Untitled

Сomentários

Transcrição

Untitled
INTRODUÇÃO
GRADE DO SEMESTRE
DESCRIÇÃO DOS MÓDULOS
DESCRIÇÃO DOS LABORATÓRIOS E PRÁTICAS
LABORATÓRIO DE PNEUMOFUNCIONAL
LABORATÓRIO DE RADIOLOGIA PATOLÓGICA
LABORATÓRIO DE NEUROFUNCIONAL
LABORATÓRIO DE RECURSOS TERAPÊUTICOS II
BIBLIOGRAFIA RECOMENDADA POR MÓDULO
CORPO DOCENTE
CALENDÁRIO SEMESTRAL
FERIADOS NACIONAIS PARA O ANO DE 2010.2
ATIVIDADES INSTITUCIONAIS PARA O ANO DE 2010.2
CRONOGRAMA DE AVALIAÇÕES
Em 1999, a UNESCO solicitou ao filósofo Edgar Morin - nascido na França, em 1921 e um dos maiores expoentes da cultura francesa no
século XX - a sistematização de um conjunto de reflexões que servissem como ponto de partida para se repensar a educação do século
XXI.
Morin apresentou problemas centrais e enunciou os SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO DO FUTURO. Esses saberes não estão
nenhum programa educativo, escolar ou universitário. Aliás, não estão concentrados no primário, nem no secundário, nem no ensino
universitário, mas abordam problemas específicos para cada um desses níveis.
SETE SABERES NECESSÁRIOS À EDUCAÇÃO DO FUTURO:
As cegueiras do conhecimento: o erro e a ilusão:
A educação deve mostrar que não há conhecimento que não esteja, em algum grau, ameaçado pelo erro e pela ilusão.
A educação deve se dedicar, por conseguinte, à identificação da origem de erros, ilusões e cegueiras.
É necessário reconhecer, na educação do futuro, um princípio de incerteza racional: pois a racionalidade corre risco constante, caso não
mantenha vigilante autocrítica quanto a cair na ilusão racionalizadora. E a verdadeira racionalidade deve ser não apenas teórica e crítica,
mas também autocrítica.
2- Os princípios do conhecimento pertinente:
A supremacia do conhecimento fragmentado de acordo com as disciplinas impede freqüentemente de operar o vínculo entre as partes e
a totalidade, e deve ser substituída por um modo de conhecimento capaz de apreender os objetos em seu contexto, sua complexidade,
seu conjunto. É necessário desenvolver a aptidão natural do espírito humano para situar todas essas informações em um contexto e um
conjunto. É preciso ensinar os métodos que permitam estabelecer as relações mútuas e as influências recíprocas entre as partes e o
todo em um mundo complexo.
3- Ensinar a condição humana:
O ser humano é a um só tempo, físico, biológico, psíquico, cultural, social, histórico. Esta unidade complexa na natureza humana é
totalmente desintegrada na educação por meio das disciplinas, tendo-se tornado impossível aprender o que significa ser humano. É
preciso restaurá-la, de modo que cada um, onde quer que se encontre, tome conhecimento e consciência, ao mesmo tempo, de sua
identidade complexa e de sua identidade comum a todos os outros humanos.Cabe à educação do futuro cuidar para que a idéia de
unidade da espécie humana não apague a idéia de diversidade e que a diversidade não apague a unidade. A educação deverá ilustrar
este princípio de unidade/diversidade em todas as esferas do conhecimento.
4- Ensinar a identidade terrena:
O destino planetário do gênero humano é outra realidade até agora ignorada pela educação. O conhecimento dos desenvolvimentos da
era planetária, que tendem a crescer no século XXI, e o reconhecimento da identidade terrena, que se tornará cada vez mais
indispensável a cada um e a todos, devem converter-se em um dos principais objetos da educação
5- Enfrentar as incertezas:
Será preciso ensinar princípios de estratégia que permitiriam enfrentar os imprevistos, o inesperado e a incerteza, e modificar seu
desenvolvimento em virtude das informações adquiridas ao longo do tempo
6- Ensinar a compreensão:
A compreensão é a um só tempo meio e fim da comunicação humana. A compreensão mútua entre os seres humanos, quer próximos,
quer estranhos, é daqui para frente vital nas relações humanas e uma das bases mais seguras da educação para a paz
7- A ética do gênero humano:
A ética não poderia ser ensinada por meio de lições de moral. Deve formar-se nas mentes com base na consciência de que o humano é,
ao mesmo tempo, indivíduo, parte da sociedade, parte da espécie. Carregamos em nós esta tripla realidade. Desse modo, todo
desenvolvimento verdadeiramente humano deve compreender o desenvolvimento conjunto das autonomias individuais, das
participações comunitárias e da consciência de pertencer à espécie humana.
