via dez - Embratel

Сomentários

Transcrição

via dez - Embratel
Ano 14 - 156 - Março - 2002
Sob medida para o
mercado corporativo
Novos serviços
desenvolvidos especialmente
para atender às necessidades
dos clientes empresariais
By-pass
Sertãozinho
Premiação
Pirataria telefônica
causa prejuízos e
deve ser combatida
Empresas refletem
sucesso de atleta no
interior de São Paulo
Uso do Emvia Pop Mail
vale reconhecimento
à Nestlé do Brasil
www.embratel.com.br/via
registro
í n d i c e
registro
telefonia
serviço
negócios
clientes
informe
contrato
v i a
2
4/5
6 a 11
12 a 14
14 a 18
19
19
e m b r a t e l
Conselho Editorial
Federico Gallart, Amos Maidantchik, Leonello Patitucci,
Luiz Cláudio Gonçalves e Luiz Freitas
Diretoria de Publicidade, Imprensa
e Relações Públicas
Wallace Grecco
Supervisão
Luiz Freitas
Editora Executiva
Margareth Santos (reg.17.756-RJ)
[email protected] [email protected]
Projeto Gráfico
www.linetron.com.br
Copy Desk e Revisão
Jorge Moutinho
Fotografia
Octales Gonzales, Oswaldo Maricato, Cesar Diniz,
Davi Fernandes, Alexandre Machado, José Lira,
Silvio Alencastro, Maurício Ercolin e Eugênio Novaes.
Colaboração
José Ricardo de Aguillar Pinho, Patrícia Carvalho
e Francisco Domingues Pereira
Endereço para correspondência
Av. Presidente Vargas, 1.012, 14º andar, Centro, Rio de Janeiro, RJ,
CEP 20.179-900 Tels.: 0 21 21 2519 8427 e 2519 7545
Fax: 0 21 21 2519 7791 e 2519 8661
IV Prêmio Imprensa Embratel
vai distribuir quase R$ 160 mil
O IV Prêmio Imprensa Embratel, iniciativa da Empresa e do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro, vai distribuir até R$ 159 mil entre
trabalhos jornalísticos genéricos de jornal, revista, rádio, televisão e fotografia, mídia
especializada e não-especializada em telecomunicações, internet e esportes, além de
prêmios regionais. Este ano, a novidade é a categoria correspondente estrangeiro.
Trata-se de uma das maiores premiações do Brasil em valores a serem oferecidos e a
de maior abrangência no setor.
O objetivo é reconhecer trabalhos jornalísticos de grande qualidade, estimulando a
publicação de reportagens sobre temas brasileiros de interesse da sociedade e que
contribuam, de alguma forma, para a solução de problemas, possibilitando a melhoria
da qualidade de vida no país. Os valores (brutos) serão distribuídos da seguinte forma:
• Grande Prêmio Barbosa Lima Sobrinho (melhor trabalho entre todas as categorias):
R$ 25 mil.
• Reportagem (tema livre) em jornais e revistas: R$ 15 mil.
• Reportagem (tema livre) em emissora de TV: R$ 15 mil.
• Reportagem (tema livre) em emissora de rádio: R$ 10 mil.
• Reportagem fotográfica (tema livre): R$ 10 mil.
• Reportagem esportiva: R$ 10 mil.
• Internet (avaliação de conteúdo): R$ 10 mil.
• Correspondente estrangeiro: R$ 10 mil.
Também será premiado com R$ 5 mil o melhor trabalho de
cada região (Norte, Nordeste, Sudeste, Sul e Centro-Oeste),
independentemente da mídia na qual tenha sido veiculado.
Os Prêmios Regionais totalizarão, portanto, R$ 25 mil. Esses
trabalhos concorrerão, em igualdade de condições, ao Grande Prêmio Barbosa Lima
Sobrinho.
Serão concedidos ainda dois prêmios específicos para reportagens dedicadas ao setor
de telecomunicações, veiculadas em jornal ou revista genérica e em mídia especializada. Esses dois prêmios somarão R$ 20 mil (brutos), distribuídos da seguinte forma:
• Reportagem sobre o tema telecomunicações em jornal ou revista não-especializados:
R$ 10 mil.
