programa completo

Сomentários

Transcrição

programa completo
Fly&Drive 4x4
19 de Outubro a 4 de Novembro de 2016
um pouco de história
e cultura
Diz-se muitas vezes que a Grande Ilha é um verdadeiro
“Santuário da Natureza." A frase parece tirada de um
folheto comercial, mas há poucas expressões tão certas
como esta, é verdadeiramente uma terra encantada! São
incontáveis as riquezas minerais e vegetais desta terra
abundante, nem mesmo o número de espécies endêmicas.
, cores, música e fragrâncias compõem
Dezoito etnias coabitam na Grande Ilha. Este mosaico de rostos
uma cultura secular onde lémures
um conjunto fascinante, como uma sinfonia humana. A ilha possui
à terra no corpo de crocodilos,
fazem companhia aos ancestrais, e onde estes últimos, regressam
para Madagascar, é mergulhar num
dançando com os vivos durante as festas onde se bebe rum. Viajar
homens.
mundo diferente, onde as coisas e os espíritos convivem com os
simpática, curiosa e ainda tão infeliz
Madagascar é um dos países mais pobre do mundo. Sorridente,
de vida para muitos moralistas
na sua vida quotidiana, a população malgaxe poderia dar lições
s que vos cumprimenta com um
e outros fanáticos de qualquer obediência. A alegria das criança
nidade de uma bela foto: aquece o
expressivo 'Olá vazaha' ('Olá, estrangeiro') não é apenas a oportu
coração!
nto insular protege-o das
Madagascar foi tardiamente ocupado pelos homens e o seu isolame
za pela originalidade da sua fauna
incursões. É mundialmente conhecida como um santuário da nature
aves, mais de 97% dos mamíferos,
e flora nativa. 98% dos anfíbios, mais de 90% dos répteis, 55% das
80% das plantas com flor e 45% dos fetos só existem em aqui.
No entanto em Madagascar como na Amazônia, no Bornéu, em África e em outros lugares, a herança é
constantemente ameaçada. A grande floresta que cobria a ilha representa menos de 15% das terras, e
continua a desaparecer a um ritmo de 200 000 a 300 000 ha por ano.
As áreas protegidas, apesar do turismo, representam apenas 2% de todo o país. As ameaças à floresta
são múltiplas, como: agricultores que fazem queimadas sacrificando hectares de floresta para torná-la
temporariamente em campos de arroz ou em campos
de pastorícia para o gado; árvores centenárias
são transformadas em carvão, principal recurso
energético da maioria da população.
Quando a floresta desaparece, as chuvas e os ciclones têm
efeitos devastadores: as águas torrenciais arrastam as terras
férteis, a laterita aparece, os solos tornam-se áridos, mais
nenhuma árvore cresce e a agricultura torna-se impossível.
É nesta Grande Ilha que lhe propomos uma aventura que jamais
esquecerá. Ao longo de mais de 3000km cruzando o pais de
costa a costa, por pistas únicas, vai descobrir durante 16 dias a
razão pela qual Madagascar causa tanto fascínio. A Grande Ilha
é o destino ideal para quem quer sentir África profunda mas sem
os problemas de segurança que alguns países do continente têm.
PROGRAMA
1º dia
LISBOA - ANTANANARIVO
Partida de Lisboa (ou outra cidade) em horário a
informar no voo com escala em Paris para Antananarivo.
Chegada à noite, transfere para o hotel.
ANTANANARIVO - ANTSIRABE
2º dia
Entrega das viaturas e briefing do início da viagem. A
primeira etapa é a cidade termal de Antsirabe. Situada
a uma altitude de 1.475 m, a cerca de 170 km ao sul de
Antananarivo, Antsirabe quer dizer “onde há muito de
sal”, é um dos lugares mais frios das Terras Altas durante
o inverno austral. Almoço e pequeno city tour pela
cidade e saída para visitar o Lago Tritriva. É um lago de
cratera bastante misterioso, cuja forma evoca o mapa
de Madagáscar, muito profundo (aproximadamente
160 m), e supostamente atravessado por correntes pois
o seu nível varia com as estações do ano. O prórprio
Comandante Cousteau, mergulhou para tentar entender
o estranho fenômeno dos sifões, fazendo com que o nível
do lago desça na estação chuvosa e suba na estação seca.
