Jornal da

Сomentários

Transcrição

Jornal da
Jornal da
Ano XLII - Janeiro de 2007 - Edição n.º 310
Trabalho intenso
na luta pelos direitos
dos AFRs
Desde a Reforma da Previdência, a Afresp e sua entidade coirmã, o Sinafresp, trabalham persistentemente na tentativa de recuperar
os direitos adquiridos e injustamente tirados da classe fiscal. São anos de muita luta e determinação, envolvendo reuniões, manifestações e mobilizações que contaram com o apoio de colegas de todo o Estado de São Paulo. O Jornal da Afresp preparou uma
retrospectiva dessas ações, mostrando que o trabalho é intenso e que, apesar do último revés, a luta irá continuar no ano de 2007.
Leia a retrospectiva na página 11
Fundafresp
Seguro de Vida da Afresp apresentou
crescimento de 3,5% no ano de 2006
A carteira de Seguro de Vida da Afresp teve um crescimento em torno de
3,5% no número de segurados em 2006. É um resultado muito expressivo,
uma vez que o valor é maior que a soma dos índices dos dois anos
anteriores.
Página 5
Confraternizações reúnem associados
nas sedes regionais
As sedes regionais da Afresp em todo o Estado de São Paulo realizaram
em novembro e dezembro de 2006 as já tradicionais confraternizações
de final de ano. Inúmeros AFRs e suas famílias reuniram-se para trocar
votos de um feliz Natal e próspero Ano Novo.
Página 7
Atendimento Domiciliar Amafresp reduz custos
e proporciona excelência no atendimento
Depois de sua ampliação, o Atendimento Domiciliar Amafresp já conta
com 104 pacientes participando do programa. Além de proporcionar
mais qualidade de vida ao seus filiados, em um ano os gastos com despesas médicas foram reduzidos em aproximadamente 50%.
Página 20
Na última reunião de 2006, o
Fundo de Assistência Social da
Afresp auxiliou 19 entidades, distribuíndo R$ 45 mil.
Página 4
Deputado Federal
O AFR João Eduardo Dado
Leite de Carvalho assumiu vaga
na Câmara dos Deputados, em
Brasília.
Página 10
Posse Sinafresp
No dia 6 de janeiro ocorreu a
diplomação da nova diretoria do
Sinafresp. A Diretoria Executiva da
Afresp participou da cerimônia.
Página 10
Esportes
A equipe de Atletismo da
Afresp participou da 82ª edição
da corrida de São Silvestre com
43 atletas.
Página 17
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Jornal da Afresp - Órgão oficial da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo
Reconhecida de Utilidade Pública Estadual pela Lei nº 277, de 5/5/1949. Reconhecida de Utilidade Pública Municipal pelo Decreto nº 40.019
de 1/11/2000. CNPJ nº 62.635.990/0001-91 - Inscrição Municipal nº 1.005.705-6
Edifício Sede - Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4843 - Jd. Paulista- São Paulo - SP - CEP 01401-002 - PABX 11 3886-8800
Escritório Centro - Rua Roberto Simonsen, 62 - 2º andar - sl. 21 - CEP 01017-020 - Tel.: 11 3242-0372/3107-9623
E-mail: [email protected] - Site www.afresp.org.br
Diretoria Executiva
Presidente: Luiz Carlos Toloi Junior
1º Vice-Presidente: João Dias Yanes
2º Vice-Presidente: Arthur Antonio Chagas Pisani
Secretário Geral: Marcimedes Martins da Silva
Secretário Adjunto: Arnaldo Marquezini
1º Tesoureiro: Aparecida de Fátima Gasparini
2º Tesoureiro: Angela Manzoti Nahman
Conselho Deliberativo
Presidente: João Álfaro Soto (Capital);Vice-presidente: José
Varkulja (Capital);1º Secretário: Lauro Kuester Marin (Capital);
2º Secretário: Eduardo Gonçalves (Ribeirão Preto)
Comissão Fiscal: Alberto Penno Junior (Piracicaba), José Roberto Vicioli - presidente (Araraquara) e José Corrêa de Barros
Neto (Jundiaí).
Conselheiros (ordem alfabética): Antonio Celso Pereira
(Capital), Antonio Guerra (São José dos Campos), Ari José
Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital),
Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado
Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital), José Eduardo Gracioto (ABCD), Luis Mokiti Yabiku (Campinas), Miguel
Siqueira (Taubaté), Moacyr Delboni Ferraz (Capital), Nelson Biagi
Junior (São José do Rio Preto), Nilza Bardi Romano (Araçatuba),
Roberto Chiaverini (Osasco), Roberto Garcia (Santos), Sebastião
Tadeu de Vasconcelos (Franca), Teruo Massita (Capital), Valter
Brito Laughton (Marília) e Wilson Alves Baptista (Guarulhos).
Diretorias da Afresp
João Dias Yanes (Amafresp e de Inscrição), Arthur
Antonio Chagas Pisani (Tecnologia da Informação e de
Marketing & Comunicação); Marcimedes Martins da Silva
(Seguros), Arnaldo Marquezini (Administrativa e de
Patrimônio), Aparecida de Fátima Gasparini (Financeiro
e de Regionais) e Angela Manzoti Nahman (Convênios e
de Cultura).
Diretorias Designadas
Benedito Franco da Silveira Filho (Aposentados e de Previdência);
Cassio Roberto Junqueira de Sousa (Conhecimento); Américo
Castagna Neto (Esportes); Tiago de Paula Araújo (assessoria
jurídica); Milton dos Santos (assessoria de Recursos Humanos) e
João Luiz de Oliveira (Social).
Fundafresp
Sylvio Orlando Cecchi (coordenação)
Membros da Comissão: Aldo Gentile; Luiz Fernando Catta
Preta César, Luiz Waldemar Zuolo, Roberto Garcia; Teresa
Garcia Gonçalves e João Álfaro Soto.
Ouvidoria
Luís Augusto Sanches - Tels: 0800-550679/11-3886-8843
Fax:11-3886-8852. E-mail:[email protected]
Auditoria Interna da Amafresp
José Carlos Franco Fernandes
Filiada à Febrafite
Sedes Regionais - Diretores
ABCD/Santo André - Pedro Rosálio da Cunha Pereira
R. Gonçalo Fernandes, 153 - sl.22 - CEP 09041-410
Tel. 11 4436-6148 - Tel e Fax. 11 4436-2877
Araçatuba - José Carlos Almada
R. São Paulo, 538 - Vila Mendonça - CEP 16015-130
Tel. 18 3623.6394 e 3623.1888
Araraquara - Cézar José D’Avoglio
Av. Espanha, 188 - 1º andar - CEP 14801-130
Tel. 16 3322-9034 - Tel/Fax. 16 3322-7245
Bauru - Carlos Inácio da Silva
R. Rio Branco, 15-15 - sala 11 - Ed.Tocantins - CEP 17015-311
Tel. 14 3227-8987 e 14 3226-2850
Campinas - Adilson Monteiro Garcez
Av. Andrade Neves, 2.412 - 6° and.- sl. 62
CEP 13070-001 - Tel. 19 3242-9571 e 3241-8811
Franca - João Batista de Matos
R. Luiz Silva Diniz, 2451 - CEP 14403-422 - Tel. 16 3724-1057
Guarulhos - Eugênio Evandro Fernandes
R. Tapajós, 298 - CEP 07111-340 -Tel. 11 6468-8906 e 6409-8622
Jundiaí - Antonio Jair Simionato
Av. Nove de Julho, 550 - 5º andar - sala 52 - CEP 13209-010
Tel. 11 4586-8637 - Fax/Tel - 11 4586-8636
Marília - Airton Marcos Alves
R. Paes Leme, 47 - 2° and. - sl. 21 - CEP 17500-150
Tel. 14 3413-4270 e 3433-5679
Osasco - Edison Issao Massaki
Condomínio Sant’Agostinho (Shopping Primitiva)
R. Dona Primitiva Vianco,244, sl. 907/908- CEP 06016-000
Tel. 11 3681-7583 e 3682-1449
Piracicaba - Claiton Osnir do Amaral
R. Prudente de Moraes, nº 525 - Sl 03 - Centro - CEP:13400-310
Tels: 19 3433-1849 e 19 3422-9166
Presidente Prudente - Ailton Estácio
R. Siqueira Campos, 172 - Bairro do Bosque - CEP 19010-060
Tel/Fax. 18 3221-6928 - Tel. 18 3221-3682
Ribeirão Preto - Rose Mary T. Lino do Nascimento
R. Américo Brasiliense, 405, 10º, sl. 1009 - CEP 14015-050
Tel/Fax. 16 3610-4936 e Tel. 16 3635-9053
Santos - Décio Correa Villela
Av. Conselheiro Nébias, 576 - CEP 11045-002
Tel. 13 3233-2115 e 3222-5757
São José do Rio Preto - Cláudio Fambrini Moraes
Av. Francisco das Chagas de Oliveira, 245 - CEP 15091-330
Tel. 17 3227-8133 e 3227-8598
São José dos Campos - Ulisses de Freitas dos Santos
Av. Mario Galvão, 403, Jardim Bela Vista- CEP 12209-004
Tel. 12 3922-0010 - 3922-4024
Sorocaba - Vanderlei Correa Fidelis
Av. Antônio Carlos Comitrê, 510, 1º andar, sala 15,
CEP 18047-620 - Tel. 15 3231-7290 e 3232-7004
Taubaté - Maria Leônidas Coelho Jaques
R. Arthur Vieira, 215 - Taubaté (trav. da Av. Juca Esteves - lateral
do Clube Associação) - CEP 12080-550 - Tel. 12 3632-6200
DRTC-I Gilberto Carlos de Lima
DRTC-II João Ramalho
DRTC-III João Alves Pereira
Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4843 - 5° andar - CEP 01401-002
Tel. 11- 3886-8803
Endereços e mais informações disponíveis no site da Afresp
www.afresp.org.br, link Regionais e CCs.
Saudades
Profundamente consternada, a Diretoria da Afresp cumpre
o doloroso dever de noticiar o falecimento dos seguin­tes colegas:
25/11/06 - Nelson Paes, aos 75 anos, aposentado de São
Bernardo do Campo;
09/12/06 - Lauro Hissamu Ozawa, aos 58 anos, aposentado
de São Paulo;
10/12/06 - Plínio Francisco de Souza, aos 72 anos, aposentado de São Paulo;
29/12/06 - Reynaldo Antonio Rocha Garcia, aos 68 anos,
aposentado de São Paulo e
30/12/06 - Ermelindo Barozzi, aos 80 anos, aposentado de
São José do Rio Preto.
Às famílias enlutadas, as nossas mais sentidas condolências.
Centros de Convivência
Araçatuba - Rod. Marechal Rondon, Km 527,5 - Fazenda
Baguassu - (Próx. à Assoc. Atlética - Banco do Brasil)
Tel.: 18-3625-3586
AFR Luiz Carlos Toloi Junior, Araraquara - Av. Dr. Renato
Santini Junior, 117 - Recreio Campestre Idanorama.
Tel.: 16-3335-2371/Cel.:16-8119-2435
Bauru - Chácara Vale São Luís, lote 15 - Rod. Bauru-Iacanga
(saída Estrada Água do Capim). Tel.: 14-3239-4272
Campinas - Rua Alexandre Cazelatto, s/nº Bairro Betel
(Município de Paulínia). Tel.: 19-3884-7407/Cel.: 19-9139-1851
Franca - Rod. João Traficante, km 5 - chácara 01 - Cond. “Recanto Esperança”- (Saída Franca-Ibiraci). Tel.: 16-9969-6011
AFR Luiz Dias, Grande São Paulo - Guarulhos - Rua Maria
Garcia Utrilla, n°50 Próx.a acesso para Cumbica. Bairro Nova
Cumbica CEP 07230-640. Tel.: 11-6446-1584
Jundiaí - Trav. Rod. Geraldo Dias, altura do nº 1300
Vila Formosa - Jundiaí - Tel.: (11) 4492-4575
Marília - R. José Paschoal Gervásio, 325, quadra 6 - Bairro
Letícia II - Distrito de Padre Nóbrega. Tel.: 14-3415-1658
AFR Roberto Chiaverini, Grande São Paulo - Osasco -R.
Octávio Catelani, n° 172 - Jardim Adalgisa - Tel.: 11-3682-5096
Presidente Prudente - Rua dos Jasmins, s/nº - Bairro do
Limoeiro - Álvares Machado (próx. Balneário Amizade)
Tel.: 18-9703-8870
Ribeirão Preto - Rua E, 15 - Recreio Internacional
(saída Estrada de Serrana) Tel.: 16-3629-0213
São José do Rio Preto - Rua Jairo de Andrade Leme s/n
(antiga rua 2) - Morada Campestre Tel.: 17-3238-1080
Sorocaba - Av. Francisco Roldão Sanches, 1000 (antiga Estrada
da Serrinha) - Alto da Boa Vista - Sítio Darcy - Tel.: 15-3228-2933
Vale do Paraíba - Rua do Aconchego, 295
Bairro do Sapé II - Caçapava. Tel.: 12-9784-2279
OBS.: Santos - Os colegas de Santos têm a Barraca da Afresp
como ponto de encontro. Ela está situada no Ponto 50, conj.04,
entre a Av. Conselheiro Nébias e o Canal 4.
Expediente Jornal da Afresp
Diretor de Marketing & Comunicação:
Arthur Antônio Chagas Pisani
O Conselho Editorial do Jornal da Afresp é formado por
todos os membros da Diretoria Executiva.
Jornalistas: Karina de Campos Bueno (MTB 39.880 JP/SP)
e Josmar da Silva Batista (MTB 39.987 JP/SP)
Designer: Darcy Toledo
Publicitária: Lilian Tomoe Issomura
Auxiliar Gráfico: Clayton Rocha Barbosa
Ilustração “Zeca o Fiscal”: Sérgio Haroldo
Periodicidade: mensal
Tiragem: 10.300 exemplares
Circulação - janeiro e fevereiro/2007
Redação: Av. Brig. Luís Antônio, 4843 - São Paulo - SP
CEP 01401-002 - Telefones: 11 3886-8894/ 8901
E-mail: [email protected]
Os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e a sua publicação neste
periódico não implica, necessariamente, em concordância da Diretoria da Afresp
com os conceitos neles emitidos.
Comunicados e descontos
O comunicado nº01 de 2007, assinado pelo presidente Luiz Carlos Toloi Junior,
em 05/01/2007, determina as seguintes cotas para o mês de Janeiro/2007:
a) mensalidade Afresp = R$ 71,62 (setenta e um reais e sessenta e dois centavos), mantendo o valor anteriormente cobrado; b) cota Amafresp = R$ 289,00
(duzentos e oitenta e nove reais), mantendo o valor anteriormente cobrado;
c) cota Fundafresp = R$ 39,13 (trinta e
Nov
Dez
Jan
nove reais e treze centavos), correspondentes
2006
2006
2007
a 20 (vinte) cotas de GEIA,
no valor unitário de R$ 1,9564 Mensalidade da
71,62 71,62 71,62
(dezembro/2006); d) contri- Afresp
buição estatutária para obras Cota Amafresp
289,00 289,00 289,00
= R$ 45,00 (quarenta e cinco reais), correspondentes a Cota do Fundo
23 (vinte e três) cotas de GEIA de Solidariedade
de valor unitário de R$ 1,9564 Cota Fundafresp
33,08 36,42 39,13
(dezembro/2006). Informamos ainda que os citados va- Contribuição
