Clique aqui para fazer o do arquivo em PDF

Сomentários

Transcrição

Clique aqui para fazer o do arquivo em PDF
A N U Á R I O
ABIPLA
2006
ÍNDICE
Diretoria da ABIPLA / SIPLA
Presidente
Pedro Martins da Silva
Diretoria Executiva
Maria Eugênia Proença Saldanha
Endereço:
Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1903
11º Andar - Conjunto 111
Tel: (011) 3816-3405 / 3816-2762
Fax: (011) 3031-6578
CEP 01451-916 - São Paulo - SP
Anhembi
Este anuário é uma publicação da ABIPLA
– Associação Brasileira da Indústria de
Produtos de Limpeza e Afins, do SIPLA
– Sindicato Nacional das Indústrias de
Produtos de Limpeza e da Public Projetos
Editoriais, com circulação controlada e
dirigida aos empresários do setor.
PUBLIC PROJETOS EDITORIAIS
Diretor de Projetos Especiais
Gilberto Figueira
Diretora Financeira
Cleide Antunes
Comercial
Roseli Garcia
EDITORIAL
004
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
006
HISTÓRICO ABIPLA E SIPLA
022
PRIORIDADES DA ABIPLA E SIPLA
028
DIÁLOGO
036
ARTIGO DA ANVISA
038
PRODUTOS CLANDESTINOS
042
MEIO AMBIENTE
050
COMÉRCIO EXTERIOR
058
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
066
MERCADO MUNDIAL
086
MERCADO INSTITUCIONAL
088
RELAÇÃO DOS ASSOCIADOS ABIPLA/SIPLA
DOMÉSTICOS
096
INSTITUCIONAIS
098
MATÉRIAS-PRIMAS
099
RELAÇÃO DOS NÃO ASSOCIADOS
PRODUTOS FINAIS (DOMÉSTICO E INSTITUCIONAL)
100
MATÉRIAS-PRIMAS
116
FRAGRÂNCIAS
120
LABORATÓRIOS ANALÍTICOS
122
LABORATÓRIOS DE ENSAIO EM PROEFICIÊNCIA
123
Tradução Inglês
Carlos Eduardo Crivelli Alvarez
FICHAS TÉCNICAS DAS EMPRESAS DO SETOR
124
Tradução Espanhol
Luciana Cristina Oliveira Ribeiro
ÍNDICE DE ANUNCIANTES
Projeto Gráfico e Diagramação
Diagrama Estúdio
www.diagramaestudio.com.br
Jornalista Responsável
Cinira Boranga
Fotografia
Holanda Cavalcanti e Divulgação
Revisão
Luci Kasai
Av. Ministro Laudo Ferreira
de Camargo, 388 - CEP 05537-000
São Paulo - SP
Tel.: (11) 3501.9184 - 3507-0116
[email protected]
Impressão
Copypress
Tiragem: 3 mil exemplares
ABRALIMP 93
CRODA 53
ACNIELSEN 83
DALILA 126
ACUAPURA/CLORIN 49
ANHEMBI 2ª CAPA, 133
DOW 4ª CAPA, 129
ARCH 15
ECOLAB 57
BARUEL 25
ECOLYZER 49
BASF 81
FAV 105 9
BOMBRIL 11, 134
FREEDOM 27
CAPUANI 61, 138
GIRANDO SOL 75, 130
CLARIANT 33, 132
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
DETEM 55
COLGATE/PALMOLIVE 29
COPEBRAS 63
HIGIEX 91
INSERT 135
IPIRANGA 37
IPLASA CANDURA 21
JONHSON 41
MAKENI 19
OXITENO 65, 131
P&G 13, 127
RECKITT 31, 137
SIGNA 125
START 95
STEPAN 17, 136
TAKASAGO 85
UNILEVER 3ª CAPA, 128
3
EDITORIAL
A PROMISING MARKET
UM MERCADO PROMISSOR
No mesmo ano em que a ABIPLA (Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e
Afins) comemora 30 anos de existência, estamos lançando o primeiro Anuário exclusivo sobre o setor
de produtos de limpeza no Brasil. A iniciativa é um marco dentro do setor e tem por objetivo traçar
um panorama atual do nosso segmento, ao mesmo tempo em que busca o fortalecimento e uma maior
sinergia entre as empresas fabricantes de produtos de limpeza.
Bens de consumo presentes nos lares de todos os brasileiros e essenciais para a saúde, higiene,
bem-estar e qualidade de vida da população, os produtos de limpeza ainda têm um longo caminho a
trilhar e um grande mercado a conquistar no Brasil. O consumo per capita de detergentes em pó no
PEDRO MARTINS DA SILVA
PRESIDENTE
País, de 3,5 kg/ano, por exemplo, ainda está bem atrás de várias nações da Europa, que apresentam
consumo médio anual de até 14 kg por habitante.
Esses dados revelam o enorme potencial do mercado de produtos de limpeza no Brasil. Entretanto, dadas as peculiaridades do povo brasileiro e as necessidades específicas das diferentes camadas
sociais, conquistar esses consumidores será o grande desafio para as indústrias do setor daqui para
frente.
Os fabricantes de produtos de limpeza já são, reconhecidamente, um segmento dinâmico, que
investe continuamente em novas tecnologias e no lançamento de novos itens, buscando atender o
exigente consumidor brasileiro. Isso indica que, mais do que investimentos e dinamismo, o setor vai
precisar de criatividade para continuar crescendo.
Temos algumas questões que ainda precisam ser resolvidas para que o setor entre em velocidade
de cruzeiro, como o crescente e ameaçador mercado informal, a pesada carga tributária que incide
sobre as empresas e o aprimoramento da legislação sanitária. Resolvidas essas questões, o caminho estará aberto para que as indústrias instaladas no País mostrem sua veia criativa, levando aos brasileiros
o que há de melhor no mundo no ramo de produtos de limpeza e, conseqüentemente, impulsionando o
crescimento das empresas do setor.
Obviamente, pretendemos crescer com responsabilidade, como um setor que tem um papel a cumprir junto ao País, seja no campo econômico, com investimentos, geração de empregos e de receitas,
seja nas áreas de saúde e meio ambiente. Nesse contexto, é fundamental que, dentro das estratégias de
crescimento das empresas, as ações adotadas estejam sempre direcionadas a contribuir para o desenvolvimento sustentado do País.
Este primeiro Anuário que estamos lançando tem um pouco de tudo o que foi exposto acima. Não
temos dúvidas de que esta publicação será uma importante referência, funcionando como canal de
comunicação entre indústrias, fornecedores de matérias-primas e laboratórios.
Nas próximas páginas, poderemos acompanhar o histórico do setor e como ele vem se desenvolvendo ao longo dos anos, o que tem relação direta com a fundação da ABIPLA e do SIPLA (Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos de Limpeza) como entidades que surgiram com a missão de defender
os interesses do setor. A publicação traz ainda informações sobre o comportamento e as tendências de
mercado, servindo como fonte para a adoção de estratégias de negócios para os fabricantes. Os dados
de mercado divulgados no Anuário têm a credibilidade da ACNielsen, do Euromonitor e da Latin Pa-
At the same year ABIPLA (Brazilian Cleaning and Sanitation Products Industry
Association) commemorates its 30-year lifetime, we are releasing the very first exclusive yearbook about the cleaning products sector in Brazil. The initiative is a landmark in the sector whose objective is to delineate a real panorama of our segment at
the same time we seek for the fortification in connection with a bigger synergy between
the manufacturing cleaning product companies.
As consumer goods, present in all Brazilian homes, cleaning products are essential for health, hygiene, well-being and life quality of the population. It is proper to say
that cleaning products still have a long way to roam besides a great market to achieve
in Brazil. The per capita consumption of powder detergents in the country, from 3.5
kg/year, for instance, is still lagged behind various nations in Europe, which present a
yearly average consumption as much as 14 kg per inhabitant.
Those data reveal the enormous potential existing in the cleaning products market
in Brazil. However, considering the Brazilian people’s peculiarities and the specific
needs of different social classes, to achieve these consumers will be a great challenge
for the sector industries from now on.
Cleaning products manufacturers are already recognized as a dynamic segment
with continual investments in new technology and the release of new items. Moreover,
the segment aims the fulfillment of the increasingly demanding Brazilian consumers.
This factor shows that, more than investments and dynamism, the sector will need
creativity to continue growing.
We have some issues that still require solutions so that the sector may enter in
cruise speed, such as the growing and threatening informal market, the heavy tax
burden falling on companies as well as the improvement of the sanitation legislation. Solved such issues, the way will be open so that the industries installed in the
country may show their creative vein, bringing to Brazilian people what the world’s
best as for cleaning products segment and consequently stimulate the growth of the
sector companies.
Obviously, we do intend to grow with responsibility as a sector that has a role to
play in connection with the country, be in the economy field through investments, employment generation and incomes, be in the health and enviroment. In that context, it
is fundamental that, considering companies’ growth strategies, the adopted actions be
always towards the contribution for the sustained development in the country.
This first Yearbook we are about to release has a little of everything that was mentioned above. We have no doubts that this publication will be an important reference
and will work as a communication channel among industries, raw material suppliers
and laboratories.
In the coming pages, we will be able to follow the sector history and how it has
been developed along the years, which has a straight connection with ABIPLA and
SIPLA(National Cleaning and Sanitation Procter Industry Syndicate) foundation as
entities that arose with the mission of defending the sector interests. The publication
still brings information about market behavior and trends, serving as a source for the
adoption of business strategies for the manufacturers. The market data released in the
Yearbook have the credibility of ACNielsen, Euromonitor as well as Latin Panel, three
of the world’s biggest companies in research of consumption area.
We have no doubts that the publication of this first Yearbook is of extreme
worth for our sector. Chances are the publication not only has a symbolic or commemorative character of ABIPLA’s 30–year history, but it represents above all,
an important source of research and inspiration as to cleaning product companies
take decisions.
nel, três das maiores empresas do mundo na área de pesquisas sobre consumo.
PEDRO MARTINS DA SILVA
PRESIDENT
Não temos dúvidas de que a publicação desse primeiro Anuário é de extrema valia para o nosso
setor. Certamente, a publicação não tem apenas um caráter simbólico ou comemorativo dos 30 anos de
história da ABIPLA, mas representa, sobretudo, uma importante fonte de pesquisa e inspiração para
En el mismo año en que ABIPLA(Associación Brasileña de las Industrias de
Productos de Limpieza y Afines) conmemora 30 años de existencia, estamos lanzando
el primer Anuario exclusivo sobre el sector de productos de limpieza en Brasil. La
iniciativa es un marco dentro del sector y su objetivo es trazar un panorama actual
de nuestro segmento, al mismo tiempo en que busca el fortalecimiento y una mayor
sinergia entre las empresas fabricantes de productos de limpieza.
Bienes de consumo presentes en los hogares de todos los brasileños y esenciales
para la salud, higiene, bienestar y calidad de vida de la población, los productos de
limpieza aún tienen un largo camino a seguir y un grande mercado a conquistar en
Brasil. El consumo per capita de detergentes en polvo en el País, de 3,5 kg/año, por
ejemplo, aún está muy atrás de varias naciones de Europa, que presentan consumo
medio anual de hasta 14 kg por habitante.
Esos datos revelan el enorme potencial del mercado de productos de limpieza en
Brasil. Mientras tanto, dada las peculiaridades del pueblo brasileño y las necesidades
específicas de las diferentes clases sociales, conquistar esos consumidores será el
gran desafío para las industrias del sector de aquí para adelante.
Los fabricantes de productos de limpieza ya son, reconocidamente, un segmento
dinámico, que invierte continuamente en nuevas tecnologías y en el lanzamiento de
nuevos ítems, buscando atender al cada vez más exigente consumidor brasileño. Eso
indica que, más de que inversiones y dinamismo, el sector necesitará de creatividad
para continuar creciendo.
Tenemos algunas cuestiones que aún necesitan de resolución para que el sector
entre en velocidad de crucero, como el creciente y amenazador mercado informal, la
pesada carga tributaria que incide sobre las empresas y la mejoría en la legislación
sanitaria. Resueltas esas cuestiones, el camino estará abierto para que las industrias
instaladas en el País muestren su creatividad, llevando a los brasileños lo que hay de
mejor en el mundo en el ramo de productos de limpieza y, consecuentemente, impulsando el crecimiento de las empresas del sector.
Obviamente, pretendemos crecer con responsabilidad, como un sector que tiene un
papel a cumplir en el País, sea en el campo económico, con inversiones, generación de
empleos y de caudales, sea en el áreas de salud y medio ambiente. En ese contexto, es
fundamental que, dentro de las estrategias de crecimiento de las empresas, las acciones
adoptadas estén siempre encaminadas a contribuir para el desarrollo sostenido del País.
Este primer Anuario que estamos lanzando tiene un poco de todo lo que se expuso
arriba. No tenemos dudas de que esta publicación será una importante referencia, funcionando como canal de comunicación entre industrias, suministradores de materias
primas y laboratorios.
En las próximas páginas, podremos acompañar el histórico del sector y como ele
está desarrollándose al largo de los años, lo que tiene relación directa con la fundación
de ABIPLA y de SIPLA(Sindicato Nacional de las Industrias de Productos de Limpieza) como entidades que surgieron con la misión de defender los intereses del sector.
La publicación trae aún informaciones sobre el comportamiento y las tendencias de
mercado, sirviendo como fuente para la adopción de estrategias de negocios para los
fabricantes. Los datos de mercado divulgados en el Anuario tienen la credibilidad de
ACNielsen, de Euromonitor y de Latin Panel, tres de las mayores empresas del mundo
en el área de encuestas sobre consumo.
No tenemos dudas de que la publicación de ese primer Anuario es de extrema
valía para nuestro sector. Ciertamente, la publicación no tiene solamente un carácter
simbólico o conmemorativo de los 30 años de historia de ABIPLA, pero representa,
sobretodo, una importante fuente de pesquisa y inspiración para decisiones de la industria de productos de limpieza.
PEDRO MARTINS DA SILVA
PRESIDENTE
tomada de decisões da indústria de produtos de limpeza.
4
UN MERCADO PROMISOR
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
5
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
Cada vez mais as pessoas procuram viver em ambientes limpos e perfumados. Isto porque a limpeza da casa oferece a sensação de prazer e bem-estar. A limpeza doméstica é praticada
desde os tempos mais remotos, quando o ser humano sentiu a
necessidade de se proteger das intempéries da natureza e passou a conviver em áreas protegidas e comunitárias. Há registros
muito antigos do uso de plantas e barro (argilas), que promoviam
a limpeza do corpo, e artefatos que lembram vassouras para a
limpeza de ambientes.
O primeiro material semelhante ao sabão de que se tem notícia foi encontrado em cilindros de barro durante escavações
na Babilônia, o que indica que o sabão já era conhecido no ano
2800 a.C , fabricado com gorduras que eram fervidas com cinzas. Os antigos egípcios se banhavam regularmente e usavam
uma combinação de óleos vegetais e animais com sais alcalinos
para formar um material semelhante ao sabão.
PRESENÇA NO COTIDIANO
Os gregos tomavam banho por razões estéticas, mas não usa-
DA POPULAÇÃO
vam sabão. Limpavam-se com argila, areia, pedra pomes e cinzas e, em seguida, se ungiam de óleo e retiravam a sujeira com
um instrumento metálico conhecido como strigil. Eles também já
percebiam a necessidade de asseio nas vestimentas e lavavam as
roupas nos córregos, sem uso de sabão.
Uma mistura de gordura animal derretida, ou sebo, com cinzas da madeira e óleo da argila, que passou a ser chamada de sabão, agradou as mulheres romanas que viviam na região chamada
Monte Sapo por exigir menos esforço na lavagem da roupa. Os
famosos banhos romanos – o primeiro foi construído em 312 a.C.
– se popularizaram rapidamente e o sabão era utilizado tanto para
fins de asseio como de medicação. As condições de vida insalubre da população, que contribuíram para a explosão das grandes
epidemias na Idade Média, especialmente a peste bubônica ocorrida no século XIV, eram o cenário ideal para o surgimento de
produtos voltados para a higiene e saúde das pessoas.
6
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
7
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
DO SABÃO AO DETERGENTE
A primeira descoberta para a fabricação do sabão
propriamente dito ocorreu por volta de 1740 e passou
por diversos estágios – desde o processo para a fabricação de carbonato de sódio a partir do sal comum até
a descoberta da química natural e da relação das gorduras, glicerina e ácidos gordurosos – que estabeleceram a
base para a fabricação de gordura e química do sabão.
A invenção do processo da amônia, em meados de
... a produção
em escala
industrial do
sabão foi iniciada
no século XVIII
1800, que usava placas de sal comum ou cloreto de
sódio na produção do carbonato de sódio, reduziu
o custo de obtenção do alcalino e aumentou a qualidade e a quantidade de carbono de sódio disponível
para uso no sabão.
Na Europa, a produção em escala industrial
do sabão foi iniciada no século XVIII. Os fabricantes mantinham a formulação do produto
guardada a sete chaves. Sabe-se, no entanto,
que os óleos vegetais e os de origem animal eram
usados com cinzas de plantas misturadas às fragrâncias. Gradualmente novas variedades de sabão tornaram-se disponíveis tanto para a lavagem
de roupas – principal aplicação nos dias de hoje
– como para ser usado no banho, para lavar os
cabelos ou fazer a barba.
A indústria cresceu rapidamente e, em meados do século XIX, o sabão transformou-se de
item de luxo para necessidade diária. Com o uso
difundido, apareceram formulações mais suaves
para banho e até os específicos para máquinas
de lavar, já acessíveis aos consumidores no
ínicio do século XX. A química para a fabricação de sabões se manteve inalterada até o
início da Primeira Guerra Mundial, quando a
gordura para sabão ficou escassa. Na ocasião,
foi desenvolvido na Alemanha o primeiro detergente
sintético que oferecia a vantagem de não formar a
substância insolúvel denominada coalho do sabão.
A produção dos detergentes de uso doméstico nos
Estados Unidos começou no início da década de 30 e
8
Colgate
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
ganhou mercado após a Segunda Guerra Mundial. Os primeiros detergentes foram usados, sobretudo,
na lavagem manual de louças e produtos finos. O avanço no desenvolvimento de produtos de uso
múltiplo ocorreu em 1946, com o surgimento do primeiro detergente com “builder”, substância que
facilita o processo de limpeza promovida pelo tensoativo na remoção da sujeira.
Em 1953, os sabões perderam mercado nos Estados Unidos para os detergentes que eram até
então o principal produto de limpeza para a lavagem da roupa, de louça e limpeza doméstica. Isoladamente ou em combinação, os detergentes com o sabão eram encontrados em barra ou na forma líquida. A partir daí, passaram por inovações constantes para atender às exigências dos consumidores
e oferecer segurança e eficiência sem agredir o meio ambiente.
PRODUTOS A SERVIÇO DO CONSUMIDOR
Principais consumidoras de materiais de limpeza, as mulheres – cada vez mais dedicadas
ao trabalho fora do lar –, passaram a exigir produtos de aplicação simples e eficiência comprovada para os mais diversos fins. Os fabricantes, conscientes dessa necessidade, rechearam
as prateleiras dos supermercados com uma gama de novos produtos, desde removedores de
mancha na pré-lavagem; detergentes em pó com enzimas para lavagem de roupas; enzimas na
fase pré-molho; amaciante de tecidos adicionado ao ciclo de lavagem de roupa de cama;
produtos multifuncionais (detergente com desinfetante, entre outros); líquidos para lavadoras automáticas de louça; sabão em pó concentrado para a lavagem de roupa; sabão em
pó ultra (super concentrado) e detergentes líquidos; ultra-amaciantes de tecidos; géis
para lavadoras de louça automáticas; e refis de produtos de limpeza e de lavagem
de roupa, entre outros.
...o detergente líquido para
lavagem de louças foi lançado em
1959...
A evolução dos produtos de limpeza no Brasil se deu de forma idêntica à no mundo.
O sabão em barra – constituído de sebo animal e gordura vegetal – foi usado na remoção da
sujeira de roupas e ambientes – e até na higiene pessoal. A primeira evolução do produto se deu
por volta de 1940, quando apareceu o sabão em flocos com adição de coco, indicado para aplicação
em roupas finas. Na década seguinte foi lançada a versão em pó do sabão.
O encarecimento do sebo animal e da gordura vegetal fez surgir o alquilbenzeno ramificado
(LAB), derivado do petróleo que substituiu a gordura como agente de limpeza. Em 1957, foi então
lançado o primeiro detergente em pó e, dois anos depois, o detergente líquido para lavagem de louças
– a lã de aço já era usada desde 1948. Durante quase uma década, o sabão e o detergente disputaram a preferência do consumidor, mas, na seqüência, o detergente passou a dominar o mercado nas
regiões mais desenvolvidas. Embora nessa época já houvesse máquinas de lavar roupa, elas ficavam
entre as últimas prioridades das donas-de-casa. A tradição de lavar roupa esfregando as peças no
tanque e com sabão de pedra era, e ainda é, muito difundida no Brasil, onde são comercializadas em
torno de 300.000 toneladas por ano de sabão em pedra.
10
BomBril
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
As mulheres
brasileiras
manifestam
cuidado especial
com a lavagem e
o tratamento das
roupas
Com uso diversificado na limpeza do lar, surgiu, em 1961, o saponáceo em pedra – hoje disponível nas versões pó, líquida e gel – e, em
1983, a palha de aço ou lã de aço passou a ter aço carbono (produto
abrasivo) em sua composição. Podem ser usados na limpeza de louças,
talheres, vidros, panelas e objetos de alumínio, com ou sem auxílio de
um detergente ou sabão.
CUIDADO COM AS ROUPAS
As mulheres brasileiras manifestam cuidado especial com a lavagem
e o tratamento das roupas. Os produtos desse segmento de limpeza representam mais de 40% do mercado brasileiro de produtos de limpeza,
embora o consumo per capita de US$ 9 seja considerado baixo se comparado com México (US$ 15) e Chile (US$ 12).
A preferência pelos produtos que proporcionam maciez, fragrância
e preservação da cor e das fibras dos tecidos foi percebida pelos fornecedores de matérias-primas e fabricantes que investiram em novos produtos. O primeiro amaciante do mercado brasileiro foi lançado em 1974.
Adicionado à água de enxágüe, além de perfumar, reduzia a estática do
tecido, tornando-o mais macio. Já era utilizado com sucesso nos Estados
Unidos e na Europa, onde o pouco sol e os espaços reduzidos obrigavam
as donas-de-casa a usar secadoras de roupas. No Brasil, imaginava-se
que o amaciante não teria tanto sucesso, pois, com o clima tropical, não
falta sol, o espaço é abundante e o vento suficiente para secar as roupas
ao ar livre. Com base nessa suposição, a campanha de lançamento do
produto direcionou seu uso para toalhas de banho e rosto, por passar
sensação de frescor e maciez. Deu certo. O produto foi muito bem aceito
e conquistou um bom mercado, tanto na venda individual como associado aos detergentes que permitem lavar, perfumar e amaciar roupas com
um único produto.
Com o aumento da demanda, os fabricantes de matérias-primas e de
materiais específicos para cuidados com a roupa investiram no desenvolvimento de produtos que atendem às necessidades de consumidores
mais exigentes. A formulação foi aprimorada e a apresentação diversificada com as versões pó, líquido e gel. A ação mais significativa nos
últimos tempos foi a segmentação. Com mais de 15 agentes químicos na
formulação, há detergentes para todos os gostos e necessidades: os que
oferecem limpeza sem esfregar; os específicos para roupas escuras, para
as coloridas ou para as finas, delicadas e as de bebês; os que garantem
brancura total e até os que asseguram deixar as roupas menos amassadas
e mais fáceis de passar. A mais recente novidade na formulação dos detergentes é a enzima, catalisador que age mais diretamente em sujeiras
específicas, como gorduras, manchas de alimentos e bebidas.
12
Procter
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
BRANQUEADOR OU ALVEJANTE
O processo de branqueamento de roupas era conhecido no mundo antigo pelos gregos, romanos, egípcios e
fenícios. Antes do desenvolvimento dos alvejantes modernos, os tecidos eram branqueados por processo de
repetidas fervuras e mergulhos em substâncias ácidas
ou alcalinas incluindo lixívia, urina, cinza de pérola, ácido
Muitos
desinfetantes
estão em uso há
mais de 150 anos
e sobrevivem ao
teste do tempo
sulfúrico e manteiga de leite. Roupas de linho eram geralmente branqueadas com os raios do sol.
O hipoclorito de sódio, princípio ativo do alvejante caseiro, foi descoberto pelo químico francês Claude Louis Bhertollet,
em 1785. Seu alvejante era formado por uma solução de cloro-potassa cáustica e, por volta de
1789, sua fábrica foi vendida como “eau de Javelle”. No século XIX, Louis Pasteur reconheceu sua ação desinfetante.
No Brasil, muitos consumidores não sabem
distinguir o que é água sanitária e o que é alvejante. A fórmula é similar, com a diferença da fragrância
COMBATE AOS GERMES
adicionada aos alvejantes. As águas sanitárias (água e cloro) fa-
A aplicação de produtos com ação antimicrobiana ou desinfetantes era pra-
zem parte do cotidiano do brasileiro desde o final da década de 30, quando
ticada por egípcios, persas e chineses para o tratamento da água potável e para a
surgiu a primeira fábrica brasileira, rapidamente copiada por outros fabrican-
assepsia de ferimentos. Pesticidas também eram conhecidos e usados contra pio-
tes. São usadas como branqueadores de tecidos e desinfetantes, colocadas
lhos, pulgas e vespas, além da proteção de pragas nas plantações. No século XIX,
em poços e caixas d’água. No início de 1990, a campanha contra a cólera no
epidemias freqüentes levaram ao desenvolvimento de técnicas baseadas no poder
País deixou marcada na mente dos brasileiros uma orientação: duas gotinhas
da desinfecção com altas temperaturas. Em 1855, ficou provado que a cólera era
de água sanitária em um litro de água são suficientes para eliminar o risco da
transmitida pela água contaminada e a febre tifóide era causada por um agente do
doença.
esgoto presente na água e no leite.
A primeira legislação referente à fabricação de água sanitária foi publicada
A técnica da pasteurização desenvolvida em 1857 controlou os microorganis-
no Brasil em 1978 e estabelecia em 2% o teor mínimo de cloro ativo presente
mos que azedavam o leite e foi constatado que a febre purpúrea podia ser preve-
na formulação do produto. Em 1994, o teor mínimo foi mantido e estabelecido
nida com hábitos de higiene.
um máximo de 2,5% no prazo de seis meses de fabricação.
Muitos desinfetantes estão em uso há mais de 150 anos e sobrevivem ao teste
Os alvejantes sem cloro que apareceram há pouco mais de 10 anos pro-
do tempo. Substâncias químicas como piche, vinho, cobre e prata foram ampla-
metem não desbotar nem manchar roupas coloridas. Em seu rastro, vieram os
mente utilizados para essa finalidade. O mercúrio é conhecido desde o século XIV.
produtos com conceito de performance e segurança, incluindo a troca do cloro
O carvão mineral e o carvão vegetal assim como o alcatrão foram os primeiros
por peróxido de hidrogênio, a versão em pó contendo percabonato de sódio e
desinfetantes usados na indústria de destilação. O cloro é aplicado no tratamento
uma versão para a remoção de manchas de gordura das roupas.
da água desde 1843 e ainda hoje está em uso. Sulfato de cobre, cloreto de zinco,
Algumas empresas continuam investindo no desenvolvimento de no-
permanganato de sódio, sulfúricos e álcoois foram introduzidos por volta de 1800.
vas fórmulas para alvejantes. Outras, no entanto, concentram seus es-
As melhores técnicas disponíveis foram usadas por cientistas para estu-
forços em produtos que reduzem seu uso ou necessidade, como é o caso
dar, estimular o crescimento e isolar microorganismos, o que fez surgir amplo
dos fabricantes de detergentes em pó com formulações que prome-
arsenal de antimicrobianos para resolver problemas específicos. Hoje, para o
tem o resultado de limpeza desejado com o uso de um único produto.
desenvolvimento de biocidas mais eficientes e a ampliação de sua aplicação,
14
AcNielsen
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
são feitos vários estudos que avaliam a eficácia das substâncias e o grau de toxicidade que
representam para os seres humanos e para o meio ambiente.
A creolina, vendida em latas no início do século XX, era usada no Brasil como desinfetante
com ação antibacteriana, da mesma forma que era aplicada a água sanitária. Em 1970, surgiu o
desinfetante a base de pinho, para uso no banheiro, que agradou os consumidores – em especial
com a introdução de fragrâncias variadas como lavanda, eucalipto e mentol. Todos têm a função de
matar microorganismos. A evolução dos desinfetantes e dos aromatizadores se deu com a versão em
aerossol, que oferece mais facilidade de uso.
O carvão mineral e o carvão vegetal assim como o
alcatrão foram os primeiros desinfetantes usados na
indústria de destilação
INSETICIDAS DOMÉSTICOS
Calor e umidade oferecem a condição ideal para proliferação de insetos como o aedes aegypti,
mosquito transmissor da dengue. Em São Paulo, quem reside próximo aos rios Tietê e Pinheiros
sentiu no verão de 2006 a infestação do mosquito culex, que invadiu as casas. Entre os insetos
mais conhecidos da população estão as baratas. Pequenas ou grandes, elas preferem locais quentes,
úmidos e escuros.
As autoridades sanitárias são unânimes em reconhecer que a prevenção é o melhor caminho
para combater os insetos. Nesse segmento, existem várias opções: repelentes elétricos, líquidos,
espiral, aerossóis e armadilhas. E, nesse sentido, concorrem os inseticidas de uso doméstico, que
complementam a ação dos demais produtos de limpeza.
CHEIRO DE LIMPEZA
Antes de 2000, o mercado brasileiro dispunha basicamente de desinfetantes e produtos “multiusos”. Por influência de outros países, os fabricantes começaram a oferecer produtos com fragrâncias. A tendência vem se consolidando nos últimos anos.
16
Stepan
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
PRODUCTS FOR CONSUMERS
At the same time that women, the chief consumers
of cleaning products, started to do outdoor professional
activities, they became more demanding as to more efficient and easy-to-apply products. Thus, manufacturers started to offer an assorted range of products with
specific or combined cleaning agent besides the multifunctional ones. In 1957, the first powder detergent was
introduced and, two years later, the liquid detergent for
dishwashing. Steel wool had been in use since 1948 in
a diversified way for household cleaning, whereas the
detergent with oxygen bleach was introduced in 1961,
and today, it is also available in liquid and gel versions. In 1983, the steel wool or the steel wool
sponge had carbon steel (abrasive product)
in its mixture, which is still chiefly
used in dishwashing, cutlery, glasses, pans and other kitchen utensils
washing, with or without the help
of any detergent or soap.
PRODUCTOS A SERVICIO DEL
CONSUMIDOR
A la medida que las mujeres, principales consumidoras de productos de limpieza, empezaron a ejercer
actividades profesionales fuera de casa, pasaron a exigir
productos más eficientes y fáciles de usar. Con eso, los
fabricantes pasaron a ofrecer gama variada de productos
con acción específica o combinada y los multifuncionales. En 1957 se lanzó el primer detergente en polvo y,
dos años después, el detergente líquido para lavado de
vajillas. Ya se usaba la lana de acero desde 1948. Con
uso diversificado en la limpieza del hogar, el saponáceo
de barra surgió en 1961 y hoy está disponible también
en las versiones líquida y gel. En 1983, la esponja de acero o la lana de acero pasaron a tener
acero carbono (producto abrasivo) en su
composición y se usa en la limpieza de
lozas, cubiertos, vidrios, ollas y objetos de aluminio, con o sin auxilio de
un detergente o jabón.
19
PRESENCE IN THE POPULATION’S
EVERYDAY
The very first soap-like material was found in clay cylinders which dates
back the excavations of the ancient Babylon was known in early 2800 b.C. It
was made of fat boiled with ashes: a mixture of melted animal fat or tallow with
wood ashes and clay oil. This substance was named soap. It was used for cleanliness, as medication as well as for washing in 312 b.C. As early as 1740, it was
established the base for the chemical fat of the soap and, later on, the process of
ammonia reduced the cost of the product. The industrial mass production of soap
started in Europe in century XVIII through the use of vegetable and animal oil
with ashes of plants along with fragrances. In the middle of century XIX, soap
became a luxury item and gradually more varieties of milder soap became available for washing clothes and other specific ones for various uses. The chemistry
of the soap became unaltered until the First World War when fat brought scarcity and the first synthetic detergent was developed in Germany. In the United
States, the production of household detergent started in the 1930s and gained
market after the Second World War, considering that in the middle 1950s, it
turned into the main product for laundering as well as household cleanliness.
Thenceforth, detergents have gained constant innovations in order to meet consumers’ requirements.
18
PRESENCIA EN EL COTIDIANO DE
LA POBLACIÓN
El primer material semejante al jabón de lo cual se tiene noticia se ha encontrado en cilindros de barro durante excavaciones en Babilonia, lo que indica que
el producto ya se conocía en el año 2800 bC, fabricado con gorduras hervidas con
cenizas. Una mezcla de gordura animal derretida, o sebo, con cenizas de la madera
y aceite de la arcilla, a que se llamó de jabón, se usaba para aseo personal, lavado
de ropa y como medicamento en 312 bC. Cerca de 1740, se estableció la base para
la gordura química del jabón y, años después, el proceso del amonio redujo el costo
del producto. La producción del jabón en escala industrial tuvo inicio en Europa
en el siglo XVIII, con el uso de aceites vegetales y de origen animal con cenizas
de plantas mezcladas a las fragancias. A mediados del siglo XIX, el jabón se volvió
ítem de lujo y aparecieron formulaciones más suaves para baño y otras específicas
para usos diversos. La química del jabón quedó inalterada hasta la Primera Guerra
Mundial, cuando la gordura se volvió escasa y se desarrolló en Alemania el primer
detergente sintético. En los Estados Unidos, la producción de detergente de uso
doméstico empezó en la década de 1930 y ganó mercado después de la Segunda
Guerra Mundial, siendo que en la década de 1950 era el principal producto para
lavado de ropa y limpieza doméstica. A partir de entonces, los detergentes ganan
innovaciones constantes para atender a las exigencias de los consumidores.
HISTÓRICO DOS PRODUTOS DE LIMPEZA
CARE WITH CLOTHES
HOUSEHOLD INSECTICIDES
Women do demonstrate a special care as to cloth washing and handling. The
products of this cleaning segment represent over 40% of the Brazilian market for
cleaning products although the per capita consumption of US$ 9 is considered low
if compared to Mexico (US$15) and Chile (US$ 12). The first fabric softener was
introduced in the country in 1974. Added to the rinse water, besides aromatizing, it
reduced fabric static causing more softness. It was widely accepted besides reaching
a great market both in individual sales and as in association with detergents which
allowed washing, aromatizing, and softening clothes through the use of a unique
product. With the gradual increase of demand, manufacturers of products aimed to
cloth care improved and diversified the formulation of the products and started a
segmentation process with the aim of fulfilling consumers’ specific needs.
Insects like aedes aegypt, transmitter of dengue and the mosquito cutex, which
bothered the inhabitants of São Paulo City last summer are fond of heat and humidity.
Sanitation Department authorities have agreed unanimously to recognize that prevention is the best way to combat them. In this segment, there are various options: electrical, liquid, spiral repellents, aerosols and traps. In that sense, compete household
insecticides which complement the action of overmuch cleaning products.
CLEANING SMELL
Before 2000, the Brazilian market disposed basically of disinfectants and
multiuse products. Through the influence of other countries, Brazilian manufacturers started to offer cleaning products with fragrance. It has been a growing
trend in recent years.
WHITENER OR BLEACHER
The process of bleaching clothes was known in ancient world. Before the development of modern bleachers, fabrics were bleached through the process of several boilings and dips in acid or alkali substances including leach, urine, pearl
ashes, sulphuric acid and milk butter. Sodium Hypocloride, the active principle
of homemade bleaching, was discovered in 1785 which was formed with a solution of caustic potash chlorine. In century XIX, Louis Pasteur recognized its disinfecting action. Bleaching and chlorinated water have formula which is similar to
the difference of fragrance added to the bleaching. Chlorinated waters (water and
chlorine) have been part of the Brazilian everyday since the end of the 1930s in
the twentieth century with the emerging of the first Brazilian factory. Besides being
used as a bleacher, chlorinated water is also used as a disinfecting product. Non
chlorine bleachers have been in the market no longer than 10 years and keep the
promise of neither discoloring nor staining colorful clothes. In their trace, came out
the products labeled with the concept of performance and safety as the change of
chlorine for hydrogen peroxide, which may be found in powder containing sodium
percabonate besides a version for fat stain removal of clothes.
GERMS COMBAT
The application of products with ant microorganism action or disinfectants
were firstly executed by Egyptians, Persians and Chinese as to treating potable
water as well as to wound asepsis. Pesticides were also known and used against
louse, fleas and wasp, besides protecting against weeds in plantations. In century
XIX, frequent epidemics brought about the development of techniques based on the
power of disinfection in high temperatures. Chemical substances as pitch, wine,
copper and silver were widely used for this aim. Mercury is known since
century XV. Mineral and vegetal charcoal as well as tar were the first
disinfectants used in distilling industry. Chlorine has been applied in
water treatment since 1843. Copper sulfate, zinc chlorate, sodium
permanganate, sulphuric acids and alcohols were introduced
as early as 1800s. Today there is a wide arsenal of antimicro-organisms to solve specific issues, as the case
of biocides. The evolution of disinfectants and aromatizers was only possible with the aerosol version
which offers an easier use.
20
CUIDADO CON LAS ROPAS
Las mujeres manifiestan cuidado especial con el lavado y el tratamiento de
las ropas. Los productos de ese segmento de limpieza representan más de 40% del
mercado brasileño de productos de limpieza aunque se considere bajo el consumo
per capita de US$ 9 se comparado con México (US$ 15) y Chile (US$ 12). El primer
suavizante de ropas se lanzó en el País en 1974. Adicionado al agua de enjuague,
además de perfumar, reducía la estática de los tejidos, volviéndolos más blandos.
Se aceptó muy bien y conquistó buen mercado tanto en la venta individual como
asociado a los detergentes que permiten lavar, perfumar y suavizar ropas con un
único producto. Con el aumento de la demanda, los fabricantes de productos para
cuidados con la ropa mejoraron y diversificaron la formulación de los productos y
partieron para la segmentación que atiende a las necesidades específicas de los
consumidores.
INSECTICIDAS DOMÉSTICOS
A los Insectos como el aedes aegypti, transmisor de la dengue y el mosquito culex,
que atormentó la vida de los paulistanos en el último verano, les gustan el calor y la humedad. Las autoridades sanitarias son unánimes en reconocer que la prevención es el mejor
camino para combatirlos. En ese segmento, existen varias opciones: repelentes eléctricos,
líquidos, espiral, aerosoles y armadijos. Y en ese sentido, concurren los insecticidas de
uso doméstico que complementan la acción de los demás productos de limpieza.
OLOR DE LIMPIEZA
Antes de 2000, el mercado brasileño disponía básicamente de desinfectantes y productos “multiusos”. Por influencia de otros países, los fabricantes empezaron a ofrecer
limpiadores con fragancias. La tendencia está consolidándose en los últimos años.
21
BLANQUEADOR
El proceso de blanqueamiento de ropas era conocido en el mundo antiguo.
Antes del desarrollo de los blanqueadores modernos, los tejidos eran blanqueados
por proceso de repetidos hervores e inmersiones en sustancias ácidas o alcalinas
incluyendo lejía, orina, ceniza de perla, ácido sulfúrico y manteca de leche. El
hipoclorito de sodio, principio activo del blanqueador casero, se descubrió en 1785
y se componía de una solución de cloro-potasa cáustica. En el siglo XIX, Louis
Pasteur reconoció su acción desinfectante. Blanqueadores y lavandinas tienen fórmula similar, con la diferencia de la fragancia adicionada a los blanqueadores. Las
lavandinas (agua y cloro) hacen parte del cotidiano del brasileño desde el final de
la década de 30 del siglo XX, cuando surgió la primera fábrica brasileña. Además
de blanqueadora de tejidos se usa como desinfectante. Los blanqueadores sin cloro
aparecieron hace poco más de 10 años y prometen no desteñir ni manchar ropas
coloridas. En su huella, vinieron los productos con concepto de performance y seguridad con innovaciones como el cambio del cloro por peróxido de hidrógeno, la
versión en polvo conteniendo percarbonato de sodio y una versión para la remoción
de manchas de grasa de las ropas.
COMBATE A LOS GÉRMENES
La aplicación de productos con acción antimicrobiana o los desinfectantes era
practicada por egipcios, persas y chinos para el tratamiento del agua potable y para
la asepsia de heridas. Plaguicidas también eran conocidos y usados contra piojos,
pulgas y avispas, además de la protección de plagas en las plantaciones. En el siglo
XIX, epidemias frecuentes llevaron al desarrollo de técnicas basadas en el poder
de la desinfección con altas temperaturas. Se utilizaron ampliamente sustancias
químicas como el pez, el vino, el cobre y la plata para esa finalidad. El mercurio
se conoce desde el siglo XIV. El carbón mineral y el carbón vegetal así como el alquitrán fueron los primeros desinfectantes usados en la industria de destilación. El
cloro se aplica en el tratamiento del agua desde 1843. Sulfato de cobre, clorato de
cinc, permanganato de sodio, sulfúricos y alcoholes fueron introducidos por volta
de 1800. Hoy existe amplio arsenal de antimicrobianos para resolver problemas
específicos, caso de los biocidas. La evolución de los desinfectantes y de los desodorantes se dio con la versión en aerosol que ofrece más facilidad de uso.
Anúncio
HISTÓRICO ABIPLA E SIPLA
TRAJETÓRIA
DE 30 ANOS
e, conseqüentemente, para a sociedade e os consumidores.
A assembléia de constituição da ABIPLA teve a participação de 13 empresas que atuavam na época no mercado
brasileiro: Henkel; Bombril; Colgate-Palmolive; Orniex;
Anderson Clayton; Gessy Lever; Orequin; Sanbra; Atlantis; Cyanamid; Diversey Wilmington; Matarazzo e Desin.
A primeira diretoria constituída da ABIPLA teve
Fundada em 12 de novembro de 1976, a Associação
Fernando Sampaio Ferreira (Bombril) como presidente;
Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins
José João Armada Locoselli (Orniex), como primeiro vice-
(ABIPLA) tem por missão promover ações que incentivem
presidente; Manoel Vieira (Gessy Lever), como segundo
o crescimento do setor como um todo, contribuindo para
vice-presidente; Manoel CarvalhoTavares da Silva (Col-
o desenvolvimento sustentável do País, além de defender
gate-Palmolive), como primeiro secretário; José Ramos
os interesses legítimos de seus associados, com coerência,
Vasconcelos Neto (Henkel), como segundo secretário; Do-
ética, transparência e qualidade, incentivar o aprimora-
nald Moreton Filshill (Atlantis), como primeiro tesoureiro;
mento técnico-científico e respeitar o meio ambiente, a
Antonio Pinto da Silva Figueiredo (Sanbra), como segundo
saúde e a segurança da sociedade.
tesoureiro. Membros do Conselho Fiscal efetivos: Flavio
Em sua trajetória de 30 anos – que serão completados
Graça Castanheira (Diversey), Charles Vaughan Craster Jr.
em novembro deste ano – e com mais de 50 empresas asso-
(Orequin) e Fabris Leonardo (Anderson Clayton).
ciadas, a ABIPLA atua como representante efetiva dos fa-
DE ACORDO COM O ESTATUTO ORIGINAL DA
ENTIDADE, OS PRINCIPAIS OBJETIVOS SÃO:
bricantes de produtos de limpeza doméstica e institucional,
especialmente perante a sociedade, os órgãos governamentais, com os quais mantém permanente e franco diálogo.
Desde o início de suas atividades, a entidade desenvolveu
gestões que representaram ganhos importantes para o setor
• Congregar os fabricantes de sabões, saponáceos, detergentes, lã de aço, palha de aço, desinfetantes e outros
produtos de limpeza e afins.
• Agir como órgão de colaboração com os poderes públicos
e as demais associações, no sentido da solidariedade social e da subor-
Ao longo de sua existência, a ABIPLA vem cumprindo seus objeti-
dinação dos interesses econômicos ou profissionais ao interesse social.
vos e acompanhou o crescimento do mercado brasileiro de produtos de
COM RELAÇÃO ÀS SUAS FINALIDADES E ÀS ATIVIDADES
DOS ASSOCIADOS:
limpeza. A abertura econômica, no início da década de 90, atraiu novas
• Promover, em âmbito nacional, levantamentos da capacidade produtiva e do potencial do mercado consumidor, bem como a elaboração
e manutenção de estatísticas e previsões;
• Promover, em âmbito nacional, levantamento da capacidade de
produção de matérias-primas, materiais de embalagem, máquinas
e equipamentos. Assim como estimular a produção nacional e o
seu aperfeiçoamento;
• Estudar os mercados externos e informar as indústrias nacionais do
respectivo desenvolvimento técnico e mercadológico, visando facilitar a expansão econômica brasileira;
• Organizar conferências, congressos, reuniões de estudos, concursos
e incentivar as promoções e publicações nacionais;
• Organizar e manter índice informativo dos fabricantes nacionais e de
seus respectivos produtos;
• Incentivar, direta e indiretamente, o ensino e o aperfeiçoamento técnico, mercadológico e administrativo;
• Promover o estudo e a defesa dos interesses econômicos comuns
dos associados.
22
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
multinacionais e empresas que chegaram com o processo de internacionalização. Com a expansão do setor e sua representatividade em quase
todos os estados da federação, foi criado em 1990 um sindicato específico.
Assim, a assembléia geral extraordinária, realizada em 10 de julho, criou
o Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos de Limpeza (SIPLA), que
atua em negociações trabalhistas, dissídios e convenções coletivas.
Em 1995, a entidade também passou a representar o setor junto ao
Comité de Indústrias de Productos de Limpieza Personal, Hogar y Afines del Mercosur (COINPLAN) e, em 2005, junto à Asociación Latinoamericana de Artículos Domisanitários y Afines (Aliada). Nesse período, a ABIPLA se profissionalizou para atender às necessidades de seus
associados. Dentro desse contexto, a entidade contratou Maria Eugênia
Proença Saldanha para a função de diretora-executiva. Sua atuação envolve o diálogo franco com os associados e com o governo no intuito de
fortalecer a associação nas áreas de interesse do setor, em especial com a
Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), no que diz respeito
à legislação sanitária.
A diretoria atual, com mandato até 2006, é composta pelos seguintes
integrantes:
23
HISTÓRICO ABIPLA E SIPLA
Diretoria ABIPLA 2003 - 2006
NOME
CARGO
Presidente
1º Vice-Presidente
2º Vice-Presidente
3º Vice-Presidente
4º Vice Presidente
5º Vice Presidente
6º Vice Presidente
1º Secretário
2º Secretário
1º Tesoureiro
2º Tesoureiro
1º Diretor Adjunto
2º Diretor Adjunto
Diretor-Técnico
Conselheiro Fiscal
Conselheiro Fiscal
Conselheiro Fiscal
Suplente
Pedro Martins da Silva
Luiz Heitor S. Mayer
Daisy de Fátima S. Sanctis
Júlio Luiz Pereira Morandi
Sergio Rodolfo B. Spieler
Flávio Fiusa Kakimoto
Angélica Calixto
Milton José Veronesi
Romero Longman
Cleide Aparecida Barbosa
Michael R. C. Mathieson
Luiz Carlos Dutra
Luiz Antônio Careli
Márcia Regina D. Mobaier
Waldir Beira Júnior
Arnaldo M. G. Bergstén
Annemarie Moura Mertens
Reinaldo Arnaud
Diretoria SIPLA 2003 - 2006
NOME
CARGO
Presidente
1º Vice Presidente
2º Vice Presidente
1º Secretário
2º Secretário
1º Tesoureiro
2º Tesoureiro
Suplente
Suplente
Suplente
Conselho Fiscal
Conselho Fiscal
Conselho Fiscal
EMPRESA
Procter & Gamble
Colgate Palmolive
Oxiteno
Jimo
Deten Química
Procter & Gamble
Reckitt Benckiser (Brasil)
Axel Prods. e Serv.
Inds. Reunidas Raymundo da Fonte
Indústrias Anhembi
Copebrás
Unilever
Bombril
Unilever
Química Amparo
Tensil
Clariant
Inquisa - Ind. Química Santo Antônio
Pedro Martins da Silva
Natale Sciallis
Adriano Augusto Basile
Milton José Veronesi
Waldir Beira Júnior
Cleide Aparecida Barbosa
Hélio de Araújo Giaj - Levra
Luiz Antônio Careli
Angélica Calixto
Luiz Carlos Dutra
Luiz Heitor Schreiner Mayer
Sérgio Fidêncio de Lima
Octávio Giglio
EMPRESA
Procter & Gamble
Revel S/A.
Bufalo Ind. Com. Prods. Químicos
Axel Prods. e Serv.
Química Amparo
Indústrias Anhembi
Procter & Gamble
Bombril
Reckitt Benckiser
Unilever
Colgate Palmolive
SIM Sociedade Indl. e Coml.
Fabril Paulista e Perfumaria
A 30-YEAR LIFETIME
TRAYECTORIA DE 30 AÑOS
Founded on November 12th, 1976, ABIPLA (Brazilian Cleaning and Sanitation
Products Industry Association) has as a mission the promotion of actions which incentive the growth of the sector as a whole, contributing for the sustainable development
of the country, in addition to defending the legitimate interests of its associates by
means of coherence, ethics, transparence and quality. Moreover it gives incentives to
the technical scientific improvement and respect the environment, the health and the
society safety.
In its 30-year lifetime – that will be turned in November this year – and counting on
over 50 associated companies, ABIPLA operates as an effective representative of household and institutional cleaning products manufacturers, mostly in the presence of society,
governmental agencies, with which it has kept a permanent and frank dialogue. Since
the very beginning of its activities, the entity has developed managements that represent
important gains for the sector and consequently for the society and consumers.
Fundada el 12 de noviembre de 1976, la ABIPLA (Asociación Brasileña de las
Industrias de Productos de Limpieza y Afines) tiene por misión promover acciones que
incentiven el crecimiento del sector como un todo, contribuyendo para el desarrollo
sustentable del País, además de defender los intereses legítimos de sus asociados, con
coherencia, ética, transparencia y calidad, incentivar el perfeccionamiento técnicocientífico y respetar el medio ambiente, la salud y la seguridad de la sociedad.
En su trayectoria de 30 años – que se completarán en noviembre de este año – y
con más de 50 empresas asociadas, ABIPLA actúa como representante efectiva de los
fabricantes de productos de limpieza doméstica e institucional, especialmente ante la
sociedad, los órganos gubernamentales, con los cuales mantiene permanente y franco
diálogo. Desde el inicio de sus actividades, la entidad desarrolló gestiones que representaron ganancias importantes para el sector y consecuentemente para la sociedad y
los consumidores.
24
Baruel
HISTÓRICO ABIPLA E SIPLA
ABIPLA’s constitution assembly had the participation of 13 companies operating
in the Brazilian market at that time. Henkel, Bombril, Colgate-Palmolive, Orniex, Anderson Clayton, Gessy Lever, Orequin, Sanbra, Atlantis, Cyanamid, Diversey Wilmington, Matarazzo and Desin.
The first board of directors constituted by ABIPLA had Fernando Sampaio Ferreira (Bombril) as the president, José João Armada Locoselli (Orniex), as the first
vice-president, Manoel Vierira (Gessy Lever), as the second vice-president, Manoel
Carvalho Tavares da Silva (Colgate-Palmolive), as the first secretary, José Ramos Vasconcelos Neto (Henkel), as the second secretary, Donald Moreton Filshill (Atlantis),
as the first treasurer, Antonio Pinto da Silva Figueiredo (Sanbra), as the second treasurer. Associates of effective Audit Committee: Flavio Graça Castanheira (Diversey),
Charles Vaughan Craster Jr (Orequin) and Fabris Leonardo (Anderson Clayton).
IN ACCORDANCE WITH THE ORIGINAL STATUTE OF THE
ENTITY, THE MAJOR OBJECTIVES ARE:
•
•
Congregate soap, saponaceous, detergent, steel wool, disinfectant manufacturers,
and other cleaning products and similar;
Act as an agency in collaboration with the public powers and other associations in
the sense of social solidarity and subordination of the economical or professional
interests with social interest.
REGARDING TO ITS PURPOSES AND ASSOCIATES’
ACTIVITIES:
Promote, in national ambit, a survey of productive capacity and the potential of
the consuming market, as well as the elaboration and maintenance of statistics
and forecasts;
• Promote, in national ambit, a survey of the production capacity of raw material,
packaging materials, machinery and equipment. How to stimulate the national
production and its improvement;
• Study the external markets and inform the national industries about the respective technical and merchandizing development viewing to facilitate the expansion
of the Brazilian economy;
• Organize lectures, conferences, study meetings, contests and give incentive to
national promotions and publications;
• Organize and maintain informative index about Brazilian manufacturers an their
respective products;
• Stimulate direct and indirectly the technical and administrative merchandizing
teaching and improvement;
• Promote the study and the defense of associates’ common economical interests.
Along its lifetime, ABIPLA has fulfilled its objectives and accompanied the
growth of the Brazilian market as to cleaning products. The economical opening, in
the beginning of decade 90, attracted new multinationals and companies that arose
with the internationalization process. With the expansion of the sector and its representatives in almost all states of the federation, it was created a specific Union in
1990. Thus, the extraordinary general assembly held on July 10th, 1990, created the
Sindicato Nacional das Industrias de Produtos de Limpeza (SIPLA) that operates in
labor negotiations, salary agreements and collective conventions.
