Abril - Gazeta Valeparaibana

Сomentários

Transcrição

Abril - Gazeta Valeparaibana
Edição 41 Ano IV Abril 2011
Distribuição Gratuita
Vale do Paraíba Paulista - Litoral Norte Paulista - Região Serrana da Mantiqueira - Região Bragantina - Região Alto do Tietê
Cidadania
e
Meio
Ambiente
Formiguinhas do Vale
www.fomiguinhasdovale.org
A Associação
Espírito Santo
(ES)
RECICLE INFORMAÇÃO: Passe este jornal para outro leitor ou indique o site
Página 8
O Espírito Santo tem como limites o oceano Atlântico a leste, a Bahia a norte, Minas Gerais a oeste e noroeste e o estado do Rio de
Janeiro a sul. Toda pessoa nascida no estado é conhecida como
Capixaba. Leia mais sobre : >>>>>>>>>>>>>>>>>>> Página 8
Duas irmãs, uma de 21 e outra de 22
anos, moradoras de Niterói, estão contaminadas pelo vírus tipo 4 da dengue.
Os casos foram confirmados no dia 30
de Março ultimo, pela Secretaria Estadual de Saúde, depois de exames realizados pela Fundação Oswaldo Cruz.
Os primeiros sintomas apareceram no
dia 6 de março passado.
Leia mais sobre: >>>>> Página 7
tem como principal objetivo interferir nas mudanças comportamentais da sociedade que o momento
exige, no que tange a preservação ambiental, sustentabilidade e paz social, reflorestamento, incentivo á agricultura orgânica, hortas comunitárias e familiares, preservação
dos ecossistemas, reciclagem e compostagem do lixo doméstico além, de incentivar a
preservação e o conhecimento de nossas
culturas e tradições populares. Formalizado
através do Projeto Social ‘EDUCAR - Uma
Janela para o Mundo’ e multiplicado e divulgado através deste veículo de interação.
Projetos integrados:
•
Projeto
“Inicialização Musical”
O espírito de solidariedade e os cuidados com a preservação do meio ambiente, cada vez mais comuns nos últimos anos, podem ter uma explicação
que vem dos astros. Segundo a astróloga Sandra Perin, apesar de estarmos
ainda 250 anos distantes da chamada
Era de Aquário.
A banal televisão aberta brasileira mais uma vez, entra sem
Leia mais: >>>>>>>>>>>>> Página 05
Rádio
pedir licença nem consulta em nossas casas, através da Rede
Plim...Plim..., com mais uma das intermináveis edições do BIG
BROTHER BRASIL.
O horário é recheado de conversas vazias, exibicionismo pueril,
embriaguez minuciosamente planejada, insinuações de nudez,
nudez censurada e outras baixarias comuns ao programa. Mas
leva a alegria e dinheiro aos holandeses da franquia Endemol.
Leia mais: >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Página 06
São Leopoldo (RS) tem um
dos menores índices de analfabetismo e de mendicância do país, talvez por
causa de homens como este!
Silvino Geremia é empresário
em São Leopoldo, Estado do
Rio Grande do Sul.
"Acabo de descobrir mais um
desses absurdos que só servem para atrasar a vida das pessoas que tocam e fazem este
país: investir em Educação. É contra a lei ... Pode?
Este projeto tem por finalidade levar o
conhecimento musical, a crianças e adultos
com o fim de formar grupos multiplicadores,
sempre incentivando a musica de raiz de
cada região, ao mesmo tempo em que se
evidenciam as culturas e tradições populares de cada região. Inicialmente iremos formar turmas que terão a finalidade de multiplicação do conhecimento adquirido, no
projeto, em cada Escola e em suas respectivas comunidades.
Projeto
“Viveiro Escola Planta Brasil”
•
Este projeto visa a implantação de um
Viveiro Escola, especializado em árvores
nativas das Matas Atlântica e Ciliares. Nele
nossas crianças irão aprender sobre os
ecossistemas estudados, árvores nativas,
técnicas de plantio e cuidados; técnicas de
compostagem e reciclagem de lixo doméstico, etc. Tudo isto, integrando-se o teórico á
prática, através de demonstrações de como
plantar e cuidar, incentivando e destacando
também, a importância da agricultura orgânica, hortas comunitárias e familiares. Serão
formadas turmas que terão a finalidade de
se tornarem multiplicadoras do conhecimento adquirido em cada comunidade.
•
Projeto “Arte&Sobra”
•
Projeto “SaciArte”
Neste Projeto Social iremos evidenciar
a necessidade da reciclagem, com a finalidade de preservação dos espaços urbanos
e, como fator de geração de renda. Também
serão formadas turmas multiplicadoras de
conhecimento, que terão como função a formação de cooperativas ou grupos preservacionistas em suas comunidades.
Este projeto é um formador de grupos
musicais onde as culturas regionais e a múUma rádio diferente.Onde a Educasica de raiz sejam o seu tema. Primeiramenção, a Cultura, as tradições populate será formado um grupo composto por
Leia mais >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>Página 16 crianças, adolescentes e adultos com resres e a Educação são prioridade.
ponsabilidade de participação voluntária, no
grupo da comunidade da Região Cajuru na
Zona Leste de São José dos Campos.
# SEJA UM VOLUNTÁRIO.
Este veículo. transcende a sala de aula como proposta para reflexão, discussão, interação e aprendizagem
soFale conosco
bre temas dos projetos desenvolvidos pela OSCIP“Formiguinhas do Vale”, organização sem fins
0xx12 - 9114.3431
lucrativos , com ênfase em assuntos inerentes à sustentabilidade social e ambiental.
Acesse: http://www.formiguinhasdovale.org
Filipe de Sousa
Abril 2011
Gazeta Valeparaibana
CULTURAonline
A rosa de alguém
A meus ouvintes da rádio
CULTURAonline
Quero conseguir encontrar
Palavras para descrever
Este trimestre difícil de entender de tão maravilhoso...
De tão fundo que penetrou em mim.
Sob este soberbo sol de Outono
Ao som dos ventos norte e do cantar dos pássaros
Quis que me viesse a inspiração
Para descrever o que sinto.
Ao descobrir-vos maravilhosos ouvintes
Enamorei-me novamente, uma paixão diferente
Através desta estrela que é nossa rádio
Que me leva a longínquos cometas.
A poesia invade minha mente e minha alma
Como um vulcão em erupção
Num rio de larva escaldante de prazer
Que sulca forte meu coração e se faz sentir em minha voz.
Fervilham, desejos, emoções e vontades mil
Num turbilhão de sentimentos de gratidão
Que aquecem a minha alma deixando-a de prontidão
Em todo o meu ser transcendente de vontade de ajudar.
Este ser abriu as asas e voou
Para alem das estrelas, vibrou e vibra a cada programa
Com a vossa maravilhosa aceitação, amigos
O meu ser se transformou, num pássaro gigante!!!
Quero continuar a sentir-vos na alma e a cada programa
Respirar o oxigênio que emanam e que me dá forças
Beber lentamente as vossas palavras de interação
Mantê-los sempre juntos, mesmo que a duras penas
Sinto a plenitude do meu ser se desdobrando
Comprazido pela vossa presença e grato
Agradeço a todos vocês, caros ouvintes
Pela vossa deliciosa companhia.
Filipe de Sousa
Conheçam nossa programação:
www.gazetavaleparaibana.com/programacao.htm
Rádio web CULTURAonline
Prestigie, divulgue, acesse,
junte-se a nós. A Rádio web
CULTURAonline, prioriza a
Educação, a boa Musica
Nacional e programas de interesse
geral sobre sustentabilidade social,
cidadania e as temáticas: Educação,
Escola, Professor e Família.
Uma rádio onde o professor é
valorizado e tem voz e, a Educação se
discute num debate aberto e livre.
Acessível nos links:
www.gazetavaleparibana.com
www.formiguinhasdovale.org
www.formiguinhasdovale.org
Página 02
“Tu és divina e graciosa
Estátua majestosa
No amor!
Por Deus esculturada
E formada com ardor..”
Com essa linda,poética e apaixonante música de Pixinguinha na voz de
Marisa Monte,iniciei uma pequena viagem de uma cidade do interior para
capital onde nasci.
Mecanicamente sempre a escutei,admirei,mas nunca analisei.Sozinha em
meu carro,comecei a esmiuçar palavra por palavra que compõe a letra da
tal obra prima.
Riquíssima em palavras nada comuns em nosso vocabulário, o que posteriormente me levou a ter que
consultar um dicionário,fui traçando um paralelo com a minha vida.
A viagem levou uma hora e trinta minutos,considerando que a música tem a duração de dois minutos e
quarenta e cinco segundos,eu a escutei em torno de umas 30 vezes.
Cada vez que eu a escutava,mais inveja eu tinha da musa que inspirou o autor, que com certeza muito
apaixonado, escreveu essa declaração de amor.
‘Se Deus
Me fora tão clemente
Aqui neste ambiente
De luz, formada numa tela
Deslumbrante e bela...”
Ou essa mulher era muito linda ou de fato o amor é cego.
Eu com meus 41 anos de idade e muitos namoros,já recebi criticas, recebi elogios ‘amei e fui amada”,
mas nada de longe chegou a essa declaração de Pixinguinha a sua paixão. INVEJA!
“Tu és a forma ideal
Estátua magistral
Oh! alma perenal
Do meu primeiro amor
Sublime amor...”
Uma alma imortal,assim como o amor descrito por ele.
Me indaguei,será que existe um amor tão puro e grandioso assim? Divaguei em minha mente,relembrei
os amores que passaram feito vendaval,sonhei,pedi a Deus.Queria um amor assim.
Já vivi muita coisa,muitas viagens,muitas aventuras,muitas alegrias e muitas dores.Quem sou eu para
querer ser comparada a Rosa de Pixinguinha? Estou mais para Baleia de Roberto Carlos.
Uma coisa que tenho em mim é intuição,quem quiser acreditar que acredite,mas quem for cético,respeito.
Mulher é intuitiva e a música me fez um resgate no subconsciente.Sonho com meu príncipe,mesmo já
quarentona,esse sonho não foi embora com a juventude.
“Perdão!
Se ouso confessar-te
Eu hei de sempre amar-te
Oh! flor!
Meu peito não resiste
Oh! meu Deus
O quanto é triste
A incerteza de um amor
Que mais me faz penar
Em esperar
Em conduzir-te
Um dia ao pé do altar...”
Sei que é real, que alguém me espera,alguém que me ama de fato.Pode na mente de muitos parecer
piegas, pueril, mas tenham a certeza; raras são as mulheres que não sonham com um juramento ao pé
do altar.
Existe sim, um homem de valor como sempre sonhei,não sei se perto,muito menos se distante,mas ele
está lá,com toda sua paciência a espera de roubar sua rosa em um jardim e eu sou a sua rosa.
“Jurar aos pés do Onipotente
Em preces comoventes
De dor, e receber a unção
Da tua gratidão...”
Meu dedo ainda espera uma aliança.Meu corpo não mais formoso quanto a tempos atrás.As inevitáveis
rugas no rosto.O coração sim,esse cheio de glória ,vigor e esperança, bate forte,até mais saltitante
que a anos atrás. Vou sim com toda minha certeza,toda minha intuição entrar numa igreja e ser abençoada por Deus em uma plena e verdadeira união.
Meu sonho,a letra da música e minha verdade não terminam por aí.Cheguei literalmente ao meu destino.
“Depois de remir meus desejos
Em nuvens de beijos
Hei de envolver-te
Até meu padecer
De todo fenecer...”
Gazeta Valeparaibana é um jornal gratuito distribuído mensalmente em mais de 80 cidades, do
Cone Leste Paulista, que é composto pelas seguintes regiões:
Vale do Paraíba Paulista, Serrana da Mantiqueira, Litoral Norte Paulista,
Bragantina e Alto do Tietê.
Editor: Filipe de Sousa - FENAI 1142/09-J
Diretora Administrativa: Rita de Cássia A. S. Lousada
Diretora Pedagógica dos Projetos: Elizabete Rúbio
Tiragem mensal:
Distribuído por: “Formiguinhas do Vale”
Filiados à FENAI - Federação Nacional de Imprensa
Flávia Rodrigues
Gazeta Valeparaibana
é um MULTIPLICADOR do Projeto Social
“Formiguinhas do Vale” e está presente
mensalmente em mais de 80 cidades do Cone
Leste Paulista, com distribuição gratuita em
cerca de 2.780 Escolas Públicas e Privadas de
Ensino Fundamental e Médio.
“Formiguinhas do Vale”
Uma OSCIP - Sem fins lucrativos
Abril 2011
Gazeta Valeparaibana
Utilidade pública
Lição de vida
sentido, não tenho razão para continuar viva sem ele.
Quando cheguei ao Brasil (pela primeira vez) assisti a um debate em
que isto foi denunciado. Vale a pena saber e decidir que o melhor é
voltarmos a fazer yogurtes em casa, Nem é difícil... e sabemos o que
comemos.
Luisa Maria
Foi então que Tiago teve uma grande
idéia. Subiu na ponte, colocou-se ao
lado de Beatriz, olhou-a nos olhos e
disse:
- Se é assim, dê-me sua mão e vamos
pular juntos. Percebi que você já está
decidida, que não te convencerei a
desistir. Se ceifará a sua própria vida,
tirará de mim a razão de viver, pois
você é e sempre será o amor de minha vida.
“Aos consumidores de yogurtes, é bom que saibam...
Se tiverem dúvidas leiam os rótulos e depois
consultem o Google ou um dicionário médico”
Por essas e por outras, tudo vai se acabar mais cedo do que pensamos...
Mas o mais interessante, é que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) somente agora, depois de publicada essa denúncia pela
internet, resolveu proibir a propaganda do Activia.
Por quê não o fez antes, já que conhecia o problema, sendo uma
"agência técnica e reguladora"??? Isso deixa claro que podemos muito
através da internet, podemos mesmo mudar o rumo desta Nação, basta
que queiramos. Uma mensagem de caixa a caixa com certeza tudo pode: derrubar um político, baixar o preço de produtos, eliminar coisas
avessas ao organismo humano, tipo o Activia,. Basta que saibamos
nos unir numa corrente forte...
Na prática não precisamos de coisa nenhuma da Danone e de outras
do género; Leiam isto:
Afinal, o que é Activia? O que são os bacilos DanRegularis ?
"Bifidobacterium animalis é uma bactéria anaeróbica granpositiva encontrada nos intestinos de animais de grande porte, inclusive humanos."
Qual seria então a fonte para se obter o famoso DanRegularis?
NÃO, você não está enganado. São as FEZES HUMANAS!!, SIM, SIM E
SIM!!!
Mas o absurdo não para aí.
Muitas empresas têm tentado registrar subespécies específicas como
uma técnica de marketing, renomeando estas subespécies com rótulos
pseudo-científicos.
A Danone (Dannon) oficializou como marca registrada a estirpe DN
173.010, e comercializa o organismo nomeando-o de:
Pagina 03
Ele olhou-a nos olhos, sorriu, soltou
suas mãos, afastou-se e pulou. Ela
ficou estática, nunca tinha percebido
Por: Cláudia Geovana Rodrigues da os sentimentos de Tiago, por que nunSilva
ca havia aberto seu coração.
Tiago a amava, porem nunca se de- A vida deles passou-lhe como em um
clarara, pois ele era o seu melhor ami- filme, pôde perceber que ele sempre
go. E assim, sendo dela confidente, tinha tentado mostrar os seus sentiouvia as suas estórias de um amor mentos e ela estava fechada, hipnotifrustrado.
zada por outro. “Não perdi só um ami-
Armadilhas Amorosas
Um dia ela disse que não aguentava
mais a dor de não ter o amado a seu
lado, que não queria a vida não fazia
sentido e que iria jogar-se da ponte.
