ABC tem queda de 47% nos casos de dengue

Сomentários

Transcrição

ABC tem queda de 47% nos casos de dengue
Stalone volta aos
cinemas em ‘Rocky’
e Brad Pitt em
‘A Grande Aposta’
cultura
Página 6
Diadema Jornal
cidade
Sábado e Domingo
16 e 17 de janeiro
de 2016
Ano 53 l Nº 4830
Páginas 2
ABC tem queda
de 47% nos
casos de dengue
Dados são referentes aos primeiros sete dias do ano
A
Sala de Situação Regional para o Combate ao
Mosquito da Dengue, coordenada pelo Grupo de
Trabalho Saúde do Consórcio Intermunicipal do ABC,
fechou esta semana o balanço dos casos suspeitos
da doença na região com números positivos para os
primeiros sete dias do ano. Os dados mostram queda
de 47% na quantidade de pacientes com suspeita de
dengue em relação a 2015.
economia
Página 5
Dicas ajudam a combater
a inflação no dia a dia
Cidade terá mutirões contra
Aedes aegypti em todas as regiões
Páginas 2
2 - cidade
Sábado e Domingo, 16 e 17 de janeiro de 2016
Diadema Jornal
Balanço aponta redução de casos
suspeitos de dengue no ABC
Comparação com
números registrados em
2015 apresenta queda de
aproximadamente 47%
REPORTAGEM LOCAL
[email protected]
A Sala de Situação Regional para o Combate
ao Mosquito da Dengue,
criada em dezembro pelo
Consórcio Intermunicipal do ABC e coordenada
pelo Grupo de Trabalho
Saúde da entidade, fechou esta semana o balanço dos casos suspeitos
da doença na região com
números positivos para
os primeiros sete dias do
ano. Os dados coletados
com as sete cidades e já
repassados ao Grupo de
Vigilância Epidemiológica (GVE7), da Secretaria de Estado da Saúde,
mostram queda à quase
metade no número de
pacientes com suspeita
de dengue (47%).
O coordenador do GT
Saúde do Consórcio e secretário de Saúde de Santo André, Homero Nepomuceno
Duarte, avalia com cautela
o panorama inicial detectado. “Já passamos a primeira
semana epidemiológica do
ano, que considera o período comparativo de 1 a 7 de
janeiro de cada ano. tivemos
um número menor de suspeitos em comparação ao
ano passado. Sabemos, por
informações de outros mu-
Diadema Jornal
nicípios, que há cidades em
que ocorreu justamente o
inverso, com maior número
de casos este ano, mas não
podemos reduzir a mobilização, pois a dengue é explosiva e deve ser combatida
diariamente”, afirma.
Na análise por cidade, o
município com maior número de casos suspeitos em
2015, São Bernardo apresentou queda de 70% em
relação a 2016 (de 70 para
21 casos), seguido por Diadema, onde a redução foi de
48% (de 46 para 24 casos).
Instituída para acompanhamento da situação
no ABC e planejamento
das ações de mobilização
contra o Aedes aegypti na
região, a Sala de Situação
Regional se reúne semanalmente com a coordenação do GT Saúde e alimenta as decisões do Consórcio
como parte da Campanha
Regional de Combate ao
Mosquito da Dengue.
Além de campanha
publicitária e divulgação
pelas redes sociais, estão
previstas mobilizações de
impacto nas divisas das
sete cidades, para conscientização da população
sobre a importância da eliminação dos criadouros do
mosquito transmissor da
dengue, zika vírus e febre
chikungunya.
Diadema terá mutirões contra
Aedes aegypti em toda a cidade
O prefeito de Diadema,
Lauro Michels, e o secretário da Saúde, José Augusto
da Silva Ramos, estarão
presentes na cerimônia
de lançamento da nova
ação de combate ao Aedes
aegypti, na segunda-feira
(18), a partir das 8h, em
frente à UBS Promissão
(rua Prudente de Morais,
300 – Promissão).
Com o slogan “Eu protejo minha família – Aqui
em casa o mosquito não
nasce”, a ação pretende
sensibilizar os moradores
para colaborar na extinção
do mosquito transmissor
Diretoria
Elidio Capel
Alicio Capel
Editor Responsável Diretor Comercial
da dengue, da febre chikungunya e do zika vírus.
Até 28 de janeiro, a prefeitura de Diadema realizará mutirões para orientar a
população. Uma pré-ação foi
realizada na última semana
nos bairros atendidos pelas
Unidades Básicas de Saúde
(UBS) São José, Nova Conquista e Piraporinha.
