Revista Wish | Dezembro.2012 Wish conta como ter mais de 600

Сomentários

Transcrição

Revista Wish | Dezembro.2012 Wish conta como ter mais de 600
W I S H
g u e s t
HOME AMAZING HOME
Wish conta
como ter
mais de
600 casas
de férias
espalhadas
pelos quatro
cantos do
planeta
fotoS Sidney Bloch, divulgação
Por Lili Carneiro
matuetevillas.com
primetour.com.br
Nunca na história do País a gente viajou tanto. Segundo pesquisa da Fipe (Fundação
Instituto de Pesquisas Econômicas), nos últimos cinco anos o número de brasileiros
que fogem de seus lares ao primeiro sinal de férias subiu 20% em território nacional e
praticamente dobrou nos destinos internacionais. Além disso, quem já viajava agora faz
de maneira melhor. O padrão premium mudou: um bom quatro estrelas já não é mais
capaz de suprir as exigências dos viajantes brasucas de primeira linha. Pensando nisso,
os sócios da agência de luxo Matueté – integrante da A-list da revista Travel&Leisure
e da Top Travel Specialist da Condé Nast Traveller –, e a turma à frente da Primetour –
que também figura no topo do pódio e, junto com a Matueté, é a única brasileira
sob a chancela Virtuoso (órgão que elege as melhores agências) – desenvolveram
uma nova maneira de viajar. Esqueça hotéis, club sandwich de room service e chaves
magnéticas. A divisão Matueté Villas e a Primetour Viagens & Experiências são
dedicadas à locação das casas mais espetaculares do Brasil e do mundo.
As empresas têm cardápios recheados de residências do mais alto nível, e, juntas,
oferecem mais de 600 opções. Com atendimento personalizado, o privilégio e o
conforto de ter um endereço só seu – mesmo que temporário –, seja em Trancoso
94
Em sentido horário: vista
panorâmica da casa na Ilha
da Gipoia, em Angra dos
Reis; sala de estar e piscina
aquecida no interior do chalé
de neve, na comuna de Bagnes,
em Verbier, na Suíça; campos
de lavanda no jardim da Villa
Provençal, no vilarejo de
Eygalieres, no Sul da França
Na página anterior, fachada da
residência com ares de castelo
que acomoda 16 pessoas, em
Salto, nos arredores de Buenos
Aires, na Argentina
ou em Capri, não têm preço. Ou melhor, tem. A diária mais cara chega a valer US$25 mil,
mas há opções que custam menos de US$1mil por dia. Para entrar na seleção rigorosa
das agências, que engloba desde vilas cheias de bossa no litoral de Salvador e moradas
provençais em meio às lavandas, na França, até chalés nos Alpes suíços, a propriedade
precisa estar com manutenção impecável e desfrutar do melhor da arquitetura local.
“O critério fundamental para as casas entrarem em nosso portfolio não é necessariamente
parecerem mansões cinematográficas. Também podem ser pequenas e charmosas.
O mais importante é que estejam em sintonia com o destino”, diz Martin Frankenberg,
sócio da Matueté. O staff contratado para cuidar das tarefas domésticas é coordenado
por um representante das agências para oferecer o melhor do serviço personificado.
A equipe passa por treinamentos das mais variadas ordens – chegam a aprender como
harmonizar o vinho nativo com uma seleção de queijos – para que os inquilinos não
precisem se preocupar com nada. Marina Gouvea, da Primetour, explica: “Nosso foco
é a customização. Sempre trabalhamos em cima de um briefing e das expectativas do
cliente. Seja encontrar uma professora de yoga ou preparar uma festa de aniversário.”
Para curtir as férias em casa, mesmo que bem longe dela.
95

Documentos relacionados