0.094370001314816156

Сomentários

Transcrição

0.094370001314816156
1
SC
Cursos e Treinamentos Ltda. – ME
CONCURSO PÚBLICO Nº
MUNICIPAL DE IRANI/SC.
001/2011–
ADMINISTRAÇÃO
RECURSO INTERPOSTO EM FACE DE QUESTÃO DA PROVA
ESCRITA E DO RESPECTIVO GABARITO PRELIMINAR.
O recurso em face da questão a seguir foi tempestiva e
regularmente interposto, por candidato(a) concorrente à vaga
do cargo de FARMACÊUTICO/BIOQUÍMICO,nos termos do
Capítulo VII, do Edital 001, que disciplina o Concurso Público
nº 001/2011, promovido pela Administração Municipal de
Irani/SC, o qual foi conhecido e julgado nos termos da
fundamentação abaixo:
Questão nº 35– Cargo:FARMACÊUTICO/BIOQUÍMICO.
Quantidade de Recorrentes: 1 (um).
Trata-se de recurso interposto por concorrente à vaga
do cargo de FARMACÊUTICO/BIOQUÍMICO, do Concurso
Público nº 001/2011, promovido pela Administração Municipal
de Irani/SC.
Av. Plínio Arlindo de Nes, 1484, Sala 205 – Centro – 89825-000 – Xaxim – SC.
CNPJ: 11.297.750/0001-93 – Fone: (49) 3353-2809 – e-mail: [email protected]
2
SC
Cursos e Treinamentos Ltda. – ME
O recurso contesta a questão nº 35, da prova escrita
aplicada aos concorrentes à vaga do referido cargo. Questão
essa que trata de aferir noções acerca dos conhecimentos
específicos, próprios da formação profissional e das atribuições
do cargo.
A questão trinta e cinco, da referida prova, está de
acordo
com
as
possibilidades
previstas
no
conteúdo
programático para Conhecimentos Específicos, conforme fora
publicado no ANEXO III, do Edital nº 001, que disciplina o
Concurso Público nº 001/2011, promovido pela Administração
Municipal de Irani/SC.
A questão recorrida trata dos efeitos adversos
relacionados ao uso dos α-bloqueadores e solicitava aos
candidatos que assinalassem a alternativa que não tem
correspondência com um desses efeitos.
O(a) recorrente ao contestar a questão nº 35, alega:
Existem α-bloqueadores que são utilizados para a disfunção sexual,
como é o caso da Fentolamina. Portanto, nem todos os αbloqueadores apresentam como efeito adverso a disfunção sexual.
Para fundamentar o que alega, junta cópia de artigo
extraído
em
publicação
na
internet
(http://www.drfernandoalmeida.com.br/trat_i_disfuncao-eretil.html).
O gabarito preliminar publicado, nos termos dispostos
no Edital nº 001, que disciplina o Concurso Público nº
Av. Plínio Arlindo de Nes, 1484, Sala 205 – Centro – 89825-000 – Xaxim – SC.
CNPJ: 11.297.750/0001-93 – Fone: (49) 3353-2809 – e-mail: [email protected]
3
SC
Cursos e Treinamentos Ltda. – ME
001/2011, divulga como correta, para a questão número trinta
e cinco, a alternativa “A”.
É, em síntese, o breve relato.
Passamos à fundamentação da decisão.
Assiste razão ao (à) recorrente quando afirma que
“nem todos os α-bloqueadores apresentam efeito adverso à
disfunção sexual”.
É preciso atenção na interpretação do enunciado:
“Sobre os efeitos adversos com o uso dos α-bloqueadores,
analise as alternativas seguintes e assinale aquela que não
corresponde a um desses efeitos”.
A questão solicita a indicação não correspondente a
um
dos
sistemas
adversos
ao
uso
dos
α-bloqueadores,
restando, dentre as alternativas elencadas, a alternativa “B Disfunção sexual”, como a correta, devendo ser alterado o
gabarito para a questão número trinta e cinco.