FONTE: Os Sete Saberes para a Educação do Futuro de Edgar Morin
Período
Área Temática
Período V
Práticas
Intervenção Fisioterapêutica na Infância
Fisioterapêuticas e o
Intervenção Fisioterapêutica do Adulto I
Ciclo da Vida I
Intervenção Fisioterapêutica do Adulto II
Comportamento
Filosofia da Ciência
Humano
Vivência da Prática Hospitais, Clínicas, PSF’s e Comunidade
Profissional
Integração do Grupo
Atividades Sócio-Culturais
Habilidades e Atitudes Laboratórios Especializados
(20 semanas)
- Lab. Neurofuncional
- Lab. Pneumofuncional
- Lab. Recursos terapêuticos II
- Lab. Radiologia Patológica
N.ºde Semanas
08 semanas
05semanas
05 semanas
02 semanas
20 semanas
20 semanas
MÓDULO F05- 01 – INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NA INFÂNCIA (08 SEMANAS – 15 CASOS)
CASO 01
Data: 25.01.2011
Título: “Quando vou andar de bicicleta?”.
CASO 02
Data: 28.01.2011
Título: “O que é isso, doutor?”.
Caso 03
Data: 01.02.2011
Título: “Não consigo andar por causa de uma gripe”.
Caso 04
Data: 04.02.2011
Título: “Esperança no tratamento”
Caso 05
Data: 08.02.2011
Título: “Duas histórias diferentes”
Caso 06
Data: 11.02.2011
Título: “Ela é diferente”
Caso 07
Data: 15.02.2011
Título: “Panturrilha Hipertrofiada”
Caso 08
Data: 18.02.2011
Título: “Recém-nascido hemiparético?”
Caso 09
Data: 22.02.2011
Título: “Tarefa de casa”
Caso 10
Data: 25.02.2011
Título: “Passagem de Plantão da fisioterapia”.
Caso 11
Data: 01.03.2011
Título: “Não sei mais o que fazer!!!”
Caso 12
Data: 04.03.2011
Título: “A culpa é do sereno?”
CASO 13
Data: 11.03.2011
Título: “O beijo salgado”
CASO 14
Data: 15.03.2011
Título: “Doença da membrana hialina”
CASO 15
Data: 18.03.2011
Título: “Meu filho tem um sopro no coração!”
MÓDULO F05- 02 – INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA DO ADULTO I (05 SEMANAS – 10 CASOS)
Caso 01
Data: 22.03.2011
Título: “Opção cirúrgica”
Caso 02
Data: 25.03.2011
Título: “O preço do vício”
Caso 03
Data: 29.03.2011
Título: “Perdendo a força”
Caso 04
Data: 01.04.2011
Título: “Evolução inesperada”
Caso 05
Data: 05.04.2011
Título: “Revisão para prova”
Caso 06
Data: 08.04.2011
Título: “Mudança de hábitos”
Caso 07
Data: 12.04.2011
Título: “Importância da adesão”
Caso 08
Data: 15.04.2011
Título: “Coração carente”
Caso 09 Data: 19.04.2011
Título: “Aí, que dor!”
Caso 10 Data: 26.04.2011
Título: “Reabilitação nas doenças vasculares”
MÓDULO F05-03 – INTERVENÇÃO FISIOTERAPÊUTICA DO ADULTO II (05 SEMANAS – 08 CASOS)
Caso 01 Data: 29.04.2011
Título: “No momento seguinte”
Caso 02 Data: 03.05.2011
Título: “Corpo em movimento?”