Ele entrou em pânico, tentou dissuadíla, mas ela mantinha o pensamento.
go, perdi um grande amor”. O que Beatriz não sabia é que Tiago, em sua
infância, brincava com seus amigos de
pular da ponte, e conhecia os lugares
seguros para fazê-lo.
Nunca teve a intenção real de morrer,
mas apenas de salvar a amada, que
não sabendo nadar, certamente morreria. O dia amanheceu, a polícia, os
familiares, a cidade toda estava á beira do rio. Tamanha foi a surpresa de
Certo dia ela não compareceu a um todos ao verem Tiago ali, em pé e sorencontro, ele desesperou, correu até a ridente. Bia correu a seu encontro e
ponte. Ela estava lá, linda como nunca deu-lhe um prolongado abraço.
a vira antes, o vento soprava seus lon- - Pensei que tinha te perdido, sofri
gos cabelos negros e a lua desenhava mais por sua “morte” do que pelo dessua silhueta. Aproximou-se:
prezo que sofri. Nunca mais quero te
- Bia desce daí, não faça nenhuma perder.
besteira!
Ele segurou as suas mãos e disse:
- Tiago, meu bom amigo, a minha in- - Eu também não quero te perder e se
tenção e pular daqui direto para os for preciso morro de novo pra impedir
braços da morte.
que isto aconteça. Falou em sorrisos.
“Como sou covarde” pensava ele, por
que não digo a ela o que sinto. E assim passaram-se dias, ele ficou menos
atento, acreditou que ela tinha desistido.
Bifidus Digestum (Reino Unido), Bifidus Regularis (EUA e México), Bifidubacterium
Lactis
ou
B.L.
Regularis
(Canadá),
DanRegularis (Brasil) e Bifidus Artiregularis (Argentina, Austria, Bulgária, Chile, Alemanha, Itália, Irlanda, Roménia, Rússia e Espanha).
Ele notou que seu olhos estavam i- PS: Este é o meu primeiro conto. Ele
nundados e sua garganta em soluços só existe por causa da oficina, estou
ininterruptos.
muito feliz por ter participado e espero
- Hoje tudo passou do limite, me humi- compartilhar com vocês muitos outros!
lhei, me expus e ele me disse pra
manter distância. Minha vida perdeu o Formatação: Filipe de Sousa
Cientificamente, o nome correto desta estirpe é Bifidobacterium animalis subsp.animalis, strain DN-173.010.
EDUCAR - Uma janela para o mundo
O motivo pelo qual a bebida láctea Activia ajuda na digestão é o simples fato de que a bactéria adicionada pela Danone pertence a uma cepa mais irritante para a mucosa intestinal, que ao entrar em contacto
trata de expelir o mais rapidamente possível o material fecal.
busca imagem e IBOPE, pois somente assim conseguirá patrocinadores e valorizará seus espaços publicitários.
Sejamos honestos. É saudável, a longo prazo, acostumar o sistema digestivo humano a somente funcionar pela introdução de um material
irritante/estimulante? Isso não seria viciar o organismo? Não seria
mais coerente consumir mais fibras e menos pão branco, o verdadeiro
culpado pelos problemas intestinais?
EDUCAR
Uma janela para o mundo
Alimento probiótico, eles dizem... Até quando vamos ser ingênuos e
acreditar cegamente em propagandas e em campanhas de marketing??
A bebida láctea contendo Bifidobacterium animalis
vem sendo comercializada pela Danone pelo mundo afora desde 1990, mas somente no Brasil tiveram a cara de pau de colocar o nome da marca Danone (DanRegularis) no nome científico registrado.
Marília C. Duarte (Nutricionista) São Paulo - SP
NOTA: ANVISA proíbe propaganda do iogurte Activia (Folha Online):
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u416847.shtml
Da redação (recebido via email pelo portal 3º.Setor)
Todos sabemos que programas sobre educação onde se abordem verdades e se discuta o assunto de forma imparcial, suprapartidariamente
e com ética são raros na mídia convencional.
São raros porque infelizmente não
dão IBOPE e a mídia convencional
Nosso programa no ar
todos os Sábados, das
18;00 ás 20;00 horas e, o
ouvinte poderá interagir
com suas sugestões,
criticas ou
questionamentos.
RADIOCULTURAonline
CONHEÇA NOSSA
PROGRAMAÇÃO
Acesse e prestigie a Educação
www.gazetavaleparaibana.com
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Pagina 04
Nossos alunos
COMO SER MELHOR PROFESSOR
DICAS PARA VC. PROFESSOR, que
antes disso tem que ser um verdadeiro
cidadão.
do em sua vida
Saiba de onde você está vindo, para onde vai e como vai. Seja uma pessoa orientada. Somente uma pessoa orientada
pode orientar a outras pessoas. Tenha
posições claras e definidas. Passe segurança para as pessoas. Na maioria dos
casos as pessoas são inseguras e desnorteadas por vários fatores. Contribua
positivamente. Clareie o rumo de vida
das pessoas.
Após conviver com milhares de pessoas
por quase três décadas em sala de aula,
um amigo, professor me confidenciou
sentir o desejo de colocar no papel princípios que tem utilizado para com as pessoas especiais que conheceu em cada
curso que ministrou. E assim, me enviou Passe o seu melhor para os seus estudantes
o seguinte texto:
As pessoas vivem de restos. Geralmente,
Durante 30 anos de docência, ca- elas não têm acesso ao "melhor bocado".
da estudante me inspirou a ser uma me- Então nunca ponha uma mesa da qual
lhor pessoa e um melhor professor. Te- você não quer participar do conteúdo da
nho aprendido muito com eles. A minha mesma. Coloque o melhor de você, o
grande gratificação não é o aspecto mo- melhor conteúdo, a melhor didática, a
netário que a função de professor tem- melhor ajuda, o melhor aprendizado. Ao
me concedido, mas a satisfação de ver terminar a aula, vá para casa tranqüilo e
aonde os estudantes que passaram em cheio da certeza de que deu o seu menossas mãos e pelas mãos de outros lhor. Aquelas pessoas precisam sair com
colegas , puderam chegar. Esta é a mi- o senso de que foram alimentadas com a
nha sincera e grande satisfação, ver o "melhor porção".
sucesso destes ex-estudantes.
Seja um deles
Para que outros estudantes possam al- Seja um deles. Não se coloque acima
cançar o mesmo ou outro mais amplo deles. Não se coloque abaixo desucesso, compartilho alguns princípios les. Coloque-se a serviço deles. Ande
que tenho vivenciado em sala de aula com eles, coma com eles, viva com eles.
com outros profissionais que estão em Conheça-os! Entre no mundo deles! A
partir da realidade deles, conduza-os a
processo de formação.
um mundo melhor! Para tanto, precisará
amá-los! Sem amor nada seremos! Sem
Esteja convicto de sua vocação
Você pode ser um excelente profissional amor não chegaremos a lugar algum!
naquilo que faz e no conteúdo que domi- Sem amor não impactaremos a vida de
na, mas isto não é tudo para ser profes- ninguém! Sem amor não somos úteis a
sor. Ser professor é saber ensinar. Saber ninguém! Seja um deles para conduzi-los
ensinar é fazer as pessoas aprenderem. a serem melhor do que já são!
Isto somente se consegue tendo convicção de sua vocação como educador e Eleja cada estudante para ser único e
especial
tendo o alvo correto diante de si.
Não massifique aos estudantes numa
Tenha um norte magnético estabeleci- classe. Cada pessoa é única. Ca-
da pessoa tem um valor único. Cada
pessoa é diferente da outra. Portanto,
saiba explorar a riqueza de cada um com
o propósito de adquirir ferramentas para
burilar cada pedra preciosa. Se preciso
for transforme pedras brutas em pedras
preciosas.
Cative aos seus estudantes
Cativar é estabelecer uma aliança de
vida. É estabelecer caminhos de empatia. Caminhos de vida em comum. É estabelecer pontes que permitam a acessibilidade um do outro. É saber que através
daquela acessibilidade eu posso ir a um
lugar seguro em confiança mútua. É saber que aquela relação há de fazer-me
bem e que vou poder proporcionar um
bem estar ao outro. Professores que
marcam são pessoas que cativam as
demais. São pessoas que se sentem
bem por estarem na presença de quem
as cativou.
Sou professor de Física, de
ensino médio de uma escola
pública em uma cidade do
interior da Bahia e gostaria
de expor a você o meu salário bruto mensal: R$650,00.
Eu fico com vergonha até de
dizer, mas meu salário é
R$650,00. Isso mesmo! E
olha que eu ganho mais que
outros colegas de profissão
que não possuem um curso
superior como eu e recebem
minguados R$440,00. Será
que alguém acha que, com
um salário assim, a rede de
ensino poderá contar com
professores competentes e
dispostos a ensinar? Não
querendo generalizar, pois
ainda existem bons professores lecionando, atualmen-
te a regra é essa: O professor faz de conta que dá aula,
o aluno faz de conta que aprende, o Governo faz de
conta que paga e a escola
aprova o aluno mal preparado. Incrível, mas é a pura
verdade!
na vizinha Argentina R$1,3
milhões.
Trocando em miúdos, um
parlamentar custa ao país,
por baixo, 688 professores
com curso superior !
Diante dos fatos, gostaria
muito, amigo, que você diSinceramente, eu leciono vulgasse minha campanha,
porque sou um idealista e na qual o lema será:
atualmente vejo a profissão
como um trabalho social.
Mas nessa semana, o soco “TROQUE UM PARLAMENque tomei na boca do esto- TAR POR 344 PROFESSORES'.
mago do meu idealismo foi
duro!
Repassar esta informação é
Descobri que um parlamen- uma obrigação, é sinal de
tar brasileiro custa para o patriotismo, pois a vergonha
país R$10,2 milhões por a- que atualmente impera em
no... São os parlamentares nossa política está desmotimais caros do mundo. O mi- vando o nosso povo e arruinuto trabalhado aqui custa nando o nosso querido Brasil.
ao contribuinte R$11.545.
Na Itália, são gastos com
parlamentares R$3,9 milhões, na França, pouco
mais de R$2,8 milhões, na
Espanha, cada parlamentar
custa por ano R$850 mil e
Seja um exemplo
A vida é um maestro por excelência sem
palavra alguma. Não precisa o professor
preocupar-se com a eloqüência para ser
ouvido por seus estudantes. A força do
exemplo é o maior impacto do ensino
autêntico para qualquer pessoa. O professor deixa marcas tão profundas com o
seu exemplo de vida que os alunos, às
vezes, nem lembram tanto dos conteúdos compartilhados em classe, porém nunca esquecem as lições de vida
ensinadas pelo professor.
Invista em seus estudantes para toda
a vida
Olhe para cada estudante como se eles
fossem conviver com você por toda a
vida. Não olhe para eles como pessoas
anônimas e com rápida passagem por
sua vida. Olhe para eles como pessoas
que assimilarão os seus ensinamentos
para o resto da vida. Então aproveite
cada segundo, cada minuto, cada hora,
cada dia e cada oportunidade para investir neles. Invista neles pelo valor que eles
têm como seres humanos e não pelo valor que você recebe para dar aulas a eles.
Seja sincero com os seus estudantes
Use sempre de transparência com cada
estudante. O que você sabe, sabe. O que
não sabe, não sabe. Mas, não enrole.
Não subtraia as pessoas com o que é vil
e danoso. Fale a verdade, viva a verdade
e transmita a verdade. Assim fazendo,
você influenciará aos seus estudantes a
viverem na verdade, com a verdade e
Conclusão
pela verdade.
Não registro aqui uma receita única para
que cada pessoa seja um melhor profesSeja um guia
Vá e chegue primeiro. Não para ser o sor, mas compartilho aquilo que tenho
maior ou o melhor. Mas, pelo fato de que vivido e constatado que tem dado certo.
ninguém pode levar outras pessoas a Compartilho estes princípios, não porque
chegarem a algum lugar, sem que antes eu penso ter a fórmula certa em relação
elas mesmas tenham chegado. Quer ao fato de "ser professor". Há outros coconduzir a alguém a chegar a algum lu- legas, outros princípios...Entretanto, aqui
gar? Então, vá à frente e chegue ao lugar deixo a minha contribuição , na certeza
pretendido. Analise a sua viagem. Esta- plena de que outros possam ir além!
beleça o que não deveria ter feito e o que
poderia ter feito. Elabore uma rota segura Da redação
Desafios brasileiros - Campanha
TROQUE UM (1)
PARLAMENTAR
POR
344
PROFESSORES
e compartilhe para que outros possam ir
além de você!
É o mínimo que nós, patriotas, podemos fazer.
PASSE ADIANTE
Divulgue
Filipe de Sousa
Comunicação
Comunicar-se
é sempre um
desafio!
Às vezes, precisamos
usar métodos diferentes
para alcançar os resultados que buscamos e
atingir o público alvo escolhido de uma forma
objetiva e, que ao mesmo tempo, se apresente
perante o ouvinte ou o leitor como honesta e verdadeira, a informação ou a opinião.
Por quê?
Porque a bondade que nunca repreende
não é bondade: é passividade;
Porque a paciência que nunca se esgota
não é paciência: é subserviência;
Porque a serenidade que nunca se desmancha não é serenidade: é indiferença;
Porque a tolerância que nunca replica não
é tolerância: é imbecilidade."
Porque a verdade tem que ser norma.
Filipe de Sousa
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 05
Alcione e nós... 2012
Muito se fala de 2012, mas pouco
efetivamente se conhece.
Segue um texto rápido e esclarecedor, para desmistificar um pouco a
profecia e trazer uma linguagem
simples, ofertando animo extra para nossas ações como sincronizadores biosféricos.
Alcione e nós
O sistema solar gira em torno de Alcione, estrela central da Constelação
de Plêiades. Esta foi a conclusão dos
astrônomos Freidrich Wilhelm Bessel,
Paul Otto Hesse, José Comas Solá e
Edmund Halley, depois de estudos e
cálculos minuciosos.
Alcione e outros Sois
Nosso Sol é, portanto, a oitava estrela
da constelação ? localizada a aproximadamente 28 graus de Touro ? e
leva 26 mil anos para completar uma
órbita ao redor de Alcione, movimento
terrestre também conhecido como
Precessão dos Equinócios. A divisão
desta órbita por doze resulta em
2.160, tempo de duração de cada era? astrológica? (Era de Peixes, Aquário, etc.).
Descobriu-se também que Alcione
tem à sua volta um gigantesco anel,
ou disco de radiação, em posição
transversal ao plano das órbitas de
seus sistemas (incluindo o nosso),
que foi chamado de Cinturão de Fótons.
Calendariomaia
Um fóton consiste na decomposição
ou divisão do elétron, sendo a mais
ínfima partícula de energia eletromagnética, algo que ainda se desconhece
na Terra.
tes das viagens interplanetárias era ra dimensão, plano da materialização.
impossível perceber o cinturão.
goldengrid
A cada dez mil anos o Sistema Solar Segundo as canalizações, a esfera
penetra por dois mil anos no anel de quadri-dimensional é regida pelas efótons, ficando mais próximo de Alcio- nergias planetárias de nosso sistema
ne.
solar, daí um trânsito de Marte, por
Sistema solar alcione
exemplo, causar sentimentos de poA última vez que a Terra passou por der e ira.
ele foi durante a ?Era de Leão?, há Para realizar esta expansão de conscerca de doze mil anos. Na Era de ciência é preciso fazer uma limpeza,
Aquário, que está se iniciando, ficare- tanto no corpo físico como no emociomos outros dois mil anos dentro deste nal, e transmutar os elementais da
disco de radiação.
segunda dimensão a nós agregados,
Todas as moléculas e átomos de nos- chamados de miasmas.
so planeta passam por uma transfor- Responsáveis pelas doenças em nosmação sob a influência dos fótons, so organismo, os miasmas são comprecisando se readaptar a novos pa- postos de massas etéricas que carrerâmetros. A excitação molecular cria gam memórias genéticas ou de vidas
um tipo de luz constante, permanente, passadas, memórias de doenças que
que não é quente, uma luz sem tem- ficaram encruadas e impregnadas deperatura, que não produz sombra ou vido a antibióticos, poluição, química
escuridão. Talvez por isso os hinduís- ou radioatividade.
tas chamem de ?Era da Luz? os temUniverso1
pos que estão por vir.