Durante o mutirão, os
agentes percorrerão os
bairros atendidos para visitar os imóveis, entregando
folhetos com as tarefas diárias e semanais para evitar
a presença do mosquito.
(Reportagem Local)
Propriedade do
GRUPO ABCD DE JORNAIS LTDA.
CNPJ Nº 59.161.521/0001-73 Registro de Empresa Jornalística em
Brasília sob nº 0561
SEDE: Av. Alda, 549 - Centro Diadema - SP
Caixa Postal: 246 - CEP: 09910-170
Fone/Fax: (0xx11) 4057-9000.
Comparativos de casos suspeitos de dengue
PRIMEIRA SEMANA EPIDEMIOLÓGICA – 1 A 7/1 – 2015/2016
Município
2015
2016
Diadema
46
24
Mauá
7
7
Ribeirão Pires
4
11
Rio Grande da Serra
0
0
Santo André
22
18
São Bernardo do Campo
70
21
São Caetano do Sul
4
0
TOTAL
153
81
Fonte: Dados dos municípios / Grupo de Vigilância Epidemiológica – Região do ABC (GVE 7),
da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.
O restaurante mais simpático da cidade
Almoço Executivo
COMPLETO
DE SEGUNDA À SEXTA TRÊS OPÇÕES DE
PRATOS RÁPIDOS ACOMPANHADOS DE
BUFFET DE SALADA E SUCO NATURAL
Servimos Marmitex
Estamos cadastrando empresas para
entrega de marmitex.
Cardápio variado toda semana.
Fone:
4057-1773
4044-7444
Rua Graciosa, 141
Centro - Diadema
site - www.diademajornal.com.br
E-mail: [email protected]
Circulação: Sábados e Domingos em
Diadema e São Bernardo do Campo
*DIADEMA JORNAL encontra-se registrado no Instituto Nacional da
Propriedade Industrial sob nº 790.128.578, bem como no 2º Cartório
de Títulos e Documentos de Diadema sob nº 3.
Fundação: 24/01/1963.
Diadema Jornal
Sábado e Domingo, 16 e 17 de Janeiro de 2016
3
4 - cidade
Sábado e Domingo, 16 e 17 de janeiro de 2016
Diadema Jornal
Zika e gravidez: tire dúvidas sobre a
relação entre o vírus e a microcefalia
Apenas uma em
cada quatro pessoas
apresentam sintomas
de infecção por zika
No fim do ano passado, o Ministério da Saúde estabeleceu a relação
entre o aumento da microcefalia no Nordeste
do país e a infecção pelo
vírus Zika. Essa associação levou a Organização
Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial
da Saúde (OPAS/OMS) a
emitir um alerta epidemiológico, atualizando
as recomendações sobre
a vigilância do vírus.
As autoridades de saúde brasileiras, com apoio da
OPAS/OMS, estão investigando o efeito que o Zika
poderia ter sobre os fetos.
Confira abaixo respostas às
principais dúvidas sobre o
vírus Zika e microcefalia elaboradas pela OPAS/OMS:
1. Como o vírus Zika
afeta grávidas e fetos?
As grávidas têm o mesmo risco que o resto da população de serem infectadas com o vírus Zika, que é
transmitido pela picada de
um mosquito contaminado.
Apenas uma em cada quatro pessoas apresentam sintomas de infecção por zika e,
entre as que são afetadas, a
doença é geralmente leve.
Os sintomas mais comuns são febre e exantema
(erupção cutânea ou urticária), muitas vezes acompanhados por conjuntivite,
dores musculares ou nas
articulações, com um malestar que começa entre dois
e sete dias após a picada de
Arquivo/Tânia Rêgo/Agência Brasil
um mosquito infectado.
Atualmente, está sendo
investigado qual o efeito
que esse vírus poderia ter
sobre os fetos. No dia 28 de
novembro de 2015, o Ministério da Saúde do Brasil
estabeleceu a relação entre o
aumento de microcefalia no
Nordeste do país e a infecção
por zika. Segundo a análise
preliminar de investigação
por parte das autoridades
brasileiras, provavelmente
o maior risco de aparição
de microcefalia e malformações está associado à infecção no primeiro trimestre
da gravidez.
2. Existe tratamento
para o Zika?
Não há vacina ou tratamento específico para a
infecção por Zika. Por isso,
o tratamento consiste em
aliviar os sintomas, inclusive
para as grávidas,. A OPAS/
OMS recomenda às gestantes que façam as consultas
pré-natais para receberem
informação e serem acompanhadas.
