Abuso e dependência do álcool e outras drogas e sua

Сomentários

Transcrição

Abuso e dependência do álcool e outras drogas e sua
Abuso e dependência ao
álcool e outras drogas e sua
relação com o suicídio
Messiano Ladislau Nogueira de Sousa
Médico Psiquiatra com aperfeiçoamento em
terapia psicanalítica
Abril, 2014
Sumário
•
•
•
•
•
Conceitos
Classificação
Epidemiologia
Álcool e drogas e sua relação com o suicídio
Manejo de pacientes ( tratamento )
Introdução
• O consumo de drogas, pelas sociedades
humanas, confunde-se com o desenvolvimento
da humanidade, sendo certo que este uso, nas
sociedades ditas primitivas, estava ligado ao
mágico-religioso e á medicina. A droga era algo
que servia de ligação entre o divino e o humano,
possibilitando a manifestação dos espíritos,
sendo controlada culturalmente por meio de
práticas rituais pelo pajé, feiticeiro ou xamã, que
gozava de grande poder na comunidade.
Classificação segundo o DSM – IV-TR
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Intoxicação Aguda
Abuso de substâncias
Dependência
Abstinência de substância
Delirium por intoxicação
Delirium por abstinência
Demência
T. Amnésico
T. Psicóticos
T. de humor
T. de Ansiedade
Outros
Classificação segundo o DSM – IV-TR
•
•
•
•
Intoxicação Aguda
Abuso de substâncias
Dependência
Abstinência de substância
•
•
•
•
•
•
•
•
Delirium por intoxicação
Delirium por abstinência
Demência
T. Amnésico
T. Psicóticos
T. de humor
T. de Ansiedade
Outros
Intoxicação Aguda
• Desenvolvimento de uma síndrome reversível
específica de determinada substância que
ocorreu devido á recente ingestão ( ou
exposição a ela )
• Alterações comportamentais ou psicológicas
clinicamente significativas e mal adaptativas
devido ao efeito da substância sobre o sistema
nervoso central que se desenvolve durante ou
logo após o uso da substância
Abuso de substâncias
• Uso recorrente que o incapacite de cumprir suas
obrigações importantes no trabalho, na escola ou em
casa;
• Uso recorrente em situações nas quais isso representa
perigo para a integridade física ( dirigir veículo, operar
máquinas );
• Problemas legais recorrentes relacionados a
substâncias ( detenções por condutas desordeira );
• Uso continuado, apesar de problemas sociais ou
interpessoais persistentes ( ex. discussões com o
cônjuge )
Dependência de substância
(3 ou mais )
•
•
•
•
•
•
•
Tolerância
Abstinência
Maiores quantidades
Controle mal sucedido
Situações sociais perdidas
Tempo de obtenção aumentado
Uso contínuo, apesar da consciência
Dependência de substância
• Tolerância – necessidade de medidas maiores
para obtenção do efeito desejado ou redução
de efeito com a dose usual
• Abstinência – física ou psíquica
• Substância costuma ser consumida em
períodos mais longo do que o pretendido
• Desejo e esforço malsucedidos no sentido de
reduzir ou controlar o uso da substância
Dependência de substância
• Muito tempo é gasto para obtenção ( várias
consultas a médicos ou longas viagens )
• Importantes atividades sociais, ocupacionais
ou recreativas são abandonadas ou reduzidas
em virtude do uso da substância
• O uso da substância continua, apesar da
consciência de ter problema físico ou
psicológico persistente.
Principais dependências
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
Álcool
Cocaína/Crack
Sedativos, hipnóticos e ansiolíticos
Anfetaminas
Cannabis
Alucinógenos
Inalantes
Nicotina
Opióides
Cafeína
Principais dependências
• Álcool
• Cocaína/Crack
•
•
•
•
•
•
•
•
Sedativos, hipnóticos e ansiolíticos
Anfetaminas
Cannabis
Alucinógenos
Inalantes
Nicotina
Opióides
Cafeína
Álcool
• Provável droga mais antiga utilizada pela
espécie humana
• Aceita e incentivada pela sociedade
• Agente psicoativo mais abusado no mundo
Álcool e Epidemiologia
• EUA – 90 % utilizaram bebidas alcoólicas
•
- 51% dos adultos usam frequentemente
•
- 10% mulheres adultas – critérios para
abuso
•
- 20% homens adultos– critérios para abuso
•
- 3 a 5 % mulheres adultas – dependentes
•
- 10 % homens adultos – dependentes
• No Brasil – 5 a 10 % dos adultos - dependentes
Álcool e Epidemiologia
