kit de monitorização com vamp® plus

Сomentários

Transcrição

kit de monitorização com vamp® plus
Cód.: PXVP2260/VP2
KIT DE MONITORIZAÇÃO COM VAMP® PLUS
PRODUTO MÉDICO-HOSPITALAR DE USO ÚNICO. PROIBIDO REPROCESSAR. DESTRUIR APÓS O USO.
Figura 1 - V AMP Plus KIT
V1029a
Descrição
dispositivo irá variar conforme o gradiente de pressão da bolsa de pressurização.
10. Conectar firmemente a extremidade proximal do kit com o conector luer-lock
macho no cateter previamente cheio de soro.
11. Zerar e calibrar o transdutor de acordo com as instruções do fabricante.
O kit de monitorização com VAMP Plus da Edwards proporciona um método seguro
e cômodo para retirada de amostras de sangue quando fixado às linhas de
monitorização de pressão. O kit de monitorização com VAMP Plus é próprio para ser
usado em conjunto com transdutores de pressão descartáveis,reutilizáveis,
cateteres centrais, arteriais e venosos onde o sistema pode ser lavado após a coleta.
®
®
Fluído de Solução Fisiológica Intravenosa na Preparação para
Retirada de Amostra de Sangue
Indicações
Existem dois métodos para a retirada de amostras de soro com o kit VAMP Plus.
®
Usar somente para coleta de sangue.
O kit de monitorização com VAMP Plus deve ser usado em pacientes que requerem
coleta periódica de amostra de sangue, tanto através de cateteres arteriais, como de
linha central, que são fixados nas linhas de monitorização de pressão.
Método de Montagem do Sistema por uma mão para Retirada do
Volume de soro
®
1. Com o Suporte do Reservatório VAMP Plus montado no suporte do transdutor de
Pressão Reutilizável da Edwards, liberar a trava do êmbolo do reservatório.
Puxar devagar e uniformemente o êmbolo até o final ou até o reservatório atingir
o volume de 12 ml.
Contra-indicações
Não deve ser usado sem o dispositivo de controle de fluxo.
Nota: Se houver dificuldade na coleta da amostra de soro diluído, verificar se não há
oclusões ou limitações no cateter .
Nota: O tempo recomendado para puxar o êmbolo do reservatório até a posição
totalmente aberta é de 1 segundo por ml de volume.
Instruções para uso
Instalação
2. Uma vez que a amostra de soro diluído tiver sido retirada, fechar a válvula de
retenção do reservatório, girando-a perpendicularmente ao tubo. Isto irá
assegurar posteriormente que a amostra coletada seja do paciente e não do
reservatório.
3. Retirar a amostra de acordo com um dos métodos descritos na seção abaixo na
Retirada de Amostra de Sangue.
4. Uma vez que a amostra tenha sido retirada, abrir a válvula de fechamento,
girando-a perpendicularmente até ficar paralela ao tubo.
5. Vagarosamente e uniformemente, reinfundir o volume de soro ao paciente
retornando o êmbolo do reservatório para a posição fechada. Pressionar
simultaneamente a extensão do reservatório e o êmbolo até o êmbolo parar e a
trava estiver firmemente na posição fechada.
1. Usando técnica asséptica, retirar o kit VAMP Plus da embalagem estéril.
2. Se o VAMP Plus não incluir um transdutor de pressão descartável Truwave préconectado, remover as tampas protetoras e conectar a extremidade distal com o
conector luer-lock fêmea ao luer-lock macho do transdutor, ou outro dispositivo
de lavagem.
3. Verificar se todas as conexões estão firmes.
4. Verificar se o êmbolo do reservatório está para baixo, na posição fechada e
travada.
®
Nota: Conexões úmidas promovem o aperto excessivo pela lubrificação do encaixe
o que pode resultar em quebras ou vazamentos.
5. Introduzir a solução para lavagem através do transdutor e da porta de abertura
do transdutor de acordo com as instruções referentes ao mesmo.
6. Trocar as tampas ventiladas nas entradas laterais das torneirinhas por tampas
não ventiladas.
7. Para encher o kit VAMP Plus, verificar se a válvula de fechamento está na
posição aberta indicada pelas setas na posição paralela à tubulação. Segurar o
reservatório pelas travas do êmbolo. Orientar o kit de tal maneira que o
reservatório fique na posição vertical e o ponto de coleta de amostra fique acima
do reservatório aproximadamente a 45 graus. Encher vagarosamente e deaerar
o reservatório cada sítio de amostra em sucessão.
Nota: Caso se encontre dificuldades na reinfusão do volume de lavagem, verificar
possíveis oclusões ou restrições no cateter.
