Messerschmitt BF 110

Сomentários

Transcrição

Messerschmitt BF 110
Messerschmitt BF 110
O Messerschmitt BF 110 era a espinha dorsal da Luftwaffe quando veio á
guerra noturna. Mas, não foi designado apenas para isso, pois sempre teve uma
elevada consideração pelos alemães. Tomado originalmente como um
bombardeiro pesado diurno para atacar os bombardeiros inimigos em 1934, o
bimotor falhou miseravelmente nesse papel durante a batalha da Grã Bretanha.
Um avião menor, mais rápido e mais manobrável, britânico com apenas um
motor, o Spitfire, os atacava facilmente pelo ângulo traseiro. Os Messerschmitt
110 “não poderiam ser mais velozes que eles, e não poderiam simplesmente fugir
deles”, diz Renald Fortier, curador da história da aviação do Museu Nacional da
Aviação, em Ottawa. “Havia apenas uma metralhadora atrás do piloto no
Messerschmitt, assim quando o Spitfire atacava com as oito metralhadoras, estava
aí um grande problema”. Ainda assim, o Messerschmitt 110 teve um pesado poder
de fogo, uma alta velocidade e alcançava longas distâncias.
Então por muito tempo, como evitava os Spitfires britânicos, era um lutador
eficaz. Após ser provido de um radar em seu nariz, o avião fez sucesso nos céus
noturnos, transformando-se no primeiro lutador noturno da Luftwaffe. Armado com
dois canhões de 20 milímetros e as cinco metralhadoras 7,9 milímetros, os aviões
atacavam os bombardeiros britânicos dentro da obscuridade da noite – assim
diminuíam o risco de serem detectados.
O Messerschmitt 110 transformou-se no mestre aéreo da noite alemã,
chamado de sistema de combate “Nachtjagd” ou “Nightfighting”. Foram
companheiros mais tarde dos Junkers JU-88. Aproximadamente 6.100
Messerschmitt BF 110 foram construídos.
Especificações
Envergadura – 16,3 mt
Comprimento – 12 mt
Altura – 3,53 mt
Moto0rização – 2 Daimier-Benz DB601A de 1.100 HP
Velocidade máxima – 560 km/h
Teto máximo – 32800 pés
Armamento
2 canhões de 20 mm, 4 metralhadoras de 7,92 milímetros no nariz e uma
metralhadora de 7,92 milímetros na cabine traseira.