu de Ouro Sacerdotal
Pe. Aloísio Knob,scj acolheu mais de
50 casais na Peregrinação dos Casais que
aconteceu na Paróquia/Santuário São
Judas Tadeu no último dia 12 de Junho.
Recepcionados pelo próprio padre e
voluntários da Paróquia nas escadarias
da igreja antiga, os casais que se casaram
neste Santuário ao longo dos seus 76 anos
de história, atravessaram a Porta Santa,
atualizaram as promessas do Batismo
Foto: Helder Teixeira/Pascom SJT
No dia 02 de Julho, sábado, às 19h30, haverá na Paróquia/Santuário
São Judas Tadeu a celebração de ação de graças pelos 50 anos de
sacerdócio do Pe. Rudy Mildner,scj.
Pe. Rudy foi Pároco desta Paróquia de 1974 a 1979 e realizou,
entre outras coisas, a renovação da Obra Social e a reforma na igreja
antiga. Serviu ainda aqui, mais recentemente, do ano de 2002 a
2014. Pe. Rudy tem a alegria de convidar toda a comunidade para
celebrar com ele este Jubileu de Ouro Sacerdotal!
Peregrinação de casais
foi um sucesso
Retiro Pastoral
No dia 11 de Junho aconteceu o retiro dos agentes de pastoral da
Paróquia/Santuário São Judas Tadeu, na PUC Ipiranga. O tema foi
“Testemunho da Misericórdia do Pai”, sob a orientação do Frei Nilo
Agostini, ofm, doutor em teologia, professor, pesquisador, escritor
e conferencista na área da ética cristã e teologia moral.
Participaram do retiro o Pe. Sérgio José Hemkemeier, scj, (Pároco
e Reitor do Santuário), Pe. André Luis Leme Marana, scj, (Vigário
Paroquial do Santuário), representantes das pastorais, integrantes
da escola de evangelização, jovens da Comunidade Eucarística e
da Comunidade Casa da Juventude, que auxiliaram na integração
e animação durante as atividades. No encontro refletiu-se sobre a
misericórdia de Deus e como nós podemos ser misericordiosos, uma
vez que somos continuadores das obras de Jesus.
Colaboração Texto: Carla Pio.
Julho - 2016
Jornal São Judas
Pastoral do
Empreendedor
No dia 10 de Junho, foi realizada
palestra com o Frei Rogério Soares,
religioso da Ordem de Nossa Senhora
das Mercês e fundador da Pastoral do
Empreendedor, que é uma novidade
para a igreja no Brasil.
Na parte da tarde, Frei Rogério
realizou palestra com os funcionários
sobre empreendedorismo paroquial
e formas de contribuir para a
evangelização, e à noite a palestra
“Inteligência Espiritual, a sintonia com
Deus e a gestão de negócios”, marcou
o início da Pastoral do Empreendedor
www.saojudas.org.br
diante do Círio Pascal e foram abençoados
com a água benta da pia batismal.
Ao final da Santa Missa, que
aconteceu na igreja nova, os casais
foram chamados ao altar, onde, ao
mesmo tempo, renovaram os votos
matrimoniais e tiveram suas alianças
abençoadas. Um marcante momento
de oração e bênção às famílias da
comunidade!
em nosso Santuário.
O convite permanece para você que
é empresário, que possui um comércio,
é profisisonal liberal, autônomo e
empreendedor, o próximo encontro será
no dia 30 de Junho, às 19h30 no Salão
Dehon.
Juntos vamos viver momentos de
partilha e reflexão da Palavra de Deus,
em especial neste ano em que muitos
empreendedores estão sentindo a crise
financeira, vamos buscar em Deus a
sabedoria para superar as dificuldades e
uma postura de fé diante dos obstáculos!
Caro empreendedor, venha participar
conosco, vamos caminhar juntos! Mais
informações: (11) 3504-5700 | www.
saojudas.org.br
Foto: André Santiago / PASCOM SJT
F
3
N
IDA ATUAL
40 é um
número
bíblico
“João é o
seu nome”
Foto: Arquivo JSJ
“É necessário que ele cresça
e eu diminua” (Jo 3, 30)
Na Bíblia 40 tem o significado de
tempo razoável para o discernimento e
tomada de decisões para algo importante
que se está projetando para a vida. Por
exemplo, os 40 anos da caminhada do
povo hebreu pelo deserto, preparandose para a posse da “Terra Prometida” e
o jejum de 40 dias de Jesus no deserto
preparando-se para iniciar sua missão
de Messias.
O Jornal São Judas completa 40 anos
de sua segunda fase. Porque a primeira
fase teve início logo nos primeiros
meses de criação da Paróquia/Santuário
São Judas Tadeu. No entanto, as duas
fases do jornal representam uma
continuidade de ideal.
O Jornal, hoje, ainda está em seu
momento de preparação, porque ele se
renova a cada edição no serviço ao Povo
de Deus devoto de São Judas Tadeu.
Saber dar continuidade a um Jornal é
tão importante quanto fundar um Jornal.
Alegro-me muito por me sentir parceiro
dessa jornada nos cerca de 20 anos em
que servi como diretor do jornal.
Hoje não é dia de lamentar os
sacrifícios sofridos, mas de festejar
pelas conquistas!
Pe. Augusto
César Pereira, scj
Dehoniano
4
osso Bispo
No mês de Junho tivemos as
tradicionais “festas juninas”, quando
celebramos Santo Antônio, São João
Batista, São Pedro e São Paulo. Neste
artigo, quero refletir sobre a solenidade
de São João Batista.
Esta festa antiquíssima na liturgia,
sempre foi celebrada, levando em
conta o Natal de Jesus: exatamente seis
meses antes. Em muitos países, a festa
de São João Batista vem envolta com
celebrações folclóricas paralelas, que
expressam grande carinho e devoção
por esse homem que fechou o Antigo
e abriu o Novo Testamento. Sua vida e
sua missão estão unidas, de tal modo, à
vida e à missão de Jesus, que sua festa
é considerada também uma “Festa do
Senhor”; e, por isso, quando cai no
domingo, toma, inclusive, o lugar da
liturgia dominical.
Batista foi o ‘apelido’ que o povo lhe
deu e os evangelhos conservaram (cf.
Mt 11, 11; Mc 6,14.24; Lc 7, 20). O
apelido lhe veio porque “ele percorria
toda a região do rio Jordão, pregando
um batismo de conversão” (Lc 3,
3). Ele teve inclusive o privilégio de
batizar Jesus, e de ver com os próprios
olhos a primeira epifania de Cristo
(cf. Mt 3, 16-17). Foi um homem
admirável, totalmente consagrado ao
serviço de Deus. Tão admirável que
mereceu um ‘elogio rasgado’ de Jesus:
“(...) entre os nascidos de mulher não
surgiu nenhum que fosse maior que
João Batista” (Mt 12, 11a).
O culto a São João Batista difundiuse rapidamente de tal modo que ele se
tornou um dos santos mais populares
do cristianismo. Poucos sabem, mas até
mesmo a denominação das sete notas
musicais (Do, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si)
têm relação com São João Batista.
Essas notas foram obtidas da primeira
sílaba dos sete versos da primeira
estrofe do hino litúrgico composto em
honra a São João Batista.
Apesar do reconhecimento público,
São João em nenhum momento perdeu
Jornal São Judas
Foto: Repdorução
V
o ‘foco’ de sua missão. Ele não permitiu
que a fama lhe ‘subisse à cabeça’. Por
isso, definiu a si mesmo como “(...)
Eu sou a voz de quem grita no deserto:
‘Endireitai o caminho para o Senhor!’”