Segundo as canalizações, esses miEra da Luz
asmas estão sendo intensamente atiDesde 1972, o Sistema Solar vem en- vados pelo Cinturão de Fótons.
trando no cinturão de fótons e em
1998 a sua metade já estava dentro Os pensamentos negativos e os estadele. A Terra começou a penetrá-lo dos de turbulência, como o da raiva,
em 1987 e está gradativamente avan- também geram miasmas, que provoçando, até 2.012, quando vai estar cam bloqueios energéticos em nosso
totalmente imersa em sua luz. De a- organismo.
cordo com as cosmologias maia e as- Trabalhar o corpo emocional através
teca, 2.012 é o final de um ciclo de de diversos métodos terapêuticos ?
104 mil anos, composto de quatro psicológicos, astrológicos ou corpograndes ciclos maias e de quatro rais ? ajuda a liberar as energias blograndes eras astecas. Humbatz Men, queadas.
autor de origem maia, fala em ?Los
A massagem, acupuntura, homeopatiCalendários? sobre a vindoura ?Idade
a, florais, meditação, yoga, o tai-chi,
Luz?. Bárbara Marciniak, autora de ?
algumas danças, etc, são também
Mensageiros do Amanhecer?, da
técnicas de grande efetividade, pois
Ground e ?Earth?, da The Bear and
mexem com o corpo sutil e abrem os
Company e a astróloga Bárbara Hand
canais de comunicação com outros
Clow, que escreveu ?A Agenda Pleiaplanos universais.
diana?, da editora Madras, receberam
várias canalizações de seres pleiadia- Buda dourado1
nos.
As conexões interdimensionais são
Angeles de la luz viva de feitas através de ressonância e para
sobrevivermos na radiação fotônica
dios vivo
temos que nos afinar a um novo camEssas revelações falam sobre as po vibratório.
transformações que estão ocorrendo Ter uma alimentação natural isenta de
em nosso planeta e nas preparações elementos químicos, viver junto à natanto física quanto psíquicas que pre- tureza, longe da poluição e da radiaticisamos nos submeter para realizar- vidade, liberar as emoções bloqueamos uma mudança dimensional.
das e reprimidas, contribuem para a
Segundo as canalizações, as respos- transição.
tas sobre a vida e a morte não estão Casa Verde Sonhos
mais sendo encontradas na terceira
Ter boas intenções é essencial, assim
dimensão.
como estar em estado de alerta para
Um novo campo de percepção está perceber as sincronicidades e captar
disponível para aqueles que aprende- os sinais vindos de outras esferas.
rem a ver as coisas de uma outra for- Segundo a Agenda Pleiadiana, de
ma.
Bárbara Hand Clow, o Cinturão de
Desde a década de oitenta, quando a Fótons emana do Centro Galáctico.
Terra começou a entrar no Cinturão Alcione, o Sol Central das Plêiades,
de Fótons, estamos nos sintonizando localiza-se eternamente dentro do
com a quarta dimensão e nos prepa- Cinturão de Fótons, ativando sua luz
rando para receber a radiação de Al- espiralada por todo o Universo.
cinturo2 - Mas afinal e nós nisso tucione, estrela de quinta dimensão.
Zona arquetípica de sentimentos e do?
Detectado pela primeira vez em 1961,
através de satélites, a descoberta do
cinturão de fótons marca o início de sonhos, onde é possível o contato
uma expansão de consciência além com planos mais elevados, a quarta
da terceira dimensão.
dimensão é emocional e não física.
A ida do homem à Lua nos anos 60 As idéias nela geradas influenciam e
simbolizou esta expansão, já que an- detonam os acontecimentos na tercei-
mos estar aqui nessa difícil época de
transição de nosso planeta, que atingirá todo o Universo.
Todos Juntos!
Os fótons funcionam como purificadores da raça humana e através de suas
partículas de luz, às quais estamos
expostos nos raios solares, dentro em
breve estaremos imersos nesta ?Era
de Luz?, depois de 11 mil anos dentro
da Noite Galáctica ou Idade das Trevas, como os hindus se referiam a
Kali Yuga.
Como um sistema de reciclagem do
Universo, o Cinturão de Fótons inicia
a Era da Luz. Existem diversas formas da humanidade intensificar sua
evolução, desenvolvendo um trabalho
de limpeza dos corpos emocionais,
com o uso de terapias alternativas,
como florais, Yoga, Sahaja Maithuna,
musicoterapia, cromoterapia entre
muitos outros.
Celebrando 2006
São terapias e práticas que trabalham
com a cura dos corpos sutis, além de
curar outras já instaladas, evitando
que muitas doenças sejam desenvolvidas antes mesmo de alcançar o corpo físico,
O SISTEMA ENERGETICO
ESPIRITUAL DO CORPO HUMANO
Cada partícula vai se alojando em todos os cantinhos de nosso planeta
trazendo a consciência (Luz), a Verdade, a Integridade e o Amor Mútuo.
Cada um de nós tem um trabalho individual para desenvolver aliado ao trabalho de conscientização da humanidade.
Os corpos que não refinarem suas
energias não conseguirão ficar encarnados dentro da terceira dimensão,
pois a quarta dimensão estará instalada.
E todos nós redescobriremos a nossa
multidimensionalidade e ativaremos
nossas capacidades adormecidas
dentro da Noite Galáctica.
A inteligência da Terra será catalisada
para toda a Via Láctea.
Tchau
CALENDÁRIO MAIA
Todos estes acontecimentos foram
registrados no Grande Calendário
Maia, que tem 26 mil anos de duração
e termina no solstício de inverno, no
dia 21 de dezembro de 2012 dC, que
marca a entrada definitiva da Terra
dentro do Cinturão de Fótons por
2000 anos ininterruptos.
Consciência é Luz. Luz é Informação.
Informação é Amor.
Amor é Criatividade.
Enviado por: Drª. Marion Oliveira
(Curitiba-PR)
Autor: Não informado
Nós somos os mais beneficiados com Formatação: Filipe de Sousa
tudo isso.
Todos nós, os seres encarnados na Da redação
Terra estamos passando por um processo de iniciação coletiva e escolhe-
Abril 2011
Gazeta Valeparaibana
Página 06
CANAL ABERTO
BIG BROTHER BRASIL
A banal televisão aberta brasileira
mais uma vez, entra sem pedir licença nem consulta em nossas casas,
através da Rede Globo, com mais
uma das intermináveis edições do
BIG BROTHER BRASIL.
O horário é recheado de conversas
vazias, exibicionismo pueril, embriaguez minuciosamente planejada, insinuações de nudez, nudez censurada
e outras baixarias comuns ao programa, leva a alegria aos holandeses da
franquia Endemol.
O circo mais uma vez foi armado e o
lucro fabuloso vai cair nos cofres das
organizações Globo. Patrocinadores
irão doar carros em troca do anúncio,
produtos de “beleza” também estão
veiculados, provas absurdas de resistência para se conseguir um automóvel, viagens espetaculares e uma
sensação de abestalhamento do Pedro Bial quando a coisa toda é ao vivo e fora do controle da edição do
programa(esse sim, o verdadeiro Big
Boss).
O resultado final todos já sabem de
antemão: milhares de telefonemas e
votos pela internet e um ganhador de
um montante de dinheiro, e só! Aliás,
não, claro que teremos as participantes mais “gostosas” na Playboy, servindo como carne descartável para a
revista masculina do ancião feliz(o
dono da Playboy!).
Estamos numa sociedade doente,
preconceituosa, machista, homofóbica, racista, e o Big Brother nos faz
cair de vez neste precipício.
Recentemente, em novembro do ano
passado, um trote peculiar ocorreu na
UNESP, conceituada universidade de
São Paulo, no evento que repercutiu
nacionalmente como “O
rodeio das gordas”, onde os universitários veteranos passavam este trote
humilhante, subindo nas meninas
mais obesas como se as mesmas
fossem “vacas de rodeio”, ganhando
pontos quem conseguisse ficar mais
tempo em cima de sua vítima. Isso
também é Big Brother, isso
também é esculhambar de vez com a
humanidade.
Esse aparato da imbecilização tem
caracterizado este século XXI, e o
que é pior, com uma roupagem de
eventos culturais,onde tudo é válido,
às vezes, até matar.
O Big Brother ainda não é anacrônico
porque o que mantêm este tipo de
programa também é anacrônico: a
ignorância da sociedade brasileira, a
ignorância moral da sociedade brasileira.
A família no Brasil virou um item plenamente descartado, e sua responsabilidade tem sido negligenciada a cada dia. Onde estão estes pais que
não transmitem os valores éticos e
morais a seus filhos e dependentes?
A cada edição do Big Brother o Naturismo vai perdendo a sua batalha desigual contra estas aberrações da
sociedade doente brasileira.
O canal aberto da TV hoje se resume
a isso: LIXO TOTAL, onde não se
sabe mais o que inventar para chamar a audiência, que apelação vamos
aprontar hoje, deve pensar o Boninho, o Big Boss. Pedro Bial, que começou como um bom poeta hoje é
um defensor da ditadura(leia o livro
que ele escreveu sobre o Roberto
Marinho, está lá o elogio ao período
militar!).
Sim, as mulheres semi-nuas estão
proliferando, as insinuações sexuais
estão disponíveis para as crianças e
adolescentes, e no horário nobre a
TV brasileira. Não faltam baixarias,
que aliás tem sido uma marca da
“cultura popular” brasileira, não precisamos nem lembrar das músicas de
duplo sentido, elas já contaminaram
nossos ouvidos, pois seja onde estivermos, lá está aquela canção nos
perseguindo “a alma”.
Ocorre uma anestesia da ética no
Brasil, no campo político o aumento
de juízes e políticos beira ao surrealismo, de tão desproporcional que é.
É muita esculhambação!
AUTOR
Antonio Barreto, Cordelista
natural de Santa Bárbara-BA,
residente em Salvador.
Curtir o Pedro Bial
E sentir tanta alegria
É sinal de que você
O mau-gosto aprecia
Dá valor ao que é banal
É preguiçoso mental
E adora baixaria.
Há muito tempo não vejo
Um programa tão ‘fuleiro’
Produzido pela Globo
Visando Ibope e dinheiro
Que além de alienar
Vai por certo atrofiar
A mente do brasileiro.
Me refiro ao brasileiro
Que está em formação
E precisa evoluir
Através da Educação
Mas se torna um refém
Iletrado, ‘zé-ninguém’
Um escravo da ilusão.
Em frente à televisão
Lá está toda a família
Longe da realidade
Onde a bobagem fervilha
Não sabendo essa gente
Desprovida e inocente
Desta enorme ‘armadilha’.
Cuidado, Pedro Bial
Chega de esculhambação
Respeite o trabalhador
Dessa sofrida Nação
Deixe de chamar de heróis
Essas girls e esses boys
Que têm cara de bundão.
O seu pai e a sua mãe,
Querido Pedro Bial,
São verdadeiros heróis
E merecem nosso aval
Pois tiveram que lutar
Pra manter e te educar
Com esforço especial.
Muitos já se sentem mal
Com seu discurso vazio.
Pessoas inteligentes
Se enchem de calafrio
Porque quando você fala
A sua palavra é bala
A ferir o nosso brio.
Um país como Brasil
Carente de educação
Precisa de gente grande
Para dar boa lição
Mas você na rede Globo
Faz esse papel de bobo
Enganando a Nação.
Respeite, Pedro Bial
Nosso povo brasileiro
Que acorda de madrugada
E trabalha o dia inteiro
Dar muito duro, anda rouco
Paga impostos, ganha pouco:
Povo HERÓI, povo guerreiro.
Enquanto a sociedade
Neste momento atual
Se preocupa com a crise
Econômica e social
Você precisa entender
Que queremos aprender
Algo sério – não banal.
Esse programa da Globo
Vem nos mostrar sem engano
Que tudo que ali ocorre
Parece um zoológico humano
Onde impera a esperteza
A malandragem, a baixeza:
Um cenário sub-humano.
A moral e a inteligência
Não são mais valorizadas.
Os “heróis” protagonizam
Um mundo de palhaçadas
Sem critério e sem ética
Em que vaidade e estética
São muito mais que louvadas.
Não se vê força poética
Nem projeto educativo.
Um mar de vulgaridade
Já tornou-se imperativo.
O que se vê realmente
É um programa deprimente
Sem nenhum objetivo.
Talvez haja objetivo
“professor”, Pedro Bial
O que vocês tão querendo
É injetar o banal
Deseducando o Brasil
Nesse Big Brother vil
De lavagem cerebral.
Isso é um desserviço
Mal exemplo à juventude
Que precisa de esperança
Educação e atitude
Porém a mediocridade
Unida à banalidade
Faz com que ninguém estude.
É grande o constrangimento
De pessoas confinadas
Num espaço luxuoso
Curtindo todas baladas:
Corpos “belos” na piscina
A gastar adrenalina:
Nesse mar de palhaçadas.
Se a intenção da Globo
É de nos “emburrecer”
Deixando o povo demente
Refém do seu poder:
Pois saiba que a exceção
(Amantes da educação)
Vai contestar a valer.
A você, Pedro Bial
Um mercador da ilusão
Junto a poderosa Globo
Que conduz nossa Nação
Eu lhe peço esse favor:
Reflita no seu labor
E escute seu coração.
E vocês caros irmãos
Que estão nessa cegueira
Não façam mais ligações
Apoiando essa besteira.
Não dêem sua grana à Globo
Isso é papel de bobo:
Fujam dessa baboseira.
E quando chegar ao fim
Desse Big Brother vil
Que em nada contribui
Para o povo varonil
Ninguém vai sentir saudade:
Quem lucra é a sociedade
Do nosso querido Brasil.
E saiba, caro leitor
Que nós somos os culpados
Porque sai do nosso bolso
Esses milhões desejados
Que são ligações diárias
Bastante desnecessárias
Pra esses desocupados.
A loja do BBB
Vendendo só porcaria
Enganando muita gente
Que logo se contagia
Com tanta futilidade
Um mar de vulgaridade
Que nunca terá valia.
Chega de vulgaridade
E apelo sexual.
Não somos só futebol,
baixaria e carnaval.
Queremos Educação
E também evolução
No mundo espiritual.
Cadê a cidadania
Dos nossos educadores
Dos alunos, dos políticos
Poetas, trabalhadores?
Seremos sempre enganados
e vamos ficar calados
diante de enganadores?
Barreto termina assim
Alertando ao Bial:
Reveja logo esse equívoco
Reaja à força do mal…
Eleve o seu coração
Tomando uma decisão
Ou então: siga, animal…
FIM
Salvador, Março de 2011.
Editoração: Filipe de Sousa
Abril 2011
Gazeta Valeparaibana
Página 07
Nossa saúde
Dengue tipo 4 chega ao
Rio e traz risco de
contaminação à
população no Sudeste
Duas irmãs, uma de 21 e outra de
22 anos, moradoras de Niterói, estão contaminadas pelo vírus tipo 4
da dengue. Os casos foram confirmados no dia 30 de Março ultimo,
pela Secretaria Estadual de Saúde,
depois de exames realizados pela
Fundação Oswaldo Cruz. Os primeiros sintomas apareceram no
dia 6 de março passado.
Tipos de dengue – Além do tipo 4, o
Rio enfrenta problemas com o tipo 1.
