fimose - Urologia Pediátrica | Juiz de Fora-MG

Сomentários

Transcrição

fimose - Urologia Pediátrica | Juiz de Fora-MG
Cirurgia Convencional:
O curativo deve ser retirado no dia seguinte.
Depois, deve ser feito por 2 a 3 vezes ao dia,
puxando-se a pele até em baixo e aplicando a
pomada. Não é necessário o uso de gaze.
Cirurgia com Plastibell:
Em caso de qualquer
dúvida favor procurar o
Serviço de
FIMOSE
UROLOGIA PEDIÁTRICA
A gaze é retirada no dia da cirurgia e deve-se
aplicar a pomada 2 a 3 vezes por dia, dentro do anel e
ao redor de sua borda.
QUANDO É NECESSÁRIO ENTRAR
CONTATO COM O MÉDICO?
EM
• Havendo sangramento na incisão que não para com
compressão discreta.
• Criança apresentando febre (acima de 39ºC).
• Havendo aumento importante do inchaço e
vermelhidão.
• Criança apresentando vômitos ou náuseas.
• Havendo dor que não melhora com a medicação
prescrita.
• Se a criança não conseguir urinar por mais de 8
horas.
QUANDO RETORNAR À CONSULTA?
Nas crianças que usaram PLASTIBELL, o retorno
deve ser feito tão logo o anel caia.
Nas crianças que foram submetidas à cirurgia
convencional, o retorno deve ser feito em 2 a 3
semanas após a cirurgia.
Favor telefonar marcando o retorno.
Dr. José Murillo B. Netto
Dr. José Murillo B. Netto
Av. Rio Branco, 2985 / 604
Juiz de Fora – MG
Telefones
3218-9899 (Cons.)
3232-5087 (Res.)
[email protected]
www.uropedjf.com.br
Data da Cirurgia: ____ / ___ / ___
Local : _____________________
Hora da Chegada: ____________
Jejum a partir de: ____________
O QUE É FIMOSE?
Fimose é a dificuldade de expor a glande (cabeça do
pênis) ao se tentar puxar o prepúcio (pele que fica no
final pênis). Quando na extremidade do prepúcio existe
um anel esbranquiçado, sem elasticidade e duro, estamos
diante da fimose.
A chamada fimose fisiológica trata-se, na verdade, de
aderências entre a glande e o prepúcio, que se desfazem
muito facilmente com o tempo, à medida que a criança
cresce e não necessitam de cirurgia ou massagem.
A hiperplasia de prepúcio (excesso de pele) também é
uma condição comum e que pode predispor à infecção
urinária e balanopostite (inflamação do prepúcio e
glande) de repetição.
A fimose verdadeira não melhora com massagens,
muito pelo contrário, pode piorar se, no decorrer da
massagem, forem realizados movimentos que provoquem
pequenos cortes que, durante sua cicatrização, podem
piorar a fimose.
TRATAMENTO
1) Cirurgia
O nome da operação para remover o prepúcio e tratar
a fimose é POSTECTOMIA.
O melhor momento de se operar é o mais cedo
possível, apesar de nos casos em que não haja irritação
local e vermelhidão, pode-se aguardar a retirada das
fraldas.
A cirurgia é realizada sob anestesia geral associada à
anestesia local, o que possibilita uma anestesia geral
menos profunda.
Terminada a cirurgia, a criança é levada para junto
dos pais e, depois, para o quarto. A alta hospitalar
acontecerá algumas horas depois, estando a criança bem
acordada, já se alimentando e já tendo urinado.
2) Coriticóide Tópico
Consiste no uso de uma pomada, que em alguns
casos, consegue melhorar o anel, porém não diminui a
quantidade de pele
DIETA: Quando a criança estiver bem acordada
da anestesia ela poderá iniciar uma alimentação
mais leve, começando com líquidos e depois,
alimentos mais leves. No dia seguinte, a criança
pode se alimentar normalmente.
DOR: Em caso de dor, use a medicação prescrita
pelo médico. Normalmente, apenas analgésicos
comuns são suficientes.
BANHO: Os banhos podem ser dados
normalmente no dia seguinte da cirurgia,
realizando-se a higiene local com água e sabão.
Evite esfregar o pênis.
ANTIBIÓTICO: Um antibiótico local será
prescrito e deverá ser passado na região operada 2
a 3 vezes ao dia, após a higiene.
INFECÇÃO: Um discreto inchaço e
vermelhidão podem ocorrer, porém, infecção
raramente acontece, por isso não é necessário o
uso de antibióticos por via oral. O uso da pomada
indicada irá prevenir infecção.
POR QUÊ TRATAR?
A fimose verdadeira e alguns casos de hiperplasia de
prepúcio constituem situações que comumente se
associam com quadros de infecção e vermelhidão do
prepúcio, as chamadas postites.
Muitas crianças podem apresentar dor durante a ereção.
Se o anel da fimose retrair e não retornar, ficando preso
abaixo da glande, pode ocasionar um inchaço extremo do
pênis (parafimose), obrigando a família a levar a criança
ao hospital.
Além de prevenir essas alterações, a cirurgia facilita a
higiene do pênis, diminuindo assim, o risco de contágio e
transmissão de doenças sexualmente transmissíveis,
assim como o risco do paciente desenvolver, no futuro,
câncer de pênis.
CUIDADOS APÓS A CIRURGIA
CUIDADOS ANTES DA CIRURGIA
• Garantir o jejum da criança por pelo menos 6 horas
antes da cirurgia, inclusive de água
• Dar banho na criança antes de levá-la ao hospital
• Orientá-la a urinar antes de ser levada para cirurgia
• Conversar com a criança sobre os cuidados póscirúrgicos ainda em casa (curativo, dor)
• Levar para o hospital um brinquedo ou objeto que a
criança escolher (chupeta, paninho, etc.)
SANGRAMENTO: Um discreto sangramento é
comum nos primeiros dias após a cirurgia. Daí a
importância de higiene local, de forma delicada. Se
um sangramento maior ocorrer, entre em contato
com o médico.
ATIVIDADES: No dia da cirurgia, a criança
deve permanecer em repouso. No dia seguinte, a
criança pode voltar a brincar. Normalmente, o
desconforto irá limitar a atividade por 2 a 3 dias.
Evite brincadeiras mais ativas como bola, bicicleta,
pular, correr, por pelo menos 2 semanas.

Documentos relacionados

fimose - Prof. Dr. Edson Khodor Cury

fimose - Prof. Dr. Edson Khodor Cury sangramento, próprios de ato operatório sobre tecidos bem vascularizados, se normalizam em poucos dias de pós-operatório. Complicações como estenose cicatricial do prepúcio resulta de falha técnica...

Leia mais