Alojamento e jantar em hotel.
3º dia
ANTSIRABE- MORONDAVA
Saída cedo para um longo dia de ligação até Morondava,
aproximadamente 450km. Pequena paragem para almoço
em Miandrivazo, uma pequena vila junto ao rio Tsiribihina,
muito procurado para descidas em barco ou piroga.
Alojamento e jantar em lodge.
Vendedores malgaxes!
MORONDAVA - BEKOPAKA
4º dia
Primeiro de muitos dias fora do alcatrão. Começamos aqui a verdadeira aventura com belas pistas e travessias de balsa
até ao nosso destino. Logo pela manhã passaremos pela “Avenida dos Embondeiros” um dos “postais” mais conhecidos
de Madagascar. Ainda pela manhã teremos a primeira travessia de balsa no Tsiribihina de aproximadamente 45mn até
Belo S/Tsiribihina. Conforme o tempo disponível poderemos almoçar aqui. Depois seguimos para mais pistas rolantes e
menos rolantes até Bekopaka mas com mais uma travessia antes de entrar na vila. Alojamento e jantar em lodge.
Grand Tsingy
5º dia
BEKOPAKA (Parque Nacional Grande Tsingy)
Partida bem cedo para visitar a Grande Tsingy, espectacular
maciço calcário esculpido pela erosão durante milhares
de anos. O percurso pedestre pelas formações tem entre
3 e 4 horas e irá descobrir uma floresta secundária,
cavernas, plataformas com vista panorâmica sobre este
maciço único no mundo, e ainda vai atravessar uma ponte
em suspensão. Tudo é perfeitamente seguro embora
um pouco técnico e não pode ter vertigens nem ser
claustrofóbico. Regresso ao lodge para almoço. Tarde
livre para descansar, conhecer a vila ou possibilidade de
fazer um pequeno passeio de balsa e conhecer um pouco
melhor o rio Tsiribihina. Alojamento e jantar no hotel.
BEKOPAKA - MORONDAVA
6º dia
Para continuar o nosso percurso temos de regressar a
Morondava pelo mesmo caminho. Desta vez a passagem
pela “Avenida dos Embondeiros” será ao por do sol, uma
oportunidade imperdível para realizar belas fotos deste
lugar com estas arvores misteriosas. Alojamento e jantar
em lodge.
MORONDAVA - BELO SUR MER
7º dia
Início de um percurso inesquecível pela costa paradisíaca do
Oeste de Madagascar, considerada a costa mais bonita do país.
O percurso de hoje será curto para poder-mos chegar cedo antes
do almoço a Belo S/Mer e aproveitar a beleza deste lugar junto
ao mar. Resto do dia livre, ou possibilidade de conhecer a vila
famosa devido à construção de barcaças, know-how herdado de
um marinheiro bretão que chegou aqui para terminar seus dias.
Alojamento e jantar no lodge.
BELO S/MER - ANDAVADOKA
8º dia
Partida de madrugada para um dia longo. Não são muitos kms
mas são lentos com alguns troços em muito mau estado e
ainda uma passagem de balsa no rio Mangoky. Antes do
nosso destino um lodge a beira mar perto de Andavadoka
passaremos pela vila de Morombé que quase parece um
vila fantasma e por uma floresta misteriosa de embondeiros.
Alojamento e jantar no lodge.