De janeiro até o dia 19 de março, o
estado notificou 26.258 casos suspeitos de dengue. Os municípios com as
maiores taxas de incidência de casos
são: Bom Jesus de Itabapoana
(3.111,6 casos/100 mil habitantes),
Santo Antonio de Pádua (1.419,8 casos/100 mil habitantes), Cantagalo
(1.351,8 casos/100 mil habitantes),
Mangaratiba (688,5 casos/100 mil habitantes), Guapimirim (670,1 casos/100 mil habitantes), Seropédica
(656,2 casos/100 mil habitantes), Magé (608,4 casos/100 mil habitantes) e
Cabo Frio (493 casos/100 mil habitantes).
A doença já matou 18 pessoas no estado este ano. Foram seis mortes na
capital, três em São Gonçalo, duas
em Nova Iguaçu, duas São João de
Meriti e uma em Duque de Caxias,
Magé, Cabo Frio, Maricá e São José
do Vale do Rio Preto.
O diagnóstico de pacientes com o tipo
4 do vírus é um marco preocupante
do avanço das variações da dengue.
A chegada à região Sudeste é um sinal de que o vírus está “viajando”. Esse vírus começou a circular em Roraima, depois foi para o Amazonas e
Pará. Piauí e Bahia registraram casos
na terça-feira.
A proliferação do vírus tipo 4 traz o
risco de novos surtos e até de epidemia, pois não há no estado esse tipo
de imunização. O Rio já teve epidemiParacetamol e a dengue: quando
as com os tipos 1, 2 e 3. Mesmo
quem já sofreu com a doença anteri- o remédio se transforma em risco.
ormente pode contrair novamente a
O uso do paracetamol é recomendadengue, pois não está imunizado.
do pelo Ministério de Saúde no trataAs irmãs não saíram do Rio de Janei- mento dos casos de dengue. Mas sero nos últimos meses. Por isso, a se- rá que o que parece consenso está,
cretaria pôde constatar que elas fo- de fato, certo?
ram infectadas dentro de casa ou em
algum local próximo, no município de Segundo Renan Marino, professor
Niterói. A secretaria informou por mei- assistente do Departamento de Pedio de nota que foram tomadas as me- atria da Faculdade de Medicina de
didas regulares de bloqueio e de inSão José do Rio Preto-FAMERP e
vestigação epidemiológica e diz que
professor do Instituto Homeopático
“não há motivo para pânico”.
François Lamasson, de Ribeirão PreA nota tenta minimizar o problema e to, a resposta é não. Em entrevista ao
afirma que “não existe nenhuma evi- Ecomedicina ele explica os riscos do
dência de que o sorotipo 4 seja mais uso do paracetamol em pacientes
letal ou que apresente maior gravida- com dengue e indica qual deve ser,
de dos casos em relação aos demais na opinião dele, o tratamento da
subtipos”. Os sintomas são os mesmos causados pelos sorotipos 1, 2 e doença. Confira!
3- febre, sonolência, dor no corpo e
Ecomedicina: O uso do paracetamol
pressão baixa. O tratamento médico é
igual para os quatro tipos da doença. é recomendado pelo Ministério de Saúde no tratamento da dengue. Por
Um grupo de 150 militares do Corpo que esta recomendação?
de Bombeiros trabalha em Niterói para auxiliar os agentes municipais de Renan Marino: O paracetamol foi a
endemias na busca por focos do mos- única droga recomendada pelo Minisquito Aedes aegypti. A secretaria in- tério da Saúde para tratamento dos
formou que será mantido o controle sintomas da dengue até 2001, quando vetor com fumacê, em bairros do do, em razão do aumento de graves
município.
lesões hepáticas em casos de dengue
tratados com paracetamol, decidiu-se
por acrescentar também a dipirona
como opção. Sempre causou muita
estranheza a indicação hegemônica
por tantos anos do paracetamol na
dengue, uma vez que se trata de conduta absolutamente aleatória, sem
nenhuma base científica, até mesmo
pelo fato de não existir sequer um único estudo no mundo mostrando a viabilidade e segurança desta orientação.
com as paredes do hepatócito resultando em extensas áreas de necrose
hepática.
Ecomedicina: Estudos indicam que o
paracetamol, em grandes quantidades, pode afetar o fígado. Médicos
dizem, também, que entre as possíveis complicações da dengue estão
alterações hepáticas. Diante disso, a
indicação do medicamento não é, portanto, incoerente?
Ecomedicina: Em sua opinião, o me- Renan Marino: Do exposto resulta
dicamento é, de fato, indicado no tra- que, na verdade, os quadros atribuídos à "dengue hemorrágica" correstamento da doença? Por quê?
pondem à iatrogenia desencadeada
Renan Marino: O paracetamol não pelo uso do paracetamol nestas conpode ser dado a pacientes com den- dições descritas, podendo ser perfeigue por uma razão muito simples: tamente controlados e evitados.
contraria a lógica mais elementar do
raciocínio terapêutico administrar uma Ecomedicina: O emprego deste fárdroga dotada da mais elevada hepa- maco tem relação com a elevação da
totoxicidade, responsável "número mortalidade em consequência da doum" e, portanto, maior causa de trans- ença? Por quê?
plantes de fígado nos USA e na GrãRenan Marino: Não procede, diante
Bretanha há vários anos, em uma pa- das observações clínicas que temos
tologia que tem como agente acompanhado ao longo dos últimos
etiológico um flavivírus, cujo hepato- dez anos, a famigerada teoria setropismo causa importante inflamação quencial de Halstead, segundo a qual
hepática em 100% dos casos, como os casos graves e hemorrágicos ocorverificamos na ação de todos os qua- reriam em indivíduos com histórico
tro sorotipos virais da dengue. Aliás, anterior de dengue por um dos quatro
outros flavivírus também são conheci- sorotipos que, ao contrair a doença
dos por atacar o fígado, como é o ca- novamente, teriam risco elevado para
so do vírus da hepatite C e da febre complicações em decorrência da libeamarela. Isto nos leva a esclarecer ração de aminas vasoativas pelos
que a dengue é essencialmente uma monócitos previamente infectados por
hepatite viral, o que explica perfeita- outro sorotipo, cujas reações em casmente sua sintomatologia, bem como cata levariam a graves alterações ciro curso habitual da doença e princi- culatórias e da coagulação. O que faz
palmente suas complicações.
a diferença na dengue é tão-somente
tomar ou não tomar paracetamol. Nada mais. Como orientação geral:
ingerir grandes quantidades de líquidos para garantir a hidratação, repouso, alimentação leve e apenas dipiroRenan Marino: A diferença do efeito na para ajudar no controle da febre e
do paracetamol em um indivíduo dores.
"normal" ou em um paciente com dengue se deve ao seguinte fato: em pa- Ecomedicina: Qual, em sua opinião,
cientes sem lesão hepática a hepato- deveria ser a conduta adotada com
xicidade do paracetamol é dose- pacientes com dengue? Como pode
dependente, isto é, acima de 4g ser controlada a febre e amenizada
diárias, quando é excedida a capaci- as dores decorrentes da infecção?
dade de metabolização da droga via
Renan Marino: No seguimento da
sulfatação, glicuronização e sistema doença recomendamos hemograma
do citocromo p-450; já no quadro de completo, para monitorar os níveis de
dengue a hepatoxicidade não é dose- neutrófilos e contagem de plaquetas,
dependente, uma vez que a depleção bem como de ALT (TGP) e AST
da glutationa,como é próprio e carac- (TGO). O paciente somente se restaterístico dos quadros virais, faz com belece
para
voltar
às
suas
que esta substância produzida em atividades normais quando as transacondições normais pelo fígado para minases caem abaixo de 100 UI, o
tamponar os metabólitos reativos do que na minha opinião deve ser o critéparacetamol, uma vez inibida e au- rio de alta para o doente.
sente, deixe livre o para-amino
benzoquinona-imina, resultante desta Site: Ecomedicina
cadeia de reações, para fazer uma
forte e irreversível ligação covalente Editoração: Filipe de Sousa
Ecomedicina: Que efeitos o paracetamol pode causar em um organismo
saudável e em uma pessoa com dengue? Quais os riscos?
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 8
Espírito Santo (ES)
RESUMO
O Espírito Santo tem como limites o
oceano Atlântico a leste, a Bahia a
norte, Minas Gerais a oeste e noroeste e o estado do Rio de Janeiro a
sul. Toda pessoa nascida no estado
é conhecida como Capixaba.
Em 1535, quando os colonizadores
portugueses chegaram na Capitania
do Espírito Santo e desembarcaram
na região da Prainha, iniciou-se o
primeiro núcleo populacional, denominado Vila do Espírito Santo. Devido aos ataques indígenas, o líder
Vasco Fernandes Coutinho resolveu
fundar outra vila, desta vez em uma
das ilhas, que foi chamada de Vila
Nova do Espírito Santo (Vitória), enquanto a antiga passou a ser chamada de Vila Velha. Houve um tempo,
conhecido por poucos, em que o Espírito Santo foi anexado à Bahia, tendo portanto Salvador como capital.
Atualmente, a capital Vitória é um
importante porto de exportação de
minério de ferro. Na agricultura, destaque para o café, arroz, cacau, cana
-de-açúcar, feijão, frutas e milho. Na
pecuária, gado de corte e leiteiro. Na
indústria, produtos alimentícios, madeira, celulose, têxteis, móveis e si-
e o Festival de Arte e Música de Alegre.
Espírito Santo é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado na região Sudeste e tem como
limites o oceano Atlântico a leste, a
Bahia a norte, Minas Gerais a oeste
e noroeste e o estado do Rio de Janeiro a sul, ocupando uma área de
46.077,519 km².
Sua capital é o município de Vitória.
Outros importantes municípios são
Aracruz, Cariacica, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Guarapari, Linhares, São Mateus, Serra, Viana e Vila
Velha. O gentílico do estado é capixaba ou espírito-santense.
Em 1535, quando os colonizadores
portugueses chegaram na Capitania
do Espírito Santo e desembarcaram
na região da Prainha, iniciou-se o
primeiro núcleo populacional, denominado Vila do Espírito Santo. Devido aos ataques indígenas, o líder
Vasco Fernandes Coutinho resolveu
fundar outra vila, desta vez em uma
das ilhas, que foi chamada de Vila
Nova do Espírito Santo (Vitória), enquanto a antiga passou a ser chamada de Vila Velha. Houve um tempo,
conhecido por poucos, em que o Espírito Santo foi anexado à Bahia, tendo portanto Salvador como capital.
cou em 1535, num domingo dedicado ao Espírito Santo. Como curiosidade dessa etimologia, merece destaque o Convento de Nossa Senhora
da Penha, símbolo da religiosidade
capixaba que abriga em seu acervo a
tela mais antiga da América Latina, a
imagem de Nossa Senhora das Alegrias.
José de Anchieta, que lá morreu
em 1597.
Houve um grande período neste
meio tempo ao qual muitos desconhecem, em que o Espírito Santo
foi anexado à Bahia, tendo portanto a capital sediada em Salvador.
Etimologia
A proibição da mineração nas Minas Gerais e a presença de tribos
hostis no interior contribuíram para que o Espírito Santo se mantivesse por muito tempo como uma
capitania essencialmente litorânea. Apenas na segunda metade
do século XIX, essa situação modificou-se graças à expansão da
lavoura cafeeira. O café, penetrando no extremo sul do estado,
proveniente do Rio de Janeiro,
garantiu o povoamento do interior.
O plantio do café foi ainda a principal atividade dos imigrantes europeus, especialmente alemães e
italianos, que introduziram o regime da pequena propriedade na
região serrana. A ocupação do
extremo norte ocorreu no início do
século XX, graças às primeiras
plantações de cacau, estabelecidas por fazendeiros baianos. Mas
foi apenas em 1963 que o Espírito
Santo adquiriu sua atual configuração geográfica, com a solução
da antiga disputa entre o estado e
Minas Gerais, relativa à posse da
região da Serra dos Aimorés. Pelo
acordo, a região foi dividida entre
os dois estados.
Data de junho de 1534 a concessão
das cinquenta léguas de costa entre
os rios Mucuri e Itapemirim, feita por
Dom João III ao veterano das Índias,
Vasco Fernandes Coutinho, que, ao
desembarcar em terras da capitania,
a 23 de maio de 1535, domingo do
Espírito Santo, dá início a fundação
de uma vila, por ele denominada Vila
do Espírito Santo (hoje cidade de Vila Velha), em lembrança do dia. O
nome, ainda em 1535, passa da vila
à capitania, designando posteriormente a província (1822) e o estado
(1889).
Capixaba (ou espírito-santense) é o
gentílico referente ao estado do Espírito Santo. O termo deriva das roças
de milho localizadas na ilha de Vitória, que pertenciam aos índios que
originalmente habitavam a região
quando da chegada dos portugueses. Tudo leva a crer que a referida
assertiva intelectual ajuda a evitar a
confusão do nome da unidade federativa brasileira com o nome da terceira pessoa da Santíssima Trindade.
História
A História do Espírito Santo é um
domínio de estudos de história do
Brasil, focado na evolução do território e da sociedade capixaba
que, canonicamente, se estende
desde a tomada de posse da Capitania do Espírito Santo pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho, em 1535, até os dias atuais.
No entanto, este artigo também
contém informações sobre os primeiros habitantes do Espírito
Santo, ou seja, o período em que
não houve registros escritos sobre
as atividades aqui desenvolvidas
pelos povos indígenas.
Atualmente, a capital Vitória é um
importante porto de exportação de
minério de ferro. Na agricultura, destaque para o café, arroz, cacau, cana
-de-açúcar, feijão, frutas e milho. Na
pecuária, gado de corte e leiteiro. Na A história capixaba começou em
indústria, produtos alimentícios, ma- 23 de maio de 1535, quando os
deira, celulose, têxteis, móveis e sicolonizadores portugueses, chefiderurgia.
O estado também possui festas famosas, como a Festa da Polenta em
Venda Nova do Imigrante e o Festiderurgia.
val de Arte e Música de Alegre. O
O estado também possui festas fa- Vital (carnaval fora de época, em nomosas, como o Vital (carnaval fora vembro) foi extinto.
de época, em novembro), a Festa da
Polenta em Venda Nova do Imigrante O nome do estado é uma denominação dada pelo donatário Vasco Fernandes Coutinho que ali desembar-
Atualmente, o Espírito Santo conta com trunfos valiosos na arrancada para o desenvolvimento econômico: uma privilegiada localização geográfica, riquíssimas reservas de minerais radioativos no litoral, um dos maiores portos de
minério do mundo e a segunda
maior produção de petróleo do
Brasil.
Século XX
Ainda no final do século XIX, coincidindo com a fixação da constituição estadual (1891 e 1892), o governador eleito recorreu a reformas e incentivos econômicos que
deram novo impulso ao estado. A
ados pelo donatário Vasco Fer- fim de assegurar uma receita
nandes Coutinho, desembarca- mais sólida, levantou empréstiram na Capitania do Espírito San- mos externos, que favoreceram a
to.
lavoura cafeeira e permitiram maioNesse mesmo ano, foi fundada a res investimentos agrícolas. O Espíripovoação de Vila Velha, primeiro to Santo obteve assim uma arrecadanúcleo populacional da capitania. ção cinco vezes mais alta que a da
Na tarefa de catequese dos índios antiga província.
da região, destacou-se a figura de CONTINUA NA PÁGINA SEGUINTE
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 9
Espírito Santo (ES) continuação
Efetuou-se o saneamento de Vitória e Geografia
em 1895 foi inaugurado o primeiro
trecho da Estrada de Ferro Sul do Espírito Santo, entre Porto de Argolas e
Jabaeté.
A ocupação do norte do Espírito Santo só começou nas primeiras décadas
do século XX, e ganhou novo impulso
depois da construção da ponte de Colatina sobre o rio Doce, inaugurada
em 1928. A economia capixaba contou com a migração de contingentes
do sul e do centro do país para aquela área, e assim firmou-se o cultivo do
café, que respondeu por 95% da receita em 1903.
