Tal como prometido… a nossa quente explosão de cores!

Сomentários

Transcrição

Tal como prometido… a nossa quente explosão de cores!
Tal como prometido… a nossa quente explosão de cores! Nos vermelhos, chega-­‐nos o delicioso morango que, tal como a maioria da fruta, tem baixa densidade energética. É um alimento riquíssimo em vitaminas e minerais, o que o torna um aliado na nossa alimentação. As sementes deste fruto, os aquénios, estimulam suavemente o trânsito intestinal, prevenindo a ocorrência de obstipações. Não só os morangos, mas também outros frutos vermelhos, são benéficos na proteção da pele, sistema nervoso, rins, aparelho digestivo e na redução dos riscos de eventos cardiovasculares, devido às suas propriedades antioxidantes e anti-­‐inflamatórias. Em maio e junho, Sever do Vouga e Trancoso são “inundados” pelo azul arroxeado dos mirtilos. Além do seu sabor peculiar, têm um efeito anti-­‐envelhecimento do corpo e do cérebro (manutenção da função motora e cognitiva, diminuição dos danos cerebrais…) comprovado. São excelentes fontes de fibra e das vitaminas C e K, cujo poder antioxidante é essencial para a preservação de tecidos com grande suscetibilidade ao stresse oxidativo. E como com esta estação vem o Sol, não nos podemos esquecer dos laranjas e amarelos no nosso prato. O alperce, ou damasco, apesar da sua leve acidez, é um fruto muito admirado. É uma boa fonte de vitamina A -­‐ um poderoso antioxidante -­‐, que protege a visão, e também de fibras, o que pode prevenir a obstipação e manter um sistema digestivo saudável. O seu elevado teor em betacaroteno ajuda na prevenção de doenças cardíacas. Ainda, relativamente à saúde cardiovascular, a riqueza em potássio (bem como em outros minerais) acarreta vantagens pois ajuda a regular a frequência cardíaca e a pressão arterial. Não nos esqueçamos da nêspera! Dada a sua riqueza em nutrientes (ferro, vitamina A, vitamina C, cálcio, potássio, fósforo, betacaroteno, entre outros), combate a retenção de líquidos, controla as doenças respiratórias e os níveis de colesterol e estimula o bom funcionamento intestinal. Neste espetro de cores, e apesar de existirem todo o ano, podemos ainda completar a nossa tela primaveril com ananás, laranja ou banana. Em paralisia cerebral é muito comum existirem dificuldades de mastigação e deglutição. Para contornar este problema, e não ser privado destes alimentos, pode triturá-­‐los e dar asas à sua imaginação, criando receitas saborosas, nutritivas e calorosas. Pode fazer batidos de fruta, papas de fruta natural e muito mais… Deixamos uma dica: •
“Frescura de frutas”: escolha 2 peças de fruta e triture-­‐as com uma varinha mágica ou no liquidificador. Sirva num copo/taça alto em camadas: comece por colocar meio iogurte, seguido de uma das frutas já triturada e repita o processo. Se quiser pode juntar canela, sementes de linhaça, aveia ou, até mesmo, bolacha maria triturada. Não deixe que a primavera seja efémera no seu prato, torne-­‐o colorido todos os dias… Estagiária de Nutrição: Joana Sampaio Sob orientação da Dra. Maria Antónia Campos