(Jo 1, 23b). São João é a voz, não a
palavra. A voz está a serviço da palavra,
pois sem a palavra a voz não comunica
absolutamente nada! Jesus é o “Verbo de
Deus”, e São João é o seu ‘porta voz’; sua
missão consiste em preparar o coração
das pessoas para acolher o evangelho
de Cristo: “Convertei-vos, pois o Reino
dos Céus está próximo” (Mt 3, 2). E
essa missão, São João realizou com rara
fidelidade. Em nenhum momento, ele
‘usurpou’ o lugar de Jesus.
A história de São João Batista desperta
também nossa atenção para a virtude
da ‘humildade’. São João Batista foi
humilde, ou seja, nunca perdeu de vista
a verdade sobre si mesmo. Sua missão
era levar as pessoas até Jesus, e pronto.
www.saojudas.org.br
Os dons que lhe foram concedidos por
Deus, deveriam ser colocados a serviço
desta missão; e foi o que ele fez. Não
utilizou esses dons para ‘acalentar’ a
própria vaidade ou para ‘massagear’
o próprio ego. Tudo o que recebeu de
Deus, colocou a serviço de Deus. Por
isso mesmo, foi um homem admirável.
Certamente, a frase do evangelho que
melhor sintetiza a missão de São João
Batista, encontra-se no evangelho de
João: “É necessário que ele cresça e
eu diminua” (Jo 3, 30). Esse é o grande
ensinamento de João Batista para nós.
Que o nosso único desejo seja também
servir a Cristo e nada mais.
Dom José Roberto
Fortes Palau
Bispo Auxiliar da
Arquidiocese de São Paulo para
a Região Episcopal Ipiranga
Julho - 2016
EPORTAGEM
Orientações para futuros sogros
do Curso de Noivos é a novidade do Santuário
Fotos: Priscila T. Nuzzi
R
Para evitar que “atrapalhem” o relacionamento dos filhos recém casados,
futuros sogro e sogra recebem orientação especial na Paróquia/Santuário São Judas Tadeu
A palavra “sogra” pode causar medo
para alguns, outros pensam duas vezes
antes de oficializar o namoro ou noivado, temendo sua intromissão e atritos...
O que já foi motivo de muita piada aos
que vão se casar, não vai acontecer
mais com as orientações que a Igreja
começa a dar a todos os envolvidos no
casamento.
O Encontro de Noivos, realizado na
Igreja para os casais que desejam receber o Sacramento do Matrimônio na
Paróquia/Santuário São Judas Tadeu,
está promovendo uma reunião diferente, extra, envolvendo os pais da noiva e
do noivo. “É uma conversa informal”,
conta o Pe. Aloísio Knob,scj, que no dia
11 de Junho, promoveu, pela primeira
Julho - 2016
vez, no Santuário, este encontro dos
pais de noivos e noivas.
Nesta primeira reunião, o Pe. Aloísio
explicou que é preciso reverter o modo
pejorativo como são ditas as palavras
“sogra e sogro” por aí: “Eles devem se
tornar ‘segundos pais’ para os que se
casam, sendo o melhor sogro e sogra
possível, colaborando, suprindo o que
o casal precisar e quando pedir. Quando
o casal discute, briga, se desentende,
os sogros ouçam, sejam neutros, não
apoiem nenhum lado, não deem palpites, evitem críticas veladas, não interfiram na educação dos netos.”
Para o Padre que orienta os sogros,
“cabe aos pais aconselhar, orientar os
filhos adolescentes e jovens quanto à
Jornal São Judas
escolha do namorado ou namorada,
mas a opção final pelo (a) namorado(a)
é direito dos filhos. O que é semeado
no namoro e noivado, colhe-se na vida
de casados. Cabe aos pais, à família,
acolher e integrar o (a) namorado (a)
na família, pois são pessoas ‘especiais’
porque escolhidas pelos filhos. Com
o casamento se tornam genro/nora,
cunhado (a). Casando, os filhos tornamse independentes, cessa a obediência
aos pais, se desligam da família para ter
vida e família próprias, priorizando a
relação marido e mulher (e não a filial),
mas permanece o sentimento de afeto e
gratidão aos pais e à família de origem”.
Além disso, aconselha-se que sejam
respeitadas e acolhidas a individualidade e diferenças: genro e nora são
diferentes pela família de origem, educação, caráter, personalidade, formação
religiosa, ideal, sonhos, propostas de
vida e futuro: “ É incabível a hostilidade e crítica à família e à alguém da
outra parte. Fere-se indiretamente a
quem escolheu”, lembra o padre.
Após o término deste primeiro encontro, a futura sogra Nizete Ribeiro disse:
“Imaginávamos que seria uma conversa
assim. Pena que foram poucos os pais
dos noivos que vieram, porque foi muito bom refletir sobre essas questões de
sogros e o nosso papel no casamento
www.saojudas.org.br
de nossos filhos”. Seu marido, Geraldo
Ribeiro completou: “Achei importante
esse encontro, pois pequenas coisas
marcam a vida do casal e marcam para
sempre. E temos que nos policiar para
não estragar a vida deles”.
Maria de Fátima e José Benedito
Uchoas saíram de Cachoeira Paulista,
onde moram, para participar desse
encontro e afirmaram que valeu a
pena: “Nossa, foi muito interessante.
Viemos de longe, estávamos curiosos,
mas vir até aqui valeu mesmo. Vamos
aprendendo e melhorando e o padre
nos ajudou a pensar em nossa missão”.
O mesmo afirmou Martinho e Margareth Marotta, que vieram da cidade de
Lorena: “Investir na família faz bem”,
afirmaram.
Dna. Rosalva Ursulina da Silva veio
de Diadema com a filha Roseli, irmã
do noivo que irá casa-se no Santuário.
Dna. Rosalva disse que está aflita, pois
este será seu filho caçula, de 41 anos,
que vai se casar, e que ao mesmo tempo está feliz, aprendendo a lidar com
tudo isso.
Casamento é para a vida toda e cada
um deve fazer a sua parte para que tudo
dê certo!
Por Priscila Thomé Nuzzi
5
C
apa
OS 40 ANOS DO INFORMATIVO
E JORNAL SÃO JUDAS!
6
Francisco, com tanta ênfase. O Jornal
São Judas “ensina” a solidariedade e
a partilha através de seus artigos e reflexões, pois de nada adianta o cristão
frequentar a Igreja e não praticar o amor
e a caridade concretamente, compartilhando seu tempo (voluntariado) e seus
bens (dízimo e doações) com quem
pouco (ou quase nada) tem.
Desde o início, o Jornal São Judas
é custeado pela Paróquia e Santuário,
sendo oferecido como brinde aos devotos e devotas de São Judas Tadeu,
com participação ocasional de algumas
propagandas de comércios que colaboram com a Festa de São Judas Tadeu.
Procuramos, cada vez mais, convidar
os leitores a participar ativamente da publicação, convidando-os a enviar cartas,
comentários pela página do Jornal no
Facebook (www.facebook.com/jornalsaojudas), notícias das Pastorais e teste-
Equipe de voluntários do Jornal em 1992: Marco Antônio Sá, Terezia Dias,
Andreia Faresin, Pe. João Luiz Uzan,scj e Irmã Junilda.
Jornal São Judas
www.saojudas.org.br
munhos de vida por e-mail: [email protected]
gmail.com ou [email protected]
O Jornal é o rosto da Paróquia e
Santuário, desta Casa de Deus. Ele
abre, através de suas páginas, as portas
do Santuário para o povo fiel entrar e