Durante a primeira guerra mundial,
o porto de Vitória figurava como o
segundo grande exportador nacional.
A Geografia do Espírito Santo ocupa
uma área de 46.184,1 km² no litoral
do Brasil, localiza-se a oeste do Meridiano de Greenwich e a sul da Linha
do Equador e com fuso horário de
menos três horas em relação à hora
mundial GMT. No Brasil, o estado faz
parte da região Sudeste, fazendo divisa com os estados de Minas Gerais,
Bahia e Rio de Janeiro. É banhado
pelo oceano Atlântico.
Cerca de 40% do território do estado
encontra-se em uma faixa de planície,porém a variação das altitudes é
bem grande.
O relevo apresenta-se dividido em
duas regiões distintas: A Baixada Espíritossantense e a Serra do Castelo,
na qual fica o Pico da Bandeira com
Com a Revolução de 1930 assumiu a 2.892 m, na serra de Caparaó. Seu
direção do estado, na qualidade de clima predominante é o tropical de
interventor, João Punaro Bley, manti- Altitude do tipo Cwb.
do pelo Estado Novo até 1943, e sob O bioma (domínio morfoclimático) do
cuja administração se iniciaram obras estado são os chamados "Mares de
para ampliar o porto de Vitória e para Morros" caracterizados pela vegetaconstrução de cais de minério, este ção tropical, em climas mais amenos,
arrendado em 1942 pela Companhia formados por serras fortemente erodiVale do Rio Doce.
das.
No governo de Jones dos Santos Ne- Cerca de 40% do território é composves, em 1945, foi criada a Universida- to por uma extensa planície litorânea
de Federal do Espírito Santo (UFES), (Planícies e Tabuleiros Costeiros),
primeira iniciativa referente ao ensino predominando no interior as serras
superior no estado.
(Serras e Planaltos de LestePara ampliar a exportação de minério Sudeste). A serra do Castelo, juntade ferro oriundo de Minas Gerais, a mente com a serra do Caparaó
Companhia Vale do Rio Doce cons- (Minas Gerais), forma o pico da Bantruiu o porto de Tubarão, em Vitória, deira, o terceiro ponto mais elevado
com capacidade para estocar um mi- do país (2.890 m de altitude).
lhão de toneladas de minério, receber Os principais rios capixabas são o Rio
navios de até cem mil toneladas e Doce, o São Mateus, o Itaúnas, o Itacarregá-los a um ritmo de seis mil to- pemirim e o Jucu. Os cinco integram
neladas por hora.
as Bacias Costeiras do Sudeste.
As obras foram iniciadas em 1966 e O clima é tropical litorâneo úmido, interminadas em tempo recorde. Situa- fluenciado pela massa de ar tropical
do dez quilômetros ao norte da capi- atlântica. As chuvas concentram-se
tal, é um dos maiores portos de miné- no verão. A temperatura média varia
rio do mundo.
entre 22ºC e 24ºC, e a pluviosidade,
Com a transferência para Tubarão da entre 1.000 mm e 1.500 mm anuais.
maior parte da exportação de minério
A Mata Atlântica recobria originalmende ferro, o porto de Vitória ficou libete a maior parte do Espírito Santo.
rado para outras aplicações.
Com a instalação de Tubarão a região
foi dotada de uma infraestrutura que
propiciou o surgimento de um novo
complexo industrial, do qual faz parte
uma usina de pelotização de minério
de ferro, com capacidade de produção de dois milhões de toneladas anuais. Em 29 de novembro de 1983,
dez anos depois de iniciadas as obras, foi inaugurada a Usina Siderúrgica de Tubarão, que representou um
investimento total de três bilhões de
dólares.
A fase foi marcada por um intenso
esforço de industrialização promovido
pela Companhia de Desenvolvimento
Econômico do Espírito Santo
(Codesp), mais tarde transformada no
Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). Instalaram-se fábricas de café solúvel, massas alimentícias, chocolates, azulejos e conservas de frutas, e aprovaram-se projetos para a implantação de fábricas
de laticínios, calçados, material elétrico, óleos comestíveis e sucos cítricos.
rio do estado.
Tem uma altitude média de 758 m. As
zonas montanhosas são em geral,
cortada por numerosos cursos d'água,
que nascem na região devido os altos
índices de precipitação pluviométrico
(chuvas), esses rios, cavam profundos vales, criando um relevo único.
O Espírito Santo é coroado por maciços montanhosos, e entre os quais se
destacam, os picos da Serra do Caparaó, nela estão localizados o pico
da Bandeira (2.892m), ponto culminante do estado e da Região Sudeste
e o terceiro mais alto de todo o país
localizado na divisa com Minas Gerais, e o Pico do Calçado (2.849 m), o
maior exclusivamente em território
capixaba.
Em Castelo está o Pico do Forno
Grande, um imponente afloramento
rochoso com 2.070m, ponto mais alto
da Serra do castelo, existem vários
afloramentos menores, mais não menos importantes, como a Pedra das
Flores e a Pedra Azul, com respectivamente 1909 e 1822 m, em seu topo, há um micro-clima super-úmido,
por passar a maior parte do tempo
encoberta pelas nuvens, lá existem
cerca de 50 espécies de orquídeas e
bromélias. A região possui muitos lagos e cursos d'água e a região ainda
tem uma forte neblina, que atinge a
região principalmente no Outono e na
Primavera.
Pedra Azul.
Microrregião da Barra de São Francisco e o município de Ponto Belo.
* Serra do Castelo, é a de maior
extensão territorial do estado, ocupando praticamente toda a região
central do Espírito Santo, abrange
mais de 20 municípios, tem altitude
regular, o ponto mais alto possuí
2.070 m de altitude. A Serra do Castelo termina nas proximidades do Rio
Doce, porém alguns prolongamentos
são notados em Pancas, Marilândia,
Colatina, Linhares e Pinheiros.
Clima
O clima predominante do estado é o
tropical de Altitude, presente em 60%
do estado, com bruscas alterações
climáticas, de verões quentes e invernos amenos. Porém, o clima tropical é
presente em 40% do estado. Segundo a classificação do clima de
Köppen. O clima tropical apresenta
duas variações, Am e Aw.
Por clima, as terras capixabas podem
ser divididas em Terras quentes, e
Terras Frias. Nas terras quentes, que
se estendem em uma estreita faixa
litorânea e se alargam consideravelmente a partir de Linhares, sendo lugares muito planos, de clima tropical
seco, com precipitação anual inferior
a 1.100mm e de temperaturas médias
anuais superiores à 22°C,
As Terras Quentes ocupam 24% do
território do estado. Nas Terras Frias,
áreas muito montanhosas com altitude superior à 600m o clima predominante é o Tropical de Altitude, com
precipitação pluviométrica anual de
mais de 1.900mm e temperaturas médias anuais inferiores à 18°C, as Terras Frias ocupam 37% do território do
estado. Há também uma considerável
área de transição, ocupa cerca de
39% do território do estado, de relevo
um pouco menos montanhoso, com
altitude entre 200 e 600m e precipitação média anual perto dos 1.500mm.
Ao norte do Rio Doce, as altitudes
diminuem sensivelmente, porém apresentam-se algumas elevações rochosas, os pontões, impropriamente chamados de serras, entre as quais a do
Serra do Pancas e a do Serra do Cunha, porém mesmo lá, existem alguns
pontos acima dos 1500 m em Mantenópolis, e municípios acima dos 600
metros, como é o caso de Marilândia,
Pinheiros e Ecoporanga, e vários municípios com pontos acima dos CONTINUA NA PÁGINA SEGUINTE
1000m, como Linhares e Colatina.
Na região da Serra do Caparaó, está
localizado o maior desnível do Brasil,
com variação de 2892 m em sua cota
Relevo
máxima, para 997 m na sua menor
Pico da Bandeira, ponto Culminante altitude.
do estado, com 2.891,8 m de altitude
As áreas de planalto do Espírito Sane o 3° maior pico do Brasil.
to, são denominadas de Serra CapiO relevo do estado é constituído de xaba porém as serras que existem no
duas unidades: a Baixada Espíritos- estado são:
santense e a Serra do castelo (serra
* Serra Litorânea do sul do Espícapixaba).
rito Santo, não confundir com a Serra
O Relevo do estado, é formado por do Mar, que se inicia em Santa Catarochas cristalinas, sobretudo gnaisses rina e Termina no estado do Rio de
e granitos, à nordeste do Rio Doce o Janeiro, localizada apenas em Mimorelevo é de origem sedimentar. Porém so do Sul, extremo sul do estado, com
a noroeste do Rio Doce, o relevo tam- ponto mais elevado à 1908 m.
bém é formado por gnaisses e grani* Serra do Caparaó, localizada no
tos.
sudoeste do estado, apresenta um
De largura variável, a Baixada Espíri- relevo bastante acidentado, com muitossantense acompanha toda a costa tos picos e ondulações, apresenta as
capixaba, da fronteira com a Bahia maiores altitudes do estado e até do
até o limite com o Rio de Janeiro. Es- Brasil, lá se localiza o Pico da Bandeitreita ao sul, alarga-se consideravel- ra (2891,8m), ponto culminante do
mente a partir de Aracruz, no sentido estado, abrange 7 municípios.
* Serra do Aimorés, Localizada no
norte. Ocupa cerca de 40% do territóNoroeste
do estado, apresenta as
rio estadual.
menores cotas de altitude, não pasA segunda unidade do relevo são os sando dos 1.500m, abrange toda a
planaltos, que ocupam 60% do territó-
ATENÇÂO
A Gazeta Valeparaibana, um veículo
da OSCIP “Formiguinhas do Vale”,
organização sem fins lucrativos, somente publica matérias, relevantes,
com a finalidade de abrir discussões
e reflexões dentro das salas de aulas, tais como: educação, cultura,
tradições, história, meio ambiente e
sustentabilidade, responsabilidade
social e ambiental, além da transmissão de conhecimento.
Assim, publica algumas matérias
selecionadas de sites e blogs da
web, por acreditar que todo o cidadão deve ser um multiplicador do
conhecimento adquirido e, que nessa multiplicação, no que tange a Cultura e Sustentabilidade, todos devemos nos unir, na busca de uma sociedade mais justa, solidária e conhecedora de suas responsabilidades
sociais.
No entanto, todas as matérias e imagens serão creditadas a seus editores, desde que adjudiquem seus nomes nas matérias publicadas. Caso
não queira fazer parte da corrente,
favor entrar em contato.
[email protected]
Abril 2011
Gazeta Valeparaibana
Página 10
Espírito Santo (ES) continuação
Na Baixada Espíritossantense predo-
mina o clima tropical seco do tipo Am,
típico do litoral norte do estado, com
chuvas de verão e invernos secos.
A temperatura média anual é superior
a 22°C. Caracteriza-se por temperaturas elevadas durante todo o ano. O
índice pluviométrico anual chega a
1.250mm na encosta da Serra e na
Região Metropolitana de Vitória, com
uma estação seca pouco pronunciada, a região tem um dos verões mais
quentes do Brasil, com médias de 28°
C, porém a região tem um inverno
muito mais frio que as baixadas litorâneas dos estados vizinhos, de Rio de
Janeiro, Bahia e até de São Paulo.
O clima tropical chuvoso do tipo Aw
ocorre no resto da Baixada Espíritossantense, com cerca de 1.000 mm
anuais de chuva e estação seca bem
definida.
registradas as menores temperaturas
do estado, e algumas das menores
temperaturas da Região Sudeste.
Graças a grande altitude da região,
são comuns marcações na casa de 4°C negativos, e geadas ocorrem diariamente no Inverno. A temperatura
na região pode variar de 25°C até 10°C negativos. Aos pés do Pico do
Cristal existe um lago, onde se registra pelo menos um dia por ano com
cobertura de gelo no local.
Os maiores índices pluviométricos do
estado são os de Alfredo Chaves
(Apelidada de "Alfredo Choves") com
3.100mm, seguido por Vargem Alta
com 2.800mm anuais, caracterizados
pela fina garoa que cai sem parar.
A cada ano, nota-se que o estado
vem ficando cada dia mais seco, o
litoral, possui os menores índices de
precipitação do estado, caracterizado
por muitos dias de sol e por poucos
A Baixada possui, durante o mês de de chuvas, porém, quando chove,
março, um dos verões mais quentes são chuvas torrenciais de cerca de 80
de todo o Brasil, com temperaturas a 150mm em um único dia.
médias mensais que variam de 27°C
até 30°C, sendo frequentes marca- Vegetação
ções próximas dos 40°C em municíInicialmente, a vegetação do estado
pios do interior do estado, como Caera Vegetação Litorânea (Restinga e
choeiro do Itapemirim e Colatina, noManguezais) no litoral, com árvores
ta-se temperaturas bem mais elevaque não ultrapassam os 5m; Floresta
das no sul do estado.
Tropical de médio porte na Baixada
Porém, mesmo nesses municípios, Espíritossantense,
no inverno, as temperaturas podem
Nas áreas de planalto, existem vários
chegar a até 10°C, mesmo em altitutipos de vegetação, conforme a regide 0, graças às massas de ar polar,
ão e a altitude, os principais são: Maque atingem o estado somente no
ta Atlântica, Floresta Tropical ombróinverno. Durante o inverno, são frefila antimontana, Mata de Araucária,
quentes a ocorrência de massas de
misturada a vegetação nativa em
ar polar úmido no estado, isso faz as
pontos mais elevados, manchas de
temperaturas caírem a até 0°C na
campos por toda a serra e também a
Serra do Castelo e até 10°C na Baipresença dos Campos de Altitude,
xada, porém quanto mais próximo do
nos picos da Serra do Caparaó e da
mar, maior é a temperatura, e menor
Serra do Castelo.
sua influencia. Massas de ar polar
muito fortes, causam as mínimas ex- Atualmente a vegetação predominante do estado é artificial, são as
tremas do estado.
"plantações" de pinheiros de eucaNa Serra do Castelo (serra capixaba),
lipto, de origem australiana, plantao clima é tropical de altitude, típico da
dos principalmente pela sua utilidade
região serrana do sul do estado. As
para fabricação de móveis e de celutemperaturas caem progressivamente
lose, usada para fazer papel, para se
à medida que aumentam as altitudes,
fazer celulose, sobretudo na região
caracterizando-se por temperaturas
da Serra do Castelo, se utilizam Pimais baixas no inverno, porém notanheiros de origem Canadense, que
se bruscas variações climáticas e 4
são melhores que os eucaliptos, porestações bem definidas, além de um
que não corroem o solo, porém eles
índice pluviométrico imensamente
só se adaptam a regiões mais frias,
maior, com cerca de 2.300 mm de
como a Serra do Castelo.
precipitação anual, e temperaturas
médias anuais que variam de 20°C a No passado, a floresta tropical (ampla
mata repleta de árvores de grandes
12°C, dependendo da altitude.
folhas) cobria todo o território capixaEntre o Outono e a Primavera, uma
ba. Hoje, a ação do homem substituiu
forte neblina, atinge principalmente o
-a quase completamente por campos
leste da Serra do Castelo, isso pode
de cultivos, pastagens artificiais. Aí, a
gerar acidentes de transito, porém faz
busca de solos virgens por parte dos
que mesmo os dias mais secos do
agricultores e a extração de lenha e
inverno, registrem certa precipitação
de madeira de lei determinaram a
e uma fina garoa.
proliferação dessas formações vegetais.
Geada no Pico da Bandeira.
A medida que se avança para o Oes- No norte, onde ainda se desenvolve o
te, o clima é mais seco, porém, com processo de ocupação, podem ser
grande amplitude térmica, o que faz encontradas algumas reservas florescom que mesmo em dias onde as tais. Na serra do Caparaó, onde outemperaturas mínimas cheguem pró- trora revestido pela Mata Atlântica
ximas a 0°C, sejam registradas máxi- que está totalmente devastada pela
ação do extrativismo vegetal, observa
mas de 20°C.
