examine on - Eduardo Calsan

Сomentários

Transcrição

examine on - Eduardo Calsan
CLP
Controlador Lógico Programável
Luiz Carlos Farkas (LCF)
Eduardo Calsan (EDC)
Aula no. 06
Linguagem de Programação
Ladder (LD)
Linguagem de Programação - LD
. INSTRUÇÃO CONTATO NORMALMENTE ABERTO - NA
. EXAMINE-IF-CLOSED – (XIC)
–
EXAMINE ON
SIMBOLOGIA
BYTE
XXX
YY
BIT
. A instrução é programada quando a presença do
sinal referenciado pelo endereço é necessário para
ligar uma saída.
. Quando o controlador encontra esta instrução, o
estado do bit cujo endereço é referenciado na instrução
é examinado para uma condição verdadeira ou
energizada – ON (nível lógico 1).
. Se o estado for verdadeiro ou energizado a instrução
permitirá a continuidade lógica (fluxo de energia).
SIMBOLOGIA
LADSIM
BYTE
. Se o estado for falso ou desligado – OFF (nível lógico
0), então a instrução manterá o seu estado
programado (OFF) não permitindo o fluxo de energia.
I
0
BIT
. O endereço referenciado pode representar uma
entrada externa, saída externa ou saída interna.
Linguagem de Programação - LD
. INSTRUÇÃO CONTATO NORMALMENTE FECHADO - NF
. EXAMINE-IF-OPEN – (XIO)
EXAMINE OFF
. A instrução é programada quando a ausência do
sinal referenciado pelo endereço é necessário para
ligar uma saída.
SIMBOLOGIA
BYTE
XXX
YY
BIT
. Quando o controlador encontra esta instrução, o
estado do bit cujo endereço é referenciado na instrução
é examinado para uma condição desligado ou
desenergizado – OFF (nível lógico 0).
. Se o estado for desenergizado a instrução permitirá
a continuidade lógica (fluxo de energia).
SIMBOLOGIA
LADSIM
BYTE
. Se o estado for ligado – ON (nível lógico 1), então a
instrução não permitirá o fluxo de energia.
I
5
BIT
. O endereço referenciado pode representar uma
entrada externa, saída externa ou saída interna.
Linguagem de Programação - LD
. INSTRUÇÃO ENERGIZAR BOBINA/SAÍDA
. OUTPUT COIL
. Esta instrução é programada para controlar tanto
uma saída externa quanto uma bobina interna.
SIMBOLOGIA
BYTE
XXX
YY
BIT
SIMBOLOGIA
LADSIM
BYTE
O
10
BIT
. Se a linha de programa à qual está conectada tem
continuidade lógica, a saída referenciada é
energizada. Neste caso, as instruções NA com o
mesmo endereço permitirão a continuidade lógica e as
instruções NF não permitirão a referida continuidade
lógica.
. Se a saída é desenergizada, qualquer instrução
NA com o mesmo endereço não permitirá a
continuidade lógica e qualquer intrução NF permitirá
a continuidade lógica.
Linguagem de Programação - LD
COMO É QUE ISSO FUNCIONA ??? – EXEMPLO BEM SIMPLES
L1
L2
L1
PB
020
110
CIRCUITO DAS
SAÍDAS
CIRCUITO DAS
ENTRADAS
00
03
Memória imagem E
Memória imagem S
110
0
07
03
02
01
0
020
07
00
03
110
PB
00
L2
CIRCUITO DAS
SAÍDAS
03
00
Memória imagem E
Memória imagem S
110
1
03
01
020
CIRCUITO DAS
ENTRADAS
07
02
L1
L2
L1
L2
02
01
00
1
020
07
03
02
01
00
Linguagem de Programação - LD
COMO É QUE ISSO FUNCIONA ??? – EXEMPLO BEM SIMPLES
L1
L2
L1
PB
020
110
CIRCUITO DAS
SAÍDAS
CIRCUITO DAS
ENTRADAS
00
03
Memória imagem E
Memória imagem S
110
0
07
03
02
01
1
020
07
00
03
110
PB
00
L2
CIRCUITO DAS
SAÍDAS
03
00
Memória imagem E
Memória imagem S
110
1
03
01
020
CIRCUITO DAS
ENTRADAS
07
02
L1
L2
L1
L2
02
01
00
0
020
07
03
02
01
00
Obrigado !
Dúvidas ....