encontrar o refúgio de paz de que tanto
precisam. São 40 anos publicados no
formato tablóide e colorido, com vida
e testemunhos de fé e doação, depositados nas mãos de cada fiel devoto
de São Judas.
Este Jornal é presente de gratidão a
quem faz o Santuário acontecer, com
luta, sacrifício e vitórias, expressando
que crê e espera em Deus, mas que não
fica parado: faz acontecer!
Participe também dessa história,
lendo, participando do Santuário e compartilhando o Jornal São Judas. Este é
apenas o início de muito mais que virá
por aí, com a graça de Deus...
Foto: Jefferson Castro
Em Janeiro de 2000 o “Jornal São
Judas” deu ampla divulgação ao “Jubileu 2000”. Também foram marcantes
as comemoração dos 60, 70 e mais
recentemente dos 75 anos da Paróquia.
No ano passado, por ocasião do Jubileu
dos 75 anos da Paróquia, o Jornal São
Judas publicou vários textos recordando
a sua história, seus personagens (padres,
agentes de pastoral e voluntários), grupos,
pastorais e movimentos, as mudanças
do espaço físico, adequando-se, cada
vez mais e melhor, para o bem estar e
acolhimento dos fiéis que o frequentam.
A partir da edição número 293, de
Abril de 2004, o Jornal passou a ser
inteiramente colorido, como é hoje.
A cor trouxe mais vida ao Jornal,
valorizando seu conteúdo que sempre
informou e formou seus leitores, além
de evangelizar e formar para a “cultura
do encontro” como pede hoje o Papa
Foto: Arquivo JSJ
Logo nos primeiros anos da Paróquia/
Santuário São Judas Tadeu, seu fundador, o Padre João Büscher, além de
pequenos impressos com edição esporádica, já fez uso de boletim periódico
para comunicar-se com os devotos com
o nome de “A Voz de São Judas”. Com o
formato de uma folha de papel dobrada,
circulou por 15 anos, a partir de 1945.
Em 1960 a publicação tornou-se um
pouco maior: de uma, passou a 2 folhas
de papel dobradas, 8 páginas, com comentários do mês, notícias da Igreja e
da Paróquia, além de orações. Foi assim
na década de 1960 até 28 de Junho de
1976. Nesta data, há 40 anos, iniciou a
nova fase, no tamanho tablóide, com
8 páginas e o título de “Informativo
São Judas”. Em Dezembro de 1994,
a publicação passou a ter 12 páginas
como se conserva hoje.
A partir de Março de 1996, o “Informativo São Judas” passou a chamarse JORNAL SÃO JUDAS e adotou a
impressão em cores, mas apenas na
capa, contracapa e páginas centrais.
No ano 2000, a Paróquia adicionou
uma edição a mais por ano, a edição
de Janeiro e Fevereiro num único
exemplar. Ainda em Março de 1996,
a tiragem do Jornal aumentou de 20
mil para 25 mil exemplares mensais.
De Julho de 1996 a Julho de 2015 o
Santuário imprimiu 30 mil exemplares
mensais. Hoje, para redução de custos,
são impressos 20 mil exemplares, que
são distribuídos aos devotos de São Judas Tadeu, todo dia 28, gratuitamente,
como foi desde o início.
No dia 28 de Outubro, 28 Maior, Festa
do Padroeiro, circulam 50 mil exemplares do Jornal desde o ano de 1995.
Desde Junho de 1999, o Jornal passou a ser
produzido pela jornalista Priscila Thomé Nuzzi
Julho - 2016
Entrevista com o
Pe. Cláudio Weber,scj
A cada edição do Jornal São Judas,
lemos no expediente à página 2, a
informação de que o fundador do
Jornal foi o Pe. Cláudio Weber, scj em
28/07/1976. Coincidentemente, após
tanto tempo, este padre encontra-se
servindo neste Santuário. Conversamos com ele para saber mais sobre
suas expectativas ao iniciar esta publicação há 40 anos.
1) Qual a importância da comunicação para o fundador da Congregação
a que o senhor pertence, o Pe. Dehon?
Pe. Cláudio: Um homem inquieto
por comunicar a Palavra de Deus e
difundir o Amor do Coração de Cristo
usaria para esse fim todos os meios ao
seu alcance. Falou do Amor a pessoas
individuais e em pequenos grupos
de operários e de empregadores, em
associações de leigos e de padres, em
semanas sociais e grandes congressos,
em retiros e conferências, em meditações e homilias, em discursos de
formatura e reuniões de pais do Colégio que fundou. A imprensa escrita
se havia tornado popular no decorrer
do século 19, e por isso, Pe. Dehon
não duvidou de lançar mão dela para
anunciar a outros o que o fazia vibrar: o
Reino do Coração de Cristo na vida das
pessoas e nas estruturas da sociedade.
Escreveu muito: inúmeras cartas, discursos, homilias, artigos, conferências,
meditações e orações. Imprimia peque-
Julho - 2016
2) Padre Cláudio, qual a necessidade
de um jornal mensal para um Santuário como o de São Judas Tadeu,
já em 1976, ou até antes, com outros
formatos?
Pe. Cláudio: Publicava-se um volante
de quatro páginas para informar os
devotos sobre a vida do Santuário e
sua missão. Era pequena a tiragem e
pouco o espaço. Quando o Pe. Rudy
Mildner,scj nomeado pároco, me pediu
para assumir a edição dessa folha, logo
senti a necessidade de ampliar o espaço.
Uma coincidência providencial ajudou:
o governo militar censurava a imprensa
e particularmente as publicações da
Igreja de São Paulo. Dom Paulo Evaristo Arns (completa 50 anos de bispo
neste mês de julho) procurava uma
alternativa, e a solução veio com a parceria de uma Faculdade de Jornalismo:
usar a imprensa nanica para penetrar
nas comunidades e famílias. Respondi
imediatamente à convocação de um
breve curso de jornalismo paroquial,
na verdade, um workshop de cinco dias
com a Faculdade Álvares Penteado. Daí
à elaboração de um projeto, à discussão
com os colegas padres e à aprovação do
lançamento de um Informativo de maior
alcance foi questão de poucos dias.
Contamos com a colaboração de voluntários selecionados entre paroquianos,
e uma máquina de escrever IBM, de
esferas. Por vários anos trabalhamos à
noite, depois do trabalho profissional
dos colaboradores. Quando fui nomeado
Pároco, o Santuário pode contar com o Pe.
Augusto César Pereira, jornalista formado
pela Cásper Líbero, que antes havia sido
meu professor de português no Seminário.
Um novo desenvolvimento desabrochou,
coincidindo também com a modernização
do parque gráfico de São Paulo e as novas
tecnologias de comunicação. Cresceu a
qualidade gráfica e editorial, aumentouse a tiragem e o “Informativo” tornou-se
“Jornal São Judas”.
3) O senhor acha que o jornal, o
impresso, perdeu a sua força com a
vinda das mídias sociais, a internet e
o mundo virtual?
Pe. Cláudio: Dentre os fatores de mudança no mundo nesses quarenta anos,
os recursos de comunicação estão entre
os primeiros. É bom que também o Santuário use abundante e inteligentemente
as novas mídias. Mas assim como a
cidade de São Paulo ainda precisa dos
grandes jornais, o Santuário não pode
dispensar o seu Jornal. Ele é um ente