38,05 41,88 45,00
lores terão vigência a partir de Estatutária
para
obras
1º/01/2007.
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Discurso do presidente da Afresp na diplomação da diretoria do Sindicato
Editorial
Sinto-me honrado em participar desta cerimônia tão importante: a
posse da nova diretoria e conselho de nosso coirmão, o Sindicato dos
Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo – Sinafresp.
Estar aqui é consagrar um pleito em que a democracia se manifestou com toda a sua pujança ao eleger pelo voto colegas competentes e
determinados, não só a defender os direitos de nossa classe de agentes
fiscais de rendas como também a proporcionar condições efetivas para
o exercício da nobre missão de arrecadar tributos, especialmente os que
são sonegados e fraudados, atividade esta indispensável e qualificada
pela Carta Magna como essencial do Estado.
Na qualidade de presidente da Associação dos Agentes Fiscais
de Rendas do Estado de São Paulo, a Afresp, cujo objetivo primeiro
está assentado em propiciar qualidade de vida aos associados, além de
assegurar vigorosa parceria e irrestrito apoio à entidade sindical, não
poderia deixar de congratular-me com toda a classe e, especificamente,
com os novos dirigentes do sindicato recém-eleitos por este momento
solene de união e de compromisso das entidades com nossos colegas
do fisco, a quem representamos.
Os agentes fiscais de rendas são os agentes públicos que buscam
a justiça fiscal e se responsabilizam pelos recursos necessários ao Estado, a fim de que agentes políticos possam cumprir o seu papel de
incrementar investimentos na direção de melhorias para a população
e, de modo especial, para os mais necessitados.
Orgulhamo-nos de nossa nobre missão e procuramos cumpri-la
com firmeza. Sentimo-nos recompensados quando, decorrente de nosso
compromisso profissional, o Estado tem condições de exercer o seu
papel dentro de um equilíbrio orçamentário, como tivemos oportunidade
de constatar recentemente, ao colaborar com mais de 70% dos recursos
auferidos na última anistia, cerca de R$2.300.000,00, oriundos de crédito
tributário apurado por autos de infração e imposição de multa. Não é
para menos. O sentimento do dever cumprido, a satisfação da expectativa
que em nós é depositada pelo Estado e por seus agentes políticos, é o
alimento que nos sustenta. Cumprimos o que prometemos ao sermos
investidos no cargo de agentes fiscais de rendas.
Infelizmente, o mesmo não se pode dizer de alguns agentes políticos que, não satisfeitos em retirar direitos, honrada e arduamente
conquistados, atingindo covardemente e de forma implacável parcela
de servidores ativos, os aposentados e pensionistas, não cumprem com
acordos celebrados e ratificados publicamente por suas lideranças.
O argumento
de prejuízos irreparáveis utilizado
em contraposição à demanda
por justiça dos
prejudicados lesão ao erário
público - é tão
falso quanto a
palavra que fora
empenhada em parcial ressarcimento. Remunerações, proventos e pensões
já eram pagos integralmente e não eram argüidos de lesivos.
Não podemos, neste momento, ocultar a frustração da classe fiscal
e de outras carreiras pela não aprovação de um projeto de lei que fora
prometido com vistas a amenizar o golpe desferido por uma reforma
cruel e de conseqüências nefastas a inúmeras famílias, dependentes de
proventos e pensões dos idosos atingidos. O indicador mais deprimente
das conseqüências desse confisco fez-se sentir até mesmo na perda de
garantia dos serviços de saúde de filhos e netos.
Não esmorecer, no entanto, é nosso lema e o compromisso que
aqui firmamos com a nova direção de nosso sindicato, compromisso
que cumprimos com a valorosa direção que hoje se despede. A estes
dirigentes, companheiros de batalha em anos que se foram, externamos nossa admiração por sua atuação irrepreensível e destemida,
além de nossos agradecimentos por sua solidariedade nos momentos
difíceis por que passamos.
Ao olhar para frente, visualizamos a luz ao fundo do túnel, apropriadamente incorporada em folder de campanha de nossos novos
colegas de luta. Hipotecamos a todos e a cada um dos novos dirigentes
do Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo,
responsáveis conosco pelos destinos da classe fiscal, toda a energia de
que dispomos para, juntos, atravessar este tempo de trevas em busca
da conquista da luz.
Aos recém-eleitos e hoje empossados, parabéns, sucesso em sua
nova administração e a garantia da Afresp de união na parceria que se
faz necessária em defesa de nossos associados e sindicalizados, razão
última de nossa existência como dirigentes de entidades de classe.
Que Deus os ilumine e proteja. Obrigado.
O tempo passa...
Acervo de José Roberto Conde,
funcionário da Secretaria da
Fazenda - São Paulo
O 1º, da esquerda para a direita, abaixado,
é Lourenço Alves Favela. O 2º é Carlos del
Prete Lia e o 4º é Wilson de Paiva Guizolfe,
entre outros colegas de fiscalização.
Seção “O tempo passa...” tem por finalidade resgatar momentos da história da fiscalização. Se você tem alguma foto em que possa identificar alguns
colegas, pode remetê-la A/C Jornal da Afresp, à Av. Brig. Luís Antônio, 4843 - Jd. Paulista - CEP 01401-002 - e-mail: [email protected]
Colegas de fiscalização durante
festa de confraternização.
Janeiro de 2007 - Jornal
da
R$ 45 mil são divididos entre 19 entidades
Fundafresp
Na última reunião do Fundafresp em 2006,
no dia 18 de dezembro, foram escolhidas
19 entidades que receberam auxílio no total de
R$ 45 mil.
O coordenador do Fundo, Sylvio Cecchi,
dirigiu a reunião que contou com a presença dos
membros do Fundafresp e do 1º vice-presidente
da Associação, João Dias Yanes.
E u Pa rt
i
o
p
i
c
Veja abaixo a lista das entidades beneficiadas:
1) Associação de Amparo às Crianças e Adolescentes
Amar - Piedade - Valor R$ 2.000,00
2) Centro Promocional Cristo Rei
Osasco - Valor R$ 3.000,00
3) Associação de Assistência à Criança de Urupês
Urupês - Valor R$ 2.500,00
4) Associação Casa de Estar de Santos - Santos
Valor R$ 2.500,00
5) Creche Santa Rita de Cássia de Andradina
Andradina - Valor R$ 1.500,00
6) Associação de Apoio à Promoção Humana “Novos
Rumos” – São Paulo - Valor R$ 1.500,00
7) Programa de Assistência à Criança “Lar e Esperança” – Proacle – São Joaquim da Barra - Valor R$ 1.500,00
8) Obra Social São Francisco Xavier - Diadema
Valor R$ 3.500,00
9) Associação Amigos dos Autistas de Sorocaba
Amas - Sorocaba - Valor R$ 1.500,00
10) Asilo João Kuhl Filho - Limeira - Valor R$ 2.000,00
11) Creche São Vicente de Paulo - Piracicaba
Valor R$ 3.500,00
12) Centro Espírita de Itu – Albergue Noturno de Itu
Itu - Valor R$ 1.500,00
Nome: Roberto Garcia
Cidade: Santos
Contribui desde: 03/12/1999
13) Associação de Pais e Amigos dos Alunos da Escola Passo a Passo - Piracicaba - Valor R$ 2.500,00
14) Casas de Betânia – Ribeirão Preto
Valor R$ 3.500,00
15) Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais
de Limeira - Limeira - Valor R$ 1.500,00
16) Fundação Jaime Pereira - Piracicaba
Valor R$ 2.000,00
17) Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos
Presidente Prudente - Valor R$ 2.000,00
18) Associação dos Portadores de Paralisia Cerebral
Santos - Valor R$ 3.500,00
19) Obra Social e Assistencial São Lucas – São José
dos Campos - Valor R$ 3.500,00
AFR reverte venda de livro para o Fundafresp
O AFR Ademar Fogaça Pereira contribui para o Fundafresp desde o ano de 1996, sendo
um dos seus fundadores.
Em 2006, o AFR, então diretor de arrecadação da Secretaria da Fazenda, lançou o livro
“A participação dos municípios paulistas na arrecadação do IPVA e do ICMS”, cuja noite de
autógrafos ocorreu na sede da Afresp. A impressão do livro foi patrocinada pela Caixa Econômica Federal e Fogaça decidiu reverter
a renda obtida com a venda dos livros para
o Fundafresp.
Fogaça, Toloi Junior e Sylvio
no momento da entrega oficial da doação
“Acompanho todos os meses pelo
nosso jornal o trabalho que é feito e
concordo com a distribuição para várias
entidades”, afirmou o AFR, que esteve na
sede da Afresp no dia 18 de dezembro
para entregar sua doação ao coordenador
do Fundo, Sylvio Cecchi.
Com alegria e prazer colaboro com o
Fundafresp como membro da Comissão,
aproximadamente há 8 anos.
Nesse período, com um trabalho
transparente, atendemos centenas de crianças, bem como a idosos, desamparados e
necessitados, por intermédio de creches e
asilos, amenizando os problemas dessas entidades no Estado de São Paulo, indicadas
por nossos colegas, através das regionais,
o que enaltece nossa classe de AFR.
Estamos nos empenhando para o aumento do nosso quadro de colaboradores
para um melhor auxílio às creches, asilos,
orfanatos, casa de idosos, que indicam,
mensalmente, cerca de 25 entidades, para
que possamos levar alegria, bem estar e felicidade aos mais carentes e necessitados.
O neurocientista brasileiro Jorge
Noll, doutorado nos EUA, destacou
que a singela decisão de praticar uma
boa ação equilibra neurotransmissores
proporcionando-nos bem estar. Assim, o
auxílio às entidades que nós ajudamos é
fruto da colaboração de parte dos colegas,
ou seja, aproximadamente 30% do total
dos associados. Salientamos que do total
arrecadado, 15% é destinado à futura
Casa do AFR.
Fazer o bem e auxiliar aos mais
necessitados é um prazer e alegria que
retorna a nós mesmos; portanto, caros
colegas, inscrevam-se no Fundafresp,
cujo resultado glorifica a nossa grandiosa
classe de AFR.
Finalizando, cito
uma frase do poeta santista Martins
Fontes: “Como é
bom ser bom”, a
qual poderíamos acrescentar “Como é bom para
mim quando sou bom
para os outros”.
Casa do AFR
Valor contabilizado
R$ 1.190.911,04
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Seguro de Vida da Afresp cresce 3,5% em 2006
Seguros
O ano de 2006 foi positivo para a carteira de Seguro de Vida da
Afresp, que teve crescimento em torno de 3,5% no número de segurados. Além desse bom indicador, outra boa notícia é que 50% das
pessoas que aderiram ao seguro têm menos que 45 anos, sendo que
dessas mais de 25% têm menos que 35 anos.
“No ano de 2006, foram amparadas 131 famílias e todos os percentuais citados, em termos numéricos, significam que mais de 250
famílias resolveram participar das apólices da Afresp”, explicou
Joceli Barbosa de Souza, encarregada do Seguro de Vida.
Esse crescimento é fruto do trabalho da Afresp e da Vip’s
Corretora em parceria com a Mapfre Seguros. “Para se ter idéia
do crescimento da carteira, o índice de 2006 é maior que a soma
dos índices dos dois anos anteriores”, disse Marcimedes Martins
da Silva, diretor de Seguros
da Associação.
Além disso, de acordo
com Marcimedes o lançamento do plano Vida Mais
significou a inclusão social e
a extensão do benefício aos
associados idosos e com problemas de saúde, que puderam fazer
seu seguro com tranqüilidade, sem as restrições e exigências da
maioria das seguradoras.
A estabilidade alcançada no Seguro de Vida demonstra que a
Afresp tem hoje apólices de vida e acidentes pessoais que oferecem
os benefícios essenciais aos seus segurados.
Associado relata utilização do Seguro Decessos
No dia 6 de dezembro último, minha esposa viajou a Portugal para lá encontrar-se com
nosso filho e passar o Natal. No dia seguinte,
recebemos aqui no Brasil a notícia de que ela
havia falecido repentinamente, vítima de uma
parada cardíaca. O corpo havia sido removido
para o Instituto Médico Legal de Lisboa e foi
instaurado um inquérito policial para apurar a
causa da morte.
Passada a comoção inicial, vi-me numa situação muito difícil. Lembrei-me do Seguro de
Assistência Decessos da Afresp. Fui procurar o
folheto e liguei para a Central de Atendimento
Mapfre - Vera Cruz, já de madrugada.
A funcionária atendeu-me com toda a cortesia e pediu-me um telefone de contato em
Portugal. A partir desse momento, a seguradora
assumiu o caso em toda a sua plenitude.
Foi acionado um agente funerário em Lisboa
para as providências relativas à documentação e
à liberação do corpo junto ao IML, à polícia e
ao consulado brasileiro. Tratou-se, também, do
repatriamento do corpo.
Posteriormente, um agente funerário em