Caso 03 Data: 06.05.2011
Título: “Impacto da chegada”
Caso 04 Data: 10.05.2011
Título: “Impactando”
CASO 5 Data: 13.05.2011
Título: “Água mole, pedra dura...”
CASO 6 Data: 17.05.2011
Título: “Na raiz”
CASO 7
Data: 20.05.2011
Título: “Entendendo a dor”
Caso 08
Data: 24.05.2011
Título: “Não quero me tratar”
MÓDULO F04 - 04 – FILOSOFIA DA CIÊNCIA (02 SEMANAS – 03 CASOS)
Caso 01
Data: 27.05.2011
Título: “Descartes e o método”
Caso 02
Data: 31.05.2011
Título: “Um novo método para a nova ciência: Francis Bacon”
Caso 03
Data: 03.06.2011
Título: “Minayo e a Fenomenologia”
LABORATÓRIO PNEUMOFUNCIONAL
Semana
1ª
2ª
3ª
4ª
5ª
6ª
7ª
8ª
9ª
10ª
11ª
12ª
13ª
14ª
Assunto
AVALIAÇÃO DE MÚSCULOS VENTILATÓRIOS I
SEMIOLOGIA CARDIORRESPIRATÓRIA I
AVALIAÇÃO FUNCIONAL DA MECÂNICA
OXIGENOTERAPIA
AEROSSOLTERAPIA
ESPIROMETRIA
TERAPIA DE EXPANSÃO PULMONAR I
TERAPIA DE EXPANSÃO PULMONAR II
TERAPIA DE REMOÇÃO DE SECREÇÃO I
TERAPIA DE REMOÇÃO DE SECREÇÃO II
REVISÃO
CINESIOTERAPIA RESPIRATÓRIA
MOBILIZAÇÃO NO PNEUMOPATA E DOENTE CRÍTICO
VENTILAÇÃO NÃO-INVASIVA I
LABORATÓRIO PNEUMOFUNCIONAL
Semana
Assunto
15ª
VENTILAÇÃO NÃO-INVASIVA II
16ª
VENTILAÇÃO MECÂNICA INVASIVA I
17ª
VENTILAÇÃO MECÂNICA INVASIVA II
18ª
RECURSOS E PRINCÍPIOS DA REABILITAÇÃO PULMONAR
19ª
RECURSOS E PRINCÍPIOS DA REABILITAÇÃO PULMONAR II
20ª
REABILITAÇÃO CARDÍACA
LABORATÓRIO RADIOLOGIA PATOLÓGICA
Semana
Assunto
1ª
INTRODUÇÃO
2ª
CONSOLIDAÇÕES PULMONARES
3ª
PNEUMOTÓRAX E CAVIDADES CÍSTICAS AÉREAS
4ª
FIBROSE PULMONAR
5ª
DERRAME PLEURAL E PERICÁRDICO
6ª
TUMORES
7ª
CARDIOMEGALIAS E ANEURISMAS
8ª
ATROFIA CEREBRAL
9ª
MALFORMAÇÕES DO SNC E DA COLUNA
10ª
MENINGITE E ABSCESSO
11ª
REVISÃO
12ª
TRAUMA
13ª
AVCI E AVCH
LABORATÓRIO RADIOLOGIA PATOLÓGICA
Semana
Assunto
14ª
TUMORES DO SNC E DA MEDULA
15ª
SINAIS DEGENERATIVOS
16ª
HÉRNIAS DISCAIS
17ª
FRATURAS
18ª
RUPTURAS
19ª
TENDINITES
20ª
ABSCESSOS
LABORATÓRIO NEUROFUNCIONAL:
SEMANA
1ª
ASSUNTO
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – SENSIBILIDADE + CONSCIÊNCIA
2ª
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – REFLEXOS
3ª
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – MOTRICIDADE VOLUNTÁRIA + COORDENAÇÃO
4ª
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – TÔNUS
5ª
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – PARES CRANIANOS
6ª
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – MARCHA
7ª
