Animais de Circo

Сomentários

Transcrição

Animais de Circo
Animais de Circo
POR FAVOR, PERCA ALGUNS MINUTOS
DE SEU TEMPO POR AQUELES QUE
PERDEM A VIDA PARA ENTRETER VOCÊ!
ANIMAIS SELVAGENS SÓ SÃO
DOMINADOS PELA DOR!
OS ELEFANTES
•
•
•
•
•
Antes de chegarem no Circo, passam por meses de tortura. São amarrados
sentados, numa jaula onde não podem se mexer, para que o peso
comprima os órgãos internos e cause dor.
Levam surras diárias, ficam sobre seus próprios excrementos, até que seu
“espírito seja quebrado” e passem a obedecer.
Elefantes se comunicam, vivem em grupos com papéis sociais
definidos.São extremamente inteligentes. Ficam de luto por seus mortos
e são capazes de reconhecer um familiar, mesmo tendo sido separados
deles quando filhotes.
Sofrem de problemas nas patas por falta de exercício, pois na natureza
elefantes andam dezenas de quilômetros diariamente.
No Circo os elefantes permanecem acorrentados o tempo inteiro.
Mexer constantemente a cabeça é uma das características de neurose de
cativeiro.
"Como fazer para conseguir a atenção de um elefante de 5 toneladas? Surre-o. Eis como". Saul Kitchener, diretor do San Francisco Zoological Gardens
LEÕES, TIGRES E OUTROS FELINOS
•
•
•
•
De acordo com Henry Ringling North, em seu livro "The Circus Kings", os
grandes felinos são acorrentados a seus pedestais e as cordas são
enroladas em suas gargantas para que tenham a sensação de estarem
sendo sufocados.
São dominados pelo fogo e pelo chicote, golpeados com barras de ferro e
queimados na testa, pelo menos, uma vez na vida, para que não se
esqueçam da dor.
Muitos têm suas garras arrancadas e as presas extraídas ou serradas.
Passam, a maior parte de suas vidas, dentro de pequenas jaulas.
Alguns circos brasileiros, alimentam os felinos com
CÃES E GATOS ABANDONADOS.
JORNAL PRIMEIRAMÃO - SP 07/07/01
COMPRO GATOS E CACHORROS velhos.
Pagamos bem. Rua Miguel Mota, 125 (Celso
Borracheiro - Circo Di Nápoli)
OS URSOS
•
•
•
•
•
•
Têm o nariz quebrado durante o treinamento.
Sua patas são queimadas, para forçá-los a ficar sobre duas patas.
São obrigados a pisar em chapas de metal incandescente ao som de uma
determinada música. No picadeiro,então, os ursos ouvem a mesma música
usada durante “o treinamento” e começam a se movimentar, dando a
impressão de estar dançando.
Muitos têm as garras e presas arrancadas. Já foi constatado um urso com
1/3 de sua língua cortada.
Ursos cativos apresentam comportamento atípico, como andar de um lado
para o outro.
Alguns ursos se auto mutilam, batendo com a cabeça nas grades da jaula e
mordendo as próprias patas.
OS MACACOS
•
•
•
•
•
Apresentam o mesmo comportamento de crianças que sofrem abusos.
Até 98% do DNA dos chimpanzés é igual ao do humano.
Apanham para obedecer e obedecem apenas por medo.
Roer unhas e auto mutilação são comportamentos freqüentemente
encontrados em macacos cativos.
Os dentes são retirados para que os animais possam ser fotografados junto
às crianças.
OS CAVALOS
•
•
São açoitados e confinados sem direito a caminhadas.
Apanham para aprender.
TODOS OS ANIMAIS EM CIRCO
•
•
•
•
Estão sujeitos aos clássicos instrumentos de “treinamento”: choques
elétricos, chicotadas, privação de água e comida.
Ficam confinados sem as mínimas condições de higiene, sujeito à diversas
doenças.
Não têm férias nem assistência veterinária adequada.
São obrigados a suportar mudanças climáticas bruscas, viajar milhares de
quilômetros sem descanso etc.
OS ANIMAIS EM CIRCO “TRABALHAM” POR MEDO
ANIMAIS DESCARTADOS
