Urg ncias e trauma ocular.

Сomentários

Transcrição

Urg ncias e trauma ocular.
URGÊNCIAS
OFTALMOLÓGICA
Prof. RAFAEL MARQUES
[email protected]
URGÊNCIAS
OFTALMOLÓGICAS
NÃO- TRAUMÁTICAS
SINAIS IMPORTANTES
 SINAIS
 Olho
vermelho
 Midríase
 Estrabismo repentino
 Ptose unilateral
 Proptose
SINTOMAS IMPORTANTES
 SINTOMAS
 Baixa
visual repentina
 Perda de Campo visual
 Dor ocular
 Escotomas cintilantes persistentes
PÁLPEBRAS
Hordéolo
 Dacriocistite
 Celulite preseptal
 Tumores - melanoma malígno

DACRIOCISTITE
HORDÉOLO
COLOBOMA
MELANOMA MALÍGINO
CÓRNEA

ÚLCERA
Gonococcus (Neisseria gonorrhoeae)
 Pseudomonas sp. (lentes de contato)
 Herpes simples
 Ceratopatia bolhosa

úlcera micótica
úlcera bacteriana
úlcera dendrítica
úlcera bacteriana
CONJUNTIVA
Conjuntivite aguda
 Hemorragia subconjuntival

DIAGNÓSTICO CLÍNICO
Quemose
Conjuntivite primaveril
Hemorragia
Sub-conjuntival
DIAGNÓSTICO CLÍNICO
CONJUNTIVITE LIMBAR
SUPERIOR
CONJUNTIVITE GONOCÓCICA
ÓRBITA




Celulite orbitária
Oftalmopatia de Graves
Pseudo tumor inflamatório
Tumor orbitário





Lynfangioma
Glioma do nervo optico
Rabdomiosarcoma
Hemangioma
Metástese
CELULITE ORBITÁRIA
OFTALMOPATIA DE GRAVES
GLAUCOMA AGUDO

Primário - ângulo fechado

Secundário
Facolítico
 Neovascular
 Pós operatório

GLAUCOMA AGUDO
GLAUCOMA CONGÊNITO
NEURO-OFTALMOLÓGICA
Anisocoria
 Papiledema
 Neurite óptica
 Estrabismo paralítico
 Ptose palpebral
 Cefaleia

EDEMA DE PAPILA
RETINA
Descolamento de retina
 Oclusão da veia central
 Oclusão da artéria central
 Retinopatia hipertensiva
 Retinopatia diabética

OCLUSÃO DE VEIA CENTRAL
DA RETINA
DESCOLAMENTO DE RETINA
ÚVEA

UVEÍTES- INFLAMAÇÃO DA ÚVEA
ESCOTOMAS
 BAIXA VISUAL
 DOR MODERADA
 HIPEREMIA LÍMBICA
 UNILATERAL

UVEITE
PROBLEMAS GERAIS

Dor de cabeça Hipermetropia
 Presbiopia
 Enxaqueca oftálmica

URGÊNCIAS
OFTALMOLOGICAS
POR TRAUMA
TRAUMA OCULAR

AGENTES MECÂNICOS
perfurantes
 contusos


AGENTES NÃO MECÂNICOS
físicos -------- calor, frio
 químicos----- ácidos, álcalis
 ultra-sons ---- microondas
 eletricidade -- alta voltagem
 radiações -- ultra violeta

TRAUMA MECÂNICO - conduta

PERFURANTES - cirúrgico
 oclusão
 repouso
CONTUSOS -conservadora , intervir em casos
especiais
TRAUMA - corpo estranho
TRAUMA
TRAUMAS
TRAUMA
TRAUMA
CORPO ESTRANHO
INTRAOCULAR
TRAUMA
TRAUMA
TRAUMA
TRAUMA
TRAUMA
TRAUMAS
TRUMAS
TRAUMA NÃO MECÂNICO
conduta
 QUIMADURAS
 ácidos
 álcalis
 calor
 frio
 radiações
TRAUMA

QUEIMADURA QUÍMICA
TRAUMA

QUEIMADURA QUÍMICA
QUEIMADURA
TRAUMAS
QUEIMADURA FRIO
ATENDIMENTO DE URGÊNCIA SEGUNADO A CAUSA
PERCENTUAL EM 5000 PACIENTES
50
45
C.E.
T.L.
T.G.
CONJ
Q.
UL.
CER.
CAZ.
AST.
OUT.
40
35
30
25
20
15
10
5
0
C.E.
T.L.
T.G. CONJ
Q.
UL. CER. CAZ. AST. OUT.
TRAUMA OCULAR - estatística
PERCENTUAL DE ATENDIMENTO DE
URGÊNCIA QUANTO AO SEXO EM 5000
PACIENTES
100
80
60
F
40
20
0
F
M
M
TRAUMA OCULAR -estatística
PERCENTUAL DE ATENDIMENTO DE URGÊNCIA
POR FAIXA ETÁRIA EM 5000 PARCIENTES
50
0 - 20
21 - 40
41 - 60
61 - 80
40
30
20
10
0
0 - 20
21 - 40
41 - 60
61 - 80
MUITO OBRIGADO