AVALIAÇÃO DO PACIENTE NEUROLÓGICO – SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO
8ª
BASES CIENTÍFICAS DA NEURORREABILITAÇÃO
9ª
NEUROPLASTICIDADE
10ª
CONTROLE MOTOR
11ª
REVISÃO
12ª
INTERVENÇÃO NO ADULTO – MODULAÇÃO DO TÔNUS
13ª
INTERVENÇÃO NO ADULTO – PROGRAMAS DE SOLO I
14ª
INTERVENÇÃO NO ADULTO – PROGRAMAS DE SOLO II
LABORATÓRIO DE COMUNICAÇÃO - 1º PERÍODO
15ª
INTERVENÇÃO NO ADULTO – TRANSFERÊNCIAS + ACESSÓRIOS
16ª
INTERVENÇÃO NO ADULTO – TREINO DE PRÉ-DEAMBULAÇÃO E MARCHA
17ª
FACILITAÇÃO NEUROMUSCULAR PROPRIOCEPTIVA – I
18ª
FACILITAÇÃO NEUROMUSCULAR PROPRIOCEPTIVA – II
19ª
USO DA ELETROESTIMULAÇÃO NO PACIENTE NEUROLÓGICO
20ª
REVISÃO
LABORATÓRIO DE RECURSOS TERAPÊUTICOS II
SEMANA
1ª
2ª
3ª
4ª
5ª
ASSUNTO
7ª
CINESIOTERAPIA PARA COLUNA CERVICAL
CINESIOTERAPIA PARA CINTURA ESCAPULAR E OMBRO
CINESIOTERAPIA PARA COTOVELO
CINESIOTERAPIA PARA PUNHO E MÃO
CINESIOTERAPIA PARA COLUNA TORÁCICA E LOMBAR (ESCOLIOSE, HIPERLORDOSE LOMBAR, HIPERCIFOSE
TORÁCICA E RETIFICAÇÃO LOMBAR)
CINESIOTERAPIA PARA COLUNA TORÁCICA E LOMBAR (ESCOLIOSE, HIPERLORDOSE LOMBAR, HIPERCIFOSE
TORÁCICA E RETIFICAÇÃO LOMBAR)
CINESIOTERAPIA PARA CINTURA PÉLVICA E QUADRIL
8ª
9ª
10ª
11ª
12ª
13ª
14ª
CINESIOTERAPIA PARA JOELHO
CINESIOTERAPIA PARA JOELHO
CINESIOTERAPIA PARA TORNOZELO E PÉ
REVISÃO
EXERCÍCIOS COM BOLA SUÍÇA E THERA-BAND
EXERCÍCIOS COM BOLA SUÍÇA E THERA-BAND
TRATAMENTO COM ELETROTETERMOFOTORAPIA PARA DOR
6ª
LABORATÓRIO DE RECURSOS TERAPÊUTICOS II
15ª
TRATAMENTO COM ELETROTETERMOFOTORAPIA PARA DOR
16ª
TRATAMENTO COM ELETROTETERMOFOTORAPIA PARA PROCESSO INFLAMATÓRIO
17ª
TRATAMENTO COM ELETROTETERMOFOTORAPIA PARA PROCESSO INFLAMATÓRIO
18ª
TRATAMENTO COM ELETROTETERMOFOTORAPIA PARA FERIDAS
19ª
TRATAMENTO COM ELETROTETERMOFOTORAPIA PARA FORTALECIMENTO MUSCULAR
20ª
REVISÃO
Módulo I: Intervenção Fisioterapêutica na Infância
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
POSTIAUX, GUY. Fisioterapia respiratória pediátrica: o tratamento guiado por ausculta pulmonar. 2. ed. Porto Alegre: Artmed,
2004.
PRYOR, J.A.; WEBBER, B. A. Fisioterapia para problemas respiratórios e cardíacos. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2002.
TECKLIN, J. S. Fisioterapia pediátrica. Porto Alegre: Artmed, 2006.
REGENGA, M.M. Fisioterapia em Cardiologia: da UTI à reabilitação. São Paulo: Rocca, 2000.
SCANLAN. C. L.; WILKINS, R. L.; STOLLER, J. K. Fundamentos da terapia respiratória de Egan. 7 ed. São Paulo: Manole, 2000.