São Paulo providenciou a recepção do esquife
em Cumbica, sem a necessidade da presença da
família, depois o seu translado para o velório e
finalmente para o cemitério. Havíamos solicitado
que o velório fosse realizado na Beneficência
Portuguesa e o enterro no cemitério do Campo
Grande, no jazigo da família. Pois o referido
agente fez as reservas e pagou todos os custos,
incluindo os traslados e taxas de velório e sepultamento.
Em todo esse oneroso e complicado processo, não precisei desembolsar nenhum centavo.
Todas as providências e despesas correram por
conta da seguradora. Eu me mantinha a par de
tudo através do contato constante com a atendente da Mapfre - Vera Cruz.
Nunca havia atentado para a importância
de se possuir um seguro dessa natureza. Nós,
associados da Afresp, estamos em boas mãos.
Neste momento de tanto sofrimento, quero
agradecer a toda a equipe que me assistiu, pela
sua eficiência, competência e delicadeza.
Geraldo Vidile Júnior,
AFR lotado no PF-10/Santos
Caso haja necessidade de acionar o Seguro de Assistência Decessos, basta entrar
em contato com a Central de Atendimento da Afresp pelo telefone 0800 772 4747
ou com a Central de Atendimento Vera Cruz nos telefones 4002 7196 (Capital) ou
0800 775 7196 (demais localidades).
Seguro de Vida Afresp informa
No mês de dezembro, 14 famílias foram amparadas pelo Seguro de Vida Afresp
e receberam indenização.
Departamento de
Seguros Responde
Quais foram as principais mudanças no seguro de auto por causa
do mercado atual?
No seguro de auto, a principal mudança foi a introdução do perfil. Além
disso, o preço passou a ser determinado pelas corretoras, alterando o valor
que deveria ser praticado vindo da
seguradora. Hoje, o corretor compõe
o preço do seguro de automóvel junto
com a seguradora. O segurado não tem
condição de saber, diante de preços
diferentes na mesma seguradora, se
essa diferença provém de comissão
ou preenchimento diferente de perfil,
o que pode ser feito com distorção
por corretores mal intencionados que
pretendem alcançar um custo reduzido
que lhes viabilize fechar os seguros.
Infelizmente, os segurados somente
descobrem essa manobra quando
ocorre um sinistro e suas indenizações
são negadas pelas seguradoras.
Valorizando a Vida
Parceria
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Eventos beneficentes mobilizam sedes regionais
Regionais
Em dezembro, as sedes regionais da Afresp em São José dos Campos e em Araraquara, após arrecadação de fundos entre os AFRs de suas
regiões, mobilizaram-se em prol dos menos favorecidos.
CC do Vale do Paraíba
No dia 17, o Centro de Convivência do Vale do Paraíba recebeu crianças e adolescentes de quatro entidades indicadas pelo
Fundafresp, o Fundo de Assistência Social da Associação, para
uma enorme festa.
Mais de 250 crianças da ABREED (Associação de Esporte e
Educação), da Instituição Cuidando do Amanhã, da LBV (Legião da
Boa Vontade) e do Projeto de Crianças de Rua e Pessoas Carentes
- Caça Talentos – participaram
da confraternização, que durou
o dia todo.
O tema da festa foi “Um dia
diferente na vida das crianças e
na nossa também”. Várias atividades, como vôlei, futebol e
gincanas, animaram a garotada,
que divertiram-se com um palhaço e ainda receberam a visita
do Papai Noel, que distribuiu
muitos presentes .
A festividade foi uma iniciativa do diretor regional de
São José dos Campos, Ulisses
Freitas dos Santos, em parceria
com diversos colegas AFRs da
região, com o apoio da diretoria
de Regionais e de toda Diretoria
Executiva da Afresp .
“Agradeço a todos os colegas e amigos que de alguma
forma colaboraram com a
realização da festa, seja financeiramente, de corpo e alma no momento da mesma ou aqueles que
no pensamento tiveram desejos positivos”, disse Ulisses.
Orfanato Renascer
Araraquara organizou sua festa no dia 20 de dezembro. Diversos colegas AFRs, com o apoio do diretor regional Cézar José
D’Avoglio e da Diretoria Executiva da Associação, realizaram
uma festa de Natal para as crianças do Orfanato Renascer, de
Araraquara.
A comemoração ocorreu no Centro de Convivência da Afresp e as crianças participaram, desde às
7h, de diversas gincanas e
atividades na piscina.
A festa contou com a
presença do Papai Noel
e do palhaço Tiririca,
que fizeram a alegria da
garotada.
Além do almoço, foram oferecidos salgadinhos, doces, bebidas e
sorvete para as crianças,
que ainda receberam
muitos presentes do Papai Noel.
“A energia foi muito
boa. Fica difícil saber se
a alegria das crianças foi
maior que a satisfação
dos colegas AFRs”, falou
D’Avoglio.
Afresp e Nossa Caixa reúnem-se para firmar parcerias
No dia 13 de dezembro de 2006, ocorreu na sede da Afresp
uma reunião entre membros da Diretoria Executiva da Associação e da Gerência do banco Nossa Caixa com o intuito de
esclarecer dúvidas sobre tarifas e atendimento especializado,
além de conversar sobre a possibilidade de parcerias para o
ano de 2007.
Estavam presentes o presidente da Afresp, Luiz Carlos
Toloi Junior, a diretora financeira e 1ª tesoureira, Aparecida de
Fátima Gasparini, a 2ª tesoureira, Angela Manzoti Nahman, e
o encarregado pela Tesouraria da Associação, Galdino Nery
Junior. Representando a Nossa Caixa, compareceram a gerente
regional de negócios, Márcia Regina Bernardes, e a gerente da
agência Nova Itaim, Elisabeth de Assis.
A diretora financeira da Associação solicitou a isenção da
tarifa de manutenção de conta corrente e de débitos autoriza-
dos da Afresp, o que foi prontamente atendido pela gerente
regional Márcia. Outro ponto esclarecido durante a reunião foi
a cobrança da taxa de administração dos Fundos de Investimeto
da Associação.
De acordo com a diretoria Financeira, o balanço da reunião
foi altamente positivo, pois trouxe vantagens e benefícios às
contas da Associção.
A gerente da Nossa Caixa também demonstrou interesse
em continuar patrocinando os eventos da Afresp, assim como
o caderno de contas 2007.
Antes do término da reunião, as gerentes da Nossa Caixa deram detalhes sobre a melhora no atendimento que será oferecido
aos servidores estaduais, principalmente aos AFRs, que passaram
a receber seus rendimentos pelo banco. Segundo elas, serão contratados mais funcionários para atender aos servidores.
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Regionais realizam confraternizações de final de ano
Regionais
As sedes regionais da Afresp em todo o Estado de São Paulo realizaram nos meses de
novembro e dezembro de 2006 as já tradicionais confraternizações de final de ano. Foram
momentos especiais, em que inúmeros colegas reuniram-se para trocar votos de felicidade
e saúde para o ano que iria começar.
Na Capital e grande São Paulo, as DRTCs I, II e III realizaram suas festas
no mês de dezembro, com um grande encontro de
AFRs e diversos colegas funcionários da Secretaria da
Fazenda.
Sorocab
A regional do ABCD realizou sua festa no dia 7 de
a
dezembro, com a participação de 300 convidados. Pelo
sétima vez, o encontro ocorreu na Estância Alto da Serra,
em São Bernardo do Campo.
No dia 9 de dezembro foi a vez dos associados de
Osasco, que encontraram-se no Centro de Convivência
AFR Roberto Chiaverini. Foram mais de 250 pessoas
reunidas, partilhando momentos agradáveis e desejos de
o Rio Preto
São José d
felicidade para o Natal e para 2007.
No interior, São José do Rio Preto foi a primeira
regional a realizar sua confraternização. O encontro
Campinas
ocorreu no dia 15 de novembro e reuniu 150 pessoas,
entre AFRs e familiares, no Centro de Convivência da
Associação. Entre os convidados esteve o delegado
regional tributário Antonio Respício Vessani.
No dia 2 de dezembro foi a vez dos associados de
Campinas se confraternizarem no Centro de Convivência
da Afresp. Os mais de 160 convidados divertiram-se
desde às 10h e as crianças ainda receberam a visita do
Marília
Papai Noel, representado pelo AFR Cláudio Lopes.
Em Marília, a festa aconteceu no dia 3 de dezembro.
Mais de 170 pessoas passaram momentos de total alePresidente Pruden
te
gria e descontração, com a presença de muitos colegas
aposentados que mataram a saudade em um grande
reencontro.
Também no dia 3, o Centro de Convivência AFR Luiz
Carlos Toloi Junior foi o palco da festa dos associados
de Araraquara, com a presença de 270 pessoas. Enquanto
as crianças divertiram-se com diversas brincadeiras e receberam presentes do Papai Noel, os adultos participaram
ara
de um bingo, com sorteio de uma TV 20 polegadas, uma
Araraqu
bicicleta aro 26 e um MP3 Player de 500 megas.
No Vale do Paraíba, os associados puderam estreitar seus
laços de amizade com a festa do dia 13 de dezembro. Um almoço de
Taubat
confraternização no salão do San Michel Palace Hotel reuniu cerca de
é
100 convidados, entre eles o delegado regional tributário Miguel Conteve a participação de mais de 100 pessoas, entre
rado Piñero Valle e os
elas o delegado regional tributário Nivaldo Manêa Bianchi,
inspetores fiscais Sérgio
“Essas confraternizações,
que felicitaram-se mutuamente em razão do Natal e do Ano Novo.
Augusto Barbosa Soaque acontecem em todas as
Já no dia seguinte, foram os associados de Sorocaba que tiveram
res e Sonia Cristina de
sua
confraternização. Os AFRs e seus familiares estiveram reunidos
Cicco Calanca.
sedes regionais da Afresp, são
no Centro de Convivência da Afresp durante o dia todo, totalizando
No dia 16 de defundamentais para reavivar o
mais de 300 pessoas, que aproveitaram a ocasião para desfrutar de
zembro
foi
a
regional
sentido de união e companheirismo
várias atividades de lazer e esportes.
de
Presidente
Prudente
da classe fiscal, realizando o
“Essas confraternizações, que acontecem em todas as sedes regioque realizou um jantar
reencontro de diversos colegas e
nais da Afresp, são fundamentais para reavivar o sentido de união e
de confraternização
de suas famílias”, disse Aparecida para os AFRs e fami- companheirismo da classe fiscal, realizando o reencontro de diversos
de Fátima Gasparini, diretora
colegas e de suas famílias”, disse Aparecida de Fátima Gasparini, diliares da região, no salão
de Regionais da Afresp
retora de Regionais. “Aproveito a oportunidade para desejar a todos
de festas do Centro de
um 2007 maravilhoso e cheio de conquistas”, finalizou.
Convivência. O evento
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Delegados regionais realizam confraternização na Afresp
Afresp
No dia 5 de novembro, os delegados regionais tributários do Estado de São Paulo realizaram a última reunião de trabalho do ano.
Nesse encontro, organizado pelas três delegacias tributárias da capital, os inspetores fiscais
e os delegados trataram de questões referentes
à fiscalização no Estado de São Paulo.
Após o encontro, que ocorreu ao longo
do dia, a diretoria executiva da Afresp ofereceu um jantar de confraternização a todos os
convidados.
“A Afresp, de maneira cavalheiresca, ofereceu essa confraternização para todas as delegacias regionais tributárias do Estado”, disse
Marco Antonio Vecchi, delegado da DRTC-I.
“Em nome de todos os colegas, quero agradecer pelo importante apoio que a Afresp e sua
diretoria têm nos dado”, finalizou.
Durante o jantar, Edna Alexandre, funcionária da Secretaria da Fazenda, recebeu uma
singela homenagem de seus
colegas em razão de uma troca
de função: ela deixou a Deat e
agora exerce seu trabalho na
DRTC-I.
Além de Vecchi, participaram do jantar o presidente
da Afresp, Luiz Carlos Toloi Da esquerda para a direita: João Álfaro Soto, Hélio César Rosas, BeneJunior, a diretora de Convênios dito Franco da Silveira Filho, Marco Antonio Vecchi, Luiz Carlos Toloi
e de Cultura, Angela Manzoti Junior, Angela Manzoti Nahman, Henrique Shiguemi e Clovis Cabrera
Nahman, o diretor de Aposentados e de Previdência, Benedito
Franco da Silveira Filho, o presidente do Conselho Deliberativo, João
Álfaro Soto, o então coordenador
da Administração Tributária, Henrique Shiguemi Nakagaki, o diretor
da Deat, Clovis Cabrera, o deputado constituinte Hélio César Rosas
e o vereador Gilson Barreto.
Projeto Nota Fiscal Eletrônica
recebe Prêmio Mário Covas
O projeto Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) foi um dos vencedores da 3ª edição do