Para fundamentar a ponderação acima, transcrevemos
notícia
veiculada
pelo
Departamento
de
Comunicação
e
Marketing da Universidade Federal de São Paulo:
Novas drogas facilitam
MERCANTIL/SP
tratamento
da
impotência
GAZETA
Depois do sucesso do Viagra, dois novos medicamentos para
problemas de disfunção erétil chegam ao Brasil para disputar
mercado.
Av. Plínio Arlindo de Nes, 1484, Sala 205 – Centro – 89825-000 – Xaxim – SC.
CNPJ: 11.297.750/0001-93 – Fone: (49) 3353-2809 – e-mail: [email protected]
4
SC
Cursos e Treinamentos Ltda. – ME
Dois novos remédios prometem agitar ainda mais o disputado
mercado de medicamentos voltados para os problemas de
disfunção erétil. O Viagra, produzido pelo laboratório Pfizer – sem
dúvida, o comprimido mais comentado no último ano -, foi o primeiro e
sua fama deve-se ao fato de Ter sido pioneiro no tratamento oral da
impotência.
Seguindo essa tendência, a Schering-Plough anuncia para o próximo
mês a chegada ao Brasil do Vasomax, um comprimido produzido com
base no princípio ativo do mesilado de fentolamina. Desenvolvida pela
empresa norte-americana Zonagem, a nova droga já está sendo
testada no País em 220 pacientes, espalhados por 13 centros
especializados em urologia. Ao mesmo tempo, o FDA – órgão do
governo norte-americano que regulamenta a venda de alimentos e
remédios – está prestes a aprovar o Vasomax, já lançado no México.
Nos EUA, cerca de 3 mil pacientes que fizeram uso do Vasomax já
foram avaliados.
O outro medicamento, produzido pela Novartis, atende pelo nome
comercial de Regitina e também se vale do mesilato de fentolamina. A
fentolamina originalmente era uma substância injetável empregada no
controle da hipertensão arterial, muito em voga nos anos 60.
Produzido pelo laboratório Ciba, o medicamento caiu em desuso para
esse fim devido a efeitos colaterais.
O diretor médico do laboratório Schering-Plough, Marcelo Lima, afirma
que o Vasomax chegará ao Brasil primeiramente importado dos
Estados Unidos para depois passar a ser produzido aqui. Ele alerta
ainda para a diferença entre o Vasomax e a Regitina. "Eles não são
produtos bioequivalentes", garante.
O Vasomax, segundo Lima, é o único medicamento que está sendo
testado pela equipe do médico Irwin Goldstein, professor de
urologia da Universidade de Boston, nos Estados Unidos, um
dos maiores especialistas em disfunção erétil do mundo.
"Embora tenham a mesma substância ativa, são dois produtos
diferentes", afirma Lima.
O diretor médico do laboratório Novartis, Branderley Claudio, diz que
a Regitina se utiliza de uma formulação diferente da empregada no
medicamento para hipertensão que lhe deu origem. E garante que a
medicação foi testada com sucesso por especialistas na Universidade
da Califórnia (EUA). A Regitina, inclusive, já está sendo vendida no
Brasil. "Outra vantagem é que seus efeitos colaterais já são bem
conhecidos, pois a substância já é empregada há anos, na forma
injetável, para tratar disfunção erétil".
Discussões entre os laboratórios à parte, o urologista Joaquim
Francisco de Almeida Claro, professor assistente da Universidade
Federal de São Paulo (Unifesp), afirma que o mesilato de fentolamina
está sendo testado na Unifesp em 120 pacientes. A vantagem do
Av. Plínio Arlindo de Nes, 1484, Sala 205 – Centro – 89825-000 – Xaxim – SC.
CNPJ: 11.297.750/0001-93 – Fone: (49) 3353-2809 – e-mail: [email protected]
5
SC
Cursos e Treinamentos Ltda. – ME
princípio ativo em relação ao empregado no Viagra (sildenafil) é sua
atuação.