SLUTZKY, L.C. Fisioterapia Respiratória nas Enfermidades Neuromusculares. Rio de Janeiro: Revinter, 1997.
GABRIEL, M. R. S.; PETIT, J. D.; CARRIL, M. L. de S. Fisioterapia em traumatologia ortopedia e reumatologia. Rio de Janeiro:
Revinter, 2001.
SNIDER, Robert K. Tratamento das doenças do sistema musculoesquelético. São Paulo: Manole, 2000.
WEINSTEIN, Stuart; BUCKWALTER, Joseph Ortopedia de Turek: princípios e sua aplicação. 5. ed. São Paulo: Manole, 2000.
MARQUES, A. P. Cadeias Musculares: um programa para ensinar avaliação fisioterapêutica global. São Paulo: Manole, 2000.
MONTEIRO, C.G.; GAVA, M. V. (Org.) Fisioterapia reumatológica. São Paulo: Manole, 2005.
CONSENSO BRASILEIRO DE VENTILAÇÃO MECÂNICA (Disponível on line).
SARMENTO, GJV. Fisioterapia respiratória no paciente crítico. São Paulo: Manole, 2007.
PRESTO, B; PRESTO, L.D.N. Fisioterapia na UTI. Rio de Janeiro: Bruno Presto, 2006.
MOURA-RIBEIRO, M.V.L. GONÇALVES, V.M.G. Neurologia do desenvolvimento da Criança. Rio de Janeiro: Revinter, 2006.
FONSECA, LUIZ FERNANDO – LIMA; CÉSAR LUIZ FERREIRA DE ANDRADE. Paralisia cerebral. São Paulo: Guanabara Koogan, 2008.
688 p.
BOBATH, K. Desenvolvimento motor nos diferentes tipos de paralisia cerebral. São Paulo: Manole, 1978.
EFFGEN, SUSAN K. Fisioterapia Pediátrica. Atendendo ás necessidades das crianças. Rio de Janeiro: Guanabara-Koogan, 2007.
RATLIFFE, Katherine T. Fisioterapia na clínica pediátrica. São Paulo: Santos, 2000.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
ADLER, S. S.; BECKERS, D.; BUCK, M. PNF: facilitação neuromuscular proprioceptiva. São Paulo: Manole, 1999.
KOPELMAN, Benjamin Israel (Ed.). Diagnóstico e tratamento em neonatologia. São Paulo: Atheneu, 2004. 694 p. il
SHEPHERD, R. B. Fisioterapia em pediatria. São Paulo: Santos, 2006.
LUNDY-EKMAN, Laurie. Neurociência – fundamentos para reabilitação. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.
FELTRIN, M.I.Z.; PARREIRA, V.F. Fisioterapia Respiratória Consenso de Lyon 1994-2000. São Paulo: USP, 2001.
BIENFAIT, Marcel. Bases da fisiologia da terapia manual. Tradução Angela Santos. São Paulo: Summus, 2000. 207 p., il
MALONE, Terry R.; Mc POIL, Thomas G.; HITZ, Arthur J. Fisioterapia em ortopedia e medicina no esporte. Terry R. Malone;
Thomas G. Mc Poil; Arthur J. Hitz. São Paulo: Santos, 2000.
KNOBEL, E. Terapia Intensiva: pneumologia e fisioterapia respiratória. São Paulo: Atheneu, 2004.
Módulo II: Intervenção Fisioterapêutica do Adulto I
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
FROWNFELTER, DONNA; DEAN, ELIZABETH. Fisioterapia cardiopulmonar: princípios e prática. 3 ed., Rio de Janeiro: Revinter,
2004. 639 p.
AULER JÚNIOR, J.O.; ALMEIDA, S. Pós-operatório de cirurgia torácica e cardiovascular: rotinas do Instituto do Coração. Porto
Alegre: Artmed, 2004.
GAVA, MV. Fisioterapia Pneumológica. São Paulo: Manole, 2007.
PRESTO, B. Fisioterapia respiratória: Uma nova visão. Rio de Janeiro: BP, 2007.
UMEDA, IRACEMA IOCO KIKUCHI. Manual de fisioterapia na reabilitaçao cardiovascular. 1 ed. Rio de Janeiro: Manole, 2006. 226
p.