Prêmio Mário Covas - Inovações na Gestão Pública no Estado de São Paulo, que
reconhece anualmente as melhores práticas de gestão pública do Estado.
O Prêmio, uma iniciativa conjunta da Casa Civil do Estado de São Paulo e da
Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap), foi instituído em 2004 e
tem o objetivo de apoiar a modernização da administração pública estadual.
Em 2006, 189 projetos foram inscritos e ao final 10 foram premiados e 6 receberam menções honrosas. Essa foi a primeira vez que um projeto da Secretaria
da Fazenda recebeu o prêmio Mário Covas
(apesar de já ter recebido uma menção
honrosa em 2005). O projeto NF-e foi o
vencedor na categoria Eficiência no Uso dos
Recursos Públicos e Desburocratização.
A cerimônia de entrega do prêmio foi
realizada no dia 30 de novembro, no auditório Ulysses Guimarães, no Palácio dos
Bandeirantes. Quem recebeu o prêmio foi o
líder do projeto na Secretaria da Fazenda e
Da esquerda para a direita: Newton Oller,
Adriano Queiroga, Evelyn Levy (Casa Civil)
Diretor Adjunto da Deat, Newton Oller de
e Marcelo Fernandez
Mello. “A conquista deste prêmio é fruto do
trabalho dedicado da equipe do projeto e do
apoio incondicional recebido da Administração Tributária da Sefaz “, disse Oller.
Estiveram presentes ainda na cerimônia o coordenador adjunto da CAT e coordenador do Programa de Modernização da Sefaz, Adriano Queiroga, e o integrante
da equipe do projeto NF-e e assistente fiscal da Deat, Marcelo Fernandez.
Além de agradecer a todos os que contribuíram, direta ou indiretamente, para o
desenvolvimento do projeto, Newton Oller ressaltou que “a Nota Fiscal Eletrônica
vem para mudar a relação fisco-contribuinte, simplificando obrigações acessórias e
reduzindo custos para os contribuintes, com ganhos de controle para o Fisco. Além
disso, inova ao ser uma construção coletiva, contando com a participação não apenas
dos fiscos Estaduais e da Receita Federal, mas também com a participação efetiva da
iniciativa privada”.
Roberto Chiaverini completa
25 anos no Conselho Deliberativo
Em outubro de 2006, o AFR Roberto Chiaverini completou 25 anos ininterruptos como membro do Conselho
Deliberativo da Afresp. É um quarto de século de trabalho
dedicado aos associados e à defesa da Associação como
um todo.
“Sinto-me feliz e honrado por esses anos no Conselho
Deliberativo da Afresp. Quero agradacer a Deus e a todos
os colegas que confiaram em mim e deram-me a possibilidade de trabalhar em prol deles próprios”, disse Chiaverini.
Aos 71 anos de idade, Chiaverini tem uma vida dedicada à fiscalização. Ele iniciou a carreira de AFR em 1961
e ocupou diversos cargos de inspetoria e assessoria na
Fazenda. Além de ter sido delegado regional tributário da
Grande São Paulo, do ABC, de Guarulhos, de Osasco, ele
também foi juiz do TIT (Tribunal de Impostos e Taxas) e
participou das comissões que criaram e introduziram a GIA,
o Código de Atividade Econômica do Estado e o manual
de Técnicas Fiscais.
Na Afresp, exerce o cargo de conselheiro desde 1981,
ano em que foi eleito, e também foi presidente do Conselho Deliberativo no triênio 2003/2005. “Foi uma época
difícil, quando todos tivemos que enfrentar os efeitos da
Reforma da Previdência, que reduziu drasticamente nossos
salários”, continuou.
O atual presidente do Conselho Deliberativo, João
Álfaro Soto, congratulou Chiaverini por seus 25 anos no
órgão. “Quero cumprimentar o colega Roberto Chiaverini, que tanto dedicou-se em prol da Afresp e de todos os
associados”, falou Soto.
Chiaverini, por sua vez, pretende trabalhar ainda mais
em prol da classe. “Embora aposentado, enquanto meu
coração bater, sempre lutarei para honrar e dignificar a
carreira dos agentes fiscais de rendas do Estado de São
Paulo”, finalizou.
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Afresp sedia 2º Seminário de Educação Fiscal
Afresp
Ocorreu na sede da Afresp, nos dias 11 e 12
de dezembro, o 2º Seminário de Educação Fiscal
de São Paulo, parte do Programa de Educação
Fiscal para a Cidadania.
Na abertura do evento, o presidente da
Associação recebeu os presentes e afirmou que
para a Afresp é um prazer sediar um seminário
de educação fiscal. “Este é um grupo importante, porque leva à população do Estado de São
Paulo informações necessárias para que todos
exerçam plenamente seus direitos e deveres
de cidadãos”, disse referindo-se ao GEFE-SP
(Grupo de Educação Fiscal Estadual, equipe
formada por representantes das Secretarias da
Fazenda, Educação e Receita Federal).
O coordenador do Programa de Educação
Fiscal para a Cidadania, o AFR Ivan Aurélio
Ferrari de Senço, da Fazesp, falou sobre as
palestras e sobre a premiação das escolas com
trabalhos selecionados pelo GEFE-SP, que
ocorreu no dia 12.
Também estavam presentes no primeiro dia
do evento, o então coordenador da CAT, Henrique Shiguemi Nakagaki, o auditor da Receita
Federal, Celso Gomes Pegoraro, o presidente
do Sescon-SP, Antonio Marangon e a representante da Secretaria Estadual de Educação,
Huguete Teodoro da Silva.
Entre os temas das palestras proferidas no
Seminário, estavam a educação
fiscal, o conselho de defesa dos
contribuintes, a ética dos servidores públicos e dos cidadãos,
assim como as políticas públicas,
a sonegação fiscal e a pirataria.
Premiação
Com o objetivo de incentivar alunos e professores a discutir a Educação
Fiscal, ocorreu a apresentação e a premiação
dos trabalhos desenvolvidos nas escolas durante o ano de 2006. “Foram feitas algumas
apresentações durante o Seminário, como duas
peças de teatro, uma paródia, um jogral, um
rap e uma encenação de programa de rádio”,
contou o coordenador Ivan.
Os premiados foram
- Ciclo I: Escola “Professora Lúcia Grissi
Ceraso” (Franca), Escola “Professor Augusto
de Oliveira” (São Carlos) e Escola “Professora
Maria Fernandes Brigo” (Guarulhos).
- Ciclo II: Escola “Professor José Pereira
Éboli” (Guaratinguetá), Escola “Antonio Ferreira de Menezes” (Bauru) e Escola “Hortência
Quintino de Faria Botelho” (Mongagua).
- Médio: Escola “Prefeito Domingos de
Souza” (Santos), Escola “Professor Francisco
Damante” (Bragança Paulista) e Escola “Professor Carlos Augusto de Camargo” (Votorantin).
AFRs são eleitos para
o Conselho da Afpesp
Os associados Milton dos Santos, de Ribeirão Preto, e Adherbal
Silva Pompeo, de São Paulo, foram
eleitos para o Conselho Deliberativo
da Afpesp.
Os dois participaram do pleito
realizado no dia 9 de dezembro, para
a renovação parcial do Conselho da
Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo.
Milton recebeu 5.026 votos,
enquanto Adherbal teve um total de
4.306 votos. Ambos tomaram posse
no dia 12 de janeiro.
Governo fará recadastramento dos servidores estaduais em atividade
A partir do mês de fevereiro, o governo estadual irá
recadastrar todos os servidores públicos em atividade,
inclusive os de regime especial, a fim de
atualizar e uniformizar os dados dos
funcionários.
Anunciado na posse do governador José Serra, o recadastramento
também tem o objetivo de traçar
políticas de valorização dos servidores estaduais. “Primeiro, vamos
uniformizar os dados dos servidores. Em segundo lugar, atualizar
esses dados, que podem estar incompletos ou mesmo errados”, disse
o secretário de Gestão e Administração
Sidney Beraldo, em entrevista ao jornal Agora
do dia 5 de janeiro.
De acordo com o secretário, o governo ainda deverá
verificar o excesso de funcionários em alguns setores e
ainda realocar alguns servidores.
Internet
O recadastramento irá começar no início de fevereiro e
deve ser realizado preferencialmente pela internet. Para isso, a
Prodesp (Companhia de Processamento de Dados do Estado
de São Paulo) irá desenvolver um site. O servidores receberão
uma convocação com as instruções para acessar o site e gerar
uma senha, que será usada para preencher o cadastro.
Os funcionários que não puderem usar internet terão que
pedir um formulário de papel na área de recursos humanos
do local onde trabalha. Depois de preenchê-lo, deverão entregá-lo de volta à unidade para que as informações sejam
disponibilizadas no site.
A regulamentação que determinará os detalhes finais
do recadastramento dos servidores deve ser publicada no
Diário Oficial até o final deste mês. O servidor público estadual que não realizar o seu recadastramento terá suspenso
o pagamento do seu salário.
O decreto nº 51.468 do governador José Serra, que
dispõe sobre o recadastramento, foi assinado no dia 2 de
janeiro e publicado no Diário Oficial do dia 3.
10
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Nova diretoria do Sinafresp é diplomada em cerimônia
Afresp
No dia 6 de janeiro ocorreu a cerimônia
de diplomação da nova diretoria do Sinafresp,
eleita para o triênio 2007/2009. Cerca de 600
pessoas, entre AFRs e convidados da capital
e do interior, participaram do evento, que foi
realizado no Círculo Militar, em São Paulo.
O presidente da Comissão
Eleitoral do Sinafresp, o AFR
Irlair Guimarães Bedaque,
procedeu a assinatura simbólica do ato de
posse do novo
presidente e dos
novos diretores
do Sindicato. Em seguida, o então presidente e
agora deputado federal João Eduardo Dado Leite de Carvalho, fez uso
da palavra, alertando que “tempos
difíceis” deverão vir, em razão do
descaso das autoridades com a classe
fiscal, apesar de sua importância para
o Estado.
“Teremos tempos duros
pela frente. Vamos viver sob
a tutela do capital. E a esse
capital interessa seqüestrar
parte dos recursos previdenciários para pagar a dívida
interna/externa. Esse embate
vai se notabilizar na discussão
do PLC-30”, disse Dado.
Por sua vez, o novo presidente do Sinafresp, Lauro Kuester Marin,
também relembrou as inúmeras perdas da
categoria com a Reforma da Previdência,
em 2003, e falou sobre a necessidade de
mudanças na condução do Sindicato.
“Grande parte dos AFRs, senão a maioria,
tiveram seus rendimentos reduzidos a quase
metade, ou menos ainda em valores reais, entre
dezembro de 2003 e janeiro de 2007”, falou
Marin. “O nosso compromisso é
mudar a forma de ação do nosso
Sindicato”, finalizou.
Além de todos os integrantes da nova diretoria do
Sindicato, a Diretoria Executiva
da Afresp esteve presente ao
evento a fim de prestigiar os
eleitos e reforçar o sentido de
união e companheirismo em prol da classe dos
agentes fiscais de rendas.
“Desejo sucesso ao Sinafresp em sua nova
administração, com a garantia da Afresp de
união na parceria que se faz necessária em
defesa de nossos associados e sindicalizados”,
falou Toloi Junior (leia o discurso completo
na página 3).
Outras autoridades que participaram da
cerimônia de diplomação da nova diretoria
do Sinafresp foram
o deputado federal
Arnaldo Faria de
Sá, os deputados
estaduais Vaz de
Lima e Vitor Sapienza, o novo coordenador da CAT,
Otávio Fineis Junior, o presidente
da Fenafisco, Rogério
Macanhão e o presidente
da Febrafite, Roberto
Kupski.
Após a diplomação, foi
ser vido um
jantar para
todos os convidados.
A cerimônia oficial de
posse da nova
diretoria do Sindicato, com a assinatura das atas
protocolares, ocorreu no dia 9 de janeiro, na
sede do Sinafresp.
Otávio Fineis Junior é o novo coordenador da CAT
Toloi Junior, presidente da Afresp, e
Otávio Fineis, coordenador da CAT
No dia 2 de janeiro, o então coordenador da CAT, Henrique Shiguemi Nakagaki, pediu exoneração de seu cargo. Na mesma ocasião,
foi designado para a função o AFR Otávio Fineis Junior.
Já no dia 5 de janeiro, o governador José Serra publicou decreto no
Diário Oficial nomeando oficialmente Otávio Fineis Junior como novo
Coordenador da Administração Tributária da Secretaria da Fazenda
do Estado de São Paulo.
O presidente da Afresp, Luiz Carlos Toloi Junior, enviou ofício ao
secretário Fineis, felicitando-o por sua nomeação e colocando a Associação à disposição para a realização de parcerias de interesse mútuo.
João Eduardo
assume como
deputado federal
No dia 18 de dezembro, o AFR
João Eduardo Dado Leite de Carvalho assumiu, na Câmara dos Deputados em Brasília, a vaga de Dimas
Ramalho, que renunciou ao seu
mandato. João Eduardo Dado era o
1º suplente e ficou com a vaga.