In 1995, the entity also started representing the sector in connection with the Comité de Indústrias de Productos de Limpieza Personal, Hogar y Afines del Mercosul
(COINPLAN), in 2005 in connection with Associación Latinoamericana de Articulos
Domisanitários y Afines (Aliada), the former Comité de Indústrias de Productos de
Limpieza Personal, de Hogar y Afines del Mercosul (COINPLAN). In that period,
ABIPLA was already professionalized in order to meet its associates’ needs. In that
context, the entity hired Maria Eugenia Proença Saldanha for the position of executive
director. Her performance is in connection with a franc dialogue towards the associates and the government with the intent of fortify the association in areas of interest for
the sector, specially with ANVISA as far as sanitation legislation is concerned.
La asamblea de constitución de ABIPLA tuvo la participación de 13 empresas que
actuaban en la época en el mercado brasileño: Henkel; Bombril; Colgate-Palmolive; Orniex; Anderson Clayton; Gessy Lever; Orequin; Sanbra; Atlantis; Cyanamid; Diversey
Wilmington; Matarazzo y Desin.
La primera directoria constituida de ABIPLA tuvo Fernando Sampaio Ferreira
(Bombril) como presidente; José João Armada Locoselli (Orniex), como primer vicepresidente; Manoel Vieira (Gessy-Lever), como segundo vicepresidente; Manoel
CarvalhoTavares da Silva (Colgate-Palmolive), como primer secretario; José Ramos
Vasconcelos Neto (Henkel), como segundo secretario; Donald Moreton Filshill (Atlantis), como primer tesorero; Antonio Pinto da Silva Figueiredo (Sanbra), como segundo
tesorero. Miembros del Consejo Fiscal efectivos: Flavio Graça Castanheira (Diversey),
Charles Vaughan Craster Jr. (Orequin) y Fabris Leonardo (Anderson Clayton).
DE ACUERDO CON EL ESTATUTO ORIGINAL DE LA
ENTIDAD, LOS PRINCIPALES OBJETIVOS SON:
•
•
•
26
Congregar los fabricantes de jabones, saponáceos, detergentes, lana de acero,
esponja de acero, desinfectantes, y otros productos de limpieza y afines.
Actuar como órgano de colaboración con los poderes públicos y las demás asociaciones, en el sentido de la solidariedad social y de la subordinación de los intereses
económicos o profesionales al interés social.
CON RELACIÓN A SUS FINALIDADES Y A LAS
ACTIVIDADES DE LOS ASOCIADOS:
Promover, en ámbito nacional, levantamientos de la capacidad productiva y del
potencial del mercado consumidor, así como la elaboración y mantenimiento de
estadísticas y previsiones;
• Promover, en ámbito nacional, levantamiento de la capacidad de producción de materias primas, materiales de embalaje, máquinas y equipos. Así como estimular la
producción nacional y su perfeccionamiento;
• Estudiar los mercados externos e informar las industrias nacionales del respectivo desarrollo técnico y mercadológico, objetivando facilitar la expansión económica brasileña;
• Organizar conferencias, congresos, reuniones de estudios, concursos e incentivar
las promociones y publicaciones nacionales;
• Organizar y mantener índice informativo de los fabricantes nacionales y de sus
respectivos productos;
• Incentivar, directa e indirectamente, la enseñanza y el perfeccionamiento técnico, mercadológico y administrativo;
• Promover el estudio y la defensa de los intereses económicos comunes de los asociados.
Al largo de su existencia, ABIPLA cumple sus objetivos y acompaña el crecimiento del mercado brasileño de productos de limpieza. La abertura económica, en el
inicio de la década de 90, atrajo nuevas multinacionales y empresas que llegaron con
el proceso de internacionalización. Con la expansión del sector y su representatividad
en casi todos los estados de la federación, se creó en 1990 un sindicato específico.
Así, la asamblea general extraordinaria realizada en 10 de julio de 1990, ha creado el
Sindicato Nacional de las Industrias de Productos de Limpieza (SIPLA) que actúa en
negociaciones de trabajo, acuerdos y convenciones colectivas.
En 1995, la entidad también pasó a representar el sector en el Comité de Industrias de Productos de Limpieza Personal, Hogar y Afines del Mercosur (COINPLAN),
en 2005 en la Asociación Latinoamericana de Artículos Domisanitarios y Afines (Aliada). En ese periodo, ABIPLA se profesionalizó para atender las necesidades de sus
asociados. Dentro de ese contexto, la entidad contrató Maria Eugênia Proença Saldanha para la función de directora-ejecutiva. Su actuación envuelve el diálogo franco con
los asociados y con el gobierno por intuito de fortalecer la sociedad en las áreas de
interés del sector, en especial con ANVISA, con relación a la legislación sanitaria.
27
•
Anúncio
PRIORIDADES DA ABIPLA E SIPLA
REPRESENTAÇÃO
COM EFETIVIDADE
Anúncio
A atual diretoria da
ABIPLA mantém uma pauta prioritária de
trabalhos, cujo principal objetivo é o de representar o setor junto a
diversos interlocutores, contribuindo de forma efetiva para o crescimento do setor de produtos de limpeza no Brasil e no exterior. Esse avanço
necessariamente se dá em consonância com a legislação sanitária e as
boas práticas de fabricação e controle, respeitando o meio ambiente.
Para tanto, a entidade estabeleceu cinco prioridades:
INFORMALIDADE/CLANDESTINIDADE
De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), os produtos de
limpeza que integram a cesta básica são tributados em até 42%, o que
incentiva a migração de fabricantes de limpeza do setor para a informalidade, com o intuito de reduzir os preços dos produtos.
Combater a informalidade é uma das principais bandeiras da atual
Nesse sentido, a ABIPLA realiza trabalho para aperfeiçoar o siste-
diretoria. O crescente mercado de produtos de limpeza clandestinos ou
ma tributário do setor, visando reduzir a carga de impostos que recai
piratas tem efeito direto sobre o crescimento do setor, comprometendo
sobre os produtos formais e, conseqüentemente, tornando os preços
tanto investimentos, quanto a geração de novos empregos e arrecadação
mais competitivos em relação aos produtos informais, que têm um cus-
de impostos. Além do aspecto econômico, os produtos clandestinos são
to inferior por não pagarem impostos, entre outros aspectos de seguran-
ainda uma séria ameaça à saúde da população, o que motivou a ABIPLA,
ça e qualidade dos produtos.
em conjunto com a ANVISA e outras entidades do setor, a desenvolver
LEGISLAÇÃO SANITÁRIA
uma série de ações buscando a conscientização dos consumidores sobre
o uso desses produtos. (ver matéria na página 42)
28
IMPOSTOS
A ABIPLA vem atuando nos projetos de simplificação da legislação
sanitária em andamento no Congresso Nacional e na ANVISA. A idéia
PRIORIDADES DA ABIPLA E SIPLA
é facilitar a aplicação da legislação, em especial a sanitária, de forma que
a legalização dos produtos não represente uma dificuldade para a regularização dos pequenos fabricantes e a maior agilidade no lançamento de
produtos.
A simplificação do processo de registro de um produto de limpeza
vem ocorrendo de forma gradativa e permanente. Atualmente, a legislação determina que alguns produtos devem ser registrados e outros precisam apenas da aprovação por meio de um processo de notificação do
produto. Os produtos de risco 2, ou seja, com maior grau de toxicidade
– como os produtos de ação antimicrobiana e desinfetantes (raticidas
e pesticidas, por exemplo) – devem passar pelo processo de registro do
produto. A aprovação é concluída somente com a publicação do processo
no Diário Oficial da União. Entretanto, os produtos de risco 1, ou seja,
com menor grau de toxicidade, como detergentes, ceras e limpadores,
devem passar apenas pelo processo de notificação na ANVISA. Nesse
caso, são necessários entre 20 e 30 dias para o processo de regularização do produto na ANVISA, que pode ser feito pela internet. Após
a conclusão do estudo técnico, a notificação do produto é disponibilizada
no site da ANVISA.
PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS
O universo de fabricantes de produtos de limpeza e afins
abrange mais de 1.300 pequenas e médias empresas, com faturamento em 2005 de R$ 9 bilhões. A Associação orienta e dá
suporte a essas empresas sobre principais assuntos de interesse
relacionados a custos, tributos, mercado, boas práticas de fabricação, legislação, entre outros. Também faz interface com os órgãos oficiais, especialmente a ANVISA, e colabora ativamente
com as empresas que desejam exportar seus produtos acabados
junto à Agência de Promoção de Exportações e Investimentos
(APEX-Brasil) e outros órgãos governamentais.
MEIO AMBIENTE A ABIPLA participa das discussões
sobre políticas públicas relativas às gestões ambientais e
orienta as empresas associadas a cumprir a legislação em
vigor. (ver matéria na página 50)
30
???????
PRIORIDADES DA ABIPLA E SIPLA
GRUPOS DE
TRABALHO
Para desenvolver ações em várias
INFORMALIDADE
frentes, a ABIPLA conta com mais
Atua na definição das melhores ações para o combate à clandestinidade de produtos
de 10 grupos de trabalho, constituí-
de limpeza e, em parceria com diversos órgãos, busca uma ação eficiente no combate ao
dos por representantes das empresas
associadas que se reúnem periodicamente para discutir metas, planos de
ação e atividades do setor. Novos grupos são criados à medida que surgem
outros assuntos de interesse do setor.
Os Grupos de Trabalho em atividade
na ABIPLA em 2006 são os seguintes:
comércio ilegal. (ver matéria na página 42 )
ASSUNTOS REGULATÓRIOS
Analisa aspectos ligados à vigilância sanitária, tais como: notificação e registro de produtos, autorização de funcionamento, boas práticas de fabricação, controle de qualidade,
métodos de amostragem, parâmetros e especificações.
ESTUDOS TRIBUTÁRIOS
Avalia principalmente a aplicação da legislação vigente nos segmentos de higiene e limpeza, propõe alterações para a lei em vigor e estuda o impacto da carga tributária sobre os
produtos.
MEIO AMBIENTE
Cuida de questões referentes à legislação ambiental, entre as quais se destacam: resíduos sólidos, padrão de qualidade da água, licenciamento ambiental e emissões de fontes
fixas.
COMÉRCIO EXTERIOR
Assessora pequenas e médias empresas que pretendem inserir seus produtos no
comércio internacional e ampliar a pauta de itens exportados ou conquistar novos
mercados no comércio exterior. Participa ainda das negociações bi e multilaterais que
envolvem o setor. (ver matéria na página 58)
FÓSFORO
Acompanha a implementação da Resolução 359/05
do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA),
que estabeleceu a redução gradual do teor de fósforo
nos detergentes em pó durante os três anos posteriores
à publicação da norma. (ver matéria na pg 54).
COMISSÃO DE RELAÇÕES DE
TRABALHO (CORET)/SIPLA
Responsável pelas negociações entre empregadores e empregados do setor,
estuda a legislação pertinente às questões
trabalhistas, oferecendo suporte para sua implementação.
32
Anúncio
PRIORIDADES DA ABIPLA E SIPLA
CARGAS PERIGOSAS
Estuda a aplicação da legislação que trata de transporte de cargas
perigosas.
ESTUDO DE AVALIAÇÃO DE SEGURANÇA DE SANEANTES
DOMISSANITÁRIOS
Com apoio integral das indústrias de produtos de limpeza, a ABIPLA
vem trabalhando junto às autoridades e à comunidade científica para
compromisso assumido pelo governo brasileiro de implementar o sistema até 2008.
ESPECIALIDADES QUÍMICAS
Desenvolve a interlocução entre fabricantes de matérias-primas e as
empresas de produtos de limpeza. Atualmente, seu principal foco é identificar como os fabricantes de matérias-primas podem contribuir para reduzir a informalidade no segmento de produtos de limpeza.
que os testes em animais sejam utilizados somente quando não existe
outra possibilidade de avaliação de segurança. E sugere a utilização de
métodos alternativos, como a literatura científica e as séries históricas
de testes com substâncias similares aos produtos existentes, em consonância com a política dos 3 R’s: reduzir o uso de testes em animais,
refinar os testes para que utilizem um número menor de
animais; e substituir (replace, em inglês) testes em animais por ações alternativas.
GLOBAL HARMONIZATION SYSTEM (GHS)
Trata de questões referentes à padronização
de rotulagens e informações sobre transporte de
produtos químicos. O grupo discute as normas estabelecidas pelo GHS, com vistas ao
REPRESENTATION WITH
EFFECTIVENESS
Represent the sector together with several interlocutors, contributing in an effective
way for the growth of the cleaning products sector in Brazil and abroad, is one of ABIPLA’s board of directors’ objectives. It deals about a task accomplished in consonance
with the sanitation legislation as well as good manufacturing and control practices with
respect to the environment. To such extent, the entity established five priorities:
Informality/clandestinity – It is increasing the clandestine or piracy cleaning
products market with straight effect on the growth of the sector which also represents
a serious threat to population health (see news on page 45)
Taxes – Cleaning products that integrate the basket of basic food staples are
taxed up to 42%, which gives incentive manufacturers migration to informality. ABIPLA works on the improvement of tax system viewing the reduction of the tax burden
which falls back the formal products.
Sanitation Legislation – ABIPLA puts into action projects aiming the simplification of sanitation legislation in course both in the National Congress and in
ANVISA, with the objective of facilitating legislation application, in special the sanitation legislation.
Small and medium-sized companies – The universe of manufacturers of
cleaning products and alike embraces over 1300 small and medium-sized companies
with a billing of R$ 9 billion in 2005. The association orients and gives support to
those companies about the major subjects of interest related to costs, taxes, market,
good practices of manufacturing, legislation and exportation, among others.
Environment – ABIPLA participates in the discussions as to public policies
regarding the environmental management and orients the associated companies to
fulfill the legislation in vigor. (see on page 52)
34
Esses grupos de trabalho dão o suporte necessário para
que a ABIPLA mantenha diálogo aberto, ético e transparente
com o governo. Esse diálogo vem evoluindo positivamente tanto
em intensidade como em freqüência, abrangendo assuntos de interesse do setor como um todo. Além dos grupos de trabalho, a entidade conta com assessorias especializadas nas áreas de regulatória,
jurídica, tributária e de comércio exterior para os associados.
Maria Eugênia Proença Saldanha, diretora executiva da ABIPLA, ressalta ainda que o diálogo é praticamente ininterrupto com a
ANVISA nas questões que envolvem saúde pública e nos diversos órgãos ligados ao meio ambiente. O diálogo franco traz resultados positivos
para a sociedade, a exemplo da resolução do CONAMA sobre o teor de
fósforo em detergentes em pó. (ver matéria pg 54).
REPRESENTACIÓN CON
EFECTIVIDAD
Representar el sector junto a diversos interlocutores, contribuyendo de modo
efectivo para el crecimiento del sector de productos de limpieza en Brasil y en
el exterior es uno de los objetivos de la directoria de ABIPLA, trabajo realizado
en consonancia con la legislación sanitaria y las buenas prácticas de fabricación
y control, respetando el medio ambiente. Para tanto, la entidad estableció cinco
prioridades:
Informalidad/clandestinidad – Es creciente el mercado de productos de limpieza clandestinos o piratas, con efecto directo en el crecimiento del sector y que también representan seria amenaza a la salud de la población. (ver materia en la pg 45)
Impuestos - Los productos de limpieza que integran la cesta básica son tributados en hasta 42%, lo que incentiva la migración de fabricantes para la informalidad.
ABIPLA trabaja para perfeccionar el sistema tributario del sector, objetivando reducir
la carga de impuestos que recae sobre los productos formales.
Legislación Sanitaria - ABIPLA actúa en los proyectos de simplificación de
la legislación sanitaria en andamiento en el Congreso Nacional y en ANVISA, con el
objetivo de facilitar la aplicación de la legislación, en especial la sanitaria.
Pequeñas y medias empresas – El universo de fabricantes de productos de
limpieza y afines abarca más de 1.300 pequeñas y medias empresas y que facturó R$
9 mil millones en 2005. La Asociación orienta y da soporte a esas empresas sobre
los principales asuntos de interés relacionados a costos, tributos, mercado, buenas
prácticas de fabricación, legislación y exportación, entre otros.
Medio Ambiente – ABIPLA participa de las discusiones sobre políticas públicas relativas a las gestiones ambientales y orienta las empresas asociadas a cumplir la legislación en vigor. (ver materia en la pg. 52)
WORK TEAMS
In order to develop actions in various fronts, ABIPLA counts on more than 10
work teams constituted by representatives of the associated companies. New teams
have been created as other matters regarding the sector interest come up. The work
teams on the go in ABIPLA this year are namely:
Informality – Works on defining the best actions viewing the combat to cleaning
products clandestinity.
Regulation Matters – Analyzes aspects in connection with sanitation vigilance,
such as good practices of manufacturing, quality control, testing methods parameters
and specifications.
Tax Studies – Appraises mostly the application of legislation in vigor in the segments of hygiene and cleanness, proposes alterations as to the law in vigor and studies
the impact of tax burden on the products.
Environment – Looks after the issues referring to environmental legislation,
among which, solid waste, water quality standard, environmental permit and the emission of fixed fountains.
International Trade – Advise small and medium sized companies aiming to
insert their products in the international trade and amplify the roll of items exported
or achieve new markets in the international trade. (see on page 62)
Phosphorus – Follows the implementation of Resolution 359/05 of Conselho
Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) which establishes the gradual reduction of
phosphorus tenor in powder detergents. (see subject on page 56 )
Committee of Labor Relations (CORET)/SIPLA: Responsible for negotiations between employers and employees of the sector, it studies the legislation pertinent to labor issues offering support for its implementation.
Dangerous Cargo – Studies the application of legislation about the transportation of dangerous cargo.
Study of Safety Assessment of Domisanitary Sanitizer: With integral support from cleaning product industries, ABIPLA operates together with authorities and
scientific community in order the tests in animals be used only when there isn’t another possibility of appraisal.
Global Harmonization System (GHS) – Is in charge of issues referring to the
standardization of labeling and information about chemical products transportation.
Chemical Specialties – Develops the interlocution between raw material manufacturers and cleaning product companies. Lately, its main focus is to identify how
raw material manufacturers may contribute for informality reduction in the cleaning
products segment.
Maria Eugenia Proença Saldanha, ABIPLA executive director, stands out just
now that the talk is practically uninterrupted with ANVISA regarding the issues involving public health and the several agencies in connection with the environment.
The frank talk has brought positive results for society, as an example of CONAMA’s
resolution about the tenor of phosphorus in powder detergents.
www.abipla
.org.br
GRUPOS DE TRABAJO
Para desarrollar acciones en varias frentes, ABIPLA cuenta con más de 10 grupos
de trabajo, constituidos por representantes de las empresas asociadas. Nuevos grupos
se crean a medida que surgen otros asuntos de interés del sector. Los Grupos de Trabajo en actividad en ABIPLA este año son los siguientes:
Informalidad: Actúa en la definición de las mejores acciones para el combate a
la clandestinidad de productos de limpieza.
Asuntos Reglamentarios: Analiza aspectos ligados a la vigilancia sanitaria, tales como: notificación y registro de productos, autorización de funcionamiento, buenas
prácticas de fabricación, control de calidad, parámetros y especificaciones, métodos
de muestreo.
Estudios Tributarios: Evalúa principalmente la aplicación de la legislación
vigente en los segmentos de higiene y limpieza, propone alteraciones para la ley en
vigor y estudia el impacto de la carga tributaria sobre los productos.
Medio Ambiente: Cuida de cuestiones referentes a la legislación ambiental,
entre las cuales se destacan: residuos sólidos, padrón de calidad del agua, licenciamiento ambiental y emisiones de fuentes fijas.
Comercio Exterior: Asesora pequeñas y medias empresas que pretenden inserir sus productos en el comercio internacional y ampliar la pauta de ítems exportados
y conquistar nuevos mercados en el comercio exterior. (ver materia en la pg 62)
Fósforo: Acompaña la implementación de la Resolución 359/05 del Consejo
Nacional del Medio Ambiente (CONAMA) que estableció la reducción gradual de la
cantidad de fósforo en los detergentes en polvo. (ver materia en la pg 56).
Comisión de Relaciones de Trabajo (CORET)/SIPLA: Responsable por las
negociaciones entre empleadores y empleados del sector, estudia la legislación pertinente a las cuestiones de trabajo, ofreciendo soporte para su implantación.
Cargas Peligrosas: Estudia la aplicación de la legislación que trata de transporte de cargas peligrosas.
Estudio de Evaluación de Seguridad de Saneamiento Domisanitario:
Con apoyo integral de las industrias de productos de limpieza, ABIPLA trabaja junto
a las autoridades y a la comunidad científica para que los testes en animales sean
utilizados solamente cuando no existe otra posibilidad de evaluación.
Global Harmonization System (GHS): Trata de cuestiones referentes al padrón de rotulación y informaciones sobre transporte de productos químicos.
Especialidades Químicas: Desarrolla el diálogo entre fabricantes de materias
primas y las empresas de productos de limpieza. Actualmente, su principal foco es
identificar como los fabricantes de materias primas pueden contribuir para reducir la
informalidad en el segmento de productos de limpieza.
Maria Eugenia Proença Saldanha, directora ejecutiva de ABIPLA, resalta aún
que el diálogo es practicamente ininterrumpido con ANVISA en las cuestiones que
envuelven salud pública y en los diversos órganos ligados al medio ambiente. El diálogo franco trae resultados positivos para la sociedad, a ejemplo de la resolución de
CONAMA sobre la inclusión de fósforo en detergentes en polvo.
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
35
DIÁLOGO
O VALOR DO DIÁLOGO
O diálogo aberto, ético e transparente com o governo e os órgãos a ele
cretarias estaduais de meio ambiente. O fato positivo resultante desse
vinculado que interferem na vida das empresas associadas faz parte da
diálogo é a Resolução 359/05 do Conselho Nacional de Meio Ambiente
extensa agenda da ABIPLA no cumprimento de sua missão de contribuir
(CONAMA) sobre a redução do fósforo na formulação dos detergentes
para o desenvolvimento sustentável da indústria do setor de materiais
em pó, em benefício do meio ambiente e de toda a sociedade.
de limpeza. Nesse sentido, a contratação da diretora executiva Maria
Responsáveis pela política tributária, o Ministério da Fazenda e as
Eugênia Proença Saldanha permite que o diálogo se mantenha constante
secretarias estaduais da Fazenda são órgãos com os quais a ABIPLA
e com credibilidade, reafirmando a posição de isenção que a associação
mantém contato ininterrupto com o objetivo de atingir uma equação tri-
postula em todas as suas ações.
butária justa e que não favoreça os concorrentes que atuam de forma
Um exemplo claro desse procedimento é o relacionamento com a
irregular no mercado de produtos de limpeza. O Instituto Nacional de
Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), um interlocutor
Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (INMETRO) também é
freqüente com o qual a ABIPLA busca aperfeiçoar os sistemas exis-
um interlocutor constante da associação, com resultados positivos.
tentes, contribuindo para a regulamentação efetiva do setor. O diálogo
Os profissionais químicos, com presença firme nas empresas fabricantes de
permitiu a parceria e o trabalho contra a informalidade no setor e que
produtos de limpeza, merecem a maior atenção da ABIPLA. Em razão disso, a
busca, além de informar aos consumidores sobre os riscos dos produtos
associação, em colaboração com o conselho federal e os regionais da categoria
de limpeza clandestinos, atrair os fabricantes para a formalidade.
(CFQ/CRQs), promove ações de interesse comum. Exemplo são os cursos de-
Desde 2002, quando a discussão a respeito da contribuição do fósfo-
senvolvidos em parceria com o Conselho Regional de Química da 4a Região (São
ro proveniente do sabão em pó na proliferação de algas em rios e lagos se
Paulo e Mato Grosso do Sul), no qual são abordados assuntos como Boas Práticas
expandiu, a ABIPLA estreitou o diálogo
A ABIPLA mantém ainda parcerias nos diversos campos de atuação da en-
tais, como a Companhia de Tecnologia
tidade. Com a Associação Brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméti-
de Saneamento Ambiental (CETESB)
cos (ABIHPEC) criou uma proximidade singular por meio da qual várias ações
do governo do Estado de São
são realizadas em conjunto, resultando em ganhos para as duas entidades. Com
Paulo e o Instituto Brasi-
a Associação Brasileira do Mercado Institucional de Limpeza (ABRALIMP)
leiro do Meio Ambiente
reforçou recentemente laços no estabelecimento de objetivos comuns. É cons-
e dos Recursos Naturais
tante e positivo também o contato da ABIPLA com a Associação Brasileira de
Renováveis
Aerossóis e Saneantes Domissanitários (ABAS) e com a Associação Brasileira
além das diversas se-
THE DIALOGUE VALUE
36
ón de la discusión sobre la reducción del fósforo en la formulación de los
also extensive and was enlarged on the occasion of the discussion about the
detergentes en polvo y que resultó en la resolución 359/05, de CONAMA.
reduction of phosphorus in the formulation of powder detergents resulting
Con el Ministerio de la Hacienda y representantes estaduales del
the resolution 359/05, from CONAMA(National Advice of Environment).
área tributaria ABIPLA mantiene conversa ininterrumpida con el obje-
Regarding the Ministry of Finance and state representatives from the taxa-
tivo de alcanzar una ecuación tributaria justa para el sector. INMETRO
tion area ABIPLA keeps uninterrupted talks with the aim of reaching a fair ta-
también es un interlocutor constante de la asociación con resultados po-
xable equation for the sector. INMETRO(National Institute of Metrology) keeps
sitivos, así como lo son los consejos nacional y regional de los químicos,
the role of a constant interlocutor of the association with positive results and so
que tienen actuación marcada en el sector, cuyo trabajo conjunto bene-
are the national and regional Chemists Councils, which have an outstanding
ficia esos profesionales.
performance in the sector, whose team work benefits those professionals.
ABIPLA mantiene aún sociedades en los diversos campos de ac-
ABIPLA still keeps partnerships in the several fields of performance
tuación de la entidad. Con la Asociación Brasileña de Higiene Perso-
of the entity. In connection with Associação Brasileira de Higiene Pessoal,
nal, Perfumería y Cosméticos (ABIHPEC) há creado una proximidad
Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) created a singular proximity through
singular por medio de la cual varias acciones se realizan en conjunto,
which various actions have been accomplished in conjunction, resulting in
resultando en ganancias para las dos entidades. Con la Asociación
gains for the two entities. Together with Associação Brasileira do Mercado
Brasileña del Mercado Institucional de Limpieza (ABRALIMP) ha
Institucional de Limpeza (ABRALIMP) has recently reinforced connections
reforzado recientemente lazos en el establecimiento de objetivos co-
as to the establishment of common objectives. It is likewise constant and
munes. Es constante y positivo también el contacto de ABIPLA con
positive ABIPLA’S contact with Associação Brasileira de Aerossóis e
la Asociación Brasileña de Aerosoles y Productos de Saneamiento
Saneantes Domissanitários (ABAS) and with Associação Brasileira das
Domisanitarios (ABAS) y con la Asociación Brasileña de las Indus-
Indústrias Saboeiras (ABISA) in matters of common interest.
trias de Jabón (ABISA), en asuntos de interés común.
37
de Fabricação, Registro de Produtos e Marketing de Varejo, entre outros.
que já mantinha com os órgãos ambien-
(IBAMA),
zilian Institute of the Environment) and State Secretariats the dialogue is
das Indústrias Saboeiras (ABISA), em assuntos de interesse comum.
EL VALOR DEL DIÁLOGO
ABIPLA keeps an open, ethical and transparent dialogue with both gover-
ABIPLA mantiene diálogo abierto, ético y transparente con el gobier-
nment and the agencies in connection with it, which interfere in the associated
no y los órganos a él vinculado que interfieren en la vida de las empresas
companies’ lives besides establishing partnerships in its several fields of acti-
asociadas y establece asociaciones en sus diversos campos de actuaci-
vities. A meaningful model is the relationship with ANVISA (National Agency
ón. Ejemplo significativo es la relación con ANVISA (Agencia Nacional
of Sanitary Monitoring) viewing the improvement of existing systems as well as
de Vigilancia Sanitéria) con vistas al perfeccionamiento de los sistemas
the contribution for the effective regulation of the sector.
existentes y contribución para la reglamentación efectiva del sector.
Regarding the agencies in connection with environment issues, such as
Con los órganos ligados al medio ambiente, como CETESB, IBAMA y
CETESB (Company of Technology of Ambient on Sanitation), IBAMA (Bra-
secretarias estaduales, el diálogo también es grande y se amplió por ocasi-
Ipiranga
ARTIGO ANVISA
UM SETOR DE GRANDES
AVANÇOS PARA TODOS
São expressivos os avanços que a criação da Agência Nacional
de Vigilância Sanitária (ANVISA) tem trazido para a área da Saúde
Pública do País. E isso passa inegavelmente pela elevação do nível
*Dirceu Raposo de Mello
da qualidade dos produtos colocados à disposição dos consumidores. Da matéria-prima ao produto final, passando pelos serviços de
Saúde e demais estabelecimentos que a Anvisa regula, todos foram afetados positivamente pelo trabalho calcado na excelência, na
transparência e na co-responsabilização via descentralização, marcas que a Agência vem
imprimindo à sua tarefa cotidiana de zelar pela saúde da população.
No setor de produtos saneantes, particularmente os avanços na ação regulatória da
ANVISA convergem tanto para o benefício dos consumidores quanto para a melhoria dos
padrões de qualidade a ser seguidos pelos produtores, o que também os favorece. E aqui é
importante chamar a atenção para a contribuição que temos recebido do próprio setor, pela
via da troca de conhecimentos e experiências. Todos sabemos que a indústria química é
uma das que mais velozmente se desenvolve no mundo, o que exige constante atualização
dos corpos técnicos de regulados e reguladores para que a segurança acompanhe os avanços
em eficácia dos novos produtos.
Na ANVISA temos nos preocupado bastante com este aspecto e conseguido acompanhar
o desenvolvimento do setor. Para isso, contamos com o expertise de nossos técnicos da área
de Saneantes, com uma Câmara Técnica e com um grupo Ad Hoc, que nos auxilia na harmonização de regras dentro do bloco Mercosul. Temos tido também uma importante colaboração
técnica das associações de produtores finais e fabricantes de matérias-primas, igualmente
comprometidas em acompanhar os progressos do setor com foco na manutenção da qualidade
e segurança daquilo que fabricam.
Um bom exemplo dessa atualização da parte regulatória que merece ser citado foi a
publicação no último ano do “Manual de Protocolos de Testes de Eficácia em Desinfestantes”, com padrões de testagem aos quais os produtos desinfestantes (inseticidas, raticidas e repelentes) devem se submeter antes de ir para o mercado. Ao lado da avaliação
de risco, a exigência de realização de tais testes serviu para aumentar a segurança deste
tipo de produto.
A ANVISA tem feito sua parte para que os avanços do setor ocorram sem prejuízo de uma
relação equilibrada entre consumidores e produtores.
*Dirceu Raposo de Mello, diretor presidente da
Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA
38
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
39
ARTIGO ANVISA
A SECTOR OF GREAT ADVANCES FOR ALL
The creation of ANVISA, Nacional Agency of Sanitation Vigilance, has brought
expressive advances to the area of public health in the country. This factor undeniably
goes by the rising of quality level of the products at consumers’ disposal. From raw
material to final product, passing by health services and other establishments regulated
by ANVISA, all were affected positively by the work based on excellence, transparency
and in the co-responsibility via decentralization, stigmas that ANVISA has been impressing in its routine tasks aimed to care the population health.
As to the sanitizing products sector, specifically the advances in ANVISA’s regulating actions converge both to consumers’ benefit and the improvement of quality standards to be followed by favored producers. Right here, it is important to call attention
to the contribution that we have received from the sector, by means of knowledge and
experience changes. We all know that the chemical manufacturing is one of the industries that has showed the world’s fastest development which demands constant update
of regulated and regulator technical bodies so that the safety may follow the advances
in efficacy concerning new products.
ANVISA staff has a great concern about this aspect and has been able to follow the
development of the sector. Hence, we count on the expertise of our technicians in the
sanitizing area through a Technical Chamber and an Ad Hoc group, which helps us in
the harmonization of the rules in Mercosul block. We also count on an important technical collaboration of the final producers and raw material manufacturing associations,
equally committed with the follow up of the advances in the sector with focus on the
maintenance of quality and safety of their doings.
A good example of this update concerning the regulation part that deserves to be quoted was the publication of “Protocol Manual for Efficacy Tests in house hold pesticides”,
with testing standards to which house hold pesticides products (insecticides, rat poison,
and repellents) must be submitted before going to market. Beside the risk appraisal, the
requirement of the fulfillment of tests served to increase the safety of this type of product.
ANVISA has made its part so that the advances of the sector may occur with no damage for a balanced relation between consumers and producers.
Dirceu Raposo de Mello, ANVISA´S Director President
UN SECTOR DE GRANDES AVANCES PARA TODOS
Son expresivos los avances que la creación de la Agencia Nacional de Vigilancia
Sanitaria (ANVISA) está trayendo para el área de la Salud Pública del país. Y eso pasa
innegablemente por la elevación del nivel de la calidad de los productos colocados a la
disposición de los consumidores. De la materia prima al producto final, pasando por los
servicios de Salud y demás establecimientos que ANVISA reglamenta, todos se afectan
positivamente por el trabajo calcado en la excelencia, en la transparencia y en la corresponsabilización vía descentralización, marcas que la Agencia imprime a su tarea cotidiana
de cuidar por la salud de la población.
En el sector de productos de saneamiento, particularmente los avances en la acción
reglamentaria de ANVISA convergen tanto para el beneficio de los consumidores cuanto
para la mejoría de los padrones de calidad que los productores deben seguir, lo que también los favorece. Y aquí es importante llamar la atención para la contribución que recibimos
del propio sector, por vía del cambio de conocimientos y experiencias. Todos sabemos que
la industria química es una de las que más velozmente se desarrolla en el mundo, lo que
exige constante actualización de los cuerpos técnicos de reglamentados y reglamentadores
para que la seguridad acompañe los avances en eficacia de los nuevos productos.
En ANVISA nos preocupamos bastante con este aspecto y conseguimos acompañar el
desarrollo del sector. Para eso, contamos con el expertise de nuestros técnicos del área de
productos de saneamiento, con una Cámara Técnica y con un grupo Ad Hoc, que nos auxilia
en la armonización de reglas dentro del bloque Mercosur. Tenemos también una importante
colaboración técnica de las asociaciones de productores finales y fabricantes de materias
primas, igualmente comprometidas en acompañar los progresos del sector con foco en el
mantenimiento de la calidad y seguridad de aquello que fabrican.
Un buen ejemplo de esa actualización de la parte reglamentaria que merece mención
fue la publicación en el último año del “Manual de Protocolos de Testes de Eficacia en
desinfestantes”, con padrones de prueba a los cuales los productos desinfestantes (insecticidas, raticidas y repelentes) deben someterse antes de ir para el mercado. Al lado de la
evaluación de riesgo, la exigencia de realización de tales pruebas sirvió para aumentar la
seguridad de este tipo de producto.
ANVISA está haciendo su parte para que los avances del sector ocurran sin perjuicio
de una relación equilibrada entre consumidores y productores.
Dirceu Raposo de Mello, Director Presidente de la ANVISA
40
Anúncio
PRODUTOS CLANDESTINOS
Para conhecer mais esse mercado, a ABIPLA contratou a Funda-
de registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA),
ção Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), da Universidade de
e o que é pior, não informam sobre a composição do produto nem as
São Paulo (USP), para a realização de um estudo em 2001. A pes-
providências que devem ser tomadas em caso de intoxicação. Tam-
quisa indicou a existência de grande número de fábricas de “fundo
bém são embalados incorretamente, muitas vezes em garrafas reapro-
de quintal” que formulam produtos de limpeza, especialmente água
veitadas e que não oferecem a menor segurança.
Outra conclusão do trabalho da FIPE é que a população de bai-
sanitária e desinfetante, e os comercializam livremente.
O BARATO
QUE SAI CARO
Os produtos de limpeza vendidos a granel no caminhão, em peruas, na lojinha da esquina ou mesmo na porta de casa representam
o maior inimigo para as empresas, o governo e os consumidores.
Para as empresas, a diferença de até 80% no preço do produto cria
uma concorrência desleal desses produtos clandestinos fabricados
sem nenhum controle de qualidade ou garantia de segurança. Para o
O estudo da FIPE e os dados de mercado indicam que das 555
xa renda e escolaridade é a mais atingida pelos danos provocados
mil toneladas de água sanitária comercializadas anualmente 42,1%
pela informalidade no setor de produtos de limpeza. E são as crian-
são irregulares ou clandestinas e a maioria tem concentração de
ças as mais atingidas seja por intoxicação provocada pelo manuseio
cloro ativo em volume até 50% inferior ao exigido pela vigilância
desses produtos ou falta de proteção, quando são utilizados para
sanitária: enquanto a concentração ideal é de 2,5% nos produtos
fins de desinfecção.
regulares, o percentual chega a 1,4% no comércio irregular. No
Em São Paulo, maior mercado de produtos de limpeza do Brasil, a
segmento de desinfetantes, a participação dos informais no volume
informalidade também é alta. No segmento de água sanitária, o grau
de vendas – estimado à época em 399 mil toneladas – é de 30,6%.
de ilegalidade atinge 37,4%, de acordo com a pesquisa da FIPE, que
Já a comercialização de amaciantes para roupas está 15,2% na in-
levou em consideração 971 amostras das quais 204 produzidas por
formalidade e 7,7% do segmento de detergente líquido corresponde
empresas irregulares. Entre os desinfetantes, os produtos clandesti-
aos produtos piratas.
nos representam 29,2% do mercado. A pesquisa paulista abrangeu
Com relação à saúde, o mais preocupante é que esses produtos
um universo de 2.351 domicílios de todas as classes sociais.
freqüentemente provocam emergências médicas de difícil diagnóstico
De acordo com estimativa da ABIPLA, a indústria formal de
e tratamento, uma vez que não levam o rótulo que identifica o nome
produtos de limpeza deixou de faturar aproximadamente R$ 560
do produto, a empresa fabricante e o químico responsável, o número
milhões, em 2004, considerando apenas as quatro principais ca-
governo, os prejuízos à saúde pública são irreparáveis, além da perda na arrecadação de impostos. Para os consumidores, representam
PARTICIPAÇÃO DO MERCADO INFORMAL (%)
sérios riscos à saúde e à segurança.
DETERGENTE
EM PÓ
MULTIUSO
DETERGENTE
LÍQUIDO
AMACIANTE
ÁGUA
SANITÁRIA
DESINFETANTE
Informalidade Brasil
0,20
3,10
7,70
15,2
42,1
30,6
Informalidade São Paulo
0,20
3,10
4,80
9,20
37,4
29,2
Consumo per capita (BR)
3,97
1,34
2,58
3,21
3,03
2,37
Consumo per capita (SP)
4,39
2,41
4,62
6,01
5,52
4,23
673.033
125.116
458.627
552.526
555.595
399.319
Demanda em toneladas/ano (BR)
Fonte: FIPE-2001
42
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
43
PRODUTOS CLANDESTINOS
PERDA DE FATURAMENTO PARA O SETOR INDUSTRIAL
PRODUTO
CONSUMO ESTIMADO (MIL R$) (1)
% INFORMALIDADE (2)
Água Sanitária
559.286
42,1
235.459
Desinfetante
541.410
30,6
165.702
Amaciante
726.716
15,2
110.460
Detergente Líquido
603.107
7,7
46.439
-
-
558.060
Total
VALOR DE PERDAS EM IMPOSTOS (MIL R$)
Fontes: (1) Estimativa ABIPLA - (2) Estudo FIPE – 2001
tegorias vendidas no mercado informal: água sanitária, desinfetante, detergente líquido e amaciante. Em conseqüência, o governo deixou de arrecadar R$ 219 milhões
em impostos.
Diante desse quadro, a ANVISA, em parceria com a ABIPLA e outras
entidades do setor, lançou em 2004 a campanha “Diga Não ao Produto de
Limpeza Clandestino ou Pirata”. Entre as ações desenvolvidas, merece
destaque a cartilha “Orientações para os consumidores sobre o uso de
produtos clandestinos”. Com apresentação didática e ilustrada, oferece
guia informativo sobre como comprar produtos regulares e como identificar os clandestinos. Já foram distribuídos cerca de 1,3 milhão de
exemplares com o lançamento da cartilha em São Paulo, em
fevereiro de 2004, no Rio de Janeiro, em setembro
do ano passado, além das capitais Salvador (BA),
Recife (PE), Belém (PA) e João Pessoa (PB).
As ameaças dos produtos clandestinos
têm chamado a atenção da imprensa, que informa a população sobre os cuidados que precisam
ser observados na compra de produtos de limpeza, destacando o perigo oferecido pelos informais ou clandestinos.
PERDAS EM IMPOSTOS ORIGINÁRIAS DA INFORMALIDADE
CONSUMO ESTIMADO
(MIL R$) (1)
% INFORMALIDADE (2)
CARGA
TRIBUTÁRIA
(%) (3)
Água Sanitária
559.286
42,1
37,84
89.097
Desinfetante
541.410
30,6
37,84
62.690
Amaciante
726.716
15,2
43,16
47.675
Detergente Líquido
603.107
7,7
42,27 (*)
19.630
-
-
-
219.092
PRODUTO
Total
VALOR DE PERDAS EM
IMPOSTOS (MIL R$)
WHEN A CHEAP THING
COMES DEAR
Cleaning products sold both in bulk and informally represent companies,
government and consumers’ greatest enemy. As for companies, the difference
up to 80% in product price creates a disloyal competition of such clandestine products manufactured with no quality control or safety guarantee.
For the government, the damages concerning public health are irreparable in addition to the loss in collecting taxes. For consumers,
they represent serious risks to health and safety.
Study made in 2001 by Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE (Institute of Economic Research),
at Universidade de São Paulo (USP) pointed out the existence of many “backyard factories” which formulate
cleaning products especially chlorined water and disinfectant, and put them in the market freely. From the
555 thousand tons of chlorined water sold every year,
42.1% are irregular or clandestine considering that
the majority contains concentration of active chlorine in volume up to 50% inferior according to the
sanitation vigilance requirements. In the segment of
disinfectants, the participation of the informal business holders in sales volume – estimated at that time
in 399 thousand tons – is 30.6%, whereas the market
of cloth softeners is assigned by 15.2% in informal
businesses, and 7.7% of the liquid detergent segment correspond to piracy products.
Regarding to health, the major concern lies on
the fact that those products frequently provoke medical emergencies of difficult diagnostic and treatment, once those products bring neither labels with
information about the composition of the product
nor the providences to be taken in case of intoxication. Thus, the low income population and children
chiefly, are the most reached by such a situation. In
São Paulo, the illegality reaches 37.4% in chlorined
water segment and 29.2% among disinfectants.
According to ABIPLA estimations, the cleaning product formal industry left behind a billing of
approximately R$ 560 million in 2004, considering
only the four major categories sold in the informal
market: chlorined water, disinfectant, liquid detergent and softeners. As a consequence, the government missed collecting R$ 219 million in taxes.
In front of this chart, ANVISA, in partnership with ABIPLA and other entities of the sector, introduced in 2004 the campaign “Say No to
clandestine and piracy cleaning Product”. Among
the actions developed, the primer “Consumers orientations as to the use of clandestine products”
deserves highlight.
The threats from clandestine products have
called the press’ attention, which informs the
population about the cares to be taken whenever
the purchase of cleaning products. The danger
offered by clandestine or informal products is in
highlight.
EL BARATO QUE ES CARO
Los productos de limpieza vendidos por menor y de modo informal
representan el mayor enemigo de las empresas, del gobierno y de los consumidores. Para las empresas, la diferencia de hasta 80% en el precio del
producto crea una concurrencia desleal de esos productos clandestinos
fabricados sin ningún control de calidad o garantía de seguridad. Para
el gobierno, los perjuicios a la salud pública son irreparables, además de la perdida en la recaudación de impuestos. Para los consumidores, representan serios riesgos a la salud y a la seguridad.
Estudio realizado en 2001 por la Fundación Instituto de
Pesquisas Económicas (FIPE), de la Universidad de São
Paulo (USP) indicó la existencia de muchas fábricas pequeñas y sin estructura que formulan productos de limpieza, especialmente lavandina y desinfectante y los
comercializan libremente. De las 555 mil toneladas
de lavandina comercializadas anualmente, 42,1%
son irregulares o clandestinas y la mayoría tiene
concentración de cloro activo en volumen hasta
50% inferior al exigido por la vigilancia sanitaria.
En el segmento de desinfectantes, la participación
de los informales en el volumen de ventas - estimado a la época en 399 mil toneladas – es de
30,6%. Ya la comercialización de suavizantes para
ropas, está 15,2% en la informalidad; y 7,7% del
segmento de detergente líquido corresponden a los
productos piratas.
Con relación a la salud, lo más preocupante
es que esos productos frecuentemente provocan
emergencias médicas de difícil diagnóstico y tratamiento, una vez que no tienen el rótulo que ofrece
entre otras, informaciones sobre a composición del
producto y providencias que deben ser tomadas en
caso de intoxicación. De esa manera, es la población de baja renta y, especialmente niños, la más
atingida por esa situación. En São Paulo, la ilegalidad alcanza 37,4% en el segmento de lavandina, y
29,2% entre los desinfectantes.
De acuerdo con estimativa de ABIPLA, la industria formal de productos de limpieza ha dejado
de facturar aproximadamente R$ 560 millones, en
2004, considerando sólo las cuatro principales categorías vendidas en el mercado informal: lavandina,
desinfectante, detergente líquido y suavizante. En
consecuencia, el gobierno dejó de recaudar R$ 219
millones en impuestos.
Delante de ese cuadro, ANVISA, en asociación con
ABIPLA y otras entidades del sector, lanzó en 2004 la
campaña “Diga No al Producto de Limpieza Clandestino o Pirata”. Entre las acciones desarrolladas, merece
acento la cartilla “Orientaciones para los consumidores
sobre el uso de productos clandestinos”.
Las amenazas de los productos clandestinos
están llamando la atención de la prensa, que informa la población sobre los cuidados que deben
observarse en la compra de productos de limpieza,
destacando el peligro ofrecido por los informales o
clandestinos.
Fontes: (1) Estimativa ABIPLA - (2) Estudo FIPE – 2001- (3) Estudo IBPT – Diário do Comércio, 19 de julho de 2004(*) Estimativa por similaridade tributária com outros produtos estudados
44
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
45
PRODUTOS CLANDESTINOS
AMEAÇA À
SAÚDE PÚBLICA
* Maria Eugênia Proença Saldanha
esses produtos não apresentam qualquer rotulagem ou descrição da sua formulação química.
Outro ponto importante é que o produto clandestino não cumpre eficientemente sua função de higienizar, limpar e matar bactérias que transmitem
doenças. De acordo com dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), a formulação da água sanitária clandestina, por exemplo,
chega a ter uma concentração de cloro ativo 50% inferior ao exigido pela
Vigilância Sanitária. Enquanto a concentração ideal é de 2,5%, nos produ-
* Maria Eugênia
Proença Saldanha é
diretora-executiva da
Associação Brasileira
das Indústrias de
Produtos de Limpeza e
Afins (ABIPLA)
tos irregulares este percentual chega a 1,4%. Com isso, a população que
utiliza esta água sanitária como desinfetante continua exposta às doenças
das quais tenta se proteger.
A baixa qualidade dos produtos clandestinos explica a diferença de
preços em relação aos cobrados pela indústria. Em São Paulo, o valor médio da água sanitária legalizada era em 2001, quando foi feita a pesquisa
pela FIPE, de R$ 0,75 contra R$ 0,31 do saneante informal. Há grande
disparidade de preços também entre os desinfetantes: as empresas formais
comercializavam a unidade por R$ 1,48, em média, enquanto as irregulares
vendiam o produto a R$ 0,66.
Além disso, as empresas ilegais, normalmente instaladas em fundo de
quintal, não pagam impostos, direitos trabalhistas e outras obrigações legais,
nem seguem as restritas regras sanitárias, ambientais, de saúde do trabalhador, entre outras.
O resultado de todos esses fatores é uma equação em que todos perdem.
Perde o governo ao deixar de arrecadar impostos que poderiam ser utilizados nos
vários programas sociais ainda parados e ao deixar de criar empregos formais.
Perde a indústria que não tem condições de competir com estes produtos dada
à imensa diferença de preço provocada não só pela ausência de pagamento de
impostos, como também pela total falta de boas práticas de fabricação e garantia
de qualidade por parte dos clandestinos, itens custosos, mas necessários. Perde,
casos de intoxicação com água sanitária foUm tipo de comércio de produtos piratas e/ou clandestinos merece especial atenção do público em geral.
Ele atinge a saúde pública. Trata-se do comércio clandestino de produtos
de limpeza. É comum, principalmente nos bairros da periferia, a circulação
de caminhões com alto-falantes oferecendo aos moradores “água sanitária, desinfetantes e amaciantes”. Até mesmo em lojas é possível encontrar
produtos de limpeza clandestinos. Com preços acessíveis, esse aparentemente inofensivo comércio atrai o consumidor e chega a dominar 42% do
mercado, como é o caso das águas sanitárias. Na linha de desinfetantes, a
pirataria chega a 30%, e nos detergentes líquidos, a 16 %. Os números são
alarmantes. De acordo com dados do Centro de Controle de Intoxicações
(CCI) da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, em 2001, 52% dos
46
ram causados por produtos piratas ou clandestinos. Os riscos à saúde vão de
problemas respiratórios à irritação no estômago e esôfago.
sobretudo, o consumidor que paga por produtos ineficazes que põem em risco sua
saúde e a de seus familiares.
Está na hora de olharmos mais de perto para este problema, que vem
A preocupação é ainda maior se considerarmos que boa parcela das ví-
crescendo assustadoramente. A Agencia Nacional de Vigilância Sanitária
timas de intoxicação é formada por crianças, atraídas por garrafas de refri-
(ANVISA) e a Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Limpeza
gerante utilizadas como recipientes, com líquidos coloridos e perfumados.
e Afins (ABIPLA) distribuíram mais 1.3 milhão de cartilhas de orientação
Em 2002, o CCI registrou 1.025 casos de intoxicação por esses produtos.
ao consumidor sobre o uso de produtos de limpeza, ensinando-os a identifi-
Desse total, 25,95% dos pacientes tinham entre um e quatro anos, 3,41%,
car os produtos clandestinos e alertando-os a não comprá-los.
entre cinco e nove anos, e 6,34% entre dez e 14 anos. Já do total de intoxi-
Mas é preciso muito mais. Se a solução para o problema passa ne-
cações registradas pelo CCI, 55,52% eram decorrentes de produtos ilegais
cessariamente pela conscientização da população, é preciso que todos os
e 19,22% de raticidas de origem desconhecida. Um dos grandes problemas
agentes da sociedade estejam envolvidos com o tema.
dos casos de intoxicação por produtos clandestinos é a dificuldade que os
médicos têm para prescrever o tratamento mais adequado, uma vez que
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
47
PRODUTOS CLANDESTINOS
AMENAZA A LA SALUD
PÚBLICA
THREAT TO PUBLIC HEALTH
* Maria Eugênia Proença Saldanha
A sort of commerce involving piracy or clandestine products deserves special attention
from public in general. This market reaches public health. It deals about the clandestine
commerce of cleaning products. It is common, mostly in outskirts neighborhoods, the circulation of trucks provided with loud speakers offering the residents “chlorined water, disinfectants and softeners”. One can even find those clandestine cleaning products in shops.
Through affordable prices, this apparently inoffensive commerce attracts consumers besides
dominating 42% of the market, as the chlorined water case. In the range of disinfectants,
piracy reaches 30%, and the liquid detergents 16%. The figures are alarming. According to
data from Centro de Controle de Intoxicação (CCI), Intoxication Control Center, from Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, in 2001, 52% of intoxication cases with chlorined
water were caused by clandestine or piracy products. The risks to health start from breathing
to stomach and esophagus irritation.
The concern becomes bigger if we consider that a good parcel of the victims of intoxication is formed with children attracted by soda bottles used as recipients,
filled up with colorful and aromatized liquids. In 2002, CCI registered 1025
cases of intoxication caused by those products. From this total, 25.95% of
patients were between one and four years old, 3.41%, between five and nine
years, and 6.34% between ten and fourteen years. Considering the total of
intoxications registered by CCI, 55.52% were due to illegal products and
19.22% of rat poisons with unknown origin. One of the greatest issues as to intoxication cases caused by clandestine products lies in the difficulty medical
doctors have in prescribing the most adequate treatment once those products
bring neither labels nor description of its chemical formulation.
Another important issue is that the clandestine product does not fulfill efficiently its function of hygienize, clean and kill bacteria that are disease transmitters. According to the data from Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas
(FIPE), the formulation of clandestine chlorined water, for example, aggregates a
concentration of active chlorine 50% inferior to the standard required by Vigilância Sanitária. While the ideal concentration is 2.5% in irregular products, this
percentage reaches 1.4%. Thus, the population that utilizes that chlorined water
as a disinfectant is still exposed to diseases from which it tries to get rid of.
The low quality of clandestine products explains the difference in price in
relation to the ones charged by the industry. In São Paulo, the average value for
legalized chlorined water was in 2001, when FIPE made a survey, R$ 0.75 against
R$ 0.31 compared to informal dealers. There is a great disparity of prices among
48
* Maria Eugênia Proença Saldanha
Un tipo de comercio de productos piratas y/o clandestinos merece
especial atención del público general. Él toca la salud pública. Se trata
del comercio clandestino de productos de limpieza. Es común, principalmente en los barrios de la periferia, la circulación de camiones con
altoparlantes ofreciendo a los moradores “lavandina, desinfectantes y
suavizantes”. Incluso en tiendas es posible encontrar productos de limpieza clandestinos. Con precios accesibles, ese aparentemente inofensivo comercio atrae el consumidor y llega a dominar 42% del mercado,
como es el caso de las lavandinas. En la línea de desinfectantes, la
piratería llega a 30%, y en los detergentes líquidos, a 16 %. Los números son alarmantes. De acuerdo con datos del Centro de Control de
Intoxicaciones (CCI) de la Secretaria Municipal de Salud de São Paulo,
en 2001, 52% de los casos de intoxicación con lavandina se causaron
por productos piratas o clandestinos. Los riesgos a la salud van de problemas respiratorios a la irritación en el estómago y esófago.