real, é visto na mão das pessoas no metrô
e no ônibus, chega às casas, pode ser
folheado, apreciado e lido. Ler é uma das
formas mais eficazes de aprendizagem.
4) Qual a sua opinião sobre o Jornal
São Judas hoje?
Pe. Cláudio: O nosso Jornal traz artigos muito interessantes, de conteúdo
espiritual e de aprofundamento catequético e teológico. Cumpre um importante
papel na formação dos paroquianos e
devotos, na compreensão e atualização
da Palavra de Deus e na informação
sobre a comunidade cristã e a Igreja.
Foto: Priscila T. Nuzzi
Foto: Priscila T. Nuzzi
nos volantes, fundou um Jornal, uma
Revista e publicou livros. Por ocasião
do seu funeral, em agosto de 1925, foi
usada a sugestiva imagem da pena que
caiu da mão para falar da sua morte.
Vivesse mais, mais haveria de escrever.
A finalidade dos seus escritos sempre
foi a de comunicar o Amor de Deus e
despertá-lo nos corações humanos.
Jornal São Judas
5) Como a Igreja pode otimizar a
utilização da mídia para o anúncio
do Reino, hoje?
Pe. Cláudio: Pe. Dehon usou a mídia
disponível no seu tempo. Hoje, há muito
mais recursos que podem fazer chegar
a Boa Notícia a um maior número de
pessoas. A Boa Notícia ainda é Jesus, e
sempre será, uma vez que não há mestre
www.saojudas.org.br
que tenha palavras de sabedoria e vida
como Ele, não há quem tenha cuidados
de pastor quanto Ele, não há Salvador
que tenha amado e dado a vida como
Ele. Porém, é preciso estar conscientes
de que os meros recursos tecnológicos,
por fabulosos que sejam, não bastam.
Necessitam de testemunhas humanas
que os operem e atuem como mediadores para fazer chegar não só aos ouvidos,
mas também aos corações a vida que
Jesus preparou e ofereceu a todos. Nem
sempre sabemos como otimizar o uso da
mídia, mas o Santuário fez consideráveis
progressos, contando hoje com uma
louvável equipe de profissionais e de
padres jovens bem capacitados. Com
eles estamos presentes em algumas
emissoras de rádio, de TV, nas mídias
sociais e atentos aos principais eventos
da Igreja e da comunidade local. Sem
abandonar os impressos e continuar a
melhorar o Jornal iniciado há 40 anos,
para seguir anunciando o Reino de Amor
segundo o mandato de Jesus aos seus
discípulos de então e de hoje.
6) Deixe uma mensagem aos leitores
do Jornal São Judas.
Pe. Cláudio: Ler faz bem, ler é necessário para aprender bem. O Jornal São
Judas traz textos muito bem escritos,
que permitem conhecer mais a fundo e
com clareza temas importantes da nossa
fé e da nossa missão no mundo. Ajudam a partilhar o que lemos, a mostrar
imagens e textos, e a comentá-los com
familiares e amigos. Uma informação
apenas ouvida ou lida em cinco linhas
não fundamenta suficientemente o
esclarecimento de uma dúvida de fé
ou de uma proposta de seguimento de
Cristo, que sustente e estimule o sentido
da vida. O nosso jornal traz assuntos
atuais, como na edição anterior, do mês
de junho, sobre a espiritualidade do
Coração de Jesus. Há diferentes abordagens para compreender as diversas
dimensões dessa rica espiritualidade
que nos ajuda a tornar o nosso coração
misericordioso como o de Jesus. Além
disso, há testemunhos, informações
sobre atividades da Paróquia, horários das celebrações e eventos para a
informação de quem ama a Igreja e a
nossa comunidade. Ler melhora a nossa
capacidade de evangelizar, de rezar e de
aprofundar o nosso encontro com Deus
e a comunhão fraterna.
7
ASTORAIS
Imagem: www.psdblast.com
P
Crisma na Paróquia
Santuário São Judas Tadeu
Após 18 meses de preparação, cerca
de 35 jovens e adultos, de várias idades,
receberam o Sacramento da Crisma na
Paróquia/Santuário São Judas Tadeu,
no último dia 19 de Junho.
Com a presença do bispo-auxiliar da
Arquidiocese de São Paulo e Vigário
Episcopal da Região Episcopal Ipiranga, Dom José Roberto Palau, a missa do
meio dia foi concelebrada em um clima
de emoção pelo Padre José Ronaldo,
que ressaltou a importância de seguir
os fundamentos católicos: “ É claro
que ao longo da vida encontraremos
dificuldades, mas, o fiel sabe que Deus
está sempre ao lado e sabe também que
é importante romper com a maldade e
seguir o caminho do bem.”
Dom José Roberto Palau, durante a
homilia, apontou os caminhos a serem
seguidos pelos crismados, “Todos vós
sois um só em Jesus Cristo, por isso, espero, que a partir de hoje, vocês saibam
que são, sim, o bom perfume de Cristo
no mundo e devem sempre seguir a vida
com coerência, verdade e felicidade.”
Em um momento turbulento da nossa
sociedade em que jovens apresentam
todos os tipos de problemas, 15 ado-
lescentes foram crismados também e,
claro, já mostraram a possibilidade de
um mundo melhor. Livia Dutra com
apenas 14 anos, afirmou: “ Hoje é um
dia importante, até porque é a confirmação de todos nós com Cristo e é
também uma responsabilidade maior
perante a família e aos amigos.”
Para a madrinha da crismanda Juliana
Bordini, “é importante acompanhar
a vida religiosa dos jovens, porque é
nesta fase da vida que eles começam
a encontrar outras possibilidades em
uma sociedade um pouco desajustada.”
Já ao final da celebração o catequista
Sami Nogueira Abraão não conteve a
emoção, mesmo após 8 anos acompanhando a formação católica de diversas
pessoas: “ Até hoje fico assim. São 8
anos na catequese e a cada turma é
uma emoção diferente. Quando eles
vem aos encontros, sempre mostram
uma vontade grande de aprender. Veja
só, quando cheguei, minha primeira
turma tinha 10 alunos, hoje formamos
turmas com quase 30 pessoas. Tenho ou
não motivos para ficar feliz? É preciso
perseverar sempre, porque momentos
assim são únicos.”
Texto: Cesar de Holanda | PASCOM SJT
Fotos: Helder Teixeira | PASCOM SJT
8
Jornal São Judas
O destino das metades da
laranja e a mediação de
conflitos familiares
A mediação é uma maneira amigável, flexível, informal e sigilosa de
lidar com conflitos relacionais, muito
utilizada nos conflitos familiares ,
privilegiando tratamento e resolução
voluntária e adequada aos conflitos e
a construção conjunta de novas regras
de convivência pacífica.
A ideia é que os interessados aprendam a se escutar com atenção e respeito, refletindo sobre suas necessidades,
sentimentos, expectativas e valores.
Isso ocorre pela via da cooperação e
da pacificação dos envolvidos, como
no exemplo da disputa entre duas pessoas por uma laranja. Uma terceira,
imparcial, reparte a laranja em duas
partes iguais, entregando uma metade
para cada um. No entanto, as pessoas
poderão dar um destino diferente à
sua parte: a primeira, após recebê-la,
espremeu-a e bebeu o seu sumo, jogando a casca fora; a segunda descascou a
fruta, ralou sua casca e assou um bolo,
dispensando a polpa. Será que, em vez