3. O que se recomenda
às gestantes que estão em
áreas onde circula o Zika?
Todas as pessoas, incluindo grávidas e mulheres em idade reprodutiva,
devem evitar a exposição a
picadas de mosquito, por
exemplo, usando roupas que
cubram a pele (mangas compridas) e mosquiteiros tratados com inseticida, além
dos repelentes indicados
pelas autoridades de saúde
(que devem ser utilizados,
conforme as orientações do
rótulo). Em cada residência
e seus arredores, é muito
importante buscar possíveis fontes de criadouros do
mosquito e eliminá-los.
4. Gestantes podem
viajar para uma área com
circulação de Zika?
Antes de viajar, a grávida
deve consultar o seu médico
para aconselhamento sobre
qual ação tomar. O principal
é evitar picadas de mosquito para prevenir a infecção
por Zika, dengue ou chikungunya. Nesse sentido,
as gestantes e mulheres em
idade reprodutiva devem seguir as mesmas recomendações para todos os viajantes:
- cobrir a pele exposta
com mangas compridas, calças e chapéus;
- usar repelentes recomendados pelas autoridades de saúde;
- ao dormir, tentar se
proteger com mosquiteiros;
- buscar possíveis focos
de criadouros do mosquito e
eliminá-los.
5. O que se recomenda
para mulheres em idade
reprodutiva em relação
a gravidezes futuras nas
áreas onde circula o vírus?
A OPAS/OMS recomenda que tomem as medidas
preventivas necessárias para
evitar picadas de mosquitos.
6. Pode ser transmitido
de mãe para filho?
As informações sobre
a transmissão de mãe para
filho durante a gravidez ou
no momento do nascimento
são muito limitadas. A transmissão perinatal tem sido
relatada com vírus transmitidos por vetores, como
dengue e chikungunya. No
momento, estão em curso
estudos sobre a possível
transmissão do vírus da
mãe para o bebê e seus possíveis efeitos sobre a criança.
Autoridades de saúde brasileirasinvestigam atualmente
o efeito que o vírus Zika poderia ter sobre os fetos
7. O Zika pode causar
defeitos congênitos, como
microcefalia?
Em alguns estados do
Brasil onde o Zika circulou
alguns meses atrás foi notificado um aumento de casos
de recém-nascidos com microcefalia muito superior ao
registrado em anos anteriores. De acordo com a análise
preliminar da investigação
realizada pelas autoridades
brasileiras, provavelmente o
risco de aparição de microcefalia e malformações estaria
associado com a infecção
no primeiro trimestre da
gravidez. As autoridades de
saúde, com apoio da OPAS
e outras agências, estão realizando investigações que
buscam esclarecer a causa,
os fatores de risco e as consequências da microcefalia.
8. O que é microcefalia
congênita?
Microcefalia é uma
condição rara, cujas causas
podem ser genéticas ou
ambientais (relacionadas à
toxicidade, radiação ou infecção). É definida como uma
condição ao nascer em que
a circunferência craniana ou
perímetro cefálico é menor
do que o esperado para a
idade no momento do nascimento e o sexo.
A microcefalia congênita pode se apresentar como
uma condição isolada ou
associada a outras condições
de gravidade variável, que
pode causar desde convulsões, dificuldade de alimentação e efeitos sobre o desenvolvimento da criança,
até risco de morte. Não há
tratamento específico para
a microcefalia. O cuidado
deve focar em vigilância,
promoção e maximização
das capacidades.
9. Como se confirma
que um bebê tem microcefalia?
A medida mais confiável para avaliar se um bebê
tem microcefalia é medir a
circunferência da cabeça no
momento do nascimento e,
novamente, 24 horas após o
nascimento. Se o diagnóstico de microcefalia for feito,
uma equipe multidisciplinar
de saúde deve iniciar um
processo de acompanhamento e monitoramento da
criança. (Agência Brasil)
Diadema Jornal
Sábado e Domingo, 16 e 17 de janeiro de 2016
economia - 5
Para combater inflação, economia
deve fazer parte do dia a dia
Aumentos chegam
a 30%, revela
entidade que
representa o setor
REPORTAGEM LOCAL
[email protected]
A inflação está assustando os brasileiros.
Para se ter ideia, em
2015 esse índice fechou
em 10,67%, a maior
desde 2002, segundo o
Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística
(IBGE). A situação apenas reforça a necessidade de se ter educação financeira, colocando em
prática ações de economia em casa.