La preocupación es aún mayor si consideramos que gran parcela de
las víctimas de intoxicación es formada por niños, atraídos por botellas de
gaseosas utilizadas como recipientes, con líquidos coloridos y perfumados. En 2002, CCI registró 1.025 casos de intoxicación por eses productos. De ese total, 25,95% de los pacientes
tenían entre uno y cuatro años, 3,41%, entre cinco y nueve años, y 6,34% entre diez y 14
años. Ya del total de intoxicaciones registradas por CCI, 55,52% eran decurrentes de productos ilegales y 19,22% de raticidas de origen desconocida. Uno de los grandes problemas
de los casos de intoxicación por productos clandestinos es la dificultad que los médicos
tienen para prescribir el tratamiento más adecuado, una vez que esos productos no presentan
cualquier rótulo o descripción de su formulación química.
Otro punto importante es que el producto clandestino no cumple eficientemente su
función de higienizar, limpiar y matar bacterias que transmiten enfermedades. De acuerdo con datos de la Fundación Instituto de Pesquisas Económicas (FIPE), la formulación
de la lavandina clandestina, por ejemplo, llega a tener una concentración de cloro activo
50% inferior al exigido por la Vigilancia Sanitaria. Mientras la concentración ideal es de
2,5%, en los productos irregulares este porcentual llega a 1,4%. Con eso, la población
que utiliza esta lavandina como desinfectante continúa expuesta a las enfermedades de
las cuales intenta protegerse.
disinfectants: the formal companies trade a single bottle for R$ 1.48 in average, whereas the
irregular ones sell the product for R$ 0.66.
In addition, legal companies usually installed in backyards pay no taxes, labor rights
and other legal obligations, neither follow the restrict sanitation and environmental rules concerning worker’s health, among others.
The result of all those factors is an equation in which everyone loses: loses the
government in collecting no taxes which may be used in various social programs still
inactive, yet loses the government without the creation formal employment; loses
the industry with no condition of competition with those products considering the
immense difference in price provoked not only by the absence of tax pay, but also
by the total absence of good practices of manufacturing and guarantee of quality
from clandestine products. These are costing items however extremely needed. The
consumer, above all, loses in paying for ineffective products which contribute to risk
their health and family members.
It’s already time to have a closer look at this issue that has been growing frighteningly. Both Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) and Associação
Brasileira das Industrias de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA) have recently
distributed over 1.3 million of primers orienting consumers as to the use of cleaning
products, teaching them how to identify clandestine products besides alerting them
not to buy them. .
However there is too much more to be done. Whether the solution for the
problem goes through the population’s consciousness, all society agents will need
to be involved in such a theme.
*Maria Eugênia Proença Saldanha is the executive director at Associação Brasileira
das Indústrias de Produtos de Limpeza e Afins (ABIPLA)
La baja calidad de los productos clandestinos explica la diferencia de precios con
relación a los cobrados por la industria. En São Paulo, el valor mediano de la lavandina
legalizada era en 2001, cuando se hizo la encuesta por FIPE, de R$ 0,75 contra R$ 0,31
del producto informal. Hay gran disparidad de precios también entre los desinfectantes: las
empresas formales comercializan la unidad por R$ 1,48, en media, mientras las irregulares
venden el producto a R$ 0,66.
Además de eso, las empresas ilegales, normalmente instaladas en las propias casas
de los dueños, no pagan impuestos, derechos del trabajador y otras obligaciones legales ni
siguen las restrictas reglas sanitarias, ambientales, de salud del trabajador, entre otras.
El resultado de todos esos factores es una ecuación en que todos pierden. Pierde el
gobierno cuando deja de recaudar impuestos que podrían utilizarse en los varios programas
sociales aún parados y al dejar de crear empleos formales. Pierde la industria que no tiene
condiciones de competir con estos productos dada la inmensa diferencia de precio provocada
no sólo por la ausencia de pago de impuestos, como también por la total falta de buenas prácticas de fabricación y garantía de calidad por parte de los clandestinos, ítems costosos, pero
necesarios. Pierde, además, el consumidor que paga por productos ineficaces que ponen en
riesgo su salud y la de sus familiares.
Esta es la hora de mirar más cerca para este problema, que está creciendo
asustadoramente. La Agencia Nacional de Vigilancia Sanitaria (ANVISA) y la Asociación Brasileña de las Industrias de Productos de Limpieza y Afines (ABIPLA)
distribuyeron más de 1.3 millón de cartillas de orientación al consumidor sobre el
uso de productos de limpieza, enseñándolos a identificar los productos clandestinos
y alertándolos a no comprarlos.
Pero es necesario mucho más. Si la solución para el problema pasa necesariamente por
la concienciación de la población, es necesario que todos los agentes de la sociedad estén
envueltos con el tema.
*Maria Eugênia Proença Saldanha es directora-ejecutiva de la Asociación
Brasileña de las Industrias de Productos de Limpieza y Afines (ABIPLA)
49
MEIO AMBIENTE
EM SINTONIA COM
A VIDA
SOLUÇÃO COMBINADA
ximos três anos e define dois parâmetros de controle de produção: um teto
As medidas internacionais adotadas para a retirada total ou parcial do
máximo para os produtos e uma média ponderada por fabricante, o que im-
fósforo da composição dos detergentes em pó não resolveram o problema
pede que uma mesma empresa use o limite máximo em todas as suas marcas
da eutrofização. A melhoria na qualidade das águas somente ocorreu por
Entre os objetivos que nortearam a criação da ABIPLA, a proteção ao meio
de detergentes. Ou seja, pela média ponderada, os fabricantes terão, obriga-
meio de um controle rigoroso nas atividades agrícolas e da implementa-
ambiente sempre mereceu atenção especial. O exemplo mais expressivo é a re-
toriamente, que equilibrar a composição do fósforo entre todos os produtos.
ção de coleta e tratamento terciário de esgotos, que possibilita a retirada
As discussões em torno do uso do fósforo na composição dos detergentes
de maior quantidade de fósforo dos efluentes. Em alguns casos, como na
em pó – popularmente conhecidos como sabão em pó – foram motivadas pela
Suíça, foram inseridas outras medidas no sentido de melhorar a qualidade
proliferação de algas nos rios e represas da Região Metropolitana de São Pau-
das águas, tais como alterações na forma do plantio agrícola, controle de
lo (RMSP), o que demanda maior investimento no tratamento das águas para
erosão e drenagem urbana, para evitar queda de resíduos resultantes de
abastecimento público e cria o risco de toxinas serem geradas por alguns tipos
enxurradas. Outros países da União Européia que baniram por completo o
de plantas aquáticas. Há também uma redução na prática da pesca, danos aos
uso do STPP no detergente em pó na década de 70 já estudam seriamente
processo industrial – a indústria de materiais de limpeza pra-
aspectos estéticos e de recreação nos rios e represas, além de odor desagradá-
a possibilidade de voltar a utilizar o componente químico. O selo verde,
tica o uso racional da água com o reúso da água utiliza-
vel nas águas. O cheiro ruim é reflexo da decomposição das algas e da morte
certificado de qualidade ambiental adotado na Europa, aprova o uso do
de peixes, que acabam disputando entre si o oxigênio das águas.
STPP no detergente em pó.
dução do uso de fósforo nos detergentes em pó.
A Associação também está atenta às políticas globais de incentivo ao uso
racional da água, uma preocupação mundial. Por ser uma usuária
intensiva de água – consumida na composição dos produtos e no
da no processo produtivo. Essa reutilização ocorre para
Os detergentes em pó são compostos por três grandes grupos de subs-
Para a ABIPLA, a Resolução 359/05 representa um avanço para o con-
fins de irrigação, lavagens de pátios, etc. Além disso, a
tâncias: surfactantes – também denominados tensoativos e que removem
trole da eutrofização no País. A Associação entende, no entanto, que se tra-
colaboração do setor se dá também com relação aos
a sujeira; builders – que facilitam o processo de limpeza; e ingredientes
ta de apenas uma parte das medidas que devem ser tomadas para a solução
auxiliares, que perfumam e branqueiam os tecidos. O STPP é um dos buil-
definitiva do problema. É fundamental que todas as fontes responsáveis pelo
ders existentes no mercado mundial e utilizado no Brasil pela indústria de
aporte do fósforo na natureza, como fertilizantes, dejetos humanos, lixo domi-
detergentes em pó desde a década de 1950. Composto por fósforo (25%),
ciliar, solos, entre outras, sejam avaliadas, e que seja elaborado um programa
sódio (31%) e oxigênio (44%), é o único capaz de agir isoladamente – sem
de ações, inclusive com a implantação de sistemas de coleta e tratamento de
outros componentes químicos – para evitar que a sujeira retorne às roupas.
esgoto, principalmente em áreas críticas.
efluentes industriais, que são devidamente tratados
antes de lançados em rios ou córregos.
EXEMPLO BEM-SUCEDIDO
A ABIPLA teve participação significativa, como representante
Além disso, torna o pH da água mais adequado para as lavagens, aumentando a eficiência do detergente no processo de limpeza.
Exemplo de sucesso na adoção de medidas combinadas, conforme
defende a ABIPLA, o lago Paranoá, em Brasília, na década de 80, estava
das indústrias de produtos de limpeza, nos estudos e debates que cul-
É importante considerar que o fósforo é um elemento vital para a vida de
com as águas condenadas pela quantidade excessiva de nutrientes que
minaram na publicação da resolução 359/05 do Conselho Nacional de
seres humanos, animais e plantas. Sua função nos seres humanos é a de man-
contribuía para a proliferação das algas. Após a implantação do sistema
Meio Ambiente (CONAMA) para o controle da carga de fósforo nos rios
ter ossos e dentes fortes, a geração de vitaminas e a síntese de aminoácidos
de tratamento terciário de esgoto, que permite a remoção de nutrientes, a
e lagos brasileiros proveniente dos detergentes em pó. A medida visa so-
e proteínas. O homem adulto necessita de aproximadamente 0,8 grama de
qualidade da água teve melhora significativa. Hoje, o lago é usado como
lucionar o problema da eutrofização no País, fenômeno caracterizado pelo
fósforo em sua forma combinada por dia. A atuação do fósforo nos organismos
área de lazer pela população local. “Assim como ocorreu na Europa, isso
excesso de nutrientes nas águas, principalmente fósforo e nitrogênio, e que
vivos ou em produtos industrializados se dá sempre por meio do fosfato.
só foi possível com a implantação de um conjunto de medidas e não com a
pode provocar a proliferação de algas na superfície dos mananciais. A Reso-
50
A norma do CONAMA estabelece a redução gradual do fósforo nos pró-
Resultado da combinação entre o fósforo e o oxigênio, o fosfato é essencial
restrição isolada do uso do fósforo nos detergentes em pó”, explica Maria
lução representa um importante ganho ambiental e não traz qualquer ônus para
em processos-chave da vida, como metabolismo e fotossíntese. Além disso, a
o consumidor, nem com relação à qualidade dos produtos nem no que diz respeito
associação do fosfato com outros elementos químicos é usada na fabricação de
José Eduardo Bevilacqua, gerente da Divisão de Qualidade das Águas
aos preços. Nos detergentes em pó, o fósforo está presente na forma de Tripolifosfato de
vários produtos, como, por exemplo, alimentos infantis, medicamentos para
da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (CETESB), ligada
Sódio (STPP), que tem a função de facilitar e aumentar a eficiência do processo de limpeza.
tratamento da osteoporose, fertilizantes, entre outros.
ao Governo do Estado de São Paulo, ressalta que “a decisão de reduzir o
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
Eugênia Proença Saldanha, diretora executiva da ABIPLA.
51
MEIO AMBIENTE
aporte de fósforo é principalmente preventiva e estritamente necessária para
tras medidas de redução de outras fontes de fósforo devem ser incentivadas
qualquer planejamento de recuperação de ambientes aquáticos. Essa é uma
e compor uma agenda ambiental nacional para essa questão, especialmente
visão ambiental moderna e não podemos deixar de segui-la. Entretanto, ou-
nas regiões mais sensíveis e com os maiores aglomerados urbanos”.
TABELA DE REDUÇÃO GRADUAL
PRAZO DE ADEQUAÇÃO A PARTIR DA PUBLICAÇÃO
DESTA RESOLUÇÃO (03/05/2005)
LIMITE MÁXIMO DE
P POR FORMULAÇÃO (%)
MÉDIA PONDERADA MÁXIMA DE
P* POR GFI* (%)
6 meses (até 03/11/2005)
5,55
3,91
18 meses (até 03/11/2006)
5,3
3,41
36 meses (até 03/05/2008)
4,8
3,16
* P = FÓSFORO; GFI = GRUPO FABRICANTE/IMPORTADOR - FONTE: RESOLUÇÃO CONAMA N0 359/05
TUNED IN TO LIFE
Among the objectives that guided ABIPLA creation, environment protection has always deserved special attention. The most expressive example is regarding the reduction of
the use of phosphorus in powder detergents.
The Association is also attentive concerning the global policies of incentive as to the
rational use of water, a world concern. Being an intensive user of water – consumed in the
composition of products and in the industrial process – the industry of cleaning products
puts into practice the rational use of water through the reuse of water utilized in the productive process. This reutilization happens viewing the irrigation process, washings of courtyards, and so on. Moreover, the collaboration of the sector is also regarding the industrial
effluents which are accurately treated before being thrown in rivers or streamlets.
A SUCCESSFUL EXAMPLE
ABIPLA had a meaningful participation as a representative for the cleaning products industry in the studies and debates, which culminated in the publication of resolution
359/05 of Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA (National Council for the
Environment) aiming the control of phosphorus load in Brazilian lakes and rivers derived
from powder detergents. The measure intends to solve the problem of eutrophization in the
country, a phenomenon featured by the excess of nutrients in water, mostly phosphorus and
nitrogen which may cause the proliferation of seaweeds on fountainhead surfaces besides
increasing the efficiency of the cleaning process.
As a major rule, CONAMA establishes the gradual reduction of phosphorus in the
three coming years and defines two parameters as to production control: a maximum
amount for the products and a pondered measure for the manufacturer, which intercepts a
company to use the maximum limit in all their detergent brands.
Powder detergents are composed with three large groups of surfactant substances –
also denominated tense actives as dirt removers; builders – facilitate the cleaning process;
auxiliary ingredients that aromatize and whiten fabric. STPP is one of the builders used in
Brazil by powder detergent industry since the decade 1950. Composed with phosphorus
(25%), sodium (31%) and oxygen (44%), it is the only one able to act isolatedly making
water pH more adequate for washings.
EN SINTONÍA CON LA VIDA
Entre los objetivos que dirigieron la creación de ABIPLA, la protección al medio ambiente siempre ha merecido atención especial. El ejemplo más significativo es la reducción
del uso de fósforo en los detergentes en polvo.
La Asociación también está atenta a las políticas globales de incentivo al uso racional
del agua, una preocupación mundial. Por ser una usuaria intensiva de agua – consumida
en la composición de los productos y en el proceso industrial – la industria de materiales
de limpieza practica el uso racional del agua con la reutilización del agua utilizada en el
proceso productivo. Esa reutilización ocurre para fines de irrigación, lavado de patios, etc.
Además de eso, la colaboración del sector se da también con relación a los desechos industriales, que son debidamente tratados antes de lanzados en ríos o ramblas.
52
aguas residuales, que posibilita la retirada de mayor cantidad de fósforo de los efluentes.
Otras medidas adoptadas por algunos países mejoran la calidad del agua, entre ellas la
alteración en la forma del plantío agrícola, control de erosión y drenaje urbano para evitar
caída de residuos resultantes de grandes lluvias. Otros países de la Unión Europea que
abolieron por completo el uso del STPP en el detergente en polvo en la década de 1970 ya
estudiaron seriamente la posibilidad de volver a utilizar el componente químico. El sello
verde, certificado de calidad ambiental adoptado en Europa, ya aprobó el retorno del STPP
en el producto de limpieza.
Para ABIPLA, la resolución 359/05 representa un avanzo para el controle de la eutrofización en el País. La Asociación entiende, mientras tanto, que se trata de solamente
una parte de las medidas que se deben tomar para la solución definitiva del problema. Es
fundamental que todas las fuentes responsables por el aporte del fósforo en la naturaleza,
como fertilizantes, desechos humanos, basura domiciliar, solos, entre otras, sean analizadas, y que se elabore un programa de acciones incluso con la implantación alcantarillado y
sistemas de tratamiento de aguas residuales, principalmente en áreas críticas.
La adopción de medidas combinadas obtuvo excelente resultado en el lago Paranoá,
en Brasilia, que, en la década de 1980, estaba con las aguas condenadas por la cantidad
excesiva de nutrientes que contribuía para la proliferación de las algas y se ha recuperado
completamente con la instalación de alcantarillado y sistema de tratamiento terciario de
aguas residuales, que permite la remoción de nutrientes.
José Eduardo Bevilacqua, gerente de la División de Calidad de las Aguas de la Compañía de Tecnología de Saneamiento Ambiental (CETESB), ligada al gobierno del Estado
de São Paulo, resalta que “La decisión de reducir el aporte de fósforo es principalmente
preventiva y estrictamente necesaria para cualquier planeamiento de recuperación de ambientes acuáticos. Esa es una visión ambiental moderna y no podemos dejar de seguirla.
Mientras tanto, otras medidas de reducción de otras fuentes de fósforo deben ser incentivadas y componer una agenda ambiental nacional para esa cuestión, especialmente en las
regiones más sensibles y con los mayores aglomerados urbanos”.
« 53
EJEMPLO BIEN SUCEDIDO
ABIPLA tuvo participación significativa como representante de las industrias de
productos de limpieza en los estudios y debates que culminaron en la publicación de la
resolución 359/05 del Consejo Nacional de Medio Ambiente (CONAMA) para el control
de la carga de fósforo en los ríos y lagos brasileños proveniente de los detergentes en polvo.
La medida objetiva solucionar el problema de la eutrofización en el País, fenómeno caracterizado por el exceso de nutrientes en las aguas, principalmente fósforo y nitrógeno, y que
puede provocar la proliferación de algas en la superficie de los manantiales; y aumentar la
eficiencia del proceso de limpieza.
La norma de CONAMA establece la reducción gradual del fósforo en los próximos
tres años y define dos parámetros de control de producción: un techo máximo para los
productos y una mediana ponderada por fabricante, lo que impide que una misma empresa
use el límite máximo en todas sus marcas de detergentes.
Los detergentes en polvo se componen por tres grandes grupos de sustancias: surfactantes – también denominados tensioactivos y que remueven la suciedad; builders – que
facilitan el proceso de limpieza; e ingredientes auxiliares, que perfuman y blanquean los
tejidos. STPP es uno de los builder utilizado en Brasil por la industria de detergentes en
polvo desde la década de 1950. Compuesto por fósforo (25%), sodio (31%) y oxígeno
(44%), es el único capaz de actuar aisladamente y vuelve el pH del agua más adecuado
para los lavados.
COMBINED SOLUTION
The international measures adopted viewing the total or partial phosphorus removal
from powder detergents composition does not solve the eutrophization problem. The improvement in water quality was only possible by means of a rigorous control of the agricultural activities and the implementation of collection and the tertiary sewerage treatment,
which enables the removal of a bigger quantity of phosphorus from the streams. Other
adopted measures for some countries improve the water quality, among them the alteration
in the way of agricultural sowing, control of erosion and urban drainage in order to avoid
residues fall resulting from downpours.
Other countries in European Union that fully banned the use of STPP in powder detergent in the decade 1970 are already seriously studying a possibility of reutilizing the
chemical component. The green stamp, environmental quality certification adopted in Europe has already approved the return of STPP in cleaning products.
As for ABIPLA, the resolution 359/05 represents an advance viewing the eutrophization control in the country. The association understands, however, that it deals about only
one part of the measures to be taken for a definitive solution of the problem. It is fundamental that all sources responsible for the contribution of phosphorus in the nature, such
as fertilizers, human dejects, dwelling trash, soils, among others, be analyzed besides the
elaboration of an action program including the implementation of collect systems and sewerage treatment, mostly in critical areas.
The adoption of combined measures brought in an excellent result in Paranoá Lake, in
Brasilia, that, in the decade 1980, its water had been condemned by the excessive quantity
of nutrients contributing for waters proliferation. The installation of a system for a tertiary
sewerage treatment brought a thorough recuperation allowing the removal of nutrients.
José Eduardo Bevilacqua, manager of Water Quality Department in Companhia de
Tecnologia de Saneamento Ambiental – CETESB (Company of Technology of Ambient on
Sanitation) in connection with São Paulo State government, highlights that “The decision
of reducing the contribution of phosphorus is mostly preventive and strictly necessary for
any recuperation plan as to aquatic environments. This is a modern vision of environmental
and we cannot help following it. However, other reduction measures as to other sources of
phosphorus ought to have incentives in order to arrange an environment national agenda
for this issue with a special view on the most sensitive regions which have the most urban
agglomerations”.
SOLUCIÓN COMBINADA
Las medidas internacionales adoptadas para la retirada total o parcial del fósforo de la
composición de los detergentes en polvo no resolvieron el problema de la eutrofización. La
mejora en la calidad de las aguas solamente ocurrió por medio de un control riguroso en las
actividades agrícolas y de la implementación de alcantarillado y tratamiento terciario de
Croda
MEIO AMBIENTE
O FÓSFORO E O
MEIO AMBIENTE
* Maria Eugênia Proença Saldanha
e Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental do Estado de São
arcabouço de informações e subsídios que iriam nortear as discussões
Paulo (CETESB), além de entidades da sociedade civil e da indústria de
dentro do Grupo Técnico. O resultado de todo esse trabalho foi a publica-
produtos de limpeza.
ção da Resolução 359, no Diário Oficial da União, de 3 de maio de 2005.
Como representante dos fabricantes de detergentes em pó, a ABIPLA
Contudo, não menos importante do que a aprovação do texto final foi o
participou de várias reuniões, em São Paulo e Brasília, e promoveu semi-
envolvimento de todos os integrantes do Grupo na busca por uma solução
nários, inclusive com a participação de especialistas internacionais. Na
ambiental para a questão do fósforo. O que se pode constatar foi o objetivo
Europa, segundo o professor Marco Vighi, da Universidade de Milão, as
comum de governo, órgãos ambientais, representantes da sociedade civil,
condições históricas, econômicas e geográficas que permearam as discus-
acadêmicos e indústrias em encontrar uma solução para o problema.
sões sobre a presença do fósforo no meio ambiente são bastante diferentes
Cabe destacar que, apesar de ser um avanço na questão ambiental,
0
A recente publicação da Resolução N 359, do Conselho Nacional do Meio Am-
da realidade brasileira. Além da quantidade de STPP utilizada e do con-
a Resolução 359 é apenas parte da solução para o problema da eutro-
biente (CONAMA), que estabelece a redução gradual do teor de fósforo na formulação
sumo de fósforo, à época, serem maiores na Europa do que no Brasil, a
fização no País e o conseqüente surgimento de algas em rios e lagos.
dos detergentes em pó durante os próximos três anos mostra que, nas decisões refe-
carga de fósforo nos mananciais também era maior. Apesar da restrição ao
No futuro próximo, é fundamental que todas as fontes responsáveis pelo
rentes à preservação da natureza e à qualidade de vida da sociedade, deve prevalecer
uso do fósforo nos detergentes em pó em alguns países europeus, o que se
aporte de fósforo na natureza, como fertilizantes, dejetos humanos, lixo
o bom senso.
pôde constatar é que esta medida não trouxe benefícios para a qualidade
domiciliar, solos, entre outros, devam ser analisadas e que outras medi-
das águas e tampouco solucionou o problema da eutrofização.
das, como a implantação de sistemas de coleta e tratamento de esgoto,
Apesar de divergências conceituais (o que em si também é saudável) entre os
participantes do Grupo que discutiu o tema no CONAMA, acabou prevalecendo a
Nas reuniões do CONAMA, o objetivo, desde o início, era montar um
sejam implantadas para solução definitiva do problema.
preocupação de que, no fim, o meio ambiente, o consumidor e a sociedade fossem os
* Maria Eugênia Proença
Saldanha é diretoraexecutiva da Associação
Brasileira das Indústrias
de Produtos de Limpeza e
Afins (ABIPLA)
principais beneficiados com as propostas contidas na nova regulamentação.
55
O texto aprovado no CONAMA tem por objetivo diminuir o aporte da carga de
fósforo proveniente dos detergentes em pó nos rios e lagos brasileiros, contribuindo
para a solução do problema da eutrofização – fenômeno caracterizado pelo excesso
de nutrientes nas águas, principalmente fósforo e nitrogênio, e que pode provocar a
proliferação de algas nos mananciais. Além do ganho ambiental, é importante destacar
que não haverá qualquer ônus para o consumidor, nem em relação à qualidade dos
produtos nem no que diz respeito aos preços.
A aprovação da Resolução é resultado de uma ampla discussão entre representantes do Governo Federal, de órgãos ambientais, como Instituto Brasileiro do Meio
Ambiente e dos Recursos Renováveis (IBAMA), Agência Nacional das Águas (ANA)
Deten
54
MEIO AMBIENTE
PHOSPHORUS AND THE
ENVIRONMENT
* Maria Eugênia Proença Saldanha
The recent publication of Resolution # 359, of Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), which establishes the gradual reduction of phosphorus tenor in
powder detergents formulation during the next three years shows that, in decisions
referring to nature preservation as well as society life quality, the good sense must
prevail.
In spite of conceptual divergences (which seem themselves to be healthy) between the Group participants in favor of discussing the theme in CONAMA, the
prevalence was on the concern about the environment, the consumer and the society
were the most benefited with the proposals contained in the new regulation.
The text approved by CONAMA aims to reduce the contribution of phosphorus
load derived from powder detergents in Brazilian rivers and lakes, contributing for
the solution of the eutrophization problem – phenomenon featured by the excess of
nutrients in waters, mostly phosphorus and nitrogen, which may provoke the proliferation of seaweeds in fountainheads. In addition to the environmental gain, it
is important to stand out that there will not be any onus to the consumer, neither
regarding the quality of the products nor as to prices.
The approval of the resolution is a result of an ample discussion between Federal government representatives, environmental agencies, such as Instituto Brasileiro
de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis –IBAMA (Brazilian Institute of the
Environment), Agência Nacional das Águas –ANA (National Agency of Waters) and
Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental – CETESB (São Paulo Basic
Sanitation, Technology and Environment Protection Agency), besides the entities of
civil society and the cleaning products industry.
As a powder detergent manufacturers’ representative, ABIPLA has taken part
in several meetings in São Paulo and Brasilia, besides promoting seminars with the
participation of international experts inclusive. In Europe, according to Professor
Marco Vighi, of Milan University, the historical, economical and geographical conditions which permeate the discussions regarding the presence of phosphorus in the
environment are quite unlike the Brazilian reality. Moreover the quantity of STPP
used and the consumption of phosphorus, at that time, be bigger in Europe than in
Brazil, the load of phosphorus in fountainheads was bigger likewise.
Despite the restriction as to use phosphorus in powder detergents in some European countries, there is evidence that this measure brought no benefits to water
quality and no solution for the eutrophization problem either.
During CONAMA meetings, the objective, since the very beginning was to set
56
EL FÓSFORO Y EL
MEDIO AMBIENTE
* Maria Eugênia Proença Saldanha
La recién publicación de la Resolución N.o 359, del Consejo Nacional del Medio
Ambiente (CONAMA), que establece la reducción gradual del fósforo en la formulación de los detergentes en polvo durante los próximos tres años, muestra que, en las
decisiones referentes a la preservación de la naturaleza y a la calidad de vida de la
sociedad, debe prevalecer el buen sentido.
A pesar de divergencias conceptuales (lo que en si también es provechoso) entre
los participantes del Grupo que discutió el tema en CONAMA, acabó prevaleciendo
la preocupación de que, en el fin, el medio ambiente, el consumidor y la sociedad
fueran los principales beneficiados con las propuestas contenidas en la nueva reglamentación.
El texto aprobado en CONAMA tiene el objetivo de disminuir el aporte de la
carga de fósforo proveniente de los detergentes en polvo en los ríos y lagos brasileños,
contribuyendo para la solución del problema de la eutrofización – fenómeno caracterizado por el exceso de nutrientes en las aguas, principalmente fósforo y nitrógeno, y
que puede provocar la proliferación de algas en los manantiales. Además de la ventaja
ambiental, es importante destacar que no habrá cualquier cargo para el consumidor, ni
con relación a la calidad de los productos ni en lo que dice respeto a los precios.
La aprobación de la Resolución es resultado de una amplia discusión entre representantes del Gobierno Federal, de órganos ambientales, como el Instituto Brasileño
del Medio Ambiente y de los Recursos Renovables (IBAMA), Agencia Nacional de
las Aguas (ANA) y Compañía de Tecnología de Saneamiento Ambiental del Estado de
São Paulo (CETESB), además de entidades de la sociedad civil y de la industria de
productos de limpieza.
Como representante de los fabricantes de detergentes en polvo, ABIPLA participó de varias reuniones, en São Paulo y Brasilia, y promovió seminarios, incluso
con la participación de especialistas internacionales. En Europa, según el profesor
Marco Vighi, de la Universidad de Milán, las condiciones históricas, económicas y
geográficas que permearon las discusiones sobre la presencia del fósforo en el medio
ambiente son bastante diferentes de la realidad brasileña. Además de la cantidad de
STPP utilizada y del consumo de fósforo, a la época, ser mayor en Europa que en Brasil, la carga de fósforo en los manantiales también era mayor. A pesar de la restricción
al uso del fósforo en los detergentes en polvo en algunos países europeos, lo que se
pudo constatar es que esta medida no trajo beneficios para la calidad de las aguas y ni
solucionó el problema de la eutrofización.
En las reuniones de CONAMA, el objetivo, desde el inicio, era montar una estruc-
up an information framework and subsidies in order to guide the discussions
inside the Technical Group. The result of this job was the publication
of Resolution 359, in Diário Oficial da União, dated of May 3rd,
2005. Nevertheless, not least important than the approval of
the final text was the involvement of every integrant of the
Group in the search for an environmental solution aiming the phosphorus issue. It is evident the common objective of the government, environmental agencies,
and representatives from the civil society,
academicians and industries with the aim of
finding a solution for the problem.
It is proper to highlight that, in spite of
being an advance in the environmental issue;
the Resolution 359 is just part of the solution for the
eutrophization problem in the country and the consequent appearance of seaweeds in lakes and rivers. In the
upcoming future, it will be fundamental that all the sources
responsible for phosphorus contribution in nature, as fertilizers, human dejects, dwelling trash, soils, among others, ought
to be analyzed as well as other measures, as the implantation
of collect systems and sewerage treatment be implemented
viewing a definitive solution for the problem.
tura de informaciones y subsidios que irían orientar las discusiones dentro del Grupo
Técnico. El resultado de todo ese trabajo fue la publicación de la Resolución 359, en
el Diario Oficial de la Unión, de 3 de mayo de 2005. Sin embargo, no menos importante que la aprobación del texto final fue el envolvimiento de todos los integrantes del
Grupo en la búsqueda por una solución ambiental para la cuestión del fósforo. Lo que
se puede constatar fue el objetivo común de gobierno, órganos
ambientales, representantes de la sociedad civil, académicos e
industrias en encontrar una solución para el problema.
Cabe destacar que, a pesar de ser un avanzo en la
cuestión ambiental, la Resolución 359 es solamente parte
de la solución para el problema de la eutrofización en el
País y el consecuente surgimiento de algas en ríos y lagos.
En el futuro próximo, es fundamental que todas las fuentes
responsables por el aporte de fósforo en la naturaleza, como
fertilizantes, desechos humanos, basura domiciliar, solos,
entre otros, deban ser analizadas y que otras medidas,
como la implantación de alcantarillado y tratamiento
terciario de aguas residuales, sean implantadas para
solución definitiva del problema.
Ecolab
57
COMÉRCIO EXTERIOR
CONQUISTA DE
GRÁFICO 1
MERCADO
A indústria dos produtos de limpeza e afins segue a tendência de aumento
das exportações brasileiras, como vem ocorrendo em diversos setores da economia. Desde 2003, o segmento apresenta um crescimento contínuo. Em 2005,
por exemplo, houve um acréscimo de 30% nas vendas externas deste setor, em
relação a 2004, enquanto as importações cresceram apenas 4,5% no mesmo
período. Embora as importações ainda sejam maiores, (vejo o Gráfico 1), o que
Este desempenho é em parte fruto do trabalho realizado pela Agência de
se vê é uma forte ascensão do mercado externo para o setor.
Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), órgão ligado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. A Agência é um
dos responsáveis pelo resultado positivo de US$ 120 bilhões de exportações,
entre março de 2005 e fevereiro de 2006, fortalecendo os dados gerais da
balança comercial que seguem favoráveis (veja Gráfico 2).
GRÁFICO 2
Num panorama mais amplo, o trabalho em prol do crescimento do setor de
produtos de limpeza e afins no comércio exterior se apóia na parceria entre
Abipla e Apex-Brasil. Diante dessa expectativa de maior participação na balança comercial brasileira, as duas entidades se uniram, em 2004, e iniciaram
as discussões para o desenvolvimento de um projeto claro, com responsabilidades e recursos e, sobretudo, apoio para promoção comercial do setor.
58
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
59
COMÉRCIO EXTERIOR
Para se ter uma idéia dos tipos de pro-
NCM
Descrição
Toneladas
dutos mais exportados pelo setor e de seu
34022000
1. Preparações tensoativas, para lavagem e limpeza.
30.580
volume de vendas, veja a tabela com identi-
34011900
2. Outros sabões/produtos/preparações, em barras, pedaços.
19.162
ficação feita pela Nomenclatura Comum do
34021300
3. Agentes orgânicos de superfícies, não iônicos.
17.028
34012090
4. Outros sabões.
8.781
34021190
5. Outros agentes orgânicos de superfície, aniônicos.
7.280
38099190
6. Outros.
6.771
34021290
7. Outros agentes orgânicos de superfície, catiônicos.
4.953
34029029
8. Outras.
3.927
38089029
9. Outros rodenticidas/produtos semelhantes apresentados de outro modo.
2.339
34029039
10. Outras preparações para lavagem (detergentes).
2.105
38084010
11. Desinfetantes para uso domissanitário direto.
1.926
34039900
12. Outras preparações lubrificantes/antiaderentes/antiferrugem, etc.
1.729
34052000
13. Encáusticas preparações para conservação de móveis, etc. de madeira.
1.265
34049019
14. Outras ceras artificiais.
1.144
34021900
15. Outros agentes orgânicos de superfície.
1.081
Mercosul (NCM).
O segmento correspondente aos sabões
tem grande aceitação em países com mercado carente de produtos de limpeza, como os
da África, que têm hábitos de consumo muito
parecidos com os dos brasileiros e que também são ávidos por industrializados baratos.
Essas características são perfeitas para as
empresas exportadoras nacionais com foco
voltado para as classes de renda mais baixa. Fabricantes de produtos populares como
sabões em pedra, por exemplo, escolheram
o mercado africano como rota prioritária de
Fonte: Secex – Ano base 2005
sua expansão internacional.
NORMAS COMUNS
É unânime entre os empresários de
Fevereiro
Missão Comercial
Rodada de Negócios e Visitas Técnicas
Colômbia
Março
Expocomer
Feira Caribenha
Panamá
que as empresas brasileiras intensifiquem
Abril
Rebuild Iraq
Feira no Oriente Médio
Jordânia
sua atuação além-fronteira, é indispensá-
Julho
Missão Comercial
Rodada de Negócios e Visitas Técnicas
Angola
Julho
Missão Comercial
Rodada de Negócios e Visitas Técnicas
África do Sul
envolve desde questões legais até critérios
Agosto
FACIM
Feira Africana
Moçambique
referentes à formulação e embalagem dos
Setembro
Expocruz
Feira Sul-Americana
Bolívia
Outubro
FIHAVl
Feira Multissetorial
Cuba
os negócios entre as empresas nacionais e
Novembro
Missão Comercial
Apresentação de Produtos com
Atividades Promocionais
Austrália e Nova Zelândia
as do exterior já estão sendo realizados. A
Fonte: Abipla
produtos saneantes a opinião de que o setor possui potencial exportador. Mas, para
vel que os produtos estejam de acordo com
as normas dos países importadores, o que
itens a serem exportados.
Os esforços para melhorar e facilitar
ABIPLA e a ANVISA também estão participando das rodadas negociadoras entre
os países do Mercosul para harmonizar as
regulamentações. Já foram feitos vários
encontros, e as conversas estão bastante
encaminhadas para que haja harmonização
dos saneantes. O principal ponto de unificação das normas é o reconhecimento mútuo dos produtos de limpeza, de forma que
60
Calendário de eventos voltados para a exportação do setor em 2006
Anúncio
COMÉRCIO EXTERIOR
os aprovados em um país sejam automaticamente reconhecidos nos outros e possam
ser comercializados em toda a área do Mercosul.
De início, a harmonização deverá atingir os saneantes domissanitários de risco 1,
produtos como alvejantes, detergentes, lustradores, amaciantes, polidores, removedores, sabões e saponáceos, que não contêm em sua formulação nenhuma substância
que ofereça risco à saúde das pessoas. Na seqüência, a normalização poderá chegar
aos demais produtos, como os cáusticos, corrosivos, com atividade antimicrobiana,
desinfetantes, biológicos a base de microorganismos e com valor de pH específico,
de controle mais rigoroso.
Além do Mercosul, os Estados Unidos e países europeus também são foco da
atenção da indústria nacional de produtos de limpeza. Os primeiros passos para a
unificação da regulamentação dos produtos com esses países já foram articulados.
Essa é considerada uma meta de longo prazo em razão de o processo de fiscalização
fora da América Latina ser muito diferente, embora as diretrizes adotadas nos Estados Unidos e na União Européia sejam uma referência para as normas brasileiras.
MARKET CONQUEST
The industry of cleaning products and alikes follows the trend of increase
in Brazilian exportations in accordance with several sectors of economy. Since
2003, the segment has showed an ongoing growth. In 2005, for example, there
was an increase of 30% in overseas sales in this sector regarding 2004, during
the time that importations grew only 4.5% in the same period. Although importations are still smaller, as shown in graphic 1 below, there is a strong increase in
overseas market regarding the sector.
This performance is partially an outgo of the work accomplished by Agência
de Promoção de Exportação e Investimento - Apex Brasil (Agency of Exportation
and Investment Promotion), an agency linked to Ministério do Desenvolvimento,
Indústria e Comércio Exterior – (Ministry of Development, Industry and Foreign
Trade). The agency is one of the responsible for the positive results of US$ 120
billion in exportation between March 2005 and February 2006, fortifying the
general data of the trade balance which follow favorably.
In a wider panorama, the work in favor of the growth of cleaning products
and alikes sector in foreign trade is based on the partnership between ABIPLA
and Apex Brasil. In face of this expectation of a greater participation in the Brazilian trade balance, the two entities joined in 2004, and began the discussions
viewing the development of a clear project with responsibility and resources
and, above all, support for the trade promotion of the sector.
To have an idea of the types of most exported products by the sector as well
as its sales volume, see the chart with identification made by Nomenclatura
Comum do Mercosul – NCM (Common Nomenclature of Mercosul).
The segment corresponding to soap has great acceptance in countries with
destitute market of cleaning products, such as African countries, which have
consumption habits similar to Brazilian one and are also eager for cheap industrialized products. Those features are perfect for the exporting companies
with view to lower income classes. Manufacturers of popular products as bar
soaps, for instance, have chosen the African market as a priority route of their
international expansion.
62
CONQUISTA DE MERCADO
La industria de productos de limpieza y afines sigue la tendencia de aumento
de las exportaciones brasileñas, como está ocurriendo en diversos sectores de la
economía. Desde 2003, el segmento presenta un crecimiento continuo. El 2005,
por ejemplo, hubo un aumento de 30% en las ventas externas de este sector, con
relación a 2004, mientras las importaciones crecieron sólo 4,5% en el mismo período. Aunque las importaciones aún sean mayores, conforme demuestra el Gráfico 1, lo que se ve es una fuerte ascensión del mercado externo para el sector.
Ese desempeño es en parte fruto del trabajo realizado por la Agencia de Promoción de Exportación e Inversión (Apex-Brasil), órgano vinculado al Ministerio del
Desarrollo, Industria y Comercio Exterior. La agencia es uno de los responsables
por el resultado positivo de US$ 120 mil millones de exportaciones entre marzo de
2005 y febrero de 2006, fortaleciendo los datos generales de la balanza comercial
que siguen favorables (Vea Gráfico 2).
En un panorama más amplio, el trabajo a favor del crecimiento del sector de
productos de limpieza y afines en el comercio exterior se apoya en la sociedad entre Abipla y Apex-Brasil. Delante de esa expectativa de mayor participación en la
balanza comercial brasileña, las dos entidades se unieron, en 2004, y iniciaron las
discusiones para el desarrollo de un proyecto claro, con responsabilidades y recursos y, sobre todo, apoyo para promoción comercial del sector.
Para se tener una idea de los tipos de productos más exportados por el sector y
de su volumen de ventas, vea la tabla con identificación hecha por la Nomenclatura
Común del Mercosur (NCM).
El segmento correspondiente a los jabones tiene gran aceptación en países con
mercado carente de productos de limpieza, como los de África, que tienen hábitos
de consumo muy parecidos con los de los brasileños y que también son ávidos por
industrializados baratos. Esas características son perfectas para las empresas exportadoras nacionales con foco dirigido para las clases de renta más baja. Fabricantes
de productos populares, como jabones de barra, por ejemplo, eligieron el mercado
africano como ruta prioritaria de su expansión internacional.
Anúncio
COMÉRCIO EXTERIOR
64
COMMON RULES
NORMAS COMUNES
Among entrepreneurs of sanitizing products is unanimous the
opinion that the sector owns a great exportation potential. However,
in order the Brazilian companies intensify their performance overseas, it is indispensable that the products be inconformity with the
rules of the importing countries, which involves since legal issues
until criteria referring to the formulation and packaging of the items
to be exported.
The efforts viewing the improvement and facilitation of businesses between national and foreign companies have already been
in accomplishment. ABIPLA and ANVISA are participating in the
negotiating rounds between Mercosul countries in order to harmonize the regulations. Several meetings were held and talks have
been well conducted aiming the harmonization of sanitizers. The
chief point toward the unification of the rules has to do with the mutual recognition of cleaning products so that the rules approved in
one country be automatically recognized in other countries as well
as they may be traded in all Mercosul.
To start with, the harmonization shall reach at the risk 1 domisanitary sanitizers, products like bleachers, detergents, furniture polishers, softeners, shiners, removers, soaps and toilet soaps, which do
not contain in their formulation any substance that may be a risk to
people’s health . In sequence, the normalization may reach other
products soapworts, like caustics, corrosives, with anti-microbial,
biological disinfectants based on microorganisms with specific pH
value rigorously controlled.
Besides Mercosul, the United States and European countries are
also focus of attention regarding the national industry of cleaning
products. The first steps aiming the unification of the regulation of
products with those countries have already been articulated. This
is considered a long term goal due to the inspection process out of
Latin America be quite different, although the guidelines adopted
in the United States and the European Union be a reference to the
Brazilian rules.
Es unánime entre los empresarios de productos de saneamiento
la opinión de que el sector posee gran potencial exportador. Pero,
para que las empresas brasileñas intensifiquen su actuación allá de
su frontera, es indispensable que los productos estén de acuerdo con
las normas de los países importadores, lo que envuelve desde cuestiones legales hasta criterios referentes a la formulación y embalajes
de los ítems que serán exportados.
Los esfuerzos para mejorar y facilitar los negocios entre las empresas nacionales y las del exterior ya se están realizando. ABIPLA
y ANVISA también participan de las rondas negociadoras entre los
países del Mercosur para armonizar las reglamentaciones. Ya se realizaron varios encuentros, y las conversas están bastante encaminadas para que haya armonización de las empresas. El principal punto de unificación de las normas es el reconocimiento mutuo de los
productos de limpieza, de modo que los aprobados en un país sean
automáticamente reconocidos en los otros y puedan comercializarse
en toda el área del Mercosur.
De inicio, la armonización deberá alcanzar los productos domisanitarios de riesgo 1, productos como blanqueadores, detergentes, abrillantadores, suavizantes, pulidores, quitamanchas, jabones y saponáceos, que
no contienen en sus formulaciones ninguna sustancia que ofrezca riesgo
a la salud de las personas. En la secuencia, la normalización podrá llegar
a los demás productos, como los cáusticos, corrosivos, con actividad antimicrobiana, desinfectantes, biológicos a base de microorganismos y con
valor de pH específico, de control más riguroso.
Además del Mercosur, los Estados Unidos y países europeos
también son foco de la atención de la industria nacional de productos de limpieza. Los primeros pasos para la unificación de la reglamentación de los productos con esos países ya se articularon. Esa es
considerada una meta de largo plazo en razón de que el proceso de
fiscalización fuera de América Latina es muy diferente, aunque las
directrices adoptadas en los Estados Unidos y en la Unión Europea
sean una referencia para las normas brasileñas.
DIAGRAMA OU
ABIPLA
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
DESEMPENHO
DO SETOR
Saúde, bem-estar, qualidade de vida são referenciais em evidência que
estão entre as necessidades básicas da população mundial, cuja expectativa
de vida vem aumentando neste início do século XXI. Além de viver mais, as
pessoas querem viver melhor e, para isso, incorporam hábitos saudáveis.
Um desses hábitos advém do bem-estar proporcionado por ambientes
limpos e sadios, agradáveis e reconfortantes, sejam no lar, nos locais de
trabalho e nas áreas de lazer e diversão. Essa percepção talvez seja uma
das principais razões que fizeram com que os produtos de limpeza e saneantes tenham crescido 6% em vendas em São Paulo e nas cidades do
interior do Estado. A informação é da LatinPanel que, após levantamento
em 2.700 domicílios paulistas entre dezembro de 2004 e novembro de
2005, apurou que as pessoas estão comprando maior quantidade de produtos de limpeza e higiene doméstica.
66
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
67
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
Principal consumidora do segmento de limpeza, as mulheres brasi-
SECTOR PERFORMANCE
leiras ganharam perfil inovador nas últimas décadas. Elas ficaram mais
exigentes, independentes e com maior poder de decisão. São também
ávidas por novidades, principalmente as que facilitam seu dia-a-dia.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as
mulheres representam 51,2% da população brasileira. As estatísticas
informam ainda que a sua participação no mercado de trabalho e na
faixa entre 16 e 60 anos passou de 39% em 1997 para 58% em 2004.
Além disso, elas conquistaram 52% de representatividade na população
econômica ativa.
“Elas ficaram mais exigentes, independentes
e com maior poder de decisão”
Atender às expectativas e agradar essas importantes e exigentes
consumidoras são os maiores desafios que os fabricantes de produtos
de limpeza enfrentam atualmente. As indústrias já perceberam que
a segmentação e o lançamento de produtos com maior valor agregado são diferenciais significativos para atuar num mercado altamente
competitivo e tecnologicamente avançado.
O setor envolve detergentes, saponáceos, sanitizantes, desinfetantes,
Health, well-being, life quality are references in evidence among world’s population
basic needs whose expectation of life has been increasing in this beginning of century
XXI. In addition to longer living, people lack to live better and, to reach such a deed,
they share in healthy habits.
One of these habits comes upon the well-being provided by clean, healthy, pleasant and comforting environments, be at home, in work places, and in leisure and
entertainment areas. This perception maybe be one of the main reasons that made
cleaning products and sanitizers have grown 6% in sales in São Paulo and in the
country side towns of the state. This piece of information comes from LatinPanel,
which after a survey in 2,700 paulista homes, between December 2004 and November
2005, concluded that people are shopping for bigger quantity of household cleaning
and hygiene products.
Major cleaning products consumers, Brazilian women gained an innovative profile in the last decades. They became choosier, independent and with a greater decision power. They are also eager for novelties, mostly the ones that make their routine
easier. According to Instittuto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE (Brazilian Institute for Geography and Statistics), women represent 51.2% of the Brazilian
population. Statistics still inform that their participation in the work market ranging
from 16 and 60 years of age – increased from 39% in 1997 to 58% in 2004. Besides
that, women achieved 52% of representation in the population economically active
Fulfill expectations and please these important and demanding consumers are the
biggest challenges cleaning product manufacturers have to face nowadays. Industries
have already realized that segmentation and the releasing of products with bigger aggregated value are differentials to operate in a highly competitive and technological
advanced market.
The sector involves detergents, abrasive cleaners, sanitizers, disinfectants, softeners, soaps in general, glass cleaners, furniture polishers, waxes and polishers, steel
wools, plastic sponges, chlorined waters, bleachers, optical bleachers and blue anil,
starches, gum, air purifier, besides other alike products.
suavizantes, amaciantes, sabões em geral, limpa-vidros, lustra-móveis,
ceras e lustradores, pomadas para calçados, removedores, polidores, in-
ficadores de ar, além de outros produtos afins.
68
Em 2005, o PIB brasileiro atingiu R$ 1,9 trilhão, com cresci-
focará a implantação de ações para atingir as metas estabelecidas no
mento de apenas 2,3% sobre o ano anterior, de acordo com o Institu-
plano estratégico da entidade que visa prioritariamente: a redução da
to Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A desaceleração do
carga tributária, que penaliza as indústrias formais em relação às in-
PIB, em especial na indústria, não refletiu no consumo no setor de
formais que não pagam impostos; a simplificação da legislação sanitá-
produtos de limpeza, muito influenciado pelo poder aquisitivo da po-
ria; o combate à venda de produtos clandestinos e informais; incentivo
pulação. Segundo dados da ACNielsen, o setor registrou crescimento
às pequenas e médias empresas; além da preocupação com as ques-
de 5,5% em volume em 2005 comparado com 2004.
tões ambientais e de saúde pública.
Um aspecto determinante para o crescimento do mercado de produtos de limpeza foi a percepção dos consumidores, principalmente
as mulheres, sobre a importância de produtos inovadores, embora
mais caros, mas que oferecem benefícios inegáveis. A essência/perfume, por exemplo, ganha importância, na medida em que sinaliza
limpeza e bem-estar.
O crescimento das vendas dos produtos de limpeza não significou
aumento de preço ao consumidor. Para a ABIPLA, esse resultado se
deve à alta competitividade que caracteriza o setor. As indústrias
assumem os reajustes dos insumos e dos custos de produção, sem
repassá-los ao produto final.
DESEMPEÑO DEL SECTOR
seticidas e pesticidas, lãs e palhas de aço, esponjas de plástico, águas
sanitárias, branqueadores, alvejantes óticos e anil, amidos, gomas, puri-
MAIORES VENDAS E PREÇOS ESTÁVEIS
Salud, bienestar, calidad de vida son referencias en evidencia que están entre las
necesidades básicas de la población mundial cuya expectativa de vida está aumentando en este inicio del siglo XXI. Además de vivir más, las personas quieren vivir mejor
y, para eso, incorporan hábitos saludables.
Uno de eses hábitos adviene del bienestar proporcionado por ambientes limpios y
sanos, agradables y reconfortantes, sean en el hogar, en los locales de trabajo y en las
áreas de recreación y diversión. Esa percepción tal vez sea una de las principales razones que hicieron con que los productos de limpieza y de saneamiento crecieran 6%
en ventas en São Paulo y en las ciudades del interior del Estado. La información es de
LatinPanel, que después del análisis en 2.700 domicilios paulistas entre diciembre de
2004 y noviembre de 2005, apuró que las personas están comprando mayor cantidad
de productos de limpieza e higiene doméstica.
Principal consumidor del segmento de limpieza, las mujeres brasileñas ganaron
perfil innovador en las últimas décadas. Ellas quedaron más exigentes, independientes y con mayor poder de decisión. Son también ávidas por novedades, principalmente
las que facilitan el día por día. Según el Instituto Brasileño de Geografía y Estadística
(IBGE), las mujeres representan 51,2 % de la población brasileña. Las estadísticas
informan aún que su participación en el mercado de trabajo y en el rango entre 16 y
60 años pasó de 39% en 1997 para 58% en 2004. Además de eso, ellas conquistaron
52% de representatividad en la población económica activa.
Atender las expectativas y agradar a esas importantes y exigentes consumidoras
son los mayores desafíos que los fabricantes de productos de limpieza enfrentan actualmente. Las industrias ya percibieron que la segmentación y el lanzamiento de
productos con mayor valor agregado son diferenciales significativos para actuar en un
mercado altamente competitivo y tecnológicamente avanzado.
El sector envuelve detergentes, saponáceos, productos de saneamiento, desinfectantes, suavizantes, jabones en general, limpiacristales, abrillantador de muebles,
ceras y lustradores, pomadas para calzados, quitamanchas, pulidores, insecticidas
y plaguicidas, lanas y esponja de acero, esponjas de plástico, lavandinas, Blanqueadores ópticos y añil, almidones, purificadores de aire, además de otros productos afines.
Em 2005, novos fabricantes se instalaram no mercado e alguns
outros ampliaram a sua atuação em novas categorias. A tendência à
segmentação e à oferta de produtos com maior valor agregado exigiu
investimentos vultosos em tecnologia, novas embalagens e publicidade. Como resultado, os consumidores contam hoje com produtos de
limpeza mais eficientes e práticos, sem pesar mais no bolso.
Para 2006, a expectativa é de que o setor de produtos de limpeza
mantenha crescimento acima do PIB, que, por sua vez, deverá crescer
mais do que no ano passado. Como representante do setor, a ABIPLA
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
69
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
BIGGER SALES AND STABLE PRICES
MAYORES VENTAS Y PRECIOS ESTABLES
In 2005, the Brazilian Gross Domestic Product (GDP) reached R$ 1.9 trillion
with a growth of only 2.3% over the previous year, according to Instituto Brasileiro
de Geografia e Estatística (IBGE). The deceleration of GDP, especially in industries did not reflect in the leaning products consumption sector, very much influenced by the purchasing power of the population. According to ACNielsen data,
the sector registered a growth of 5.5% in volume in 2005 compared to 2004.