de cortar a fruta em duas, não teria sido
mais proveitoso se fosse dada a polpa
para um e a casca para o outro? Para
tal, as pessoas deveriam expor as suas
necessidades quanto ao uso da fruta.
Na mediação de conflitos, portanto,
em vez da simples divisão, cada um
pautaria seus interesses, possibilitando o melhor aproveitamento da fruta.
Como salientou o Papa Francisco, na
Jornada Mundial da Juventude (2013),
no Rio de Janeiro, citando “a cultura do
www.saojudas.org.br
encontro que faz a sociedade crescer”.
Muitos costumam administrar conflitos
querendo sempre ter razão, buscando
“certo ou errado”. Na maneira irrefletida como falamos e ouvimos ao outro
está a chave para agravar desavenças,
escalonando conflitos.
A mediação auxilia, a partir de uma
reflexão cuidadosa, a reconhecer que
necessidades devem ser supridas. Tratase, portanto, do uso da “linguagem do
coração”, pois “a boca fala daquilo de
que o coração está cheio” (Lucas 6:45).
O procedimento inicia-se na “acolhida”, reunindo elementos para mapear o
conflito, revisar posições e considerar
soluções de benefício mútuo. Nos encontros, as pessoas costumam ter uma
sensação de “bem-estar”, por terem
sido acolhidas, com seus interesses e
necessidades reconhecidos, e, ainda,
vendo atendidos os combinados retratados nos encontros. Esse trabalho vem
sendo realizado por mediadores capacitados na Paróquia/Santuário São Judas
Tadeu, às sextas-feiras, das 14h às 18h,
gratuitamente, mediante inscrição prévia, na Secretaria Paroquial, com Edy,
ou pelo telefone (11) 3504-5700.
Dra. Cláudia Dal Maso Lino, Advocacia,
Consultoria em gestão de conflitos, mediação,
arbitragem. Contato: (11) 97575-5530(vivo).
Site: www.claudiadalmaso.adv.br E-mail
EMAIL: [email protected] ou
[email protected]
Julho - 2016
Uma doença rara e pouco conhecida
– a Síndrome Guillain-Barré (SGB)
– passou a ser assunto fora dos consultórios médicos, quando uma pesquisa
mostrou que ela pode ser desencadeada
pelo vírus Zica.
A síndrome pode apresentar diferentes
graus de manifestação, apresentando
desde leve fraqueza muscular, em alguns
pacientes, ao quadro raro de paralisia
total dos quatros membros.
De acordo com o Dr. Eduardo Uchôa,
neurologista do Hospital Sarah, em
Brasília, a síndrome é uma reação autoimune do corpo. O organismo começa
a combater um microrganismo, como
um vírus ou bactéria, e acaba atacando
a si próprio.
Não existem formas de evitar a doença
e as informações sobre sua origem são
controversas. Por algum motivo, nosso
corpo produz, através de suas células de
defesa, anticorpos contra o nosso nervo
periférico, explica o especialista.
Quatros Semanas
Cerca de dois terços dos casos da Síndrome de Guillain-Barré são precedidos
por quadros de gripe ou diarreia e todos
os sintomas aparecem em até quatro
semanas após os primeiros sinais. “No
quadro inicial, o paciente geralmente
apresenta alterações de sensibilidade,
tem formigamento, sintomas um pouco
inespecíficos. Isso vai progredindo para
um quadro de fraqueza, chamada de paralisia flácida ascendente, que costuma
começar nas pernas e vai subindo. Isso
tende a evoluir ao longo de até quatro
semanas”, explica Dr. Uchôa. De acordo
com o especialista, a imunoglobulina é o
principal tratamento durante a crise, para
que a doença estacione. A fisioterapia é
outro tratamento para que o paciente recupere os movimentos perdidos. “Você
tem o impacto inicial, a doença vai
evoluir no máximo em quatro semanas e
depois disso o paciente entra numa curva
de melhora”, disse Dr. Uchôa.
Julho - 2016
Foto: Reprodução
O que é
Síndrome de
Guillain-Barré?
OMPORTAMENTO
Foto: www.pt.freeimages.com
C
ENSANDO EM SUA SAÚDE
Complicações
Dados internacionais mostram que
aproximadamente 50% dos pacientes
se recuperam totalmente até 6 meses
depois da síndrome se manifestar. Cerca
de 30% tem sequelas leves, como sensibilidade nos membros ou pequenas
dificuldades motoras. Quase 20% dos
pacientes têm consequências mais graves, como maiores dificuldades motoras
e fraqueza nas pernas. Cerca de 5%
das pessoas tem as complicações mais
sérias, como paralisia dos músculos
respiratórios, e acabam morrendo.
Citomegalovíirus, Epstein-Barr, HIV
e até o vírus da dengue são citados na
literatura médica com alguns dos desencadeadores da Síndrome de Guillain
-Barré. De acordo com o Dr. Eduardo
Uchôa, a doença é um pouco mais
frequente em homens e em faixa dos 40
anos, mas pode atingir também indivíduos em outras idades.
Guilliam-Barré
associado a Zica
O Brasil e a Colômbia já reconheceram o aumento no número de casos
da Síndrome de Guilliam-Barré depois
do crescimento da circulação do vírus
Zica. No Brasil, a ocorrência de síndromes neurológicas relacionadas ao vírus
Zica foi confirmada após investigações
conduzidas em Pernambuco, a partir das
identificações do vírus em amostras de
6 pacientes com sintomas neurológicos
e com histórico de manchas vermelhas
no corpo, característica do vírus Zica.
Desse total, 4 casos foram confirmados
para a doença Guillain-Barré.
A síndrome não é de notificação
obrigatória e, por isso, não há dados
nacionais de registros da doença. O
mínimo de atendimentos ambulatoriais
relacionados a Guilliam-Barré, entretanto, cresceu 8% de 2014 para 2015.
Dados internacionais apontam que até 2
pessoas a cada 100 mil habitantes tem a
doença por ano.
Jornal São Judas
Avós e netos:
uma relação
salutar
No ultimo Corpus Christi, durante a
missa de Primeira Eucaristia de crianças da nossa Paróquia/Santuário, uma
avó ali presente, comentou comigo que
estava muito mais emocionada com esse
momento da neta do que ficou na época
de sua filha. Um depoimento como este
nos leva a uma reflexão.
A relação entre avós e netos são saudáveis, dando bem estar tanto às crianças
como aos mais velhos, com oportunidades de uma troca afetiva e intelectual
entre duas gerações distantes. Os avós
trazem as lembranças que representam
as origens, por exemplo, as comidas típicas do local de descendência da família,
os apelidos de “nona”, “nono”, “opa”,
“omo’ , “abuela”, “abuelo”, “voinha”,
“voinho”, “batchan”...
Os mais velhos ensinam valores que
mantém a boa educação dos mais novos
e também aprendem muito do mundo
moderno com as crianças e jovens como
a internet, videogame e muito mais.
Além de tudo isso os avós, visivelmente,
hoje assumem papéis importantes na
família suprindo, muitas vezes, a ausên-
www.saojudas.org.br
Foto: Arquivo JSJ
P
cia dos pais que precisam trabalhar por
muitas horas. Tudo, geralmente, com
muito carinho e confiança.
Portanto, manter os laços afetivos na
família ajuda a manter o sentimento de
