Release PT

Сomentários

Transcrição

Release PT
Rio H2K 2015 reúne o melhor da dança urbana mundial
de 31 de Maio a 7 de Junho nos melhores palcos da
cidade e na sede do festival, na Estação Leopoldina
Evento traz dançarinos e coreógrafos de Beyoncé, Rihanna e Justin
Bieber
Kenny Wormald, Bryan Tanaka, Willdabest, Steven Harper e as Cias de
Dança Kafig, Sébastien Ramirez, estão entre as atrações.
De 31 maio a 7 de junho, o Rio de Janeiro volta a ser a capital da dança urbana mundial. O
Rio Hip Hop Kemp (Rio H2K) cresceu e já é considerado um dos maiores festivais de street
dance do mundo. Agora em sua quinta edição, o evento acontecerá em vários palcos da
cidade (Theatro Municipal, Cidade das Artes, Teatro João Caetano, Imperator, Teatro
Cacilda Becker, Oi Futuro Ipanema e Centro de Movimento Deborah Colker), além da
Estação Leopoldina, onde acontecem a maior quantidade de atrações.
O Rio H2K, virou referência por trazer os melhores dançarinos e coreógrafos nacionais e
internacionais para um grande encontro com workshops, shows, bate-papos e as famosas
batalhas de dança, como hip hop, passinho e breaking com mais de 250 dançarinos e festas.
Durante 8 dias os mais importantes coreógrafos da dança urbana mundial vão participar de
uma programação especial.
Já estão confirmados importantes nomes como do ator e dançarino americano Kenny
Wormald, protagonista da reedição do filme “ Footloose” (Ritmo Louco, no Brasil) e do
dançarino Willdabeast – responsável pelo vídeo de dança mais visto no Youtube, com a
coreografia de Upgrade U, da Beyoncé, que possui mais de 50 milhões de visualizações na
internet. Shaun Evaristo, dançarino do ídolo teen Justin Bieber, que participou do evento no
ano passado, ficou encantado com a energia do público brasileiro e pediu para ser
convidado novamente em 2015.
Além deles, nomes que trabalham com Justin Timberlake, Britney Spears, Jennifer Lopez,
Lady Gaga, Mariah Carey, Madonna também estarão presentes no festival, que tem direção
de Miguel Colker e Bruno Bastos. “Num momento histórico onde todos os olhares estão
voltados para a cidade que vai realizar uma Olimpíada, é fundamental a realização de
movimentos urbanos que valorizem as linguagens da rua, onde as pessoas realmente se
encontram, e que conectam estas pessoas de diferentes regiões dentro desta
mesma‘cidade’”, afirma Miguel Colker.
A edição desse ano contará pela primeira vez com espetáculos de companhias de Danças
Urbanas consagradas que irão se apresentar nos maiores e mais importantes teatros da
cidade. A curadoria é assinada pelo renomado curador francês Guy Darmet, idealizador de
um dos maiores festivais de dança do mundo, a Bienalle de La Danse de Lyon, e criador da
Maison de la Danse. Guy Darmet é um dos grandes responsáveis pela Mostra de
Espetáculos, a principal novidade de 2015, que irá trazer para o Rio de Janeiro, de maneira
inédita, uma comitiva de artistas e companhias de diferentes países.
Para a grande premeire, no dia 2 de junho no Theatro Muncipal, teremos o espetáculo
“Agwa/Correria”, da renomada companhia francesa de hip hop, Käfig, de Lyon, dirigida pelo
coreógrafo francês Mourad Merzouki. A montagem, que é formada somente por bailarinos
brasileiros, será apresentada pela primeira vez no Brasil depois de percorrer mais de 100
cidades em 17 países.
Já durante a semana o evento vai abraçar a cidade. Juntas a Kafig, outras cinco companhias
de dança, nacionais e internacionais, farão oito apresentações nos mais importantes espaços
do Rio de Janeiro. A Cie Sébastien Ramirez é a responsável pelo encerramento da mostra,
com o espetáculo ”Borderline” no dia 7 de junho, na Cidade das Artes. Além da mostra
competitiva, os cariocas serão surpreendidos com algumas Intervenções Urbanas em vários
pontos da cidade como praças, ruas e até estações de metrô.
Segundo os organizadores o evento recebe um público variado de jovens que estudam
dança, que apostam nesse mercado para se profissionalizar ou querem simplesmente
aprender a dançar para trocar experiências e fazer novos amigos. "é uma mistura de
sotaques com gente de todos os estados brasileiros, e uma mistura de linguas também,
espanhol, ingles, francês, pessoas de todo o mundo… todos unidos pela dança urbana",
explica Miguel.
A programação das aulas é extensa e reúne estilos para todos os gostos e tribos: do hip hop
ao wacking, passando por curso intensivo com dançarinos dos astros pop internacional e
nacional, como a bailarina e coreógrafa brasileira da cantora Anitta, Arielle Macedo, que
coreografou sucessos como "Show das Poderosas", "Blá blá blá" e "Na batida".