• Reportagem sobre o tema telecomunicações em jornal (inclusive caderno específico
e/ou especial) ou revista especializados: R$ 10 mil.
A Comissão Julgadora poderá conceder até três menções honrosas, no valor de
R$ 3 mil cada. Mais informações sobre o IV Prêmio Imprensa Embratel podem ser
obtidas nos sites www.embratel.com.br e www.jornalistas.org.br.
Os artigos aqui publicados podem ser transcritos,
desde que citada a fonte.
Tiragem: 38.000 exemplares mensais.
0800 901 021 • Centro de Atendimento ao Cliente • 24 horas por dia, 7 dias da semana
2
Via Embratel - Março 2002
Assim como outros setores
de importantes serviços
prestados à população, as
telecomunicações também
sofrem com as ligações clandestinas. Neste caso, a infração recebe o nome de bypass e representa a prestação de serviços de telefonia
executada de forma indevida e ilegal, por empresas
não habilitadas pela Anatel.
É pirataria telefônica, que
está desviando ligações da
Embratel e de outras operadoras legais para “caminhos
alternativos”. Os clientes –
que devem ficar extremamente atentos e combater
essa prática – encontram
nesta edição mais informações a respeito.
Na área de serviços, o Via
Embratel de março anuncia a nova geração em telefonia avançada, com o
VipNet sobre a Plataforma
de Rede Inteligente, que
confere aos clientes empresariais tratamento especial para as comunicações
telefônicas em ambiente
totalmente digital.
O Diginet Global é outro
novo serviço para transmissão de dados para o mercado corporativo. Saiba, nesta edição, como é possível
contratar exclusivamente a
Embratel para se conectar
com mais de vinte países,
utilizando o conceito global de full circuit.
Para o segmento hoteleiro,
o Vip-Phone apresenta-se
como uma ferramenta ideal,
por eliminar o congestionamento nas linhas e garantir
a realização das ligações,
além de oferecer atraentes
descontos. Sem falar no
maior conforto proporcionado aos hóspedes.
As empresas que precisam
transmitir e receber sinais de
vídeo e áudio com qualidade digital, opção do uso de
diversas taxas de bits e não
querem investir na compra
de equipamentos, encontram no recém-lançado
SmarTVideo a solução mais
adequada. Para os clientes
com aplicações IP não falta
um parceiro de peso: o
Infosat Prime, serviço desen-
volvido especialmente para
atender às necessidades de
alto desempenho.
O Via Embratel de março
não poderia deixar de ressaltar, ainda, a premiação
obtida pela Nestlé do Brasil
ao utilizar o Emvia Pop Mail
para a automação de suas
vendas. É a qualidade de
nossos serviços mais uma
vez reconhecida.
Editorial
Novos serviços e combate
a uma prática ilegal
Março 2002 - Via Embratel 3
telefonia
Alerta contra o by-pass
Clientes precisam ficar atentos para combater prática ilegal
Segundo o Aurélio, by-pass significa desvio, circuito, contorno. Para o mercado de telecomunicações brasileiro, quer dizer
fraude. É a prestação de serviços de telefonia executada de forma indevida e ilegal, por empresas não habilitadas pela Anatel.
É pirataria telefônica, que está desviando ligações da Embratel e de outras operadoras legais para “caminhos alternativos”.
Acontece na prestação do serviço telefônico e em sua comercialização, prejudicando as empresas concessionárias e autorizadas,
a rede pública de telefonia, o recolhimento de impostos e as normas de comércio internacional.
O by-pass é o chamado “gato” das
telecomunicações. Evita a rede formal, operacional e a rede pública do
país. A maioria dos clientes, infelizmente, não sabe que está cometendo
uma ilegalidade. Assim, cerca de
25% do mercado praticam essa ilegalidade, e quem a pratica pode-se
ver, a qualquer momento, sem a prestação do serviço, sem aviso prévio, sem
explicações, sem qualquer garantia
de ressarcimento, e pode estar sujeito a sanções previstas em lei. Sim,
porque by-pass é ilegal.