Então, para que se
possa realmente comba-
ter a inflação, é necessário
ter consciência e disciplina,
trazendo toda a família –
inclusive as crianças – para
o mesmo objetivo. Para
tanto, será necessário fazer
um diagnóstico financeiro
detalhado dos gastos, descobrindo para onde está
indo cada centavo.
Dessa maneira, fica
mais fácil saber onde estão os supérfluos e os
exageros, para reduzi-los
ou até eliminá-los. A partir daí, novos hábitos estarão sendo formados e o
comportamento em relação ao uso e à administração do dinheiro será diferente, garantindo que o
período econômico ruim
do país não interfira tanto na situação financeira
das famílias.
Inflação para pessoas
com mais de 60 anos
O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que mede a variação da cesta
de consumo de pessoas com mais de 60 anos de
idade, fechou o ano de 2015 em 11,13%. A taxa
foi superior à observada pelo Índice de Preços ao
Consumidor Brasil (IPC-BR), que mede a inflação
média para todas as faixas etárias e de renda e
que ficou em 10,53%.
Apenas no quarto trimestre do ano passado, a
taxa do IPC-3i ficou em 2,87%, superior ao 1,23%
do terceiro trimestre do ano. Seis das oito classes de
despesa analisadas pelo índice tiveram alta na taxa
de inflação na passagem do terceiro para o quarto
trimestre.
O aumento dos preços dos alimentos foi a principal razão para a alta da inflação no período, já que
a taxa subiu de 0,54% no terceiro trimestre para
5,37% no último trimestre. Os itens que mais contribuíram para esse movimento do grupo alimentação foram as hortaliças e legumes. (Agência Brasil)
Dicas para economia doméstica
Os gastos de energia elétrica são um dos que mais
apresentam excessos; basta pensar em quanto tempo
usa o chuveiro e quantas vezes deixa as luzes ligadas ou
a geladeira aberta. Sem contar no uso de televisão e de
computador. Por isso, vale a pena agir com mais cautela,
pois reduzir essa despesa representará uma economia
substancial no final do mês;
O uso de telefone também deve ser repensado, fazendo
uma análise entre os valores do fixo e do celular. É preciso
comparar o valor das tarifas sempre que possível. A opção
deve ser pela menos custosa e não pela mais prática;
A reciclagem de produtos também deve ser priorizada.
O desperdício é recorrente, portanto, é possível reciclar
desde alimentos até roupas e materiais escolares, sem
perder a qualidade;
Reflita melhor sobre as compras de roupas, eletrônicos,
etc.; muitas dessas são feitas por impulso, sem que
se tenha uma real necessidade. Sempre falo que é
interessante deixar a compra para o dia seguinte, e só
efetivar se realmente for relevante;
Antes de ir ao supermercado, faça uma lista de
compras. Tenha também cuidado com as “promoções”.
Quantas vezes compramos o famoso “pague dois e
leve três” e acabamos perdendo produto por causa de
validade e, consequentemente, perdendo dinheiro;
Compare os preços quando for às compras. Seja em
lojas, supermercados ou até restaurantes; é fundamental
que se faça essa comparação, pois as variações são,
muitas vezes, consideráveis. Evite produtos de “grife”,
uma vez que nem sempre representam um produto de
qualidade superior, mas apenas status;
Busque soluções de lazer mais económicas, é possível
se divertir sem gastar muito. Reserve para ir em locais
mais caros em ocasiões especiais;
Economize ao utilizar o veículo. Não é necessário fazer
tudo de carro; andar pode ser saudável e econômico. Além
disso, é importante manter o carro revisado para que
imprevistos não estourem as finanças;
Valorize o que possui, se preocupe com a
organização e cuidado com os bens materiais, muitos
gastos extras são ocasionados por descuido ou
desleixo, que ocasionam quebras e perdas, criando
necessidade de reposição;
Na utilização de gás e água, também é possível
economizar. Evite deixar o fogo, o chuveiro e as
torneiras ligadas sem necessidade e busque reutilizar
a água sempre que possível.
6- cultura
Sábado e Domingo, 16 e 17 de Janeiro de 2016
Diadema Jornal
Ótimas interpretações se aliam a roteiro
inteligente e edição enxuta, mas vibrante
Quem assiste ao filme “A Grande Aposta”
sai do cinema satisfeito e passa a admirar
bastante três pessoas.