Essas atividades serão divididas em dois locais: na Estação da Leopoldina, acontecem os
workshops, painéis, bate-papos, showcase, festas e as batalhas. As master classes se
concentram no Centro de Movimento Deborah Colker.
Mas engana-se que pensa que o público é composto só por profissionais da dança e
amadores. Quem gosta de apenas assistir ou tem interesse em aprender do zero também
pode participar do evento. Na Estação Leopoldina, uma das novidades é o Palco Start: um
espaço ainda mais democrático, onde reune diversos tipos de dança e gente de todas as
tribos. Segundo a produção é um novo palco para quem não sabe dançar e quer aprender os
primeiros passos e experimentar novos estilos de dança com aulas experimentais de Kuduro,
sapateado e passinho.
Outra novidade é o Rio H2Kids que vai realizar uma colônia de férias para crianças de 4 a 11
anos. As atividades contam com a parceria da Recria, responsável pela colônia de férias do
CMDC (Centro de Movimento Deborah Colker). O objetivo é criar um ambiente lúdico de
aprendizado e criação tendo como mola propulsora temas artísticos e estéticos oriundos da
Danças Urbanas.
Para a edição 2015, o festival continua com seu projeto social, realizando aulas gratuitas de
danças urbanas na comunidade do Caju, no Viaduto de Madureira, Complexo do Alemão e
Santa Marta para continuar disseminando sua cultura ao longo do ano e despertando o
interesse de novas pessoas para o movimento.
O festival também mantém uma agência de coreógrafos, a Rio H2K Agency e realiza
curadorias para outros eventos: em 2013 fez a curadoria da Mostra SESI X-Tudo Cultural e
realizou a direção do Palco Street Dance - Rock in Rio 2013 e Rock Street USA – Rock In Rio
USA 2015 em Las Vegas.
O Rio H2K, apresentado pelo Ministério da Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e
Secretaria Municipal de Cultura, é uma produção da Araucária Agencia Cultural e conta com
o patrocínio máster da GL Events. Tem também o patrocínio da Oi, Affero Lab,
Multiterminais, Governo do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual
de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e co-patrocinio das empresas Metrô Rio, O
Boticário, Technip e Delphos. É co-apresentado pela Fundação Cidade das Artes e tem apoio
da Tv Globo, Fundação BNP Paribás, Institut Français, Mercatto e Consulado Francês. Os
interessados podem comprar o passaporte para todo o festival ou ingresso para cada dia.
Também serão vendidas entradas separadas para quem quiser conferir somente as
batalhas. A programação completa, valores dos ingressos e outras informações do festival
estão no site: www.rioh2k.com.br
Vem dançar no Rio H2K!
PROGRAMAÇÃO E SERVIÇO
Workshops, batalhas, showcases (apresentações de grupos de dança), palestras e festas.
Programação completa: http://www.rioh2k.com.br/
Os ingressos variam de R$ 20,00 a R$ 220,00 pelo pacote completo.
MOSTRA DE ESPETÁCULOS:
31 de Maio - Mostra de Espetáculos (Projeto Trajetória)
Local: Theatro Municipal
Cia Na Batalha | Espetáculo Na Batalha
Horário: 11h30
Ingresso: R$ 10,00
Classificação livre
2 de Junho - Mostra de Espetáculos (Premier)
Local: Theatro Municipal
Cia Käfig | Espetáculo Agwa/Correria
Horário: 20h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
3 de Junho – Mostra de Espetáculos
Local: Teatro João Caetano
Grupo de Rua | Espetáculo H3 (ou CrackZ)
Horário: 21h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
4 de Junho - Mostra de Espetáculos
Local: Teatro Oi Futuro
Brahim Bouchelaghem | Espetáculo What Did You Say
Horário: 21h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
4 de Junho - Mostra de Espetáculos
Local: Teatro Imperator
Companhia Híbrida | Espetáculo Moto Sensível
Horário: 21h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
5 de Junho – Mostra de Espetáculos
Local: Cidade das Artes (Grande Sala)
Cie Kafig | Espetáculo Agwa/Correria
Horário: 21h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
6 de Junho – Mostra de Espetáculos
Local: Teatro Cacilda Becker
Companhia Híbrida | Espetáculo Olho Nu
Horário: 20h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
7 de Junho – Mostra de Espetáculos (Encerramento)
Local: Cidade das Artes (Grande Sala)
Cie Sébastien Ramirez | Espetáculo Borderline
Horário: 20h
Ingresso: R$ 20,00
Classificação livre
PROGRAMAÇÃO LEOPOLDINA
4 de Junho:
Aulas com Fatou Tera, Nobru, Kapela, Bryan Tanaka, Dream Team do Passinho e Anthony
Lee no palco principal e aulas com Steven Harper, Niki Tsappos, Fran
Manson , Kenny Wormald e Willdabeast no palco Start. Bate-papos e curtir as áreas de
entretenimento.