João Eduardo Dado foi eleito
deputado federal para o período
de 2007-2010 e participou da cerimônia de diplomação, que ocorreu
na Assembléia Legislativa de São
Paulo, no dia 19 de dezembro.
A posse dos deputados federais
irá ocorrer no dia 1º de fevereiro
de 2007, em Brasília.
Currículo
Ingressou na carreira de AFR
em 1983, no PF de Votuporanga.
Foi presidente da Afresp por 12
anos e foi um dos coordenadores
da fundação do Sinafresp. Foi presidente e fundador da Febrafite (Federação Brasileira de Associações
de Fiscais de Tributos Estaduais).
Atua há 16 anos como líder
classista e sindical. Foi presidente
do Sinafresp entre 2004 e 2006.
GEIA
Jan/07 - 1,8016 - provisório
Dez/06 - 1,9564 - definitivo
Nov/06 - 1,8211 - definitivo
11
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Retrospectiva das ações na luta pelos direitos dos AFRs
Afresp
Preparamos uma retrospectiva mostrando as diversas ações realizadas pelas entidades Afresp e Sinafresp desde 2004, em uma
inesgotável tentativa de resolver as injustiças cometidas com a classe fiscal na última Reforma da Previdência.
Foram realizadas Assembléias Gerais, reuniões com lideranças políticas na Assembléia Legislativa e com o secretário da Fazenda,
além de diversas mobilizações que contaram com a participação de toda a classe fiscal. É importante destacar o intenso trabalho dos
colegas da capital e do interior, que a todo momento mantiveram contínuo contato com os deputados de suas regiões.
Leia abaixo a retrospectiva das ações:
3 de dezembro de 2004 – reunião no
Palácio dos Bandeirantes com o então
secretário da Fazenda, Eduardo Guardia,
e o procurador geral adjunto do Estado,
José do Carmo Mendes Junior. Na ocasião foi acordada a apresentação de uma
PEC e de um PL na Assembléia Legislativa: o valor proposto para o subsídio do
governador era R$ 17.251,00.
15 de dezembro de 2004 – a PEC
15, que altera o artigo 20 da Constituição do Estado e permite a atualização dos
vencimentos do governador a cada ano, é aprovada em 1º turno na Alesp.
22 de fevereiro de 2005 – aprovação da PEC 15 em 2º turno na Alesp.
15 de março de 2005 – aprovação de destaque na PEC Paralela, no Congresso
Nacional, que inclui AFRs no subteto salarial do Judiciário.
7 de abril de 2005 - representantes de
entidades ligadas ao funcionalismo público
de todo o Brasil estiveram reunidos com o
presidente do Senado, Renan Calheiros, para
falar sobre a PEC Paralela.
5 de maio de 2005 – lideranças classistas
visitam ministros do STF.
23 de maio de 2005 – líderes conversam
com o governador Geraldo Alckmin, em
cerimônia no Palácio dos Bandeirantes,
sobre a PEC Paralela e o PL.
3 de junho de 2005 – audiência com o
secretário Eduardo Guardia, o secretário
adjunto Luiz Tacca Junior e o coordenador
da CAT, Henrique Shiguemi Nakagaki,
para definir o encaminhamento do PL.
21 de junho de 2005 – reunião com a
Mesa Diretora da Alesp e lideranças partidárias para falar sobre o PL 413/2005.
23 de junho de 2005 – publicação
no Diário Oficial do Projeto de Lei
nº413/2005. Cinco dias depois uma
emenda é publicada para fixar o valor do
subsídio do governador em R$ 17.251,00.
No dia 23 também ocorreu uma reunião
na Afresp entre deputados e diretores
regionais e conselheiros das entidades do Fisco para estimular os AFRs a manter
contato para convencimento dos deputados a favor da causa.
30 de junho de 2005 – PEC Paralela é aprovada no Senado, mas o artigo
sobre os subtetos estaduais volta para a Câmara dos Deputados.
3 de agosto de 2005 – na Assembléia
Legislativa, deputados receberam entidades
de classe do funcionalismo para discutir a
questão do subteto. Todos mostraram-se a
favor da PEC estadual que fixa um único
subteto para os servidores públicos estaduais. O presidente da Alesp, Rodrigo Garcia,
disse compreender a situação.
26 de agosto de 2005 – reunião com o
secretário Eduardo Guardia, com a presença do coordenador da CAT, Henrique
Shiguemi. O Governo descartou os R$
17.251,00 e fez uma nova proposta, que
não foi aceita pelas entidades.
12 de setembro de 2005 - reunião dos
deputados Vitor Sapienza e Vaz de Lima
com os dirigentes da CAT, delegados
regionais tributários e representantes das
entidades classistas, na sede da Afresp.
21 de setembro de 2005 – são apresentadas emendas ao PLO 413/05.
24 de setembro de 2005 - realização
de Assembléa Geral Extraordinária, na
Câmara Americana de Comércio, para
definir futuras ações.
26 e 28 de setembro de 2005 – reuniões com o secretário Guardia motivadas
pela AGE dos AFRs do dia 24. Os líderes
da classe rejeitaram o que foi proposto e
fizeram uma contraproposta.
De 29 de setembro a 24 de outubro
de 2005 - as entidades permaneceram
em estado de alerta, realizando constantes contatos com os deputados e com o
coordenador da CAT.
25 de outubro de 2005 – mobilização
de AFRs na Assembléia Legislativa.
30 de novembro de 2005 – aprovação
do PLO 413/05, fixando o subsídio do
governador em R$ 14.850,00, retroativo a
1º de setembro de 2005, e o compromisso
assumido em Plenário pelo líder do Governo de que a partir de abril de 2006 o
valor seria de R$ 17.251,00.
5 de dezembro de 2005 – Rodrigo
Garcia, Vitor Sapienza e Vaz de Lima
são homenageados pela classe dos AFRs
durante almoço, em razão da aprovação
do PLO 413/05.
12
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Retrospectiva das ações na luta pelos direitos dos AFRs
Afresp
20 de fevereiro de 2006 – o presidente
da Afresp, recém empossado, faz visita
ao gabinete do presidente da Assembléia
Legislativa.
23 de fevereiro de 2006 – o secretário
da Fazenda, Tacca Junior, visita a sede
da Afresp acompanhado pelo alto escalão da Sefaz e é recebido pela Diretoria
Executiva.
31 de março de 2006 – diretores da
Afresp comparecem à posse do governador Cláudio Lembo e aproveitam
para conversar sobre a questão classista
também com o secretário Tacca.
No mês de abril de 2006 - líderes da
Afresp e do Sinafresp mantêm constante contato com diversas lideranças
partidárias.
4, 5 e 15 de maio de 2006 – presença dos
presidentes das entidades Afresp e Sinafresp
em reuniões do Proffis, aproveitando o momento para falar do andamento dos trabalhos
na Assembléia.
12 de maio de 2006 – Assembléia Geral
dos AFRs e, logo após, manifestação no
prédio da Secretaria da Fazenda com a
presença de mais de 800 agentes fiscais.
16 de maio de 2006 - Os líderes das
entidades Afresp e Sinafresp, são recebidos
na Assembléia Legislativa pelo deputado
Geraldo Vinholi.
23 de maio de 2006 – mobilização
de AFRs na Assembléia Legislativa e o
deputado Vinicius Camarinha recebe
as lideranças em nome do presidente
da Alesp.
23, 24 e 25 de maio de 2006 – mobilização de AFRs no prédio da Secretaria
da Fazenda para mostrar ao secretário a
insatisfação da classe.
25 de maio de 2006 – lideranças classistas participam de reunião com o secretário
Tacca e o coordenador adjunto da CAT,
Adriano Queiroga.
1º de junho de 2006 – após muita luta,
é publicado no D.O. o PLO 325/2006.
Nos dias seguintes são apresentadas as
emendas acordadas com os deputados. No
mesmo dia o secretário da Fazenda recebeu
novamente as lideranças e disse que o governador Lembo ainda estava estudando uma
solução para a questão do subteto.
3 de junho de 2006 – Assembléia Geral do
Sinafresp, com os líderes das entidades classistas
apresentando resultados dos encontros com as
lideranças políticas da Alesp.
6 de junho de 2006 – mais de 500
AFRs fazem concentração na Assembléia
Legislativa pedindo a aprovação do PLO
325/06 e entram em contato com o deputado Edson Aparecido, além do Colégio
de Líderes.
21 e 27 de junho de 2006 – As entidades Afresp e Sianfresp, com o apoio de
seus associados, seguem os trabalhos junto
aos deputados na Assembléia Legislativa.
28 de junho de 2006 - A Assembléia Legislativa aprovou o regime de urgência
do PLO 325/2006, em sessão extraordinária.
4 de julho de 2006 – o deputado Enio
Tatto, líder do PT na Alesp, reúne-se com
representantes do fisco e afirma que a
bancada do seu partido apoia o projeto
dos AFRs.
5 de julho de 2006 – o presidente da
Alesp, Rodrigo Garcia, recebe as lideranças dos servidores públicos para discutir
o PLO 325/06 e reconhece os compromissos assumidos.
13 de julho de 2006 – reunião entre
as lideranças da Afresp e do Sinafresp,
na sede da Associação, com conselheiros e diretores regionais, para explicar
o andamento do PLO 325/06 e definir
futuras ações.
15 de agosto de 2006 – Reunião dos
líderes das entidades com o coordenador
da CAT, Henrique Shiguemi.
28 e 29 de agosto de 2006 – Trabalho das entidades classistas junto aos
deputados, na Assembléia Legislativa.
29 de agosto de 2006 – PEC é apresentada à Mesa Diretora da Alesp com a
assinatura da maioria dos líderes dos partidos.
13
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Retrospectiva das ações na luta pelos direitos dos AFRs
Afresp
7 de setembro de 2006 – PEC nº4
de 2006 é publicada no Diário Oficial.
19 de setembro de 2006 – reunião
no Sinafresp entre as diretorias das entidades do fisco para discutir a questão
do subteto.
De 20 de setembro a 20 de outubro
de 2006 - continua o trabalho das entidades classistas, em contato com líderes
partidários e com o coordenador da CAT.
24 de outubro de 2006 – na Alesp,
as entidades dos servidores públicos
encontraram-se para tratar das futuras
ações para viabilizar os projetos de interesse comum.
31 de outubro de 2006 – diretorias e
representantes dos AFRs e dos servidores
estaduais estiveram na Alesp e, apesar da
dificuldade, conseguiram ser recebidos pelo
presidente Rodrigo Garcia que informou
que o período de transição de governo não
seria favorável para votação de projetos.
7 de novembro de 2006 – mobilização de cerca
de 400 servidores estaduais no Círculo Militar e na
Assembléia Legislativa durante todo o dia.
Na parte da tarde o presidente da Alesp recebeu alguns
líderes da classe e disse que não poderia colocar o PLO
e a PEC na pauta da reunião do Colégio de Líderes,
mas comprometeu-se na frente de outros deputados a
colocar o assunto na pauta da reunião seguinte.
De 8 a 20 de novembro de
2006 – continua o trabalho
das entidades classistas, em
constante contato com os
deputados, visando o convencimento da importância
do PLO 325/06.
21 de novembro de 2006 – nova mobilização no Círculo Militar e na Alesp,
reunindo cerca de 400 AFRs. O deputado
Vaz de Lima contou que o PLO 325/06
seria colocado na pauta de votação até o
final do ano.
28 de novembro de 2006 – os presidentes da Afresp e Sinafresp estiveram em
contato com diversas lideranças políticas
na Assembléia Legislativa.
11 de dezembro de 2006 – reunião na sede da Afresp com o deputado Vitor Sapienza, o vereador Gilson Barreto, o presidente do Sinafresp, João Eduardo Dado
Leite de Carvalho e o presidente eleito do sindicato, Lauro Kuester Marin.
12 de dezembro de 2006 – visita do
presidente da Afresp, Luiz Carlos Toloi
Junior, e do presidente eleito do Sinafresp,
Lauro Kuester Marin, ao presidente da
Assembléia Legislativa, Rodrigo Garcia.
13 de dezembro de 2006 – publicação
do PLO 736/06, de autoria da Mesa da
Alesp, elevando o subsídio dos secretários
estaduais e mantendo o valor do governador. Esse PLO vai contra todos os acordos
firmados anteriormente com os servidores estaduais, mas segue os interesses do
novo governador do Estado.
13 e 14 de dezembro de 2006 – trabalho intenso das entidades Afresp e
Sinafresp junto aos deputados na Alesp, para a apresentação de emendas ao PLO
736/06 (22 emendas).
15 de dezembro de 2006 – tem início a publicação das emendas ao PLO
736/06 que são resultado do trabalho das lideranças da classe junto aos deputados.
Nos dias seguintes, outras emendas são apresentadas, num total de 12.
19, 20 e 21 de dezembro de 2006 grupos de AFRs organizam-se para visitar
os gabinetes dos deputados na Alesp e
pedir que o acordo seja mantido e que o
PLO 736/06 seja aprovado com uma das
emendas apresentadas.
21 de dezembro de 2006 - presidente
da Afresp e presidente eleito do Sinafresp
estiveram na Alesp de plantão até às 22h,
na porta da sala de reuniões das lideranças
da Casa.