amor e pertença, alimentando a autoestima e contribuindo para uma felicidade
mais plena do ser humano.
Dia vinte e seis de Julho, Dia dos
Avós, celebremos a experiência da
vida, o valor da sabedoria e o convívio
família!
Mariângela
Mantovani
Psicóloga individual, de
casais e famílias. Autora do
livro “Quando é necessário
dizer não” Editora Paulinas.
9
BRA SOCIAL SÃO JUDAS TADEU
Foto: Paula Orio
Foto: Priscila T. Nuzzi
O
Os atendimentos realizados na
Obra Social São Judas Tadeu
A Obra Social São Judas Tadeu,
denominada entidade filantrópica e
sem fins lucrativos, tem como missão
propiciar assistência social aos mais necessitados e que se encontram em total
vulnerabilidade social, objetivando a
promoção humana.
Para que isto ocorra contamos com o
setor do Serviço Social da Obra que é
coordenado por uma assistente social
que, com o apoio de funcionários e
voluntários realizam os atendimentos
para as pessoas que procuram. Os atendimentos ocorrem com a apresentação
do RG e um comprovante de residência.
A partir desta proposta, oferecemos
oportunidades para que famílias e as
pessoas que nos procuram possam viver
em uma sociedade mais justa e digna.
Projetos realizados no
setor de assistência social
Serviço de Triagem Social – atendimento e encaminhamento para as
pessoas que procuram a Obra social
solicitando ajuda e orientação.
Atendimento do Serviço Social –
entrevista e visitas para as famílias,
realizadas pelos vicentinos.
Atendimento para com os doadores
e benfeitores – cadastro e apresentação
do Projeto Social para todas as pessoas
que queiram fazer doações e benfeitorias para nossa Obra Social.
Fornecimento de cestas básicas,
roupas e medicamentos – são doações
realizadas para as pessoas que passam
pela triagem e acompanhamento do
serviço social da obra, como também as
Entidades e Comunidades vinculadas
ao Santuário.
Trabalho do voluntariado – pessoas
e profissionais que dedicam seu amor
ao próximo, exercendo seu trabalho
em diversas atividades como bazares,
10
artesanato, corte e costura, atendimento
psicológico, jurídico e odontológico.
Em virtude do grande sucesso do
Curso de Cuidadores de Idosos, ocorrido em Abril, por solicitação da comunidade, formaremos nova turma para o
mês de Setembro. As inscrições estarão
abertas a partir do dia 18/07/2016, na
Secretaria da Obra Social, com Marcelo. Para a inscrição é necessário documento de identidade, comprovante de
endereço, uma foto 3x4 e o valor de RS
100,00. As datas serão: 09,10, 16, 17,23
e 24 de Setembro na Sala São Judas.
A importância das
férias para as crianças
Assistente Social
Diretora da Obra
Social São Judas Tadeu
Um estudo feito pela academia
Norte-Americana de Pediatria (AAP)
mostrou que as férias é um período
muito benéfico para o desenvolvimento
social, emocional e cognitivo da criança. Nas férias a criança pode dormir até
mais tarde, fazer passeios diferentes, se
divertir com um monte de brincadeiras... As férias são essenciais para preparar a criança para novos conteúdos,
além de deixar a criança mais disposta
para o aprendizado na volta às aulas.
Durante as férias os pais podem observar tudo o que as crianças aprenderam na escola, guardar seus brinquedos,
montar um quebra-cabeça, correr, pular
obstáculos, fazer atividades com tintas,
lápis e giz e o quanto está se tornando
independente e amadurecendo cognitivamente. O responsável por isso é
o subconsciente. Muito mais do que
acontece com adultos, o subconsciente
das crianças age como uma verdadeira
esponja, absorvendo as informações
que ela ouve e vive. É dentro dele que
as coisas vão se elaborando e as peças
se juntam. Mas, para que isso aconteça,
a cabeça precisa de tempo, de descanso.
Nós do CEI- Centro de Educação
Infantil São Judas Tadeu temos um recesso de duas semanas e propomos para
os pais fazerem com os filhos passeios
ao ar livre, irem ao cinema e executarem atividades lúdicas (brincadeiras
Jornal São Judas
www.saojudas.org.br
Próximos eventos
• No dia 05/08/2016 (sexta feira) faremos novamente a Liquidação de roupas
e calçados, das 9h às 17h, na tenda da
quadra da Obra Social, localizada à Al.
dos Guaiós, nº 40.
• No dia 13/08/2016 (sábado) faremos
um Chá Beneficente, cuja renda obtida
será revertida para as reformas e projetos
sociais de nossa obra. Horário: das 14h às
17h na tenda da quadra da Obra Social,
localizada à Al. dos Guaiós nº 40. Valor
do Convite: RS 10,00. Os interessados
em adquirir os convites, favor entrar em
contato com a Secretaria da Obra Social
pelo telefone (11) 5078-6544.
Feliz dia dos Avós!
Presto homenagem a todos Paroquianos, Devotos de São Judas Tadeu e
todos voluntários que são avós, cujo dia
comemorativo é 26 de Julho. Recebam
meu afeto e as bênçãos de Deus!
Sônia Aparecida
de Paula da Silva
com massinha, leitura de livros, gibis,
pinturas livres, etc.). Pode ter certeza
que as melhores férias para os filhos
são aquelas nas quais os pais estão junto
com eles. O tempo de crescimento das
crianças passa rápido demais e os pais
precisam acompanhar esse processo,
aproveitar cada momento, se deixando
levar pela inocência que faz muitas
vezes superar os desafios tão presentes
nas famílias hoje. O tempo passa, não
volta mais, e cada tempo perdido é uma
oportunidade jogada fora para curtir
os filhos. As férias é esse momento
que não pode passar, é o momento do
brincar, do carinho, da escuta e até das
aventuras, que muitas vezes nós adultos
achamos que não podemos mais vivenciar. As crianças precisam colocar em
prática toda a bagagem de um semestre,
toda a aprendizagem... Esse tempo é o
tempo lúdico da infância, é o tempo
da fantasia, dos sonhos, dos encantos,
resgatando o que não passou, mas está
escondido. Férias é tempo de ir à casa
da vovó, de provar o bolo quente da
mamãe, das moedas contadas... é o
tempo de ser e continuar sendo criança!
Paula Orio
Psicóloga do Santuário
e do CEI – Centro de
Educação Infantil
São Judas Tadeu
Julho - 2016
N
OTÍCIAS DO SANTUÁRIO
Inscrições para a
Catequese e Pré-Catequese
Lanchonete 28
Visite a Lanchonete que funciona
todo dia 28, embaixo da igreja nova do
Santuário, com entrada pelos corredores
145 e 149, à Alameda dos Guaiós, rua
atrás do Santuário. Venha conhecer e
aproveitar: salgadinhos, pizzas, cachorro
quente, café, refrigerantes. Os doces são
preparados e vendidos pelas meninas
da Creche, CEI - Centro de Educação
Infantil São Judas Tadeu.
As inscrições para a Catequese de Primeira Comunhão e para a Pré-Catequese
já estão acontecendo e continuarão por
todo o mês de Junho. Quem deseja a
fé católica para seu filho, a Catequese
é a preparação para receber a Primeira