5 de Junho:
Aulas com Kite, FIlipi Escudine, Miguel Zarate, Fran Manson, Kenny Wormald e Willdabeast
no palco principal e aulas com Bryan Tanaka, Arielle, Manuel Kanza e Danilo no palco Start.
Bate-papos e curtir as áreas de entretenimento.
6 de Junho:
Aulas com Kapela, Storm, Jaja Vankova, Anthony Lee e Willdabeast no palco principal e aulas
com FIlipi Escudine, Steven Harper e Manuel Kanza no palco Start. Showcase e áreas de
entretenimento.
+
Festa oficial Rio H2K
DJ's: DJ Bruno X, DJ Will, DJ G
Show: Dream Team do Passinho
7 de Junho:
Aulas com Niki Tsappos, Fatou Tera, Jaja Vankova e Shaun Evaristo no palco principal e aulas
com Dream Team do Passinho e Storm no palco Start. Final das Batalhas e curtir as áreas de
entretenimento.
INGRESSOS ESTAÇÃO LEOPOLDINA:
Passaporte: 1 lote: R$ 220 - Incluído toda as atividades nos 4 dias da Estação Leopoldina
(Workshops; painéis e bate-papos; batalhas; showcase; área de entretenimento; faces by
Little Shao; Festa *Só será permitida a entrada de maiores de idade)
Ingressos dias avulsos Estação Leopoldina: R$ 110 a R$ 140
Ingressos só assistir batalhas ou showcase: R$ 20
INGRESSOS INTENSIVOS CENTRO DE MOVIMENTO DEBORAH COLKER:
04/05 - Funk Styles
Professores: Storm e Kite
Horário: de 11h às 14h
Preço: R$100,00
05/06 -Dancehall
Professores: Fatou Tera e Niki Tsappos
Horário: de 10h às 13h
Preço: R$110,00
06/06 - Masterclass com Bryan Tanaka
Horário: de 10h às 12h
Preço: R$100,00
06/06 - Femme
Professores: Arielle Macedo, Fran Manson e Miguel Zarate
Horário: de 10h às 14h30
Preço: R$110,00
07/06 - Masterclasses com Anthony Lee, Willdabeast
Horário: de 10h às 13h45
Preço: R$140,00
07/06 - Intensivo de House com Kapela e Edson Guiu
Horário: de 10h às 14h
Preço: R$110,00
LOCAIS DE REALIZAÇÃO
Estação Leopoldina
Av. Francisco Bicalho, s/n, Centro
Centro de Movimento Deborah Colker
Rua Benjamim Constant, 30, Glória, Rio de Janeiro.
Cidade das Artes
Av. das Américas, 5300 - Barra da Tijuca – RJ
Theatro Municipal do Rio de Janeiro
Praça Floriano, S/N - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20031-050, Brasil
Teatro João Caetano
Praça Tiradentes, s/n, Centro
Imperator - Centro Cultural João Nogueira
Rua Dias da Cruz, 170 F - Méier
Oi Futuro Ipanema
Rua Visconde de Pirajá, 63 – Ipanema
Teatro Cacilda Becker
Rua do Catete 338, Largo do Machado, RJ (Acesso ao palco facilitado para deficientes físicos.
Próximo a Estação Largo do Machado do Metrô)
ESPETÁCULOS
Na Batalha | Cia Na Batalha
Formada há um ano, a Cia de Dança NA BATALHA conta com 13 dançarinos de passinho,
linguagem coreográfica criada a partir de diversos ritmos brasileiros e internacionais. O
grupo é formado por jovens de 16 a 22 anos que transformaram o estilo de dança em uma
expressão social e cultural de juventude de periferia. Com moradores de várias regiões do
Rio de Janeiro, a Cia de Dança Na Batalha tem membros moradores desde a Cidade de Deus,
passando pelo Jacarezinho, até Campo Grande e Queimados, município da Baixada
Fluminense.
Agwa/Correria | Cia Käfig
Companhia de hip hop Käfig, de Lyon, dirigida pelo coreógrafo Francês RanMourad
Merzouki. Diferente dos demais grupos, todos os dançarinos são jovens, em torno dos 20
anos, autodidatas, que cresceram nas favelas. Segundo o diretor da companhia numa
entrevista, a razão para eles dançarem é que eles cresceram num ambiente difícil, e se
tornaram formas de fugir desta situação, e suas apresentações são fortes e chamam a
atenção. O diretor considerou o uso destes dançarinos em 2006, quando o diretor do
Biennale de la Dance de Lyon, Guy Darmet falou do talento deles após uma visita ao Brasil.