A primeira é Michael
Lewis, que lançou em
2010 o livro homônimo que originou o
longa. O escritor tem
a capacidade invejável
de pegar um assunto
complexo como a bolha
de crédito no mercado
imobiliário americano
que provocou a crise de
2008 e transformá-lo
num relato empolgante.
A segunda é Adam
McKay, o diretor que
conseguiu quebrar a
complexidade do tema
introduzindo sacadas
engraçadas, ancorado no
recurso de fazer os personagens às vezes falarem
ao espectador, olhando
para a câmera.
A terceira é Steve Carell, que interpreta o agente financeiro Mark Baum,
um dos que aposta contra
a estabilidade do mercado
para tentar se dar bem na
crise. O ator compõe um
personagem histérico,
“pilhado” e inesquecível.
Carell consegue se destacar entre uma concorrência pesada. Christian
Bale está bem como o gênio matemático esquisitão
Michael Burry, o primeiro
a prever o colapso. Passa
os dias trancado em sua
sala, analisando números
enquanto escuta heavy
metal no volume máximo.
Brad Pitt vai bem como
Fotos: Divulgação
Ben Rickert, um investidor
recluso e cheio de manias
tirado de uma aposentadoria precoce por dois jovens
corretores que esbarram
na chance de apostar na
bolha das hipotecas.
Enfim, elenco não é
problema em um filme no
qual até os medianos Ryan
Gosling e Marisa Tomei
aparecem charmosos e
convincentes. Fica fácil
para eles com um roteiro
tão inteligente e uma edi-
Stallone volta a viver Rocky em
‘Creed: Nascido para Lutar’
Sylvester Stallone tinha 30 anos quando apresentou ao mundo Rocky Balboa, o personagem
mais famoso de sua carreira. Até indicação ao Oscar ele recebeu por seu trabalho em “Rocky: Um
Lutador” (1976). Foi o que bastou para transformar o pugilista em sua mina de ouro, lançando, até
2006, outros cinco filmes. Quando pensou-se que Rockydes cansaria em paz, eis que Stallone o traz
à tona novamente em “Creed: Nascido para Lutar”, que está nos cinemas.
Desta vez, Rocky Balboa não sobe no ringue para lutar. É o treinador de Adonis Johnson (Michael B.
Jordan), filho bastardo de Apollo Creed -primeiro grande oponente de Balboa. E seu trabalho é ajudar o
rapaz, que viveu anos em um reformatório, a encontrar o seu caminho no boxe.
A luta de Balboa, no entanto, é outra. Descobre que está com câncer, doença que matou sua mulher.
O drama é bem explorado, mostrando o ex-lutador treinando seu pupilo até mesmo no hospital, em uma
sessão de quimioterapia. A história não tem muita originalidade: parece uma compilação de tudo o
que já se viu na franquia “Rocky”. Porém, surpreende pela atuação de Sylvester Stallone, que recebeu
o Globo de Ouro de melhor ator coadjuvante pelo filme. (Folhapress)
ção enxuta, mas vibrante.
O maior risco de “A
Grande Aposta” é evidente. Partes consideráveis
da trama são incompreensíveis para quem não
tem familiaridade com o
mercado financeiro.
A dica é simples: não se
importar com isso e seguir
assistindo, confiando
nos recursos engraçados
empregados por McKay.
Como mostrar uma bela
garota nua numa banheira
para explicar alguns aspectos realmente intrincados
das negociações.