ANDAVADOKA - IFATY
9º dia
Mais um dia junto à costa, com algumas paragens junto ao mar para apreciar a beleza desta região. O canal de
Moçambique, é conhecido por ser particularmente agitado com as suas aguas por vezes pouco convidativas a banhos
calmos. Mas a natureza foi generosa com este pedaço de paraíso protegendo a costa com um recife com cerca de 80
km de comprimento ao longo da costa fazendo com que por momentos nos imaginemos à beira de um lago de águas
turquesas não fosse o som das ondas a ecoarem lá no horizonte. Alojamento e jantar no lodge
IFATY- TOLIARA - RANOHIRA
10º dia
Manhá livre para um ultimo mergulho. Depois
do almoço regressamos ao alcatrão e, seguimos
para Ranohira. Deixando a costa, a paisagem
volta a mudar bruscamente, agora parece que
estamos no Oeste americano com vastas manchas
douradas e vermelho do planalto de Horombe,
onde as silhuetas finas das palmeiras estendem
suas longas sombras ao entardecer. De repente,
a planície dá lugar a ravinas e chagamos a Isalo,
perto de vila de Ranohira. Incrível paisagem de
western’s, este enorme maciço parece saído de
um filme de em ficção científica, com suas formas
incríveis. Alojamento e jantar em lodge.
Parque Nacional Isalo
ISALO
11º dia
Dia para descobrir o espectacular Parque Nacional de
Isalo. O Isalo é composto por canions, picos de arenito que
variam do vermelho ao rosa, cavernas, massas de granito
esculpido pelo vento e pela água. Nesta paisagem, onde
tudo parece mistério, o vento que sopra entre os maciços
calcários é carregado de sentido; Talvez seja o murmúrio
de um antepassado...
A história do lugar cruza-se com as aventuras dos
portugueses na época dos descobrimentos. Num dos
lugares mais procurados, a Gruta dos Portugueses, mas
que não iremos visitar por exigir 2 dias de marcha,
conta-se que naufrágos portugueses lá teriam construído casas no século XVI. Alguns relatam que estes portugueses ali
estabeleceram uma sociedade secreta, sob o comando de um tal Manuel, que casou com a filha do rei local e tornou-se
um rei poderoso. A sua tribo teria levado o nome das crianças Zafy Manuel ou Manuel e muitos dos locais acreditam com
orgulho que são descendentes deste português. Alojamento e jantar em lodge.
ISALO - FARAFANGANA
12º dia
Depois de um dia mais relaxado este promete ser longo, e
cansativo, mas cheio de emoção. A pista que nos espera vai
levar-nos à costa Este, conhecida como a Costa da baunilha.
Este troço é muito lento e acidentado, mas vai levar-nos até as
fabulosas florestas luxuriantes de Madagascar que infelizmente
são cada vez mais raras. A chegada ao hotel (o mais fraco do
programa, mas único nesta cidade) será já de noite.
13º dia FARAFANGANA - RANOMAFANA
Recuperados da dureza do dia anterior, o percurso de hoje
vai saber como um bálsamo para os sentidos, tal é a beleza
e a riqueza das paisagens que vamos encontrar. Parece que
entramos num país diferente. A costa Este banhada pelo
Oceano Índico abriga os restos da grande floresta que cobria
toda a ilha (savoka). Esta floresta estendia-se desde o Sul até
ao norte. Os rios atravessam grandes espaços verdes e racham penhascos, onde crescem orquídeas em abundância e
ravenalas, também conhecida como a arvore do viajante e símbolo de Magagascar. A região é o berço da baunilha, do
café e do cacau. Almoço em Manakara e chegada a Renomafana ao fim do dia. Jantar e alojamento em lodge.
RANOMAFANA
14º dia
Neste dia vamos explorar o Parque Nacional Ranomafana. É
o epicentro das regiões mais humidas do país, aqui chove 9
meses por ano! A precipitação anual aqui é de 2.600 mm ( 90%
de humidade).