• Álcool x Violência
•
•
•
•
50% dos acidentes diurnos estão relacionados
75% dos acidentes noturnos
25% suicídios
75% homicídios
Álcool e CID 10( Classificação
Internacional de Doenças )
• F10 – Transtornos mentais e comportamentais decorrentes
do uso do álcool
• F10.1 – Uso nociso ( abuso )
• F10.2 – Síndrome de dependência
• F10.3 – Estado de abstinência
• F10.4 – Estado de abstinência com delirium
• F10.5 – Transtorno psicótico
• F10.6 – Síndrome amnésica
• F10.7 – Transtorno Psicótico de início tardio
• F10.8 – Outros transtornos mentais e de comportamento
• F10.9 – Transtorno mental e de comportamento não
especificado.
Cocaína/Crack
Cocaína
• É um alcalóide derivado do arbusto
Erythroxylon coca
• Usado como anestésico local em 1860
• Final do século XIX – usado como
medicamento
Crack
• Cocaína aquecida – fornecida na forma de
pedra
• Efeito aditivo mais potente
• Preço mais acessível
Cocaína/Crack
•
•
•
•
•
•
Sensação de alerta
Euforia
Bem-estar
Menos fome
Menor necessidade de dormir
Melhora do desempenho provocado pela
fadiga
Cocaína/Crack - Consequências
•
•
•
•
Efeito rápido x maior abstinência
Sintomas psicóticos durante o uso
“Memória” de euforia
Busca a qualquer preço
• Crack x Álcool x Criminalidade
Drogas x Suicídio
Drogas x Suicídio
• EXISTE RELAÇÃO?
• QUAL RELAÇÃO?
Drogas x Suicídio
•
•
•
•
•
Impulsividade
Perda do senso crítico
Fuga da realidade ( delírios )
Reação de abstinência
Desestabilizador de humor
Desestabilizador de humor
Humor Ideal ???
Desestabilizadores do Humor
•
•
•
•
Álcool
Drogas
Noites não dormidas
Relações conflituosas
Etilismo e Suicídio
• 65% das tentativas de suicídios estão
associados ao uso de álcool
• 15 a 25% dos suicídios está associados ao
álcool
• Uso de álcool aumenta em 8 vezes o risco de
comportamento suicida
• Álcool aumenta o risco de suicídio em
adolescentes.
Suicídio e Transtornos Psiquiátricos
• 1- Transtorno Afetivo Bipolar
• 2 - Depressão
• 3 - Transtorno de personalidade ( anti-social e
bordeline )
• 4 - Alcoolismo
• 5 - Esquizofrenia
• 6 - Transtorno Mental Orgânico
• Associação do alcoolismo com todos os
transtornos
Etilismo e Comorbidades
• Alcoolismo secundário x depressão prévia
• Alcoolismo x depressão secundária ao álcool
• Alcoolismo x TAB
Suicídio entre Alcoolistas
• 1 – Casos de suicídios ocorridos durante o
delirium tremens ou quadro agudos parecidos
• 2 – Suicídios cometidos sob o efeito do álcool,
ou seja, o indivíduo se alcooliza para realizálos
• 3 – Alcoolistas crônicos que cometem suicídio
Suicídio x Cocaína/Crack
• 1 – Durante o uso agudo ( delírio,
impulsividade )
• 2 – Período de abstinência
• 3 – Perspectiva de vida não realizada (
comorbidades como depressão )
Fatores de Risco – Álcool, cocaína e
crack
• 1 – Tentativa prévia
• 2 – Depressão, TAB ou Esquizofrenia não
tratados
• 3 - Transtornos de Personalidade ( Antissocial
ou Bordeline )
• 4 – Perdas interpessoais
• 5 – Perdas intrapessoais
• 6 - Isolamento
Manejo de pacientes
• Desintoxicação é a primeira medida a ser
realizada
Manejo de pacientes
• Desintoxicação é o primeiro estágio do
tratamento a ser realizado
• Como funciona a desintoxicação?
Desintoxicação – Álcool ou Drogas
• 1 – Isolamento hospitalar ( clínica )
• 2 – Hidratação e reposição eletrolítica se
necessário
• 3 – Evitar abstinência ( benzodiazepínicos )
• 4 – Tratamento de complicações psiquiátricas
• 5 – Tratamento de comorbidades clínicas
• 6 – Alta com encaminhamento de serviço
especializado
Manejo de pacientes
•
•
•
•
•
Desintoxicação
Encaminhamento para serviço especializado
Avaliação de sintomas e comorbidades
Envolvimento familiar
Grupos de Auto ajuda ( Alcoólico Anônimos e
Narcóticos Anônimos )
• Tratamento medicamentoso se necessário
• Tratamento complexo e multidisciplinar
Grupos de Auto - Ajuda
Referências
• HUMBERTO C., SÉRGIO P.B. Suicídio: uma
morte evitável. São Paulo: Editora Atheneu,
2006
• KAPLAN & SADOCK. Compêndio de
Psiquiatria. Editora: Artmed, 9ª Edição.
OBRIGADO !!

Documentos relacionados

Material Anti-Furto

Material Anti-Furto Material Anti-Furto 21.GEV4580/B

Leia mais