Com isto, ele incorporou este grupo de jovens na sua equipe. Agwa fez sua estreia em 2008
na Biennale de la Danse de Lyon, e desde lá o grupo ganhou notoriedade, apresentando-se
em muitos locais na França, incluindo o Theatre National de Chaillot, em Paris. Ele queria um
tema universal, que saísse do estereótipo do samba e futebol. No Agwa, os dançarinos usam
copos plásticos transparentes, com movimentos fluentes, algumas vezes com conjuntos de
11 copos, acompanhando o ritmo da percussão. Eles fazem um conjunto de outras
manobras. No Correria, é como estivessem no cotidiano de suas vidas, envolvendo
movimentos acrobáticos e dinâmicos, mostrando não só o talento dos artistas como suas
capacidades físicas. Algumas coisas que o diretor aprendeu em Lyon quando criança em
atividades circenses estão presentes, e já as apresentou na televisão. Ele vê uma
similaridade entre os movimentos acrobáticos com o hip-hop, criado pelos afro-americanos
nos Estados Unidos nos anos setenta, que chegaram à França nos anos oitenta. A companhia
com o nome Käfig, que significa gaiola em Arábico, já apresentou deste então mais de 1.000
espetáculos em 250 cidades em todo o mundo.
(RELEASE DO ESPETÁCULO H3 (ou CrackZ))
What Did You Say | Brahim Bouchelaghem
Qual é o conceito por trás "what did you say?" O próprio Brahim Bouchelaghem explica:
“Tudo começou com uma reunião com Carolyn Carlson, em 2007, a primeira vez que eu
apresentei o meu trabalho para ela foi durante uma performance que o National
Choreagrpahic Center de Roubaix tinha proposto. Carolyn ficou tocada pelo meu trabalho, o
meu mundo e minha linguagem corporal. Ela imediatamente me chamou: o poeta
dançarino. Perguntei a mim mesmo esta pergunta: por que ela me chamou de poeta
dançarino? Isto, naturalmente, levou-me a poesia .... Como Carolyn é também uma poeta
(ela já escreveu vários livros), eu tive a idéia de pedir a ela para me descrever através de sua
poesia, a fim de criar um novo solo. Ela propôs algo em cima do conceito do vento, quatro
poemas sobre quatro temas: natureza, amor, cósmos e misticismo. Então, eu criei meu solo
em torno da poesia e da minha viagem pessoal de uma certa abstração. Para este solo, o
meu trabalho é abstrato. Em minhas outras obras, sempre fui inspirado por histórias como
Zahrbat, que é uma homenagem ao meu pai, emigrante da Argélia, jogador de póquer,
morto quando eu tinha 9 anos. Este novo trabalho solo é mais abstrato, mas, no entanto, ele
fala sobre mim, minha jornada pessoal e a evolução da minha dança que é sempre baseada
na linguagem do hip-hop. É também uma reflexão sobre a interpretação.”
Moto Sensível | Companhia Híbrida
Nesta segunda parte da trilogia iniciada com o espetáculo Estéreos Tipos, que tem como
tema "Hip Hop e Fragilidade", três pontos formaram e aprofundaram a base da pesquisa
para a cena. O uso do gesto na cultura Hip Hop; a repetição como base para transformação/
corrupção de certos signos; a busca por outras formas de composição coreográfica para
esta linguagem.
Além, uma inquietação: como utilizar estes pontos para aguçar a percepção do espectador,
oferecendo outros ângulos de visão, sugerindo sensações, e quem sabe, provocando outros
estados naquele que vê/interfere com o olhar.
Através de processo colaborativo, da mescla de impressões e histórias dos próprios
intérpretes às composições de movimento, esta obra também se pretende uma lente de
aumento direcionada ao dançarino de rua, na beleza de sua movimentação, na força e
energia de um corpo vigoroso e "sem limites".
A repetição que busca a subversão, a transformação que busca aproximação, uma
construção que busca atingir o espectador em outros sentidos, são questões que interferem
nesta obra. Na sua essência, porém, permanecem e se aprofundam as discussões sobre
mercado, cultura e filosofia no Hip Hop, apontadas no primeiro trabalho.
Olho Nu | Companhia Híbrida
Terceira e última parte da trilogia que discute Hip Hop e fragilidade, Olho Nu não se
pretende um fechamento. Ao contrário, essa nova pesquisa trouxe muitas questões, entre
elas, uma que se impôs de modo fundamental: Que idéias já foram esgotadas nesse
processo, e quais necessitam de continuidade?
Ainda como mote, o desejo de desnudar o dançarino de rua, ressaltando as fragilidades
deste corpo potente, e ao mesmo tempo, revelar todo o potencial criativo existente por trás
destas fragilidades.
Uma vez mais, a repetição que busca transformação. Uma vez mais, a busca por formas de
composição que extrapolem o lugar comum dessa técnica. Uma vez mais, alimentar a
reflexão sobre este corpo que se atém no papel de entreter e atender expectativas daquele
que assiste. Uma vez mais, oferecer ao expectador um olhar diverso e aproximado do
universo Hip Hop e de sua dança. E nesse caminho, seguir acompanhado/assombrado pela
pergunta: Como abordar de modo diferente as mesmas questões?