O parque Ranomafana (601 41 ha) é um local de encontro de
diversos ecossistemas: floresta densa e húmida de altitude
média, com algumas florestas tropicais onde abundam as
delicadas orquídeas. O parque contém 115 espécies de aves
(cerca de metade de todas as espécies de Madagascar), 62
espécies de répteis, 90 espécies de borboletas, roedores e
insetos em abundância. Se o tempo permitir, poderá ter a sorte
de observar algumas das de 12 espécies de lémures entre elas
duas das mais raras: Hapalemur simus (ou Varibolomavo), e o
bambu lemur (Hapalemur aureus), descoberto em 1987. Resto
do dia para descansar da caminhada pelo parque, ou para visitar
a vila no vale junto ao rio. Jantar e alojamento em lodge.
Ranomafana
15º dia RANOMAFANA - ANTANANARIVO
Últimos kms de pista ainda junto ao PN Ranomafana até
a nacional 7 que nos vai levar de regresso a Antananarivo.
Entrega das viaturas e regresso em voo nocturno a Lisboa
(ou outra cidade)
ANTANANARIVO - LISBOA
16º dia
Chegada a cidade de partida depois do almoço.
Fim da viagem!!!
Dias 1 e 15
Antananarivo
X Grand Tsingy
Dia s 4 e 5
Bekopaka
Dias 3 e 6
Morondava
Dia 2
Antsirabe
Dia 7
Belo s/Mer
Dias13 e14
Ranomafana
Dia 8
Andavadoka
Dias10e11
Isalo
Dia 9
Ifaty
Dia 12
Farafangana
Embomdeiro no
Planet Babobab
CUSTOS E CONDIÇÕES
A LAND VENTURE tem a seu cargo toda a logistica da viagem, os voos, o serviço de hotelaria, o aluguer das viaturas
4x4, as formalidades de fronteira e relações com as autoridades, o acompanhamento do grupo durante
toda a viagem.
As viaturas 4x4 usadas neste programa são partilhadas por 4 participantes cada. A condução é portanto partilhada
por todos assim como a responsabilidade sobre danos causados na mesma. Cada viatura possuí um seguro de
responsabilidade máxima que incluí danos próprios. As despesas de combustível são divididas pelos ocupantes de
cada viatura.
Custo da Viagem sem voo
OFERTA
Adulto em quarto duplo: 1.990,00€
Suplemento Single: 550,00€
DVD+ÁLBUM
O preço inclui
• Viatura 4x4 com seguro base
• 14 noites de alojamento em meia pensão
• acompanhamento Landventure
• Seguro de viagem
• Taxas e IVA
• Álbum fotográfico e Filme da viagem em DVD
O preço não inclui
DA VIAGEM
Inscrições até
30 de Julho de 2016
• Voos
• combustível ( +/- 80€ por pessoa)
• refeições não indicadas no programa
• Entradas nos parques c/ guias locais
• Caução da viatura (250€, pagos localmente) devolvidos no final da viagem.
• bebidas às refeições nos hóteis e extras de carácter pessoal
• Vistos e taxas alfandegárias
Voos valores indicativos médios em económica, desde Lisboa, a partir de:
• Lisboa/Antananarivo/Lisboa: 990€
Consulte-nos para obter as tarifas aéreas actualizadas para partidas
desta ou de outra cidade ou país.
Para partidas de outro país poderá ter de prever mais uma noite de alojamento
à ída e/ou regresso.
Condições de participação
• Liquidação de 50% do valor total no acto da inscrição,
• Os restantes 50% até 30 dias antes do início da viagem.
Nº de participantes
• Mínimo: 7, máximo 11
Sabia que?
Todas a fotos usadas neste programa foram realisadas
durante as nossas viagens, por nós e pelos participantes.
CONDIÇÕES GERAIS
ORGANIZAÇÃO. A organização desta viagem é da responsabilidade da LAND VENTURE a operar em
parceria com Forumlogy, Viagens e Turismo, Lda , com sede na Rua José da Cruz Moreira Pinto, Nº32,
Loja 1.02, 3510-078 Viseu, titular do RNAVT 2683.
DOCUMENTOS de IDENTIFICAÇÃO. O cliente deverá possuir em boa ordem a sua documentação
pessoal ou familiar, (bilhete de identidade, autorização para menores, passaportes, vistos, certificados
de vacinas e outros eventualmente exigidos para o presente programa).