JEAN-CLAUDE FERRANDEZ, SERGE THEYS E JEAN-YVES BOUCHET. Reeducação vascular nos edemas dos membros inferiores. Rio
de Janeiro: Manole, 2001. 188 p.
UMEDA, I.I.K. Manual de fisioterapia na cirurgia cardíaca. São Paulo: Manole, 2004.
DAVID, CID MARCOS. Ventilação mecânica: da fisiologia à prática clínica. Rio de Janeiro: Revinter, 2001. 600 p.
SARMENTO, G.J.V. Fisioterapia respiratória no paciente crítico: rotinas clínicas. São Paulo: Manole, 2005.
PORTER, STUART R. Fisioterapia de Tidy. 13 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005. 520 p.
BIENFAIT, M. Bases da fisiologia da terapia manual. São Paulo: Summus, 2000.
DELISA, Joel A. (Ed.). Tratado de medicina de reabilitação: princípios e prática. 3. ed. São Paulo: Manole, 2002. 2 v.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
KISNER, C.; COLBY, L. A. Exercícios terapêuticos: fundamentos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Manole, 1998.
FARDY, P.S. e col. Técnicas de treinamento em reabilitação cardíaca. São Paulo: Manole, 2001
TARANTINO, AFFONSO BERARDINELLI. Doenças pulmonares. 5 ed. São Paulo: Guanabara Koogan, 2002. 1104 p.
FELTRIN, M.I.Z.; PARREIRA, V.F. Fisioterapia Respiratória Consenso de Lyon 1994-2000. São Paulo: USP, 2001.
.
Módulo III: Intervenção Fisioterapêutica do Adulto II
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
STOKES, Maria. Neurologia para fisioterapeutas. Tradução Terezinha Oppido. São Paulo: Premier, c2000. 402 p. il.
FUKUKIMA, F. Fisioterapia Neurofuncional. Editora Atheneu. 2007.
ROWLAND, Lewis P. Merrit tratado de neurologia. 10. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.
HOPPENFELD, S. & MURTHY, VL. Tratamento e reabilitação de fraturas. São Paulo: Manole, 2001.
DOWNIE, PAC. Fisioterapia em ortopedia e reumatologia. São Paulo: Pan-americana, 1994.
CIPRIANO, JOSEPH J. Manual Fotográfico de Testes Ortopédicos e Neurológicos. 4ª ed. Manole, 2005. 500p.
CHIARELLO, BERENICE; DRIUSSO, PATRÍCIA; RADL, ANDRÉ LUIS MAIERÁ. Fisioterapia reumatológica. Rio de Janeiro: Manole,
2005. 352 p.
ANDREWS, J.R. Harrelson GL, Wilk KE. Reabilitação física das lesões desportivas. 2. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.
GOULD, J.A. Fisioterapia na Ortopedia e na Medicina do esporte. São Paulo: Ed. manole, 1993.
DELISA, Joel A. (Ed.). Tratado de medicina de reabilitação: princípios e prática. 3. ed. São Paulo: Manole, 2002. 2 v.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
STARKEY, C.; RYAN, J. Avaliação de lesões ortopédicas e esportivas. São Paulo: Manole, 2001
UMPHERD, D. Reabilitação neurológica. Editora Manole, 2004.
DAVID, C.; LLOYD, J. Reumatologia para fisioterapeutas. São Paulo: Premier, 2001.
Módulo IV: Filosofia da Ciência
BIBLIOGRAFIA BÁSICA
HELLMAN, Hal. Grandes debates da ciência: dez das maiores contendas de todos os tempos. São Paulo: Unesp, 1999.
ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração de trabalhos na graduação. 6. ed.
São Paulo: Atlas, 2003. 174 p.
CARAAHER, D.W. Senso crítico: dia-a-dia às ciências humanas. 5. ed. São Paulo: Pioneira, 1999.
VIEIRA, Sônia. Introdução à bioestatística. 3ªed. Editora Campus, 1998. 216p.
Magee B. História da filosofia Ed. Edições Loyola 3ª Ed. 2001. São Paulo.