Nota: O tempo recomendado para empurrar o êmbolo do reservatório para a
posição completamente fechada, é de aproximadamente 1 segundo a cada ml de
volume de solução.
Cuidado: A amostra da solução não deve permanecer no reservatório por mais de 2
minutos.
®
6. Lavar o reservatório, o ponto de amostra e a linha da solução do sangue residual.
Limpar o ponto de amostra para assegurar-se da remoção do excesso de
sangue deixado na entrada de amostra.
Cuidado: Remover todas as bolhas de ar para reduzir o risco de embolia
gasosa.
Nota: Não usar acetona.
8. Montar o transdutor de acordo com o procedimento hospitalar ou no suporte de
soro usando o clamp e prendedores apropriados (Figura 1). Para sua
conveniência, o sítio de amostra próximo do reservatório pode facilitar a
montagem do suporte.
9. Colocar o soro heparinizado em uma bolsa de pressurização conforme a política
do hospital e de acordo com as instruções do fabricante do transdutor. O fluxo do
MN 3149
Método da Seringa segurada pela mão para Retirada do Volume de
soro
1.
1
Remover o reservatório do VAMP Plus do suporte. Segurar o reservatório em
uma mão e liberar a trava do êmbolo. Encher devagar e uniformemente o
REV 01
Figura 2 - Reservatório aberto
Figura 3 - Reservatório fechado
6. Remover a seringa/cânula do sítio de amostra
empurrando-o para fora.
Cuidado: Não torcer a seringa do sítio de amostra.
7. Uma vez a amostra retirada, reinfundir o volume
de acordo com um dos dois métodos descritos
acima.
Advertência: Correlacionar os valores do laboratório
com as manifestações clínicas do paciente. Verificar
com exatidão dos valores do laboratório antes de se
instituir a terapia.
8. Para transferir amostras de sangue da seringa
para os tubos de vácuo, usar a unidade de
transferência de sangue (BTU).
a. Usando técnica asséptica, abrir a embalagem.
b. Verificar se as conexões estão fixas.
c. Segurar a unidade BTU VAMP e empurrar a
cânula para a seringa que contém a amostra
através do ponto de injeção VAMP sem agulha da
unidade BTU VAMP .
d. Inserir o tubo de vácuo selecionado na abertura
da unidade BTU até que a agulha interna tenha
perfurado o disco de borracha no tubo de vácuo.
Encher o tubo de vácuo até o volume desejado.
Repetir os passos “d” e “e” de acordo com as necessidades do estudo de sangue
do paciente.
Descartar a unidade VAMP BTU depois de transferir a amostra de sangue da
seringa para os tubos de vácuo.
Descartar as seringas e cânulas depois de usadas de acordo com o critério
hospitalar.
®
®
®
V1030a
V1031a
reservatório pela retirada do êmbolo para uma posição aberta ou mesmo
empurrando o êmbolo a uma posição aberta com o polegar ou puxando com
outra mão (Figura 2) até o êmbolo parar e o reservatório tiver sido preenchido até
sua capacidade de 12 ml.
e.
f.
g.
Nota: Se houver dificuldade em retirar a amostra, verificar se não há oclusões ou
limitações do cateter.
Nota: O tempo recomendado para puxar o êmbolo do reservatório até a posição
totalmente aberta é de 1 segundo por ml de volume.
9.
Método de Retirada Direta para Retirada de Amostra de Sangue
2. Uma vez que a amostra de soro diluído tiver sido retirada, fechar a válvula de
retenção do reservatório, girando-a perpendicularmente ao tubo. Isto irá
assegurar posteriormente que a amostra coletada seja do paciente e não do
reservatório.
3. Retirar a amostra de acordo com um dos métodos descritos na seção abaixo na
Retirada de Amostra de Sangue.
4. Uma vez que a amostra tenha sido retirada, abrir a válvula de fechamento,
girando-a perpendicularmente até ficar paralela ao tubo.
5. Reinfundir devagar e uniformemente o volume de soro de volta ao paciente
empurrando o êmbolo (Figura 3) até parar e firmemente travar na posição
fechada.
1. Preparar o VAMP Plus para retirada de amostras de sangue, retirando um volume
de soro por um dos dois métodos descritos acima.
2. Uma vez que a linha de soro estiver clara, limpar o sítio de amostras, a agulha
VAMP Plus com desinfetante tais como álcool ou betadine dependendo de cada
procedimento hospitalar.
Nota: Não usar acetona.
3. Para retirar a amostra de sangue, usar a Unidade de Retirada Direta VAMP.
Nota: Não usar uma agulha hipodérmica através do sítio de Amostra.