Nos Picos da Serra do Caparaó, são -se a presença de uma vegetação
campestre, pouco desenvolvida, típi-
ca das zonas de altitude mais elevada (acima dos 1.000m), no interior do
estado, no norte do estado, e cada
vez mais ao sul a floresta tropical foi
tomada pelos Pinheiros de Eucalipto,
através da empresa Aracruz Celulose.
Típica vegetação das terras baixas do estado.
município de Linhares possui a maior
área do estado, e é um dos mais extensos do Brasil.
O litoral capixaba é rochoso ao sul,
com falésias de arenito, e também na
parte central, com grandes morros e
afloramentos graníticos a beira mar, o
litoral sul-central é muito recortado
com muitas enseadas e baias protegidas por rochas e afloramentos rochosos a beira mar, é arenoso ao
norte, com praias cobertas por uma
vegetação rasteira e extensas dunas,
principalmente em Itaúnas e Conceição da Barra. A 1.140 quilômetros da
costa, em pleno Oceano Atlântico,
encontram-se a Ilha da Trindade
(12,5 km²) e as Ilha de Martim Vaz,
situadas a 30 quilômetros de Trindade. Essas ilhas estão sob a administração do Espírito Santo.
Atualmente a vegetação do estado é
muito variável, a vegetação predominante no centro-norte do estado são
os artificiais pinheiros de eucalipto,
nas regiões mais altas, a floresta tropical ainda se encontra preservada,
na região da Serra do Castelo e da
Serra do Caparaó, há bastante variação entre a Mata Atlântica ainda preservada, os Eucaliptos e os Pinheiros, já na região litorânea, a pouca
vegetação que resta, é parte dos
O estado possui um litoral mais recorManguezais e da Restinga.
tado no centro-sul, e mais mar aberto
no norte, o que faz a maior parte das
Correntes marítimas
ilhas se concentrarem na parte cenO estado sofre influência tanto da
tral do estado, porém o estado possui
Fria Corrente das Malvinas quanto da
várias ilhas.
quente Corrente do Brasil. A Corrente
Ao todo, são 73 ilhas localizadas na
do Brasil, que é quente, exerce influcosta do estado, sendo 50 localizaência sobre toda o litoral norte de vidas na capital Vitória.
tória (a partir da capital Vitória), porém mesmo assim não consegue dei- Fontes: Wikipédia e Biblioteca
xar o clima desses locais mais úmido.
Mesmo terminando em meados do Edição: Filipe de Sousa
estado de São Paulo, a corrente fria
das Malvinas atinge o estado por
meio de uma faixa de ressurgência
(reaparecimento), que vai de Presidente Kennedy até próximo de Vitória, o que deixa todo o estado, com
clima muito mais seco, (atingindo cerca de 700mm de precipitação em Ecoporanga) e com invernos muito
mais frios. No verão, a Corrente do
Brasil ganha força e a ressurgência
da Corrente das Malvinas desaparece, deixando o estado com verões
muito quentes, o que gera bruscas
O Programa
alterações climáticas.
Rio Santa Maria.
O principal rio do Espírito Santo é o
Doce, com 977 km de comprimento.
Nasce em Minas Gerais e deságua
no oceano Atlântico, no litoral do município de Linhares, depois de atravessar o estado de oeste para leste.
Outros rios importantes são o Itabapoana, que separa o Espírito Santo
do Rio de Janeiro, o Itapemirim, o
Itaúnas, o Jucu, o Santa Maria da
Vitória, que desemboca na baía de
Vitória, e o São Mateus, no norte do
estado.
O município do estado com mais lagoas é Linhares, com 69 lagoas e
lagos em sua extensão, não há uma
lista ou contagem das lagoas do estado, pois existem muitas artificiais e
muitos alagadiços e lagos temporários. Existe apenas uma estimativa de
que existam aproximadamente 400
lagoas, lagos, e alagadiços em todo o
estado.
As principais lagoas do Espírito Santo
são a Juparanã (a maior do estado),
Juparanã-Mirim, Suçuraca, Monsarás, do Cupido, do Durão e da Águia
(todas no Município de Linhares), o
Cidade
Educadora
foi criado com o
objetivo de despertar nas
pessoas a e nas
autoridades
a consciência de uma
cidadania
Ampla e ativa.
Conheça mais:
www.formiguinhasdovale.org
cidadeseducadoras.pdf
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 11
Saúde da mulher
Atenção à saúde da mulher
O
câncer
de mama
é uma patologia
maligna
que atinge
uma
em
cada nove mulheres durante a vida e,
cerca de um terço dessas,sucumbe à
doença. Em todo país 51 mulheres
entre cem mil apresentam a doença,
destas 95% tem cura se diagnosticados precocemente.
O câncer mamário é uma doença
complexa, pois varia de formas de
evolução que vão desde a mais lenta,
às formas rapidamente progressivas,dependendo do tempo de duplicação celular,por isso é importante
um diagnóstico precoce na tentativa
de se evitar uma disseminação das
células malignas melhorando assim
suas chances atenuativas ou de cura.
A incidência de câncer de mama é
muito baixa até aos 28 anos de idade, aumentando gradualmente e chegando a um pico de idade de quarenta e cinco anos, aumentando dramaticamente depois dos 50 anos.São diagnosticados 50% dos cânceres de
mama em mulheres com mais de 65
anos indicando-se com isso, a neces- anatômico e estas têm como objetivo
sidade continua de uma revisão anu- auxiliar o planejamento terapêutial ao longo da vida da mulher.
co.oferecer subsídios para o prognóstico,permitir avaliação dos resultaO câncer de mama é frequentemen- dos do tratamento,proporcionar interte encontrado nos seguintes grupos: câmbio de informações entre diferenmulheres com idade avançada, nulí- tes centros,e fornecer elementos paparas (que nunca engravidaram). Mu- ra a continuidade das pesquisas clinilheres com menopausa tardia; mulhe- cas ligadas ao câncer mamário.Esta
res com história prévia de câncer de doença é considerada heterogênea,o
mamário , ovariano ou endometrial; que significa que é uma doença difemulheres com doença fibrocistica; rente em mulheres diferentes,uma
mulheres com histórico de câncer doença diferente em faixas etárias
mamário na família; mulheres que diferentes e que tem populações de
tem o seu primeiro filho depois dos risco diferentes para o mesmo tu30 anos de idade e mulheres que uti- mor,apesar disto,é frequentemente
lizam contraceptivos com alto teor de descoberta precocemente graças ao
progesterona.
auto-exame da mama e a realização
O estadiamento é a avaliação da ex- periódica de mamografia.
observação, deve-se continuar o auto
exame fazendo a palpação em vários
direções do quadrante súpero lateral
ou súpero externo,do quadrante súpero medial ou súpero interno,do
quadrante ínfero medial ou ínfero interno e do quadrante ínfero lateral ou
ínfero externo;deve-se também fazer
a expressão do mamilo e palpação
da axila.
O incentivo às mulheres a realização
do auto exame das mamas mensalmente e , às consultas médicas periódicas que não são substituídas pelo
tal auto exame deve envolver campanhas pelos inúmeros meios de comunicação,rádio,TV,internet,assim como
também a realização de campanhas
nas UBS;com intuito de alertar as
mulheres,principalmente a partir doas
40 anos de idade para que possam
estar sempre atentas com sua própria saúde podendo evitar a instalação de um dano maior que é o câncer de mama;haja vista que quando
instalado e dependendo do estadiamento; as cirurgias são extremamente invasivas, mutilando a mulher que
em sua grande maioria passa por
sérios problemas psicológicos.
tensão anatômica da doença e dos
órgão acometidos.O estádio da doença na ocasião do diagnóstico pode
refletir a taxa de crescimento e extensão da neoplasia,como também o
tipo de tumor e a relação tumorhospedeiro.
O auto-exame das mamas deve ser
praticado mensalmente a partir de
dezoito anos de idade no sétimo dia
após o início da última menstruação
e, se não tiver mais menstruação deve ser feito na mesma data todos os
meses.
A classificação atualmente utilizada
é a classificação TNM, onde o “T” é
a disseminação do tumor primário,
“N” a presença ou ausência de metástase para os linfinodos regionais e
“M” a presença ou ausência de metástase à distância. Duas classificações são descritas para cada local
Primeiramente deve ser feita a observação das mamas diante do espelho,
elevando e abaixando os braços,observando se há alguma anormalidade na pele,alterações do forma Por: Flávia Rodrigues
to,assimetrias,abaulamentos,retraçõe Fontes e referências: Em arquivo
s ou sangue nos mamilos. Após a
Liane Rochek, que usa o pseudônimo de “Anna Mel” é
poetisa, professora aposentada do Magistério Público; é
colaboradora do projeto Formiguinhas do Vale e reside no
Vale do Paraíba, Estado de São Paulo - Brasil.
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 12
Educação no Brasil
EDUCAÇAO NO BRASIL
AINDA É PIADA
Todo mundo fala que educação
é o maior problema brasileiro
Ninguém, no governo ou fora dele, apresenta um projeto educacional compatível com as necessidades nacionais. Ninguém percebe que não haverá
o futuro tão prometido de uma nação
realmente desenvolvida sem um nível
de educação compatível com o de
qualquer nação que já atingiu o pleno
desenvolvimento.
Repito isso pela décima vez quando
leio que a China tem dez mil pianistas
de primeira grandeza, entre mais de
cem mil estudantes que se preparam
em conservatórios, só na cadeira de
piano.
Repito isso quando tenho noticia de
que as melhores qualificações para
ingresso nas universidades norte americanas, que são muito exigentes, são
de estudantes chineses.
Repito isso quando leio que entre as
dezoito maiores fortunas de empresárias mulheres se encontram nove empresárias chinesas, e isso, num país
muito recentemente ingressado na
economia capitalista.
Sabemos que no Japão, na China, na
Coréia do Sul e em Cingapura, quando
se fala em educação se fala em prioridade absoluta, orçamentos superiores
ao de qualquer outro setor da administração pública, professores escolhidos
e preparados a dedo. Metas decenais
cumpridas com absoluto rigor.
rasmo educacional. Será que mostrar
um relatório ao mundo de que no Brasil não tem muitos analfabetos cobre o
estrago que se permeia à educação
Aqui, o que se pretende atingir em infantil?
2021, segundo meta anunciada por
órgão federal, é o nível de qualidade Isto invariavelmente nos remete rapidas escolas públicas, atingido pelas damente aos nossos governantes e
outras pessoas envolvidas no procesescolas privadas em 2005.
so educacional do país. Entretanto,
Esses níveis das escolas privadas já esquecemos que neste processo cada
eram considerados medíocres, nesse um de nos temos responsabilidades.
ano,
Ao pararmos para avaliar o sistema A “vigília moral” esta adormecida. O
educacional brasileiro, temos uma sú- dever de ser consciente no processo
bita surpresa. Surpresa porque a reali- de educar muitas vezes não ultrapassa
dade não é tão boa. O senso de res- a porta de nossa casa. Estamos em
ponsabilidade anda mascarado, vai tempos que a busca pelo “poder” aluvivendo numa nevoa desorientada pa- dido por Adler esta entranhado em
nós e por isso não percebemos um
ra atingir valores corretos.
sentido maior para nossas aspirações.
Outro dia presenciei uma conversa
entre duas educadoras primárias que Então, não se pode culpar somente a
me fez tremer. Eis um trecho de sua sala de aulas e seus professores muiconversa: “Tenho alguns alunos de tas vezes maus preparados para lecioterceira série que não sabem identifi- nar, mas voltar à célula “matre”, onde
car todo o alfabeto. Portanto, não sa- os primórdios da educação se manibem ler ainda.” Enquanto a outra res- festam. Este é o ponto em que se acupondeu: “Isso pode ser verificado em mulam a falta de responsabilidade e o
quase todas as escolas depois deste ciclo se torna vicioso. Pais que não
plano de não reprovar alunos.” Conti- tiveram uma formação boa e tendem a
nuaram a conversar sobre o assunto confinar seus filhos a uma má educapor mais algum tempo até que se de- ção, exceto casos separados e únicos.
sinteressaram.
Quando homens responsáveis se leA minha preocupação naquele mo- vantarem, homens que deixar o orgumento não foi somente no efeito cau- lho e infantilismo para trás, homens
sado, mas no fator causador deste ma- que pensam no bem estar social como
um todo, a educação tenderá a mudar.
A educação permite que o senso de
responsabilidade seja explicitado. O
senso de responsabilidade é base indispensável para uma verdadeira vida
moral. Este princípio trás a maturidade.
A maturidade nos arremete a olhar para um ser superior.
Este ser superior nos impele a ser
nosso próprio juiz em detrimentos aos
nossos próximos. Quando este respeito se revela em nos, passamos a agir
de tal forma que a própria sociedade
percebe, ou seja, não me basta ser ou
ter alguma coisa, se eu não posso usufruir e compartilhar com meu semelhante! Não basta eu morar numa bela
casa, se tem vândalos por todos os
lados que não aprenderam o habito
positivo para alcançar um sentido maior da vida!
A educação anda em “maus lençóis”.
Consequentemente, o país também.
Estamos abaixo do “zero” da escala
educacional. Não basta parecer, não
basta só querer. Nos temos que agir
em detrimentos a uma mudança.
Mesmo que ela seja local, comece pequena.
Não podemos pensar que é uma responsabilidade somente do estado,
mas sim uma responsabilidade coletiva. Tornar hábito o combate aos frívolos, proclamar a justiça e os valores.
Formatação:Filipe de Sousa
Da redação
Rir para não chorar...
SABE A RAZÃO DOS NOMES
DOS ANJOS?
Gabriel,
Rafael,
Miguel
e outros anjos...
Todos terminam com 'el'.
Com base nos escritos de
estudiosos sérios,
teólogos e rabinos, alguns desses nomes
foram decifrados:
NOVOS ANJOS:
Aluguel - anjo mau. Não deixa a pessoa
conseguir sua casa própria;
Embratel - anjo protetor do monopólio das
comunicações;
Chanel - anjo protetor dos costureiros, estilistas e outros boiólas ;
Papai Noel - anjo protetor do comércio. Só
aparece no fim do ano para acabar com seu
13º;
Tonel - anjo protetor dos alcoólatras anônimos e bêbados em geral;
Pastel - anjo protetor das colônias japonesas e chinesas;
Gel - anjo que protege as pessoas com cabelos rebeldes;
Manoel - anjo protetor das piadas preconceituosas;
Papel - anjo protetor daqueles com intestinos soltos;
Anatel - anjo que, como qualquer outro
órgão do governo, não serve para coisa
nenhuma.
PODE ESCOLHER O SEU ANJO PROTETOR
Só para descontrair. Ta?
JUNTOS
Gazeta Valeparaibana
&
CULTURAonline
A Gazeta Valeparaibana, um veículo da OSCIP “Formiguinhas do Vale”, organização
sem fins lucrativos, somente publica matérias, relevantes, com a finalidade de abrir
discussões e reflexões dentro das salas de
aulas, tais como: educação, cultura, tradições, história, meio ambiente e sustentabilidade, responsabilidade social e ambiental,
além da transmissão de conhecimento.
Assim, publica algumas matérias selecionadas de sites e blogs da web, por acreditar
que todo o cidadão deve ser um multiplicador do conhecimento adquirido e, que nessa
multiplicação, no que tange a Cultura e Sustentabilidade, todos devemos nos unir, na
busca de uma sociedade mais justa, solidária e conhecedora de suas responsabilidades sociais.
No entanto, todas as matérias e imagens serão creditadas a seus editores, desde que
adjudiquem seus nomes nas matérias publicadas. Caso não queira fazer parte da corrente, favor entrar em contato.