A exploração de serviços de telecomunicações não é atividade aberta à
iniciativa de qualquer interessado.
Pelo contrário: é atividade regulada
pelo Estado. Neste sentido, a Lei Geral de Telecomunicações (LGT) estabelece que a exploração de serviços de telecomunicações, em regime
público e privado, depende, respectivamente, de concessão e autorização da Anatel. Os artigos 83 e 181
desta lei explicitam claramente que
a prestação e a exploração dos serviços comutados de telefonia pública
dependerão “de prévia outorga, pela
Agência, mediante concessão e de
prévia autorização da Agência”.
Empresas “na mira”
Existem atualmente no mercado
muitas empresas oferecendo soluções
corporativas, com outorga da Anatel
para prestação de serviços limitados
na modalidade de circuito e/ou rede,
em âmbitos nacional e internacional.
Com os recursos disponíveis, as empresas montam rotas alternativas e
extrapolam as atribuições que lhe foram conferidas, configurando prática
ilegal e não autorizada. O by-pass ocorre nas ligações telefônicas internacionais saintes (DDI) e entrantes e na
telefonia nacional de longa distância.
A Justiça, as autoridades policiais e
a Anatel já têm sob a mira mais de
cinqüenta empresas prestadoras de
serviços ilegais de telecomunicações.
Mais da metade já são objetos de
ações nos âmbitos da Polícia Federal,
da Justiça Cível, da Anatel, da Polícia Fazendária, do Fisco e do Ministério Público.
Os clientes não devem envolver-se
com tais empresas. Como vítimas dessa fraude, as prestadoras ilegais escolhem alvos entre empresas nacionais
e multinacionais com necessidade de
contato telefônico de longa distância
no Brasil e no exterior. São empresas
de importação e exportação, bancos,
agências de turismo, hotéis e um número cada vez maior de pequenas e
médias organizações que fazem negócios com outros países.
Na forma da lei
Os prestadores ilegais oferecem os
seguintes serviços, para os quais
alertamos os clientes: comercialização
de cartões telefônicos nas modalidades pré-pago ou pós-pago; callback,
no qual o cliente faz uma chamada
internacional que não se completa e
recebe de volta, em seguida, uma li-
Vip-Phone, ideal para o segmento hoteleiro
Ao fazer a conexão direta do PABX dos
hotéis com a rede 100% digital da
Embratel, o serviço Vip-Phone mostra-se
a solução mais adequada para atender a
demanda de grande número de ligações
telefônicas do setor. E quanto maior o
volume de chamadas DDD e DDI,
maiores serão os descontos oferecidos.
4
Via Embratel - Março 2002
O Vip-Phone apresenta-se, assim, como
a ferramenta de telecomunicações ideal
para os hotéis, por eliminar o
congestionamento e garantir a realização
das ligações telefônicas, agilizando a
comunicação. Com atendimento
personalizado, rapidez e simplicidade, ele
assegura maior conforto para os hóspedes.
Com o Vip-Phone, os hóspedes têm à
sua disposição recursos de uma rede
inteligente que garantem um tratamento
diferenciado para as suas ligações DDD e
DDI. O serviço oferece ainda relatórios
gerenciais para o controle de gastos e de
desempenho do sistema de telefonia,
permitindo redução geral nos custos.
telefonia
gação originada no exterior, com um
tom de discar, para que ele faça a sua
chamada para o destino desejado, podendo este procedimento, na maioria
dos casos, ser absolutamente transparente para o cliente; 0800 e
FreePhone Internacional (000800), no
qual, por meio de um número não
tarifado, o usuário ganha acesso à rede
do prestador ilegal, podendo a partir
daí realizar a sua chamada; e internet,
com o encaminhamento do tráfego de
telefonia pública do usuário encapsulado no protocolo IP (VoIP – voz
sobre IP).