A determining aspect for the market growth of leaning products was the consumers’ perception, mostly the women, about the importance of innovating products,
although more expensive, however they offer undeniable benefits. The scent /perfume, for example, gains importance as it signalizes cleaning and well-being.
The growth in sales of cleaning products did not mean an increase in consumer price. To ABIPLA, this result is due to the high competitivity featured
by the sector. Industries assume the inputs readjusts as well as the production
costs, without repassing them to the final product.
In 2005, new manufacturers settled down in the market and some others
amplified their operational performances in new categories. The trend to follow
segmentation and the offer of products with more aggregated value required
huge investments in technology, new packaging and publicity. As a result, consumers today count on more practical and efficient cleaning products, with no
burden to the pocket
For 2006, the expectation is that the cleaning products sector keeps growing
over GDP (Gross Domestic Product), which, in its turn, shall grow more than last
year. As a representative of the sector, ABIPLA will focus on the implementation
of actions to reach the aims established in the strategic plans of the entity giving
priority to: the reduction of tax burden, which penalizes the formal industries
regarding the informal ones which do not pay taxes; the simplification of sanitation legislation, the combat the purchase of clandestine and informal products;
incentive to small and medium sized companies, moreover the concern with
public health and environmental issues.
En 2005, el PIB brasileño alcanzó R$ 1,9 billón, con crecimiento de sólo 2,3%
sobre el año anterior, de acuerdo con el Instituto Brasileño de Geografía y Estadística
(IBGE). La desaceleración del PIB, en especial en la industria, no reflejó en el consumo en el sector de productos de limpieza, muy influenciado por el poder adquisitivo
de la población. Según datos de ACNielsen, el sector registró crecimiento de 5,5% en
volumen el 2005 comparado con 2004.
Un aspecto determinante para el crecimiento del mercado de productos de limpieza
es la percepción de los consumidores, principalmente las mujeres, sobre la importancia de productos innovadores, aunque más caros, pero que ofrezcan beneficios
innegables. La esencia/perfume, por ejemplo, gana importancia, a medida que señala
limpieza y bienestar.
El crecimiento de las ventas de los productos de limpieza no significó aumento
de precio al consumidor. Para ABIPLA, ese resultado se debe a alta competitividad
que caracteriza el sector. Las industrias asumen los reajustes de los insumos y de los
costos de producción, sin repasarlos al producto final.
En 2005, nuevos fabricantes se instalaron en el mercado y algunos otros ampliaron
su actuación en nuevas categorías. La tendencia a la segmentación y a la oferta de productos con mayor valor agregado exigió inversiones abultadas en tecnología, nuevos
embalajes y publicidad. Como resultado, los consumidores cuentan hoy con productos
de limpieza más eficientes y prácticos, sin pesar más en el bolsillo.
Para 2006, la expectativa es que el sector de productos de limpieza mantenga
crecimiento arriba del PIB, que, por su vez, deberá crecer más que el año pasado.
Como representante del sector, ABIPLA focalizará la implantación de acciones
para alcanzar las metas establecidas en el plan estratégico de la entidad que objetiva preferentemente: la reducción de la carga tributaria, que aflige las industrias
formales con relación a las informales que no pagan impuestos; la simplificación
de la legislación sanitaria, el combate a la venta de productos clandestinos y informales; incentivo a las pequeñas y medianas empresas, además de la preocupación
con las cuestiones ambientales y de salud pública.
AVALIAÇÃO DA ACNIELSEN
CRESCIMENTO ACIMA DA MÉDIA
Entre as várias categorias de bens de consumo, a cesta de produtos de
indústrias também desenvolveram novas linhas de produtos, com novas for-
limpeza doméstica foi a que mais cresceu em 2005, com aumento de 5,5%
mulações, aromas e embalagens, e aumentaram o número de pontos-de-ven-
no seu faturamento real (sem inflação) em comparação com o ano anterior. O
da, com melhora significativa da qualidade dos serviços.
resultado consta em pesquisa da ACNielsen realizada junto ao mercado vare-
Alguns dados revelados pela pesquisa chamam a atenção, segundo Ana
jista, incluindo desde lojas de pequeno porte até grandes centros de compras
Claudia Alvim, gerente de atendimento da ACNielsen. É o caso, por exemplo,
e supermercados. A pesquisa abrange 86% da população brasileira e 91% do
da variação em volume do inseticida líquido, que sofreu queda de 7% em 2004
potencial de consumo no País, e não leva em conta o mercado institucional e
em relação a 2003 e aumento de 20% em 2005, quando comparado ao ano an-
de porta em porta. Apenas a Região Norte não é avaliada no estudo.
terior. Os inseticidas do tipo elétrico e em aerossol também tiveram crescimento
De acordo com a análise da ACNielsen, do total de produtos que integram
expressivo no ano passado. “Embora o índice de 2005 tenha uma base fraca de
a cesta básica de itens de limpeza para casa, 77% tiveram crescimento em
comparação, uma vez que 2004 registrou uma média de vendas baixa, o cresci-
2005, sendo que os que influenciam mais o setor, como detergentes em pó,
mento do comércio de inseticidas ocorreu por fatores sazonais, ou seja, porque
amaciantes para roupas e detergentes líquidos, foram os que apresentaram
são produtos mais procurados em períodos em que a temperatura aumenta e
desempenho mais significativo.
há maior umidade. Em 2004 o verão foi mais ameno e os inseticidas venderam
Entre os fatores que mais impulsionaram o crescimento do setor de limpeza em 2005 estão os grandes investimentos em campanhas publicitárias
70
menos. Já em 2005 o calor foi bem mais forte e a dengue reapareceu, o que
incrementou a venda dos inseticidas”, explica Ana Claudia.
veiculadas em mídia impressa e na TV, a realização de promoções nos pon-
Com sede em Nova York, a ACNielsen está presente em mais de 100
tos-de-venda, com exposição mais atraente dos produtos nas gôndolas, e o
países. No Brasil, a empresa realiza pesquisas de mercado em 157 categorias
lançamento de itens mais baratos para atender às classes C e D, o que implica
de bens de consumo para empresas que destinam seus produtos ou serviços
custos menores de produção. Para atrair o consumidor e ganhar mercado, as
para o consumidor final.
“produtos inovadores:
embora mais caros,
mas que oferecem
benefícios inegáveis”
ACNIELSEN ANALYSH - GROWTH ABOVE AVERAGE
EVALUCIÓN DE ACNIELSEN - CRECIMIENTO ARRIBA DE LA MEDIA
Among the various categories of consumer goods, the basket of household cleaning products was the one that grew the most in 2005, with an increase of 5.5% in
its actual billing (with no inflation) compared to the previous year. The result is
shown in ACNielsen research made in connection with the retail market including since small sized stores up to big shopping centers and supermarkets. The
research reaches 86% of the Brazilian population and 91% of the consumption
potential in the country, not taking into consideration both the institutional and the
door-to-door markets. Only the northern region is not appraised in the study.
In accordance with ACNielsen analysis, considering the total of products integrating the basket of basic household cleaning products, 77% showed a growth in
2005; the mostly influenced by the sector were powder detergents, cloth softeners
and liquid detergents, which also presented a more significant performance.
Among the factors that most stimulated the growth of the cleaning sector in
2005, are the great investments in publicity campaigns conduced in press and
TV media,, the practice of promotions in outlets, with a more attractive exposition of the products in supermarket shelves, and the release of cheaper items
to meet classes C and D, which implies in lower costs of production. Viewing to
attract the consumer and gain market, industries have developed new lines of
products with new formulation, aromas and packaging, besides increasing the
number of outlets as a meaningful improvement of service quality.
Some data revealed by the research call the attention, according Ana Claudia
Alvim, ACNielsen’s customer service manager. This is the case, for example, of
the variation in volume of liquid insecticide which had a fall of 7% in 2004 in
relation to 2003, and an increase of 20% in 2005 when compared to the previous
year. Electrical and aerosol insecticides also had an expressive growth in the
previous year. “Although the 2005 index shows a weak base of comparison, once
2004 registered a low average of sales, the insecticide market growth was due
to seasonal factors, that is, because they are more wanted products in periods in
which there is the increase of temperature and more humidity likewise. In 2004,
the summer was milder and insecticides sold less. As to 2005, the warmth was
much stronger and dengue rode again causing the increase of sales of insecticides.” explains Ana Claudia.
Seated in New York, ACNielsen is present in over 100 countries. In Brazil,
the company makes marketing research in 157 categories of consumer goods to
companies destining their products or services to the final consumer.
Entre las varias categorías de bienes de consumo, la cesta de productos de limpieza
doméstica fue la que más creció en 2005, con aumento de 5,5% en su facturación
real (sin inflación) en comparación al ano anterior. El resultado consta en encuesta de
ACNielsen realizada en el mercado detallista, incluyendo desde tiendas de pequeño
porte hasta grandes centros de compras y supermercados. La encuesta abarca 86%
de la población brasileña y 91% del potencial de consumo en el País, y no lleva en
cuenta el mercado institucional y de puerta en puerta. Solamente la región Norte no
se evalúo en el estudio.
De acuerdo con el análisis de ACNielsen, del total de productos que integran la cesta
básica de ítems de limpieza para casa, 77% tuvieron crecimiento en 2005, siendo que
los que influyeron más el en sector, como detergentes en polvo, suavizadores para ropas
y detergentes líquidos, fueron los que presentaron desempeño más significativo.
Entre los factores que más impulsaron el crecimiento del sector de limpieza en
2005, están las grandes inversiones en campañas publicitarias vehiculadas en los
medios de comunicación escrita y en la Tele, la realización de promociones en los
puntos de venta, con exposición más atrayente de los productos en las góndolas, y el
lanzamiento de ítems más baratos para atender las clases C y D, lo que implica costos
menores de producción. Para atraer el consumidor y ganar mercado, las industrias
también desarrollaron nuevas líneas de productos, con novas formulaciones, aromas
y embalajes, y aumentaron el número de puntos de venta, con mejora significativa de
la calidad de los servicios.
Algunos datos revelados por la encuesta llaman la atención, según Ana Claudia
Alvim, gerente de atención al cliente de ACNielsen. Es el caso, por ejemplo, de la variación en volumen del insecticida líquido, que sofrió caída de 7% en 2004 en relación
a 2003 y aumento de 20% en 2005, cuando comparado al año anterior. Los insecticidas
del tipo eléctrico y aerosol también tuvieron crecimiento expresivo en el año pasado.
“Aunque el índice de 2005 tenga una base débil de comparación, una vez que 2004
registró una media de ventas baja, el crecimiento del comercio de insecticidas ocurrió
por factores productivos, o sea, porque son productos más procurados en períodos en
que la temperatura aumenta y hay mayor humedad. En 2004 el verano fue más ameno
y los insecticidas vendieron menos. Ya en 2005 el calor fue más fuerte y la dengue
reapareció, lo que incrementó la venta de los insecticidas”, explica Ana Claudia.
Con sede en Nova York, ACNielsen está presente en más de 100 países. En Brasil,
la empresa realiza encuestas de mercado en 157 categorías de bienes de consumo
para empresas que destinan sus productos o servicios para el consumidor final.
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
71
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
DISTRIBUIÇÃO DO MERCADO DE
PRODUTOS DE LIMPEZA
PENETRAÇÃO %
Os produtos de limpeza são essenciais para
a saúde e higiene da população. Dados da
ACNielsen mostram que detergentes em pó,
desinfetantes e amaciantes estão presentes na
maioria dos lares brasileiros.
SABÃO EM PÓ
DESINFETANTE
AMACIANTE
TOTAL BRASIL
99,6
87,2
81,9
TOTAL BRASIL (NSE ALTO)
99,6
87,9
92,6
TOTAL BRASIL (NSE MÉDIO)
99,9
88,9
86,6
TOTAL BRASIL (NSE BAIXO)
99,3
85,3
72,8
9%
70%
itens essenciais na cesta básica do
HIGIENE
10%
BEBIDAS
ALIMENTAÇÃO
Fonte: LatinPanel - Ano: 2005
TABELA 3 - IMPORTÂNCIA DOS CANAIS – TOTAL BRASIL
maioria das vezes, pelo sistema
de auto-serviço. Outros canais
de distribuição têm crescido, tais
como lojas de conveniências e
estabelecimentos em bairros.
Los productos de limpieza son esenciales para la salud e higiene de la población.
Datos de ACNielsen muestran que detergentes en polvo, desinfectantes y suavizadores están presentes en la mayoría de los hogares brasileños.
Entre los productos comprados, 9% del valor de la cesta de compra se destinan a los
productos de limpieza, ítems esenciales en la cesta básica del consumidor brasileño.
Esas compras se hacen, en la mayoría de las veces, por el sistema de autoservicio.
Otros canales de distribución están creciendo, tales como tiendas de conveniencias y
establecimientos en barrios.
LIMPEZA
11%
destina-se aos produtos de limpeza,
Essas compras são feitas, na
Cleaning products are essential to population health and hygiene. Data from ACNielsen show that power detergents, disinfectants and softeners are present in most
Brazilian homes.
Among the purchased products, 9% of the value of the basket of basic buy is
devoted to cleaning products, essential items in the Brazilians’ basket of basic food
staples. Those purchases are done, mostly, through self service. Other distribution
channels have grown, such as convenience stores and neighborhood groceries.
DISTRIBUIÇÃO DO GASTO DOS LARES BRASILEIROS
POR CESTA DE COMPRA (% EM VALOR)
de compra
consumidor brasileiro.
CESTA BÁSICA DE PRODUCTOS
Fonte: Homescan/AcNielsen
Entre os produtos comprados, 9%
do valor da cesta
BASKET OF BASIC PRODUCTS
Ano Móvel
Total de Cestas
Alimentos
Bebidas Não Alc.
Higiene e Beleza
Limpeza Caseira
Auto Serviço
2004
2005
71
66
80
74
62
58
61
56
79
74
5 Maiores Redes
2004
2005
15
13
16
14
15
13
12
11
15
13
Outros Supermerc.
2004
2005
56
53
66
60
47
45
48
45
64
61
Outros Canais
2004
2005
29
34
20
26
38
42
40
44
21
26
Fonte: Latin Panel - Ano: 2005
TABELA 4 - IMPORTÂNCIA DOS CANAIS – ESTADO DE SÃO PAULO
Ano Móvel
Total de Cestas
Alimentos
Bebidas Não Alc.
Higiene e Beleza
Limpeza Caseira
Auto Serviço
2004
2005
80
75
89
83
74
68
67
63
86
81
5 Maiores Redes
2004
2005
21
18
24
20
19
16
18
15
23
18
Outros Supermerc.
2004
2005
59
57
65
63
55
51
49
48
64
63
Outros Canais
2004
2005
20
25
11
17
26
32
33
37
14
19
OS PRINCIPAIS SEGMENTOS DE
PRODUTOS DE LIMPEZA ESTÃO
DIVIDIDOS EM OITO CATEGORIAS:
THE MAJOR SEGMENTS OF CLEANING
PRODUCTS ARE DIVIDED INTO EIGHT
CATEGORIES:
LOS PRINCIPALES SEGMENTOS DE
PRODUCTOS DE LIMPIEZA SE DIVIDEN
EN OCHO CATEGORÍAS:
1 - DETERGENTE EM PÓ
1 - POWDER DETERGENT
1- DETERGENTE EN POLVO
2 - AMACIANTE DE ROUPAS
2 - CLOTHE SOFTENER
2 - SUAVIZANTE DE ROPAS
3 - SABÃO EM BARRA
3 - BAR SOAP
3 - JABÓN DE BARRA
4 - ÁGUA SANITÁRIA
4 - CHLORINED WATER
4 - LAVANDINA
5 - DETERGENTE LÍQUIDO PARA LAVAR LOUÇA
5 - LIQUID DETERGENT FOR DISHWASHING
5 - DETERGENTE LÍQUIDO PARA LAVAR VAJILLAS
6 - DESINFETANTE
6 - DISINFECTANT
6 - DESINFECTANTE
7 - INSETICIDA
7 - INSECTICIDE
7 - INSECTICIDA
8 - PURIFICADOR DE AR
8 - AIR PURIFIER
8 - DESODORANTE DE AIRE
Fonte: Latin Panel - Ano: 2005
72
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
73
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
DETERGENTE EM PÓ
(SABÃO EM PÓ)
Maior segmento do setor de produtos de limpeza, os detergentes em pó lideram
não só em vendas, mas em novas tecnologias e lançamento de produtos. Isso porque o
brasileiro passou a utilizar mais produtos para a lavagem e o cuidado com as roupas do
que com outros itens de limpeza. O segmento é muito competitivo e os fabricantes, na
busca do binômio qualidade e preço bom, não param de inovar e agregar valor a seus
produtos, oferecendo benefícios adicionais. E, como praticidade e custo são requisitos
básicos para o consumidor moderno, os detergentes apresentam fórmulas “dois em
um” ou “três em um” que agregam amaciantes e até alvejantes. Também passaram a
ser ofertados em embalagens econômicas, em plástico e em maiores quantidades.
Embora tenha apresentado crescimento significativo nos últimos três anos, especialmente em 2005 com relação a 2004, o detergente em pó tem consumo relativamente pequeno no Brasil (3,5 kg a 4 kg anuais por habitante) comparado com
a Europa, que chega ao consumo de até 14 kg por ano. Por ser um setor dinâmico
e ágil em atender às necessidades da população e também em razão da melhoria
dos índices da economia como um todo, o que influencia diretamente os hábitos de
consumo e o mercado de produtos de limpeza, a expectativa é de que o segmento, no
mínimo, manterá o nível de crescimento nos próximos anos.
POWDER DETERGENT (POWDER SOAP)
Being the largest cleaning products segment, powder detergents are not only a sales
leader, but in new technology and products releasing. This is due to Brazilian people started using more products as to caring and washing clothes than with other cleaning items.
The segment is very competitive and the manufacturers, in search of the binomial quality
and good price cannot stop innovating and aggregating values to their products, offering
additional benefits. And, as practicability and cost are basic requirements for the modern
consumer, the detergents bring “two-in-one” or “three-in-one” formulas which aggregate
softeners and bleachers. Cleaning products started being offered in economic packagings, in
plastic and in larger quantities.
Although it has showed a meaningful growth in the last three years, especially in 2005
regarding to 2004, powder detergent has a relative small consumption in Brazil (3.5 kg to
4 kg year/inhabitant) compared to Europe, where consumption reaches 14 kilos per year.
Known as a dynamic and agile sector in meeting the population needs and by reason of
economy indexes improvement as a whole, which straightly influences consuming habits and
the market of cleaning products, the expectation is that the segment will, at least, keep the
level of growth in the coming years.
Fonte: ACNielsen
DETERGENTE EN POLVO
74
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
2,2%
7,5%
5,6%
7,2%
Mayor segmento del sector de productos de limpieza, los detergentes en polvo lideran no sólo en
ventas, pero en nuevas tecnologías y lanzamiento de productos. Eso porque el brasileño pasó a utilizar más productos para el lavado y el cuidado con las ropas, de que con otros ítems de limpieza. El
segmento es muy competitivo y los fabricantes, en la búsqueda del binomio calidad y precio bueno,
no paran de innovar y agregar valor a sus productos, ofreciendo beneficios adicionales. Y, como
practicidad y costo son requisitos básicos para el consumidor moderno, los detergentes presentan
fórmulas “dos en uno” o “tres en uno” que agregan suavizantes y hasta blanqueadores. También
pasaron a ser ofertados en embalajes económicos, en plástico y en mayores cantidades.
Aunque tenga presentado crecimiento significativo en los últimos tres años, especialmente el
2005 con relación a 2004, el detergente en polvo tiene consumo relativamente pequeño en Brasil
(3,5 kg a 4 kg anuales por habitante) comparado con Europa, que llega al consumo de hasta 14 kilos
por año. Por ser un sector dinámico y ágil en atender las necesidades del público y también en razón
de la mejoría de los índices de la economía como un todo, lo que influencia directamente los hábitos
de consumo y el mercado de productos de limpieza, la expectativa es de que el segmento por el
mínimo mantendrá el nivel de crecimiento en los próximos años.
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
AMACIANTE DE ROUPAS
Amaciantes e detergentes em pó juntos representaram 40% do faturamento do setor de produtos de limpeza em 2005.
Da mesma forma e pela mesma razão que o detergente em pó, o mercado brasileiro de amaciantes tem apresentado importante crescimento
nos últimos anos. Fórmulas diferenciadas que promovem a preservação
dos tecidos e oferecem maciez e perfume agradável ganharam a preferência das donas-de-casa. As inovações mais visíveis no produto são
com relação às fragrâncias, que se alteram ou se modernizam de acordo
com as tendências internacionais, gostos e modismos e aos novos compostos que agregam valor ao produto como colágeno e aloe vera.
A expectativa é de que o segmento de amaciantes mantenha seu
crescimento, seja pelo uso isolado ou agregado ao detergente em pó.
SABÃO EM BARRA
Produto incorporado aos hábitos e costumes da população em todo
o mundo há milênios, o sabão em barra usado para lavar roupa ou louça
mantém mercado cativo entre as brasileiras, especialmente por ter baixo
custo e alto rendimento.
Apesar da tradição, o mercado de sabão em barra enfrenta uma forte
concorrência de produtos mais práticos e modernos, como detergentes
AMACIANTE - FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
800
700
600
791
703
616
500
400
300
200
100
0
2004
2003
2005
CLOTH SOFTENER
Softeners and powder detergents together represent 40% of the billing of the cleaning products sector in 2005.
The same way and for the same reason as to powder detergent, the Brazilian
market of softeners has presented important growth in the last years. Differentiated
formulas promoting fabric preservation besides offering softness and pleasant aroma
gained housewives’ preference. The most visible innovation in the product is related
to the fragrance which alter or modernize themselves in accordance with international
trends, likings and fashions.
The expectation is that this segment keeps its growth, be through isolated use or
aggregated to powder detergent.
Fonte: ACNielsen
SUAVIZANTE DE ROPAS
76
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
14,1%
12,4%
8,6%
7,8%
Suavizantes y detergentes en polvo juntos representaron 40% de la facturación del
sector de productos de limpieza en 2005.
Del mismo modo y por la misma razón que el detergente en polvo, el mercado
brasileño de suavizadores presenta importante crecimiento en los últimos años. Fórmulas diferenciadas que promueven la preservación de los tejidos y ofrecen suavidad
y perfume agradable ganaron la preferencia de las amas de casa. La innovación más
visible en el producto es con relación a las fragancias, que se alteran o se modernizan
de acuerdo con las tendencias internacionales, gustos y modismos.
La expectativa es que el segmento de suavizantes mantenga su crecimiento, sea por
el uso aislado o agregado al detergente en polvo.
em pó e detergentes líquidos, que têm a mesma indicação de uso e ganharam a preferência das consumidoras de melhor poder aquisitivo. Há
anos mantém praticamente o mesmo mercado, com pequenas oscilações.
Não são esperadas grandes inovações nessa categoria.
860
SABÃO EM BARRA - FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
855
854
850
845
840
837
835
830
826
825
820
BAR SOAP
Product incorporated to population habits and costumes all over the world for
millenniums, bar soap used for cloth washing and dishwashing, keeps captive market
among Brazilian women, especially for the low cost and the high revenue.
Despite tradition, bar soap market faces a strong competition from more practical
and modern products, such as powder and liquid detergents which have the same
indication of use and won preference of female consumers’ best purchasing power. For
ages bar soap has practically kept the same market, with small oscillations. Innovations are not expected in this category.
815
810
2004
2003
2005
JABÓN DE BARRA
Producto incorporado a los hábitos y costumbres de la población en todo el mundo
hace milenios, el jabón de barra usado para lavar ropa o vajilla, mantiene mercado
cautivo entre las brasileñas, especialmente por tener bajo costo y alto rendimiento.
A pesar de la tradición, el mercado de jabón de barra enfrenta una fuerte concurrencia de productos más prácticos y modernos, como detergentes en polvo y detergentes líquidos, que tienen la misma indicación de uso y ganaron la preferencia de
las consumidoras de mejor poder adquisitivo. Hace años mantiene prácticamente
el mismo mercado, con pequeñas oscilaciones. No son esperadas innovaciones en
esa categoría.
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
3,4%
-2%
-3%
0,8%
Fonte: ACNielsen
900
77
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
DETERGENTE LÍQUIDO
ÁGUA SANITÁRIA
Presença marcante nas casas, de baixo custo e prático, o detergente
líquido é usado no Brasil quase que exclusivamente para a lavagem de
louças. Com a função básica de remover gorduras, os consumidores de
A água sanitária é um bactericida com ampla presença nos lares
detergente líquido escolhem a marca pelo preço e rendimento do produ-
brasileiros, onde o consumo fica entre quatro e cinco litros/mês. É um
to, além de qualidades especiais como proteção à pele. Embalagem, cor
produto básico e sem substituto. A novidade ficou por conta das emba-
e fragrância são outras características atraentes para o consumidor.
lagens, com o objetivo de atender às expectativas dos consumidores com
Em 2005, os detergentes líquidos tiveram acentuado ganho de merca-
relação à facilidade de manejo e segurança contra vazamentos.
do, em relação aos anos anteriores, tendência que deve ser mantida com a
Em 2005, o segmento apresentou crescimento expressivo tanto em
economia estável. Outro destaque é o crescimento da participação das pe-
volume comercializado como em faturamento. Produto básico de limpeza
quenas marcas regionais que concorrem com as tradicionais do mercado.
e higienização, a água sanitária deve manter a curva ascendente de mercado, cada vez mais disputado pelos produtos clandestinos e informais.
700
ÁGUA SANITÁRIA - FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
600
CHLORINED WATER
DETERGENTE LÍQUIDO FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
616
600
577
500
400
700
500
462
415
537
487
400
300
300
200
200
100
100
0
0
2004
2003
2005
LIQUID DETERGENT
2004
2003
2005
Chlorined water is a bactericide with wide presence in Brazilian homes where the
consumption gets between four and five liters/month. It is a basic product and has no
substitute. The novelty is accounted for packagings with the objective of meeting consumers’ expectations regarding the easiness in handling and safety against leakages.
In 2005, the segment presented an expressive growth both in commercialized volume and in billing. Basic cleaning and hygiene product, chlorined water must keep the
market ascending curve, increasingly disputed by informal and clandestine products.
With a fixing presence in homes, low cost and practical, liquid detergent is used
in Brazil almost exclusively for dishwashing. With the basic function of removing fats,
liquid detergent consumers choose the brand by price and product efficiency, besides
special qualities as skin protection. Packaging, color and fragrance are other attractive
characteristics for consumers.
In 2005, liquid detergents had a pronounced market gain regarding to the previous years, a trend that must be kept due to stable economy. Other highlight is the
growth of small regional brands’ participation which competes with the traditional
brands existing in the market.
DETERGENTE LÍQUIDO
78
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
11,2%
25,0%
2,4%
12,0%
Fonte: ACNielsen
La lavandina es un bactericida con amplia presencia en los hogares brasileños,
donde el consumo queda entre cuatro y cinco litros/mes. Es un producto básico y sin
sustituto. La novedad está por cuenta de los embalajes con el objetivo de atender a las
expectativas de los consumidores con relación a la facilidad de manejo y seguridad
contra escapes.
El 2005, el segmento presentó crecimiento expresivo tanto en volumen comercializado como en facturación. Producto básico de limpieza y higienización, la lavandina
debe mantener la curva ascendente de mercado, cada vez más disputado por los productos clandestinos y informales.
Fonte: ACNielsen
LAVANDINA
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
10,3%
14,5%
0,6%
6,5%
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
Presencia sobresaliente en las casas, de bajo costo y práctico, el detergente líquido
es usado en Brasil casi que exclusivamente para el lavado de vajilla. Con la función
básica de remover gorduras, los consumidores de detergente líquido eligen la marca
por el precio y rendimiento del producto, además de calidades especiales como protección a la piel. Embalaje, color y fragancia son otras características atrayentes para
el consumidor.
El 2005, los detergentes líquidos tuvieron acentuada ganancia de mercado, con relación a los años anteriores, tendencia que debe mantenerse con la economía estable.
Otro acento es el crecimiento de la participación de las pequeñas marcas regionales
que concurren con las tradicionales del mercado.
79
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
INSETICIDAS
(LÍQUIDO, AEROSSOL, ELÉTRICO,
ARMADILHA PARA INSETO)
Os inseticidas domésticos são produtos sazonais e com vendas mais acentuadas nos períodos
de intenso calor e umidade, quando há maior proliferação de insetos. Cerca de 60% da comercialização se concentra na primavera e no verão. Ofertados em quatro versões: líquida (mais econômica); armadilha (com percepção de menor grau de toxicidade); aerossol (fácil de aplicar e com preço
mais elevado) e elétrico, os produtos atendem a todos os segmentos do mercado.
Uma característica das vendas de inseticidas no mercado brasileiro é estar atrelada ao poder
aquisitivo da população. O consumo vem aumentando em todas as faixas de renda e em ocasiões
em que surgem surtos de doenças transmitidas por insetos como a dengue ou proliferação provocada por circunstâncias especiais, como a recente infestação do culex, na cidade de São Paulo.
81
DESINFETANTES
500
DESINFETANTES - FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
458
450
400
Os desinfetantes têm como principal função combater as bactérias. Além
disso, são utilizados para perfumar os ambientes. Para atender às exigên-
419
cias das consumidoras, os fabricantes investem em embalagens mais fá-
379
350
ceis de manusear e seguras contra vazamentos. Os desinfetantes também
300
250
têm se mostrado um produto com consumo crescente nos últimos anos.
150
100
50
0
2004
2003
2005
DISINFECTANTS
Fonte: ACNielsen
Disinfectants have as a main function the combat of bacteria. Besides, they are
used to perfume environments. To meet female consumers’ requirements, manufacturers invest in easier-to-handle packaging which are safer against leakages. Disinfectants have also showed to be a product with a growing consumption in recent years.
80
DESINFECTANTES
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
10,6%
9,3%
4,4%
4,3%
Los desinfectantes tienen como principal función combatir las bacterias. Además
de eso, son utilizados para perfumar los ambientes. Para atender a las exigencias de
las consumidoras, los fabricantes invierten en embalajes más fáciles de manosear
y seguras contra escapes. Los desinfectantes también se muestran un producto con
consumo creciente en los últimos años.
Anúncio
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
500
INSETICIDAS - FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
448
450
400
350
364
350
300
250
200
150
100
50
0
2004
2003
2005
Fonte: ACNielsen
INSECTICIDES (LIQUID, AEROSOL, ELECTRICAL, INSECTS TRAP)
Household insecticides are seasonal products with more pronounced sales in periods of intense warmth and humidity when there is a bigger proliferation of insects.
Around 60% of the commercialization is during spring and summer. Available in
four options: liquid (more economical); trap (with perception of lower degree of toxicity), aerosol (easy to apply and more expensive) and electrical (for flying insects), the
products meet all market segments.
One characteristic of insecticide sales in the Brazilian market is to be linked to
population purchasing power. The consumption has increased in all ranges of incomes
and in occasions in which there are outbreaks of diseases transmitted by insects as
dengue or proliferation provoked by special circumstances such as the recent infestation of culex in São Paulo.
VARIAÇÃO VALOR
VARIAÇÃO VOLUME
INSECTICIDAS (LÍQUIDO, AEROSOL, ELÉCTRICO, ARMADIJO PARA INSECTO)
Los insecticidas domésticos son productos estacionales y con ventas más acentuadas en los períodos de intenso calor y humedad, cuando hay mayor proliferación de
insectos. Cerca de 60% de la comercialización se concentra en la primavera y en el
verano. Ofertado en cuatro versiones: líquida (más económica); armadijo (con percepción de menor grado de toxicidad); aerosol (fácil de aplicar y precio más elevado) y
eléctrico (para insectos voladores), los productos atienden a todos los segmentos del
mercado.
Una característica de las ventas de insecticidas en el mercado brasileño es ligarse
al poder de adquisición de la población. El consumo está aumentando en todos los
rangos de renta y en ocasiones en que surgen irrupciones de enfermedades transmitidas por insectos, como la dengue, o proliferación provocada por circunstancias
especiales, como la reciente infestación del culex, en la ciudad de São Paulo.
2004 X
2003
2005 X
2004
2004 X
2003
2005 X
2004
INSETICIDA
LÍQUIDO
2,9%
29,5%
-7,0%
20,4%
INSETICIDA EM
AEROSSOL
3,2%
26,1%
-3,7%
19,6%
INSETICIDA
ELÉTRICO
4,3%
13,0%
2,4%
14,0%
ARMADILHA
PARA INSETO
10,7%
24,2%
-14,0%
6,0%
Fonte: ACNielsen / ABIPLA
VOLUME PONDERADO
TONELADA X 1000
INSETICIDA LÍQUIDO
INSETICIDA EM AEROSSOL
INSETICIDA ELÉTRICO
ARMADILHA PARA INSETO
Fonte: ACNielsen / ABIPLA
82
FATURAMENTO EM REAIS
(MILHÕES)
2003
2004
2005
2003
2004
2005
PRODUTOS BARATOS, EFICIENTES E POUCO
PRÁTICOS. UTILIZADOS PRINCIPALMENTE NAS
CLASSES C, D, E
3.404
3.165
3.812
30.812
31.714
41.067
PRODUTOS PRÁTICOS, PORÉM MAIS CAROS
14.975
14.419
17.246
209.012 215.743 272.001
APLICAÇÃO ESPECÍFICA
27.653
28.324
32.289
90.099
94.005
106.234
PERCEPÇÃO DE MENOR TOXICIDADE
17.950
15.436
16.355
20.544
22.750
28.264
Anúncio
DESEMPENHO DO SETOR NO BRASIL
PURIFICADORES DE AR
O alto custo de purificadores de ar para uma grande parcela do consumidor tem restringido sua presença nos lares brasileiros. A associação de ambiente cheiroso com limpeza e bem-estar é o maior atrativo
desses produtos.
É clara a tendência ao uso de fragrâncias com apelos naturais, inclusive as ligadas à biodiversidade brasileira como capim-limão, ervacidreira, camomila, hortelã, mogno e muitas outras. Os purificadores de
ar ganharam novas formas de apresentação, como aerossóis, sachês e
aparelhos elétricos. E uma presença maior na mídia.
A tendência é manter um crescimento contínuo de vendas nos
próximos anos.
140
PURIFICADORES DE AR - FATURAMENTO EM REAIS (MILHÕES)
120
AIR PURIFIERS
The high cost of air purifiers for a great parcel of consumers has restricted its
presence in Brazilian homes. The association of perfumed environment with cleanness
and well-being is the most attractive in those products.
It is clear the trend to use fragrances as natural appellation, inclusive the ones
linked to Brazilian biodiversity such as sedge, balm mint, chamomile, mint, red wood
and many more. Air purifiers gained new forms of presentation such as aerosol, sachets and electrical sets. It is a greater presence in media.
100
114
95
82
80
60
40
20
0
2004
2003
2005
El alto costo de purificadores de aire para una grande parcela de consumidores
restringe su presencia en los hogares brasileños. La asociación de ambiente oloroso
con limpieza y bienestar es el mayor atractivo de esos productos.
Es clara la tendencia al uso de fragancias naturales, incluso las ligadas a la biodiversidad brasileña como palmarosa, toronjil, manzanilla, menta, caoba y muchas
otras. Los desodorantes de aire ganaron nuevas formas de presentación como aerosoles, sachets y aparejos eléctricos. Y una presencia mayor en la publicidad.
VARIAÇÃO VALOR
84
VARIAÇÃO VOLUME
2004 X 2003
2005 X 2004
2004 X 2003
2005 X 2004
15,8%
20,0%
12,6%
15,0%
Fonte: ACNielsen
PURIFICADORES DE AIRE
Anúncio
MERCADO MUNDIAL
O BRASIL E O MERCADO MUNDIAL
Da mesma forma que no Brasil, onde as vendas em valor
dos produtos destinados aos cuidados e à conservação de roupas
TABELA 2 - VENDAS DE PRODUTOS DE LIMPEZA NOS PRINCIPAIS
MERCADOS MUNDIAIS EM % (1999 / 2004)
No Brasil, o gasto per capita com produtos para cuidados
representam cerca de 40% dos gastos, na América Latina e no
com a casa a partir de 2002 aponta para uma retomada
mundo esse segmento responde pela grande maioria das vendas
crescente dos gastos da população. Indica ainda que o mercado
do setor de produtos de limpeza, como mostra a tabela 1.
tem grande potencial de crescimento, embora com consumo
Em 1999, o Brasil tinha cerca de 5% do mercado global de
produtos de limpeza doméstica. Em 2004, a sua participação caiu
significativamente menor na comparação com outros países, a
exemplo de França e Estados Unidos (ver tabela 3).
TABELA 1 - VENDAS GLOBAIS DE PRODUTOS PARA CUIDADOS COM A CASA POR SETOR VALOR - 1999 / 2004 %
% VALOR
CUIDADOS COM A ROUPA
PRODUTOS PARA LAVAR LOUÇAS
CUIDADOS COM SUPERFÍCIE
ALVEJANTES CLORADOS
PRODUTOS PARA BANHEIRO
POLIDORES
ODORIZANTES
INSETICIDAS
CUIDADOS COM O LAR
1999
53.9
10.1
13.7
3.8
3.2
3.9
5.2
6.3
100.0
1999
2004
BRAZIL AND THE WORLD MARKET
ESTADOS UNIDOS
22.2
20.2
JAPÃO
9.6
8.4
REINO UNIDO
5.5
6.1
BRASIL
5.0
4.0
FRANÇA
4.8
5.6
ALEMANHA
4.8
5.1
ITÁLIA
4.3
5.1
CHINA
4.2
4.4
The same way in Brazil, where sales considering the value of products, aimed to
care and conservation of clothes represent around 40% of the expenses, whereas in
Latin America and in the world this segment responds to the great majority of sales of
cleaning products sector, as showed table 1.
In 1999, Brazil had around 50% of the global market of household cleaning products. In 2004, Brazil’s participation fell to 4% which corresponds to the 8th rating in
global position (see table 2).
In Brazil, the per capita expense in home care products since 2002 has indicated a
growing retaking as to population expenses. It also indicates that the market has great
potential growth, although with an expressive smaller consumption compared to other
countries, as the instances of France and the United States (see table 3).
MÉXICO
4.0
4.0
ESPANHA
2.8
3.4
ÍNDIA
2.1
2.2
BRASIL Y EL MERCADO MUNDIAL
ARGENTINA
1.9
0.8
TURQUIA
1.7
1.5
CANADÁ
1.6
1.9
RUSSIA
1.4
1.7
AUSTRÁLIA
1.2
1.4
CORÉIA DO SUL
1.0
1.0
ÁFRICA DO SUL
1.0
1.0
COLÔMBIA
1.0
0.7
Del mismo modo que en Brasil, donde las ventas en valor de los productos destinados a los cuidados y conservación de ropas representan cerca de 40 % de los gastos,
en América Latina y en el mundo este segmento responde por la gran mayoría de las
ventas del sector de productos de limpieza, como muestra la tabla 1.
En 1999, Brasil tenía cerca de 5,0% del mercado global de productos de limpieza
doméstica. En 2004 su participación cayó para 4%, lo que corresponde a la octava
posición global (ver tabla 2).
En Brasil, el gasto per capita con productos para cuidados con la casa a partir de 2002
apunta para una retomada creciente de los gastos de la población. Indica aún que el mercado tiene gran potencial de crecimiento, aunque con consumo significativamente menor
en comparación con otros países, a ejemplo de Francia y Estados Unidos (ver tabla 3).
para 4%, o que corresponde à 8ª posição global (ver tabela 2).
2000
53.6
9.9
14.2
3.7
3.2
3.7
5.4
6.2
100.0
2001
53.0
10.1
14.6
3.7
3.3
3.6
5.8
5.9
100.0
2002
52.5
10.2
15.2
3.7
3.4
3.5
6.0
5.6
100.0
2003
51.7
10.3
15.6
3.6
3.4
3.4
6.4
5.6
100.0
2004
51.4
10.3
15.4
3.5
3.6
3.3
6.8
5.7
100.0
Fonte: Euromonitor International
Fonte: Euromonitor International
TABELA 3 - VENDAS PER CAPITA DE PRODUTOS PARA CUIDADOS COM A CASA POR MERCADOS COM CRESCIMENTO MAIS RÁPIDO – 1999 / 2004 US$ PER CAPITA
FRANÇA
ESTADOS UNIDOS
ÁUSTRIA
SUÍÇA
ISRAEL
IRLANDA
PAÍSES BAIXOS
NOVA ZELÂNDIA
ARGENTINA
CANADÁ
CINGAPURA
BRASIL
TURQUIA
ÁFRICA DO SUL
ARÁBIA SAUDITA
BULGÁRIA
FILIPINAS
UCRÂNIA
CHINA
VIETNÃ
1999
62.22
61.49
58.52
55.89
48.09
47.00
45.02
40.11
39.72
38.99
22.85
22.55
18.79
17.38
16.04
9.21
8.67
5.82
2.49
1.79
2000
56.30
63.92
52.19
51.17
52.23
47.17
41.97
36.55
38.77
41.76
23.13
22.13
21.27
16.37
16.19
8.98
8.47
5.35
2.60
2.54
VALOR PER CAPITA
2001
2002
56.74
62.03
64.92
65.57
52.62
56.44
51.71
56.26
54.35
51.71
50.70
56.07
42.78
46.06
35.01
39.35
36.83
13.41
41.28
41.79
22.59
23.45
18.30
16.41
19.10
17.61
13.47
11.37
16.42
16.56
9.63
10.80
7.76
7.98
6.93
8.96
2.71
2.80
2.87
3.19
2003
76.50
64.98
69.26
66.11
57.42
69.25
55.24
50.54
17.58
48.09
24.47
17.42
17.90
16.39
16.75
13.97
8.00
10.34
2.92
3.45
2004
84.76
64.15
75.95
73.59
62.22
75.69
58.43
58.61
19.83
52.59
25.36
19.97
19.20
19.60
16.57
16.59
8.22
11.56
3.03
3.60
Fonte: Euromonitor International
86
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
87
MERCADO INSTITUCIONAL
CRESCIMENTO CONTÍNUO
O mercado de produtos de limpeza de uso institucio-
nal está crescendo no Brasil. Em 2005, o setor movimentou
US$ 4 bilhões e empregou mais de 600 mil pessoas. Uma
pesquisa realizada pela Associação Brasileira do Mercado Institucional de Limpeza (Abralimp), no ano passado,
aponta estimativa de crescimento contínuo de 2 a 4% ao
ano, até 2010. Uma das razões desse crescimento é a profissionalização cada vez maior das empresas terceirizadas
na prestação de serviços de limpeza, que sabem diferenciar
os produtos para uso institucional daqueles próprios para o
consumo doméstico.
O mercado como um todo abrange quatro categorias classificadas em distribuidores, representantes, fabricantes de
produtos químicos e prestadores de serviços, que juntos somam mais de 13 mil empresas, a maioria delas com menos de
25 anos de atividade. A maior concentração desse mercado
está nas regiões Sul, Sudeste e Distrito Federal, que contam
com 75% das empresas de limpeza institucional do País.
88
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
89
MERCADO INSTITUCIONAL
OSCILAÇÃO DO SETOR
O mercado institucional de limpeza não apresenta sazonalidade, mas durante o ano sua movimentação oscila em função de dois
fatores, influenciando no volume de vendas. Os dois fatores são o
reajuste e a renovação de contratos. O reajuste de contratos geralmente acontece na ocasião do dissídio coletivo dos trabalhadores, no
primeiro semestre, e por isso torna-se um momento delicado, em que
a empresa prestadora de serviços pode não conseguir um bom reajuste, uma vez que a empresa-cliente também está negociando com
seus próprios funcionários. A renovação da maioria dos contratos de
limpeza costuma ser no final do ano, ocasião em que muitos clientes trocam de fornecedores, muitas vezes por encontrar preços mais
baixos e outras por não obter a qualidade desejada do serviço, o que
reforça a importância da qualificação da mão-de-obra do setor.
das empresas desta área e seus negócios. Embora não haja um dado
exato do crescimento do setor nos últimos quatro anos, as estimativas
apontam um aumento entre 1% e 3%, em 2002, com uma ligeira queda
percentual em 2003, crescendo entre 0,5% e 1%, mantendo a mesma
média em 2004, e subindo por volta de 1% a 2%, em 2005.
Alguns fatores externos contribuíram para este cenário. Em
2004, por exemplo, o governo federal aumentou as alíquotas do
Cofins, de 3% para 7,6%, e do PIS, de 0,65% para 1,65%, para o
setor de serviços, causando um enorme movimento de renegociação de contratos, resultando em grande número de substituições de
prestadores de serviços por parte dos clientes, que não aceitaram o
repasse destes novos impostos.
Em 2005, aconteceu o mesmo comportamento observado no ano anterior, com grande movimento de troca ou redução de contratos. Além
disso, o desfavorecimento em relação ao mercado externo e às empresas
DESENVOLVIMENTO DO SETOR NOS ÚLTIMOS 4 ANOS
A pesquisa da Abralimp mostra que o desenvolvimento do mercado
institucional de limpeza está atrelado ao movimento de terceirização
exportadoras também contribui para a baixa performance do setor. Mesmo assim, as expectativas melhoraram, dando os primeiros sinais dos
números que se esperam para os próximos 4 anos.
91
Apontada como o grande incentivador do mercado de produtos de
várias maneiras, como campanha de conscientização e legislação, que de-
limpeza de uso institucional, a terceirização dos serviços vem junto com
termine a utilização específica dos saneantes institucionais. É o caso da
a conscientização de que o melhor a fazer é mesmo utilizar o material
Resolução RDC 216 de 15/09/04, publicada pela Agência Nacional de Vi-
adequado, ou seja: os produtos para uso institucional é que devem ser
gilância Sanitária (ANVISA), que orienta as vendas de produtos químicos
usados para limpar prédios públicos, empresas, hospitais e outros espa-
profissionais nos segmentos de serviços de alimentação. A Resolução conso-
ços não residenciais. A tendência é que o mercado fique cada vez mais
lidou as normas anteriores, inclusive a que obriga restaurantes comerciais e
fortalecido com essa conscientização.
industriais, bares, padarias, fast foods, etc., a manterem em suas instalações
planos detalhados dos processos de limpeza e manual de boas práticas.
DESAFIOS
Embora o quadro geral do setor aponte um grande potencial de
cado de produtos de limpeza de uso institucional, como de todos os ne-
crescimento, há também alguns desafios que precisam ser levados em
gócios formais, porque não apresenta nenhum benefício ao consumidor,
conta. Um deles é o fato de esta profissionalização das empresas pres-
nem segurança na manipulação do produto, além de sonegar imposto
tadoras de serviços de limpeza ainda estar se desenvolvendo e por isso
e fazer concorrência desleal, causando prejuízos aos que trabalham
as negociações muitas vezes se esbarram em questões de preços. Outra
dentro das normas exigidas. Os desafios do setor também passam pela
barreira para o setor é que os consumidores institucionais ainda não
necessidade de treinamento da mão-de-obra, para ampliar os conheci-
sabem que as necessidades da limpeza institucional são diferentes da-
mentos dos produtos e equipamentos utilizados na limpeza profissional,
quelas presentes na limpeza doméstica.
garantindo assim um resultado satisfatório e ajudando a fixar a necessi-
O esclarecimento para o uso dos produtos adequados pode ser feito de
90
A informalidade também é um inibidor do desenvolvimento do mer-
dade de uso do produto adequado.
MERCADO INSTITUCIONAL
PERFIL DOS FABRICANTES DE PRODUTOS QUÍMICOS
O segmento dos fabricantes de produtos químicos é uma das
quatro categorias do setor de produtos de limpeza de uso institucional. As indústrias desse segmento presentes no País produzem
linhas completas para a limpeza profissional. Trata-se de um mercado maduro, que trabalha com alta tecnologia e que dispõe de
fornecimento de matérias-primas e embalagens diversificadas. Em
2005, o consumo de químicos voltados para os produtos de uso institucional movimentou cerca de US$ 400 milhões.
A concorrência no segmento é alta. Existem por volta de 140
empresas regularmente estabelecidas que atuam neste mercado, divididas em três níveis, de acordo com o seu tamanho:
• Grande: Composto por dois dos maiores fabricantes e líderes do
mercado;
• Médio: Composto por cerca de 10 a 12 empresas com faturamento entre US$ 4 e 8 milhões/ano;
• Pequeno: Com cerca de 130 empresas, em geral com atuação
nhas industriais, restaurantes, bares, fast foods, hotéis, hospitais, etc.;
• Tratamento de piso: ceras impermeabilizantes, seladores e removedores;
• Lavanderia: detergentes, alvejantes, acidulantes, neutralizadores e amaciantes de roupas, inclusive hospitalares;
• Limpeza geral: detergentes, multi-usos, limpeza de vidros, desinfetantes/odorizadores, etc.;
• Sanitização: produtos para desinfecção de superfícies, equipamentos e utensílios, além de sanitização de vegetais, etc.;
• Lavagem mecanizada de louças: detergentes e auxiliares de secagem.
• Automotiva: produtos para lavagem de veículos.
• Bens de consumo: produtos específicos para a indústria alimentícia, bebidas, cosmética e farmacêutica.
• Higiene das mãos: sabonetes líquidos, cremosos e gel, com e
sem perfume ou com ação bactericida, para uso geral.
A Abipla é uma entidade comprometida com o desenvolvimento do
setor de produtos de limpeza e afins. Os principais pontos levantados
na pesquisa realizada pela Abralimp reiteram aquilo a que Abipla vem
regional e faturamento inferior a US$ 4 milhões/ano.
dando prioridade, como o combate à informalidade e a importância do
As empresas trabalham em segmentos específicos:
treinamento da mão-de-obra das prestadoras de serviço, além da quali-
• Cozinha: produtos para limpeza, higienização e sanitização em cozi-
92
Anúncio
dade de vida e a preservação do meio ambiente.
MERCADO INSTITUCIONAL
CONTINUAL GROWTH
94
CRECIMIENTO CONTINUO
The cleaning products market for institutional use operated US$ 4
El mercado de productos de limpieza de uso institucional movilizó
billion in 2005 and employed over 600 thousand people. A marketing
US$ 4 mil millones en 2005 y empleó más de 600 mil personas. Encues-
research made by Associação Brasileira do Mercado Institucional de
ta de la Asociación Brasileña del Mercado Institucional de Limpieza
Limpeza (ABRALIMP) indicates an estimate of continual growth from
(Abralimp) apunta estimativa de crecimiento continuo de 2 a 4% al año,
2 to 4% per year up to 2010. This is chiefly due to the professionaliza-
hasta 2010. Eso se debe principalmente a profesionalización de las em-
tion of outsourced companies in cleaning services rendering which know
presas tercerizadas en la prestación de servicios de limpieza, que saben
how to differentiate products for institutional use from those adequate for
diferenciar los productos para uso institucional de aquellos propios para
household consumption.
el consumo doméstico.
The market embraces four categories: distributors, representatives,
El mercado abarca cuatro categorías: distribuidores, representantes,
chemical products manufacturers and service rendering summing up
fabricantes de productos químicos y prestadores de servicios, que suman
over 13 thousand companies, of which, 75% are concentrated on the
más de 13 mil empresas, 75% de ellas concentradas en las regiones Sur
south and southwest regions besides the Federal District.
y Sudeste y en el Distrito Federal.
The outsourcing of the sector has brought the consciousness that the
La tercerización del sector trajo la concienciación de que los mejores
best products to clean public buildings, companies, hospitals and other
productos para limpiar edificios públicos, empresas, hospitales y otros
non residential facilities are those produced for the institutional use and
espacios no residenciales son aquellos producidos para el uso institucio-
not the ones formulated for household use.
nal y no los formulados para uso doméstico.
CHALLENGES
DESAFÍOS
The sector has great potential of growth as well as challenges to face.
One of them is the fact that the rendering cleaning services companies
are still in development, in the process of professionalization. On account of that, there still are difficulties as top prices. In addition, institutional consumers still don’t know that the needs of institutional cleaning
are different from household ones.
Informality has also been an inhibiting fact for the development of
the sector as it hasn’t showed any benefit for the consumer, don’t pay
taxes and makes disloyal competition regarding the ones who respect the
rules. There is also the need of labor training.
El sector tiene gran potencial de crecimiento y desafíos a enfrentar. Uno de
ellos es el hecho de que las empresas prestadoras de servicios de limpieza aún
estén en desarrollo y se profesionalizando, lo que hace con que existan dificultades con precios. Y también los consumidores institucionales aún no saben
que las necesidades de la limpieza institucional son diferentes de aquellas de
la limpieza doméstica.
La informalidad también es un inhibidor del desarrollo del sector a medida
que no presenta ningún beneficio al consumidor, defrauda impuestos y hace
concurrencia desleal a los que trabajan dentro de las normas. Hay también
necesidad de entrenamiento de la mano de obra.
OSCILLATION OF THE SECTOR
OSCILACIÓN DEL SECTOR
The cleaning institutional market doesn’t show seasonality, however
it has been facing two difficult periods during the year. In the first semester, when the readjust of contracts coincides with workers’ collective
challenge; and at the end of the year, occasion when most of cleaning
contracts is renewed and many customers change their suppliers.
El mercado institucional de limpieza no presenta estacionalidad, pero enfrenta dos períodos difíceles durante el año. En el primer semestre, cuando el
reajuste de los contratos coincide con el acuerdo colectivo de los trabajadores;
y en el final del año, ocasión en que la mayoría de los contratos de limpieza se
renuevan y muchos clientes cambian de suministradores.