"O sildenafil bloqueia a ação da fosfodiesterase, uma enzima que age
inibindo a ereção", explica Claro. O Viagra provoca uma vasodilatação
da artéria que leva o sangue ao músculo responsável pela ereção. E
isso ocorre quando a fosfodiesterase é inibida. A fentolamina,
explica o médico, bloqueia a ação da adrenalina, um hormônio
produzido pelo organismo quando este enfrenta algum tipo de
estresse. "A adrenalina dificulta a ereção porque atrapalha a
vasodilatação do pênis", diz.
Em relação ao sildenafil, os urologistas consideram a fentolamina um
avanço. "O Viagra não pode ser tomado por quem tem problemas
cardíacos e usa medicamentos à base de nitrato", afirma Celso
Gromatozky, professor assistente de clínica urológica do Hospital das
Clínicas da Universidade de São Paulo, que faz testes com o
Vasomax.
Ele garante ainda que não sabe dizer se o medicamento
comercializado pela Schering-Plough é similar ao da Novartis.
"Estudos feitos pela Schering mostram que o Vasomax é fentolamina
numa composição que permite sua liberação rapidamente", diz o
especialista. Claudio, da Novartis, garante que a Regitina tem a
mesma formulação do Vasomax. "Os dois têm formulação que
permite a rápida absorção".
Nesse ponto, aliás, os dois medicamentos também levam vantagem
em relação ao Viagra. A fentolamina age cerca de 30 minutos depois
de ingerida e o efeito dura duas horas. O Viagra deve ser tomado uma
hora antes da relação sexual.
Os três remédios se assemelham quanto ao paciente alvo. "São mais
indicados para homens que perdem a ereção por receio de falhar,
para os que têm outros tipos de problemas psicológicos e os que
apresentam disfunções orgânicas leves", diz Gromatzky. Do
mesmo modo que os pacientes usam Viagra, os que usam a
fentolamina também precisam do estímulo erótico para obter
resultados. "O remédio não age diretamente na libido nem melhora a
performance sexual de ninguém saudável", alerta Claro. Em termos
de efeitos colaterais, os pacientes que usam a fentolamina apontam
apenas
cefaléias
leves
e
distúrbios
gastrointestinais
1
esporádicos .(destacamos)
Diante das citações e ponderações acima, o gabarito
para a questão número trinta e cinco deve ser alterado, para
1
Disponível em: http://dgi.unifesp.br/comunicacao/noticias.php?cod=1465 – Acessado em
30/082011.
Av. Plínio Arlindo de Nes, 1484, Sala 205 – Centro – 89825-000 – Xaxim – SC.
CNPJ: 11.297.750/0001-93 – Fone: (49) 3353-2809 – e-mail: [email protected]
6
SC
Cursos e Treinamentos Ltda. – ME
considerar como correta a alternativa identificada pela letra
“B”.
Pelo exposto CONHECEMOS do recurso acima e, no
mérito,
DAR-LHE
PROVIMENTO,
para
ALTERAR
o
GABARITO, exclusivamente, para a questão número TRINTA
E
CINCO,
concorrentes
da
prova
à
escrita
vaga
FARMACÊUTICO/BIOQUÍMICO,
(objetiva)
do
aplicada
cargo
considerando
aos
de
como
CORRETA a alternativa identificada pela letra “B”. Decisão
adotada em conformidade com as disposições do Edital nº
001, que disciplina o Concurso Público nº 001/2011,
promovido pela Administração Municipal de Irani/SC.
Irani/SC, 30 de agosto de 2011.
SC ASSESSORIA E CONSULTORIA LTDA.
Sandra Leite Dell’Osbel
Av. Plínio Arlindo de Nes, 1484, Sala 205 – Centro – 89825-000 – Xaxim – SC.
CNPJ: 11.297.750/0001-93 – Fone: (49) 3353-2809 – e-mail: [email protected]