Borderline | Cia Sebastien Ramirez
Com Borderline, o coreógrafo Sebastian Ramirez e Honji Wang decidiram se livrar da última
fronteira do corpo: a gravidade. Inspirado por suas biografias e os de seus pais, os bailarinos
vão escrever o seu presente, as suas próprias fronteiras e enfrentar os seus limites de
gravidade, emoção e transcendência, no limite entre dança e efeitos especiais. Sebastian
Ramirez, dançarino do estilo de hip hop: break dance, estabeleceu-se no mundo da dança
com a sua própria linguagem de dança. Honji Wang vem de uma cultura alemã e coreana
com uma dupla formação artística, no clássico e hip hop. Borderline possui solos, duetos,
movimentos de grupos estão ligados, pontuada por pequenos momentos de drama,
apoiadas por uma trilha sonora perfeitamente esculpido por Jean-Philippe Barrios. Tudo faz
sentido, tudo dança; andar, falar, respirar e viver com segurança. É um compromisso total
de corpo, mente, físico, estético e poético que estamos compartilhando essas experiências
com talentosos dançarinos.
COREÓGRAFOS / WORKSHOPS:
Anthony Lee
Nascido na cidade de Orange County, na Caliórnia, EUA, Anthony Lee descobriu seu amor
pela dança ainda enquanto era estudante de faculdade. Após decidir seguir sua paixão, Lee
ajudou a fundar o The Kinjaz, um grupo performático, baseado em Los Angeles, que combina
música e danças urbanas como uma forma de contar histórias. Atualmente, Lee trabalhada
com a Culture Shock Los Angeles, uma organização de dança sem fins lucrativos.
https://www.youtube.com/watch?v=nw19HLxUT3E
Miguel Zarate
Miguel Zarate já trabalhou ao lado de ícones como Lady Gaga, Britney Spears, Rihanna,
Miley Cyrus, Pussy Cat Dolls, entre outros. Miguel é um dos coreógrafos dos programas
America´s Got Talent e The X Factor, ao lado do renomado coreógrafo Brian Friedman.
Miguel tem uma das suas maiores inspirações em seu amor por moda Avant Garde.
Storm
Storm começou a dançar ainda quando criança, mas passou a levar a serio as danças
Bboying, Popping e Locking aos 14 anos de idade. Sua primeira turnê foi com “Bravo
Breakdancesensation 84”. Logo após, a moda do breakdance passou. Porém, ele não parou
de estudar estes estilos e se conectou com outros Bboys, criando e produzindo dança mesmo
enquanto o Breakin’ era considerado obsoleto.
Storm desenvolveu seu próprio método de
didática o qual se baseia nos conceitos originais dos estilos Locking, Popping e
Bboying.
Atualmente está trabalhando em cima de um livro, previsto para ser finalizado em
2016. O livro terá informações a respeito da arte de interpretação e a experiência artística e
cultural do Breaking. O título do livro será “The Manual” (“O manual” em tradução livre).
https://www.youtube.com/watch?v=mTeNXfRjjco
Kapela
Kapela é membro do grupo Serial Stepperz e Wanted Posse. É especializado em Top Rock e
House Dance, que estão associados a sua agilidade.
Em 1999, começou a dançar Break
Dance e percebeu que tinha um ponto alto: sua musicalidade o ajudava a ser notado em
batalhas de Top Rock/Footwork como em 1000 for 100 Underground Paris, Street Star
Sweden, Russia Black Sea Contest.
Em 2004, entrou para a International Academy of Dance
(AID)onde durante três anos pode se enriquecer artística e tecnicamente.
Com toda essa
experiência, Kapela inova e impõe seus estilos misturando Footworks e steps.
Campeão e
jurado de muitos eventos prestigiados mundialmente, Kapela é sem dúvidas um dos
“Outsiders French”.
Internacionalmente reconhecido, tem sua reputação bem estabelecida,
porém o melhor ainda está por vir.
https://www.youtube.com/watch?v=a3fwMMCw9sQ
Kenny Wormald
Kenny Wormald é originalmente de Boston, MA, EUA, e se mudou para Los Angeles em 2002.
Kenny já trabalhou com artistas como Justin Timberlake, Chris Brown, Mariah Carey,
Madonna, Britney Spears, Janet Jackson, Jennifer Lopez e outros mais. Kenny participou do
seriado da MTV ‘Dance Life’, e então conseguiu o papel de ator principal do filme ‘Center
Stage 2’ (Sob a Luz da Fama: O Poder da Paixão, no Brasil). Logo após focar mais em atuar,
ele conseguiu um papel na reedição do filme ‘Footloose’ (Ritmo Louco, no Brasil) da
Paramount em 2011. Desde então Kenny atuou em diversos filmes como ‘Kid Cannabis,
‘Cavemen’, ‘By the Gun’, ‘The Living’, a e mais recentemente em ‘Love and Mercy’, um filme
sobre Brian Wilson e os Beach Boys, no papel de Dennis Wilson, que será lançado em 2015.