Além dos serviços acima, o by-pass
pode ser oferecido por meio de redes
especializadas, montadas para prestação de serviço limitado, especializado, conectado à rede pública de telefonia, e circuitos dedicados interligados também à rede pública de telefonia. Neste caso, a conexão se faz diretamente ao PABX do cliente.
Há vários riscos legais para os clientes, que, na maioria das vezes, des-
Diferencial
Além da economia com ligações
nacionais e internacionais, o VipPhone permite que os hotéis
aumentem a sua receita, pois mais
ligações telefônicas são realizadas. Ao
lado de todas essas vantagens, por
meio de um serviço complementar o
conhecem a ilegalidade dos serviços
oferecidos. A sanção penal, de acordo com o Artigo 183 da LGT, para
“quem, direta ou indiretamente, concorrer para o crime”, é “detenção de
dois a quatro anos, aumentada da
metade se houver dano a terceiro, e
multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais)”. Para as prestadoras ilegais, a
LGT estabelece sanções administrativas e penais que incluem advertência, multa de até R$ 50 milhões, suspensão temporária, caducidade e declaração de inidoneidade.
Sonegação
Os prestadores ilegais que oferecem
“tarifas mais baixas” o fazem porque
têm custo inferior na prestação do serviço de telefonia pública; não há compromissos de continuidade, disponibilidade nem garantias da prestação
adequada dos serviços; e não recolhem
impostos (PIS e ICMS). Ou seja: à
custa de sonegação fiscal, cobram menos dos usuários.
hotel poderá disponibilizar para os
hóspedes a facilidade de
videoconferência, muito conveniente
para reuniões de negócios.
Mais informações sobre o
funcionamento e as vantagens do VipPhone – serviço que conta com o
suporte técnico da Supervisão e
As prestadoras ilegais atuam de forma agressiva e não controlada e induzem o mercado a pensar que elas
prestam o serviço de forma regular.
Existem, inclusive, empresas que
convencem os clientes sobre a legalidade dos seus serviços ao apresentar
a Autorização para Prestação de Serviço Limitado Especializado. Entretanto, essas empresas extrapolam o
escopo de sua autorização e oferecem serviço de telefonia pública ilegalmente.
Quem quer serviços de telecomunicações com total disponibilidade,
continuidade, confiabilidade e legalidade encontra na Embratel. Portanto, todo o cuidado é pouco: o by-pass
é ilegal. A Embratel está à disposição para prestar qualquer esclarecimento de ordem técnica e legal sobre
o assunto. Caso necessite de mais informações, entre em contato com o
seu gerente de contas. Ele dispõe de
dados e conta com o apoio de especialistas sobre o assunto.
Gerência de Rede da Embratel, 24
horas por dia, nos sete dias da
semana – podem ser obtidas pela
Central de Atendimento a Clientes:
0800 901 021.
Angelo Bino
0 21 21 2519 9650
[email protected]
Março 2002 - Via Embratel 5
serviço
SmarTVideo
SmarTVideo
Monitoração constante de sinais
de vídeo e áudio
A Embratel está lançando um novo serviço dedicado ao mercado de
TV e vídeo: o SmarTVideo. Com este serviço, o cliente paga somente
pelo que usa, de acordo com seus negócios e suas necessidades. O
SmarTVideo oferece aos clientes a monitoração constante dos sinais de
vídeo e áudio e níveis diferenciados de qualidade, com a opção do uso
de diversas taxas de bits, o que proporciona maior variedade de canais
de transmissão e recepção entre todas as localidades contempladas
pelo serviço, além de maior disponibilidade média anual.
De maneira geral, o SmarTVideo é destinado a todas as empresas que
tenham necessidade de transmitir e/ou receber sinais digitais de
vídeo e áudio no seu dia-a-dia. Devido a sua flexibilidade de níveis
diferenciados de qualidade, ele pode ser utilizado não só pelas
empresas de radiodifusão de sons e imagens (emissoras de TV e suas
afiliadas) como também por operadoras de TV por assinatura,
empresas ligadas à publicidade ou a cinema e vídeo, bem como por
escolas e universidades.