“A Grande Aposta” se
torna parente de “O Lobo
de Wall Street”. No mesmo
pique frenético do filme de
Scorsese, outro longa que
foca o mercado de ações,
é exemplo de ótimo cinema, mesmo conduzindo
o público para um cenário
espinhoso. Com inteligência
e talento. (Thales de Menezes/Folhapress)
Diadema Jornal
servIços
e
classificados - 7
Sábado e Domingo, 16 e 17 de janeiro de 2016
restaurantes
Tradição desde 1983
Don Doc a Padaria mais moderna de Diadema
FAÇA SUA FESTA DE CONFRATERNIZAÇÃO NO NOSSO ESPAÇO
3 anos consecutivos eleito a
100 melhores Padarias do Brasil
•Ambiente climatizado com capacidade para mais 100 pessoas. • Reuna amigos e familiares para um Happy
Hour na Don Doc •Porções, pizzas, refeições, lanches, beirutes, sucos naturais • Self Selvice no Almoço
(todos os dias da 11h às 16h) • Buffet de Café da manhã (sáb/dom/feriados das 7h às 11h00) •Encomenda
para festa •Lanche de Metro (vários sabores) •Pizza forno a lenha •Jantar a La Carte (pratos) •Lanches
naturais •Sucos funcionais •Confeitaria Fina Horário de funcionamento todos os dias das 6h às 23h
Av. Visconde do Rio Branco, 212 Centro, Diadema/SP
Aceitamos tods os cartões
Tels: 4043-2159 / 4308-2433 www.padariadondoc.com.br
panificadora don doc
@Panificadora Don Doc
ImóveIs
VENDA
LOCAÇÃO
[email protected]
[email protected]
SALÃO CENTRO 160 M²
Salão c/2 wc's , c/mezanino, todo em piso frio, 1 vg no
recuo. REF.: 8797 R$ 2.500,00
CONJUNTO COML. JD. MIRIAM 190 M²
ANDAR INTEIRO COM 7 SALAS, 2 WCS, 01
RECEPÇÃO REF.: 8802 R$ 4.000,00
Apto. Centro 82 m²
3 Dorms (1 Suite), Sala 2 ambs, Cozinha c/varanda
gourmet, AS, Wc, 2 vgs
Ref.: 8793 R$ 1.400,00 + Cond.
Apto. Jd. Melo 64 m²
3 Dorms (1 Suite), Sala 2 ambs, Cozinha, AS, WC ,
Garagem Ref.: 8762 R$ 1.300,00
CRECI 8242-J
“ A imobiliária que vai até você”
2596-4200
ADMITE-SE CORRETOR (A)
APTO. TÉRREO - R$ 212.000,00 - DIADEMA
IMEDIAÇÕES DO CENTRO
2 dorms., garagem etc. semi reformado, aceita
financiamento Cod. 6951
DIADEMA CENTRO - APTO. 66 M2. MUDE JÁ
Prox. Terminal do Trólebus, 2 dorms., totalmente
reformado. - Cod. 8345
PRAIA VERMELHA - ESPETACULAR MORADIA
4 DORMITÓRIOS
Alto padrão, venha conferir. Aceita imóvel como parte de
pagto. - Cod. 6793
CASA SÓ R$ 235.000,00 - DIADEMA
PRÓX. AO TRÓLEBUS
Oportunidade, 2 dorms., sala, coz., wc, Garagem, Cod.
4606
Av. Presidente Kennedy, nº 334 Centro Diadema SP Sede Própria www.dominioimoveis.com.br
8 - classificados
Sábado e Domingo, 16 e 17 de janeiro de 2016
JOÃO MODESTO Av. Antonio Piranga, 76 - 1º andar - Sala 3 - Centro - Diadema - SP
“Orgulho de ser de Diadema”
IMÓVEIS - CRECI. 138.698
Tel.: 4056-1952
4057-1647
www.joaomodestoimoveis.com.br / E-mail: [email protected]
Diadema Jornal
Empregos
“Tudo que o mundo precisa são de exemplos e não de opiniões”
ALUGO SALÃO COM 5 SALAS AMPLAS,
NO CENTRO DE DIADEMA
Aluga-se.
2 quartos, sala,
cozinha e w.c próximo
ao centro de Diadema
R$ 700,00
APTO. Quitinete próximo ao terminal de Diadema
por 180.000,00 aceita-se financiamento
Aluga-se Sobrado
R$ 800,00
Aluga-se Casas
2 cômodos
R$ 450,00
Aluga-se Casa
3 cômodos
R$ 600,00
Pizzaiolo com Experiência
TEMOS OUTROS IMÓVEIS PARA
LOCAÇÕES E VENDAS. CONSULTE-NOS!
[email protected]
Serviços
Quem anuncia no Diadema Jornal
não precisa contar com a sorte
para conseguir vender mais.
Anuncie: 4057-9000
O restaurante mais simpático da cidade
Precisa-se
ENVIAR C.V. PARA:

Documentos relacionados

cidade - Diadema Jornal

cidade - Diadema Jornal show O Choro Cantado, dia 29, no Centro Cultural Taboão, às 19h30. O Dia do Choro e O Choro Cantado são gratuitos. (RL)

Leia mais

Mais de 8 mil vão participar do desfile de 7 de

Mais de 8 mil vão participar do desfile de 7 de Lúcio, que havia passado mal duas vezes durante a sessão da semana passada, voltou a ter mal-estar ontem. Sem ele, havia o risco de um empate na votação. “Estou sendo aconselhado a descansar, mas s...

Leia mais