Nota: O tempo recomendado para empurrar o êmbolo do reservatório para a
posição completamente fechada, é de aproximadamente 1 segundo a cada ml de
volume de solução.
Cuidado: A amostra da solução não deve permanecer no reservatório por mais de 2
minutos.
a. Usando técnica asséptica, abrir a embalagem da cânula.
b. Certificar-se de que a cânula está seguramente apertada na Unidade de
Retirada Direta.
c. Empurrar a cânula da Unidade de Retirada Direta para dentro do sítio de
amostra.
d. Inserir o tubo de vácuo selecionado na abertura da unidade de retirada direta até
que a agulha interna tenha perfurado o disco de borracha no tubo de vácuo.
6. Lavar o reservatório, o ponto de amostra e a linha da solução do sangue residual.
Limpar o ponto de amostra para assegurar-se da remoção do excesso de
sangue deixado na entrada de amostra.
Nota: Não usar acetona.
Cuidado: Para prevenir o refluxo do conteúdo do tubo de vácuo (incluindo ar), retirar
o tubo de vácuo antes de chegar ao ponto máximo de enchimento.
Cuidado: Se houver dificuldade em retirar a amostra, verificar se não há oclusões ou
limitações do cateter.
Retirada de Amostra de Sangue
Existem 2 métodos para retirada de amostra de sangue com o Sistema de Amostra
de Sangue VAMP Plus.
e. Repetir o passo
d. conforme recomendado para encher os tubos de vácuo adicionais.
f. Quando a última amostra tiver sido retirada, remover o primeiro tubo de vácuo e
então apertar a Unidade de Retirada Direta pela cânula e puxar para fora.
Método da Seringa para Retirada de Amostras de Sangue
1. Preparar o VAMP Plus para retirada de amostras de sangue, retirando um
volume de soro por um dos dois métodos descritos acima.
2. Uma vez que a linha de soro estiver clara, limpar o sítio de amostras, a agulha
VAMP Plus com desinfetante tais como álcool ou betadine dependendo de cada
procedimento hospitalar.
Cuidado: Não torcer a carcaça da Unidade de Retirada Direta ou removê-lo com o
tubo de vácuo ainda conectado.
g. Descartar a Unidade de Retirada Direta VAMP após o uso de acordo com o
procedimento hospitalar.
4. Uma vez retirada a amostra, reinfundir o volume de acordo com um dos métodos
descritos acima.
Nota: Não usar acetona.
3. Para retirar uma amostra de sangue, usar tanto uma cânula com agulha VAMP
Plus embalada pré-conectada e seringa ou uma cânula sem agulha VAMP
(embalada separadamente) e seringa separada. Não usar agulha hipodérmica
através do sítio de amostra.
4. Verificar se o êmbolo da seringa foi pressionado até o fim.
5. Empurrar a cânula dentro do sítio de amostra sem agulha VAMP Plus e então
retirar o volume requerido do sangue de dentro da agulha.
Apresentação
Este produto é fornecido estéril. Não usar se a embalagem tiver sido aberta
anteriormente ou se estiver danificada. O dispositivo deve ser trocado conforme os
procedimentos hospitalares para a troca das linhas de monitoração de pressão e
deve ser descartado de acordo com o critério hospitalar seguido. O produto é
recomendado para ser usado uma só vez.
Nota: Caso se encontre dificuldades na retirada da amostra, verificar possíveis
oclusões ou restrições no cateter.
8/00
Br 192326001 A
Edwards Lifesciences Comércio de Produtos
Médico-Cirúrgicos Ltda.
Rua Verbo Divino, 1547 1º Andar Cj. 101/102
CEP 04719-002 - São Paulo - SP - Brasil
CNPJ 05.944.604/0001-00 Inscr.Est. 103.478.199-119
Tel.: (0xx11) 5567-5200 Fax: (0xx11) 5567-5200
Resp. Téc. Biom. Gilberto A. Alfredo - CRB/SP 5261
Registro ANVISA Nº 802190500042
Fabricado por:
Edwards Lifesciences AG
Haina, San Cristobal - República Dominicana
MN 3149
®
2
REV 01

Documentos relacionados

Kit Fechado para Coleta de Sangue VAMP Venoso/Arterial

Kit Fechado para Coleta de Sangue VAMP Venoso/Arterial com agulha para canulação VAMP® e uma unidade de transferência de sangue (BTU). O Método 2, usa um VAMP® de retirada direta com uma cânula VAMP® acoplada. Retirada de amostra de sangue usando o Pri...

Leia mais

VAMP® Jr. Sistema Fechado para Coleta de Sangue Venoso

VAMP® Jr. Sistema Fechado para Coleta de Sangue Venoso Transferência de amostras de sangue para pequenos tubos de coleta (quando o tamanho e a condição clínica do paciente não permite a coleta de grande quantidade de amostra). 1. Transferir a amostra d...

Leia mais