22 de dezembro de 2006 – PLO 736/06 é aprovado na calada da noite, sem
nenhuma emenda. Acordo firmado anteriormente não é cumprido pela Assembléia Legislativa.
Manchetes do jornal Folha de S. Paulo:
“Câmara e Senado fecham acordo para elevar salários para R$ 24.500” (14/12/06)
“Aldo defende regulamentação de teto para funcionalismo público federal” (18/12/06)
“164 congressistas dizem que são contra o aumento de 91%” (21/12/06)
“Assembléia de São Paulo analisa salário de R$ 22 mil para Serra” (21/12/06)
“Serra diz que é “frontalmente contrário” a salário de R$ 22 mil” (21/12/06)
“Projeto prevê salário de R$ 22 mil para Serra” (21/12/06)
“Quatro Estados aprovam reajuste para o Executivo” (22/12/06)
“Assembléia aprova reajuste de 90% para novos secretários de SP” (22/12/06)
“Serra descarta aumentar próprio salário” (22/12/06)
“CNBB chama de “desfaçatez” proposta de reajuste de 91% a parlamentares” (22/12/06)
“CUT-SP critica Serra e diz que “adotará medidas” contra reajuste a secretários” (24/12/06)
A Diretoria Executiva da
Afresp agradece o apoio de todos seus associados que, direta
ou indiretamente, colaboraram
nessa árdua batalha pelos direitos
da classe fiscal.
Entretanto, a luta segue em
2007 apesar do último revés, e
para isso contamos com o apoio
de todos para que os agentes
fiscais de rendas tenham sua
importância reconhecida pelas
lideranças políticas e para que a
justiça seja feita.
14
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Afresp prepara evento comemorativo de 59 anos
Sociocultural
Visando sempre promover uma total aproximação entre os associados e seus familiares e ainda prestigiar os Centros de Convivência, a
diretoria de Convênios e de Cultura solicitou à diretoria de Marketing
& Comunicação a elaboração de um projeto para a comemoração
dos 59 anos da Afresp.
Desta forma, a Diretoria Executiva irá comemorar mais um
aniversário da Associação com a realização de novas atividades na
capital, grande São Paulo, interior e litoral do Estado.
“Afresp traz o Brasil até você”
A principal intenção da Associação, além de reunir a classe fiscal
em uma grande confraternização, é realizar uma homenagem aos
Estados brasileiros, seu povo, sua cultura e sua culinária.
Cada sede regional da Afresp irá representar um Estado ou região
em uma data específica (veja quadro ao lado). Para isso, foi realizado
um sorteio no dia 8 de dezembro, em uma reunião com os diretores
regionais na sede da Associação.
“Fiquei muito feliz com o sorteio, apesar de não conhecer muito
da cultura e dos costumes de Goiás”,
contou Eugênio Evandro Fernandes,
diretor regional de Guarulhos, que
ficou com os Estados de Goiás, Tocantins e Distrito Federal. “Esse fato,
aliás, vai ser um incentivo para nós.
Por isso, pretendemos no final de janeiro iniciar uma pesquisa para fazer
uma festa bem legal”, continuou.
Já as sedes regionais de Campinas
e de Piracicaba irão realizar uma festa
típica da Paraíba. “A idéia é que possamos trabalhar em conjunto, para
realizar uma confraternização agradável para os associados de nossa
região”, disse Adilson Monteiro Garcez, diretor regional de Campinas. “Deveremos, inclusive, entrar em contato com alguns colegas da
Paraíba a fim de captar aspectos da cultura local para elaborar nossa
festa”, concluiu.
Participação
As confraternizações irão ocorrer sempre aos sábados e serão um
momento voltado à integração dos AFRs e suas famílias, além de ser
uma oportunidade para conhecer novas culturas, gostos e ritmos.
É importante ressaltar que os associados podem participar de
qualquer evento, não apenas o da sua regional, bastando inscrever-se,
pessoalmente ou por meio de telefone, diretamente na sede regional,
até 10 dias antes do evento. O associado pode levar sua família, independentemente da filiação à Amafresp.
A Diretoria Executiva da Afresp já está trabalhando junto com os
parceiros da Associação para angariar patrocínio para os eventos.
“Nossa Associação não é apenas o prédio sede, mas está espalhada
por todo o Estado, em nossas regionais e Centros de Convivência.
Quem faz a Afresp são os
associados, e por isso é imporDatas, Locais dos Eventos e
Estados/Regiões homenageadas
tante a participação de todos
nessa confraternização”, disse
10/02 - São José do Rio Preto
Angela Manzoti Nahman,
(Maranhão/Pará)
diretora de Convênios e de
03/03 - Osasco
Cultura. “Esperamos que o
(Rio Grande do Sul)
evento ‘Afresp traz o Brasil
14/04 - Bauru
até você’ tenha o mesmo su(Mato Grosso / M.G. do Sul)
cesso do Dia da Família, com
28/04 - Sorocaba
a participação ainda maior dos
(Espírito Santo)
nossos associados e de seus
05/05 - Araraquara
familiares”, finalizou.
(Rio Grande do Norte)
Retrospectiva dos eventos
Dia da Família em todo o Estado
Entre os meses de abril e novembro de
2006, a Afresp promoveu em todo o Estado
de São Paulo o evento “Dia da Família”, com o
objetivo de comemorar os 58 anos da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado
de São Paulo e também promover a integração
entre os AFRs e seus familiares.
Os eventos ocorreram aos sábados e muitas
famílias estiveram reunidas para atividades esportivas, de lazer, diversão e confraternização.
Os Centros de Convivência foram os principais
cenários, com exceção dos eventos do ABCD,
que ocorreu no Recanto Tozan, e de Santos, que
ocorreu na barraca da Afresp na praia.
Contabilizando as presenças, somou-se mais
de 4,7 mil pessoas durante todos os Dias da
Família. Desse modo, os 16 eventos tiveram
média de 300 participantes, o que demonstra
o sucesso da organização.
Diversas foram as atividades programadas,
sendo que cada regional teve a liberdade para
incrementar o seu evento.
A diretora de Convênios e de Cultura da
Afresp, Angela Manzoti Nahman, afirmou que
a colaboração e o trabalho empenhado pelos diretores regionais foi essencial para o sucesso dos
eventos. “O trabalho em parceria foi muito positivo, pois cada diretor regional deixou o evento com
algo especial, diferente dos outros. Foi uma ótima
experiência e esperamos poder repetir sempre os
eventos em todo o Estado”, disse.
A Diretoria Executiva da Afresp agradece
aos patrocinadores do Dia da Família (Banespa,
Vip’s Corretora e Odontoprev) e conta com a
participação de todos os seus associados na
comemoração de seus 59 anos, em 2007.
19/05 - Araçatuba
(Minas Gerais)
02/06 - Taubaté/S.J.Campos
(Paraná)
16/06 - Presidente Prudente
(Pernambuco)
07/07 - Jundiaí
(Rio de Janeiro)
04/08 - Marília
(Santa Catarina)
18/08 - Campinas/Piracicaba
(Paraíba)
01/09 - Franca
(Ceará)
15/09 - Guarulhos/DRTCs
(Goiás, Distrito Federal e Tocantins)
06/10 - ABCD
(Alagoas)
20/10 - Ribeirão Preto
(Região Amazônica)
10/11 - Santos
(Bahia)
15
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Convênio com diversas Universidades e Faculdades
Convênios
A Afresp mantém convênios com diversas
universidades e faculdades, proporcionando
ao associado a possibilidade de ampliar seus
conhecimentos com vantagens e descontos,
como tabela de preços diferenciada e isenção
da taxa de inscrição.
Centro Universitário Nove de Julho
Os associados e dependentes da Afresp
que estudam na Uninove precisam realizar o
procedimento de entrega de documentos para
receber o benefício do desconto semestral no
mês de junho (6ª parcela).
Veja abaixo as instituições que possuem
convênio com a Afresp:
Esta solicitação de benefício deverá ser
feita por todos os alunos, novos ou antigos,
nas secretarias da Uninove, de 01/01/2007
até 15/03/2007.
Universidade Mogi das Cruzes
Instituição Moura Lacerda
Faculdade Magister
Faculdades Tancredo Neves
Faculdades Albert Einstein
Unisa - Universidade de Santo Amaro
Universidade Anhembi Morumbi
Universidade São Marcos
Faculdades Integradas Rio Branco
INPG - Instituto Nacional de Pós-Graduação
Universidade Ibirapuera - Unib
Centro Universitário Capital - Unicapital
Inst. Bras. de Desenv. e de Pesq. Hospitalares
Faculdade Ítalo Brasileira
Universidade Paulista - Unip
Centro Universitário Nove de Julho - Uninove
Atenção: a entrega dos documentos na
data limite é imprescindível. Após esta data a
secretaria não receberá documentações.
Os funcionários, associados e dependentes
podem retirar os documentos necessários no
departamento de Convênios e de Cultura e
entregá-los na secretaria do campus em que
estudam até a data limite, 15/03/2007.
O telefone do departamentos de Convênios e de Cultura é (11) 3886-8859/8821.
Mais informações na Uninove, pelos telefones
(11) 6633-9192/6633-9039/6633-9270 ou pelo
e-mail:[email protected]
AGENDA
Dança de Salão
As aulas de dança de salão
irão retornar a partir do dia
6 de fevereiro, na sede da
Associação.
Yoga
Os associados interessados
em formar um grupo para a
prática de Yoga devem entrar
em contato com o departamento de Convênios e de
Cultura.
Massagem
Mais uma profissional foi
contratada pela Afresp e
agora as sessões de massagem podem ser realizadas
de segunda a sexta-feira, das
8h às 17h.
Entre as massagens oferecidas estão a relaxante, a modeladora, a quick massage e
também a drenagem linfática.
É necessário marcar hora
com antecedência.
Manicura
Está programado para ocorrer o 2º Fórum Internacional Afresp – CAT – Fazesp,
que nesta edição terá como tema “Cenários e tendências em tributação no início do
século XXI”. O evento ocorrerá nas dependências do hotel Renaissence, em São Paulo,
e terá cerca de 400 vagas para AFRs associados.
Mais informações sobre a 2ª edição do Fórum Internacional Afresp - CAT - Fazesp
serão divulgadas em breve no Jornal da Afresp.
A Afresp oferece a todos
os associados serviços de
manicura e pedicura. O atendimento acontece na sede da
Associação, de terça à sextafeira, das 9h às 17h.
É necessário marcar hora
com antecedência.
Mais informações no departamento de Convênios e
de Cultutra, pelos telefones
(11) 3886-8859/ 8821.
16
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Diretoria de Esportes elabora Ranking dos Tenistas
Esportes
Como tradicionalmente ocorre a cada ano, a diretoria de Esportes divulgou o Ranking dos Tenistas da Afresp em 2006.
O Ranking foi elaborado levando em conta o desempenho dos
atletas nas competições realizadas ao longo do ano, como o V Mini
Open Afresp de Tênis, o VI Torneio de Tênis em Duplas e XIII
Open Afresp de Tênis, além de outros torneios.
Um total de 112 tenistas estão ranqueados em três categorias,
sendo 32 na A, 32 na B e 48 na categoria C.
A diretoria de Esportes da Afresp parabeniza cada um dos
atletas e conta com o empenho e participação de todos nas competições serão realizadas em 2007.
Veja o Ranking dos Tenistas de 2006:
RANKING DOS TENISTAS DA AFRESP - 2006
CATEGORIA “A”
CATEGORIA “B”
CATEGORIA “C”
RANKING DOS TENISTAS DA AFRESP - 2006
CATEGORIA “A”
CATEGORIA “B”
CATEGORIA “C”
15
RUY SARZEDAS CUNHA
15
ARTUR JOSÉ PEREIRA
15
PEDRO MITEV
16
REINALDO XAVIER
16
CARLOS ROCHBERG
16
FERNANDO MENDRONI
17
SHOZI KAMAGOE
17
JORGE SHUKUZAWA
17
BATURITE NATAL DE OLIVEIRA
18
MASAFUSA YOSHIMORI
18
JOSÉ CLOVIS CABRERA
18
GLEIDARCY BONFIM
19
EDSON DIAS
19
BARNABÉ NERIS BATISTA
19
BRASILINA YOSHIMORI
20
ANTONIO DONIZETE
20
PAULO VAZ DIAS
20
EMILIO BRUNO
21
HORACIO T. FUKUNDA
21
SERGIO SAITO
21
OLGA C. FERNANDES
22
SERGIO TAVARES
22
ALBERTO T. MURAKAMI
22
MANUEL M. JOSÉ BARROS
23
VICENTE MOLA CARELI
23
EDUARDO T. YOKODA
23
INACIO KAZUO YOKOYAMA
24
EDUARDO MAKIUTI
24
GETULIO F. HERRERA
24
RICARDO A MARTINS
25
GABRIEL H. BALESTERO
25
VALDEILTON DA SILVA
25
ANTONIO MARMO PIERONE
26
CARLOS A FERNANDES
26
MARCOS ANDRADE
26
MASSAKI NELSON FUJIMOTO
27
JACKSON JOSÉ DA SILVA
27
JOSÉ CARLOS GODOY
27
MITI MIYAKE OYAMA
28
VESPASIANO MARANHÃO
28
MARCELO GUEDES
28
SILVIA GALVÂO FRANCO
29
JOSÉ DE FREITAS MERLIM
29
CARLOS EVANS
29
EDUARDO BRAGA
30
JULIA HIDECO SERIKAVA
30
JOÃO PEDRO BORGES
30
ALEXANDRE LANIA GONÇALVES
31
RUBENS HIRATA
31
APARECIDO CATULO
31
PEDRO HAKIO MOTOSHINA
32
MAKOTO TANIGUTI
32
GILMAR GONÇALVES SUDRE
32
ELIAS JOSÉ COSTA
33
MERCHED ABDALLA RIMA
34
SERGIO RICARDO
1
MARIO NISHINO
1
TASHIRO TSUZAKI
1
MARCOS ANDRADE
35
JOSÉ HONORIO DE CASTRO
2
EDWIN JEAN BERLINGER
2
WALTER PERES
2
MARCELO GUEDES
36
EDUARDO A MARTINS
3
CÁSSIO DE SANT’ANNA
3
PAULO SERGIO DALMASO
3
JOSÉ TADASHI
37