Muitas vezes, os animais de circos que ficam velhos e doentes ou ainda os
filhotes vistos como excedentes, são vendidos para zoológicos e laboratórios,mas
há relatos de abandono destes animais em praças públicas, parques,galpões e
até mesmo em centros urbanos.
•
•
•
Em 21 de abril de 2000, foi publicado no Jornal O Globo o abandono,
por parte do Circo Vostok, de sete leões em condições precárias, em um
galpão na Lagoinha, em Nova Iguaçu.
Em Abril de 2000, foi publicado no Jornal O Diário Popular, o abandono,
por parte do Circo Bartholo, de quatro leões dentro de uma jaula, em um
terreno baldio da prefeitura, no bairro de Guaxinduva, zona rural de
Atibaia/SP.
Em 7 de janeiro de 2003, três leões foram abandonados pelo proprietário
do Circo da Romênia, Mário Stankovich, dentro de duas jaulas, em uma
praçade lazer, no bairro Parque Amizade, em Sumaré/SP. Em 25 de
Janeiro de 2003, um dos leões morreu, pois
estava muito debilitado, vítima da crueldade sofrida dentro do circo.
ANIMAIS DESCARTADOS
•
•
•
Em 6 de Maio de 2003 foi publicado no Jornal Zero Hora, o abandono de
duas leoas dentro de uma jaula, em uma propriedade de Eldorado do Sul.
As leoas eram do Circo de México.
Alguns circos contratam crianças e jovens de baixa renda para capturarem
cães e gatos das ruas, para darem como alimento aos leões.
Outros circos anunciam em jornais a compra de cães e gatos velhos para a
mesma finalidade. “Em 07 de julho de 2001, no JORNAL PRIMEIRA MÃO
havia um anúncio do Cico Di Nápoli, no qual se dizia o seguinte: COMPRO
GATOS E CACHORROS VELHOS. Pagamos bem. Rua Miguel Mota,
125(Celso Borracheiro - Circo Di Nápoli).”
FOTOS QUE REVELAM
Elefante - CIRCO DI NAPOLI
Madú, elefante fêmea - CIRCO DI NAPOLI
Elefante - CIRCO DI NAPOLI
Madú, tendo a língua puxada - CIRCO DI NAPOLI
Veja o instrumento pontudo usado para dominar o elefante - CIRCO GARCIA
Elefantes acorrentados - CIRCO GARCIA
Elefante acorrentado - CIRCO STANKOWICH
Circo Americano - Elefante sendo açoitado e picado com instrumento pontudo.
Reparem no ferimento na pata do elefante.
Elefantes se apresentando. Aprendem às
custas de muitas surras.
Elefante sendo morto, por policiais,
após ter fugido de um circo.
Elefantes do Circo Americano RINGLING BROTHERS, que responde por processos relativos a crueldade com animais.
Ursos no picadeiro.
Urso - CIRCO STANKOWICH
Ursos se apresentando. Reparem na focinheira.
Chimpanzé - CIRCO MOSCOW
Cães - CIRCO STANKOWICH
Macaco - CIRCO AMERICANO
Cão - CIRCO BETO CARRERO
Onde vive hipopótamo - CIRCO STANKOWICH
Dromedário - CIRCO STANKOWICH
Tigre - CIRCO AMERICANO
Autópsia dos leões do CIRCO VOSTOK, que mataram um
menino em Recife. Os animais estavam há dias sem comer.
Pombos e Coelho - CIRCO STANKOWICH
Leão abandonado por um circo
Ponei - CIRCO STANKOWICH
O Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos
resgatou duas leoas de Circo com as garras
e a língua cortadas.
Leoa sem as garras.
A Leoa Raja foi abandonada com outros 9 leões,
por um circo. Quando foi resgatada, pela Ila Franco,
presidente da Aliança Internacional do
Animal, estava num estado miserável (com lesão
cerebral ocasionada por pauladas de seu domador).
“O Circo ensina a criança a rir da dignidade perdida dos animais.
Nesse caso a humanização dos bichos reflete claramente a falta de
humanidade das pessoas, projetada em um macaco de vestido,
camuflada sobre o riso".
Olegário Schmitt
Os animais não humanos, são nobres e dignos de respeito. Falam uma
outra linguagem, por serem de "tribos" diferentes da nossa. Eles não