Morente MG. Fundamentos de Filosofia (Noções preliminares) Ed. Mestre Jou 8ª Ed. 1980. São Paulo.
Bastos CL, Candiotto KBB Filosofia da Ciência Ed. Vozes 2008. Petrópolis, RJ.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alcino. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Prentice-Hall, 2002. 242 p. il.
CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2000. 164 p.
BIBLIOGRAFIA PARADIDÁTICA
CARROL, Lewis. Alice no País das Maravilhas. Porto Alegre: L& PM, 1998.
DOSTOIÉVSKI, Fiodor. Os irmãos Karamazov. São Paulo: Martins Claret, 2004.
GIBRAN, Khalil. A voz do mestre. São Paulo: Claridade, 2003.
HEMINGWAY, Ernest. O velho e o mar. 55.ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.
PERIÓDICOS:
1. Fisioterapia & Pesquisa
2. Revista Brasileira de Fisioterapia
3. Fisiobrasil
4. Fisioterapia Brasil
5. Jornal de pediatria
6. Revista brasileira de terapia intensiva
Site sugerido:
www.saude.gov.br
WWW.crefito.org.br
WWW.coffito.org.br
Função
Coordenadora do Curso
Coordenadora dos Tutores
Tutores:
Nome
Doralice Gouveia
Lívia Barboza Andrade
Fabianne Assis
Email
[email protected]
[email protected]
Marcela Oliveira
Cláudio Gonçalves
Integração
Coordenação de Avaliação
Coordenação de Laboratório
Tutores dos Laboratórios:
Lab. Neurofuncional
Lab. Pneumofuncional
Lab. Radiologia Patológica
Lab. Recursos Terapêuticos II
Ângela Salvi
Euclides martins
Ana Carla Botelho
Lívia Barboza
Natacha Calheiros
Lívia Barboza
[email protected]
[email protected]
JANEIRO 2011
S
T
Q
Q
S
Sábado
Domingo
1
2
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
3
4
5
6
7
8
9
Recesso
Matrícula
Veterano
Recesso
Matrícula
Veterano
Recesso
Matrícula
Veterano
Recesso
Matrícula
Veterano
Recesso
Matrícula
Veterano
Recesso
10
11
12
13
14
15
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
17
18
19
20
21
22
23
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
Recesso
24
25
26
27
28
29
30
Início
das Atividades
Semana de
Acolhimento
Mód.1
Exp. GT1
GT1
Semana de
Acolhimento
31
LAB 1
Semana de
Acolhimento
Semana de
Acolhimento
Exp.GT2
Rel. GT1
GT2
Semana de
Acolhimento
Recesso
16
Recesso
1ª semana
FEVEREIRO 2011
S
7
14
21
28
T
Q
Q
S
Sábado
1
Exp. GT3
Rel. GT2
GT3
8
Exp. GT5
Rel.GT4
GT5
15
Exp.GT7
Rel. GT6
GT7
22
Exp. GT9
Rel. GT8
GT9
2
3
LAB.2
5
9
10
LAB.3
16
17
LAB. 4
23
24
LAB.5
4
Exp.GT4
Rel.GT3
GT4
11
Exp. GT6
Rel. GT5
GT6
18
Exp. GT8
Rel.GT7
GT8
25
Exp. GT10
Rel. GT9
GT10
Domingo
6
2 ª semana
12
13
3 ª semana
19
20
4 ª semana
26
27
5 ª semana
MARÇO 2011
S
T
Q
Q
S
Sábado
Domingo
1
2
3
4
5
6
LAB 6
Exp. GT12
Rel.GT11 | GT12
11
Exp. GT11
Rel. GT10 | GT11
6 ª semana
7
8
9
10
Feriado
Carnaval
Feriado