Kenny continua a ministrar workshops pelo mundo. Ele tem dado cursos na Itália, Alemanha,
França, Inglaterra, Austrália, Islândia, Suíça, Canada e também por todo os território dos
Estados Unidos. Ele ama compartilhar sem conhecimento e experiências com a nova geração
de dançarinos.
https://www.youtube.com/watch?v=idQeeq5Ri2Y
Willdabeast
Willdabeast é dono do video de dança mais visto no Youtube. Seu vídeo com a coreografia
de Upgrade U da Beyoncé possui mais de 50 milhões de visualizações na internet. Contanto
todos os seus vídeos, o perfil de Willdabeast já contabiliza mais de 100 milhões de
visualizações no Youtube. Will também já trabalhou com Usher, Madonna, Black Eyed Peas, T
Pain, Jason Derulo, entre outros.
https://www.youtube.com/watch?v=d3y17D_K9Zw
Bryan Tanaka
Bryan Tanaka, coreógrafo e dançarino de estrelas internacionais como Beyoncé, Rihanna,
Jennifer Lopez, Madonna, Lady Gaga, entre outros. Bryan já se apresentou nas maiores
premiações da música como Grammy, MTV Video Music Awards, European Music Awards.
Foi indicado para o prêmio de melhor coreografia para o MTV Video Music Awards de 2010
por "Video Phone". Nesta mesma premiação se apresentou com Usher. Além de coreógrafo e
dançarino, Bryan também atua como modelo e ator, tendo já realizado campanhas
publicitárias para a Nike, Pepsi, McDonalds, Old Navy e iPod. É um dos mais requisitados
profissionais de dança Hip Hop do mundo e instrutor do famoso Milennium Dance Complex
em Los Angeles.
Ainda tem 2014, Bryan foi o diretor artístico e coreógrafo do Nike Maxim Awards que
aconteceu na sede da empresa em Portland. Também se apresentou com Madonna nas
premiações do Grammy e Brit Music Awards em 2015.
https://www.youtube.com/watch?v=rSQIW0L5Mqo
Fatou Tera
Fatou Tera é professora de Ragga, fundadora do Studio MRG, uma das escolas mais
prestigiadas de Paris e também criadora do Grupo Sènsuafro. Fatou uniu suas origens
africanas com as danças Jamaicanas, sua dinâmica coreográfica é cheia de atitude e
sensualidade. Após dar aulas na Itália, Alemanha, Rússia, Polônia, Argentina, Martinica,
Taiwan e por toda a França, seu profissionalismo é incontestável. Suas aulas são repletas de
sentimento e seu bom humor, além de ser cheia de alegria e dinâmica para sua diversão.
https://www.youtube.com/watch?v=f4YFWGoDYPs
Arielle Macedo
Sócia e Diretora do Espaço Attitude, a bailarina é coreógrafa da Anitta . Coreografou hits
como " Show das Poderosas ", " Blá blá blá ", "Na batida", em turnê nacional com o Show "
Meu Lugar", shows em Orlando, Madri, Barcelona e Portugal. Participou do concurso Batalha
no Salto Tv Xuxa e outros programas como Faustão , Mais Você, Caldeirão do Huck, Encontro
, Altas Horas , Raul Gil , Legendários, entre outros . Integrou o ballet do Kanye West no SWU
São Paulo, gravou o DVD de 15 anos do Buchecha. Coreografou a música " Into The Nigtht "
para o filme americano " Breaking Through".
https://www.youtube.com/watch?v=0y-pv1pzxfM
Manuel Kanza
Manuel Kanza foi vencedor do concurso Bounce em Angola, na primeira edição de 2008. É
dançarino e Coreografo de Kuduro, Afro House, Popping e Crakanza (dança contemporânea).
Ganhou uma bolsa de estudo para Brasil – Rio de janeiro em 2012 como melhor bailarino e
coreógrafo em Angola. Kanza mistura muitas danças tradicionais da África em suas aulas.
Além de dar aulas, também leciona palestras sobre as danças de Angola e como evoluíram.
Manuel já teve a oportunidade de se apresentar na Companhia Alvin Ailey em Nova York.
https://www.youtube.com/watch?v=Y319qCXxPRs
Fran Manson
Fran Manson tem 28 anos e dança há 21. Passou pelo balé clássico, jazz, contemporâneo,
dança afro e ginástica rítmica até se aprofundar nas danças urbanas no ano de 2005. Seus
estilos de maiores estudos nessa área são o Hip Hop Dance, Vogue e Waacking. Diretora de
grupos de danças urbanas da cidade de Bauru, coreógrafa e bailarina, já ganhou primeiros
lugares em batalhas de Hip Hop Dance e Waacking, sendo em dois momentos julgada por
importantes nomes internacionais destas danças, como Bobby Milleage e Aus Ninja. Faz
parte da I.H.O.W (Imperial House of Waacking) do Brasil, fundada por Tyrone Proctor,
pioneiro desta dança. No estilo Vogue, foi uma das primeiras a praticar e disseminar esta
dança no Brasil. Na televisão foi semifinalista dos programas "Qual é o seu talento?( SBT),
"Se ela dança, eu danço" (SBT), "Astros" ( SBT), "Programa Silvio Santos" (SBT) e foi jurada
em todos os quadros da "Batalha no salto", no TV Xuxa da Rede Globo. Se apresentou ao
lado da cantora Cláudia Leite no programa "Show da virada" da Rede Globo. No ano de 2013
foi para a Grande Final do concurso de Danças Urbanas realizado no "Rock in Rio". Em 2014
foi campeã do Festival de Dança nas escolas realizado pela empresa Coca-Cola e foi indicada
a melhor bailarina do Festival de Dança de Joinville. Além destes trabalhos concilia os shows
como Beyonce Cover, sendo considerada por muitos fãs da diva, a Cover Oficial.