[email protected]
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 13
Saúde da Família
Saúde e beleza do idoso
Nome popular: Jararacuçu
Classe:
Reptilia
Ordem:
Squamata
Família:
Viperidae
Subfamília:
Crotalinae
Nome científico: Bothrops jararacussu
Nome inglês:
Jararacussu
Distribuição:
América do Sul
Habitat:
Mata Atlântica
Hábito:
Noturno
Atualmente, chegar à terceira idade está longe de ser sinônimo de
não ter expectativas e não projetar novos planos e ideais de vida.
Com essa concepção e diante a
tantas ocupações que a vida moderna exige, os cuidados com a
beleza e a boa aparência não diminuem nesta faixa etária; na realidade, se intensificam.
Particularidades: É uma das maiores cobras do gênero Bothrops. As
fêmeas são maiores que os machos. Também são diferentes na coloração, ele cinza, e ela amarelada. São muito temidas pela quantidade de
veneno que podem injetar. Localizar uma Jararacuçu no meio da floresta
não é fácil. Como passa o dia enrodilhada se aquecendo, se mistura muito bem com o ambiente e mesmo para olhos treinados, quase que sempre, passa despercebida.
É muito brava e perigosa.
A mulher na terceira idade, por
exemplo, está mais consciente de sua importância social e usufrui dessa
autonomia para preservar uma boa imagem. De fato, o importante é saber
compreender a passagem do tempo e reconhecer que já não é possível resgatar a aparência dos 20 anos de idade. Sem radicalismos, hoje, há técnicas importantes para melhorar o visual, possibilitando um ar mais jovial, porém sem “apagar” a história da própria vida.
Hábitos alimentares: Quando adulta alimenta-se de pequenos roedores,
e quando jovem alimenta-se de pequenos lagartos e anfíbios.
Reprodução: Vivípara, nascendo entre 16 e 20 filhotes no início da estação chuvosa.
Como socorrer?
Orientar repouso absoluto, com a parte afetada em posição mais baixa que o corpo, para que o veneno não se espalhe.
• Lavar o local com água e sabão.
• Afrouxar as roupas e remover anéis e adereços que possam interromper a circulação.
• Caso a cobra tenha sido morta, levá-la ao centro médico, facilitando
assim o atendimento.
• Jamais aplicar torniquetes, gelo e incisões sobre a ferida ou até mesmo técnicas para sugar o veneno.
• Tranqüilizar a vítima.
transportá-la para o centro médico mais próximo com extrema urgência,
pois somente o tratamento com soroterapia pode aumentar a possibilidade de sobrevivência da vítima.
•
Cuidado!!!
• Os torniquetes ou garrotes impedem a circulação e facilitam a necrose ou gangrena do local
picado!
• Os cortes, incisões ou
perfurações com canivetes
e objetos facilitam as hemorragias e a infecção!
Simpatias, como colocar
folhas nas feridas, pó de
café, fezes ou terra, produzem infecção
Da redação
Será que é para rir?...
A supervisora sabendo da situação em que se encontrava uma
escola na zona rural, resolveu ir
para inspecionar a qualidade de
aprendizagem dos alunos. Chegando na sala, pediu permissão à
professora e fez algumas perguntas aos alunos:
Você, qual o seu nome? - Nerso!
- Nelson, por favor diga-me um
verbo?
gunta para o próximo: Você, me
fale um verbo? - Bicicreta!
- Não isto não é verbo, e também
não é bicicreta, sim bicicleta! é
Substantivo!
- Você aí no fundo!
Um verbo por favor!
- ospedar! - Muito bem! Qual o
seu nome? - João!
- Até que enfim João você sabe!
Pelo menos um!
- Faça-me um frase com este verbo: Hospedar!
- Azur! -Não é azur é azul! e azul
- Sim fessora! "OS PEDAR DA
não é verbo é adjetivo! No entan- BICICRETA SÃO AZUR!"
to não acreditando passou a per-
Os maiores desconfortos estéticos nesta faixa etária estão relacionados ao
rosto – rugas e flacidez – ao envelhecimento das mãos e ao contorno corporal. Como medidas preventivas para esses “vilões” mencionados, cuidar da
limpeza e hidratação da pele, evitar perda ou ganho excessivo de peso, não
se expor demasiadamente ao sol – fazendo do filtro solar sempre o seu melhor amigo – e não fumar são medidas fundamentais.
Quando não é mais possível apenas prevenir, a cirurgia plástica apresenta
algumas possibilidades de rejuvenescimento. A ritidoplastia, por exemplo, é
indicada para resgatar o formato da face quando mais jovem, melhorando o
aspecto da flacidez, rugas e sulcos proeminentes. Esse procedimento cirúrgico retarda visualmente o processo de envelhecimento da face, contudo
não interrompe o processo evolutivo do organismo. Exatamente por esse
fator é que, em alguns casos, há necessidade de outros procedimentos após determinado tempo.
Associada à ritidoplastia, a operação das pálpebras também é indicada. A
blefaroplastia, como é chamada, é direcionada a corrigir os excessos de pele, as bolsas (gordura que deixa os olhos inchados) e a flacidez muscular do
território palpebral.
A falta do contorno na silhueta, a diminuição na região glútea e o aumento
dos culotes também são problemas que afetam a maior parte da população
feminina acima dos 60 anos. Diante disso, a lipoaspiração é uma opção considerável para atenuar ou resolver o acúmulo de gordura, remodelando o
corpo e obtendo uma silhueta mais harmônica.
Já para o rejuvenescimento das mãos, existem tratamentos estéticos que
podem proporcionar resultados satisfatórios, tais como luz intensa pulsada,
laser fracionado, peelings químicos e, até mesmo, preenchimentos. O tratamento mais adequado e a combinação de determinadas técnicas devem ser
avaliadas pelo especialista.
Os riscos de uma intervenção cirúrgica após os 70 anos de idade já não são
grandes como em gerações passadas. Hoje, com a ajuda da medicina antienvelhecimento e a modernidade dos exames laboratoriais, muitas substâncias que diminuem ou desaparecem do organismo com o passar do tempo
podem ser repostas.
Os níveis hormonais estabilizados são outros pontos importantes na luta para retardar o envelhecimento. Diante de todas essas possibilidades, os pacientes da terceira idade podem submeter-se a cirurgias com muito mais segurança do que há algumas décadas. Mesmo assim, antes da realização de
qualquer procedimento, o paciente deve ser cuidadosamente examinado e
informado sobre os riscos.
Em pacientes que apresentam doenças metabólicas ou cardíacas, procedimentos menos agressivos são indicados. Além disso, é necessário consultar
os médicos que já acompanham a saúde de determinado paciente, a fim de
discutir com os mesmos os procedimentos cirúrgicos a ser realizados. A formação dessa “junta médica” precisa ser caracterizada como um grande benefício, onde todos possuem um único objetivo: o melhor para o paciente.
Importante também lembrar que a orientação médica é fundamental e tem
como meta esclarecer ao paciente sobre as possibilidades da medicina e
sobre as limitações físicas que cada um possui.
Em conjunto com os tratamentos de beleza, os pacientes na terceira idade
buscam estar em sintonia com a saúde, cultivando hábitos mais saudáveis,
como uma alimentação balanceada e a prática regular de exercícios físicos.
Saúde e beleza sempre estão interligadas, mas este laço se torna mais forte
na terceira idade, quando o bem-estar com a própria aparência pode ser um
impulso para cuidar melhor da saúde e ter mais energia para viver.
Da redação
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 14
EDUCAR * Uma Janela para o mundo - SaciArte - Arte&Sobra - Reciclagem - Teatro - Viveiro Escola Planta Brasil
Lei 9790/99
organizações não-governamentais
apareceu somente no ano de 1938,
"Se uma sociedade livre não poquando o Governo Federal criou o
de ajudar os muitos que são po- Conselho Nacional do Serviço Social
bres, acabará não podendo sal- - CNSS.
var os poucos que são ricos". John Kennedy, ex-presidente dos Es- Em 1988, com a promulgação da atutados Unidos.
al constituição, em seu artigo 203, a
assistência social recebeu atenção
Uma nova ordem social está surgindo especial, tornando-se política pública,
no mundo. A falência do Estado, com que deve ser prestada a quem dela
a idéia errônea de que o poder públi- necessitar, independentemente de
co poderia sozinho regular e provê os sua contribuição à seguridade social.
serviços para a população, está dan- É regida com orçamento próprio, tendo lugar a um outro setor, numa gi- do as diretrizes de descentralização e
gantesca reforma nas relações entre ativa participação dos Estados, munio Estado, as empresas e a sociedade cípios e sociedade.
civil.
Com este suporte constitucional nasEsta nova ordem tem as seguintes ceu em 07 de dezembro de 1993 a
características : predomínio da ação Lei Orgânica da Assistência Social comunitária sobre a ação estatal; LOAS, que instituiu o Conselho Nasubstituição do predomínio do Estado cional de Assistência Social - CNAS,
pela hegemonia do interesse social e de deliberação colegiada composta
o surgimento de novas instituições de representantes do governo, em
sociais. Ao invés do Estado máximo, todos os níveis, e representantes da
que tudo pode, aparece a força da sociedade civil. A este Conselho, vincomunidade que, de forma atuante e culado ao Ministério da Previdência,
firme, incita e mobiliza a sociedade.
estão registradas 15 mil entidades.
Nesta nova situação, surgem as entidades de direitos civis, organizações
não governamentais, agências de
desenvolvimento, órgãos autônomos
da administração pública descentralizada, fundações, instituições sociais
das empresas, públicas ou privadas e
as entidades filantrópicas, compondo
um conjunto de agentes denominado
de Terceiro Setor.
Esta definição surgiu na primeira metade do século passado, nos Estados
Unidos. Este é uma mistura de dois
setores clássicos : o primeiro setor,
representado pelo Estado, e o segundo setor, representado pelas empresas privadas. Em discurso na abertura da 50a Conferência Anual do Departamento de Informação Pública,
da Organização das Nações Unidas ONU, doutora Ruth Cardoso apontou
a principal razão para o rápido crescimento do terceiro setor.
Para ela, resulta do fato de que o Governo, como ente público, não demonstrou ter condições de promover
isoladamente o desenvolvimento da
sociedade, decorrendo o fantástico
crescimento de organizações não governamentais, sem fins lucrativos.
Estima-se que existam hoje no Brasil
250 mil organizações do terceiro setor. Este setor já representa 2 % do
Produto Interno Bruto - PIB nacional,
gerando receita de R$ 20 bilhões e
1,5 milhões de oportunidades de trabalho.
O Estado brasileiro, como ente público estabelecendo uma relação formal
de atividades governamentais com as
Entre as iniciativas voltadas para este
objetivo, destaca-se a proposição e
aprovação da Lei número 9.790, de
23 de março de 1999. Procurando
contribuir para que se conheça os
fundamentos que provocaram a existência desta importante Lei, que qualifica as Organizações da Sociedade
Civil de Interesse Público/OSCIP,
transcreve-se, a seguir, um importante documento intitulado "O que está
por trás da Nova Lei do Terceiro Setor", de autoria do doutor Augusto de
Franco, que é Conselheiro e Membro
Executivo da Comunidade Solidária..
"A Lei 9.790/99 - mais conhecida como a "nova lei do Terceiro Setor"- representa apenas um passo, um primeiro e pequeno passo, na direção
da reforma do marco legal que regula
as relações entre Estado e Sociedade
Civil no Brasil.
O sentido estratégico maior dessa
reforma é o empoderamento das populações, para aumentar a sua possibilidade e a sua capacidade de influir
nas decisões públicas e de aduzir e
alavancar novos recursos ao processo de desenvolvimento do país.
conjunto, imenso e ainda informal, de
organizações da Sociedade Civil; e,
ao mesmo tempo (b) facilite a colaboração entre essas organizações e o
Estado.
o faz por estar impregnada desse ardor fiscal retrógrado, e sim, sinceramente, por ideologia mesmo, por visão ultrapassada da realidade, por
não conseguir perceber que o desenho da sociedade contemporânea
mudou, que não existem mais, apenas, Estado e Mercado no universo.
Compartilham esses, lamentavelmente, daquela visão de Margaret Thatcher, que não acreditava que pudesse existir qualquer coisa como sociedade. É curioso como o estatismo
desse novo pensamento de direita
aproxima seus representantes da velha esquerda.
Trata-se de construir um novo marco
institucional que possibilite a progressiva mudança no desenho das políticas públicas governamentais, de sorte a transformá-las em políticas públicas de parceria entre Estado e Sociedade Civil em todos os níveis, com a
incorporação das organizações de
cidadãos na sua elaboração, na sua
execução, no seu monitoramento, na
sua avaliação e na sua fiscalização. Com efeito, nos países do chamado
socialismo real, também não se acreEvidentemente ainda estamos longe ditava em Sociedade Civil, e tanto é
de alcançar tal objetivo. Por enquan- assim que hoje se identifica, como
to, temos, apenas, algumas experiên- uma das razões da derrocada dos
cias inovadoras nesse sentido e uma seus modelos políticos e econômicos,
lei que ainda "não pegou", como se o imenso déficit de Capital Social que
costuma dizer no Brasil. Mas não é apresentavam. Por outro lado, exisdifícil entender as razões pelas quais tem resistências à mudança do paainda estamos engatinhando nesse drão de relação Estado-Sociedade,
terreno. A primeira razão diz respeito de parte da própria Sociedade Civil.
à cultura estatista que predomina no Lutando para sobreviver de qualquer
chamado aparelho de Estado.
modo, algumas organizações da SoA Lei 9.790 reconhece como tendo ciedade Civil, que já são reconhecicaráter público organizações não es- das pelo velho marco legal, temem,
tatais. Isso é um escândalo para boa não sem certa razão, perder os pouparte dos dirigentes e funcionários cos benefícios a que fazem jus.
governamentais, que ainda pensam Seu raciocínio é pragmático e sua
que o Estado não só detém por direi- visão instrumental.
to, como deve continuar mantendo de Olham com desconfiança para qualfato em suas mãos, eternamente, o quer mudança que não redunde, imemonopólio do público. Nos extremos diata e concretamente, em aumento
desse campo de concepção, uma de vantagens para suas entidades.
parte, felizmente pequena, dos diri- Querem aumentar suas facilidades de
gentes governamentais atuais, enca- acesso aos recursos públicos, o que
ra tudo isso como uma forma de bur- é correto, mas querem-no pela malar o fisco. Para tais dirigentes, essa neira mais fácil, aquela à que estão
conversa de Terceiro Setor, de Socie- acostumadas, seguindo ainda a velha
dade Civil, não passa de maquiagem tradição estatista das transferências
para empresas que não querem pa- indiretas, das renúncias fiscais, das
gar impostos.
imunidades e das isenções tributárias
Na contramão das mudanças que
ocorrem no plano mundial neste início
de século e de milênio - dentre as
quais, talvez, a mais significativa, seja
a emersão de uma esfera pública não
-estatal - esses dirigentes partem da
premissa de que todo mundo é culpado até prova em contrário.
Sendo assim, esmeram-se em dificultar ao máximo a vida das organizações da Sociedade Civil, quer criando
obstáculos burocráticos de toda ordem ao seu reconhecimento institucional, quer negando-lhes o acesso a
recursos públicos - dificultando a celebração e a execução de convênios
e abolindo ou reduzindo incentivos,
dos quais, é bom dizer, sempre foram
e continuam sendo beneficiárias as
empresas mais do que as entidades
sem fins lucrativos.
A Lei 9.790/99 visa, no geral, estimular o crescimento do Terceiro Setor.
Estimular o crescimento do Terceiro
Setor significa fortalecer a Sociedade
Civil. Fortalecer a Sociedade Civil significa investir no chamado Capital Social.