Carnaval
Feriado
Quarta-feira de
Cinzas
LAB 7
14
15
16
17
18
LAB 8
Exp. GT15
Rel. GT14 | GT15
24
25
LAB 9
MÓDULO 2 Exp. GT
01
9 ª semana
Exp. GT3
Rel. GT2
GT3
10 ª semana
Exp. GT14
Rel.GT13 | GT14
21
22
23
Rel. GT 15 Teste
Cognitivo Mod 1
28
29
Exp. GT2 | Rel. GT1
GT2 | Recuperação
Mod 1
30
12
Exp. GT13
Rel. GT12
GT13
13
7 ª semana
19
20
8 ª semana
26
27
31
LAB 10
ABRIL 2011
S
T
Q
Exp. GT4
Rel. GT3 | GT4
4
5
LAB 11
6
Exp. GT6
Rel. GT5 | GT6
11
12
19
13
26
Rel. GT 10
Teste Cognitivo
Mod 2
14
LAB 13
20
Exp.GT10
Rel. GT9 | GT10
25
7
LAB 12
Exp. GT8
Rel. GT7
GT8
18
Q
27
S
Sábado
Domingo
1
2
3
Exp. GT5
Rel. GT4 | GT5
8
10 ª semana
9
Exp. GT7
Rel. GT6 | GT7
15
11 ª semana
16
Exp. GT9
Rel. GT8
GT9
21
22
Tiradentes
Sexta-feira da
Paixão
28
29
LAB 15
MÒDULO 3
Exp GT 01
GT1
10
17
12 ª semana
23
24
13 ª semana
30
MAIO 2011
S
T
Q
Q
S
Sábado
Domingo
1
14 ª semana
2
3
4
Exp. GT 02
Rel. GT 01
GT 2
Recuperação
Mód.2
9
10
LAB 16
11
Exp. GT 04
Rel. GT 03
GT 4
16
17
Exp. GT 06
Rel. GT 05
GT 6
5
12
LAB 17
18
6
7
Exp. GT 03
Rel.GT 02
GT 3
13
15 ª semana
14
Exp. GT 05
Rel. GT 04
GT 5
19
20
LAB 18
Exp. GT 07
Rel. GT 06
GT 7
8
15
16 ª semana
21
22
17 ª semana
MAIO 2011
23
24
Exp. GT 08
Rel. GT 07
GT 8
30
25
26
27
LAB 19
Rel. GT 08
Teste Cognitivo
Mod 03
28
29
18 ª semana
31
MODULO 4
Exp. GT 01
GT 01
19 ª semana
JUNHO 2011
S
T
Q
Q
S
Sábado
Domingo
1
2
3
4
5
LAB 19
Exp. GT 03
Rel. GT 02 | GT03
Recuperação Mod 03
9
10
Exp. GT 02
Rel. GT 01
GT2
6
7
8
Rel. GT 03
Teste Cognitivo Mod
04
13
14
21
11
LAB 20
15
16
Recuperação Mod 04
20
19 ª semana
20 ª semana
17
18
PROVA FINAL
22
Data limite das provas
(Final)
23
24
São João
São João
27
28
29
30
Matrícula
Veterano
Matrícula
Veterano
Matrícula
Veterano
Matrícula
Veterano
12
19
21ª semana
25
26
22ª semana
JUNHO 2011
S
T
Q
Q
S
Sábado
Domingo
1
2
3
4
5
LAB 19
Exp. GT 03
Rel. GT 02
GT03
Recuperação Mod 03
9
10
LAB 20
THC
16
17
Exp. GT 02
Rel. GT 01
GT2
6
7
8
Rel. GT 03
Teste Cognitivo Mod 04
13
14
15
Recuperação Mod 04
20
21
19 ª semana
11
20 ª semana
18
PROVA FINAL
22
Data limite das provas
(Final)
23
24
São João
São João
27
28
29
30
Matrícula
Veterano
Matrícula
Veterano
Matrícula
Veterano
Matrícula
Veterano
12
19
21ª semana
25
26
22ª semana
Teste
Dia
Teste cognitivo 1
22-03-2011
Recuperação 1
29-03-2011
Teste cognitivo 2
26-04-2011
Recuperação 2
03-05-2011
Testes cognitivo 3
27-05-2011
Recuperação 3
03-06-2011
Testes cognitivo 4
07-06-2011
Recuperação 4
14-06-2011
Teste Cognitivo Final
17-06-2011
Teste Progressivo
Avaliações Institucionais
THC (Teste de Habilidades e Competências)
10.06.2011
Atividades
Teste progressivo
Avaliações Institucionais
Data
Hora

Documentos relacionados