https://www.youtube.com/watch?v=gWLb4DJlkA8
Niki Tsappos
Niki encontrou a dança muito jovem e encontra sua inspiração e fundamentos dentro da
cultura hip hop. Niki é uma figura bem conhecida na cena de batalhas, el representa
constantemente a Suécia em eventos de dança internacionais. Ela frequentemente viaja para
compartilhar sua visão e movimento através de workshops, performances, palestras,
batalhas. Ela é a vencedora do Juste Debout 2010 (Paris), WDC 2010 (Japão), SDK HipHop 0910-11 (República Checa), Fresh Battle 2014 (Japão), Just Play 2015 (China) apenas para
mencionar alguns. Niki também organiza eventos de dança e de música na Suécia como
Scandinavian SuperJam, Pump up the Battle Tour, We're Jamming e assim por diante.
Recentemente, Niki estendeu sua arte a partir da pista de dança para o microfone. No mic
ela atende pelo nome de Niki Awandee.
https://www.youtube.com/watch?v=-WCEYQBIaq8
Kite
Kite é um dos maiores e mais respeitados Poppers da cena atual. Campeão dos maiores
eventos de batalha do mundo como Juste Debout (França), Street Dance Kemp (República
Tcheca), UK B-boy Championship (Japão), entre outros, Kite faz parte da crew Former Action.
Kite também foi um dos personagens principais no filme "STREET DANCE II 3D".
https://www.youtube.com/watch?v=nqQ8r3Hp7Es
Nobru Xstyle
Dançarino desde o ano de 1998, atualmente mora em Praga (onde reside ha 8 anos) onde
teve a oportunidade de trabalhar com alguns dos maiores nomes do cenário mundial dentro
do Hip Hop. Fundador, coreógrafo e diretor do Xstyle D.C. Atualmente diretor e coreografo
do Xstyle Europe. Co-coreografo do grupo Out Of Bounds tendo vencido duas vezes o
nacional da Rep.Tcheca, sendo melhor grupo do ano e semifinalista de Tcheco e Eslováquia
Got Talent entre outras conquistas. Estudioso do estilo locking, sendo vencedor de muitas
batalhas no exterior, representou o Brasil no SDK, como professor e levando o Xstye para
Final Mundial de Batalha de crews, onde ficaram no top 4 ,por 2 anos. Ministrou workshops
e fez shows por diversos paises tais como: Espanha, Italia, Holanda, Portugal, Servia,
Polonia,Eslovaquia. Coreografou diversos artistas e comerciais de Yahoo, X-Factor,
Playstation, IBM, Coca Cola, entre outros.
https://www.youtube.com/watch?v=8Qul1APGB3U&app=desktop
Shaun Evaristo
O background de Shaun Evaristo na dança antes de criar a Movement Lifestyle tem sido uma
jornada de trabalhos entre a comunidade da Dança. Coreógrafo de alguns dos maiores
programas de TV dos Estados Unidos, como “So You Think You Can Dance” e “American Idol”.
Já dançou para Will I aM e fez parte da última turnê mundial com o cantor Justin Bieber.
Shaun começou a viajar para ensinar quando tinha somente 18 anos e até hoje continua seu
compartilhando seu talento em alguns dos maiores dance camps do mundo. Mais
recentemente, ele colaborou com o consulado dos Estados Unidos para falar com aspirantes
a dançarinos em uma base internacional e está expandindo seu trabalho com o governo para
continuar a difundir o conhecimento e paixão da dança.
https://www.youtube.com/watch?v=0cqf_aj05hY
Steven Harper
Steven Harper, professor, bailarino, coreografo e produtor de nacionalidade norteamericana, reside no Rio de Janeiro desde 1991. Conhecido como sapateador, expande na
verdade seu trabalho pelos diversos territórios artísticos envolvendo o ritmo, a percussão
corporal e “a musica do corpo” em geral. Apresentou espetáculos e ministrou workshops em
11 países da América do Norte Europa e América Latina. Dançou em eventos de grande
repercussão, como no Festival de Jazz de Montreux (2000), o Festival Back 2 Black (2009,
com a cantora Mart’nália), o desfile de carnaval do Rio de Janeiro (2011, coreografando um
carro alegórico com 40 sapateadores para o Salgueiro), o festival Rock in Rio (2011, palco
Rock Street) e Rock in Rio-Lisboa (2012). Criou diversos espetáculos, apresentados nos
quatro cantos do Brasil, como, Jungle Tap (com o contrabaixista Bruce Henri, 1996-2010), Zus
Catatrus (com o baterista Robertinho Silva), Jimmy (com a bailarina e sapateadora Adriana
Salomão), Tririmbau (com o percussionista Carlos Negreiros) e, o mais recente, Saguibatú
(com Adriana Salomão e os músicos Mark Lambert, Jimmy Duchowny e Pedro Aune).