DEVELOPMENT OF THE SECTOR
DESARROLLO DEL SECTOR
The research shows that the development of the cleaning institutional
market has been linked to the outsource movement of the companies in
this field and their businesses. Estimates indicate an increase between
1% and 3% in 2002, fall in 2003, when the growth was between 0.5%
and 1%. The same average was obtained in 2004 and stayed between
1% and 2%, last year. This performance was caused by the increase
in 2004 of tax aliquots provoking a huge movement of renegotiations
of contracts as well as the replacement of service rendering companies
La encuesta muestra que el desarrollo del mercado institucional de
limpieza está caminando con el movimiento de tercerización de las empresas de esta área y sus negocios. Estimativas apuntan aumento entre
1% y 3%, en 2002, caída en 2003, cuando el crecimiento quedó entre
0,5% y 1%. La misma mediana se obtuvo en 2004 y quedó entre 1% a
2%, en el año pasado. Ese desempeño es causa del aumento en 2004 de
las alícuotas de impuestos, lo que ha provocado enorme movilización de
renegociación de contratos y la sustitución de prestadores de servicios
for customers which did not accept the repass of costs caused by taxes.
The same behavior was observed in 2005, which annulated the growth
in outsourced units.
por clientes que no aceptaron la transferencia de los costos provocados
por los impuestos. El mismo comportamiento se observó en 2005, lo que
anuló el crecimiento en unidades tercerizadas.
MANUFACTURERS OF CHEMICAL PRODUCTS
FABRICANTES DE PRODUCTOS QUÍMICOS
Manufacturers of chemical products segment existing in the county
produce complete lines for professional cleaning. They compose a mature market which operated nearly US$ 400 million in 2005. They have
high technology and supply diversified raw material and packaging. The
segment counts on approximately 140 companies divided into three levels: large, which is composed with two of the biggest manufacturers and
market leaders; medium, with 10 to 12 companies with a billing between
US$4 and 8 million/year; and small, counting on nearly 130 companies
and a billing inferior to US$ 4 million/year.
Companies working in the following areas: kitchen, ground treatment,
laundering, general cleaning, sanitization, mechanical dishwashing, automotive washing, consumer goods and hands care.
The chief points showed in the research made by ABRALIMP reiterate
what ABIPLA; - an entity committed with the development of the sector
of cleaning products and alikes – prioritizes the combat to informality
and the importance of labor training regarding the services rendering
companies, besides life quality and the preservation of the environment.
Los fabricantes del segmento de productos químicos presentes en el
País producen líneas completas para la limpieza profesional. Componen
un mercado maduro y que movilizó cerca de US$ 400 millones en 2005.
Tiene alta tecnología y suministra materias primas y embalajes diversificados. El segmento cuenta con cerca de 140 empresas, divididas en tres
níveles: grande y compuesto por dos de los mayores fabricantes y líderes
del mercado; mediano, con 10 a 12 empresas con facturación entre US$
4 y 8 millones/año; y pequeño, con cerca de 130 empresas y facturación
inferior a US$ 4 millones/año.
Las empresas trabajan en las siguientes áreas: cocina, tratamiento de
piso, lavado, limpieza general, sanitización, lavado mecánico de vajillas,
automotiva, bienes de consumo e higiene de las manos.
Los principales puntos levantados en la encuesta de Abralimp reiteran lo
que Abipla – entidad comprometida con el desarrollo del sector de productos de limpieza y afines – prioriza como el combate a la informalidad y la
importancia del entrenamiento de la mano de obra de las prestadoras de servicio, además de la calidad de vida y la preservación del medio ambiente.
95
Anúncio
ASSOCIADOS ABIPLA/SIPLA (MAIO 2006) - PRODUTOS FINAIS DOMÉSTICOS
ARCO IRIS IND. E COM. DE
PRODS. DE LIMPEZA
PRODUTOS FINAIS
DOMÉSTICOS
RUA IRAJUBA, 109 - VILA DIVINA PASTORA
SÃO PAULO – SP - 03265-040
TEL.: (11) 6910.4830
WWW.SABAOARCOIRIS.COM.BR
ASSOLAN INDL LTDA
AV. BRIG FARIA LIMA, 2894 10º ANDAR – JD PAULISTANO
SÃO PAULO – SP – 01451-000
SAC: 0800 646 0404
WWW.ASSOLAN.COM.BR
www.bombril.com.br
0800-707-6161
veja anúncio nas páginas 11 e 134
K&M ÍNDÚSTRIAS
QUÍMICAS LTDA.
www.colgate.com.br
Atendimento ao Consumidor
0800 703 7722
ATENDIMENTO AO PROFISSIONAL
0800 703 9366
www.anhembi.ind.com
0800 55 70 30
veja anúncio na 2ª capa
e pág. 133
veja anúncio na página 29
INDÚSTRIAS REUNIDAS
RAYMUNDO DA FONTE S/A
COMPANHIA NACIONAL DE
ALCOOL
RUA MATHIAS ROXO, 300 – VILA
LEOPOLDINA
SÃO PAULO – SP – 05089-040
SAC: 0800 770 7587
WWW.CNA-BR.COM.BR
[email protected]
CUCCARO & CIA. LTDA.
RUA 10, 1354 - SANTA CRUZ
RIO CLARO - SP - 13500-230
TEL: (19) 3534-2110
ROD. PE XV, KM 14 - TORRES GALVÃO
PAULISTA/PE - 53417-690
TEL: (81) 3437-8200
FAX: (81) 3437-1122
[email protected]
INQUISA IND. QUÍMICA SANTO
ANTÔNIO S.A.
RUA ALAN KARDEC, 463 - A - PARTE
BAIRRO CALIFÓRNIA
NOVA IGUAÇU – RJ - 26.220-110
TEL.: (21) 2107.3600
WWW.SUISSA.COM.BR
CERA INGLEZA INDÚSTRIA E
COMÉRCIO LTDA.
AV. BEIRA RIO, 2423 DISTRITO JORGE DUPRAT FIGUEIREDO
SANTA LUZIA - MG - 33040-260
TEL: (31)2122-1000
WWW.INGLEZA.COM.BR
[email protected]
www.scjohnson.com
veja anúncio na página 41
www.baruel.com.br
0800 550 839
veja anúncio na página 25
96
[email protected]
www.candura.com.br
(11) 6484-3422
(19) 3424-2288
veja anúncio na página 126
veja anúncio na página 21
FABRIL PAULISTA
PERFUMARIA LTDA
J. F. PRODS DE LIMP
DOMESTICA LTDA
RUA RIO PRETO, 77 – RUDGE RAMOS
SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP
09615-020
TEL: (11)4368-1822
FAX: (11)4368-7288
[email protected]
RUA LIBERATA BUENO VIEIRA, 182/186
BOSQUE DAS PALMEIRAS
CAMPINAS/SP – 13086-734
TEL: (19) 3257.2022
FAX: (19) 3257.2442
WWW.IDEALAX.COM.BR
HATA & CIA. LTDA.
JIMO QUÍMICA
INDUSTRIAL LTDA
RUA MATO GROSSO, 299,
SALA 301 - CENTRO
LONDRINA - PR - 86010-000
TEL: (43) 3324-7377
FAX: (43) 3324-4074
[email protected]
WWW.HATA.COM.BR
M.A. FERMINO & CIA LTDA
AV. BANDEIRANTES, 1428
CAIXA POSTAL 290
BANDEIRANTES - PR - 86360-000
SAC: 0800 43 43 00
FAX: (43) 3542-1335
WWW.MAFERMINO.COM.BR
[email protected]
MANUFATURA DE
PRODS. KING LTDA
ESTR. GENERAL CANROBERT DA COSTA,
965 - MAGALHÃES BASTOS
RIO DE JANEIRO - RJ - 21710-400
SAC: 0800 21 60 50
WWW.PRODUTOSKING.COM.BR
BÚFALO INDÚSTRIA E
COMÉRCIO DE PRODUTOS
QUÍMICOS LTDA.
ROD. RÉGIS BITTENCOURT, 940,
KM 276 - JD. VISTA ALEGRE
EMBU - SP - 06818-200
TEL: (11) 4785-2000
[email protected]
ESTR. MUNICIPAL PAULÍNIA
BARÃO GERALDO, 1150, KM 119
CAIXA POSTAL 163
PAULÍNIA/SP - 13140-000
SAC: 0800 7010510
TEL: (19) 3884-9600
FAX: (19) 3884-9641
[email protected]
[email protected]
WWW.KMCORP.COM.BR
RUA ÍTALO RAFFO, 693
DISTRITO INDUSTRIAL
CACHOEIRINHA/RS - 94930-240
SAC: 0800 051 4146
TEL: (51) 3470-6755
FAX: (51) 3470-6701
WWW.JIMO.COM.BR
[email protected]
MILANA INDL E COML
BRASILEIRA DE
SANEANTES LTDA
ESTR. SÃO PAULO MOGI, 1414, KM 31,5
VILA MONTE BELO
ITAQUAQUECETUBA - SP - 08.577-000
TEL: (11) 4640-2122
FAX: (11) 4640-2204
WWW.MILANA.COM.BR
www.procter.com.br
0800 - 7015515
veja anúncio nas páginas 13 e 127
QUIMICA ALPINA S/A
RUA CASEMIRO DE ABREU, 138
JD. MARABÁ
APUCARANA - PR - 86802-220
TEL: (43) 3420 -3233
WWW.PRODUTOSALPES.COM.BR
QUÍMICA AMPARO LTDA
AV. WALDIR BEIRA JR - FIGUEIRA
AMPARO - SP – 13903-050
TEL: (19) 3808.8050
FAX: (19) 3808-8111
WWW.YPE.IND.BR
[email protected]
www.reckittbenckiser.com.br
0800 703 0304
veja anúncio nas páginas 31 e 137
REVEL S/A IND E COM
ROD. AKZO NOBEL, 2001 - RIO ABAIXO
ITUPEVA/SP - 13295-000
TEL: (11) 4591-1666
[email protected]
WWW.REVEL.COM.BR
ROSATEX PRODUTOS SANEANTES
RUA ROSA MAFEY, 501 – BOMSUCESSO
GUARULHOS/SP – 07177-110
TEL: (11) 2102-0150
FAX: (11) 6436-1192
WWW.ROSATEX.COM.BR
[email protected]
[email protected]
SCARLAT INDUSTRIAL LTDA.
RUA JOSÉ SANCHES MARIN, 680 VILA COLORADO
SUZANO - SP - 08616-770
TEL: (11)4746-5300
FAX: (11) 4746-5301
WWW.SCARLAT.COM.BR
[email protected]
SIM - SOCIEDADE
INDUSTRIAL LTDA.
AV. MARIA COELHO AGUIAR, 573 - BLOCO C
GALPÃO 4 - JD. SÃO LUIZ - SÃO LUIZ
05805-000 - SP
TEL.: (11) 5851-2002
FAX: (11) 5851-4395
[email protected]
WWW.SIMSOCIEDADE.COM.BR
www.girandosol.com.br
0800 701 7169
www.unilever.com.br
veja anúncio nas páginas 75 e 130
veja anúncio na 3ª capa e pág. 128
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
97
ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTOS FINAIS INSTITUCIONAIS, MATÉRIAS PRIMAS E LAUDOS E TESTES
FABRICANTES DE
PRODUTOS FINAIS
INSTITUCIONAIS
AUDAX QUÍMICA INDUSTRIAL
E COMERCIAL LTDA.
RUA LUIZ PACHECO, 195 - PONTE PEQUENA
SÃO PAULO - SP - 01107-010
TEL: (11) 3328.3300
FAX: (11) 3328.3300
WWW.AUDAX-QUIMICA.COM.BR
[email protected]
INDEBA IND E COM LTDA
AV. ALIOMAR BALEEIRO, S/N
CAZAJEIRAS
SALVADOR - BA – 41500-660
TEL: (71) 2106-2106
WWW.INDEBA.COM.BR
[email protected]
AXEL PRODUTOS E
SERVIÇOS LTDA
RUA BERNARDO WRONA,133
BAIRRO DO LIMÃO
SÃO PAULO - SP - 02710-060
TEL: (11) 3858-5571
WWW.AXELPS.COM.BR
[email protected]
MATÉRIA PRIMA
KALYKIM INDÚSTRIA E
COMÉRCIO LTDA
TECPON IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
AV. A. J. RENNER, 231 – NAVEGANTES
PORTO ALEGRE - RS - 90245.000
TEL: (51) 3374 1454
FAX: (51) 3374 1314
WWW.KALYKIM.COM.BR
[email protected]
RUA NELSON TEICHMANN, 275
DISTRITO INDUSTRIAL
CACHOEIRINHA/RS - 94930-510
SAC: 0800 5105377
FAX: (51) 3470 1599
WWW.TECPON.COM.BR
[email protected]
LARKIN BRASIL LTDA
www.insertq.com.br
(11)4071-6569
AV. CACHOEIRA, 505
PQ INDL BAZOLI SALVIANO
BARUERI - SP - 06413-000
TEL: (11) 4161-4050
WWW.LARKIN.COM.CO
[email protected]
veja anúncio na página 135
AKZO NOBEL LTDA
ROD. AKZO NOBEL, 707, BAIRRO CHAVE
ITUPEVA – SP – 13295-000
TEL: (11) 4591-8800
FAX: (11) 4591-8862
WWW.AKZONOBEL.COM
[email protected]
www.stepan.com
(11) 5089 -2200
veja anúncio nas páginas 17 e 136
TENSILL IND DE BACT E
PRODS DE ASSEPSIA LTDA
ROD. BR 324, KM 520,8 – CIS
FEIRA DE SANTANA - BA - 44052-510
CAIXA POSTAL 1517
SAC: 0800 35 3077
FAX: (71) 3369-5355
WWW.TENSILL.COM
[email protected]
www.clariant.com.br
(11) 5683 7670
veja anúncio nas páginas 33 e 132
JOHNSON DIVERSEY
BRASIL LTDA
www.ecolab.com
(11) 2134-2600
veja anúncio na página 57
RUA NOSSA SENHORA DO SOCORRO, 125
SOCORRO
SÃO PAULO - SP – 04764-020
SAC 0800.13.4166
WWW.JOHNSONDIVERSEY.COM.BR
[email protected]
(11)4053-4400
www.signa.com.br
www.copebras.com.br
veja anúncio na página 125
veja anúncio na página 63
(11)3123-4200
LAUDOS
E TESTES
www.deten.com.br
(71) 3634-3000
veja anúncio na página 55
NOVOZYMES LATIN
AMERICA LTDA
RUA PROF FRANCISCO RIBEIRO, 683
ARAUCÁRIA - PR 83707-660
TEL: (41) 3641- 1000
FAX: (41) 3643-1443
WWW.NOVOZYMES.COM.BR
[email protected]
www.ecolyzer.com.br
(11) 6969-5020:
veja anúncio na página 49
www.oxiteno.com.br
(11) 3177-6102
veja anúncio nas páginas 65 e 131
98
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
99
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
PRODUTO FINAL
ALQUIBRAS INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
DOMÉSTICO E INSTITUCIONAL
3 VIA INDUSTRIAL LTDA
RUA LUZITANA, 41
TIJUCA
ALVORADA - RS
94852-180
TEL.: (51) 3386-6600
WWW.3AVIAINDUSTRIAL.COM.BR
3M BRASIL LTDA
ROD ANHANGUERA, KM 110
CAIXA POSTAL 123
CIDADE MIRAMAR
SUMARÉ - SP - 13001-970
SAC: 0800 13-23-33
WWW.3M.COM.BR
A LIMPABRIL PRODS DE LIMP
LTDA - EPP
AV. VILARINHO 3460 LJ 02
VENDA NOVA
BELO HORIZONTE - MG - 31615-250
TEL.: (31) 3451-5568
A M SOARES PRODUTOS DE
LIMPEZA - ME
RUA JOAO BATISTA DELIA, 1182
PROLONG. JD. LIMA
FRANCA - SP - 14403-102
TEL.: (16) 3701-7009
ABCOTT INDÚSTRIA QUÍMICA
LTDA
AV. JOSÉ AUGUSTO DA FONSECA, 1631
BOM JESUS RIO DAS PEDRAS - SP - 13390-000
TEL.: (19) 3493-3511
WWW.ABCOTT.COM.BR
ABSOLUTA PRODS QUIMS
LTDA. - EPP
RUA DOS JATOBA,45 JD TRES IRMAOS
VINHEDO - SP - 13280-000
TEL.: (19) 3876-5507
FAX: (19) 3876-5167
WWW.ABSOLUTAPQ.COM.BR
ACLIVE DO BRASIL
IND COM LTDA - ME
RUA PRESIDENTE KENNEDY, 6820
VILA ROSÁRIO
DUQUE DE CAXIAS - RJ - 25221-150
TEL.: (21) 3652 - 4629
ACTION S/A
RUA RIO NEGRO, 675
PINHAIS - PR - 83322-030
TEL.: (41) 3667-5001
WWW.ACTIONPOWER.COM.BR
www.clorin.com.br
(21) 2201-5855
veja anúncio na página 49
A R FERREIRA COMERCIO - ME
RUA TIRADENTES, 1117
ESTRELA
CASTANHAL - PA - 68.746-150
TEL.: (91) 3711-2816
ABBOTT LABORATORIOS DO
BRASIL LTDA
RUA MICHIGAN, 735
BROOKLIN
SÃO PAULO - SP - 04.566-905
TEL.: (11) 5536-7000
WWW.ABBOTT.COM
100
RUA CONEGO JULIO CABRAL, 918
TERREO E 2º ANDAR - SALGADO
CARUARU - PE
55016-000
TEL.: (81) 3721-8889
AGRIPEC - QUIMICA E
FARMACÊUTICA S/A
RUA SAMUEL MORSE, 74
CJ 151 / 152 / 153
BROOKLIN
SÃO PAULO - SP - 04576-060
TEL.: (11) 2165.0990 - FAX: (11) 2165.0957
WWW.AGRIPEC.COM.BR
AGTEC IND COM LTDA
AV. PROF MORAES REGO, 220 CIDADE UNIVERSITARIA
RECIFE - PE - 50670-420
TEL.: (81) 3271-4315 FAX: (81) 3271.4448
WWW.AGTEC.COM.BR
AGUA SANITÁRIA SUPER
GLOBO LTDA
RUA FRANCISCA ZIEZE, 23, PILARES
RIO DE JANEIRO - RJ - 20.750-040
TEL.: (21) 2591-3142
AGUIAR IND E COM DE
PRODUTOS QUIMICOS LTDA ME
A P COELHO ALCOOL LTDA-EPP
RUA FRANCISCO ALVES, 571
PARQUE ANHANGUERA
RIBEIRAO PRETO - SP - 14093-070
TEL.: (16) 3629-11/21
WWW.APCOELHOALCOOL.COM.BR
AFRANIO BATISTA LTDA ME
ADHETECH QUIMICA
INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
RUA GUIDO SEGALHO, 523
JD. SÃO JUDAS TADEU
SUMARÉ - SP - 13180-510
TEL.: (19) 2103-0100
FAX: (19) 3922-7999
WWW.ADHETECH.COM.BR
RUA CARLOS ESSENFELDER, 2256,
BOQUEIRÃO
CURITIBA - PR - 81650-090
TEL.: (41) 3276-9721
AIR SHIELD DO BRASIL LTDA.-ME
AV. CHARLES SCHNEIDER, 164 - CENTRO
TAUBATE - SP
12.040-000
TEL.: (12) 3635-4880
WWW.AIRSHIELD.COM.BR
AKASA IND COM PRODS
QUIMS LIMP LTDA - ME
RUA 28 DE SETEMBRO, 349
JD CANHEMA
DIADEMA - SP - 09941-500
TEL.: (11) 40771348
ALANA PRODUTOS DE
LIMPEZA LTDA
RUA 25 DE JULHO, 662, VILA NOVA
JARAGUA DO SUL - SC - 89260-160
TEL.: (47) 3370 7271
ALBANO ALMEIDA
FIGUEIREDO E CIA LTDA
RUA SILVA BUENO, 975, IPIRANGA
SÃO PAULO - SP - 04208-050
TEL.: (11) 3802-1399
RUA MOISES MANOEL MELO, 18
PICADAS NORTE - SÃO JOSÉ - SC - 88106-529
TEL.: (48) 3357-2222
FAX: (48) 3357-3225
ALQUIMIA - IND E COM PRODS
DE LIMP E HIG LTDA - ME
RUA JAIR FONTES DE GODOY, 201
VILA RUBENS
MOGI DAS CRUZES - SP - 08735-260
TEL.: (11) 4724-7015
ALQUIMISA INDL LTDA
RUA DAS FALCATAS, 1074
JD DAS ALTEROSAS
BETIM - MG - 32660-650
TEL.: (31) 3532-7455
ALQUISA PRODS QUIMS LTDA
RUA DA LAGOA, 200, CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07232-152
TEL.: (11) 6412-4744
AV. DR OSVALDO DE OLIVEIRA SILVEIRA, 644
DISTRITO INDUSTRIAL
SAO JOAO DA BOA VISTA - SP - 13877-000
TEL.: (19) 3624-1561
FAX: (19) 3624-1261
WWW.ALQUISA.COM.BR
ALKALLIS BRASIL IND E COM
DE PROD QUIMICOS LTDA
ALTOLIN IND COM DE
PRODS LIMP LTDA- ME
RUA VOLTA GRANDE, 21, CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07223-070
TEL.: (11) 6412 4228 / 6412 6673
FAX: (11) 6412 8424
WWW.ALKALLISBRASIL.COM.BR
RUA SEIS, 165 - CDA II
ASSIS - SP - 19804-300
TEL.: (18) 3324-2777
ALCOOL SANTA CRUZ LTDA
ALL-TECH IND COM DE PRODS
HOSPITALARES LTDA.
ALVAMINE QUIM
COML INDL LTDA
AMWAY DO BRASIL LTDA
ART QUIM IND COM LTDA
BASY QUIM IND E COM LTDA
AV. ENGENHEIRO EUSEBIO STEVAUX, 1257,
RUA JOSE ISIDORO, 272
JURUBATUBA - SÃO PAULO - SP - 04696-000
VILA PIEDADE
TEL.: (11)5696-3311/3355
ITABIRA - MG - 35900-204
RUA IVOTI, 71 - CENTRO
SAPIRANGA - RS - 93800-000
TEL.: (51) 3599-2930
TEL.: (31) 3834-0511
ANCHIETA IND COM PRODS
LIMP LTDA EPP
ASA INDÚSTRIA E COMÉRCIO LTDA
RUA ALVARES MACHADO,218
RUA DA PAZ, 82
CENTRO - MAUA - SP - 09310-020
AFOGADOS - RECIFE - PE - 50770-000
TEL.: (11) 4514-7677
TEL.: (81) 3073-5000
WWW.VITAMILHO.COM.BR
AP WINNER IND E COM DE
PROD QUIM LTDA
RUA JUMBO, 86, CARA-CARA
PONTA GROSSA - PR - 84043-300
TEL.: (42) 3219-3200
FAX: (42) 3219-3222
ÉDEN, CAIXA POSTAL 328
SOROCABA - SP - 18001-970
SAC: 0800-552060
ROD DR AMADOR JORGE SIQUEIRA
FRANCO, KM 8
GALPOES A E B - CONCHALZINH
MOGI-MIRIM - SP - 13800-002
TEL.: (19) 3806-2200
AQUAFLEX IND COM LTDA ME
ASTOL IND COM LTDA
RUA BENTO DE LOIOLA, 173
RUA MARIO MELO, 275
CASA AMARELA
JD JORDAO
RECIFE - PE - 52051-340
JABOATAO DOS GUARARAPES - PE
TEL.: (81) 3441-7434
54315-100
BERNARDO QUIM S/A.
TEL.: (81) 3436-6215
ROD PE MANUEL DA NOBREGA, KM 281
GLEBA 37 - SAMARITÁ - SÃO VICENTE - SP
11346-300
TEL.: (13) 3565-1212 - FAX: (13) 3406-1318
WWW.BEQUISA.COM.BR
AQUATRAT IND QUIM LTDA / EPP
AV. DAS INDUSTRIAS, 88
PARQUE INDUSTRIAL-1
MANDAGUARI - PR - 86975-000
ATIFLEX INDL LTDA
RUA ADOLFO ANDRÉ, 743 - CENTRO
ATIBAIA - SP - 12940-280
TEL.: (11) 4413-3356
TEL.: (44) 3233-1818
BELL TYPE INDUSTRIES LTDA
RUA ABILIO JOSE ESPINDULA, 101
JD. TRES MARIAS
TABOAO DA SERRA - SP - 06790-020
TEL.: (11) 5542-2671
BERTIN LTDA
ARCHEM QUIM LTDA
SUMARE
RUA GUERINO TURATTI, 410
SÃO PAULO - SP - 05410-002
DISTRITO INDUSTRIAL III
TEL.: (11) 6647-1412
RUA BAURU, 964 JD SÃO BENETIDO
LINS - SP
16401-100
SAC: 0800 17 6000 TEL.: (14) 3533-2043 - FAX: (14) 3533-2043
WWW.BERTIN.COM.BR
AVANT IND COM LTDA - ME
BETTANIN INDL S/A
RUA ALEMANHA, 2243
BR 116, KM 258
ESTEIO - RS
SAC: 0800 701-4240
WWW.BETTANIN.COM.BR
ALVATEC INDÚSTRIA
COMÉRCIO LTDA
ARARAS - SP - 13600-970
RUA 24 DE FEVEREIRO, 163 JD
BOSSUCESO
RIO DE JANEIRO - RJ - 21031-590
TEL.: (21) 2590-1350
RUA GENERAL HUMBERTO ALENCAR, 574
STA MARIA
SÃO CAETANO DO SUL - SP - 09560-380
TEL.: (11) 4220-1400
FAX: (19) 3543-5003 - 3543-5006
ALMED INDUSTRIA E
COMERCIO DE DETERGENTES
LTDA
AMADEU DE JESUS COELHO
GARCIA - QUIMIPAR
AUTOQUIMICA IND COM LTDA
RUA ALVES GUIMARAES, 1369
TEL.: (19) 3543-5000
WWW.ARCHEM.COM.BR
ARCHOTE INDÚSTRIA
QUÍMICA LTDA
VILA ELISA
RIBEIRÃO PRETO - SP - 14075-500
TEL.: (16) 3969-3505
ESTR. DOS ESTUDANTES, 291,
B S DIST DE PRODS DE
HIGIENE LTDA
AV. ENG WASHINGTON MARTONI, 340
PARQUE INDUSTRIAL
SAO SEBASTIAO DO PARAISO - MG
37950-000
TEL.: (35) 3531-4011
MOINHO VELHO - COTIA - SP - 06707-050
AV. ENG. LUIZ CARLOS BERRINI, 1140
RUA ROMAO PUIGGARI, 931
VILA MORAES - SÃO PAULO - SP - 04164-001
TEL.: (11) 6949 - 9740
WWW.ALMEDQUIMICA.COM.BR
TEL.: (11) 4612-2455
7º ANDAR - BROOKLIN
ALMON QUIMICA LTDA
AMAZONIA QUIMICA LTDA.-EPP
ESTR. ADHEMAR BEBIANO, 1170
DEL CASTILHO
RIO DE JANEIRO - RJ - 21051-070
TEL.: (21) 2560-4492/6992
FAX: (21) 2560-6991
RUA NICO BRANCO, 35
VILA CAMPESINA - OSASCO - SP
06023-050
TEL.: (11) 3699-0464
WWW.AMAZONIAQUIMICA.COM.BR
RUA MAJOR CARLO DEL PRETE, 1596,
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
BE DIET COM DE PRODS
ALIMENTICIOS LTDA
WWW.ASTER.COM.BR
WWW.AQUATRAT.COM.BR
ALM.HIG.LIMPEZA
EMBALAGEM LTDA
AV. INDEPENDÊNCIA, 2541
RUA VERBO DIVINO,1207
BLOCO-B TÉRRIO
JD SANTO ANTÔNIO
SÃO PAULO - SP - 05805-000
TEL.: (11) 2165-7600
WWW.APWINNER.COM.BR
AV. SAPOPEMBA, 4255
VILA DIVA
SÃO PAULO - SP - 03.374-000
TEL.: (11) 6918-0331/6216-7766
WWW.ALVAMINE.COM.BR
ALAMEDA DOS GUARAMOMIS, 1415
INDIANOPOLIS
SÃO PAULO - SP - 04076-012
TEL.: (11) 5094-1688
ASTER PRODUTOS MEDICOS
LTDA
BAYER CROPSCIENCE LTDA
SÃO PAULO - SP - 04571-010
ARGAL QUIMICA INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
CERAMICA
TEL.: (11) 5505-3401
BABY LIMP IND COM PRODS
DE LIMP LTDA -EPP
BETZ CHEMICALS DO BRASIL
INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
RUA LUIZ ANTONIO DIAS, 001,
CHACARA LITORANEA
VILA VELHA- ES - 29130-450
TEL.: (27) 4009-1800
FAX: (27) 4009-1800-R6
WWW.BETZ.COM.BR
RUA SOLDADO JOSÉ VIVACON
SÃO CAETANO DO SUL - SP - 09530-001
BIO CARB IND QUIM LTDA
SOLANO,1897
TEL.: (11) 2171-3333 - FAX: (11) 4221-9759
SÃO PAULO - SP - 02144-040
WWW.ARGALQUIMICA.COM.BR
TEL.: (11) 6989-5779/ 6987-3436
RUA LUIZ VALENZA, 100 - CIC
CURITIBA - PR - 81350-080
TEL.: (41) 3288-3080
101
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
BIOCHEMICAL - PRODS QUIMS
LTDA - ME
BRASIL MARASCHIN
INDUSTRIA DE SABOES LTDA
CARILLON IND E COM PRODS
P/ HIGIENE LTDA
RUA PAPA SAO PIO X, 405
JD. LUCIA
SUMARE - SP - 13180-020
TEL.: (19) 3854-7222
RUA PROF:CRISTIANO FINTO 1680
JD BOM JESUS
PORTO ALEGRE - RS - 91010-006
TEL.: (51) 3341-1450
RUA GRACA ARANHA, 371 A
VARGEM GRANDE,
PINHAIS - PR - 83321-020
TEL.: (41) 3667-3234
WWW.CARILLON.COM.BR
BIOJET - IND DE PRODS
QUIMS LTDA
BRASPOL S.A.PRODUTOS DE
HIGIENE E LIMPEZA
RUA ARIOVALDO RODRIGUES DE MORAES, 5220
LOTE 10 - QUADRA 04 - JD ESPANHA
UMUARAMA - PR - 87506-050
TEL.: (44) 3624-5530
ROD RST,453/3411 KM 2,2
VILA RICA
VENANCIO AIRES - RS - 95800-000
TEL.: (51) 3741-2126
BIOSAN INDUSTRIA
COMÉRCIO LTDA - EPP
AV. POMPÉIA, 2200 - PIRACICABA - SP
13425-620
TEL.: (19) 3411-6763
BIOSINTETICA FTCA LTDA
AV. DAS NAÇÕES UNIDAS, 22428
JURUBATUBA
SÃO PAULO - SP - 04795-916
TEL.: (11) 5546-6822
FAX: (11) 5546-6800
WWW.BIOSINTETICA.COM.BR
BIOTHEQ TECNOLOGIA
BIODEGRADAVEL LTDA
RUA TENTEI ELI ,224 SÃO JOÃO BATISTA
BELO HORIZONTE - MG - 31150-690
TEL.: (31) 3424-1888
BLUE CHEMICAL IND E COM
LTDA
RUA CONSTANTE MORO SOBRINHO, 231
QUISSISSANA
SÃO JOSÉ DOS PINHAIS - PR
83005-970
TEL.: (41) 3382 - 2925
WWW.BLUECHEMICAL.COM.BR
RUA WASHINGTON DE
SOUZA CARVALHO, 159 - CILO 4
LONDRINA - PR - 86084-410
TEL.: (43) 3323-2567/ 3322-3543
WWW.INSETICIDASFIM.COM.BR
BRASWEY S/A
INDUSTRIA E COMERCIO
VIA ENXOVIA,455 VILA SAO FRANCISCO
SÃO PAULO - SP - 04.711-030
TEL.: (11) 51825500
BRAZIL QUIM IND QUIM LTDA
RUA JOÃO GUILHERME, 319, SILO V
PARQUE INDUSTRIAL KIUGO TAKATA
LONDRINA - PR - 86.042-290
TEL.: (43) 3342-0096
WWW.BRAZILQUIMICA.COM.BR
BRIOSOL IND COM
MATERIAL LIMP. LTDA
AV. JACQUES MOLEX, 84
CJ 96 E 116, JD PRIMAVERA
DUQUE DE CAXIAS - RJ - 25230-010
TEL.: (21) 2776-1879
WWW.BRIOSOL.COM.BR
RUA RIACHUELO, 201 - SUFIATTI
XANXERE - SC - 89820-000
TEL.: (49) 3433-1695
BONDMANN QUIMICA LTDA
C A PINHEIRO ALVES
RUA DIR AUGUSTO PESTANA, 2250
FATIMA
CANOAS - RS - 92200-580
TEL.: (51) 3466-8666/3032-3800
WWW.BONDMANN.COM.BR
BRASCOM DO NORDESTE IND
COM LTDA
AV. DESEMBANCO - LOTE 13A QUADRA
D - S/N
CIS CENTRO IND SUBAE
FEIRA DE SANTANA - BA - 44010-000
TEL.: (75) 3625-5877
RUA VICTORINO SANTIM, 3013
SÃO PAULO - SP - 08290-001
TEL.: (11) 6521-6133
CASSIOPEIA INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
RUA SALERMO, 415
JARINU - SP - 13240-970
TEL.: (11) 4016-4160
FAX: (11) 4016-4059
WWW.VERALOE.COM.BR
CAUSTICLOR IND COM IMP
EXP LTDA
RUA UM, 140, LOTE 10 QD C
DISTRITO INDUSTRIAL
ALVORADA - RS - 94801-970
TEL.: (51) 3443-4495
WWW.CAUSTICLOR.COM.BR
CENTER PRODS QUIMS LTDA
RUA EUCLIDES G DE OLIVEIRA, 70
DISTRITO INDUSTRIAL
CACHOEIRINHA - RS - 94930-600
TEL.: (51) 3470-6444
CENTEX QUIM
IND COM LTDA-ME
RUA DA PAZ, 1735
CHACARA SANTO ANTONIO
SAO PAULO - SP 04713-002
TEL.: (11) 5181-7675
BUSCHLE & LEPPER S/A
RUA INÁCIO BASTOS, 984 BUCAREIN
JOINVILLE - SC
89202-310
SAC: 0800-472770
WWW.BUSCHLE.COM.BR
BOLSONELLO & CIA LTDA
102
BRASTOX IND COM PRODS
QUIMS LTDA
CARMOSINA COML LTDA EPP
RUA AGOSTINHO BEZERRA, 200
ALTO ALEGRE
MARACANAU - CE - 61921-360
TEL.: (85) 3467-8335
CAR LAR IND COML DE
MATERIAIS ESSENCIAIS LTDA
AV. CORIFEU AZEVEDO MARQUES, 1164
BUTANTÃ
SÃO PAULO - SP - 05582-001
TEL.: (11) 3726-6360
WWW.CARLAR.COM.BR
CERA LUMINOSA INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
RUA CONSELHEIRO LAFAIETE, 10,
DISTRITO INDUSTRIAL
CONSELHEIRO LAFAIETE - MG
36.400-000
TEL.: (31) 3761-2166
CERAS BELLA LTDA EPP
RUA SALVADOR CARBONE, 23
VILA CARBONE
SÃO PAULO - SP - 02752-130
TEL.: (11) 3462-5707
CERGOQUIM IND COM EXP
LTDA EPP
RUA ENGENHEIRO MARIO LEITE, 156
JD IPÊ
SÃO PAULO - SP - 04756-080
TEL.: (11) 5642-0323
CHEIRINHO IND COM DE
SANEANTES E DOMISS LTDAME
CLANOX IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
COLINAS IND COM PRODS DE
LIMPEZA LTDA-ME
CRIS IND COM DE PRODS DE
LIMPEZA LTDA
DETERLIMP IND E COM DE
DETERGENTES LTDA
RUA LUIS GAMA, 810
CAMBUCI
SAO PAULO - SP - 01519-010
TEL.: (11) 3209-6381/3275-1515
WWW.CHEIRINHO.COM.BR
RUA ANTONIO GIDEÃO TOSIN, 432
RUA MARQUES DE SANTO AMARO, 1178
BELA VISTA CAIXA POSTAL 83
VILA CALIFORNIA
ALMIRANTE TAMANDARE - PR
SÃO PAULO - SP - 03214-080
83513-450
TEL.: (11) 4226-1834
RUA A J RENNER, 902
ESTANCIA VELHA
CANOA - RS - 92030-010
TEL.: (51) 3472-2479
ROD DO XISTO, KM 20, 5876
ARAUCARIA - PR - 83705-740
TEL.: (41) 3643-1920
FAX: (41) 3643-2050
WWW.DETERLIMP.COM.BR
CHEMIN IND QUIMS LTDA
RUA BENEDITO CESARIO DE OLIVEIRA, 108,
VILA IASE
TABOÃO DA SERRA - SP - 06767-280
TEL.: (11) 5841.5781
CHEMISCH INDL DO BRASIL
LTDA
AV. DOS ESTUDANTES, 3118 JD. NOVO
AEROPORTO
SAO JOSE DO RIO PRETO - SP - 15035-630
TEL.: (17) 3214.8575
WWW.CHEMISCH.COM.BR
CHEMLUB PRODUTOS
QUIMICOS LTDA
RUA LUIZ CARLOS BRUNELLO, 311/335
CHACARAS SAO BENTO
VALINHOS - SP - 13278-074
TEL.: (19) 3881-2400 - FAX: (19) 3881-1215
WWW.CHEMLUB.COM.BR
CHEMONE INDL QUIM DO
NORDESTE LTDA
ROD BR 232, KM 104 - LOTE 14/QDA, 350
DISTRITO INDUSTRIAL - BEZERRO - PE
55660-000
TEL.: (81) 3271-0550
WWW.CHEMONE.COM.BR
CHEMSYSTEM QUIM
PREVENTIVA LTDA ME
RUA PROF FRANCISCO RIBEIRO, 93
BARIGUI
ARAUCARIA - PR - 83707-660
TEL.: (41) 3643-2276
WWW.CHEMSYSTEM.COM.BR
CHESIQUIMICA LTDA EPP
RUA JOAO FELDE, 55
JD MONTE CARLO
PONTA GROSSA - PR - 84072-307
TEL.: (42) 3227-6542
WWW.CHESIQUIMICA.COM.BR
CHT BRASIL QUIMICA LTDA
AV. ANTÔNIO CANDIDO MACHADO, 1779
CAJAMAR - SP
07760-000
TEL.: (11) 4447-8911
FAX: (11)4447-8919
WWW.CHTBRASIL.COM.BR
TEL.: (41) 3657-1643
WWW.CLANOX.COM.BR
CONTINUUM CHEMICAL LATIN
AMERICA LTDA.
RUA NUNES BALBOA, 112
VILA NOVA MANCHESTER
SÃO PAULO - SP - 03446-010
TEL.: (11) 6191-1031
FAX: (11) 6191-3620
WWW.DETREX.COM.BR
CRUZADO IND DE PRODS DE
LIMP LTDA
DETYLINE PRODS E SISTEMAS
PARA LIMP LTDA
LOC EIXO SECUNDARIO N 04, 1300
CAIXA POSTAL 451 DISTRITO INDUSTRIAL
SANTA MARIA - RS - 97030-440
0800-510-2884
WWW.ALVEJANTECRUZADO.COM.BR
RUA FRANCISCO FERRARI, 560
BARRACAO
BENTO GONÇALVES - RS - 95700-000
TEL.: (54) 3454-9800 - FAX: (54) 3454-9808
WWW.DETY.COM.BR
WWW.COOPERUNI.COM.BR
D CAMPOS IND COM DE
PRODS P/ LIMP LTDA-ME
COPRA IND COM SERV LTDA
DGL INDUSTRIA E COMERCIO
LTDA-EPP
RUA GONZAGA, 57 OSVALDO CRUZ
SAO CAETANO DO SUL - SP
09540-110
TEL.: (11) 4227-3650
AV. PACAEMBU, 383
SITIO BORDA DA MATA
FRANCO DA ROCHA - SP - 07810-000
TEL.: (11) 4811-6800 / 3101
FAX: (11) 4811-6834
WWW.DGLFARM.COM.BR
RUA CIPRIANO BARATA, 2466
TRAVESSA PADRE PEDRO SCHNEIDER, 60
ANCHIETA
PORTO ALEGRE - RS - 90200-180
TEL.: (51) 3374-0220
SÃO PAULO - SP - 04205-002
AV. HARRY PROCHET, 1160 FUNDOS
JD MEDITERRANEO
LONDRINA - PR - 86047-040
TEL.: (43) 3341-5070
CLEAN VALE IND COM DE
PRODS QUIMS LTDA
RUA JOSE KASPER, 551
SAO JOSE
ARROIO DO MEIO - RS
95940-000
TEL.: (51) 3716-1299
IPIRANGA
TEL.: (11) 6914-5741 - FAX: (11) 6161-9350
WWW.CONTINUUMCHEMICAL.COM.BR
COOPERUNI COOP DE
PRODUCAO DE PRODS DE HIG
LIMP
RUA PORTO ALEGRE, 288
J.REPRESA FAZENDINHA
SANTANA DE PARNAIBA - SP - 06529-195
TEL.: (11) 4156-1767
VIA ANHANGUERA KM 112 S/Nº
CAIXA POSTAL 21
NOVA VENEZA
SUMARÉ - SP - 13177-070
TEL.: (19) 3864-1031
CLEANLINE PRODUTOS DE
LIMPEZA LTDA (ATOL)
VIA PERIFÉRICA I S/N CIA
CAIXA POSTAL 3060
SIMÕES FILHO - BA - 43700-000
TEL.: (71) 2102-7000
FAX: (71) 2102-7042
WWW.ATOL.IND.BR
CLEONICE ACCIOLY
MALHEIROS DE SENA NETA
M.E
RUA JOANA FRANCISCA DE AZEVEDO, 99
MUSTARDINHA
RECIFE - PE - 50760-310
TEL.: (81) 3227-2405
CLEVELAND QUIMICA BRASIL S/A
RUA FELIX DA CUNHA, 768 CJTO 301/303
FLORESTA
PORTO ALEGRE - RS - 90570-000
TEL.: (51) 32223599 / 32223002
WWW.CLEVELANDQUIMICA.COM.BR
COLAU QUÍMICA DO BRASIL
LTDA
AV. VICTORIANO COLAU, S/N - POLO
INDUSTRIAL I
JUQUIA - SP - 11800-000
TEL.: (13) 6844-1821
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
DETREX IND QUIM LTDA
RUA PIONEIRO AQUINO CANTAGALLI, 528
JD SAO DOMINGOS
MARINGA - PR
87070-990
TEL.: (44) 3241-1000
WWW.CRIVIALLI.COM.BR
CLARENCE PRODS PARA
LIMPEZA LTDA
CLARION QUIM DO BRASIL
IND COM LTDA-EPP
CRIVIALLI IND PRODS DE
HIGIENE E LIMP LTDA
CORDEIRO DE MEDEIROS IND
COM LTDA
DANQUIMICA LTDA
RUA PROJETADA, S/N
DISTRITO INDUSTRIAL
SANTA RITA - PB - 58304-800
TEL.: (83) 3229-3814
RUA MABA, 277
VIGARIO GERAL
RIO DE JANEIRO - RJ - 21853-480
TEL.: (21) 3372-5087
COROA-QUIMICA DO BRASIL
LTDA-ME
RUA TANGARA, 668
PARQUE DAS OFICINAS
ARAPONGAS - PR - 86708-000
TEL.: (43) 3252-3717
CORREA CHIMICAL INDL LTDA
ME
RUA PAULISTA, 102
SAO CRISTOVAO
CASCAVEL - PR - 85816-000
TEL.: (45) 9972-1032
CREP NEW IND COM PROD
LIMP MED HOSP SABOES DET
LTD
RUA PETER LUND, 38 - CAJU
RIO DE JANEIRO - RJ - 20930-390
TEL.: (21) 2580-1947
DBK DO BRASIL IND COM
LTDA
ESTR. VELHA DE COTIA, 151, BLOCO II
MOINHO VELHO
COTIA - SP - 06715-125
TEL.: (11) 4612-0445
DDLIMP COMERCIAL LTDA
AV. VITOR ANTONIO JANJACOMO, 962
PARQUE INDUSTRIAL
PENAPOLIS - SP - 16300-000
TEL.: (18)3658-1993/1331
DECINCO IND COM PRODS
QUIMS LIMPEZA LTDA
RUA CÉU TROPICAL, 84
SÃO PAULO - SP
04382-120
TEL.: (11) 5562-0214
DIAUTO INDUSTRIA
QUIMICA LTDA
RUA SANTA ELISA, 600
CAIXA POSTAL 193 - JD MIMAS
EMBU - SP - 06807-270
TEL.: (11) 4704-1000
HTTP://WWW.DIAUTO.NET
DIMAR IND COM LTDA - ME
RUA DURVALINO GIRALDI, 23
JD PLANALTO
AVARE - SP - 18701-460
TEL.: (14) 3732-8695
DINAGRO AGRO
PECUARIA LTDA
VIA ANHANGUERA, KM 304
RIBEIRAO PRETO - SP - 14070-730
TEL.: (16)3629.1110/3629.1205/3629.5048
WWW.DINAGRO.COM.BR
DESPROL IND E COM LTDA
DINAQUIM IND COM DE
PRODS QUIMS LTDA
RUA SARZEDO, 338
PQ BETIM INDUSTRIAL
BETIM - MG - 32662-540
TEL.: (31) 3592-1802
WWW.DESPROL.COM.BR
RUA DINAMARCA, 40
VILA SANTA LUZIA
SAO BERNARDO DO CAMPO - SP
09868-080
TEL.: (11) 4178-3254/ 4361-4349.
103
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
DIP IND PRODS DE LIMPEZA
LTDA ME
RUA PATURI, 137
SANTO AMARO
SÃO PAULO - SP - 04691-100
TEL.: (11) 5631-1732/ 2935
DIPROL QUIMICA LTDA
AV. ADHEMAR P DE BARROS, 1200
CHAC RURAIS S MARIA
JACAREI - SP - 12328-300
TEL.: (12) 3951-1766
WWW.DIPROL.COM.BR
DISPRO HIGIENE
IND COM LTDA - EPP
RUA TOLEDO BARBOSA, 358/382
BELEM
SAO PAULO - SP - 03061-000
TEL.: (11) 6695-3036
WWW.DISPROHIGIENE.COM.BR
EMEDE - IND E COM LTDA - ME
AV. ANTONIETA ALTENFELDER, 2575
FARMAQUI INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
FERZANI IND. E COM.