Eucaristia, e tem duração de dois anos.
A criança deve ter no mínimo 8 anos até
Agosto 2016. Os encontros começarão
em Agosto. As inscrições serão feitas
somente aos domingos após a missa das
10h na sala da entrada da igreja nova, diretamente com as pessoas da Catequese.
A idade mínima para a pré-catequese é
de 4 anos completos. Trazer: Documento
da criança e cópia da Certidão de Batismo (se batizado). Taxa de inscrição:
R$10,00. Contato:
[email protected]
Terço dos Homens
O Terço dos Homens é tradicional em
diversas comunidades no Nordeste do
Brasil. No Santuário São Judas Tadeu
o Terço dos Homens acontece toda terça-feira às 19h na igreja antiga. Venha
conhecer e participar. Mulheres também
serão bem-vindas acompanhadas pelos
pais, maridos, irmãos e amigos.
Dia do Papa
A Igreja celebra na solenidade de São
Pedro e São Paulo, neste ano em o3 de
Julho, o dia do Papa. Peçamos sempre
em nossas orações pela saúde e missão
do Papa Francisco e também do Papa
emérito Bento XVI!
Doações de agasalhos e cobertores
O inverno está aí e com ele o frio, que é o grande inimigo de nossos irmãos que vivem
nas ruas. Sua doação de agasalhos e cobertores pode ser entregue na Secretaria Paroquial e serão encaminhadas a quem necessita, através da Obra Social São Judas Tadeu.
BAZAR DE LIQUIDAÇÃO
Nos dias 12, 13, 14 e 15 de Julho das
9h às 16h30, no hall de entrada da Sala
São Judas, será realizado um BAZAR DE
LIQUIDAÇÃO, com roupas seminovas
com preço único de R$5,00. Você não
pode perder!
Inscrições abertas para
o ECC- Encontro de
Casais com Cristo
O ENCONTRO DE CASAIS COM
CRISTO- ECC, é um serviço da igreja
em favor da evangelização das famílias.
Procura construir o Reino de Deus, aqui
e agora, a partir da família e da comunidade paroquial, com intuito de auxiliar os
casais a se reencontrarem com eles mesmos, com os filhos, com a comunidade,
e principalmente, com Jesus Cristo! O
próximo Encontro de Casais com Cristo
da Paróquia/Santuário São Judas Tadeu
será realizado nos dias 8, 9 e 10 de Julho.
Inscrições na Secretaria Paroquial.
Agradecimento pelos Pães
no dia de Santo Antônio
No dia 13 de Junho a Igreja celebrou
Santo Antônio de Pádua e como já é
tradicional na Paróquia/Santuário São
Judas Tadeu houve as bênçãos dos pães,
pela intercessão de Santo Antônio, o dia
todo, na Sala São Judas. Agradecemos
às Padarias que possibilitaram que as
doações de pães acontecessem, com
as suas contribuições. Deus abençoe a
todos os envolvidos, pela generosidade
e partilha fraterna. Foram elas: Padaria
Redenção, Padaria La Gondola, Padaria
Pão Caseiro, Padaria Ronex, Padaria
Julia, Supermercado Mori, Empório
do Café, Padaria Orquídea Máxima,
Padaria Santa Marcelina, Padaria Ceci,
Padaria Leão XIII, Padaria Nova Miami
e também todas as outras pessoas que
trouxeram doações de pães o dia todo.
Nota: Esta edição do Jornal São Judas foi fechada no dia 17 de Junho de 2016.
Mais informações pelo tel. 3504-5700 e site: www.saojudas.org.br
Julho - 2016
Jornal São Judas
www.saojudas.org.br
11
Foto: Priscila T. Nuzzi
P
ORTAS ABERTAS
Santuário São
Judas Tadeu:
faça aqui a sua peregrinação
pelo Ano da Misericórdia!
Agenda das Peregrinações ao Santuário das
Paróquias da Região Ipiranga no mês de Junho
Dia 01/07 – chegada às 14h30 (missa às 15h): Peregrinação dos
viúvos e viúvas.
Dia 02/07 – chegada às 11h30 (missa às 12h): Paróquia Nossa
Senhora Aparecida do setor Anchieta. Chegada às 16h30 (missa às
17h): Paróquia Nossa Senhora da Esperança do setor Vila Mariana.
Dia 03/07 – chegada às 14h30 (missa às 15h, igreja antiga ):
Congregação Religiosa, Família Paulina.
Dia 09/07 – chegada às 16h30 (missa às 17h): Paróquia São
Bernardo de Claraval do setor Anchieta.
Dia 26/07 – chegada às 14h30 (missa às 15h): Dia dos Avós,
Peregrinação dos Avós, setor Imigrantes.
Graças ao Ano Santo da Misericórdia, muitos peregrinos passam
pela Porta Santa, na igreja antiga, vindos de diversas Paróquias
da Região Ipiranga. Participe você também!
20h. Aos sábados e domingos das 8h às 18h.
Missas
Segunda a sexta-feira às 7h, 9h, 12h,
15h, 17h, na igreja antiga, e
às 20h, na igreja nova.
Confissões e Orientação
com Sacerdote
Segunda a sexta-feira das 8h às 20h.
Sábados das 8h às 18h.
Domingos das 8h às 18h, na Capela
de Bênçãos.
Dia 28 de cada mês, somente
Confissões das 6h às 19h, no Salão Dehon.
Bênçãos
De segunda a sexta-feira das 8h às 20h.
Sábados das 8h às 18h.
Domingos ao final de cada missa.
Dia 28 de cada mês das 6h às 21h, na
Sala São Judas.
Loja de artigos
religiosos
De segunda a sexta-feira das 7h30
às 20h. Sábados e domingos das
7h30 às 18h.
Missas aos domingos na
REDE TV
A missa das 7h no Santuário é
transmitida, ao vivo, pela RedeTV.
WebTV São Judas
Assista as missas e acompanhe os
nossos programas especiais acessando
na internet o site do Santuário: www.
saojudas.org.br.
A Bênção de São Judas Tadeu
TV Gazeta (facebook.com/
abencaodesaosudastadeu).
Segunda a sexta-feira, a partir da
1h30 da manhã.
Ligue: (11) 3504-5700 e faça o seu
pedido de oração!
Foto: Priscila T. Nuzzi
Quando as igrejas
permanecem abertas
Igreja Antiga: Todos os dias das
6h30 às 20h.
Igreja Nova: Segunda a sexta-feira
das 19h30 às 21h.
Sábados: Das 8h30 às 12h e das 14h
até o último casamento.
Domingos: Das 6h30 às 13h e das
14h30 às 20h30.
Sábados às 7h, 12h e 19h30 na igreja
antiga e às 9h e 15h, na igreja nova.
Domingos às 7h, 8h30, 10h, 12h,
16h30, 18h e 19h30, na igreja nova.
Dia 28 de cada mês às 6h, 7h, 8h30,
10h, 12h, 13h30, 15h, 17h, 18h, 19h e
20h30, na igreja nova.
Secretaria Paroquial:
Aberta de segunda a sexta-feira das 8h às
20h. Aos sábados e domingos das 8h às 18h.
Velário paraacender velas:
Aberto de segunda a sexta-feira das 8h às
12
Jornal São Judas
www.saojudas.org.br
Oração a São
Judas Tadeu
São Judas Tadeu, apóstolo
escolhido por Cristo, eu vos
saúdo e louvo pela fidelidade
e amor com que cumpristes
vossa missão.
Chamado e enviado por
Jesus, sois uma das doze
colunas que sustentam a
verdadeira Igreja, fundada
por Cristo.
Inúmeras pessoas, imitando
vosso exemplo e auxiliadas
por vossa oração, encontram
o caminho para o Pai,
abrem o coração aos irmãos
e descobrem forças para
vencer o pecado e superar
todo o mal. Quero imitarvos, comprometendo-me
com Cristo e com sua Igreja,
por uma decidida conversão
a Deus e ao próximo,
especialmente o mais pobre.
E, assim convertido,
assumirei a missão de viver e
anunciar o Evangelho, como
membro ativo de minha
comunidade. Espero, então,
alcançar de Deus a graça
que imploro confiando na
vossa poderosa intercessão.
(Faça o pedido da graça a
ser alcançada…). São Judas
Tadeu, rogai por nós! Amém!
Julho - 2016