O serviço possibilita a transmissão de sinais digitais de vídeo e áudio
dos mais variados tipos de eventos (esportes, congressos, feiras), com
a possibilidade de recepção simultânea em diversos pontos que já
estejam conectados aos centros de televisão da Embratel. Oferece,
ainda, descontos por volume de tráfego e por prazo contratual.
6
Via Embratel - Março 2002
Funcionamento
O SmarTVideo consiste, basicamente, de
transporte, sob demanda, de sinais de vídeo e
áudio entre 11 centros de televisão da
Embratel distribuídos pelas seguintes
capitais: Fortaleza, Recife, Salvador, Rio de
Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Belo
Horizonte, Brasília, Goiânia, Florianópolis e
Curitiba.
Toda e qualquer conexão solicitada entre
esses centros pode ser em um sentido
(unidirecional) e/ou nos dois sentidos
(bidirecional). Para esta última, as conexões
têm a possibilidade de se realizar a diferentes
taxas de bits (assimétricas).
Toda e qualquer empresa que não esteja em
uma das 11 localidades acima mencionadas
também poderá se beneficiar das facilidades
do SmarTVideo. Basta conectar-se à
plataforma do serviço, que conta com uma
gerência centralizada para monitorar a
qualidade dos sinais de vídeo e áudio,
alarmes e o tráfego em toda a rede.
SmarTVideo
[email protected]
serviço
Aprimoramento constante
Edson Siquara e
Liliana Nakonechnyj, Rede Globo
Em sua busca permanente de
aprimoramento da já excelente qualidade
dos sinais de televisão que oferece a seus
telespectadores, a Rede Globo está sempre
atenta ao surgimento de novos serviços e
tecnologias. Com uma agilidade jornalística
comparável à das melhores redes de TV do
mundo, a Globo partiu para o uso do
SmarTVideo Embratel para trafegar vídeo,
principalmente em matérias jornalísticas e
eventos esportivos.
Inicialmente serão atendidas onze cidades.
Além de suportar o tráfego de matérias
jornalísticas entre as emissoras que compõem
a rede, a nova plataforma será utilizada para
transmissão de eventos esportivos e shows até
essas emissoras.
Na verdade, a Rede Globo usará o
SmarTVideo para as mesmas finalidades que o
antigo serviço de TV Programada. Edson
Siquara, gerente de operação de Satélites e
Circuitos da TV Globo, explica: “Deveremos
utilizar taxas de 8 Mbps para jornalismo, 15
Mbps para eventos esportivos, ambos em
amostragem 4:2:0, e possivelmente 34 Mbps
em 4:2:2 para shows de grande relevância. O
SmarTVideo deverá possibilitar o aumento da
qualidade (disponibilidade)
final dos vídeos por ela
trafegados em relação à plataforma de TV
Programada, bem como desafogar os antigos
estrangulamentos de capacidade entre os
maiores centros brasileiros.”
Por enquanto, a emissora não tem planos
de utilizar a rede da nova plataforma em
transmissões da Copa do Mundo. No entanto,
Edson adianta: “No futuro, desde que seu
resultado técnico/operacional atenda às
necessidades e demandas, esperamos usar o
serviço para interconectividade com
provedores de serviços internacionais.”
SmarTVideo
Rede Globo já aproveita o SmarTVideo
para suas transmissões
Liderança
Para Liliana Nakonechnyj, diretora de Engenharia de Telecomunicações da TV
Globo, a Embratel é a única empresa que, até o momento, acreditou no
mercado de transporte ocasional de vídeo em tempo real: “Além disso,
comparada às outras empresas de telecomunicações do Brasil, a Embratel tem
liderança absoluta em termos de experiência em tráfego de sinais de televisão.
Assim, embora vejamos com bons olhos a diversificação de fornecedores de
serviços, tal experiência e uma relação de longos anos fazem com que
depositemos nela uma confiança muito grande.”
A diretora prossegue: “Realmente acreditamos que a plataforma SmarTVideo
venha a nos oferecer benefícios significativos em termos de qualidade e
disponibilidade. E esperamos que esses benefícios sejam proporcionais ao aumento
de custos. Esperamos também que a Embratel estenda essas vantagens à
ampliação da nova plataforma para mais cidades brasileiras.”