DE PRODS QUÍMS LTDA
FRESH-CARE PERSONAL
PRODUCTS IND COM LTDA
G A C M DO BRASIL IND E COM
DE DETERGENTES LTDA
GOMERCINDO
DIAS BRAVO ME
AV. JOSE VIANA DA SILVA, 268
JD SANTA ANTONIETA
RUA LOANDA, 143
RUA ELISA DE CARVALHO, 11
AV. CATARINA CARRERA MARCATTO, 855
AV. SILVIO AMERICO SASDELLI, 2163
RUA JOSE ROBERTO GALLI, 81
TIMIRIM
MARILIA - SP - 17512-130
- CESAR DE SOUZA
TIMOTEO - MG - 35180-310
SÃO PAULO - SP - 03530-000
JD LANCASTER
JD. MORADA DO SOL
TEL.: (14) 3425-5880
CHAC REUNIDAS
VILA MATILDE
MOGI DAS CRUZES - SP - 08820-150
TEL.: (11) 6651-1645
TEL.: (11) 4761-7836
TEL.: (31) 3848-4874
DYMON SUL QUÍMICA LTDA
RUA BERTO CIRIO, 1670, SÃO LUIZ
CANOAS - RS - 92420-030
TEL.: (51) 3472-2288
ECO QUM IND HIGIENISTA
LTDA EEP
EMFAL-EMPRESA
FORNECEDORA DE ALCOOL
LTDA
RUA K, 105
CAXAMBU
CAMPINAS - SP - 13091-611
PIRACICABA - SP - 13424-694
TEL.: (19) 3735-4444
TEL.: (19) 3426-4622
EUROFARMA LAB DIST LTDA
ANÁPOLIS - GO - 75133-600
TEL.: (11) 6412-2983
SAC 0800.704-3876
TEL.: (62) 3333-3500
WWW.ECONWEB.COM.BR
WWW.EUROFARMA.COM.BR
WWW.FBMFARMA.COM.BR
FC OLIVEIRA
DONNA PRODS
LIMP IND COM LTDA
ESTR. VELHA DE BRAGANCA, 820
EVALAR ABC
QUIMICA LTDA ME
TERRA PRETA
AV. TIETE, 45 FUNDOS
CODO - MA - 65400-000
RUA EUCLASIO, 45, GALPAO
SANTA EFIGENIA
BELO HORIZONTE - MG
30260-220
TEL.: (31) 3461-1040
MAIRIPORA - SP - 07600-000
UTINGA
TEL.: (99) 3661.5200
TEL.: (11) 4997-8300 - FAX: 4997-8666
SANTO ANDRE - SP - 09070-310
WWW.FCOLIVEIRA.COM.BR
WWW.ECOPER.COM.BR
TEL.: (11) 4473-4121
AV. SANTOS DUMONT, 4130
FERKOK IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
DOUPRAH IND DE PRODS
AUTOMOTIVOS LTDA EPP
RUA MANOEL DOS SANTOS, 395
EXTRA CLEAN PRODS PARA
LIMP LTDA - ME
VL TRES MARIAS
RUA NABOR ANTONIO CROZARIOL, 146
DUQUE DE CAXIAS - RJ - 25015-590
RUA MARIA HELENA BRANDAO, 410
CIC - CURITIBA - PR - 81305-360
TEL.: (41) 3373-4849
ESTEIO - RS - 93295-680
LOTEAMENTO ESTORIL
TEL.: (21) 2671-7484
TEL.: (51) 3459-9797
TAUBATE - SP - 12092-762
AV. PRESIDENTE VARGAS 896
FUNDO PARQUE
RIO GRANDE - RS - 96202-100
TEL.: (53) 3232-4074
DRYWASH INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
AV. DAS CEREJEIRAS, 232,
SUB LOJA VILA MARIA
SÃO PAULO - SP - 02124-000
TEL.: (11) 6954-8688
WWW.DRYWASH.COM.BR
TEL.: (12) 3681-3999
FMC QUIMICA DO BRASIL
LTDA
CJ 103/105/107/109 - JD MADALENA
SÃO PAULO - SP - 04795-000
EDIONOR DE COSTA - ME
TEL.: (11) 2146-2194
RUA GENERAL CAMISAO, 251-259
VP1B MÓDULO 09-21 QD.8B DAIA
ECOPER QUIMICA LTDA
WWW.FRIBOI.COM.BR
NOGUEIRA, 150
UNIDADE 4
GUARULHOS - SP - 07221-030
GUARULHOS - SP - 07220-010
FARQUIL COM E IND LTDA
FBM IND FTCA LTDA
AV. HUMBERTO ALENCAR CASTELO
BRANCO 4150
SAO BERNARDO DO CAMPO - SP
09850-300
TEL.: (11) 4353-2200
TEL.: (11) 3144 4000
AV. DR JOSE BONIFACIO COUTINHO
AV. DAS NACOES UNIDAS, 22532
CID IND SATELITE
CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07.140-000
WWW.EUROCHEM.COM
RUA VALENCA, 533 - PARQUE LAFAIETE
FERSOL IND E COM. LTDA
RUA SANTANA DE IPANEMA, 361
SÃO PAULO - SP - 01452-000
WWW.EMFAL.COM.BR
TEL.: (11) 6198-3553
GENCO QUIM IND LTDA
CJ 22 2º AND JD PAULISTANO
TEL.: (81) 3479-2176
WWW.FARMARIN.COM.BR
AV. BRIGADEIRO FARIA LIMA , 2391
TEL.: (45) 3524-3357
JABOATAO DOS GUARARAPES - PE
JD ALMEIDA PRADO
TEL.: (11) 6402 - 8800
FRIBOI LTDA
FOZ DO IGUACU - PR - 85869-580
RUA CAPECURUMIRIM, 23 - PRAZERES
TEL.: (31) 3597-1020
SÃO PAULO - SP - 03307-000
DOMINÓ IND COM LTDA
FLORES MAGICAS INDL LTDA
54345-220
TEL.: (11) 6541-5111 - FAX: (11) 6541-1036
RUA SISA, 720
FAX: (12) 3931-1184
RUA PEDRO DE TOLEDO, 600
RUA TUIUTI, 2530
ECON IND E COM DE PRODS
DE HIGIENE E LIMP LTDA
TEL.: (12) 3933-4290
WWW.QUIMISERV.COM.BR
BETIM - MG - 32680-540
SAO PAULO - SP - 03003-910
AV. SETE DE SETEMBRO, 1297
CENTRO - DIVINOPOLIS - MG - 35500-011
TEL.: (37) 3222-5698
12238-330
JD PIEMONTE
ERMELINO MATARAZZO
DIVICLEAN IND COM
REPRESENTACOES LTDA
SÃO JOSÉ DOS CAMPOS - SP
FARMARIN IND COM LTDA
EUROCHEM INTERNACIONAL
DO BRASIL LTDA
RUA DR LUIZ FERREIRA DE LEMOS, 98
WWW.ECOQUIMICA.COM.BR
DOURADO TRAPAGA
E CIA LTDA
104
DUVALLE PRODS DE LIMP
LTDA ME
FONTANA S. A
RUA CORONEL SOBRAL 415
SANTA CLARA
ENCANTADO - RS - 95.960-000
TEL.: (51) 3751-3433
WWW.FONTANA.IND.BR
FORMALIX PRODS
QUIM LTDA EPP
RUA GUATEMALA, 241 - CENTRO
TUPA - SP - 17605-260
TEL.: (14) 3496-2687
FORTH CHEMISTRY IND COM
DE INSETICIDAS LTDA
AV. MODESTO JOSE
MOREIRA JUNIOR, 3137
PORTAL
WWW.GENCO.COM.BR
FRIGOL QUIMICA LTDA
TEL.: (18) 3269-6040
GRACINDA COM. E INDUST DE
PROD DE LIMP LTDA
RUA COMENDADOR MARTINS, 195
VILA MATHIAS
SANTOS - SP - 11015-530
TEL.: (13) 3233-4058/4652
FAX: (13) 3233-8114
WWW.GRACINDA.COM.BR
DISTRITO INDUSTRIAL
GIOCA INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
LENCOIS PAULISTA - SP - 18685-740
AV. JATOBÁ, 750
TEL.: (14) 3269-3900
EUCALIPTOS
WWW.FRIGOL.COM.BR
FAZENDA RIO GRANDE - PR - 83820-000
- PARQUE SÃO DOMINGOS
TEL.: (41) 2102-4200
FRIGORIFICO GEJOTA LTDA
SÃO PAULO - SP
FAX: (41) 2102-4242
AV. SEN QUEIROZ, 605
05112-010
WWW.GIOCA.COM.BR
TEL.: (11) 3834-2536
GLAXOSMITHKLINE
BRASIL LTDA
GUANABARA INDUSTRIAS
QUIMICAS LTDA
ESTR. DOS BANDEIRANTES, 8464
RUA PE. ESTANISLAU TRZEBIATOWSKI, 113
JACAREPAGUA
BOQUEIRÃO
RIO DE JANEIRO - RJ - 22783-110
CURITIBA - PR - 81750-390
PINHAIS - PR - 83323-340
TEL.: (21) 2141-6000
TEL.: (41) 3286-1910
TEL.: (41) 3667-0551
FAX: (21) 2141-6001
FAX: (41) 3286-6466
WWW.GSK.COM.BR
WWW.GUANABARA.IND.BR
RUA ENDRES,35 JD ITAPEJICA
GOIÁS PRODS DE
HIGIENE E LIMP LTDA
GUIMARÃES PRODS QUIMS E
DE LIMP LTDA
GUARULHOS - SP - 07.043-902
ROD GO 326 KM 22, S/N
RUA MANOEL FRANCISCO BERNARDO, 535
TEL.: (11) 6423-6177
ZONA RURAL
VILA FLOR
ANICUNS - GO
CAPIVARI DE BAIXO - SC - 88.745-000
RUA AFRICA, 380
14 A SL 1418 A STA EFIGENIA
SÃO PAULO - SP - 01.026-001
TEL.: (14) 3541-0144
FUJINSET LTDA - ME
RUA AUSTRALIA, 71
JD BOA ESPERANCA
FUND. P/ O REMEDIO
POPULAR-FURP
FUTURA QUIMICA LTDA
76.170-000
TEL.: (17) 3253-6868
RUA GRACYRA RESSE DE GOUVEIA, 230
TEL.: (64) 3564-5000
FORTSAN DO BRASIL IND
QUIM E FTCA LTDA
BETIM - MG
MIRASSOL - SP - 15130-000
PIRAPOZINHO - SP - 19200-000
JD PIEMONTE
GREGORUTT IND E COM. DE
PRODS DE LIMP LTDA -ME
RUA INÁCIO LUIS DE COSTA, 1250
TEL.: (48) 3623-1175
HASTEN IND COM DE
ESPECIALIDADES QUIMS LTDA
32680-610
GOLDEN QUIM
DO BRASIL LTDA
AV. 23 DE JUNHO, 881 BR 116- KM 19
TEL.: (31) 3597-1005
RUA JOÃO BATISTA NOGUEIRA, 700
TEL.: (11) 4246-6200
CANTO VERDE
FAX: (31) 3396-5025
CUMBICA - GUARULHOS - SP - 07230-343
SÃO PAULO - SP - 02180-060
CURTUME
FAX: (11) 4246-6205
FORTALEZA - CE - 61760-000
TEL.: (11) 6488-0764 -
GUAPORE - RS - 99200-000
WWW.FERSOL.COM.BR
TEL.: (85) 3275-0485
WWW.GOLDENQUIMICA.COM.BR
WWW.HASTEN.COM.BR
HTTP://EPSO.NEOMARKETS.COM.BR
TEL.: (54) 3443-4223
FUZETTO IND COM DE PASTA
MECANICA LTDA - EPP
TEL.: (11) 6631-4065
TEL.: (11) 6951-9032/ 6242.9277/6949.3422
FERTIBRAS S/A
RUA RAFAEL CERVONE, 271
F 5 IND COM LTDA ME
FREE LAND IND COM LTDA ME
AV. HENRY FORD, 803 1º ANDAR
RUA NEWTON BRAGA, 244
DISTRITO INDUSTRIAL I
GOLDSCHMIDT
INDS QUIMS LTDA
HENLAU QUIMICA LTDA E P P
ELO QUIM IND COM LTDA
RUA NACOES UNIDAS, 458
CAIXA POSTAL 2220
PRESIDENTE ALTINO
VILA MARIA BAIXA
SANTA BARBARA D’OESTE - SP
RUA THEODOR GOLDSCHMIDT, 15
DISTRITO INDUSTRIAL
JD SAO GERALDO
GARÇA - SP - 17400-000
EDSON PEREIRA SOBRINHO
EPP
ROD PRES CASTELO BRANCO, KM 68
EXTRA-BRASIL PRODS DE
LIMP E HIGIENE LTDA
OLHOS D’AGUA -CAIXA POSTAL 301
AV. EDGAR RUZZANT, 664
JD BRASIL
RUA NABUCO DE ARAUJO, 520
SÃO PAULO - SP - 02225-011
MAIRINQUE - SP - 18120-000
RUA CABO ROMEU CASAGRANDE, 690
- PARQUE NOVO MUNDO
RUA ORLANDO ZANCOPÉ , 10
NOSSA SRA DAS GRACAS
JUNDIAI - SP - 13208-990
OSASCO - SP - 06210-108
SÃO PAULO - SP - 02120-020
13456-112
CANOAS - RS - 92110-340
TEL.: (11) 4529-6400
TEL.: (11) 3685 8500
TEL.: (11) 6955-9263 - FAX: (11) 6955-9614
TEL.: (19) 3455-5177
GUARULHOS - SP - 07140-000
TEL.: (14) 3406-1022
TEL.: (51) 3472-0809
WWW.RODABRILL.COM.BR
WWW.FERTIBRAS.COM.BR
WWW.FREELANDCHEMICALS.COM.BR
WWW.FUZETTO.COM.BR
TEL.: (11) 6402-6900
WWW.HENLAU.COM.BR
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
105
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
HEVERSON RODRIGUES
XAVIER-ME
HOLLDMEYER DO BRASIL INDS
QUIMS LTDA
IMPERQUYL-INDL DE PRODS
QUIMS DISTRIB LTDA
IND COM PRODS DE LIMP
VIOLETA LTDA
AV. OTHOVARINO DUARTE SANTOS, 736
CARAPINA
SÃO MATEUS - ES - 29933-010
TEL.: (27) 3763-3591
AV. PROSPERIDADE, 231 - PROSPERIDADE
RUA ELIZ REGINA,14
RUA NOVE, 38 - SÃO FRANCISCO
SAO CAETANO DO SUL - SP - 09550-700
PARQUE IMPERATRIZ
TEL. FAX: (11) 4224-5644
IMPERATRIZ - MA - 65910-140
GUARULHOS - SP - 07251-000
HIDROAZUL IND COM LTDA
RUA JOAO DIAS NETO, 18D
VILA REIS
CATAGUANASES - MG - 36770-902
TEL.: (32) 3429-4655
HIDROSKAW IND COM LTDA
RUA LIGIA GONCALVES, 157,
SANTA ANT.DA BARRA
PEDRO LEOPOLDO - MG - 33600-000
TEL.: (31) 3662-4044
HIGHMASH CHEMICALS - IND
COM PRODS QUIMS LTDA
AV. RD ABERTO J BYIGTON ,9
VILA MEQUIM
OSASCO - SP - 06276-000
TEL.: (11) 36013064
FAX: (11) 3601-5840
HIGIENICA IND QUIM LTDA ME
AV. GERALDO PLAZA, 1300
AMARO RIBEIRO
CONSELHEIRO LAFAIETE - MG
36400-000
TEL.: (31) 3761-1327
FAX: (31) 3762-5966
WWW.HIGIENICA.COM.BR
Higiex
www.higiex.com.br
(12) 3921-0722
veja anúncio na página 91
HI-TECH QUIMICA
ESTR. UNIÃO INDUSTRIA, 128 - KM 130
- RETA
COM.LEVY GASPARIAN
25870-000
TEL.: (24) 2254-1200
FAX: (24) 2254-1202
WWW.HI-TECHQUIMICA.COM.BR
TEL.: (99) 3525-6758
HORRLINGTON PRODUTOS
QUIMICOS LTDA
INBANOR IND COM LTDA
RUA JIBOIA, 200
AV. MARIO MELO, 2000, GALPAO 1 E 2
JD. NOVA REPUBLICA
- CENTRO
EMBU - SP - 06810-730
TEL.: (11) 4782-0396
HOTECHANN-IND COM DE
PRODS DE LIMP LTDA
RUA CACAUEIRO, 140 - CENTRO
FAZENDA RIO GRANDE - PR
83820-000
TEL.: (41) 3627-1405
HOUGHTON BRASIL LTDA
RUA ALPONT 170
CAPUAVA
MAUA - SP - 09.380-908
TEL.: (11) 4512-8200
WWW.HOUGHTON.COM.BR
HYPOFARMA-INST DE
HYPODERMIA E FARMACIA
LTDA
RUA DR IRINEU MARCELLINI, 303
SÃO GERALDO
RIBEIRAO DAS NEVES - MG
33805-330
TEL.: (31) 3626-9000
WWW.HYPOFARMA.COM.BR
IDEL PRODS DE LIMPEZA LTDA.
RUA CARLOS DOS SANTOS, 1403
JD BRASIL
SÃO PAULO - SP - 02234-001
TEL.: (11) 6242-9277
WWW.IDELLIMPEZA.COM.BR
IHARABRAS S/A INDS QUIMS
AV. LIBERDADE, 1701 BLOCO B
CAJURU DO SUL
SOROCABA - SP
18087-170
TEL.: (15) 3235-7700
FAX: (15) 3235-7775 / 7778
WWW.IHARA.COM.BR
IMC- IND MINEIRA
DE CERAS LTDA
AV. SIMAO ANTONIO, 500
CINCAO
CONTAGEM - MG - 32371-610
TEL.: (31) 3391-0630
106
SAC: 0800.55.1359
HTTP://VIOLETALIMP.TRIPOD.COM/
INDS QUIMS NOVIDEX LTDA
IVAN P. RAMOS PRODS QUIMS
JANE LUCIA MULLER - ME
ROD GUILHERME JENSEN - SC 413, KM 13
INDUSTRIAL
MASSARANDUBA - SC
89108-000
TEL.: (47) 3379-1167 / 1342
FAX: (47) 3379-1174
WWW.DIPIL.COM.BR
RUA MARCELO DE MENEZES, 299/317
CARANDIRU
SÃO PAULO - SP - 02069-030
TEL.: (11) 6222-3839
RUA VINTE E QUATRO DE FEVEREIRO, 111 A
RUA PAPA JOAO XXIII, 350 - CENTRO
BONSUCESSO
GARUVA - SC - 89248-000
RIO DE JANEIRO - RJ - 21040-300
TEL.: (47) 3445-3441
INDS REUNIDAS RHOS LTDA
WWW.WORKER-RJ.COM.BR
IND COM RIJOR LTDA
IND QUIM GIENEX LTDA
IGARASSU - PE - 53610-600
RUA ANGELO VALINETE, 841
TEL.: (81) 3371-7110
OESTE - PARQUE DA COLINA -
RUA DO GRITO, 356/390
IPIRANGA
SÃO PAULO - SP
04217-000
TEL.: (11) 6167-1510
FAX: (11) 6167-1519
WWW.GIENEX.COM.BR
PEDERNEIRAS - SP - 17280-000
FAX: (11) 4782-2835
WWW.HORRLINGTON.COM.BR
TEL.: (11) 6480-2447/ 6480-1359
IND QUIM DIPIL LTDA
INCOPROL IND. E COM. DE
PRODS DE LIMP. LTDA-ME
TEL.: (14) 3292-5620
RUA VICENTE MELLE, 771
IND COM SABAO GUARANI
LTDA
MÁRIO AMATO
PRESIDENTE PRUDENTE - SP - 19064-200
TEL.: (18) 3221-4561
IND COM DE DESINFETANTES
ORLAN LTDA
AV. TREVO DE SANTA MARIA, 32-A -
ROD RN 117, S/N KM 03
ZONA RURAL
MOSSORO - RN - 59619-218
TEL.: (84) 3316-4882
PARQUE GUARANI
IND COM TOJOQUIM LTDA
SÃO PAULO - SP - 08235-560
RUA ARNALDO SCHULER, 310
TEL.: (11) 6152-9916
VILA MARCIA
CACHOEIRINHA - RS - 94930-100
IND COM DE DETERGENTES
PRINCIPE LTDA
TEL.: (51) 3470-6408
RUA ELZA MEINERT, 840
IND FTCA RIOQUIMICA LTDA
COSTA E SILVA
JOINVILLE - SC
89211-595
TEL.: (47) 3473-7785
SÃO CAETANO DO SUL - SP
09540-204
TEL.: (11) 4238-5844
FAX: (11) 4238-6329
WWW.PEROLA.IND.BR
IND COM FERREIRA
NETO LTDA
RUA CRISTALINO SALES, 44
NOVO HORIZONTE
SETE LAGOAS - MG - 35701-188
TEL.: (31) 3773-1871
IND REAL BRILHO LTDA-EPP
RUA REAL BRILHO, 49 - CENTRO
CURRAIS NOVOS - RN - 59380-000
TEL.: (84) 3431-1434 /1460
WWW.REALBRILHO.COM.BR
IND SABAO MAUÁ LTDA
JD ANICE
RUA FRANCISCO MANOEL, 163
TRIAGEM
RIO DE JANEIRO - RJ - 20911-270
TEL.: (21) 3890-0236 / 3860-2195
WWW.SABAOMAUA.COM.BR
SAO JOSE DO RIO PRETO - SP
TEL.: (11) 6842-1299
WWW.RIOQUIMICA.COM.BR
RUA AMAZONAS, 2786
NOVA GERTY
ROD ASSIS CHATEAUBRIAND, S/N
KM.144, 5 CAIXA POSTAL 281
OLIMPIA - SP - 15.400-000
TEL. FAX: (17) 3279-1500
WWW.KIMBERLIT.COM
AV. TARRAF, 2590/2600
15061-000
IND COM DE POLIDORES
PEROLA LTDA
IND QUIM KIMBERLIT LTDA
IND LIMP MIX DE
PROD LIMP LTDA
AV. PAES DE BARROS, 2226
MOOCA
SÃO PAULO - SP - 03114-001
TEL.: (11) 6966-4044
IND PRODS QUIMS
LOBINHO LTDA-ME
RUA JOSE BAHIA DE AMORIM, 67
JD STO ELIAS
SÃO PAULO - SP - 05133-040
FAX: (31) 3773-1871
TEL.: (11) 3903-2961
IND COM JOSE MIGUEL LTDA
IND QUIM BOA VISTA LTDA
AV. JOAQUIM NABUCO, 304
AV. DR OSWALDO OLIVEIRA SILVEIRA, 688
SÃO CRISTOVAO
DISTRITO INDUSTRIAL
ARCOVERDE - PE - 56506-470
SAO JOAO DA BOA VISTA - SP
TEL.: (87) 3821-0455
13870-970
FAX: (87) 3821-0021
TEL.: (19) 3624.1944/3990.8800
INDIOS IND COM PRODS
QUIMS EXPL E ESP PIROT. LTDA
ESTR. ARUJA SANTA IZABEL, KM 51
TEVO
SANTA ISABEL - SP - 07.500-000
TEL.: (11) 4656-2449
WWW.INDIOSPIROTECNIA.COM.BR
INDL TERRA PRETA LTDA ME
RUA ARMAROL MAIOL,56
SÃO PAULO - SP
01106.010
TEL.: (11) 2148-0500 - FAX: (11) 2148-0501
WWW.ARRAZE.COM.BR
INDOL DO BRASIL
AGROQUIMICA LTDA
RUA RAIMUNDO RAMOS FERREIRA, 134
CIC
CURITIBA - PR - 81350-040
TEL.: (41) 3346-5711
WWW.NITROSIN.COM.BR
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
RUA CAPITAO GUYNEMER, 610
XEREM
DUQUE DE CAXIAS - RJ - 25250-130
TEL.: (21) 2679-1611 / 1109
FAX: (21) 2679-1042 / 1865
WWW.RHOS.COM.BR
INEZ BENTIVOGLIO BENEFICIADORA - EPP
RUA OSASCO, S/N LOTE 3B
PARQUE EMPRESARIAL ANHANGUERA
CAJAMAR - SP - 07750-000
TEL.: (11) 4446-6278
INPAPER’ S IMPREGNACOES
IND COM LTDA - EPP
RUA MARTIN HEIN 480 - JD ALVORADA
JANDIRA - SP - 06612-240
TEL.: (11) 4707-3266
INQUIBRA IND QUIM BRAS
LTDA
RUA PARANAI, 1020
EMILIANO PERNETA
PINHAIS - PR - 83324-400
TEL.: (41) 3668-2040 / 2090
WWW.INQUIBRA.COM.BR
INSETISEED AGRO INDL LTDAME
RUA GERALDO PEREIRA DA SILVA, 50
DISTRITO INDUSTRIAL
SALES - SP - 14980-000
TEL.: (17) 3522-5404
INTERLANDIA LTDA
RUA GENERAL ABREU LIMA, 112 PRAZERES
JABOTÃO DOS GUARARAPES - PE
54.400-410
TEL.: (81) 3341-3092
WWW.INTERLANDIA.COM.BR
TEL.: (21) 2590-6511
J B COSTA CIA LTDA
RUA FRANCISCO SILVEIRA, 15
AFOGADOS
FAX: (47) 3445-3441
JANGA S/A IND COM
ROD BR 101, KM 47,5
CRUZ DE REBOUCAS
RECIFE - PE - 50770-020
IGARASSU - PE - 53600-000
TEL.: (81) 3428-3100
TEL. FAX: (81) 3545-4102
J C F QUIM DO BRASIL LTDA EPP
JAPYTTO IND QUIM LTDA
ROD PRT 487, KM 44,3, GBA. 05 STO
RUA ACRE, 45
ANTONI, S/N
MARTA HELENA
SEDE - CAIXA POSTAL 12
UBERLÂNDIA - MG - 38402-022
MANOEL RIBAS - PR - 85260-000
TEL.: (34) 3212-5556
TEL. FAX: (43) 3435-2354
FAX: (34) 3212-4739
WWW.´POLYLAR.COM.BR
J J PRODS LIMP LTDA ME
RUA SANTA RITA DE CASSIA, 371
JB QUIMICA LTDA
PRESIDENTE VARGAS
RUA PERNAMBUCO, 201
IÇARA - SC - 88820-000
VILA UNIVERSAL
TEL. FAX: (48) 3462-7616
BETIM - MG - 32686-170
TEL. FAX: (31) 3594-0075
J S GUERRA PRODS PARA
LIMPEZA LTDA - EPP
JD PAULISTA
JOHNSON & JOHNSON
PRODUTOS PROFISSIONAIS
LTDA
RIBEIRÃO PRETO - SP - 14090.200
RUA GERIVATIBA, 207 - 14º ANDAR
TEL. FAX: (16) 3624-5110
SÃO PAULO - SP
WWW.DESODEX.COM.BR
05501-900
RUA HENRIQUE DUMONT, 1249
TEL.: (11) 3030-1100
J V S DA SILVA - ME
WWW.JNJGATEWAY.COM
ESTR. APOLONIO SALES KM 02
ZONA RURAL
K’AROMA QUIM INDL LTDA
RIO BRANCO - AC - 69918-340
ESTR. DO LAMEIRÃO, 1350
TEL.: (68) 3223-1312
SANTÍSSIMO
RIO DE JANEIRO - RJ - 23092-030
JALLES MACHADO S/A
TEL.: (21) 2413-3742/ FAX: (21) 2412-1750
FAZENDA SAO PEDRO, S/N
WWW.K-AROMA.COM.BR
ROD GO 080 KM 71,5 - ZONA RURAL
CAIXA POSTAL 04 - GOIANESIA - GO
KAYZER DO BRASIL LTDA
76380-000
RUA TRATOY, N° 55
ISALUB-QUIM IND COM LTDA
TEL.: ( 62 ) 3389-9000
JD PIEMONT
RUA DO SOL, 173
JD RUYCE
DIADEMA - SP
09981-520
TEL.: (11) 4051-3377
FAX: (62) 3353-4040
BETIM - MG - 32530-460
WWW.JALLESMACHADOSA.COM.BR
TEL.: (31) 3597-1500
JAMYR VASCONCELLOS S/A
ROD PRESIDENTE DUTRA, 2749
KELLDRIN IND COM PRODS
QUIMS E AGRICOLAS LTDA
ISOPOLY IND COM LTDA ME
PAVUNA - RIO DE JANEIRO - RJ
RUA VP1D QUADRA 02 MODULO 05
21535.500
DAIA
TEL.: (21) 2472-2828
ANAPOLIS - GO - 75133-600
FAX: (21) 2474-3125
TEL.: (62) 3241-2727
WWW.PACHECODROGARIA.COM.BR
WWW.KELLDRIN.COM.BR
RUA NATALE DE NEGRI, 223
PARQUE PREZOTTO
PIRACICABA - SP - 13420-518
TEL.: (19) 3426-0760
107
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
KELMACK IND QUIM LTDA
LAB INDL FTCO LIFAR LTDA
RUA DAVID CANABARRO, 121
RUA FREDERICO MENTZ, 1115
JD LINDOIA
CAXIAS DO SUL - RS - 95110-311
TEL.: (54) 3227-2077
WWW.KELMACK.COM.BR
KENJI IND QUIM LTDA
RUA LEONE DECIMO DAL’NEGRO, 144
COLONIA RIO GRANDE
SAO JOSE DOS PINHAIS - PR - 83025-440
TEL.: (41) 3383-6413
FAX: (41) 3383-9444
NAVEGANTES
PORTO ALEGRE - RS - 90240-110
TEL.: (51) 3326 4700
FAX: (51) 3326-4709
LAB OSLER DO BRASIL LTDA
AV. BRIG. FARIA LIMA, 1552 - CJ. 721
JD. PAULISTANO
SÃO PAULO - SP - 01451-917
KI-JOIA IND E COM DE PRODS
DE LIMP LTDA
WWW.EXPOLIR.COM.BR
RUA FRANCISCO FERREIRA, 311
LABNEWS INDS QUIMS LTDA
VILA MEGALE - GOIANIA - GO
RUA ADEMAR BOMBO, 165
TEL.: (62) 3522-3700
KIMBERLY-CLARK KENKO
INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
RUA DAS OLIMPIADAS, 205-6 ANDAR
SÃO PAULO - SP - 04551-000
PARQUE INDUSTRIAL
MOGI-GUAÇU - SP
13849-224
WWW.LABNEWS.IND.BR
LABORTECNE LTDA
FAX: (11) 4503-4664
AV. AGAMENON MAGALHAES, 180
WWW.KIMBERLY-CLARK.COM
VILA POPULAR
ROD BR 040 A 335 METROS DO KM 41
- CEDRO
AREAL - RJ - 25.845-000
TEL.: (24) 2257-2877 - FAX: (24) 2257-2258
WWW.KINDERHORT.COM.BR
108
JD ENCANTADO
JD PRIMAVERA
CENTRO - RIO ACIMA - MG
RUA ALBINO TREVISAN, 100
VILA SANTA AURELIANA
SANTA CRUZ DO RIO PARDO - SP
18900-000
TEL.: (14) 3372-4999
LAVY FLOWERS INDÚSTRIA
QUÍMICA LTDA
RUA VICTORIO SANTIN, 3005 - VILA
CARMOZINA
ITAQUERA - SP - 08290-001
TEL.: (11) 6523-3000
FAX: (11) 6521-0979
WWW.LAVYFLOWERS.COM.BR
LEONARDO ANTONIO DA
SILVA LIMP - ME
RUA AGUIA, 32
VILA AYROSA - OSASCO - SP - 06280-130
TEL.: (11) 3687-9275
FAX: (11) 3602-5011
LEVEBER IND COM IMPORT
EXPORT LTDA
AV. RIO BAHIA, 815
SANTA HELENA - MURIAE - MG - 36880-000
TEL. FAX: (32) 3722-5586
RECIFE - PE
52070-230
TEL.: (81) 3442-6349
FAX: (81) 3268-0760
WWW.LIMP.COM.BR
LIMPARE IND COM LTDA
RUA RIO ESPERA, 410
CARLOS PRATES
BELO HORIZONTE - MG - 30710-260
TEL. FAX: (31) 3278-2770
LIMPELBA IND COM DE MAT
DE LIMP LTDA
LAGOS QUIMICA LTDA
AV. ALBERTO VIEIRA ROMAO, 500
ALFENAS - MG - 37130-000
www.startquimica.com.br
(34) 3292-6100
90035-191
SANTO ANTONIO
TEL.: (51) 3311-4444
LOUVEIRA - SP - 13290-000
TEL. FAX: (19) 3878-2651
WWW.LAMYQUIMICA.COM.BR
LANDRIN IND COM DE
INSETICIDAS LTDA
RUA EMPRESARIO AGENELLO SENGER, 135
ROD CELSO GARCIA CID, 2710
JD SILVINO
CAMBE - PR - 86187-000
TEL. FAX: (43) 3251.1814
LIMP FLEX IND COM LTDA
RUA FERDINANDO PANATTONI, 255
JD PAULICÉIA
CAMPINAS - SP
13060-090
TEL.: (19) 3269-0375
TEL.: (21) 2676.1078
WWW.LINDOL.COM.BR
LITO CIA LTDA
TEL.: (51) 3651-5699
SÃO PAULO - SP - 02124-000
WWW.LUMAZIL.COM.BR
TEL.: (21) 2772-9161
TEL.: (21)2556.6520
SAO JOAQUIM DE BICAS - MG
TEL.: (51) 3651-1850
JD JAPÃO
RIO DE JANEIRO - RJ - 22220-001
TEL. FAX: (71) 3393-2749
SÃO JERONIMO - RS - 96700-000
AV. DAS CEREJEIRAS, 744
FAX: (11) 6967-7008
DISTRITO INDUSTRIAL
PARQUE INDUSTRIAL
LUMAZIL IND COM LTDA
CATETE
SALVADOR - BA - 41250-360
RUA DA PRODUCAO, 200 -
TEL.: (31) 3545-1344
TEL.: (11) 6954-3633, 6954-1682
AV. JORGE SACHS, 1001
LIMPEX IND COM DE
DETERGENTES LTDA
34300-000
RUA CATETE, 245
EST. V. DO AER KM 6,5 - NOVA BRASILIA
32920-000
TEL. FAX: (31) 3534-9988
LOPES PRODS FTCOS LTDA
ROD BRUA 491 KM 05
AEROPORTO
VARGINHA - MG - 37002-970
AV. ISMAEL CHAVES BARCELLOS, 128
LOT. DO ENGENHO
GUAIBA - RS - 92.500-000
TEL.: (51) 3480-3677
FAX: (51) 3480-2506
LUZTOL IND QUIM LTDA
AV. D C/RUA14 - MÓDULOS DE 1 A 14 E
DE 05 A 095 S/N- QDRA 13A E 13B - POLO
EMPRESARIAL - GOIÁS APRECIDADE GOIÂNIA - GO - 74980-970
TEL.: (62) 3518-4200 - FAX: (62) 3594-8220
WWW.LUZTOL.COM.BR
TEL.: (35) 3222-1233
TEL.: (35) 3222-1429
WWW.LOPROFAR.COM.BR
M F PEREIRA DE SOUZA & CIA
LTDA - EPP
RUA ARAUJO,70 7º ANDA
CHÁCARA SANTO ANTÔNIO
REPÚBLICA - SP
SÃO PAULO - SP - 04714-002
ROD SC 422, KM 5 CAIXA POSTAL 102
01202-020
TEL. FAX: (11) 5182-3569
SANTO ANTÔNIO
TEL.: (11) 3237-1699
WWW.LIMPLEX.COM.BR
TAIÓ - SC - 89190-000
TEL. FAX: (47) 3562.0026
WWW.LORENZETTIQUIMICA.COM.BR
ROD PRESIDENTE DUTRA - PAVUNA
TEL.: (21) 2472-9700
WWW.LIMPANNO.COM.BR
LIMPRAN IND COM LTDA
M G QUIM IND COM LTDA ME
RUA DEAABEIS BELLIX, 326
PEDREIRA - SP
RIO DE JANEIRO - RJ - 21535-502
LOTON CHEMICALS LTDA
RUA FRUTUOSO ALVES GUIMARAES, 258
MAKROQUÍMICA PRODS
QUIMS LTDA
ROD.CELSO GARCIA,KM 63 PRT 445
PTR SILVA
LONDRINA - PR - 86044-330
TEL.: (43) 3321-6565
WWW.MAKROQUIMICA.COM.BR
LUMEM IND QUIM LTDA
LORENZETTI QUIM LTDA
LIMPPANO S/A
LIMP BRILHO
TEL.: (21) 2676-1012/1044/1060
LIZ QUIM IND COM LTDA
veja anúncio na página 95
TEL. FAX: (35) 3291-3973
DUQUE DE CAXIAS - RJ - 25213-000
AV. ALIOMAR BALEEIRO, S/N
RUA ANTÔNIO DAS CHAGAS, 1498
RUA GERALDO BURCK, 700
TEL.: (81) 3498-8692
PCA SANTO ANTONIO, 137 -
WWW.LABORTECNE.COM.BR
PORTO ALEGRE - RS
OLINDA - PE - 53210-251
ROD WASHINGTON LUIZ, 13.500 KM 110
FAX: (81) 3439-3490
LAMY QUIM LTDA
CAIXA D’ AGUA
CASA AMARELA
LIMPLEX PRODS PARA LIMP
IND COM LTDA - ME
BOM FIM
RUA VALERIANO DE MELO, 190
MAGNUS DOS SANTOS
CASSIOLATO-ME
TEL.: (81) 3439-3044
AV. OSWALDO ARANHA, 1280
KLIN COM ND LTDA-ME
LUIZ CARLOS SIMOES
LOUREIRO - ME
OLINDA - PE - 53230-010
DISTRITO INDUSTRIAL
KLAREX IND
PRODS QUIMS LTDA
ROD TRANSSANTARITA, S/N KM 3,5
SEDE
ESTRELA - RS - 95880-000
TEL. FAX: (51) 3720-1100
WWW.LAUNER.COM.BR
LINDOL IND. DE
PRODS DE LIMP. LTDA
MAX CLEAN LTDA
ESTR. DO ARRAIAL, 4644
TEL. FAX: (19) 3818.4646
TEL.: (11) 4503-4500
KINDERHORT IND COM PRODS
LIMP E COSMET LTDA
LIMP IND COM LTDA ME
WWW.LIFAR.COM.BR
TEL. FAX: (11) 3031-9484
74660-380
LAUNER QUIM IND
COM LTDA ME
13920-000
TEL.: (19) 3893-5322
WWW.MGQ.COM.BR
QD 22 LT 01 - CENTRO
MAN IND QUIM LTDA
AV. CASTELO BRANCO, 33/99
JD OURO VERDE - BAURU - SP
17056-000
TEL.: (14) 3236 2679
FAX: (14) 3236-2532
WWW.MANQUIMICA.COM.BR
MANUFATUREIRA COM PROD
QUIM HIGIENOPOLIS LTDA
RUA AUGUSTO TARANTI FILHO, 117
JD NILOPOLIS
CAMPINAS - SP
13088-600
TEL.: (19) 3256-9100
MARINA IND DE PRODS PARA
LIMP LTDA
RUA MARECHAL DEODORO, 412 - CENTRO
ITAUNA - MG - 35680-066
TEL.: (37) 3241-3634
MARQUEZANI IND COM LTDA
RUA CALDAS DA RAINHA, 2580
SAO FRANCISCO
BELO HORIZONTE - MG - 31250-720
TEL.: (31) 3428-2769/ 3424-3939
MARSUEL IND COM PRODS
QUIMS LTDA
RUA JOSE VERISSIMO DA SILVA, 748
SAO JOSE DA LAPA - MG - 33350-000
TEL.: (31) 3623-9100
WWW.MAXCLEAN.IND.BR
MAXCLEAN PRODS
DE LIMP LTDA
RUA ANTONIO MORENO PERES, 634
JD. MARIA BEATRIZ
MOGI MIRIM - SP - 13803.10
TEL.: (19) 3805-1607/ 3805.2827
WWW.MAXCLEANLIMPEZA.COM.BR
MAXIBRIL COM IND DE PROD
DE LIMP LTDA
AV. SARANDI, 610
SARANDI
PORTO ALEGRE - RS - 91130-450
TEL.: (51) 3364-4490
MAYO IND COM LTDA EPP
RUA SÃO JOÃO, 112 VILA ALTA
LINS - SP - 16400-542
TEL.: (14) 3523 7600
FAX: (14) 3523 7600
MAYOR QUIM DO BRASIL IND
COM LTDA
RUA DOIS, 86
DISTRITO INDUSTRIAL
GOVERNADOR VALADARES - MG
35050-460
TEL.: (33) 3277-1020
FAX: (33) 3277-2040
MENEGHETTI IND QUIM LTDA
RUA DOM PEDRO 1º 418 CENTRO
DOIS CORREGOS
SÃO PAULO
17300-000
TEL.: (14) 3652-1340
FAX: (14) 36524141
MERCOQUIMICA
IND COM LTDA.
76310-000
M7 IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
TEL. FAX: (62) 3397-1300
RUA 25 DE MAIO, 94
LUBQUIMICA IND COM DE
PRODS QUIMS LTDA
DIADEMA - SP - 09941-620
TEL.: (11) 4071-5909
RUA TELMA RITTER, 03
JD SONIA
SÃO PAULO - SP - 04458-160
TEL.: (11) 5614-0150
FAX: (11) 5612-9260
WWW.MARSUEL.COM.BR
LIMPURA IND COM PRODS DE
LIMP LTDA ME
AV. ENG JOSÉ NELSON MACHADO, 3211
MAGNIL PRODS QUIMS LTDA
MATTA DO BRASIL LTDA
RUA SUZANO, 1000
AV. BRIG FARIA LIMA, 1478, SALA 706
PINHEIROS
SÃO PAULO - SP
01451-001
TEL.: (11) 3034-2817
MONTE BELO
RUA PADRE SABOIA DE MEDEIROS, 793
CATANDUVA - SP - 15810-185
RUA IAPO, 124
RUA IRAI, 1130 - VILA FERREIRA
PARA DE MINAS - MG - 35661-140
TEL.: (37) 3231-6383
FAX: (37) 3231-6726
WWW.LIMPRAN.COM.BR
RIALMA - GO
JD CANHEMA
L BARROSO E D. BENTO LTDA
DISTRITO INDUSTRIAL
RUA MACURANI, 49
CARAZINHO - RS
EDUCANDOS
99500-000
VILA MARIA ALTA
TEL.: (17) 3525-1880
SÃO PAULO - SP - 08210-040
MANAUS - AM - 69070-420
TEL. FAX: (54) 3330-9600
SAO PAULO - SP - 02164.001
TEL.: (17) 3523.7134
TEL.: (11) 3965-2055
TEL. FAX: (92) 3624-4489
WWW.LANDRIN.COM.BR
TEL. FAX: (11) 6987-3311
WWW.LUBQUIMICA.COM.BR
WWW.MAGNIL.COM.BR
JD GREN VILLE
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
CASA VERDE
AV. FRACISCO PODEBY, 1245
UBERABA - MG
38100-000
TEL.: (34) 3316-6805
METASIL QUIM IND COM LTDA
ITAQUAQUECETUBA - SP
08577-520
TEL.: (11) 4647-0800
WWW.METASILQUIMICA.COM.BR
109
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
MILENIA AGRO CIENCIAS S/A
RUA PEDRO ANTONIO DE SOUZA, 400
- PARQUE RUI BARBOSA
LONDRINA - PR
86031.610
TEL.: (43) 3371 9000 - FAX: (43) 3371-9205
WWW.MILENIA.COM.BR
MILLE PRODS DE LIMPS
HIGIENE LTDA
RUA JULIO SANTINI, 153 PARQUE INDL - PROMISSAO - SP
16370-000
TEL.: (14) 3541-5100
MIXING QUIM IND COM IMP
EXP LTDA
EST SANTA BRANCA PARAIBUNA, KM 02
GLEBA 02
DISTRITO INDUSTRIAL
SANTA BRANCA - SP
12380-000
TEL.: (12) 3972-0144
MIYAKO DO BRASIL IND COM
LTDA
RUA ALEXANIA, 05
CUMBICA
GUARULHOS - SP
07232-010
TEL.: (11) 6462-2040
MONTANA QUIMICA S/A
RUA PTOLOMEU, 674
CAPELA DO SOCORRO
SÃO PAULO - SP - 04762-040
TEL.: (11) 5548-7344 - FAX: (11) 5521-2137
WWW.MONTANA.COM.BR
MONTENEGRO IND COM DE
PROD QUIMS LTDA - ME
RUA DR AZOR MONTENEGRO, 28/30
VILA MANGALOT
SÃO PAULO - SP - 05132-180
TEL.: (11) 3904-0246
MULTILIMP COM IND LTDA
RUA DIAMANTE, 1253
SAO JOAQUIM
CONTAGEM - MG - 32113-000
TEL.: (31) 3292-8311 FAX: (31) 3292-9842
WWW.MULTILIMP.COM.BR
MULTIONIC IND COM DE
PRODS QUIMS LTDA
AVCARLOS PEDROSO DA SILVEIRA,4900
JD QUIRIRIM
TAUBATE - SP
12043-000
TEL.: (12) 3686-1511
FAX: (12) 3686-1647
WWW.MULTIONIC.COM.BR
110
MULTQUIMICA PRODS QUIMS
LTDA EPP
RUA SARGENTO MAURICIO AGOSTINHO
PEREIRA, 310
PARQUE COMERCIAL QUATI
LONDRINA - PR
86075.170
TEL.: (43) 3334-4502
MUNDIAL QUIMICA
DO BRASIL LTDA
AV. GUILHERME, 970
VILA GUILHERME
SÂO PAULO - SP
02053.002
TEL.: (11) 6901-2799
WWW.MUNDIALQUIMICADOBRASIL.
COM.BR
MUSTANG
PLURON QUIM LTDA
AV. CONDE FRANCISCO MATARAZZO, 640
DISTRITO INDUSRIAL J. A. BOSO
CATANDUVA - SP
15803-145
TEL.: (17) 3531-7100
WWW.PLURON.COM.BR
NAP QUIM INDL LTDA
RUA DUQUE DE CAXIAS, 128
DECAMAO
BETIM - MG
32610-420
TEL.: (31) 3531-2866
FAX: (31) 3531-1745
WWW.NAPQUIMICA.COM.BR
NATHAN - QUIM IND COM
LTDA
ROD VICENTE PALMA, S/N, KM9,1
AGUA BRANCA - CAIXA POSTAL 211
BOITUVA - SP
18.550-000
TEL.: (15) 3263-3242
NATURAL CORPORATION DO
BRASIL IND E COM LTDA
RUA DOMINGOS JORGE, 322 - CAPELA DO
SOCORRO
SÃO PAULO - SP
04761-000
TEL.: (11) 5522-0093/ 5567-6196
FAX: (11) 5522-0093
WWW.NCBBRASIL.COM.BR
NATURALIMP IND COM DE
ADITIVOS LTDA
RUA A, 140
DISTRITO INDUSTRIAL DE NITEROI
CANOAS - RS
92130-500
TEL.: (51) 3475-1077/3464-1521
NAVI COM IND DE
CONCENTRADO MULTIUSO
LTDA
RUA VINHATICO, 430
VALE SERENO
NOVA LIMA - MG - 34000-000
TEL.: (31) 3286-0106
FAX: (31) 3286-1266
NCH BRASIL LTDA
AV. DARCI CARVALHO DAFFERNER, 200
ALTO BOA VISTA
SOROCABA - SP - 18085-850
TEL.: (15) 3228-2011
FAX: (15) 3228-2088
WWW.NCH.COM.BR
NERCILIA ANTUNES PIRES
MILANI ME
AV. KURT MEINERT, 2840 FUNDOS PARANAGUAMIRIM
JOINVILLE - SC - 89231-700
TEL.: (47) 3463-1336
NEW CHEMICALLS DO BRASIL
IND COM LTDA
CAIXA POSTAL 263
CATAGUASES - MG - 36.770.000
TEL.: (32) 9984-3266
NEW CLEAR BRASIL QUIM
LTDA
AV. JOSÉ MARIA FERNANDES, 140 PARQUE NOVO MUNDO
SÃO PAULO - SP - 02187-040
TEL.: (11) 6721-4298 / 6955-9578
FAX: (11) 6721-4298
WWW.NEWCLEAR.COM.BR
NIPPON CHEMICAL IND COM
SANEANT DETERG PROFS
LTDA
RUA DOIS, 822
DISTRITO INDUSTRIAL. JOÃO NAREZZI
INDAIATUBA - SP - 13347-402
TEL.: (19) 3935-5250
FAX: (19) 3885-7916
WWW.NIPPOCHEMICAL.COM.BR
NOORDHEN BRASIL IND COM
LTDA-ME
RUA FARID B. DEMETRIO FERES, 208
TREMEMBÉ - SP - 12.120.000
TEL.: (12) 3672-3866
WWW.NOORDHEN.COM.BR
NORDESCLOR S/A
ROD PE 41 KM 6.5, CJ A
ARARIPE
IGARASSU - PE
53610-970
TEL.: (81) 3543-7032
FAX: (81) 3543-7050
NORONHA PRODS QUIMS
LTDA - EPP
ORBA PRODS DE
LIMPEZA LTDA - ME
AV. CHICO JULIO, 3764
EXPOSICAO
FRANCA - SP
14405-252
TEL.: (16) 3724-5599
WWW.NORONHA.IND.BR
RUA ALFREDO PUJOL, 1650
SANTANA
SÃO PAULO - SP
02017-004
TEL.: (11) 6976-9722
WWW.ORBAQUIMICA.COM.BR
NORTOX S/A
ROD BR 369, S/N, KM 197 - CAIXA POSTAL
371
ARICANDUVA
ARAPONGAS - PR
86700-970
TEL.: (43) 3274-8585 - FAX: (43) 3274-8500
WWW.NORTOX.COM.BR
NOVARTIS SAUDE ANIMAL
LTDA
AV. PROF VICENTE RAO, 90, PREDIO 121,
3º ANDAR
BROOKLIN PAULISTA
SÃO PAULO - SP
04706-900
TEL.: (11) 5532-7315
FAX: (11) 5532-7377
WWW.NOVARTIS.COM
NOW QUIM IND COM LTDA
RUA PETÚNIA, 115
CHÁCARA BOA VISTA
CONTAGEM - MG
32150-200
TEL.: (31) 3394-6662
FAX: (31) 3394-7252
WWW.NOWQUIMICA.COM.BR
NUCLEO COML INDL LTDA EPP
RUA RUDOLF ROEDEL, 1268
SALTO WEISSBACH
BLUMENAU - SC
89032-080
TEL.: (47) 3327-3400
FAX: (47) 3338-5715
OLEAGINOSAS
MARANHENSES S/A
ROD BR 135 KM 5
TIBIRI
SAO LUIS - MA
65095.004
TEL.: (98) 3241-1266
WWW.OLEAMA.COM.BR
OLEAK IND COM LTDA
RUA RONDONIA, 186
JD MARIA TEREZA
COTIA - SP
06703-710
TEL.: (11) 4616-0855
FAX: (11) 4612-0138
WWW.OLEAK.COM.BR
ORGANIZACOES R V LTDA ME
RUA FONTE BOA, 99
PARQUE JATOBA
BELO HORIZONTE - MG - 30692-360
TEL.: (31) 3385-2544
ORVAL INDUSTRIAL LTDA
RUA KOBE,209 JD JAPÃO
SÃO PAULO - SP
02137.010
TEL.: (11) 6939-8900
WWW.ORVAL.COM.BR
OTTO BAUMGART IND COM S/A
RUA CEL.MARCILIO FRANCO, 1063
VILA IZOLINA
SÃO PAULO - SP
02079-001
TEL.: (11) 6902-5555
WWW.VEDACIT.COM.BR
OURO FINO
DOMISSANITARIOS LTDA
VIA ANHANGUERA SSP 330, S/N
KM 298 BLOCO T - DISTRITO INDUSTRIAL
CRAVINHOS - SP
14140-000
TEL.: (16) 3512-2000
WWW.OUROFINO.COM.BR
OXI QUIM LTDA - EPP
AV. DR MÓDENA, 703
FATIMA
VARGINHA - MG
37010-190
TEL.: (35) 3214-9834
PARIZOTTO, PARIZOTTO LTDA
RUA CORONEL SOTERO ROCHA, 405
PASSO FUNDO
LAGES - SC
88520-110
TEL.: (49) 3225-3300
WWW.DUPAR.COM.BR
PEROL COML INDL LTDA ME
RUA HOLANDA, 220/240
VILA MARIANA
RIBEIRÃO PRETO - SP - 14075-240
TEL.: (16) 3626 0077
FAX: (16) 3626 1133
WWW.PEROL.COM.BR
PERSHY CHEMICALS IND E
COM DE PROD QUIM LTDA
RUA MANOEL DUARTE, 2478
GRADIM
SÃO GONÇALO - RJ - 24430-380
TEL.: (21) 2712-4484
FAX: (21) 2723-5583
WWW.PERSHY.COM.BR
PETROPOLIS INDL PRODS DE
LIMP LTDA
RUA BELEM, S/N
JD PETROPOLIS GOIANIA - GO - 74460-570
TEL.: (62) 3299-6100
WWW.PROEZA.COM.BR
PINUS IND COM LTDA
AV. JUVENAL ARANTES, 1405
MEDEIROS
JUNDIAI - SP - 13212-370
TEL.: (11) 3392-2913
WWW.PINUSBR.COM.BR
PIRISA PIRETRO INDL LTDA
RUA ERNESTO ALVES, 2640 - CENTRO
TAQUARA - RS - 95600-000
TEL.: (51) 3542.1944
FAX: (51) 3542-1922
WWW.PIRISA.COM
PISC IN CONSERVADORA DE
PISCINAS LTDA
RUA VISTULA, 11 LOJA D
JD CARIOCA
RIO DE JANEIRO - RJ
21931-510
TEL.: (21) 2462-0333
PLANETA AZUL IND COM DE
PRODS DE LIMP LTDA
RUA LEME DA SILVA, 63
MOOCA
SÃO PAULO - SP - 03182-030
TEL.: (11) 6606-9386
PASCHOAL CALVANO INDL E
COML LTDA
PLANITRADE ASSESSORIA
COM REPRESENT LT
RUA DE LIGACAO II, 20
AV. CEARÁ, 447
SÃO JOÃO
PORTO ALEGRE - RS - 90240-000
TEL.: (51) 3358-6300
WWW.PLANITRADE.COM.BR
DISTRITO INDUSTRIAL - PACAJUS - CE
62870-000
TEL.: (85) 3348-0841
FAX: (85) 3348-1516
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
PLASQUINOR PLÁSTICO E
QUIM DO NORDESTE LTDA
POLY SELL PRODS QUIMS
LTDA ME
RUA AL GRANJAS RURAIS PRESIDENTE
VARGAS, S/N - PIRAJÁ
SALVADOR - BA - 41290-000
TEL.: (71) 3392-8040/8041
FAX: (71) 3391-3228
RUA ANTONIO GUILHERME MARTINS, 83
PLAX IND. E COM. DE
SOLVENTES LTDA
WWW.POLYSELL.COM.BR
AV. MASCARENHAS DE MORAIS, 1175
CHÁCARA RIO PETROPOLIS
DUQUE DE CAXIAS - RJ - 25230-030
TEL.: (21) 2776.3008 / 4575 / 1889 / 3064
FAX: (21) 2776-3008
WWW.PLAX.COM.BR
PLUS LIMP IND COM LTDA - EPP
SANTO ANTONIO
LOUVEIRA - SP - 13290-000
TEL.: (19) 3878-2470
FAX: (19) 3878-2384
POWER CLEANING IND COM
LTDA
AV. ALBERTO JAFET, 303
DIADEMA - SP - 09951-110
TEL.: (11) 4071-3434
WWW.POWERCLEANING.IND.BR
PRIOR PACK IND COM LTDA
RUA FREI MARIANO DOS SANTOS, 50
SÃO PAULO - SP - 03552-070
TEL.: (11) 6091-4097
FAX: (11) 6091-9937
WWW.PLUSLIMP.COM.BR
RUA SERGIPE, 71
CIDADE NOVA II
INDAIATUBA - SP
13334-360
TEL.: (19) 3885-8050
FAX: (19) 3885-0682
PLUS QUIM DO BRASIL IND
COM LTDA
PRIOSTE IND FTCA LTDA - ME
AV. CARLOS FRANCO DE FARIA, 06
GETULIO VARGAS II
MOGI-GUACU - SP - 13847-176
TEL.: (19) 5542-2671
POLI LIMP IND COM PRODS
LIMP LTDA ME
RUA RENZO BALDINI, 307
XV DE NOVEMBRO
SÃO PAULO - SP - 08248-000
TEL.: (11) 6205 7480
POLICLEAN OIRAD INDUSTRIA
QUIMICA LTDA
AV. ENG ANTONIO F PAULA SOUSA, 1143
JD DAS OLIVEIRAS
CAMPINAS - SP - 13.043-540
TEL.: (19) 3276-7722
FAX: (19) 3276-7720
WWW.POLICLEAN.COM.BR
POLWAX IND QUIM LTDA.