Para tanto, faz-se necessário construir um novo arcabouço legal, que (a) A maior parte, porém, dos que resisreconheça o caráter público de um tem às mudanças neste campo, não
- não importa se esse modelo já se
revele insustentável.
Para concluir quero dizer que, pessoalmente, não tenho a menor dúvida
de que a Lei 9.790 vai "pegar"e que o
novo sistema classificatório vai, progressivamente, se consolidar no Brasil. É questão de tempo. Os ventos
sopram a favor. Existem razões objetivas, muito fortes, que impulsionam a
mudança do marco legal do Terceiro
Setor na direção delineada pela nova
lei.
No plano global, a emersão da sociedade-rede, a expansão de uma nova
esfera pública não-estatal, a mudança do padrão de relação EstadoSociedade, a crise do Estado-Nação
e a falência do estatismo como ideologia capaz de servir de referencial
para a ação dos atores políticos no
século XXI.
Da redação
O Projeto Social “Formiguinhas do Vale” mantém na rádio web através de seu veículo de comunicação
CULTURAonline, dois programas de divulgação de seus projetos, a saber:
EDUCAR - Uma janela para o mundo: Neste programa são abordadas as questões sociais mais importantes, tais como Educação, Sustentabilidade Social, Meio Ambiente, Culturas e as tradições populares como fator de preservação de costumes e
história.
No ar todos os Sábados das 18;00 ás 20;00 horas > acesse: www.gazetavaleparaibana.com
RAÍZES & MATRIZES: Este programa é dedicado á Comunidade Lusófona Internacional e nele abordamos a Cultura, Turismo e História de cada país, além de servir como um prestador de serviços e de apoio a todo o cidadão das Comunidades Lusófonas em dificuldades, quer seja de Documentação ou outra dificuldade pontual.
Vai ao ar todas as Sextas-Feiras das 18;00 ás 20;00 horas. Acesse: www.gazetavaleparaibana.com
Gazeta Valeparaibana
Abril 2011
Página 15
Nossas crianças - drogas
Os adolescentes de hoje estão
mais sujeitos ao contato com
as drogas.
Ambiente, companhias erradas, tudo
favorece o contato e as primeiras experiências com as drogas. A isso,
acrescente-se a frequente ausência
dos pais, que cria condições favoráveis para que os filhos adolescentes
se sintam livres para aventuras deste
tipo, sem pensar muito nas conseqüências.
Nesta fase da vida, eles afirmam sua
personalidade: novas descobertas,
novo corpo, explosões de emoção e
temperamento contribuem para o surgimento de novos e difíceis problemas.
Da própria sociedade, em rápida mudança, chega uma série de cobranças e de apelos de consumo: como
se mover, vestir e até mesmo como
não ser tão “careta”. E o coitado do
adolescente, ainda inexperiente, só
pode ficar na maior das confusões!
ELES PRECISAM DE AJUDA
O que queremos é que os adolescentes conheçam os riscos que os esperam, entre eles a horrível possibilidade de experimentarem a droga e de
entrarem na turma dos dependentes.
Os adolescentes precisam de alguém
que os ame de verdade, independen-
temente de suas indecisões e estra- uma carta emocionante alertando os
nhezas.
jovens.
Graças a Deus, nesta fase da vida Se alguém lhe oferecer algum tóxico,
eles podem descobrir a fé como algo demonstre ser mais homem do que
que os impressiona, a força mental eu fui. Não se deixe tentar, por nede todas as horas, que não deixará nhuma razão, e saiba responder com
que ninguém se perca, desperdiçan- um “não”.
do a vida e, até, induzindo outros a Talvez você encontre “amigos” que
lhe ofereçam gratuitamente um pouisso.
co da coisa (droga) para depois, suQUE DROGA ESSA DROGA!
cessivamente, fazer você pagar por
Mas, o que leva um adolescente a ela. No princípio o preço é reduzido,
usar drogas?
mas quando perceberem que você se
As causas são muitas: a solidão, a tornou viciado (dependente), aumenfalta de formação, as más companhi- tarão os preços. Não esqueça que a
as, as decepções, os desentendi- mesma pessoa que lhe vendeu a mamentos com os pais e outros descon- conha, terá, em reserva para você,
fortos de uma sociedade injusta e também a heroína.
excludente. Nesta situação, as dro- E tudo isso, por quê? Não certagas podem se apresentar ao adoles- mente pela sua felicidade, mas para
cente como a solução dos problemas obter dinheiro.
que o aflige. É uma triste ilusão!
A droga pode oferecer momentos
A doença, de fato, isola das pessoas, de felicidade, mas a cada um desa não ser que precise delas para con- tes momentos corresponde um
seguir a droga. Transforma os usuá- século de desespero que jamais
rios em pessoas hostis, egocêntricas poderá ser apagado. A droga dese egoístas. Para não adoecer ou en- truiu todos os meus sonhos de alouquecer, chegam a sentir orgulho mor, as minhas ambições e a mipelo seu comportamento às vezes nha vida no seio da família.
ilegal e, quase sempre, extravagante O QUE FAZER?
e esquisito.
A dependência pode ser detida. Não
A terapia ocupacional.
Deve-se descobrir o que o dependente de drogas gosta de fazer
(habilidades manuais, fotografia, dança, esportes...).
Com estas ocupações surgirão em
sua vida outros interesses e outras
formas de realização que o ajudarão
a recuperar a auto-estima perdida.
Desenvolver as forças interiores.
São as qualidades positivas que todos nós possuímos, e que, no caso
dos dependentes, ajudam na recuperação.
Esse trabalho deve ser feito com o
acompanhamento de psicólogos e
educadores.
A violência não recupera ninguém.
Devemos evitar de rotular os dependentes de drogas com frases como:
Uma vez viciado, sempre viciado.
Contudo, a experiência mostra que
quanto maior for o tempo do vício,
mais difícil é a recuperação.
EDUCANDO PARA PREVENIR
A educação, bem planejada e assumida pela família e pelos órgãos
competentes, é a melhor forma de
combater o tóxico.
Bem educada, a pessoa se sente
bem, em harmonia com o próprio corpo, com a mente e com o espírito,
passando a viver bem com os outros
e com o mundo em geral.
Sendo que a vida é o maior dom de
Deus, estragar ou até acabar com ela
é a maior “bobeira” que uma pessoa
pode fazer.
há nada de vergonhoso em ser um
dependente, desde que este tome
consciência de sua situação, deixe
de justificar seu comportamento, se
preocupe com o seu bem-estar e coUma saída fácil. Eis o que eles quemece a agir positivamente.
rem e, não encontrando-a, algumas
vezes pensam no suicídio. E, se não A recuperação é uma tarefa difícil e o
houver uma reviravolta radical, uma tratamento médico é apenas uma Devemos amar e cuidar da
opção forte do interessado..., o uso parte desta recuperação. A participavida contra todo tipo de
de drogas acaba sempre subjugando ção dos pais e a união da família são
drogas.
os maiores fatores de combate ao
o usuário.
tóxico, assim como a degradação da
DEPOIMENTO
família é uma das causas do aumen- Da redação
Antes de se suicidar, Percy Partrick,
to do número de usuários.
Formatação: Filipe de Sousa
dependente de drogas, endereçou
Para conseguir as drogas, eles mentem, roubam. O fracasso e o medo
invadem sua vida e o espírito fica em
pedaços.
O ser criança e o ser Adolescente ...
Escrito e publicado sem
alterações ou edição por
uma criança de 11 anos
Ser criança é ser livre para brincar e
se divertir, ter sempre um sorriso no
rosto e estar sempre atento no dia de
amanhã, pois o nosso planeta para
estar bonito e conservado para nele
se viver depende do cuidado de todos, inclusive das crianças.
Ser criança é estar sempre com vontade de se divertir e brincar bastante,
mas criança também tem responsabilidades como ajudar com as tarefas
de casa e estudar, pois então, ser
criança não é só diversão.
Eu como criança gosto de brincar de
várias coisas tipo amarelinha, boneca, de desenhar e esconde-esconde.
Você viu quantas coisas uma só criança pode fazer, então, e isso só podemos agradecer a um só, Deus!
E o que é ser Adolescente?
Ser adolescente significa: ser extravagante, espontâneo, explosivo... É
querer resolver os problemas do
mundo, ser revolucionário, mostrar
sua força e criatividade de modo in-
único e principal propósito: servir ao
Senhor. Não deixando de ser você,
adolescente, tendo vontades, desejos, planos e sonhos; mas fazer a
diferença com todo este potencial e
capacidade que só você ADOLESEsta pergunta é feita diariamente por CENTE tem.
cada adolescente que deseja viver
uma vida para honrar o Senhor, mas Ser extravagante em adoração, esnão sabe como, ou não consegue pontâneo para um verdadeiro relaciotirar seus olhos das “belezas fugazes namento com o Senhor, explosivo
deste mundo”. “Belezas” que não são para encarar o mundo e suas tentaruins no primeiro momento, mas que ções, querer transformar o mundo
escravizam, viciam e trazem conse- levando a palavra de Deus como tesqüências, que muitas vezes demo- temunho de vida. Revolucionário param a aparecer e chegam de forma ra levar o Evangelho, mostrar sua
brutal e fatal, por não saber lidar com força, criatividade e dizer que o Evanessa vontade, com a garra e a explo- gelho é muito mais do que vir à igreja
são de seus sentimentos.
e ficar sentado no banco; ser incansável em cumprir a vontade de Deus
Lidar com essa “força adolescente” e mostrar ao mundo que você é mais
não é difícil, é necessário, portanto do que vencedor.
que, todo este potencial se torne caFilipe de Sousa
pacidade de revolucionar para um
cansável, viver a vida ao máximo e
mostrar ao mundo porque que veio.
Mas como lidar com essa força, com
essa garra e vontade de viver intensamente no mundo de hoje?
Responsabilidade Social - Educar também pode ser via jornal.
Sustentabilidade Social e Ambiental - Educação - Reflorestamento - Desenvolvimento Sustentável
Edição nº. 41
.O
Brasil humilha quem
dá bons exemplos !!!
ESTE É O BRASIL NA
CONTRAMÃO DO
DESENVOLVIMENTO. NÃO DÁ E
NÃO PERMITE QUE ALGUEM DÊ
EDUCAÇÃO. PRA QUE, SE JÁ TEM
O BOLSA MISÉRIA?
Ficaria muito feliz em saber que não é
verdade e que foi um engano.
É lamentável , mas
verdade...
infelizmente é
São Leopoldo tem um dos menores
índices de analfabetismo e de mendicância do país, talvez por causa de
homens como este!
Silvino Geremia é empresário em São
Leopoldo, Estado do Rio Grande do
Sul.
Ano IV - 2011
ducação em todos os níveis para em total descompasso com a realidaqualquer funcionário, seja ele um var- d e d e v e m s e r r e v o g a d a s .
redor ou um técnico.
A legislação e a mentalidade dos nossos homens públicos devem adequarEste ano, um fiscal do INSS visitou a se aos novos tempos.
nossa empresa e entendeu que Educação é Salário Indireto.
Por favor, deixem quem está fazendo
alguma coisa trabalhar em paz.
Exigiu o recolhimento da contribuição E vão cobrar de quem desvia dinheisocial sobre os valores que pagamos ro, de quem sonega impostos, de
aos estabelecimentos de ensino fre- quem rouba a Previdência, de quem
qüentados por nossos funcionários, contrata mão-de-obra fria, sem regisacrescidos de juros de mora e multa tro algum.
pelo não recolhimento ao INSS.
Tenho que pagar 26 mil reais à Previ- Eu Sou filho de família pobre, de pedência por promover a educação dos quenos agricultores, e não tive muito
meus funcionários?
estudo.
Eu honestamente acho que não.
Por isso recorri à Justiça.
Somente consegui completar o 1º
grau aos 22 anos e, com dinheiro ganho no meu primeiro emprego, numa
Não é pelo valor em si , é porque a- indústria de Bento Gonçalves, na sercho essa tributação um atentado. ra gaúcha, paguei uma escola técnica
Estou revoltado.
de eletromecânica.
Vou continuar não recolhendo um Cheguei a fazer vestibular e entrar na
centavo ao INSS, mesmo que eu seja faculdade, mas nunca terminei o curmultado 1000 vezes.
so de Engenharia Mecânica por falta
de tempo.
O Estado brasileiro está completamente falido.
Eu precisava fazer minha empresa
crescer.
Mais da metade das crianças que iniciam a 1ª série não conclui o ciclo bá- Até hoje me emociono quando vejo
sico.
alguém se formar.
Eis o seu desabafo, publicado na
A Constituição diz que educação é
revista EXAME:
direito do cidadão e um dever do Estado.
"Acabo de descobrir mais um desses
absurdos que só servem para atrasar
E quem é o Estado?
a vida das pessoas que tocam e fazem este país: investir em Educação
Somos todos nós.
é contra a lei .
Vocês não acreditam?
Se a União não tem recursos e eu tenho, acho que devo pagar a escola
dos meus funcionários.
Minha empresa, a Geremia, tem 25
anos e fabrica equipamentos para exTudo bem, não estou cobrando nada
tração de petróleo, um ramo que exido Estado.
ge tecnologia de ponta e muita pesquisa.
Mas também não aceito que o Estado
me penalize por fazer o que ele não
Disputamos cada pedacinho do merfaz.
cado com países fortes, como os Estados Unidos e o Canadá.
Se essa moda pega, empresas que
Só dá para ser competitivo se eu tiver
proporcionam cada vez mais benefípessoas qualificadas trabalhando cocios vão recuar...
migo.
Não temos mais tempo a perder.
Com essa preocupação criei, em
As leis retrógradas, ultrapassadas e
1988, um programa que custeia a e-
oportunidade.
O empregado pode estudar o que
quiser, mesmo que seja Filosofia, que
não teria qualquer aproveitamento
prático na nossa Empresa Geremia.
No mínimo, ele trabalhará mais feliz.
Meu sonho de consumo sempre foi
uma Mercedes-Benz.
Adiei sua realização várias vezes porque, como cidadão consciente do
meu dever social, quis usar meu dinheiro para fazer alguma coisa pelos
meus 280 empregados.
Com os valores que gastei no ano
passado na educação deles, eu poderia ter comprado Duas Mercedes.
Teria mandado dinheiro para fora do
País e não estaria me incomodando
com essas leis absurdas .
Mas infelizmente não consigo fazer
isso.
Eu sou um teimoso.
No momento em que o modelo de Estado que faz tudo está sendo questionado, cabe uma outra pergunta.
Quem vai fazer no seu lugar?
Até agora, tem sido a iniciativa privada.
Não conheço, felizmente, muitas empresas que tenham recebido o mesmo
tratamento que a Geremia recebeu da
Quis fazer com meus empregados o Previdência por fazer o que é dever
que gostaria que tivessem feito comi- do Estado.
go.
As que foram punidas preferiram se
A cada ano cresce o valor que invisto calar e, simplesmente, abandonar
em educação porque muitos funcioná- seus programas educacionais.
rios já estão chegando à Universida- Com esse alerta temo desestimular os
de.
que ainda não pagam os estudos de
seus funcionários.
O fiscal do INSS acredita que estou
sujeito a ações judiciais.
Não é o meu objetivo.
Segundo ele, algum empregado que
não receba os valores para educação
poderá reclamar uma equiparação
salarial com o colega que recebe.
Nunca, desde que existe o programa,
um funcionário meu entrou na Justiça.
Todos sabem que estudar é uma opção daqueles que têm vontade de
crescer...
E quem tem esse sonho
pode realizá-lo porque a
empresa oferece essa
Eu, pelo menos, continuarei ousando
ser empresário, a despeito de eventuais crises, e não vou parar de investir
no meu patrimônio mais precioso:
as pessoas.
Eu sou mesmo teimoso!...
Não tem jeito..
Silvino Geremia
NOTA: Silvio Geremia é o empresário
mais lembrado de São Leopoldo (RS).