EDUARDO FUJITA
4
SHEIJI NAKAGOMI
4
LUCIANO C.TERRA
4
GIORGIO CHIAPPA
38
DARIO MISSAO MIAMURA
5
MAURICIO ALMEIDA ALVES
5
PEDRO ROSÁLIO
5
JOSÉ MARIA ROMEIRO
39
FLAVIO KUBA
6
MARIO SHIMABUKURO
6
LUIZ MIGUEL
6
JORGE MASSATOSHI
40
OSAMO HIRAYAMA
7
JOAQUIM M. VEIGA
7
JOSÉ CARLOS FOGAÇA
7
MIGUEL ANGELO
41
IVAN NETO MORENO
8
AURÉLIO YOSHIAKI HIGA
8
ANTONIO C. FERNANDES
8
MAURICIO PIRES
42
JOSÉ C. GRANJEIRO SILVA
9
ARISTEU AKIRA NAGATA
9
IVAN MELLO
9
JORGE HIGASHI
43
TANIA R. VILLAR FOGAÇA
10
CARLOS LUIZ KIKO
10
LUIZ CELSO AFAZ
10
RICARDO RAMON
44
ROSENY LONGI MARIANO
11
JOSÉ TATSUO KATO
11
FRANCISCO C.S. ANTUNES
11
LINCOLN IBRAHIM
45
SIMONE BALESTERO
12
JEFFERSON ARNIZAUT
12
PEDRO SATUDI
12
RICARDO MARTINS
46
ELIZABETH NATTMAN
13
JOSÉ ADÃO DE OLIVEIRA
13
REINALDO LINO
13
HAIDDE APARECIDA FARIAS
47
CLÁUDIA VERSAN DIAS
14
DENIS FERES JOSÉ
14
LUIZ DIAS
14
ROBERTO A MARTINS
48
MARIA HELENA
Sheiji Nakagomi é um dos
destaques do tênis em 2006
Araçatuba realiza campeonato
local de futebol society
Um dos destaques do XIII Open de Tênis da Afresp, realizado
no final de 2006, foi o associado Sheiji Roberto Ueda Nakagomi,
de São Paulo. Ele ficou com a quarta colocação na categoria A e
terminou o ano na mesma posição no ranking anual de tenistas
da Associação.
No dia 7 de dezembro ocorreu na Centro de Convivência da
Afresp em Araçatuba um campeonato local de futebol society.
O coordenador do evento foi o associado Ronaldo José
Sant’Anna, com o apoio do diretor regional de Araçatuba, José
Carlos Almada.
Houve a participação de vários AFRs e familiares, além de
outros convidados. As equipes participantes foram distribuídas
por cores: Azul, Amarelo, Verde e Vermelha
Foram distribuídos troféus para as equipes e medalhas para os
jogadores. A equipe campeã foi a Azul, a vice-campeã foi a equipe
Amarela e em terceiro lugar ficou a equipe Vermelha.
Ao final do torneio, aconteceu uma confraternização entre
os colegas.
Sheiji joga tênis desde 1990, além de ser um dos incentivadores
da prática esportiva na classe fiscal, tendo inclusive conquistado o
segundo lugar no ranking de 1993.
“Sempre procurei praticar tênis ao menos duas vezes por
semana. A prática de atividade física é essencial para a saúde, e
fui buscar isso praticando esse esporte”, contou. “Além
disso, fico feliz pelo
envolvimento de diversos colegas com
o tênis, pois essa é
mais uma maneira
de nos encontrarmos e confraternizarmos”, finalizou
Sheiji.
Sheiji Nakagomi durante XIII Open da Afresp
A equipe Azul foi a campeão do torneio
17
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Equipe da Afresp participa da 82ª São Silvestre
Esportes
No dia 31 de dezembro ocorreu a 82ª edição
da Corrida Internacional de São Silvestre, a
mais tradicional corrida de rua do atletismo
brasileiro. A prova atraiu mais de 12 mil atletas
de diversas partes do Brasil e do mundo, que
se aventuraram pelas ruas de São Paulo.
O calor esperado para a tarde do último
dia de 2006 deu lugar a um céu nublado, muita
chuva e temperaturas amenas, oscilando entre
21°C e 23°C. Com o tempo de 44min06s, o
vencedor da categoria masculina foi o jovem
corredor mineiro Franck Caldeira. Na prova
feminina, a campeã foi a também mineira
Lucélia Peres, cravando 51min24s.
Dessa vez, a equipe de atletismo da
Afresp participou da São Silvestre com 43
atletas. Todos conseguiram ótimos resultados,
correndo dentro de seus limites e terminando
a prova em perfeitas condições físicas. Um
dos destaques foi o AFR Fujio Hatakeyama,
que aos 63 anos estreou na
São Silvestre e ficou com
a 206ª posição em sua
faixa etária.
“Quero agradecer à minha esposa Satico pelo seu
incentivo e à toda equipe
de atletismo. Aposentados:
pratiquem esporte”, aconselhou Fujio.
A diretoria de Esportes saúda os
atletas da Associação, que cravaram suas
melhores marcas, apesar das dificuldades
enfrentadas durante todo o percurso em
razão do clima chuvoso.
Veja ao lado os integrantes da equipe de
atletismo da Afresp. Os tempos podem ser
conferidos no site da Associação, www.afresp.
org.br, link esportes.
Equipe Afresp de atletismo
Relação dos integrantes que
participaram da São Silvestre
Alexandre Lania Gonçalves, André Uiliam da Cruz, Camila Sobral Rodrigues,
Celso Vitório Moreschi, Cynthia de Pierre Penhalber, Dárcio de Moraes,Eduardo
José Ramos, Enoque Marcelino de
Souza, Eran Manuchakian,Evaristo Mazzola, Fernando Pereira Coelho, Fujio
Hatakeyama, Gilberto Albuquerque do
Amaral, Gilberto Ferreira Neves, Haroldo Rosa Rodrigues, Heitor Okuma, João
Felipe Khamis Aguilar, José Antonio
Cristóvão, José Roberto Vicioli, Luiz
Claúdio dos Santos Bueno, Luiz Ricardo
Pereira Bento,Manoel Edilberto Fernandes Modesto ,Manoel Messias Gomes
Mariano,Marcio Antônio Nascimento,
Márcio França Teixeira, Marcio Koiti
Tanaka, Mauro Roberto Sciammarella
M. de Souza, Orandi Moreira, Orleans
Soares, Osvaldo Bispo de Beija, Oswaldo de Faria Penhalber, Patrícia Gava
Mazzola, Paulo de Carvalho, Pedro
Lucio Rossit, Pedro Rosálio Cunha
Pereira,Pedro Teruya, Reinaldo Xavier
Conceição, Ricardo Crispim Oliveira
Silva,Ricardo Sadao Oda, Sebastião
Moreira , Shigueyuki Missao, Wagner
Pires e Wilson Bento Junior.
Equipe de atletismo da Afresp
já tem calendário de corridas para 2007
Os atletas da Afresp já podem começar o treinamento visando as provas desse ano. Isso porque a equipe de atletismo e a
diretoria de Esportes já têm o calendário de competições que serão realizadas e que contarão com a estrutura Afresp.
Já estão agendadas 18 provas, entre maratonas, meias maratonas, corridas de 10km e de 5km, além de eventos especiais que devem
exigir muito suor dos participantes. Veja abaixo a programação para o ano de 2007:
Janeiro
Troféu Cidade de São Paulo - 10 Km - Ibirapuera
Março
Abertura Corpore - 12 Km /5 Km - USP
Abril
Meia Maratona - Corpore - 21,1 Km - USP
Maio
A Tribuna de Santos - 10 Km - Santos
Nike 10K - 10 Km - USP
Julho
Bombeiros - 10 Km - Ipiranga
Agosto
Centro Histórico - 7,5 Km - São Paulo
Setembro
Meia Maratona do Rio de Janeiro - 21,1 Km
Mar. Pão de Açúcar de Revezamento - 42,2 Km
Outubro
4ª Corrida Corpore Shopping Aricanduva - 9 Km
Novembro
São Paulo Classic - 10 Km - Ibirapuera
Dezembro
Gonzaguinha - 15 Km - Zona Norte
São Silvestre - 15 Km - São Paulo
Eventos Especiais
Maio
VII Ilha Bela Corpore Mar & Terra
105 Km- Ilha Bela
Setembro
Corpore Campos do Jordão Corrida
e Bike - 135,5 Km
Mais informações: (11) 3886-8851
18
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Diretoria de Aposentados realiza balanço de 2006
Aposentados
A diretoria de Aposentados e de Previdência e a Comissão de Planejamento do almoço
dos aposentados encontraram-se no dia 13
de dezembro na sede da Afresp para a última
reunião de 2006.
O diretor de Aposentados e de Previdência,
Benedito Franco da Silveira Filho, iniciou a
reunião saudando todos os presentes e enaltecendo o caráter de união e congraçamento do
almoço dos aposentados, que é realizado em
conjunto pela Afresp e pelo Sinafresp.
Durante a reunião, os membros trocaram
idéias sobre a postagem dos convites para os
almoços e fizeram um balanço das atividades
realizadas ao longo de 2006. Além disso, foi
apresentada uma listagem contendo as datas e
locais onde foram realizados todos os almoços
dos aposentados desde de sua primeira edição,
que ocorreu em 1º de agosto de 2001.
Por fim, os presentes explanaram sobre a
nova diretoria do Sinafresp, ressaltando que
contam com o apoio do sindicato na realização de eventos,
acreditando que nada deve
mudar com relação ao suporte
e atenção que sempre foram
dados aos aposentados.
Além de Benedito Franco
da Silveira Filho, participaram
da reunião o coordenador José
Carlos Franco Fernandes, os
membros Aldo Gentile, Ieda
Maria Borges, Israel Ribeiro,
Luiz Fernando Catta Preta César, Luiz Waldemar Zuolo e Teresa Garcia Gonçalves, os operadores Adherbal Silva Pompeo,
Bassim Farkuh, José Antonio
Camargo, Miguel Veira Couto,
Milton dos Santos, Newton
Nogueira e Makoto Katsurayama e a diretora de Convênios e
de Cultura da Afresp, Angela
Manzoti Nahman.
AFR lança livro de crônicas com renda beneficente
O AFR José Dassi, aposentado na função
de Corregedor Fiscal na Corregedoria do Fisco
Estadual, lançou no dia 14 de novembro de
2006 seu primeiro livro, intitulado “O trem da
minha vida”.
De acordo com o autor, no livro estão 76
das mais de 300 crônicas escritas por ele e
publicadas ao longo de cinco anos no jornal
“O Imparcial”, da cidade de Presidente Prudente. A escolha das crônicas que fariam parte
do livro foi feita pela filha do AFR, Maria
Cristina Dassi Ferro, e pelo colunista social
Sinomar Calmona.
“Em muitos
concursos públicos feitos em São
Paulo, eu viajava
de trem, em vagões de segunda
classe, junto com
amigos como
Antônio Fausto
Segura e Antônio
Esteves Andreu
(AFRs já falecidos), desde Drace-
na a São Paulo, dormindo no assoalho entre os
bancos de madeira, evidentemente por questão
econômica”, conta Dassi, sobre o tema de sua
crônica que dá nome ao livro.
José Dassi conta que escolheu escrever
crônicas logo após encerrar sua carreira pública
na Secretaria da Fazenda. “A ociosidade tomou
conta dos meus dias e a saída que vi foi comunicar-me através de crônicas, para mim um
modo mais prático de expressar idéias, histórias,
eventos e crítica social”, explicou.
Toda a renda obtida com a venda do livro
“O trem da minha vida” será revertida para o
Hospital Regional do Câncer, de Presidente
Prudente. Segundo o autor, essa é uma forma
de ajudar os pacientes de câncer da região a
ter um tratamento parecido com o da capital.
“Como paciente do Hospital do Câncer em São
Paulo, onde faço tratamento, tenho admirado o
atendimento que lá é dado a pessoas de todas
as classes sociais”, afirmou Dassi.
Os interessados em obter o livro devem
entrar em contato com o autor pelo e-mail
[email protected] ou pelo telefone
(11) 6479-4055.
Condomínio de
João de Barro
O associado Carmo Marques
Santos, que atualmente vive na
cidade de Campo Grande, no
Mato Grosso do Sul, conseguiu
um belo flagrante da natureza.
Ele fotografou diversos ninhos de João de Barro, um
conhecido pássaro da fauna
brasileira que constrói sua casa
em formato de forno, com barro
úmido e um pouco de esterco,
misturado à palha.
Esse “condomínio” fica no
bairro de Morrinhos, em Corumbá, na margem direita do
Rio Paraguai.
19
ANS - nº31763-2
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Amafresp inicia campanha preventiva itinerante
Amafresp
A Amafresp iniciou no mês de dezembro
uma campanha itinerante preventiva em três
postos fiscais na cidade de São Paulo.
Essa foi uma das propostas da Diretoria
Executiva da Associação na última eleição. Vale
ressaltar que para 2007 a Amafresp já prepara
campanhas itinerantes com um alcançe ainda
maior, que desta vez chegarão ao interior do
Estado.
Em São Paulo, os atendimentos ocorreram
no Tatuapé, Ipiranga e Butantã, indo até o
local de trabalho dos AFRs com o objetivo de
detectar possíveis doenças e promover o bemestar dos filiados.
Durante quatro dias, os filiados puderam
realizar exames para detecção de diabetes,
como glicemia, triglicérides e colesterol, além
da aferição da pressão arterial. Além disso,
uma funcionária do departamento de Inscrição
esteve presente na campanha, a fim de realizar
novas inscrições e esclarecer possíveis dúvidas em relação ao sistema
de saúde da Associação.
No dia 12 a campanha ocorreu
no Posto Fiscal do Tatuapé e no dia
seguinte foi a vez do Posto Fiscal
do Ipiranga. Já nos dias 18 e 19 de
dezembro, os profissionais da Amafresp estiveram no Posto Fiscal do Butantã.
Ao final da campanha, foram totalizados 119
atendimentos preventivos. “Nosso objetivo
de estar próximo ao associado foi cumprido,
principalmente em razão
da importância de auxiliar nossos filiados na
prevenção de doenças
como a diabetes”, disse
João Dias Yanes, diretor
da Amafresp.
Carta Amafresp
Prezados Senhores:
Por vezes, a vida nos reserva surpresas e emoções que jamais pensávamos em nos defrontar.
Em outubro de 2006, tivemos a infelicidade de constatar que nossa mãe, Maria Alice Ferrari
Ferraz, apresentava-se gravemente enferma e que necessitaria de cuidados médicos intensivos em