Os testes de transmissão para a operação comercial já foram realizados em
vários eventos e apresentaram as numerosas vantagens do sistema para a Rede
Globo. “Existem ainda alguns ajustes que precisam ser feitos. Entretanto, a partir
da demonstração de interesse que a Embratel e seus fornecedores têm manifestado
em buscar soluções, acreditamos que, até o início da
Romildo Lucas de Mattos Jr.
operação comercial, esteja tudo resolvido”, acredita Liliana.
0 21 21 2519 9445
[email protected]
Março 2002 - Via Embratel 7
serviço
Desempenho a toda prova
Infosat Prime atende às exigências de clientes com aplicações IP
Infosat Prime
A Embratel está lançando o novo serviço
Infosat Prime, evolução do Infosat
É a solução ideal para
incorporando inovações que permitirão
redes de postos de gasolina,
atender às necessidades de desempenho
de clientes com aplicações IP (Internet
governo, bancos, setores
Protocol). O Infosat Prime, solução mais
automobilístico, de transportes,
econômica do que os serviços similares
varejo, loterias, previdência,
de transmissão via satélite, foi criado
empreiteiras e
para agregar ao atual Infosat vantagens
tecnológicas e as solicitações atuais do
cooperativas.
mercado. E sabendo que o tempo para ativação é
fundamental para muitas empresas, para assegurar um
verdadeiro diferencial competitivo, a Embratel conta hoje com uma
estrutura logística que lhe permite ativar até trezentas antenas
VSATs por mês para cada cliente.
Com o Infosat Prime, a Empresa oferece, via internet, com senha
personalizada, informações sobre o volume de tráfego cursado
diariamente. Essa coleta de dados, feita várias vezes por dia, permite
ao cliente acompanhar o crescimento de seu tráfego, mostrando
claramente a ele as alterações verificadas, como a instalação de uma
nova aplicação ou a entrada de um novo ponto. Sempre que o tráfego
estiver próximo do limite contratado, e com a prévia aprovação do
cliente, a Embratel disponibiliza automaticamente novos recursos,
tanto de 64 Kbps para 128 Kbps, por exemplo, quanto de 128 Kbps
para 256 Kbps.
8
Tranqüilidade
Os novos contratos assinados para o Infosat Prime já vêm com a
previsão de aumento de recursos e os valores a serem cobrados. Com
os relatórios contendo as informações de tráfego diárias, os clientes
têm controle total sobre as alterações. Essa funcionalidade
acompanha as necessidades de um mercado corporativo usuário de
solução via satélite com tecnologia TDMA e que não
sabe com precisão o tráfego de que necessitará.
Com o Infosat Prime, os usuários dispõem de faixas
de operação e custos envolvidos, encontrando
facilidades quando precisarem aumentar seus
recursos.
Via Embratel - Março 2002
Indicações
Os clientes do Infosat Prime não precisam de
investimentos de porte para se beneficiar do serviço,
pois a Embratel fornece os equipamentos de
comunicação para os pontos remotos, o segmento
espacial, a operação e a manutenção, a consultoria
técnica e os equipamentos referentes à estação
central, que normalmente são compartilhados. O
produto atende também os protocolos legados como
SDLC, X.25, BSC-3 (sob consulta) e assíncrono,
permitindo ainda a transmissão de vídeo sobre IP,
treinamento à distância, uso simultâneo dos diversos
protocolos e outras facilidades.
É particularmente indicado para clientes com mais
de dez pontos de conexão, dispersos geograficamente.
Desenvolvido para atender às necessidades de alto
desempenho com aplicações IP, é a solução ideal para
redes de postos de gasolina, governo, bancos, setores
automobilístico, de transportes, varejo, loterias,
previdência, empreiteiras e cooperativas, por exemplo.
A solução Infosat Prime é direta via Embratel,
exclusiva para seus clientes, e independe da existência
de infra-estrutura das concessionárias locais.
Paulo Ronald de Castro Jr.
