Estado, Política e Teoria da Guerra - Programa de Pós

Сomentários

Transcrição

Estado, Política e Teoria da Guerra - Programa de Pós
1
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA POLÍTICA
DISCIPLINA: ESTADO, POLÍTICA E TEORIA DA GUERRA
PROFESSOR: DOUTOR DURBENS MARTINS NASCIMENTO
CARGA HORÁRIA: 45 H.
EMENTA: O curso se propõe a refletir sobre a relação entre a política e a
guerra como fenômeno social. Apresentar e discutir os modelos analíticos no
campo da teoria da guerra a partir de autores clássicos e contemporâneos,
enfatizando o papel do Estado enquanto ator relevante no desenvolvimento
das políticas estratégicas para a defesa e a segurança em escala nacional e
mundial.
TÓPICOS TEMÁTICOS
1- Política E Guerra
2- Estados e Guerra
3- Estado, Estratégia e Guerra
BIBLIOGRAFIA OBRIGATORIA
ARON, R. Paz e guerra entre as nações. Brasília: Editora Universidade
Nacional de Brasília, 1979.
BYERS, M. A lei da guerra: direito internacional e conflito armado. Rio
de Janeiro-São Paulo, editora Record, 2007.
BOBBIO, N. O problema da guerra e as vias da paz. São Paulo: Editora
Unesp, 2003.
2
DOMINGOS, M. O militar e a civilização. In: Tensões Mundiais, v. 1, n. 1,
p. 37-70, jul./dez. 2005.
ENGELS, F. Teoria da violência. In: José Paulo Neto (org.). Engels. São
Paulo: Editora Ática. Coleção Grandes Cientistas Sociais, v. 17, 1981.
HART, L. As grandes guerras da história. 6ª ed. São Paulo: IBRASA, 2005.
HUNTINGTON, S. P. O choque de civilizações e a recomposição da ordem
mundial. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 1997.
KAGAN, R. Do paraíso e do poder: os Estados Unidos e a Europa na nova
ordem. Rio de Janeiro: Editora Rocco, 2003.
KLAUSEWITZ, C. V. Da guerra. São Paulo: Livraria Martins Fontes
Editora, 1979.
LIDER, J. Da natureza da guerra. Rio de janeiro: Bibliex, 1987.
MAO, Tse-tung. Problemas estratégicos da guerra revolucionária. In: Eder
Sader (org.). Mao Tse Tung. São Paulo: Editora Ática, 1982.
MEAD, R. W. Poder, terror, paz e guerra: Os Estados Unidos e o mundo
contemporâneo sob ameaça. Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editores, 2006.
NASCIMENTO, Durbens Martins (org). Relações Internacional e Defesa na
Amazônia. Belém: NAEA/UFPA. 2007
VISACRO. Alessandro. Guerra Irregular: terrorismo, guerrilha e
movimentos de resistência ao longo da história. São Paulo: Ed. Contexto.
2009.
WALTZ, K. O homem, o estado e a guerra: uma análise teórica. São
Paulo, Editora Martins Fontes, 2004.
WALZER, M. Guerras justas e injustas: uma argumentação moral com
exemplos históricos. São Paulo: Editora Martins Fontes, 2003.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
CARVALHO, J. M. Forças Armadas e política no Brasil. Rio de Janeiro,
Editora Jorge Zahar, 2005.
CASTRO, C. (org.) Amazônia e defesa nacional. Rio de Janeiro: Editora
FGV, 2006.
CASTRO, C. Os Militares e a República: um estudo sobre cultura e ação
política. Rio d Janeiro: Editora Jorge Zahar, 1995.
3
CASTRO, C. O Espírito Militar: um antropólogo na caserna. Rio de
Janeiro: Editora Jorge Zahar, 1990.
CHOMSKY, N. O Império Americano: hegemonia ou sobrevivência. Rio
de Janeiro: Editora Campus, 2004.
DIBB, P. O planejamento da força de defesa na ausência de ameaças: um
modelo para as potências médias. Parcerias Estratégicas. Brasília, v. 1, n. 4,
1997.
ENGELS, F. Temas Militares. Lisboa: Editorial Estampa. Coleção Teoria, n.
32, 1976.
FUKUYAMA, F. O dilema americano: democracia, poder e o legado do
conservadorismo. Rio de janeiro, Editora Rocco, 2006.
GRIFFITHS, M. 50 grandes estrategistas das relações internacionais. São
Paulo, Editora Contexto, 2004.
HOBBES, T. De cive: elementos filosóficos a respeito do cidadão.
Petrópolis-RJ: Editora Vozes, 1993.
KEEGAN, J. Inteligência na guerra: conhecimento do inimigo, de
Napoleão à Al – Qaeda. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.
MACMILLAN, M. 1919, Paz em Paris: a Conferência de Paris e seu
mister de encerrar a grande guerra. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira,
2004.
MAGNOLI, D. (Org.) História da Guerra. São Paulo: Editora Contexto,
2006
MAQUIAVEL, N. Escritos políticos: a arte da guerra. São Paulo: Editora
Martin Claret, 2004.
MATHIAS, S. K. A Militarização da Burocracia: a participação militar na
administração federal das comunicações e da educação 1963-1990. São
Paulo: Editora Unesp, 2003.
O Relatório da CIA: Como será o mundo em 2020. Rio de Janeiro, Editora
Ediouro, 2006.
RODRIGUES, T. Além de insígnias e bandeiras: narcotráfico e as guerrasfluxo. Política e conflitos internacionais: interrogações sobre o presente.
MATHIS, M. & RODRIGUES, T. (Orgs.). Rio de Janeiro: Editora Revan
2004, p. 143-169.
ROBERT, A. A Batalha de Waterloo: A última jogada de Napoleão. Rio
de Janeiro: Editora Ediouro, 2005.
SANTOS, M. H. C. A nova missão das forças armadas latino-americanas
no mundo pós-Guerra Fria: o caso do Brasil. Revista Brasileira de Ciências
Sociais, Vol. 19, n. 54, p. 116-130, 2004.
4
SILVA, F. C. T. Enciclopédia de guerra e revoluções do século XX: as
grandes transformações do mundo contemporâneo. Rio de Janeiro: Editora
Elsevier, 2004.
TZU, Sun. A Arte da Guerra. Rio de Janeiro: Editora Record, 2005.
SUN-TZU II. A Arte da Guerra. 3ª ed. São Paulo-Rio de Janeiro: Editora
Record, 1997.
ZAVERUCHA, J. FHC, Forças Armadas e Polícia: entre o autoritarismo e
a democracia 1999-2002. Rio de Janeiro, Editora Record, 2005.