regime de internação hospitalar. Como não poderia deixar de ser, nos vimos angustiados diante
de tantas dúvidas e aflições que surgiam dia após dia, exame após exame.
No meio deste turbilhão, a presença sempre serena e amiga da sra. Filomena Lima aliviounos com sua atitude participativa e orientadora. Quando esperávamos eficiência, encontramos
superação. Quando esperávamos qualidade, encontramos excelência. Mais do que reconhecimento,
queremos externar a nossa gratidão à presteza e ao carinho que foram dispensados a nossa família,
nos inúmeros contatos telefônicos e visitas hospitalares realizadas.
Hoje, felizmente, nossa mãe encontra-se em casa, em pleno processo de recuperação. Temos,
portanto, como obrigação prestar nosso agradecimento a sra. Filomena e a todos os funcionários
da Amafresp por mostrar-nos que em momentos difíceis como os que atravessamos, pudemos
dedicar-nos exclusivamente à atenção que nossa mãe tanto necessitava, cientes e tranqüilos de
que os nossos anjos da guarda nos proporcionariam, pronta e silenciosamente, todo o aparato
necessário, quer no período de internação, quer no atendimento home care.
Sinceramente gratos pelo apoio e dedicação,
Patrícia Ferrari Ferraz, Claudia Ferraz Awada e José Sidney Ferraz Junior
Campinas - SP
Você sabia
Que a Amafresp cobriu três transplantes de medula óssea em 2006?
A Amafresp é um dos únicos sistemas de saúde
do Brasil que dá cobertura a esse procedimento, superando as exigências da Lei 9656/98,
que regulamenta os planos de saúde do país.
Novos Filiados
A Amafresp já conta com mais de 300 novos
filiados após as alterações realizadas no regulamento
do sistema de saúde. Esse crescimento demonstra
que as mudanças foram positivas e que os associados
reconhecem o bom trabalho da Amafresp.
Planilha de Custos da Amafresp - 2006 (Regime Contábil - Competência)
Mês
Consultas e
honorários
Exames e
Terapias
Internações Atend prest. Emergência
Home Care
reciprocimédica
Rec. Glossas
dade
remoção
Medicamentos e
próteses
Convênio Reembolso
Ressarc.
Odontoló- Odontolóao SUS
gico
gico
Glosas
Geradas
Despesas
com INSS
Despesas Devoluções Descontos
com CPMF
cotas
obtidos
Recuperação
cobranças
Taxa ADM
9%
Despesas Total
Qtde
cotas
Valor
da cota
real
Jan
1.145.077,11
803.842,83
2.097.894,50
136.551,18
48.384,15
85.144,58
69.464,88
0,00
0,00
(93.637,12)
19.873,35
17.997,53
8.497,00
(37.228,26)
(279.895,83)
482.906,21
4.504.872,11
19.313
233,26
Fev
1.101.719,71
891.149,84
2.127.157,80
126.828,83
47.910,65
139.470,25
42.611,14
2.225,00
0,00
(103.423,89)
23.060,85
16.897,57
14.357,00
0,00
(197.044,16)
373.445,49
4.606.366,08
19.297
238,71
Mar
1.263.782,12
988.792,30
2.556.946,88
176.825,89
47.973,50
100.595,63
77.670,94
0,00
0,00
(189.335,64)
32.368,32
17.890,06
24.023,00
0,00
(237.467,22)
428.984,14
5.289.049,92
19.259
274,63
Abr
1.126.925,22
1.015.423,27
2.347.499,79
80.806,23
47.241,55
97.355,30
69.268,74
104,95
1.037,29
(152.310,05)
31.419,85
24.083,06
2.613,00
(17.067,77)
(230.204,64)
400.054,96
4.844.250,75
19.232
251,88
Mai
1.735.440,11
1.181.591,78
3.514.756,24
89.459,69
48.839,74
80.641,83
79.146,16
126,93
0,00
(221.996,40)
29.191,23
17.385,82
5.744,00
(3.062,76)
(227.658,62)
526.651,02
6.856.256,77
19.207
356,97
Jun
1.446.025,43
1.091.610,46
3.374.888,70
143.790,97
61.309,42
67.715,17
75.154,02
119,00
547,30
(226.866,46)
31.862,18
26.336,81
3.215,00
0,00
(204.123,25)
559.339,20
6.450.923,95
19.192
336,13
Jul
1.233.847,83
941.178,96
2.488.067,46
212.597,07
48.745,20
101.394,32
75.403,55
69,95
0,00
(135.875,70)
30.211,03
20.969,66
2.956,00
(45.223,48)
(199.760,49)
449.577,39
5.224.158,75
19.174
272,46
Ago
1.274.522,46
1.098.121,06
3.030.371,49
85.387,28
49.268,14
80.960,27
108.137,88
36,74
0,00
(99.106,62)
26.632,59
19.781,91
8.882,00
(692,00)
(241.054,04)
511.466,31
5.952.715,47
19.145
310,93
Set
1.086.835,65
871.623,25
2.372.986,86
185.267,86
48.541,42
91.048,65
0,00
0,00
2.892,83
(123.889,95)
27.247,07
23.486,00
3.108,30
(5.879,89)
(172.692,33)
486.863,15
4.897.438,87
19.145
255,81
Out
1.437.960,77
1.141.806,76
3.448.172.66
281.973,25
48.380,18
80.911,74
76.197,34
0,00
0,00
(147.229,28)
29.282,45
19.166,51
3.408,40
0,00
(306.767,51)
485.889,83
6.599.153,10
20.237
326,09
Nov*
1.293.051,14
1.073.333,52
2.518.318,65
267.149,98
48.382,92
71.390,90
124.066,71
384,23
68.474,20
(113.272,84)
27.383,88
13.046,82
17.548,50
(6.758,79)
(429.908,24)
470.453,40
5.433.044,98
Total 14.145.187,55
11.098.474,03
29.877.061,03
1.786.638,23
544.976,87
996.628,64
797.121,36
3.066,80
72.951,62
(1.606.943,95)
308.532,80
217.041,75
94.352,20
(115.912,95)
(2.726.576,33)
5.175.631,10
60.668.230,75
* sujeito a alterações. Atualizada em 05/01/2007. Saldo Fundo de Reserva Amafresp, atualizado em 29/12/06 - R$ 3.159.682,52. Saldo do Fundo de Solidariedade: atualizado em 29/12/06 - R$ 665.432,12
Conforme aprovação do Conselho Deliberativo, através do ofício CD 25/06, retroagimos a janeiro a taxa de administração da Amafresp de 10% para 9%.
20.234,60 269,00
-
-
20
ANS - nº31763-2
Janeiro de 2007 - Jornal
da
Atendimento Domiciliar reduz custos e beneficia filiados
Amafresp
O Atendimento Domiciliar Amafresp é mais um dos diferenciais do economizou aproximadamente 50% com os pacientes do Atendimento
sistema de saúde da Associação, que prima pela qualidade de vida de seus Domiciliar (veja no quadro).
filiados por meio de ações preventivas e de promoção em saúde.
É o caso de Maria José Camargo Mendonça, que tem no AtenO programa já existe há mais de quatro anos e, em seu início, se dimento Domiciliar um serviço importante para a reabilitação de
chamava Projeto 3º Idade, atendendo filiados acima de
seu marido, Claudinei
70 anos e contando com um médico e uma assistente Comparativo de Custos de 100 pacientes assistidos Mendonça, que tem
social. Entretanto, desde o 2º semestre de 2005 o projeto
algumas dificuldades de
pelo Atendimento Domiciliar Amafresp
foi ampliado com contratação de outros profissionais e
movimentos em razão
R$
Descritivo
passou a chamar-se Atendimento Domiciliar Amafresp.
de um AVC (acidente
O nível de alcance também foi ampliado, uma vez que 1 ano antes do programa
1.402.040,17 vascular cerebral). “O
o programa realiza o acompanhamento e monitoramento
Atendimento Domi754.091,41 ciliar e os serviços
de pacientes com doenças crônicas por meio de visitas do- 1 ano depois do programa
miciliares, além de orientar as famílias sobre os cuidados Redução dos custos oferecendo
prestados pela equi647.948,76 pe da Amafresp são
necessários para com os pacientes, tendo como objetivo mais qualidade de vida ao associado
de melhorar a qualidade de vida dos filiados.
muito importantes
Do total de custos dos 100 pacientes analisados,
“Hoje estamos atendendo 104 pacientes. Antes de 47 participam do programa há 1 ano,
para nós, uma vez
julho de 2005 contávamos somente com 30 pacientes”, 34 há 6 meses e 19 com menos de 6 meses no programa. que meu marido não
disse Raquel Rabanera, enfermeira da Amafresp, ressalpode locomover-se,
tando a ampliação do atendimento aos associados.
o que torna sua ida a um hospital, por exemplo, muito complicada”, relatou Maria José.
Acompanhamento
“A atenção que nós recebemos dos profissionais é total, o
Uma equipe multiprofissional, composta de médicos, enfermeira e que nos dá muita tranqüilidade e a garantia de que o melhor
assistente social, proporciona um grande suporte técnico aos pacientes está sendo feito”, finalizou.
e seus familiares.
Os diabéticos, por exemplo, realizam exames de dosagem de glicose
Resultados
em sua própria residência. Além disso, há um controle periódico dos
É sabido que a prevenção é o melhor caminho para a qualidade de
exames solicitados pelos médicos do programa, sendo possível diag- vida e bem-estar das pessoas, além de ser uma opção mais barata para
nosticar precocemente diversas doenças.
os sistemas de saúde. Por isso o Atendimento Domiciliar Amafresp é
“Eu tive alguns problemas respiratórios que me deixaram um sucesso e já dura mais de quatro anos. Os filiados atendidos pelo
debilitada. Entretanto, recebo toda a atenção da equipe do programa, que muitas vezes estão acamados ou sem condições de se
Atendimento Domiciliar, que me atende periodicamente e de locomover, recebem a visita de profissionais de saúde gabaritados e um
maneira sempre ótima”, contou a filiada Maria Apparecida Monaco atendimento completo, sem a necessidade de ir até o hospital.
Angerami, de 82 anos de idade.
Além das orientações gerais dadas pela enfermeira e pela assistente
Em geral, as visitas aos pacientes ocorrem a cada 30 dias, variando social, visando a prevenção e a promoção da saúde, cria-se um ambiente
de acordo com o quadro clínico. Pacientes mais estáveis clinicamente de confiança e de companheirismo, que também é de suma importância
recebem visitas médicas a cada 60 dias, enquanto pacientes mais graves para o reestabelecimento total do paciente.
recebem visitas médicas a cada 15 dias ou até semanais. “Além disso,
“Nossa intenção é a de sempre zelar por nossos filiados, de cuidar de
também é realizado um constante acompanhamento telefônico no sua saúde e de seu bem-estar. Dentro desse propósito, o Atendimento
período entre as visitas”, contou a enfermeira da Amafresp, que é a Domiciliar Amafresp é um sucesso e por isso vem sendo aprimorado e
responsável por esse tipo de acompanhamento.
ampliado a cada ano”, finalizou a enfermeira Raquel.
Internações
Outro aspecto importante do Atendimento Domiciliar
são as internações. A equipe multiprofissional da Amafresp
realiza periodicamente um monitoramento das internações
dos pacientes, como forma de garantir sua segurança, evitando erros ou abusos por parte do hospital.
Dessa maneira, todas as partes acabam sendo beneficiadas: o hospital faz o tratamento adequado e o paciente
sai da internação de maneira mais rápida e recebe acompanhamento em sua própria casa, com comodidade. Com
esse programa preventivo, só no último ano a Amafresp
Equipe do Atendimento Domiciliar Amafresp
Valéria Riva
Médica
André de Freitas
Médico
Eduardo Kehde
Médico
Filomena Lima
Assistente Social
Raquel Rabanera
Enfermeira
Extratos da Amafresp para o IR serão enviados em fevereiro
No mês de fevereiro, serão enviados aos filiados os extratos dos
valores pagos à Amafresp no ano de 2006, em razão da declaração
anual do Imposto de Renda.
No extrato, os valores estão discriminados nominalmente e o filia-
do terá mais facilidade para saber o quanto foi pago por cada usuário
da Amafresp. Em caso de dúvida, basta entrar em contato com o departamento de Inscrição pelos telefones (11) 3886-8838/8840/8868,
das 8h às 17h.

Documentos relacionados

62 anos da Afresp: uma história de união e conquistas

62 anos da Afresp: uma história de união e conquistas DRTC-II João Ramalho DRTC-III João Alves Pereira Av. Brigadeiro Luís Antônio, 4843 - CEP 01401-002 Tel. 11- 3886-8800 Endereços e mais informações disponíveis no site da Afresp www.afresp.org.br, l...

Leia mais

Jornal da

Jornal da dos Campos), Ari José Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital), Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital)...

Leia mais

Jornal da

Jornal da Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital), Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital), José Eduardo Graciot...

Leia mais

Untitled

Untitled dos Campos), Ari José Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital), Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital)...

Leia mais

Jornal da

Jornal da Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital), Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital), José Eduardo Graciot...

Leia mais

Jornal da

Jornal da Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital), Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital), José Eduardo Graciot...

Leia mais

Jornal da

Jornal da Brandão (Sorocaba), Benedito Franco da Silveira Filho (Capital), Carlos Alberto Faustino (Presidente Prudente), Edson Hurtado Candido (Bauru), Honorato Sanchez Duran (Capital), José Eduardo Graciot...

Leia mais