fazem guerra, não matam por ódio e não assaltam por ganância. Eles
apenas querem viver pacificamente, sem fome, sem cativeiro, sem
sofrimento e, principalmente, sem exploração dos animais humanos.
ALGUNS CIRCOS COM ANIMAIS
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
CIRCO DI NAPOLI
CIRCO BARTHOLO
CIRCO BETO CARREIRO
CIRCO BIM BOBO
CIRCO DE ROMA
CIRCO DA ROMÊNIA, DO MÁRIO STANKOVICH
CIRCO GARCIA
CIRCO MOSCOW
CIRCO STANKOWICH
CIRCO TRADIÇÃO
CIRCO VOSTOCK
WASHINGTON CIRCUS
NÃO VÁ A CIRCOS COM ANIMAIS
ALGUNS CIRCOS SEM ANIMAIS
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Cia Clawnesca Cara Melada: geocities.yahoo.com.br/ciacaramelada
Cia Pavanelli: www.ciapavanelli.com.br Circo da Alegria: www.circodaalegria.com.br Circo Dança Teatro Intrépida Trup: www.intrepidatrupe.hpg.ig.com.br Circo Girassol: www.circogirassol.com.br Circo Gran Bartholo
Circo Mínimo: www.circominimo.com.br Circo Navegador: www.circonavegador.com.br Circo Popular do Brasil
Circo Spacial: www.spacial.com.br Circo Teatro Musical Furunfunfum: www.furunfunfum.com.br Circo Trapézio: www.circotrapezio.hpg.ig.com.br Circo Vox: www.circovox.com.br Circodélico: www.circodelico.com
Cirque Ahbaui: www.cirqueahbaui.com
Companhia Teatral e Circence Trupe Sapeka: www.trupesapeka.cjb.net
Parlapatões, Patifes & Paspalhões: www.terravista.pt/ilhadomel/5115
Sply: www.sply.com
Up-Leon: www.upleon.com.br
CIDADES BRASILEIRAS QUE
PROIBIRAM ANIMAIS EM CIRCO
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Araraquara (SP)
Atibaia (SP)
Avaré (SP)
Batatais (SP)
Bebedouro (SP)
Blumenau (SC)
Campinas (SP)
Cotia (SP)
Florianópolis (SC)
Guarulhos (SP)
Itú (SP)
Jacareí (SP)
Jundiaí (SP)
Montenegro (RS)
Olinda (PE)
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Pernambuco (PE)
Porto Alegre (RS)
Recife (PE)
Rio de Janeiro* (RJ)
Rio Grande (RS)
Salto (SP)
Santa Maria (RS)
Santo André (SP)
Santos (SP)
São Leopoldo (RS)
São Paulo (SP)
São Vicente (SP)
Sorocaba (SP)
Ubatuba (SP)
* PROIBIDO EM TODO O ESTADO!!
COMO AJUDAR
•
•
•
•
•
•
NÃO vá a circos que usem animais em seus espetáculos;
Conscientize as pessoas a não irem a circo com essas características;
Imprima panfletos educacionais e distribua o máximo que
puder: www.pea.org.br/educativo/pdf/panfeltos_circos.pdf Denuncie, chame a polícia e faça um TC (cite o Art. 32 da Lei Federal de
Crimes Ambientais 9.605/98) onde há lei que proíba. Caso essa lei não
exista em seu município, pressione os políticos a promulgá-la. Recolha uma
lista de assinaturas em papel com nome, endereço e RG, e entregue-o à
Câmara dos Vereadores.
Fotografe e/ou filme os animais durante o treinamento, nos locais em que
ficam alojados, durante e após a apresentação - provas e documentos são
fundamentais para combater transgressões.
Para saber mais: www.pea.org.br FONTES DE PESQUISA PARA
ESTA APRESENTAÇÃO
Aila: www.aila.org.br
Animais de Circo: animaisdecirco.freeservers.com
Animals Voice: www.animalsvoice.com
Apasfa: www.apasfa.org
Circuses: www.circuses.com
Obs: Fotos dos Animais em Circo no Brasil e Jornal Primeira Mão cedidas por
Andréa Lambert.
Parte do material exibido nesta apresentação foi uma cortesia da
Aliança Internacional do Animal, criadora da campanha
“CIRCO LEGAL NÃO TEM ANIMAL”
POR AMOR REPASSE ESTA APRESENTAÇÃO
OS ANIMAIS EM CIRCO AGRADECEM

Documentos relacionados

O respeitável público não quer mais animais em circos

O respeitável público não quer mais animais em circos toneladas. Surre-o. Eis como.” (Saul Kitchener – diretor do San Francisco Zoological Gardens)

Leia mais