0 21 21 2519 3887
[email protected]
José Antonio C. Gonzalez
0 21 21 2519 3886
[email protected]
O mundo integrado com alta qualidade
Chega ao mercado o Diginet Global, novo serviço
internacional para transmissão de dados
Já está disponível para o mercado
corporativo brasileiro o Diginet Global da
Embratel, um serviço internacional de
dados dedicados que roda sobre a
plataforma da WorldCom, via fibra óptica,
com redundância e gerência, nas
velocidades de 64 Kbps e 155 Mbps. O
Diginet Global tem como principal
característica o conceito global de full
circuit, em que o cliente contrata só a
Embratel para conectar-se com o mundo,
sendo ela seu único ponto de contato.
O serviço destina-se a empresas e
instituições de diversos setores –
principalmente multinacionais,
financeiras, de serviços e governamentais
– que necessitam de comunicação segura
com o exterior e desejam se relacionar
com apenas uma operadora de
telecomunicações para contratação,
aprovisionamento, recuperação e
faturamento do serviço.
O lançamento do Diginet Global está
sendo feito em etapas, com o objetivo de
conectar o Brasil a todos os continentes. O
serviço já está disponível para os Estados
Unidos, Chile, Argentina, Venezuela,
Colômbia e Panamá. Até o final de julho, o
Brasil estará interligado via Diginet
Global ao resto do mundo. Na fase final
do lançamento, no segundo trimestre de
2002, os clientes poderão contratar
conexões entre quaisquer países.
Abrangência
O Diginet Global interliga voz e dados
do Brasil a qualquer lugar do mundo –
e, até mesmo, outros países entre si. Uma
empresa brasileira, construindo uma
hidrelétrica na Indonésia, que queira
interligar este país asiático com uma de
suas unidades nos Estados Unidos, por
exemplo, pode contratar este circuito no
Brasil com a Embratel. A operadora
passa, então, a ser o único ponto de
contato entre o cliente e o resto do
mundo.
Duas soluções
Desde 1990, a Embratel vem
comercializando circuitos dedicados
internacionais por meio do Diginet - half
circuit, que hoje abrange 35 países. Nesta
solução, metade do circuito é contratada
com a Embratel e a outra metade é
provida por uma operadora estrangeira de
telecomunicações. O cliente pode escolher
em qual país deseja pagar a fatura de
prestação do serviço: no Brasil, no exterior
ou cada custo em seu país.
Já com o Diginet Global tudo fica por
conta da Embratel, que provê o circuito
internacional inteiro, permitindo ao
cliente relacionar-se com uma única
operadora de telecomunicações desde a
contratação e o aprovisionamento até a
recuperação e o faturamento do serviço.
Os países que estarão ativados a partir do segundo trimestre
de 2002 são: Alemanha, Austrália, Bélgica, Coréia do Sul,
Dinamarca, Espanha, Filipinas, Finlândia, França, Holanda,
Hungria, Indonésia, Inglaterra, Irlanda, Itália, Japão,
Luxemburgo, Malásia, Noruega, Porto Rico, Portugal, República
Checa, Rússia, Cingapura, Suécia e Suíça, além da província
chinesa de Hong Kong e do estado norte-americano do Havaí.
Diginet Global
serviço
Denise Costa
0 21 21 2519 6200
[email protected]
Março 2002 - Via Embratel 9
serviço
Nova geração em telefonia avançada
VipNet na RI oferece soluções completas em ambiente digital
facilidades para atendimento de rede privativa virtual, plano
de numeração exclusivo e descontos para chamadas DDD e
DDI; Acesso Fácil, que permite o uso por empregados em
trânsito; Chamadas Inteligentes, que reúne facilidades para
verificação de gastos por centros de custos de todas as
unidades da rede corporativa; e Multimídia, integrando voz,
dados e imagem em videoconferências.
Os benefícios agregados permitem descontos por uso nas
chamadas DDD e DDI. O diferencial é a combinação de
qualidade e desempenho de rede, com economia e facilidade
no gerenciamento de custos. O novo serviço oferece acesso à
rede por meio de código especial e senha; discagem abreviada
com apenas três dígitos; tarifas especiais para ligações
corporativas; restrição de chamadas por destinos predefinidos;
relatórios gerenciais das chamadas por centros de custos; e
mensagens de navegação para orientação dos usuários na
utilização das facilidades.