Filipi Escudine
Atualmente, desenvolve um projeto voltado ao direcionamento artístico para dançarinos.
Professor Residente do núcleo From the Block no Rio de Janeiro. Fez turnê com o GRN
(Grupo de Rua), uma das companhias mais conceituadas do mundo. Se apresentou nos
principais teatros em diversos países como Estados Unidos, Japão, França e Canadá além de
lecionar workshops em muitos destes. Coreografou campanhas publicitárias de grandes
marcas como Adidas, Nike, Samsung, Reebok, Heinikken e etc. Dançou com artistas
renomados nacionais e internacios como Ludimila, Valesca Popozuda, Xuxa, Turbo double T.
(EUA), Celeste Bukinnham (UK), Ben Cristivao (Rep.Theca) e etc.
Filipi Ursão
Coreógrafo e apresentador do Rock in Rio/Palco Street Dance 2013. Ministrou Workshops
pelo Brasil, Argentina e República Tcheca onde foi convidado a dar aulas juntamente com os
maiores nomes da atualidade no Hip Hop Meeting e Street Dance Kemp 2008, maior evento
de crews do mundo, obtendo o 3º lugar com a Xstyle Crew. Além de ser o apresentador
residente do Festival, Ursão também dará workshop na Estação Leopoldina. Atualmente,
Filipi Moura Ursao é um dos grandes nomes do cenário nacional e faz parte do Rio H2K
Agency que será lançada durante o Festival.
TEMAS DOS WORKSHOPS:
Hip-Hop Dança desenvolvida em Festas da Cultura Hip Hop, em Nova Iorque. Hip Hop Dance
é a utilização das danças sociais urbanas na música hip hop com influências de danças mais
antigas como Popping e Locking.
House
Criado no meio da década de 80 em festas de House Music e Hip-Hop, nos clubes de Nova
Iorque, com influências de sapateado, capoeira, salsa e outras danças. Essa dança é formada
por uma série de influencias que vem de outras danças e outras manifestações culturais
devido a mutiplicidade cultural existente nos bairros pobres norte americanos.
Locking
Anos 70. Soul Train. James Brown e Funky Music. Don Campbell. “The Lockers” foi o grupo no
qual expandiu a dança para o mundo. Eles ficaram muito famosos na América e
influenciaram todos com um estilo diferenciado de todos os outros da época.
Popping
Anos 80. O grupo responsável pela criação dos estilos conhecidos mundialmente como
popping e boogaloo são os “Electric Boogaloos”. Caracterizado por sua técnica de contração
muscular unido ao “feeling” do funky. Robotting, Waving, Tutting são exemplos de danças
agregadas ao popping.
Breaking
Final da década de 60. Um dos pilares da cultura Hip-Hop junto com MC, DJ e Grafitti.
Dancehall
Influenciado por músicas e passos de dança da cultura afro-jamaicana. É o espírito das
danças jamaicanas no ritmo do Dancehall.
Wacking
O Wacking é uma das diversas ramificações da Street Dance, com movimentos femininos.
Esse estilo foi desenvolvido pela comunidade gay, dentro dos conceitos do Locking, um estilo
de dança funky.
Passinho
O passinho é uma mistura de referências de vários tipos de dança. Há influências dos
movimentos do hip-hop, balé clássico, stiletto, contorcionismo, mímica, capoeira, frevo,
kuduro e até de performance teatral. Todos unidos à marcação de passos em duas
contagens, como é característico ao funk. O passinho surgiu há mais de 10 anos nas
comunidades cariocas.
MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O RIO H2K, ATRAÇÕES E ESTILOS DE DANÇA:
SITE OFICIAL: http://www.rioh2k.com.br/
PROJETOS SOCIAIS RIO H2K: http://www.rioh2k.com.br/projeto-social
FACEBOOK: https://www.facebook.com/rioh2k
VIDEO CASE: http://www.youtube.com/watch?v=rm2aWO1znPY
ASSESSORIA DE IMPRENSA:
Will marketing comunicação e produção
Luiz Menna Barreto | Leandro Cavalcante | Alberto Bardawil
21 99872-5534 (Luiz Menna)
21 99628-7718 (Leandro Cavalcante)
21 99328-9893 (Alberto Bardawil)

Documentos relacionados

Rio H2K 2014 reúne o melhor da dança urbana Mundial de 18 a 21

Rio H2K 2014 reúne o melhor da dança urbana Mundial de 18 a 21 conscientização da educação ambiental em torno da sociedade, explica Bruno. As atividades serão divididas em dois locais: na Estação da Leopoldina, acontecem os workshops, painéis, bate-papos, fest...

Leia mais