BR 101 - KM 138, 1077 SÃO JUDAS TADEU - BALNEARIO
CAMBORIU - SC
88332-510
SAC: 0800.7097171
TEL.: (47) 3365-1511
POLY EXPOXY DO BRASIL IND
COM LTDA
RUA VALENTINA MAGALHÃES, 1387
VILA PROGRESSO - 90120-410
SANTO ANDRE - SP
TEL.: (11) 4455-2300 / 4452-8044
FAX: (11) 4972-5316
WWW.AUTOSHINE.COM.BR
RUA TARGINO DE OLIVEIRA LIMA, 490
CENTRO
OSVALDO CRUZ - SP
17700-000
TEL.: (18) 3528-5298
PROAGROVIQUIM PRODS
AGROVETERINÁRIOS QUIM
LTDA
RUA CONSELHEIRO TRAVASSOS, N° 87
NAVEGANTES
PORTO ALEGRE - RS
90240-140
TEL.: (51) 3346-3703
PROAUTO
AV. BARAO DE MAUA, 3565
MAUA - SP
09340-440
TEL.: (11) 4576-7181
PRODELYN QUIM
IND COM LTDA
AV. VELA OLIMPICA, 851
JD OURO BRANCO
SOROCABA - SP - 18087-350
TEL.: (15) 3225-2465
PRODISA PROD DISTRIB S. A
RUA IRAMAIA, 74 - PARADA DE LUCAS
RIO DE JANEIRO - RJ - 21010-050
TEL.: (21) 2485-2030
PRODS QUIMS SALTE LTDA
AV. PRESTES MAIA, 1516
CAMPESTRE
SANTO ANDRÉ - SP - 09071-000
TEL.: (11) 4991-6344/6771
111
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
PRODS QUIMS
SAO VICENTE LTDA
RUA TEOFILO CASTANHO, 1 BAIRRO DOS PIMENTAS
GUARULHOS - SP
07260-190
TEL.: (11) 6480-1600
FAX: (11) 6480-3259
WWW.PIKAPAU.COM.BR
PRODS QUIMS YDAL LTDA
RUA DUARTE DE CARVALHO, 236
TATUAPE
SÃO PAULO - SP
03084-030
TEL.: (11) 2293-1133
WWW.YDAL.COM.BR
PROLIMGER IND
COM LTDA-ME
RUA SAO PAULO, 153
AMAZONAS
ITABIRA - MG - 35900-373
TEL.: (31) 3834-2089
PROLIMPO IND COM DE
PRODS.QUIMS LTDA-EPP
RUA ANHANGUERA, 1549
VILA IPIRANGA
CAMPO GRANDE - MS
79080-740
TEL/FAX: TEL.: (67) 3346-4777
PROMAX PRODS
MAXIMOS S/A IND COM
RUA PROMAX , 01
JORDANESIA
CAJAMARUA - SP - 07760-000
TEL.: (11) 4898-8600
FAX: (11) 4447-4125
WWW.BARDAHL.COM.BR
PROPISCINAS PRODUTOS
PARA PISCINAS LTDA
RUA PREFEITO JOSE CARLOS, 400,
SANTA JULIA
ITUPEVA - SP
13295-000
TEL.: (11) 4591-7050
FAX: (11) 4591-7052
WWW.AQUALID.COM.BR
PROTHAL INDL LTDA - EPP
QUIM DINIZ IND COM LTDA
RUA DAS TRES MENINAS, 48
JD RUYCE
DIADEMA - SP
09981-400
TEL./FAX: (11) 4051-3366
WWW.PROTHAL.COM.BR
RUA JOAO CERA, 274
PURIVERD IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
QUIM RASTRO LTDA
RUA DR. LIRAUCIO GOMES, 195
CAMBUI
CAMPINAS - SP
13024-490
SAC: 0800.770.0007
TEL.: (19) 3253-0777
WWW.GOTAPURIVERD.COM.BR
Q ODOR QUIMICA
INDUSTRIAL LTDA
AV. LUIZ ARANHA, 890/1208
BARRA DA TIJUCA
RIO DE JANEIRO - RJ
22793-810
TEL./FAX: (21) 2499-6066
Q-ODOR INDS QUIMS DO
NORDESTE LTDA
RUA SÃO JOSÉ, 129
NOSSA SENHORA DO CARMO PARNAIBA - PI - 64200-160
TEL.: (86) 3323-9581/3322-1344/3321-1547
FAX: (86) 3323-7957
QUALI BOA IND QUIM LTDA
RUA ABELARDO BARBOSA, 546
ALEIXO - MANAUS - AM
69083-140
TEL./FAX: (92) 3639-4954
QUALIPLUS INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
RUA ENG JOAO LUDERITZ, 496
SARANDI
PORTO ALEGRE - RS - 91130-050
TEL.: (51) 3344-4401
FAX: (51) 3344-5720
WWW.PROQUILL.COM.BR
112
MARINGA - PR
87065-180
TEL./FAX: (44) 3266-2272
WWW.QUIMICADINIZ.COM.BR
AV. PERCY GANDINI, 1143
VL TONINHO
SAO JOSE DO RIO PRETO - SP
15077-000
TEL./FAX: (17) 3238-1000
WWW.QUIMICARASTRO.COM.BR
QUIMEX IND COM PRODS
LIMP REP LTDA ME
RUA JOÃO VECKI, 258,
MARGEM ESQUERDA
SÃO JOÃO
TUBARAO - SC
88708-408
TEL.: (48) 3632-3060
WWW.QUIMEX.COM.BR
QUIMIBEL IND QUIM LTDA
RUA HONESTA SOUZA RAUSIS, 208
CENTRO IDL. MAUA
COLOMBO - PR -83413-660
TEL./FAX: (41) 3562-3013
QUÍMICA INDUSTRIAL
FENÔMENO
RUA CHICRALLA ASSEF, 555
JD BRASILIA
VIRADOURO - SP - 14740-000
TEL.: ( 17) 3392-2000
QUIMICAMAR IND COM DE
PRODS QUIMS LTDA
RUA MANOEL JOSE DO NASCIMENTO, 530
DISTRITO INDUSTRIAL
ESTR. DOS BANDEIRANTES, 2709
RIO DE JANEIRO - RJ
22.710-571
TEL./FAX: (21) 2445-0572
CACHOEIRINHA - RS
QUALITY IND COM PRODS
QUIMS DE LIMP LTDA-EPP
AV. DOS ESTUDANTES, 3118
AV. PROFESSOR CASTRO JUNIOR, 144
VILA SABRINA
SÃO PAULO - SP - 02138-030
PROQUILL PRODS QUIMS DE
LIMPEZA LTDA
JD NILZA
TEL./FAX: (11) 6949-1039
QUIBONNA IND COM LTDA
RUA CINCINATO JARDIN DO VALLE, 211
PARQUE DOS ANJOS
GRAVATAI - RS - 94190-330
TEL.: (51) 3488-6299 / 3421-3607
WWW.QUIBONNA.COM.BR
94.930-340
TEL./FAX: (51) 3470-9797
QUIMIDET PRODS QUIMS LTDA
JD. NOVO AEROPORTO
SAO JOSE DO RIO PRETO - SP
15035-010
TEL. FAX: (17) 4009-6400
WWW.QUIMIDET.COM.BR
QUIMIDROL COM IND IMP LTDA
RUA DONA FRANCISCA, 6505
DISTRITO INDUSTRIAL
JOINVILLE - SC
89219-000 TEL.: (47) 3435-1060 - FAX: (47) 3425-2696
WWW.QUIMIDROL.COM.BR
QUIMILAUS IND COM DE
PRODS QUIMS LTDA
RUA ALTO PARANA, 1134
VILA EMILIANO PERNETA
PINHAIS - PR
83324-380
SAC 0800.411915
TEL.: (41) 3668-1915
WWW.QUIMILAUS.COM.BR
QUIMILINE IND COM LTDA
RUA ESTR. NOVA DOS GODOIS, 87
POTUVERA
ITAPECERICA DA SERRA - SP
06882-300
TEL.: (11) 4147-1789
FAX: (11) 4147-1791
WWW.QUIMILINE.COM.BR
QUIMINAC IND COM LTDA
RUA MARINA, 1470
SANTA MARIA
SAO CAETANO DO SUL - SP
09560-560
TEL. FAX: (11) 4220-2000
WWW.QUIMINAC.COM.BR
QUIMINDUSTRIA
FULMINAN LTDA
QUIMITEC QUIM INDL LTDA
RUA PORECATU, 335
VILA EMILIANO PERNETA
PINHAIS - PR - 83325-150
TEL./FAX: (41) 3668-2055
QUIMITOL IND COM PRODS
QUIMS LTDA
AV. PARIGOT DE SOUZA, 80
JD PORTO ALEGRE
TOLEDO - PR - 85907-000
TEL./FAX: (45) 3278-5566
WWW.QUIMITOL.COM.BR
RABELO SOUZA & FERNANDES
LTDA - ME
ALAMEDA DAS MARGARIDAS, 4012
SAGRADA FAMÍLIA
RONDONOPOLIS - MT - 78740-400
TEL./FAX: (66) 3422-0001
RADAN IND DE PRODS DE
LIMP LTDA
RUA PEDRO CAMPANHARO, 44,
RONDINHA
CAMPO LARGO - PR
83600-970
TEL./FAX: (41) 3393-3005
RUA LOMAS VALENTINA, 210
TANQUE DO ANIL
DUQUE DE CAXIAS - RJ
25075-180
TEL.: (21) 2771-2993
FAX: (21) 26717478/27712993
RADIEX QUIMICA LTDA
QUIMINORTE IND QUIM DO
MEIO-NORTE LTDA
RAUBER & SOUZA LTDA-ME
AV. DR.ANIZ FADUL, 919
PARQUE MARIA HELENA
SUZANO - SP - 08685-020
TEL./FAX: (11) 4746-5222
WWW.RADIEX.COM.BR
REINIGEND QUIMICA
DO BRASIL LTDA
RIZELAR IND COM ARTIGOS DE
LIMP. LTDA
RWM IND COM PRODS DE
HIGIENE LTDA
ROD RS 128 799 - TEUTONIA
TEUTONIA - RS - 95890-000
TEL./FAX: (51) 3762-4330
RUA MAGALHAES CASTRO, 189
RIACHUELO
RIO DE JANEIRO - RJ - 20961-020
WWW.RIZELAR.COM.BR
AV. 20, 133
OLARIA
TIMOTEO - MG
35180-180
TEL.: (31) 3849-6571
RENSON IND COM LTDA. ME
RUA ANIBAL DENARDI, 121
JD SAO LUIZ
ARARAS - SP - 13602-010
TEL./FAX: (19) 3542-5262
REVTEC BIOQUIMICA LTDA-ME
RUA VIRGILIO FORLIM, 1040
JD STO HELCIO
VARGEM GRANDE DO SUL - SP
13880-000
TEL.: (19) 3641-6550 / 3207-7747
FAX: (19) 3641-7747
WWW.REVTEC.COM.BR
RICCEL PRODUTOS DE
LIMPEZA LTDA
RUA MADRE DE DEUS, 689, MOOCA
SÃO PAULO - SP - 03190-000
TEL. FAX: (11) 6607-6363
WWW.RICCEL.COM.BR
RICEK IND COM LTDA
RUA D, 555 , LOTE 112
DISTRITO INDUSTRIAL
TERESINA - PI - 64025-050
TEL.: (86) 3220-3111
RICHEM DO BRASIL
IND QUIM LTDA - EPP
RUA ANTONIO DOS SANTOS, 896
MORRO DA CHAPADINHA
ESPERANTINA - PI - 64180-000
TEL. FAX: (86) 3383-1431
RUA FERNANDO NUNES SANTANA, 561
JARIVATUBA
JOINVILLE - SC - 89230-200
TEL.: (47) 3426-2660
FAX: (47) 3436-9021
AV. NOVA CUMBICA, 751
JD NOVA CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07231-000
TEL.: (11) 6412-8000
FAX: (11) 6481-7000
WWW.RICHEM.COM.BR
QUIMINVEST IND COM LTDA
RAY CLEAN IND COM LTDA
RICLEI IND QUIM LTDA EPP
ROD PRESIDENTE DUTRA, KM 296
POLO INDUSTRIAL
PORTO REAL - RJ - 27570-000
TEL.: (24) 3355-7336
FAX: (24) 3355-7331
QUIMISA S/A
ESTR. MUNICIPAL, 150, JDIM ALVORADA
JANDIRA - SP
06620-800
TEL./FAX: (11) 4789-2111
WWW.QUIMISA.COM.BR
QUIMISUL IND QUIM LTDA
RUA PARANAVAI, 1034
PINHAIS - PR - 83324-390
TEL./FAX: (41) 3668-1606
RUA HOLANDA, 280 PARQUE DAS NACOES
SANTO ANDRE - SP - 09210-050
TEL./FAX: (11) 4997-2847
RUA TEREZA CRISTINA, 832
OFICINAS
TUBARAO - SC - 88702-010
TEL.: (48) 3626-7021
RAZZO LTDA
RILL QUIMICA LTDA ME
AV. MARGINAL DIREITA DO RIO TIETÊ, 830
VILA JAGUARA
SÃO PAULO - SP - 05118-100
TEL./FAX: (11) 2164-1313
WWW.RAZZO.COM.BR
AV. WALDEMAR ALVES, 1867
VILA INDUSTRIAL
ARAÇATUBA - SP - 16.035-325
TEL.: (18) 3621-1020
FAX: (18) 3621-1020
RBM IND COM DE
INSETICIDAS LTDA
RIMED COM REPRESENT LTDA
RUA ALMIRANTE BARROSO, 266 CENTRO
ERECHIM - RS - 99700-000
TEL.FAX: (54) 3321-3634
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
RUA CAYOWAA, 1016 - PERDIZES
SÃO PAULO - SP
05018-001
TEL.: (11) 3874-0200/ 0201
WWW.RIMED.COM.BR
RODOL LTDA
RUA ANTÔNIO JOSÉ DE CARVALHO, 977,
CAIÇARA
BELO HORIZONTE - MG
30750-620
TEL.: (31) 3553-1463
ROGAMA IND COM LTDA
RUA FREDERICO MENTZ, 1430
NAVEGANTES
PORTO ALEGRE - RS - 90240-111
TEL.: (51) 3642-6889
RONALD LEONARDO DIAS
FIGUEIREDO
AV. WILSON ALVARENGA, 10
MODULO 08, BELMONTE
JOAO MONLEVADE - MG - 35930-282
TEL.: (31) 3851-0412
RONDONIA IND COM PRODS
QUIMS LTDA
AV. AMAZONAS, 7708
TANCREDO NEVES
PORTO VELHO - RO - 78910-000
TEL.: (69) 3226-1272 - FAX: (69) 3226-1261
WWW.RONDOQUIMICA.COM.BR
ROTCEL PRODS SERV P/ LIMP
INDL LTDA
AV. PAULO FERREIRA DA COSTA, 1001
VISTA ALEGRE
LAGOA SANTA - MG - 33400-000
TEL.: (31) 3621-4233 - FAX: (31) 3621-5033
WWW.ROTCEL.COM.BR
ROYAL QUALITY QUÍMICA DO
BRASIL
RUA BARÃO DE SABARA, 219
MADRE GERTRUDES
BELO HORIZONTE - MG
30512-740
TEL. FAX: (31) 3386-2000
WWW.ROYALQUALITY.IND.BR
RPM COM MANIPULACAO
PRODS QUIMS LTDA
RUA DR SALVADOR BALREIRA, 397
NOSSA SRA DE FATIMA - PELOTAS - RS
96075-620
TEL.: (53) 3222-6551
RS REIS QUIM - ME
RUA EXP. S. R GUIMARAES, 150
VILA NUNES
LORENA - SP - 12600-350
TEL.: (12) 3157-5717
RZK QUIM DO BRASIL LTDA
ESTR. SANTA MARIA, 2541
GALPAO C - CAMPO GRANDE
RIO DE JANEIRO - RJ
23078-110
TEL.: (21) 3403-7070
SAGUARAGI IND COM LTDA
RUA ADA NEGRI, 362
SANTO AMARO
SÃO PAULO - SP
04755-000
TEL. TEL.: (11) 5547-0086
FAX: TEL.: (11) 5521-4999
WWW.SAGUARAGI.COM.BR
SALUMINAS IND COM LTDA
RUA IRIS ALVIM CAMARGOS, 105
VILA OESTE
BELO HORIZONTE - MG
30532-210
TEL.: (31) 3361-3910
SAN RAFAEL IND
COM LTDA EPP
AV. PAES DE BARROS, 2226
MOOCA
SÃO PAULO - SP
03114-001
TEL.: (11) 6966-4044
SANDET QUIM LTDA
RUA AUGUSTO VULPINI, 260
DISTRITO INDUSTRIAL
SAO JOSE DO RIO PRETO - SP
15035-630
TEL. FAX: (17) 2139-7788
WWW.SANDET.COM.BR
SANILAR COMERCIAL LTDA
AV. LINDOMAR GOMES DE OLIVEIRA, 972
CUMBICA
GUARULHOS - SP
07232-150
TEL. FAX: (11) 6412-5011
WWW.SANILAR.COM.BR
SAPONOLEO
SANTO ANTONIO LTDA
RUA MANOEL TRINDADE, 145 - CENTRO
PEDREIRAS - TRIZIDELA DO VALE - MA
65725-000
0800-7044084
WWW.SAPONOLEO.COM.BR
113
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL
SAVON IND COM IMP EXP
LTDA
AV. PROBAHIA, QD C LOTE 09
CIS TOMBA
FEIRA DE SANTANA - BA
44052-010
TEL.: (75) 3616-9800
WWW.SAVON.COM.BR
SEMA PROS QUIMS
IND COM LTDA
AV. MARIA HELENA, 600, JD CAPITÓLIO,
LEME - SP
13610-410
TEL.: (19) 3573-7500
WWW.SEMA.IND.BR
SENAGAL - PRODS DE LIMP
GERAL AUTOMOTIVA LTDA
RUA AMADEU VIEIRA PORTO, 310
SANTA MONICA
ITAUNA - MG - 35681-219
TEL. FAX: (37) 3243-5120
SENDAS S/A
ROD PRESIDENTE DUTRA, 4674,
SAO JOAO DE MERITI - RJ - 25569-900
TEL.: (21) 2651 8943
SERAC DO BRASIL
IND COM LTDA
AV. THOMAS EDSON, 798 - BARRA FUNDA
SÃO PAULO - SP - 01140-001
TEL.: (11) 3816-3611/2400
SERGIO FERRARI SANTA
BARBARA D’OESTE EPP
RUA TABAJARAS, 421
JD. SAO FRANCISCO
SANTA BARBARA D’OESTE - SP 13456-106
TEL.: (19) 3454-3395
SERVER QUIMICA LTDA EPP
RUA ITALIA, 98
JD ESPLANADA
MARILIA - SP - 17.521-310
TEL.: (14) 3417-6076
WWW.SERVERQUIMICA.COM.BR
SERV-SAN SANEAMENTO TEC
COM LTDA
RUA ANALANDIA, 02
BAIRRO DO POLVILHO
CAJAMAR - SP
07750-000
TEL.: (11) 3021-6142
WWW.SERVSAN.COM.BR
SEVEN GEL IND COM LTDA ME
AV. ANTONIO PASCHOAL, 408 - CENTRO
SERTAOZINHO - SP - 14170-000
TEL. FAX: (16) 3947-3003
WWW.SEVENGEL.COM.BR
114
SILITEX IND COM IMP LTDA
SPECIALMIX IND QUIM LTDA
SUN PRODS QUIMS LTDA
AV. LARANJA DA CHINA, 304
SAO MIGUEL PAULISTA
SÃO PAULO - SP - 08050-710
TEL.: (11) 6153-8000
WWW.SILITEX.COM.BR
RUA ANTONIO ZIELONKA, 1125
VILA TARUMA
PINHAIS - PR - 83323-210
TEL.: (41) 3667-2986 / 4763
WWW.SPECIALMIX.COM.BR
SIQUEIRA GURGEL SA COM IND
RUA VICTOR R REZENDE, 90
DISTRITO INDUSTRIAL
UBERLÂNDIA - MG - 38401-730 TEL.: (34) 3213-1522
FAX: (34) 3213-1789
WWW.SUN.IND.BR
SPLINT FRIBURGO
IND COM LTDA
AV. EDSON DA MOTA CORREA, S/N CENTRO - CAUCAIA - CE - 61605-600
TEL.: (85) 3342-1400
FAX: (85) 3342-2048
WWW.SIQUEIRAGURGEL.COM.BR
SLIP QUIM IND
COMERCIO LTDA
AV. ROBERTO GORDON, 455
VILA MARI - DIADEMA - SP - 09990-090
TEL.: (11) 4075- 1000
WWW.SLIP.COM.BR
SOBEL IND COM DE
PRODS DE LIMP LTDA
RUA FREIRE BASTOS, 284 - JAÇANA - SP
02261-020
TEL.: (11) 6242-2944 - FAX: (11) 6242-3405
WWW.SOBELMASTER.COM.BR
SODA QUIM IND
COM LTDA ME
RUA ANTONIO PINTO PEREIRA, 560
JD.SAO JUDAS TADEU
SUMARE - SP - 13180-500
TEL. FAX: (19) 3864-0566
WWW.SODAQUIMICA.COM.BR
SOLAR BRAÚNA PRODS
QUIMICOS LTDA.
RUA FLORIANO PEIXOTO, 999 - CENTRO
BRAUNA - SP - 16290-000
TEL. FAX: (18) 3692-1333
SOLIMPE PRODS. DE LIMPEZA
RUA MAESTRO NELSON FERREIRA, 175
L-01,1 - ETAPA, RIO DOCE
OLINDA - PE - 53.150-160
TEL.: (81) 3052-4242
FAX: (81) 3432-9950
SOLVI PISCINAS E
EQUIPS LTDA
AV. SETE DE SETEMBRO, 436 E 442
IDEAL - NOVO HAMBURGO - RS - 93332-470
TEL.: (51)3587-7000 /9357 /5557
FAX: (51) 3587-1115
WWW.SOLVI.COM.BR
SPARTAN DO BRASIL
PRODS QUIMS LTDA
RUA FERNAO POMPEO DE CAMARGO,
1704/1752 - JD DO TREVO
CAMPINAS - SP - 13040-010
TEL.: (19) 3037 3300 - FAX: (19) 3037-3320
WWW.SPARTANBRASIL.COM.BR
ESTR. FAZENDA DA LAGE, S/N,
LOTE 17
RIOGRANDINA
NOVA FRIBURGO - RJ - 28633-000
TEL.: (22) 2527-3344
SPRINTER CHEMICAL
INDL LTDA
RUA DRA. SOCORRO AZEVEDO,460 LUCIANO CAVALCANTE
FORTALEZA - CE - 60810-410
TEL. FAX: : (85) 3273-3497
WWW.SPRINTERCHEMICAL.COM.BR
SUL BRASIL QUIMICA LTDA.
JOSE PEREIRA LIBERATO, 1398
SAO JUDAS
ITAJAI - SC - 88304-400
TEL. FAX: (47) 3344-1223
WWW.SULBRASILQUIMICA.COM.BR
SUL BRASILEIRA COM PRODS
LIMP LTDA
RUA DOS CORRENTISTAS, 15
VILA BANCARIA
SÃO PAULO - SP - 03918-090
TEL. FAX: (11) 6213-6606
SUL MAX
INDUSTRIAL LTDA
RUA DA POLONIA, 220
MATO BRANCO
CONTENDA - PR - 83730-000
TEL.: (41) 3625-1670
FAX.: (41) 3625-1159
AV. BRASIL, 20.001
COELHO NETO
RIO DE JANEIRO - RJ - 21530-000
TEL. FAX: (21) 3448-9150
WWW.SUMATEX.COM.BR
SUMITOMO CHEMICAL DO
BRASIL REP. LTDA
AV. PAULISTA 854 11º ANDAR CONJ. 112
BELA VISTA
SÃO PAULO - SP - 01310-913
TEL.: (11) 3174-0355
FAX: (11) 3174-0377
WWW.SUMITOMO-CHEM.CO.JP
AV. CARLOS TESCAROLLO S/N
PONTE - ITATIBA - SP - 13251-710
TEL.: (11) 4524-5165 - FAX: (11) 4524-5175
WWW.ATL.IND.BR
TECBRIL IND QUIM LTDA
SUPER’SOL IND COM LTDA
RUA NIVALDO GUERREIRO NUNES, 840
DISTRITO INDUSTRIAL
UBERLANDIA - MG
38402-330
TEL. FAX: (34) 3213-1655
WWW.SUPERSOL.IND.BR
SUPER-TIL COM PRODS QUIMS
LTDA
RUA HEITOR CHIARELO, 131
JD IRAJA
RIBEIRAO PRETO - SP - 14020-520
TEL.: (16) 3623-4570
FAX: (16) 3623-6023
SYNGENTA PROTEÇÃO DE
CULTIVOS LTDA
AV. NAÇÕES UNIDAS 18001 - 2º ANDAR
SANTO AMARO
SÃO PAULO - SP - 04795-900
SAC 0800.7044304
TEL.: (11) 5649-2230
WWW.SYNGENTA.COM.BR
SYNTEKO PRODS QUIMS S/A
AV. CENTENARIO, 1757
VARZEA
GRAVATAI - RS - 94010-050
SAC 0800.7014166
WWW.SYNTEKO.COM.BR
TALIMPO COM PRODS DE LIMP
LTDA-EPP
RUA JOAQUIM NABUCO, 1208
SUMATEX PRODUTOS
QUÍMICOS LTDA
TDC IND. E COM. DE PRODS.
PARA LIMPEZA LTDA.
ALDEOTA
FORTALEZA - CE - 60125-121
TEL.: (85) 3244-3019
TANDIRA LTDA
RUA MACEDONIA, 510
CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07.223-200
TEL.: (11) 6412-7662
WWW.TANDIRA.COM.BR
TAYU QUIM LTDA ME
RUA TANCREDO NEVES, 371
FRITZ LORENZ
TIMBO - SC - 89120-000
TEL.: (47) 3382-6638
RUA MAJESTIC, 251
CUMBICA - GUARULHOS - SP - 07221-060
TEL.: (11) 6482-0819/1570
WWW.TECBRIL.COM.BR
TECNICONTROL IND COM
PRODS BIOLOGICOS LTDA
TOK LIMP IND COM LTDA
RUA MARIA DE FATIMA, 30
NAZARE
BELO HORIZONTE - MG - 31985-400
TEL. FAX: (31) 3434-4200
TOTAL LIMPEZA IND COM
LTDA - EPP
RUA DR GRAVATA, 58 - CENTRO
BELO HORIZONTE - MG - 32560-050
TEL.: (31) 3531-3952
FAX: (31) 3531-3952
TOTAL QUIM LTDA
RUA JOAO SAMPAIO, 2740
INDEPENDENCIA
PIRACICABA - SP - 13416-240
TEL.: (19) 3434-5533
ROD RÉGIS BITTENCOURT BR 116-KM
275,5
JD DAS OLIVEIRAS
EMBU - SP - 06818-300
TEL.: (11) 4785-1800 - FAX: (11) 4785-1802
WWW.SANOL.COM.BR
TECNIGRAN PROTECAO DE
GRAOS E SEMENTES LTDA
TRENTO IND QUIM DE CERAS E
VELAS LTDA EPP
RUA VIEIRA DOS SANTOS, 358 SALA - AHU
CURITIBA - PR - 80540-310
TEL.: (41) 3352-3032 - FAX: (41) 3253-2323
WWW.TECNIGRAN.COM.BR
TECNOCELL AGROFLORESTAL
LTDA
RUA DOS TUCANOS, 535 - PQ. INDUSTRIAL
ALDEIA
CARAPICUIBA - SP - 06310-040
TEL.: (11) 4186-1433 / 1278 / 5942
WWW.TECNOCELLAGRO.COM.BR
TEIU IND COM LTDA
BR 116 - KM 1078
DISTRITO INDUSTRIAL DOS IMBORE
VITORIA DA CONQUISTA - BA - 45000-000
TEL.: (75) 3423-9400
WWW.TEIU.COM.BR
TEIXEIRA PINTO QUIM INDL
LTDA
RUA ARMANDO SALLES DE OLIVEIRA, 230
CENTRO
GARÇA - SP - 17400-000
SAC 0800.112311
WWW.TEIXEIRAPINTO.COM.BR
TEONAS UTILIDADES
DOMESTICAS LTDA
BR 232, KM 150
SAO CAETANO
SAO CAITANO - PE - 55130-000
TEL.: (81) 3736-1299
TEREZA CRISTINA
FALCAO SANTOS
RUA DO EQUADOR, 234
SAN MARTIN
RECIFE - PE - 50761-440
TEL.: (81) 3227-3702
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
ROD SC 411, KM 19, 3255
GALPAO - CARDOSO
SAO JOAO BATISTA - SC - 88240-000
TEL.: (48) 3265-0581
TRIOL IND QUIMICA LTDA.
UNIKRAFHT IND COM PRODS
QUIMS LTDA
WA PRODS LIMP HIGIENE
LTDA
RUA ALVARENGA PEIXOTO, 320
VILA ANASTACIO - SÃO PAULO - SP
05095-010
TEL.: (11) 3645-4641 / 4625
FAX: (11) 3641-8054
WWW.UNIKRAFHT.COM.BR
RUA MARIA DE FATIMA, 20 BAIRRO NAZARÉ
BELO HORIZONTE - MG - 31985-400
TEL. FAX: (31) 3434-3419
UNILAV IND COM IMP EXP
TRANSP LTDA
ROD BR 060, KM 192
ZONA RURAL - GUAPO - GO - 75350-000
TEL.: (62) 3552-2989
WWW.UNILAV.IND.BR
UNIVERSAL CHEMICAL LTDA
ROD LEONIDIO DE S.BARROS, 657
DISTRITO INDUSTRIAL
SARAPUI - SP - 18225-000
TEL. FAX: (15) 3276-1543
WWW.UNICHEMCORP.COM.BR
VEGA PRODS QUIMS LTDA
AV. ZILDA SEIXAS AMARAL, 610 PARQUE INDL. ZONA NORTE
APUCARANA - PR - 86806-380
TEL. FAX: (43) 3426-7373
RUA JOAO PEDRO MOREIRA DE
CARVALHO, 1145
DISTRITO INDUSTRIAL
SINOP - MT - 78550-000
TEL.: (66) 3515.9044 / 8981 / 0096
WWW.TRIOL.COM.BR
VENEZA HIGIENISTA
COML LTDA
TROPICAL CERAS DO BRASIL
VEROS PRODS QUIMS LTDA
RUA JOÃO EMÍLIO FALCÃO COSTA, 148
- CENTRO - PARNAIBA - PI - 64218-290
TEL. FAX: (86) 3382-3477
WWW.TROPICALCERAS.COM.BR
AV. PROF. LUIZ IGNACIO ANHAIA
MELO,1268
VILA PRUDENTE
SÃO PAULO - SP - 03154-100
TEL.: (11) 6345-5077 6347-1677
FAX: (11) 6345.6825
WWW.VEROS.COM.BR
ULTRA SHINE IND QUIM LTDA
RUA ALFREDO PINTO, 1852
AFONSO PENA
SAO JOSE DOS PINHAIS - PR - 83050-420
TEL. FAX: (41) 3385-2299
WWW.ULTRASHINE.COM.BR
UNIAO FABRIL EXP. S A UFE
AV. BRASIL, 2391 3º PAVIMENTO
SÃO CRISTOVÃO
RIO DE JANEIRO - RJ - 20930-041
TEL.: (21) 2585-8900 - FAX: (21) 2580-5027
WWW.UFE.COM.BR
UNICA IND COM PRODS DE
LIMP LTDA ME
RUA SALIM MIGUEL LULIA, 131
JD BONANZA - TIETE - SP
18530-000
TEL.: (15) 3282-8630 / 3285-2400
FAX: (15) 3282-8630
RUA DOS MIOSOTIS, 237
VILA SAO JOSE - DIADEMA - SP - 09950-520
TEL. FAX: (11) 4075-2266
WWW.VENEZA-IMPERMEABILIZANTES.COM.BR
VIP QUIM ESPECIALIZADA LTDA
RUA ADONIS, 156
SÂO JOÃO CLIMACO
SÃO PAULO - SP - 04240-100
TEL. FAX: (11) 6945-8318
WWW.VIPQUIMICA.COM.BR
VITAQUIMICA IND COM PRODS
QUIMS LTDA
RUA ANTONIO BROILO, 275 - CRUZEIRO
CAXIAS DO SUL - RS - 95074-020
TEL. FAX: (54) 3212-3532
WAL MART BRASIL LTDA
AV. DOS AUTONOMISTAS, 1768/1828
VILA YARA
OSASCO - SP - 06020-010
TEL. FAX: (11) 3685-5930
WEST MARKT IND PRODS DE
LIMPEZA LTDA.
AV. ANTARTICA, 830/840 - JD. VISTA
ALEGRE
MARILIA - SP
17520-130
TEL. FAX: (14) 3417.6067
WFABRILL IND COM LTDA
RUA DOS MARMORES, 50 PROSPERIDADE
SAO CAETANO DO SUL - SP
09550-590
TEL. FAX: (11) 4226.1444
WWW.WFABRILL.COM.BR
WIRATH IND COM LTDA
RUA ANTONIO FREDERICO, 617
VILA CARIOCA
SÃO PAULO - SP
04224-030
TEL.: (11) 6914-9649 / 2720
FAX: 2273-2654
WWW.WIRATH.COM.BR
WUSTRO & WUSTRO LTDA
RUA APARICIO FARRAPO, 1273
NOSSA SENHORA DE LURDES
XANXERE - SC
89820-000
TEL.: (49) 3433.5273
FAX: (49) 3433.1160
XODO IND COM PRODS P/
LIMP LTDA
RUA BARREIRAS DO PIAUI, 124/130
BURGO PAULISTA
SÃO PAULO - SP - 03681-010
TEL.: (11) 6280-3970
FAX: (11) 6146.3472
WWW.XODOQUIM.COM.BR
W T S IND COM PRODS QUIMS LTDA
ZACCARON IND COM PRODS
QUIMS LTDA-ME
RUA DOUGLAS, 60
JD CANADA
NOVA LIMA - MG - 34000-000
TEL. FAX: (31) 3541-6054
ROD SC 446, S/N, KM 14
SANTA LUZIA
URUSSANGA - SC - 88840-000
TEL. FAX: (48) 3465.1162
115
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - PRODUTO FINAL, MATÉRIA PRIMA
ZAZ IND COM LTDA
ZM QUIM LTDA - ME
RUA DONA MARIA CARDOSO, S/N - LOTE
1 - QD. 83 - VILA SÃO TOMAS
APARECIDA DE GOIANIA - GO
74915-520
TEL. FAX: (62)3094.7071/7070
RUA ARGEO PIVA, 1593
SANTA TEREZINHA - PAULINIA - SP
13140-000
TEL. FAX: (19) 3844.7172
ZILAR COM IND LTDA
RUA GERINI DE SOUZA FILHO, 1215
GALPAO 05 - ITINGA LAURO DE FREITAS - BA - 42700-000
TEL. FAX: (71) 3378.4559
FAX: (71) 3378.4559
WWW.ZILAR.COM.BR
BIOCLORO INDUSTRIA E COMERCIO LTDA
CITROSAFE IND COM LTDA
- EPP
RUA RAFAEL SALES, 857, CASTELO
CAMPINAS - SP - 13070-020
TEL.: (19) 32414900
ZUPPANI INDL LTDA
AV. GOIANAZES, QD 13 LTS 01/32
JD ELDORADO
APARECIDA DE GOIANIA - GO
74993-400
TEL. FAX: (62) 3283-4277
WWW.ZUPPANI.COM.BR
3 V DO BRASIL
AGENAS RESINAS E COLAS LTDA
RUA DO ROCIO, 423 , 7º ANDAR, CJ 1709
SÃO PAULO - SP - 044552-000
TEL.: (11) 3017-5274
FAX: (11) 3017-5219
WWW.3V.COM
ESTR. DA ANTARCTICA, 3123
SANTA RITA
NOVA IGUAÇU - RJ
26050-000
TEL.: (21) 2669-1910
FAX: (21)26691910-R-234
WWW.AGENA.COM.BR
RUA HERVAL, 1365/69/79
SÃO PAULO - SP
03062-000
TEL. FAX: (11) 6694-0440
WWW.ABREQUIM.COM.BR
ADISSEO BRASIL
AV. MARIA COELHO AGUIAR, 215 BL G,
1ºANDAR
SÃO PAULO - SP
05804-900
TEL.: (11) 3741-7984
FAX: (11) 3741-7080
WWW.ADISSEO.COM
116
BIOGUARD
COBRASCAL
FORMATO
RUA ALFREDO MENDES DA SILVA, 29,
JDIM JUSSARA
SÃO PAULO - SP - 05525-000
TEL.: (11) 3753-1020/
FAX: (11) 3751-4117
WWW.HANIL.COM.BR
RUA LUIZ NALLIN, 403
COSMOPOLIS - SP - 13150-000
TEL.: (19) 3872- 2920
WWW.BIOGUARD.COM.BR
EST VELHA DE BRAGRANÇA PAULISTA,
KM 44,5
MARIPORÃ - SP - 07600-000
TEL.: (11) 4486-8600 - FAX: (11) 4486-1644
WWW.COBRASCAL.COM.BR
RUA ORFANATO, 1698
SÃO PAULO - SP
03131-010
TEL.: (11) 6965-9719
FAX: (11) 6128-6121
COGNIS
FORMIQUIMICA COM IND LTDA
AV. DAS NACOES UNIDAS, 10989 4ºANDAR
SÃO PAULO - SP - 04578-000
TEL.: (11) 3848-2500 - FAX: (11) 3848-2326
WWW.COGNIS.COM.BR
RUA ACRE, 109
SANTA TEREZINHA
SANTO ANDRÉ - SP - 09210-380
TEL.: (11) 4997-3022
WWW.FORMIQUIMICA.COM.BR
BORETO & CARDOSO LTDA
AV. INAJAR DE SOUZA, 1067
FREGUESIA DO O
SÃO PAULO - SP
02717-000
TEL.: (11) 3931-1722
FAX: (11) 3931-7628
WWW.BORETO.COM.BR
MATÉRIA PRIMA
ABREQUIM QUIMICA LTDA
RUA PROGRESSO, 601 - PADRE EUSTAQUIO
BELO HORIZONTE - MG - 30720-320
TEL.: (31) 3412-3559
ROD RAPOSO TAVARES, KM 28,5
COTIA - SP - 06705-030
TEL.: (11) 4702-4058
WWW.BORDENQUIMICA.COM.BR
ESTR. ADRIANOPOLIS - RJ 115, 2700
SANTA RITA - NOVA IGUAÇU
RIO DE JANEIRO - RJ
26041-271
SAC 0800-23.8247
WWW.ZIMBRA.COM.BR
LGO DO AROUCHE, 396, 2ºANDAR
SÃO PAULO - SP - 01219-010
TEL.: (11) 3353-3000
FAX: (11) 3353-3033
WWW.ABOISSA.COM.BR
HANIL DO BRASIL
ALAMEDA ITAPECURU, 506, ALPHAVILLE
BARUERI - SP - 06454-080
0800 171715
WWW.DUPONT.COM.BR
BORDEN QUIMICA INDUSTRIA
E COMERCIO LTDA
ZIMBRA COM. DE PRODUTOS
DE LIMPEZA LTDA.
ABOISSA ÓLEOS VEGETAIS
DUPONT DO BRASIL S.A.
AGRO QUIMICA MARINGA
RUA ALVARES CABRAL, 1210
DIADEMA - SP
09980-160
TEL.: (11) 4056-9500
FAX: (11) 4056-6355
WWW.AQM.COM.BR
AIR LIQUIDE BRASIL LTDA
AV. NACOES UNIDAS, 11541 19º ANDAR - BROOKLIN NOVO
SÃO PAULO - SP
04578-000
TEL.: (11) 5509.8300 - FAX: (11) 5509-8390
WWW.AIRLIQUIDE.COM.BR
ALMAD
R SOLIMÕES 227 - CAMPANÁRIO
DIADEMA - SP - 09.930-570
TEL.: (11) 4091-3000
ALPHA TRADE
COMÉRCIO LTDA
RUA CALÇADA DOS ANTURIOS, 3 BARUERI - SP
06453-000
TEL.: (11) 4195-5252
FAX: (11) 4195-5250
BRASQUIL QUIM BRASILEIRA
LTDA-ME.
ARINOS
RUA ARINOS, 15
OSASCO - SP - 06276-032
TEL.: (11) 3602-7222
FAX: (11) 3602-7233
WWW.ARINOS.COM.BR
AMC DO BRASIL LTDA
ASTARIS BRASIL LTDA.
AV. SANTANA DA BOA VISTA, 41
GUARULHOS - SP
07222-110
TEL.: (11) 6482-4988
FAX: (11) 6482-1658
WWW.AMCDOBRASIL.COM.BR
RUA FLORIDA, 1758, 11 ANDAR CJ 111
BROOKLIN NOVO
SÃO PAULO - SP - 04565-001
TEL.: (11) 5503-3789 - FAX: 5503-3799
WWW.ASTARIS.COM.BR
AMERICAN CHEMICAL
RUA DOMINGOS JORGE, 1000
SOCORRO
SÃO PAULO - SP - 04.779-900
TEL.: (11) 5694-5166
WWW.BAYER.COM.BR
RUA CURUBAITI, 68 CERAMICA
SÃO CAETANO DO SUL - SP - 09530-550
TEL.: (11) 4221-8100
FAX: (11) 4221-8287
WWW.AMERICANCHEMICAL.COM.UY
www.archchemicals.com
(11) 4028-8000
veja anúncio na página 15
BAYER S.A.
BIO SOJA INDS QUIMS BIOLÓGICAS LTDA
AVENIDA MARGINAL ESQUERDA, 1000
VIA ANHANGUERA KM 383
SAO JOAQUIM DA BARRA - SP
14.600-000
TEL.: (16) 3811-5000
WWW.BIOSOJA.COM.BR
RUA ANGELO A. SCARABELOT, 350 - CENTRO
TURVO - SC
88930-000
TEL.: (48) 3525-1212/0151
WWW.QUIMICAMARAGNO.COM.BR
BRAZMO INDUSTRIA
E COMERCIO LTDA
RUA DR. MOISES KAHAN, 134 BARRA FUNDA
SÃO PAULO - SP - 01139-040
TEL.: (11) 2179 - 5600
WWW.BRAZMO.COM.BR
BRENNTAG
QUIMICA BRASIL LTDA
FORTINBRÁS
www.croda.com.br
(19) 3765-3500
veja anúncio na página 53
GAP QUIMICA LTDA
DERQUIM IND E COM DE
PRODS QUIMS LTDA
RUA JOSE MENDES SOBRINHO, 438,
COND INDUSTRIAL, CIC
CURITIBA - PR - 81350-320
|41| 3346-2940 - |41| 3346-2940
WWW.DERQUIN.COM.BR
DHAYMER’S
RUA AUSTRALIA, 39/63
TABOÃO DA SERRA - SP - 06785-400
TEL.: (11) 4137-0488
FAX: (11) 4137-3182
WWW.DHAYMERS.COM.BR
RUA CONSELHEIRO NEVE,97 JD BAQUETA
SANTOS - SP - 11013-350
TEL.: (13) 3222-3484
CIBA ESPECIALIDADES
QUIMICAS
AV. PROF VICENTE RAO, 90,
SÃO PAULO - SP - 04706-900
TEL.: (11) 5532-7122
FAX: (11) 5543-7252
WWW.CIBASC.COM/PT/CMP-WW-BRAZIL
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
AV. GUINLE, 3.337 CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07221-070
TEL.: (11) 6413-7399
FAX: (11) 6488-0330
WWW.GAPQUIM.COM.BR
GENENCOR INTERNATIONAL
RUA FREI CANECA, LOJA 01
BOULEVARD SP II
COTIA - SP - 06706-015
TEL.: (11) 4612-2776
FAX: (11) 4612-2761
WWW.GENENCOR.COM
GRASSE
RUA LUIZ LAURIE REID, 295 CAMPANARIO
DIADEMA - SP -09930-760
TEL.: (11) 4091-3030/4091-5090/4094-2722
FAX: (11) 4091-3030
WWW.GRASSE.COM.BR
RUA ALEXANDRE DUMAS, 1658 - 9º ANDAR
SÃO PAULO - SP - 04717-004
TEL.: TEL.: (11) 5545-2100 - FAX: (11) 5548-9332
WWW.BRENNTAG.COM.BR
CHEIDA VIEITES & CIA LTDA
RUA LORD COCKRALI, 616
2º ANDAR - SALA 205
SÃO PAULO - SP
42130-001
TEL.: (11) 6163-2127
FAX: (11) 6163-2127
WWW.FORTINBRAS.COM.BR
www.dow.com
(11) 5188-9707
veja anúncio na 4ª capa e
página 129
GUAIBA QUIM IND COM LTDA
RUA ITAJAÍ , N°10 - SAO FRANCISCO
GUAIBA - RS - 92500-000
TEL; : TEL.: (51) 3491.9300
WWW.GUAIBAQUIMICA.COM.BR
HENKEL LTDA
RUA KARL HULLER, 136
JD. CANHEMA
DIADEMA - SP
09941-410
TEL.: (11) 4075-8795
WWW.HENKEL.COM
HERVAQUIMICA
AV. VEREADOR JOSE DE DINIZ, 3135,
CAMPO BELO
SÃO PAULO - SP
04603-002
TEL.: (11) 5097-2948
FAX: (11) 5097-2921
WWW.HERVAQUIMICA.COM.BR
HESTER
RUA MARIA RODRIGUES, 18
RIO DE JANEIRO - RJ - 21.031-490
TEL.: (21) 2560-0403
FAX: (21) 2560-0062
HIGH CHEM
RUA NHANDIROBAS, 287
SÃO PAULO - SP
04349-030
TEL.: (11) 5014-4939
FAX: (11) 5011-9787
WWW.HIGHCHEM.COM.BR
HOMY IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
RODOVIA ANHANGUERA KM 327,8, S/N
ZONA RURAL
JARDINOPOLIS - SP
14680-000
TEL.: (16) 3690-1000 - FAX: 3690-1010
WWW.HOMYQUIMICA.COM.BR
INDS QUIMS
CATAGUASES LTDA
RUA JOAO DIAS NETO, 18
VILA REIS
CATAGUASES - MG - 36770-902
TEL.: (32) 3429-4655 - FAX: (32) 3429-4671
WWW.GQC.COM.BR
DOW CORNING DO BRASIL
HALOQUIMICA
IONQUIMICA INDUSTRIA E
COMERCIO LTDA
RUA FRANCISCO TRAMONTANO, 100 8º
ANDAR
SÃO PAULO - SP - 05686-902
0800.11.19.44
TEL.: (11) 3758-5727
WWW.DOWCORNING.COM
IND. E COM. LTDA
PRACA TOMAS GALHARDO, 2
VILA BRASIL
SÃO PAULO - SP - 03316-110
TEL.: (11) 6191-7150 - FAX: (11) 6191-3620
WWW.HALOQUIMICA.COM.BR
AV. VER JOSÉ DINIZ, 3651, 7º ANDAR
SÃO PAULO - SP
04603-003
TEL.: (11) 5094-9911
FAX: (11) 5094-9910
WWW.IONQUIMICA.COM
117
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - MATÉRIA PRIMA
IORGA OLEOS PROTETIVOS
INDUSTRIAIS LTDA
KLINTEX INSUMOS
INDUSTRIAIS LTDA
ESTR. DO EMBU, 800
JD COLIBRI
COTIA - SP
06713-100
TEL.: (11) 4612-2584 - FAX: 4612-2862
WWW.IORGA.COM.BR
RUA NELSON TEICHMANN, 400
DISTRITO INDUSTRIAL
CACHOEIRINHA - RS - 94930-510
TEL.: (51) 3470-0100
WWW.KLINTEX.COM.BR
IPEL BIOCIDAS
ROD EDGARD MÁXIMO
ZAMBOTTO, KM 72,5
JARINU - SP
13240-000
TEL.: (11) 4016-4349
FAX: (11) 4016-4349
WWW.IPEL.COM.BR
LABSYNTH PRODS P/ LABORATORIOS LTDA
AVENIDA DR ULISSES GUIMARAES, 3857
VILA MARY
DIADEMA - SP - 09990-080
TEL.: (11) 4072-6100 - FAX: (11) 4072-6122
WWW.LABSYNTH.COM.BR
LANXESS INDUSTRIA DE
PRODS QUIMS PLASTICOS
AV. MARIA COELHO AGUIAR, 215
BL B, 2º ANDAR - JD SÃO LUIZ
SÃO PAULO - SP -05804-902
TEL.: (11) 3741-3333
WWW.LANXESS.COM.BR
www.ipirangaquimica.com.br
(11) 2195-9000
veja anúncio na página 37
IPOAL IND PRODS P/ OTICA E
AEROSOL LTDA
RUA ANDRE ROCHA, 3555, LOTE 13
- QUADRA 83
JACAREPAGUA
RIO DE JANEIRO - RJ - 22710-560
TEL.: (21)2445-4164
LAV. QUIMICA LTDA
ALAMEDA ITAJUBA, 1750
JOAPIRANGA II
VALINHOS - SP - 13270-000
TEL.: (19) 3869-2001
FAX: (19) 3869-2001
WWW.LAVQUIMICA.COM.BR
LONZA
RUA CARMO DO RIO VERDE, 241 CJTO 51
SÃO PAULO - SP - 04729-010
TEL.: (11) 5641-6766 -FAX: (11) 5641-5806
WWW.LONZA.COM.BR
ITW CHEMICAL PRODUCTS
LTDA
AVENIDA JORGE ALFREDO CAMASMIE, 670
GALPAO Y
PQ.IND. R.DE FREITAS
EMBU - SP -06910-050
TEL.: (11) 4785-2600 - FAX: (11) 4785-2677
WWW.ITWCHEM.COM.BR
JUGATHA IND COM PRODS
QUIMS LTDA EPP
AV. NOVE DE JULHO, 158
TUPI - PIRACICABA - SP
TEL.: (19) 3438-7904
118
PEROXIDOS DO BRASIL LTDA
AVENIDA DAS NACOES UNIDAS, 17891
6ºANDAR
SANTO AMARO
SÃO PAULO - SP
04795-100
TEL.: (11) 5644-6500
FAX: (11) 5644-6577
WWW.NALCO.COM.BR
RUA JOAO LUNARDELLI, 1301
CIDADE INDUSTRIAL
CURITIBA - PR
81450-120
0800-418182
WWW.PEROXIDOS.COM.BR
NATIONAL STARCH & CHEMICAL
RUA CENNO SBRIGHI, 27
SÃO PAULO - SP
05036-010
TEL.: (11) 3618-3655
FAX: (11) 36183600
WWW.NATIONALSTARCH.COM
NEMOR DO BRASIL COM IND LTDA
RUA BOTUCATU, 572 - CJ 33 3 AND
VILA MARIANA
SÃO PAULO - SP
04023-061
TEL.: (11) 5574-8844
FAX: (11) 5574-0050
WWW.NEMORDOBRASIL.COM.BR
NITROGENIUS
PRODS QUIMS LTDA ME
RUA FRANCISCO NUNES, 680 REBOUÇAS
CURITIBA - PR
80215-000
TEL.: (41) 3333-1313
FAX: (41) 3333-1313
WWW.NITROGENIUS.COM.BR
ISP
AV. EMBAIXADOR MACEDO SOARES,
10735, CJ 01
SÃO PAULO - SP - 05095-035
TEL.: (11) 3649-0455
FAX: (11) 3835-4212
WWW.ISPCORP.COM.BR
NALCO BRASIL LTDA
NUTRIQUIMICA COMERCIAL
www.makeni.com.br
(11)4360-6400
veja anúncio na página 19
MANCHESTER QUIM DO BRASIL LTDA
ROD CRI-158, S/N - DEMBOSKI
CRICIUMA - SC - 88813-970
TEL.: (48) 3431-3333/ 2101-3333
FAX: (48) 3431-3334
WWW.MQB.COM.BR
MERCK S/A
RUA MAZZINE, 167/173
CAMBUCI
SÃO PAULO - SP - 01528.000
SAC: 0800 219 292
WWW.MERCK.COM.BR
RUA RUBIATABA, 70
RECIFE - PE
50771-350
TEL.: (81) 3455-2639
FAX: (81) 3455-2270
OLEOS MENU IND COM LTDA
R AFONSO PENA S/N - INDUSTRIAL
GUARARAPES - SP
16700-000
TEL.: (18)3606-1135
WWW.OLEOSMENU.COM.BR
PERNAMBUCO QUIMICA S A
R DR LUIZ REGUEIRA, 1829 - PRAZERES
JABOATAO DOS GUARARAPES - PE
54325-630
TEL.: (81) 2123-1400
FAX: (81) 2123-1400
WWW.PERNAMBUCOQUIMICA.COM.BR
PRUDEMPLAST QUIM INDL
LTDA
AVENIDA JOSE MOISES FERREIRA, 800
DISTRITO INDUSTRIAL - PRESIDENTE
PRUDENTE - SP
19043-120
TEL.: (18) 2101-8989
FAX: (18) 2101-8969
WWW.PRUDEMPLAST.COM.BR
QGP QUIMICA GERAL LTDA
ESTRADA VICINAL JOÃO
HERMANO PESSIM KM 0,5
LARANJAL PAULISTA - SP
18500-000
TEL.: (15) 3283-2668
FAX: (15) 3283-4042
WWW.QGPQUIMICAGERAL.COM.BR
QUANTQUIMICA - IND COM
PRODS QUIMS LTDA. - ME
R NATALE CAPELATO, 150
VALINHOS - SP
13277-210
TEL.: (19) 3869-9474
FAX: (19) 3869-9474
QUIMATEC PRODS QUIMS
LTDA
R ITALIA, 2293
ARARAQUARA - SP
14801-970
TEL.: (16) 3311-1800
FAX: (16) 3311-1808
WWW.QUIMATEC.COM.BR
RAJJA QUIM IND COM LTDA
EPP
TECSIL IND COM DE PRODS
QUIMS LTDA
RUA APRIGIO DE ARAUJO, 864 - SALA 305
SERTAOZINHO - SP
14160-030
TEL.: (16) 3942-1180
FAX: (16) 3942-1180
WWW.RAJJA.COM.BR
BR 101 NORTE KM 26, S/N
AREA B LT II GLEBA C1 - DISTRITO SEDE
IGARASSU - PE - 53610-296
TEL.: (81) 3545-1757
REAGEL IND COM PROD QUIM
REAGENTES LTDA
AV. PRESIDENTE FRANKLIN ROOSELVET, 182
ITAPERUNA - RJ
28300-000
TEL.: (22) 38242110
FAX: (22) 38242110
WWW.REAGEL.COM.BR
RHODIA BRASIL LTDA
AV. MARIA COELHO AGUIAR, 215
BL B, 1 ANDAR - JD SÃO LUIZ
SÃO PAULO - SP
05804-902
TEL.: (11) 3741- 7505
FAX: (11) 3741-8515
WWW.RODHIA.COM.BR
ROHM AND HAAS QUÍMICA
LTDA
AVENIDA DAS NAÇÕES UNIDAS, 12.551
– 13° ANDAR
SÃO PAULO - SP
04578-903
TEL.: (11) 5112.9000
FAX: (11) 5505.2248
WWW.ROHMHAAS.COM
ROYAL MARCK IND QUIM LTDA
RUA URUGUAIANA, 181
CIDADE SATELITE
GUARULHOS - SP
07223-230
TEL.: (11 ) 6413-1122
WWW.ROYALMARCK.COM.BR
QUIMICAMIL - IND COM, IMP E
EXP PRODS QUIMS LTDA
SAINT GOBAIN ABRASIVOS
LTDA
R OSVALDO SANTANA, 401, JARDIM SÃO
PEDRO
APUCARANA - PR -86809-040
TEL.: (43) 3423-3194 - FAX: (43) 3423-3194
WWW.QUIMICAMIL.COM.BR
RUA JOÃO ZACHARIAS, 119
MACEDO
GUARULHOS - SP
07111-150
TEL.: (11) 6464-5155
WWW.SGABRASIVOS.COM.BR
QUIMICA ANASTACIO
RUA JOÃO TIBIRIÇA, 1262,
SÃO PAULO - SP
05077-000
TEL.: (11) 2133-6600
WWW.QUIMICAANASTACIO.COM.BR
UNICHEM
AL. LUCAS NOGUEIRA GARCÊZ, 7733
ATIBAIA - SP - 12942-020
TEL.: (11) 4411-3070
FAX: (11) 4411-3070
WWW.UNICHEM.COM.BR
UNIQEMA
RUA CARDEAL ARCO VERDE, 1641 SALAS
61-62
SÃO PAULO - SP - 05407-002
TEL.: (11) 3345-1065
WWW.UNIQEMA.COM
VETEC QUIMICA FINA LTDA
ROD. REGIS BITTERNCOURT, 3370, KM
272,5
TABOÃO DA SERRA - SP - 06793-000
TEL.: TEL.: (11) 4701-6060 - FAX: (11) 47011372
WWW.VETECQUIMICA.COM.BR
VOLP
RUA ANA VENTURA NITÃO, 350
OSASCO - SP - 06290-040
TEL.: (11) 3604-7200
FAX: (11) 3604-7205
WWW.VOLP.COM.BR
WACKER
RUA MUNICIPAL, 100
JANDIRA - SP
06612-060
TEL.: (11) 4789-8300
FAX: (11) 4789-8356
WWW.WACKER.COM
SILIPLAST QUIM
IND COM LTDA
RUA DAMAS BATISTA, 415
JARDIM TROPICAL
NOVA IGUACU - RJ
26011-003
TEL.: (21) 3773-1018
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
119
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - FRAGRÂNCIAS
FRAGRÂNCIAS
AGAN AROMA
CHEMICALS LTD.