A LAND VENTURE declina qualquer responsabilidade pela recusa de concessão de visto ou a permissão
de entrada ao cliente em país estrangeiro; nestes casos aplicam-se as condições estabelecidas na cláusula
“Desistências”, sendo ainda da conta do cliente todo e qualquer custo que tal situação acarretar.
ALTERAÇÕES. Sempre que existam razões que o justifiquem, a organização poderá alterar a ordem
dos percursos, modificar as horas de partida ou substituir qualquer dos hotéis previstos por outros de
categoria similar. Se circunstâncias imprevistas obrigarem a suspender quaisquer viagens, os clientes
terão sempre direito ao reembolso das quantias pagas.
ALTERAÇÃO AO PREÇO. Os preços do programa estão baseados nos custos dos serviços e taxas de
câmbio vigentes à data de início do período de vigência do programa pelo que estão sujeitos a alteração
que resulte de variações no custo dos transportes ou do combustível, de direitos, impostos, taxas e
flutuações cambiais.
Sempre que se verifique uma alteração ao preço da viagem, o cliente será imediatamente informado e
convidado a, dentro do prazo que lhe foi fixado, aceitar o aumento verificado ou anular a sua inscrição
nos mesmos termos e condições que os previstos na rubrica “Impossibilidade de cumprimentos”.
VOOS. Sempre que os nossos programas incluam voos, o custo dos mesmos é apresentado
separadamente do valor base do programa, para poder permitir a viajantes do mundo inteiro juntaremse a nós e para poder permitir a extensão da estadia nos destinos para quem o desejar. O valor do voo
apresentado nos programas é indicativo à data da elaboração dos programas. Pode sofrer alterações
em função da companhia aérea, da classe disponível e da oscilação das taxas e câmbios. A Landventure
apresentar-lhe-á o valor actualizado dos voos com a confirmação da viagem. Para voos a partir de outras
cidades e/ou países poderão ter de acrescentar uma noite ao programa de modo a fazer coincidir o início
do programa no destino.
REEMBOLSOS. Depois de iniciada a viagem não é devido qualquer reembolso por serviços não
utilizados pelo cliente. A não prestação de serviços previstos no programa de viagem por causas não
imputáveis à organização, e caso não seja possível substituição por outros equivalentes, confere ao
cliente o direito a ser reembolsado entre o preço dos serviços previstos e o dos efectivamente prestados.
DESISTÊNCIAS. Em caso de desistência por parte do participante ou acompanhante, aplicam-se as
seguintes penalizações: 30% do valor da viagem se cancelada entre 60 e 45 dias da data de partida; 50%
do valor da viagem se cancelada até 30 dias da data de partida e 100% do valor da viagem se cancelada
a menos de 30 dias da data de partida.
ANULAÇÃO DO PROGRAMA. Caso não seja atingido o número mínimo de participantes exigido,
e sempre que o programa o mencione, a LAND VENTURE poderá cancelar a viagem, notificando o
cliente com pelo menos 8 dias de antecedência, não havendo neste caso, responsabilidade civil da LAND
VENTURE pela rescisão.
RESPONSABILIDADE. A responsabilidade da LAND VENTURE da viagen constante deste programa e
emergentes das obrigações assumidas, encontra-se garantida por um seguro de responsabilidade civil e
por uma caução bancária, nos termos da legislação em vigor.
IVA. Os preços mencionados já têm o Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) aplicável à data.
SEGURO MULTIVIAGENS. Todas as nossas viagens incluem seguro de multiviagens com cobertura de
cancelamento. Peça informação detalhada sobre as condições deste seguro.
www.landventure.pt
[email protected]

Documentos relacionados

madagascar - Toca do Coelho

madagascar - Toca do Coelho Nome oficial: República de Madagáscar (République de Madagascar/Repoblikan'i Madagasikara). Nacionalidade: Malgaxe. Data nacional: 26 de junho (Independência). Capital: Antananarivo. Cidades princi...

Leia mais