Documentos relacionados

Vitrais marcam Festa dos 75 anos - Paróquia Santuário São Judas

Vitrais marcam Festa dos 75 anos - Paróquia Santuário São Judas vigiamos nossa língua, mantendo nossa com quem sabemos que nos ama” (Santa boca fechada, então todas as serpentes e Teresa D’Avila).

Leia mais

1 Abril - 2016 Jornal São Judas www.saojudas.org.br

1 Abril - 2016 Jornal São Judas www.saojudas.org.br Padre rezará a fórmula de absolvição: “Deus, Pai de misericórdia, que pela morte e ressurreição de seu Filho reconciliou consigo o mundo e enviou o Espírito Santo para a remissão dos pecados, te co...

Leia mais

A Porta Santa da misericórdia do Senhor está aberta para todos!

A Porta Santa da misericórdia do Senhor está aberta para todos! anos e, conversando com um Padre, aos 13 anos, decidiu entrar no Seminário dehoniano. Foi ordenado padre em 29 de Junho de 1963, em Taubaté-SP. Exerceu seu ministério por 2 anos na Vila Maria (São ...

Leia mais

Revista On-line - Paróquia Santuário São Judas Tadeu

Revista On-line - Paróquia Santuário São Judas Tadeu Fraternidade, a Juventude, no encerramento do “Ano da Fé”. Vamos celebrar, portanto, com o tema: “Com São Judas Tadeu e o testemunho da Juventude, celebramos o Ano da Fé! E você, Devoto colaborador...

Leia mais

Dezembro 2015 - Paróquia Santuário São Judas Tadeu

Dezembro 2015 - Paróquia Santuário São Judas Tadeu vida do Pai para a humanidade. Mas, ela rebelou-se contra o Pai e decidiu viver sua vida conforme seu próprio projeto. Deu no que deu! Logo em seguida ao pecado, Deus o expulsou do Paraíso. Mas, im...

Leia mais