BERACA SABARÁ QUÍMICOS E
INGREDIENTES LTDA
R PEDROSO ALVARENGA,1254 - 2º ANDAR
- CJ 21/22
SÃO PAULO - SP
04531-004
TEL.: (11) 3706-5300
FAX: (11) 3079-7111
AV. ENG. LUIZ CARLOS BERRINI, 1297
- CJ. 52
SÃO PAULO - SP - 04571-010
TEL.: (11) 5509-3700/3722
FAX: (11) 5509-3729
WWW.BERACA.COM.BR
AROMATY ESSÊNCIAS E
FRAGRÂNCIAS LTDA
AV..PEDRO CELESTINO LEITE PENTEADO,
791
CAJAMAR - SP
07760-000
TEL.: (11) 4447-5007
FAX: (11) 4447-4004
WWW.AROMATY.COM.BR
AROMAX IND. COM. LTDA.
AV. CÉLIO TADASHI KOBAYASHI, 711
PINDAMONHAGABA - SP
12412-790
TEL.: (12) 3644-4100
FAX: (12) 3644-4129
WWW.AROMAX.COM.BR
BASF
www.basf.com.br
(11) 4343-2284
veja anúncio na página 81
BELMAY FRAGRÂNCIAS IND.
COM. LTDA
RUA PTOLOMEU, 407
SÃO PAULO - SP
04762-040
TEL.: (11) 5681-5001
FAX: (11) 5681-5065
WWW.BELMAY.COM.BR
www.capuani.com.br
(15) 3285-8000
veja anúncio na página 61
CHR HANSEN INDÚSTRIA E
COMÉRCIO LTDA
DEGUSSA FLAVOR & FRUIT
SYSTEMS DO BRASIL LTDA
DIERBERGER ÓLEOS
ESSENCIAIS S/A
RUA DR. PASCHOAL IMPERATRIZ, 75
- BROOKLIN
SÃO PAULO - SP - 04705-070
TEL.: (11) 5506-1044 - FAX: (11) 5506-7052
WWW.DIERBERGER.COM.BR
ROD. VISCONDE DE PORTO SEGURO, 2860
VALINHOS - SP
13276-970
TEL.: (19) 3881-8300
FAX: (19) 3881-8299
WWW.CHR-HANSEN.COM
DROM FRAGRÂNCIAS
DO BRASIL LTDA.
CITRAL ÓLEOS ESSENCIAIS
LTDA
DUAS RODAS
INDUSTRIAL LTDA.
ESTRADA VELHA DA BALSA, 804
BARUERI - SP
06419-300
TEL.: (11) 4168-3390
FAX: (11) 4168-3391
WWW.CITRAL-OE.COM.BR
R RODOLFO HUFENUSSLER, 775
JARAGUA DO SUL - SC
89251-901
TEL.: (47) 3372-9000 - FAX: (47) 3372-9010
WWW.DUASRODAS.COM.BR
CITRATUS - IBERCHEM DO
BRASIL S.A.
RUA AUGUSTO CORREA, S/N INCUBADORA DE EMPRESAS, MÓDULO 7 E 8
BELÉM - PA - 66075-059
TEL.: (91) 3249-9520 - FAX: (91) 3249-9520
WWW.ERVATIVA.COM.BR
RUA ANTONIO PINHATA, 125 A 155
JARDIM NOVA ERA
VINHEDO - SP - 13280-000
TEL.: (19) 3826-8100 - FAX: (19) 3826-8109
WWW.CITRATUS.COM.BR
CITROMAX ESSÊNCIAS LTDA.
RUA DA LAGOA, 156 - CUMBICA
GUARULHOS - SP - 07230-100
TEL.: (11) 6412-9559
FAX: (11) 6412-9559
WWW.CITROMAX.COM.BR
D’AGUA NATURAL
RUA COMENDADOR TAVARES, 68
POA - RS - 90230-020
TEL.: (51) 3343-7588- FAX: (51) 3343-7588
120
ROD. RAPOSO TAVARES, KM 27,2
COTIA - SP - 06770-000
TEL.: (11) 4613-3800 - FAX: (11) 4612-1101
WWW.DANISCO.COM.BR
ROD. SÃO PAULO, 332 - PORTÃO - B - KM
138 - C.P. 48
COSMÓPOLIS - SP - 13150-000
TEL.: (19) 3872-8300 - FAX: (19) 3872-8320
WWW.DEGUSSA.COM.BR
APLIQUÍMICA APLICAÇÕES
QUIM. ESP. LTDA
R RD. CASTRO RAMOS, 110 - VI. NIVI
SÃO PAULO - SP
02252-120
TEL.: (11) 6949-6644
FAX: (11) 6983-4544
DANISCO BRASIL LTDA.
AV. MARGINAL PINHEIROS, 5200
SÃO PAULO - SP - 05693-000
TEL.: (11) 3444-7815 - TEL.: (11) 3444-7816
WWW.DROM.COM
ERVATIVA
ESSENBRA ESSENCIAS E
PRODS AROM. DO BRASIL
LTDA
PRACA JOSE VILELLA PEDRAS, 10 - CENTRO - VOLTA GRANDE - MG - 36720-000
TEL.: (32) 3463-1263 - FAX: (32) 3463-1264
WWW.ESSEMBRA.COM.BR
www.fav105.com.br
(11) 5642-2177
veja anúncio
na página 9
FIRMENICH & CIA. LTDA.
ROD. RAPOSO TAVARES, KM 26,150
COTIA - SP
06714-025
TEL.: (11) 4617-8800
FAX: (11) 4702-5245/5297
WWW. FIRMENICH.COM
FORTINBRAS COMERCIAL
INDUSTRIAL LTDA
R VALDOMIRO ROVARON, 43 - CAPOTUNA
JAGUARIÚNA - SP
13820-000
TEL.: (19) 3867-4050
FAX: (19) 3867-4050
WWW. FORTINBRAS.COM.BR
FRANSFLOR
AROMATIZANTES LTDA.
R BLINDEX, 162
DIADEMA - SP
09950-080
TEL.: (11) 4072-2210
FAX: (11) 4072-2737
WWW.FRANSFLOR.COM.BR
FRUTAROM DO BRASIL LTDA
AV. BRIG. FARIA LIMA, 1713 - CJ. 44
SÃO PAULO - SP - 01451-001
TEL.: (11) 3816-3883
FAX: (11) 3816-3887
WWW.FRUTAROM.COM
GEROMA DO BRASIL IND.
COM. LTDA.
R ANA SCREMIN, 1111 - DISTRITO
INDUSTRIAL P. CIRO MARTINS
PONTA GROSSA - PR - 84001-970
TEL.: (42) 3228-1100 - FAX: (42) 3228-1300
WWW.GEROMA.COM.BR
GIVAUDAN DO BRASIL LTDA
AV. ENG. BILLINGS, 2185 - JAGUARÉ
SÃO PAULO - SP - 05321-010
TEL.: (11) 3760-8000 - FAX: (11) 3760-8085
WWW.GIVAUDAN.COM
GLAMIR IMPORT.
DE PROD. QUÍMICOS LTDA.
MEMPHIS S/A INDUSTRIAL
QUORUM FRAGRÂNCIAS IND.
E COM. LTDA.
SYMRISE AROMAS E
FRAGRÂNCIAS LTDA.
R FORÇA PÚBLICA, 244/254
SÃO PAULO - SP
02012-080
TEL.: (11) 6221-5644
FAX: (11) 6221-5644
WWW.GLAMIR.COM.BR
AV. JOÃO ELUSTONDO FILHO, 175
- SARANDÍ
PORTO ALEGRE - RS
91140-450
TEL.: (51) 3364-3000
FAX: (51) 3364-2836
VIA NATALINO VERDI, 120
CHARQUEADA - SP
13515-000
TEL.: (19) 3186-9600
FAX: (19) 3186-9619
WWW.QUORUMFRAGRANCIAS.COM.BR
R DOMINGOS JORGE, 100 - PRÉDIO 9104
SÃO PAULO - SP
04779-900
TEL.: (11) 5694-6000
FAX: (11) 5523-5229
WWW.SYMRISE.COM
IFF ESSÊNCIAS
E FRAGRÂNCIAS LTDA.
NORSCENT FRAGRANCIAS
E AROMAS LTDA
RAI INGREDIENTS COMERCIAL
LTDA.
AV. CAUAXI, 65 - ALPHAVILLE - BARUERI
- SP - 06454-020
TEL.: (11) 4196-3700
FAX: (11) 4196-3790
WWW.IFF.COM
RUA CRISÓPOLIS, 40
RECIFE - PE
50750-100
TEL.: (81) 4009-2900
FAX: (81) 4009-2929
ISAN ESSÊNCIAS
E AROMAS LTDA.
OTTENS FLAVORS
DO BRASIL LTDA.
RUA CHILE, 538 - TABOÃO
SÃO BERNARDO DO CAMPO - SP
09667-000
TEL.: (11) 4173-9500
FAX: (11) 4173-1522
WWW.RAIINGREDIENTS.COM.BR
RUA ELI WALTER CESAR, 19
JANDIRA - SP - 06612-130
TEL.: (11) 4789-1299
FAX: (11) 4707-4803
WWW.ISAN.COM.BR
R JOAQUIM FLORIANO, 72 - CJ. 178
SÃO PAULO - SP
04534-010
TEL.: (11) 3078-9333
FAX: (11) 3078-4055
WWW.OTTENS.COM.BR
KERRY DO BRASIL LTDA.
AV. MERCEDEZ BENZ, 460
CAMPINAS - SP
13054-750
TEL.: (19) 3765-5000
FAX: (19) 3765-5108
WWW.KERRYGROUP.COM
L’ATELIER PARFUMS
IND. COM. ESSENC. LTDA
R DOMINGUES D’ARCO, 70
SÃO PAULO - SP
04565-020
TEL.: (11) 5543-2002
FAX: (11) 5543-5275
WWW.LATELIERPARFUMS.COM.BR
LUANDY DO BRASIL
IND. COM. LTDA.
R LUIZ LAZARETTI, 139 - C.P. 273
VALINHOS - SP
13276-970
TEL.: (19) 3881-3232 - FAX: (19) 3881-2909
WWW. LUANDYDOBRASIL.COM.BR
MAJUFRAN INDÚSTRIA E
COMÉRCIO LTDA.
RUA TRAVESSA A, 1724 - DISTRITO INDÚSTRIAL - PARAPUÃ - SP - 17730-000
TEL.: (18) 3582-1490
FAX: (18) 3582-1542
WWW.MAJUFRAN.COM.BR
MANE DO BRASIL
IND. E COM. LTDA.
ESTRADA DO GUERENGUÉ, 1421
RIO DE JANEIRO - RJ - 22713-000
TEL.: (21) 2445-0494 - FAX: (21) 2445-1601
WWW.MANE.COM
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
PETITE MARIE QUÍMICA
FINA IND. E COM. DE
PROD. QUIMS. LTDA.
AV. COBALTO, 325 - CORREDOR INDUSTRIAL
ITAQUQQUECETUBA - SP
08586-220
TEL.: (11) 4648-6455
FAX: (11) 4648-6488
WWW.PETITMARIE.COM.BR
PHYTOESSENCE
FRAGRÂNCIAS LTDA.
R AMADOR BUENO, 266
OSASCO - SP
06230-100
TEL.: (11) 3603-2511/3687-0654
FAX: (11) 3687-8947
WWW.PHYTOESSENCEFRAGRANCIAS.COM.BR
PRIMOLA FRAGRANCIAS
RUA ENG MESQUITA SAMPAIO, 465
SÃO PAULO - SP
04711-000
TEL.: (11) 5183-9522
FAX: (11) 5183-9522
QUEST DIVISÃO ICI - ESPECIALIDADES QUÍMICAS LDTA.
RUA JOSÉ CAPOVILLA, 165 - DISTRITO
INDUSTRIAL - C.P. 71
VINHEDO - SP
13280-000
TEL.: (19) 3876-8800
FAX: (19) 3876-8896/8898
WWW.QUESTINTL.COM
RHODIA POLIAMIDA E ESPECIALIDADES LTDA.
AV. MARIA COELHO AGUIAR, 215 - BL. B
- 1º ANDAR
SÃO PAULO - SP
05804-902
TEL.: (11) 3741-7971
FAX: (11) 3741-7542
WWW.RHODIA.COM.BR
ROBERTET DO BRASIL IND.
COM. LTDA.
www.takasago.com
(11) 4446-6000
veja anúncio na página 85
UNIFLAVORS
RUA AMERICO CAETANO, 120
OLIMPIA - SP
15400-000
TEL.: (17) 3281-8970
FAX: (17) 3281-8970
WWW.UNIFLAVORS.COM.BR
AL AMAZONAS, 628 – ALPHAVILLE
BARUERI - SP
06454-070
TEL.: (11) 4133-7100 - FAX: (11) 4133-7122
SAPORITI DO BRASIL LTDA.
R IBAITI, 203 - PORTAL DA SERRA
PINHAIS - PR
83325-060
TEL.: (41) 3668-3542
FAX: (41) 3668-3542
WWW.SAPORITI.COM.BR
SAVAS FRAGRANCES
RUA RIO GRANDE DO SUL, 15
JANDIRA - SP
06612-220
TEL.: (11) 4707-4211
FAX: (11) 4707-4366
WWW.SAVASFRAGRANCES.COM.BR
SCENTEC ESSENCIAS E FRAGRANCIAS
RUA PAPA PAULO VI, 65
BARUERI - SP
06440-080
TEL.: (11) 4195-4884
FAX: (11) 4195-4884
WWW.SCENTEC.COM.BR
121
NÃO ASSOCIADOS ABIPLA (MAIO 2006) - LABORATÓRIOS ANALÍTICOS, ENSAIO DE PROFICIÊNCIA
ANALÍTICO
MEDLAB – PRODUTOS DIAGNÓSTICOS LTDA
RUA OTÁVIO TEIXEIRA MENDES SOBRINHO, 35 – VILA SANTA CATARINA
04376-070
SÃO PAULO - SP
TEL.: (11) 5563-7666
FAX: (11) 5562-9555
[email protected]
RESPONSÁVEL LEGAL: ROCHA MARMO DE PAULA
RESPONSÁVEIS TÉCNICOS: DELIA GUSUKUMA (FARMACÊUTICA/MEDICAMENTOS) E
EDILSON MAGALHÃES VIANA (FÍSICO-QUÍMICO).
GERENTE DA QUALIDADE: AYRDE CRISTINA ASCÊNCIO DE SOUSA
HABILITAÇÃO INICIAL: 17 DE DEZEMBRO DE 2001
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 22 DE AGOSTO DE 2005
TECAM TECNOLOGIA AMBIENTAL
RUA FÁBIA Nº 59 - VILA ROMANA
05051-030
SÃO PAULO - SP
TEL.: (11) 3873-2553
FAX: (11) 3862-8954
[email protected]
JANETE WALTER MOURA
GERENTE DA QUALIDADE: MARIA INÊS MARTUCCI
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO:13/04/2005
LABORATÓRIOS ECOLYZER LTDA.
RUA ROMÃO PUIGGARI Nº 898 – VILA DAS MERCÊS
SÃO PAULO/SP
TEL.: (11) 6969-5020
FAX: (11) 6969-5020
[email protected] OU [email protected]
RESPONSÁVEL TÉCNICO: PAULO FERREIRA - CRQ 4ª REGIÃO Nº 04132902
GERENTE DA QUALIDADE: RITA DE CÁSSIA BASSI
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 08/07/2005
BIOAGRI - LABORATÓRIOS LTDA - PIRACICABA / SP
RODOVIA RIO CLARO-PIRACICABA, SP 124 - KM 24
13412-000
PIRACICABA, KM 24/SP
TEL.: (19) 3429-7700
FAX: (19) 3429-7723
[email protected]
LABORATÓRIO COM RESTRIÇÃO
122
PARANÁ
BIOENSAIOS ANÁLISES E CONSULTORIA AMBIENTAL LTDA
CEPPA - CENTRO DE PESQUISA E PROCESSAMENTO DE ALIMENTOS DA FUNDAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ /
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ
RUA PALERMO, 257, SANTA ISABEL
VIAMÃO/RS
TEL.: (51) 3493-6888
FAX: (51) 3493-6885
[email protected]
RESPONSÁVEL TÉCNICO: ELLEN MARTHA PRITSCH E ALEXANDRE BRANDELLI
GERENTE DA QUALIDADE: CRISTIANE CASSALES PIBERNAT/ELLEN MARTHA PRITSCH
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 14 DE FEVEREIRO DE 2003
REBLAS
SÃO PAULO
RIO GRANDE DO SUL
INSTITUTO ADOLFO LUTZ
CEPPA - CENTRO POLITÉCNICO - PRÉDIO DAS USINAS PILOTO BLOCO B SALA PP01 - 81531-990
CURITIBA - PR
TEL.: (41) 3366-3668
FAX: (41) 3266-1647
[email protected]
RESPONSÁVEL TÉCNICO: DR. CARLOS ITSUO YAMAMOTO
GERENTE DA QUALIDADE: YEDA CRISTINA DE ASSIS TOURINHO
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: AGOSTO DE 2005
REBLAS PROVEDORES
AVENIDA DR.ARNALDO 355, DENTRO DO COMPLEXO IAL - PRÉDIO DE BROMATOLOGIA E
QUÍMICA, 3º ANDAR
SÃO PAULO/SP
TEL.: (11) 3068-2915
FAX: (11) 3062-5363
[email protected]
RESPONSÁVEL TÉCNICO: ODAIR ZENEBOM
GERENTE DA QUALIDADE: NEUS SADOCCO PASCUET
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 09/05/2005
DE ENSAIO EM
PROFICIÊNCIA
CENTRO PLURIDISCIPLINAR DE PESQUISAS QUÍMICAS, BIOLÓGICAS E AGRÍCOLAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS
– CPQBA/UNICAMP
ESTRADA PLN 393 E 999 – VILA BETEL
PAULÍNIA/SP
TEL.:(19) 3884- 7500
FAX:(19) 3884- 7811
[email protected]
RESPONSÁVEL TÉCNICO: DRA. ANITA MARSAIOLI
GERENTE DA QUALIDADE: EDILBERTO PRINCI PORTUGAL
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 19/05/2005
DATA DA HABILITAÇÃO INICIAL: 12/06/2002
TECAM - TECNOLOGIA AMBIENTAL S/C LTDA. - SEDE EM S.
ROQUE/SP
ESTRADA DO CARMO N. 371, CHÁCARA DOS COQUEIROS, SOROCAMIRIM 18132-000
SÃO ROQUE - SP
[email protected]
RESPONSÁVEL TÉCNICO: CYNTIA BOMFIM PESTANA
GERENTE DA QUALIDADE: MARIA INÊS MARTUCCI
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 22 DE AGOSTO DE 2003
OSWALDO CRUZ LABSERVICE S/C LTDA
RUA BRIGADEIRO GALVÃO, 540 –BARRA FUNDA
SÃO PAULO –SÃO PAULO
01151-000
TEL.: (11) 3666-5922
FAX: (11) 3666-5922
[email protected]
RESPONSÁVEL LEGAL: SÉRGIO NORAT GUIMARÃES
RESPONSÁVEL TÉCNICO: ELDA MARIA CECÍLIO MARCONDES
GERENTE DA QUALIDADE: ROBERTA FACINCANI ARAÚJO MONTORO
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 12-14/05/2004
INSTITUTO ADOLFO LUTZ
AV. DR. ARNALDO, 355
1246902
SÃO PAULO – SP
TEL.: (11) 3068 2802
FAX: (11) 3068 2802
[email protected]
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 6 DE FEVEREIRO DE 2004
ASSOCIAÇÃO REDE DE METROLOGIA E ENSAIOS
DO RIO GRANDE DO SUL
AV. ASSIS BRASIL, 8787 - PORTO ALEGRE/RS - CEP 91140-001
TEL.: (51) 3347-8745
FAX: (51) 3347-8745
[email protected]
RESPONSÁVEL LEGAL: DEOMEDES ROQUE TALINI
RESPONSÁVEL TÉCNICO: DANIEL HOMRICH DA JORNADA
FUNDAÇÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA - CIENTEC
RUA WASHINGTON LUIZ, 675 - PORTO ALEGRE/RS- CEP 90 010-460
TEL.: (51) 32872000
FAX: (51) 32260207
[email protected]
DATA DA HABILITAÇÃO INICIAL: 27/09/2004
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CENTRO DE TECNOLOGIA EM ALIMENTOS
RUA FREI BRUNO, 201 E - 89808-400 - CHAPECÓ - SC
TEL.: (49) 3321-7323
FAX: (49) 3321-7336
[email protected]
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 27/07/2005
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL CENTRO TECNOLÓGICO DE POLÍMEROS
AV. PRESIDENTE JOÃO GOULART Nº 682 - BAIRRO MORRO DO ESPELHO - SÃO LEOPOLDO
- RS
TEL. FAX: (51) - 3589 4100
[email protected]
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 17/11/2005
SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM INDUSTRIAL - CENTRO
DE TECNOLOGIA INDUSTRIAL PEDRO RIBEIRO - PEP (PROGRAMA
DE ENSAIOS DE PROFICIÊNCIA)
AV. LUÍS TARQUÍRIO PONTES, 938 ARACUÍ 42.7000-000
LAURO DE FREITAS - BA
TEL: (71) 3379-8200 - FAX: (71) 3379-8299
ENDEREÇO ELETRÔNICOL: [email protected]
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 2/8/04
CONTROLE DE QUALIDADE PARA LABORATÓRIOS LTDA CONTROL-LAB
RUA ANA NERI N°416 - BENFICA - 20.911-440
RIO DE JANEIRO - RJ
TEL.: (21) 3891-9900
DATA DA ÚLTIMA AVALIAÇÃO: 28 DE ABRIL DE 2005
123
SIGNA
125
DALILA
126
P&G
127
UNILEVER
128
DOW
129
SIGNA
Sede
GIRANDO SOL
FICHAS
TÉCNICAS DE
EMPRESAS DO SETOR
130
OXITENO
131
CLARIANT
132
ANHEMBI
133
BOMBRIL
134
INSERT
135
SIGNA INDUSTRIAL LTDA.
Rua: Tupinambás, 179 - Vila Conceição
09991-090 - Diadema - SP
Tel : +55 11 4053-4400 - Fax : +55 11 4053-4411
E-mail: [email protected]
Empresa
A SIGNA é uma empresa brasileira com mais de 18 anos de atuação no desenvolvimento e na
fabricação de produtos químicos voltados à higiene e à limpeza profissionais. Seus produtos
e serviços são destinados a clientes institucionais, tais como, shopping centers, redes de supermercados, hotéis, hospitais, escolas, indústrias, empresas de limpeza e conservação, etc. A
SIGNA nestes anos construiu uma sólida imagem de excelência em tudo que faz, devido a sua
transparência, seriedade profissional e a alta qualidade percebida em seus produtos e serviços.
É uma empresa especialista no fornecimento de soluções para o tratamento e conservação de
pisos, assim como para a higienização e a limpeza de ambientes institucionais.
Histórico
Iniciou suas atividades em janeiro de 1987 em um pequeno galpão no município de
Diadema e não parou mais de crescer e modernizar-se. Conta atualmente com uma
sede própria de 2.400m2. No início dos anos 90 lança no mercado o pioneiro conceito
de “Tratamento de Pisos 3 em 1” (base seladora + acabamento + restaurador em um
só produto). Em 1997 lança uma linha completa de “Superconcentrados de Higiene e
Limpeza” (Linha Dilumax®), para ser utilizada em conjunto com diluidores automáticos,
linha esta que tornou-se um grande sucesso de mercado, devido a sua imbatível relação
custo x benefício. Finaliza em 2000 a implantação do ERP Advanced Protheus (Microsiga) para a gestão integrada dos seus negócios. Em 2003 obtém a certificação ISO
9001:2000 pelo IQNET e pelo RINA.
Produtos
SISTEMAS PARA TRATAMENTO
E CONSERVAÇÃO DE PISOS
• Glassy®
• Luzent®
• Aplic® Wet Gloss
• Aplic® Self Shine
SUPERCONCENTRADOS
• Linha Dilumax®
• Diluidores Automáticos
HIGIENE GERAL
• Detergentes Neutros : Atti® e Assert®
• Limpador Perfumador : Air Blow®
• Desinfetante : Brif®
LIMPEZA PESADA
• Blast® – Limpeza Pesada
• Pré Mark®– Desengraxante
LIMPADORES ESPECIAIS
• Bac® Fin – Desincrustante
• Quiz® - Multilimpador de Ação Instantânea (aerossol)
Site
www.signa.com.br
STEPAN
136
RECKITT BENCKISER
137
CAPUANI
138
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
125
FICHAS TÉCNICAS
P&G
DALILA
Produtos
Histórico
Produtos
SODA CÁUSTICA - Esta unidade
produz soda cáustica, desincrustante
e desentupidores para uso doméstico,
embalados em potes plásticos, com
marcas próprias e de terceiros.
• INDUSTRIALIZAÇÃO PARA TERCEIROS
- Utilizando sua capacidade industrial,
Dalila Química produz, para terceiros,
domissanitários para fins domésticos
e profissionais, como detergentes,
desengordurantes, desinfetantes, xampus, detergentes especiais, desentupidores, limpadores e outros produtos
sob encomenda.
• RODO DE ALUMÍNIO - Esta unidade
produz rodos de alumínio para uso
profissional em diversos tamanhos e
especificações, bem como raspadores
para pisos industriais e comerciais,
utilizando-se da marca “SANSÃO”
•
Dalila Química estabeleceu-se desde 1978 para produzir soda cáustica em escamas
embalada para uso doméstico, entre outros domissanitários. Manteve-se no mercado
desta maneira até 1997, quando novos sócios implementaram uma política de crescimento, dando início à ampliação e à diversificação de seu parque industrial, para a
industrialização de produtos para terceiros.A partir de então, passou a investir em máquinas e equipamentos que possibilitassem tal mudança. Hoje, a empresa está dividida
em três unidades: Soda Cáustica, Industrialização Para Terceiros, Rodos de Alumínio.
Empresa
Dalila Química conta com operadores habilitados para manipular, produzir, estocar,
transportar e controlar o fluxo de matérias primas e produtos acabados. Tem como
norma manter informados seus clientes terceiristas semanalmente ou diariamente com
detalhes da produção.
A empresa possui laboratório de controle de qualidade equipado, no qual técnicos especializados controlam a qualidade das matérias- primas, das embalagens primárias e
secundárias e dos produtos acabados, efetuando rigorosos testes físico-químicos, que
garantem a qualidade do produto final.
Sede
A sede administrativa da P&G, está localizada no Centro Empresarial de SP e possui
fábricas e centros de distribuição em vários estados brasileiros.
Histórico
A história da Procter & Gamble teve início há 168 anos em Cincinnati, EUA. A P&G sempre buscou oferecer inovações tecnológicas aos consumidores. Tide foi o primeiro sabão
em pó com enzima. Ivory, lançado em 1879, foi um dos primeiros produtos a contar com
suporte publicitário.
A P&G possui 25 centros de inovação, espalhados pelos 4 continentes. Cientistas têm a
missão de desenvolver produtos que facilitem a vida dos consumidores.
A P&G está há 17 anos no Brasil. O ano de 1997 foi um marco no segmento de produtos
de limpeza no país, com o lançamento de marcas consagradas internacionalmente:
Ariel, Ace e Bold.
Três bilhões de vezes ao dia as marcas da P&G participam da vida das pessoas no
mundo todo. A empresa possui marcas líderes de qualidade dentre as quais destacamos
Ariel, Ace, Bold, Pampers, Always, Hipoglós, Vick, Crest, Oral B, Pantene, Duracell, Pringles, Wella e Gillette. A P&G tem uma comunidade de aproximadamente 140 mil funcionários em 80 países.
Site
www.dalilaquimica.com.br
• ACE com fórmula exclusiva, tem um siste-
ma triplo de surfactantes, que remove o
encardido que se acumula nas roupas
e recupera a brancura sem danificar as
cores. ACE está presente no mercado em
três versões: Ace com Branqueadores
Ativos, Ace com Alvejante e Ace Básico
Naturals.
• ACE BARRAS é uma nova categoria de
produtos de limpeza da P&G no Brasil,
presente em duas versões - Sabão MultiUso Ace com Aloe Vera e Glicerina e Sabão
Ace com Branqueadores Ativos.
• ARIEL possui fórmula que incorpora alta
tecnologia e remove manchas mais
difíceis sem danificar as cores, mantendo
as roupas com mais brilho por muito mais
tempo. Ariel está presente no mercado
brasileiro em duas versões Ariel com
Termo Gel e Ariel com Alvejante.
• BOLD proporciona excelente limpeza e
agradável perfume e maciez às roupas.
Isso porque combina em sua fórmula um
poderoso sabão em pó com um delicado
amaciante. BOLD apresenta duas opções
de perfume – Bold Tradicional, na
embalagem azul e Bold Frescor de Verão,
na embalagem amarela. POP PODER ODD
possui fórmula equilibrada que limpa e
perfuma as roupas. Pop está disponível
em duas versões, Pop Poder ODD e POP
Poder ODD Perfume Seiva de Alfazema.
Site
• www.procter.com.br
126
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
127
FICHAS TÉCNICAS
DOW
UNILEVER
Produtos
• OMO: Primeiro
detergente em pó
a ser produzido no Brasil, a marca
também inovou em seu segmento:
foi o primeiro a ser produzido a partir
de matérias-primas sintéticas.
• MINERVA: Primeiro detergente em pó
a conter amaciante em sua fórmula.
Além disso, foi a primeira marca a
apresentar uma variante de perfume
do mercado.
• BRILHANTE: Linha de detergente em
pó, sabão em pedra, alvejante e água
sanitária. Foi a primeira embalagem plástica a entrar no mercado
brasileiro.
• CIF: A linha é composta por Cif
Desengordurante, Cif Saponáceo
Cremoso, Cif Limpa-vidros, Cif
Multi-uso e Cif Limpeza Pesada.
Foi o primeiro desengordurante do
mercado nacional.
• SURF: Detergente em pó que veio
substituir Campeiro. Tem um preço
acessível, uma fórmula indicada para
a lavagem diária de todos os tipos
de roupas.
• ALA: Marca de detergente em pó
presente no Norte e Nordeste.
• COMFORT: Sinônimo de
pioneirismo e qualidade na história
dos amaciantes.
• FOFO: Marca que desde sua
origem inovou em suas fórmulas,
embalagens e variantes.
Diretoria
Vinicius Prianti: Presidente Unilever Brasil
Luiz Carlos Dutra: Vice-presidente de Assuntos Corporativos
Marcelo Williams: Vice-presidente de Recursos Humanos
Eduardo Mello: Vice-presidente de Finanças
Luís Carlos Galvão: Vice-presidente Jurídico
Julio Campos: Vice-presidente de Vendas de Higiene e Beleza
Fábio Prado: Vice-presidente de Marketing de Higiene e Beleza
Missão Unilever
A missão da Unilever é levar vitalidade para o dia-a-dia. Nós atendemos as necessidades
diárias de nutrição, higiene e cuidados pessoais com marcas que ajudam as pessoas a se
sentirem bem, ficarem bonitas e aproveitarem mais a vida.
História Unilever Brasil
A Unilever nasceu em outubro de 1929, sob a razão social S.A. Irmãos Lever, da fusão
entre a fábrica de sabão inglesa Lever Brothers e a fábrica de margarina holandesa Margarine Unie. A pequena empresa que comercializava o sabão Sunlight, importado da
Inglaterra, inaugurou sua primeira fábrica apenas um ano depois da sua fundação e não
parou de crescer. Diversificou sua produção, lançou produtos inovadores e passou a liderar mercados com marcas de sucesso como Lux, Lever, Lifebuoy, Rinso e Omo. Nos anos
60, ao adquirir a Cia. Gessy Industrial, passou a adotar o nome Gessy Lever. Em 2001, a
empresa adotou no Brasil sua identidade corporativa internacional, trocando seu nome e
razão social de Gessy Lever para Unilever. Hoje a Unilever possui 13 fábricas no Brasil,
em quatro estados (MG, SP, PE e GO), cerca de 13 mil funcionários e é uma das líderes do
mercado de bens de consumo não duráveis, nos segmentos de higiene beleza, sorvetes
e alimentos.
Empresa
Dow Brasil S/A - Matriz - CNPJ: 60.435.351/0001-57
Rua Alexandre Dumas, 1671 / 04717-903 - S.Paulo/SP
Telefone: 5188-9000
• Presidência para América Latina, Atividades Comerciais e Laboratório de Análises
Município/CEP: Guarujá/SP - 11460-003 - Av. Santos Dumont, 4444
Fábricas de resinas Epóxi - CNPJ: 60.435.351/0046-59
• Latex Sintético (Resina de Estireno-Butadieno/SBR); Poliol; Poliglicol e Poliestireno
Histórico
A Dow é uma companhia química diversificada que utiliza o poder da ciência e da tecnologia
para melhorar o dia-a-dia das pessoas - tornando a água mais limpa, as dietas mais ricas em
fibras, as pinturas e revestimentos mais resistentes, os carros mais seguros e confortáveis.
Os produtos da Dow também melhoram a qualidade dos produtos farmacêuticos, materiais
de construção, processamento químico, produtos para casa e higiene pessoal, papéis, texteis, tapetes, entre outros.
A companhia ofere um pacote completo de produtos e soluções para os clientes capazes de
atender as necessidades dos clientes.
Nos mercados em que atua, destaca-se o de Produtos de Limpeza e Cuidados Pessoais.
Neste mercado, a Dow é líder no fornecimento de tensoativos, solventes, biocidas, plásticos
para embalagens, quelantes, aminas, soda cáustica e glicóis.
No Brasil, a Dow completa 50 anos de atividades, consolidando sua estratégia de crescimento e desenvolvimento no País, onde conta com cerca de 2 mil funcionários, 23 unidades
fabris e quatro terminais marítimos. Com faturamento de US$ 1,9 bilhões em 2005, a Dow
Brasil é uma das poucas a figurar nove vezes consecutivas no Guia Exame “As Melhores
Empresas para Você Trabalhar”.
Produtos
• Acrílicos;
• Epoxi;
• Especialidades Químicas;
• Espessante celulósico;
• Estilenoglicol;
• Látex;
• Monomero de Acetato de Vinila;
• Monomero de Estireno e Etilbenzeno;
• Óxido de Etileno;
• Óxido de Propeno;
• Polietileno;
• Poliestireno;
• Polímeros Especiais;
• Polióis, Poliglicóis e Glicóis;
• Propilenoglicol;
• Sistemas de Poliuretano;
• Soda Cáustica;
• Solventes Clorados;
• TDI.
Site
www.dow.com
Site
www.unilever.com.br
128
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
129
FICHAS TÉCNICAS
GIRANDO
SOL
Produtos
• Amaciante de roupas tradicional
• Amaciante de roupas classic
• Amaciante de roupas cores
• Lava roupas líquido
• Lava roupas em pó
• Água sanitária tradicional
• Água sanitária classic
• Alvejante com perfume
• Desinfetante tradicional
• Desinfetante pet
• Limpador com brilho pronto para usar
• Limpador com brilho diluível
• Limpador perfumado
• Detergente lava louças tradicional
• Detergente lava louças classic
• Cera líquida base água com perfume
• Cera líquida auto brilho
Site
www.girandosol.com.br
130
OXITENO
Sede
Sede
Indústria e Comércio de Produtos de Limpeza Girando Sol Ltda.
Rua General Daltro Filho, 26 cep: 95940-000 Arroio do Meio-RS
Telefone/Fax: (51) 3716 1500
A Oxiteno opera quatro unidades industriais no Brasil e duas no México, pela Canamex, sua
subsidiária integral. As unidades estão próximas aos principais mercados consumidores e
a portos de exportação, assegurando sua presença competitiva no mercado mundial.
Diretoria
Diretoria
Gilmar José Borscheid - diretor
Marli Aparecida Schulze – diretora
Histórico
A Girando Sol iniciou suas atividades no dia 1º de abril de 1991 num galpão de apenas 24 m²,
A pequena fábrica estava situada na estrada velha entre Arroio do Meio e Lajeado, localidade
conhecida por Barra do Forqueta. O primeiro produto foi o amaciante de roupa, tão bem sucedido que após 15 anos é o carro-chefe da indústria dona de um mix de 677 itens, entre tipos,
fragrâncias, tamanhos e marcas.
Empenho e ousadia transformaram a história do que mais tarde seria a empresa reconhecida
nacionalmente em produtos de higiene e limpeza doméstica. A idéia do negócio surgiu no
ambiente familiar e através de uma fórmula caseira de Dona Irica, mãe do diretor Gilmar
Borscheid. No começo eram produzidos 120 litros por dia. Os volumes foram aumentando de
forma vigorosa, resultado da receptividade do mercado que conheceu e aprovou a marca. A
Girando Sol produz hoje, 4 milhões de litros/mês.
Conforme o ritmo de produção se acelerava, novos desafios tinham que ser superados. O
espaço físico precisou ser ampliado e, em junho 1992, a Girando Sol transferiu sua sede para
a Rua General Daltro Filho, no Centro de Arroio do Meio. No local funciona até hoje a matriz,
com cerca de dois mil metros quadrados m². A empresa atua nos três estados da Região Sul,
Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, e em outros países, exportando itens de limpeza
doméstica. Seus mais de 180 colaboradores, dividem-se em todas as áreas na matriz de Arroio do Meio, Filial 1 de Lajeado e Filial 2 de Arroio do Meio, recentemente inaugurada.
A Oxiteno pertence à Ultrapar [Bovespa: UGPA4, NYSE: UGP], um dos maiores grupos
empresariais do Brasil, com mais de 65 anos de tradição no cenário econômico nacional. Além da Oxiteno, a Ultrapar controla as operações da Ultragaz e da Ultracargo.
A Empresa conta com uma equipe de pesquisadores especializados e, em seus modernos
laboratórios, conduz um processo contínuo de desenvolvimento de tecnologia para oferecer
ao mercado novos produtos, aplicações e processos. A parceria com os clientes permite à
Oxiteno encontrar alternativas personalizadas para que eles possam enfrentar desafios e
garantir a sua performance e rentabilidade.
Histórico
São mais de três décadas de história. Atua em mais de quarenta países nos cinco continentes. Oferece matérias-primas industriais e serviços para diversos segmentos da economia.
Sua ampla linha de produtos abrange tensoativos, glicóis, etanolaminas, solventes e especialidades químicas. Conta com um Centro de Pesquisas para garantir a alta qualidade dos
serviços oferecidos aos clientes, por meio de soluções customizadas e integradas.
No segundo trimestre de 2007 irá operar a primeira unidade de Oleoquímica da América
Latina, em Camaçari (BA). Esta nova unidade produzirá diversos tipos de álcoois graxos,
ácidos graxos e glicerina, com uma capacidade de processamento de 100 mil toneladas/ano de óleos vegetais. O álcool graxo de maior volume a ser produzido será o
laurílico, que é uma das principais matérias-primas utilizadas na Indústria de Higiene e
Cuidados Pessoais.
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
Produtos
• Tensoativos aniônicos: lauril sulfato
de sódio, lauril sulfato de amônio,
lauril éter sulfato de sódio;
• Umectantes: polietilenoglicóis;
• Neutralizantes e alcalinizantes:
etanolaminas;
• Emulsionantes e solubilizantes:
ésteres de sorbitan, ésteres de
sorbitan etoxilados, álcoois graxos
etoxilados, ácidos graxos etoxilados;
• Anfóteros: cocoamidopropil betaína;
• Agentes perolizantes e opacificantes;
• Agentes de consistência;
• Alcanolamidas de ácido graxo
de coco;
• Emolientes.
Site
www.oxiteno.com.br
131
FICHAS TÉCNICAS
ANHEMBI
CLARIANT
Sede
Produtos
A unidade de negócios Detergentes oferece ao mercado uma ampla gama de produtos, entre eles
surfactantes anionicos, cationicos
e não ionicos (Genapol®, Hostapur
SAS®, Emulsogen®, Praepagen®,
Genamin®), polímeros, preservantes, ativos desinfetantes, assim
como ativadores de bleach.
Site
www.clariant.com.br
A sede da Clariant na América Latina localiza-se em São Paulo (Brasil). Suas fábricas
encontram-se nas cidades de Suzano (Brasil), Maracay (Venezuela), Zárate (Argentina),
Maipu (Chile), Lima (Peru) e Guatemala (Guatemala). A Divisão Functional Chemicals
fabrica e distribui matérias-primas para os segmentos de intermediários para detergentes (domésticos e industrial), personal care, defensivos agrícolas, petróleo e mineração,
além de outras aplicações. A Clariant trabalha próxima ao cliente no desenvolvimento
de novos produtos. Essa abordagem é apoiada por um Centro Regional de Desenvolvimento e Assistência Técnica, inaugurado em 1999, em São Paulo. Uma das prioridades
da Clariant é a inovação.
Empresa
A Clariant é líder global em especialidades químicas. Com sede em Muttenz, Suíça, a
Clariant está presente nos cinco continentes,com mais de 100 unidades, empregando
cerca de 23 mil funcionários. As vendas anuais da empresa giram em torno de US$
6,5 bilhões. Os negócios da Clariant estão organizados em cinco divisões: Functional
Chemicals; Textile, Leather & Paper Chemicals; Pigments & Additives; Masterbatches;
Life Science Chemicals.
O desenvolvimento sustentável é um compromisso da empresa e está presente em seu
dia-a-dia através de uma constante capacidade de inovação. É por isso que a Clariant
tem papel fundamental nos processos de manufatura, tratamento e desenvolvimento
de seus clientes, agregando valor a seus produtos finais.O sucesso da companhia, no
entanto, não está baseado somente na qualidade da matéria-prima que oferece, mas
também no know-how de seus funcionários e em sua habilidade de identificar novas
necessidades ainda nos estágios iniciais de trabalho, para desenvolver soluções personalizadas, inovadoras e eficientes. Um sucesso que temos o prazer decompartilhar
diariamente com cada um de nossos clientes.
Produtos
História
A Indústrias Anhembi iniciou suas atividades com a fabricação de produtos de limpeza
em 1948, na cidade de São Caetano do Sul, São Paulo.
Na década de 50, a organização consolida a sua participação no mercado com a fusão
das marcas Super Candida e Q’Boa.
Em constante crescimento no mercado nacional, a Indústrias Anhembi, na década de
70, passa por um rigoroso processo de expansão.E uma nova fábrica foi construída em
Simões Filho, Bahia.
A nova unidade resultou em um aumento na produção e distribuição de água sanitária,
e passa a atender a demanda das regiões Norte e Nordeste do país.
Na década de 90, novos investimentos tecnológicos são realizados, e a planta fabril
da unidade de São Caetano do Sul é transferida para Osasco.A nova unidade permite
ampliar a capacidade da fábrica, melhorar a qualidade dos produtos e dos processos
que visam a proteção do meio ambiente.
Atualmente, a Indústrias Anhembi possui tecnologia de última geração e mão de obra
qualificada, que garante a qualidade exclusiva e tão reconhecida de todos os seus
produtos.
Marcas
As marcas Super Candida e Q’Boa são sinônimo de categoria (em água sanitária) nos
mercados em que atuam.
• A linha Super Candida é formada por:
Água Sanitária, Alvejante versão Floral e Alvejante versão Lavanda.
• A linha Q’Boa é formada por:
Água Sanitária, Alvejante versão Floral, Alvejante versão Lavanda, Amaciante versão
“Carinho”, Amaciante versão “Toque de Ternura”, Amaciante versão “Encanto”, Multiuso
versão Tradicional e Multiuso versão Campestre.
• Água Sanitária
• A água sanitária
que é sinônimo de
limpeza em todo o país mantém as
qualidades que a fizeram líder em seu
segmento. Com o cloro ativo na concentração correta, mantém o respeito,
a responsabilidade e a confiança do
consumidor.
• A tampa com lacre proporciona uma
perfeita vedação da embalagem,
dificulta a falsificação e o reaproveitamento indevido do frasco.
• Alvejantes Perfumados
• Os alvejantes perfumados contém a
concentração correta de cloro ativo
na formulação, indicado para roupas
brancas.
• Amaciantes
• Os amaciantes seguem a tradição de
qualidade de toda a linha Q’Boa. As
roupas ficam macias e perfumadas,
além de facilitar no passar de roupas.
• Multiusos
• As versões de multiuso da marca
Q’boa possui formulação exclusiva e
biodegradável, com ingredientes ativos
e propriedades de limpeza que agem
rapidamente na remoção de gorduras
e sujeira, sem danificar as superfícies
e ressecar as mãos.
Site
• www.anhembi.ind.br
132
. O . A ]. B . I . P . L . A ]
[ ANUÁR
A . N . U .IO
Á . AB
R . IIPLA
133
« 133
FICHAS TÉCNICAS
INSERT
BOMBRIL
Sede
A Bombril conta hoje com três unidades fabris e de armazenagem e distribuição dos produtos
para clientes e consumidores finais. Integra efetivamente diversos elos da cadeia de valor,
aprimorando o acompanhamento de tudo o que se relaciona com insumos, matérias-primas,
produtos e serviços, valendo-se da agilidade e da precisão na troca de informações entre as
diversas áreas para conferir mais eficiência e competitividade aos processos de produção.
Histórico
Produtos
• Bom Bril
• Mon Bijou
• Limpol
• Pinho Bril
• Kalipto
• Sapólio Radium
• Mágica
• Pratice
• No Ar
• Pronto
Site
Uma empresa que tem a cara dos consumidores brasileiros. Esta é a melhor definição para a
Bombril, que desde sua fundação em 1948 tem procurado sempre escutar e entender seus
consumidores, oferecendo produtos da mais alta qualidade e que atendam suas necessidades. É por essa postura que a Bombril se transformou em uma das empresas mais importantes do Brasil, com uma sólida participação de mercado em todos os seguimentos em
que atua, além de ter sido considerada a marca do século, escolhida por um júri formado por
profissionais de propaganda e marketing. Assim é a Bombril, uma empresa que está sempre
inovando e buscando oferecer para seus clientes praticidade, modernidade e a confiança da
marca que é uma tradição brasileira na área de higiene e limpeza.
Sede
Nome Fantasia: Insert Química Industrial Ltda.
Rua Bahia, 71- Vila Oriental – 09941-740 - Diadema - São Paulo
Telefones ( 011 ) 4071-6569 – 0800-771-6569/Fax ( 011) 4075-1156
[email protected]
Diretoria
Diretor Técnico/Comercial: Júlio César Mármore
Diretora Administrativa/Financeira: Mariza Mármore de Lima
Histórico da Empresa
Ano de fundação: 1996
A Insert Química norteou o seu desenvolvimento e especialização para o mercado de
Higiene Institucional. Apesar das crescentes exigências de natureza competitiva, resultante do ambiente globalizado, a Insert Química alcançou presença de relativo destaque
no mercado de higiene e limpeza institucional. O sucesso da Insert Química pode ser
explicado por três fatores:
- o conhecimento mercadológico;
- mobilidade e rapidez empresarial;
- excelência de seus produtos e serviços.
A Insert Química tem como compromisso de atender os Clientes Instituicionais. Produzimos extensa Linha de Produtos e Equipamentos de Dosagens para o mercado de Higiene e Limpeza. Nossos consultores técnicos são treinados e capacitados para auxiliar
na adequada utilização de nossos produtos e oferecer a melhor solução em termos de
treinamento, serviços e processos de lavagens.Outros dados que julgar importantes: O
elevado padrão de qualidade e excelência em produtos e serviços, a Insert identifica as
necessidades e anseios, atendendo sob medida cada Cliente.
Produtos
• Linha
de Produtos de Higiene Têxtil:
umectantes, detergentes, alvejantes, amaciantes, neutralizantes,
bio-detergentes, solventes especiais,
auxiliares de passadoria, etc.
• Higiene de Cozinhas: detergentes
( manual e automático ), secantes,
desinfetantes, sanitizantes, abrilhantadores, desincrustantes, etc.
• Tratamento de Pisos: removedores,
ceras polimentáveis, ceras autobrilhantes, limpadores, etc.
• Higiene Geral: limpa vidros, multiusos, detergente amoniacal, lustra
móveis, desodorizantes ambientais,
desinfetantes e etc.
• A Linha de Produtos de Higiene e
Limpeza da Insert Química reúne a
maior conveniência em termos de
relação custo/benefício do mercado.
Site
www.insertq.com.br
www.bombril.com.br
134
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
135
FICHAS TÉCNICAS
RECKITT
BENCKISER
STEPAN
Sede
Produtos
• Bio-Soft®
- Ácido dodecilbenzeno
sulfônico e seus sais
• Bio-Terge® - Alfa-olefinas sulfonadas
• BTC® - Quaternários biocidas
• Stepantex® - Éster quats
• Ammonyx CETAC® – Cloretos de cetil
trimetil amônio
• Ammonyx® – Óxidos de amina
• Amphosol® – Betaínas
• Ninol® – Alcanolamidas
• Stepanol® – Lauril sulfato de sódio
– pó e agulhas
• Alpha-Step® – Ésteres metílicos
sulfonados
• Steposol® – Ésteres metílicos
• Stepanate® – Hidrótropos: xileno e
cumeno sulfonatos
• Toximul® – Emulsionantes agroquímicos
• Stepan IPP® – Palmitato de isopropila
• Stepan IPM® – Miristato de isopropila
• Neobee® – Triglicerídeos C8 e C10
A Stepan Company é uma indústria química de origem norte-americana com escritório central
localizado em Northfield, Illinois. Com faturamento anual global de US$ 1 bilhão, é a maior
produtora mundial de tensoativos aniônicos e de poliésters polióis.
Possui 15 unidades industriais estrategicamente distribuídas em diferentes países, das quais 7
nos Estados Unidos e Canadá, 3 na Europa , 2 na Ásia e 3 na América Latina.
A América Latina é foco estratégico da Stepan, onde possui unidades de produção no México,
na Colômbia e no Brasil. Em janeiro de 2005 adquiriu a maior planta de sulfonação da América
do Sul em Vespasiano, Minas Gerais, com capacidade de 83.000 t/ano de ácido sulfônico. Já
em outubro de 2006 concluirá a primeira etapa do processo de expansão e diversificação
de sua linha de produtos no Brasil, com a implantação de sua unidade de produção de sais
de ácido sulfônico, emulsionantes agroquímicos, quaternários de amônio, óxidos de amina,
ésteres, amidas e blends.
História
Fundada em 1932 por Alfred C.Stepan Jr, possui atualmente 1.400 funcionários ao redor do
mundo em suas duas unidades de negócios, Tensoativos e Polióis.
Baseada em sua liderança no mercado Norte Americano, iniciou a partir da década de 1960
forte processo de internacionalização através de aquisições e da implantação de novas unidades de produção e escritórios comerciais nos 5 continentes, tornando suas tecnologias disponíveis em nível global.
Com investimentos significativos e crescentes em Pesquisa & Desenvolvimento, a empresa
tem como estratégia a expansão de seus negócios através da inovação, tendo sido pioneira em
tecnologias como sulfonação contínua, esterquats e éster metílicos sulfonados, entre outras.
Sede
A Reckitt Benckiser possui uma fábrica localizada em São Paulo e cinco escritórios
regionais. A unidade fabril opera com alta tecnologia e criteriosa segurança, possui 60
mil metros2 de área construída, 42 linhas de produção, atingindo um total de 30 milhões
de dúzias/ano.
Endereço: Rodovia Raposo Tavares, 8015
Histórico
A Reckitt Benckiser é a maior companhia do mundo no setor de higiene e limpeza (excluindo detergentes em pó) e líder em produtos de higiene pessoal e cuidados com a
saúde no Brasil há mais de 80 anos. Possui unidades em 60 países e seus produtos são
comercializados em mais de 180. Oferece uma ampla linha de itens nas categorias de
limpadores, desinfetantes, purificadores de ar, limpadores sanitários, tratamento de calçados, de móveis, pisos, lavanderia, inseticidas e depilatórios. Detêm mais de 20 marcas, incluindo líderes de mercado como Veja e Nugget, totalizando mais de 170 itens.
Diretoria
Carlos Trostli, Presidente
PRODUTOS
• Veja;
• SPB;
• Vanish;
• Bom Ar;
• Poliflor;
• Veet;
• Nugget;
• Harpick;
• Bang;
• Lysol;
• Woolite;
• Resolv entre
outros.
Site
www.reckittbenckiser.com.br
Site
www.stepan.com
136
[ ANUÁR IO AB IPLA ]
137
FICHAS TÉCNICAS
CAPUANI
Histórico
Uma empresa 100% brasileira com compromisso de desenvolvimento sustentável e
responsabilidade social, como único meio de promover qualidade de vida e futuro melhor para todos. Com mais de 70 anos de mercado, a Capuani é hoje uma companhia
voltada para o futuro, e está preparada tecnológica e estruturalmente, para atender à
pequena e grande demanda em fornecimento de Fragrâncias e Surfactantes. Nossa
estrutura permite atender o mercado interno e externo.
Localizada em Tietê, interior de São Paulo, conta com uma área produtiva de 7.000 m2
instalada em uma área total de 105.000 m2.
Produtos
• FRAGRÂNCIAS
• SURFACTANTES: Catiônicos, Anfóte-
ros e Amina Óxida
Site
www.capuani.com.br
Pontos de Destaque
Constante investimento em tecnologia e em recursos humanos confere à Capuani
uma posição de destaque no desenvolvimento de novas moléculas e na criação de
fragrâncias, atendendo as necessidades dos clientes com produtos, orientações e
informações pautadas nas mais recentes tendências do mercado internacional.
“Deixar a vida de nossos clientes, as nossas e da nossa comunidade cada vez melhores, a cada solução e produto que fornecemos”, Equipe Capuani.
Convite
Inauguramos em fevereiro um novo Centro de Pesquisa de Fragrâncias e um novo
Laboratório de Aplicação.Venha conhecer! Ligue para agendar uma visita em nossas
instalações!
Capuani do Brasil Ltda.
Rod. Cornélio Pires - Km 73,5
CEP:18530-000 Tietê SP
Tel. 55 15 3285.8000
Fax 55 15 3285.8040
[email protected] - www.capuani.com.br
138