Flexibilidade
Serviço de telefonia avançada de longa
Os benefícios agregados
distância, o VipNet evolui na medida da
ao serviço permitem descontos por
demanda de tráfego de ligações
uso nas chamadas DDD e DDI. O
nacionais e internacionais, além de
diferencial é a combinação de qualidade
facilitar as comunicações
e desempenho de rede, com economia
corporativas. O novo VipNet na RI liga
e facilidade no gerenciamento
o PABX das empresas clientes com a
de custos.
rede 100% digital da Embratel,
permitindo a formação de uma Voice VPN
que suporta o tráfego de telefonia corporativo, com
qualidade, desempenho e economia. Com ele, a comunicação
corporativa torna-se mais simples e eficiente.
O serviço pode compor pacotes que integram a solução mais
completa de telefonia avançada da Embratel: VIP, com
Avanço
O degrau tecnológico galgado pela Embratel em benefício de
seus clientes do mercado corporativo está longe de ser o
primeiro. A Empresa, pioneira no lançamento de tecnologias de
ponta em matéria de telecomunicações no Brasil, vem
desenvolvendo cuidadosamente a construção e a evolução de
uma poderosa e eficiente plataforma de rede inteligente no país.
Da plataforma analógica para a digital, tudo decorre de
uma evolução planejada e natural. Uma vez dentro do
mundo digital, a operadora ascende ao degrau da rede
inteligente, combinando plataforma de comutação
telefônica com diversas facilidades controladas por
computador, que lhe permite oferecer, em ambiente
completamente digital, segurança, diversidade de serviços
e tratamentos especiais às chamadas que trafegam sobre
VipNet
O mercado corporativo já pode contar com um novo avanço
tecnológico para o serviço VipNet. É o VipNet na Plataforma de
Rede Inteligente da Embratel, que confere aos clientes
empresariais tratamento especial para as comunicações
telefônicas em um ambiente totalmente digital e inteligente.
O VipNet na RI compreende um conjunto de funcionalidades
de rede inteligente associadas ao conceito de rede privativa
virtual (virtual private network – VPN) em qualquer área
geográfica, sem restrições. Os clientes corporativos beneficiam-se
ainda do uso da rede pública com relação custo-benefício
bastante favorável, mesmo quando comparada à rede
proprietária, com várias funcionalidades e muitas vantagens do
ponto de vista técnico. Por exemplo: o cliente cria seu próprio
plano de numeração (sem associação com o conceito mundial de
numeração geográfica), sem falar na qualidade e nos custos
atraentes incluídos no conjunto de valores agregados da
Plataforma de Rede Inteligente.
10 Via Embratel - Fevereiro
Março 2002
2002
serviço
essa plataforma.
Um bem-sucedido
exemplo é a
versatilidade do 0800
Embratel sobre rede
inteligente.
Com o 0800, os clientes
contam com a facilidade de usar um
único número nacional, para o qual seu público
pode discar de qualquer lugar do Brasil. A chamada será
atendida, da mesma forma, em qualquer lugar do país
previamente determinado e de acordo com os interesses,
necessidades e possibilidades da empresa que contratar o
serviço. O atendimento pode ser feito em um ou mais locais,
conforme a necessidade de cada cliente.
Versatilidade
A versatilidade da Plataforma de Rede Inteligente dá ao
mercado vastas possibilidades. Todos os serviços dispõem de
tecnologias de rede avançada de telefonia. Com a evolução
para a Plataforma de Rede Inteligente, os serviços da Embratel
passam a ser oferecidos com gerência de rede abrangente e
eficiente, que dá visibilidade, capacidade para as expansões
necessárias e qualidade de comunicação.
O VipNet na Plataforma de Rede Inteligente é um novo
serviço avançado que permite chamadas on-net e off-net,
administrando com segurança tanto o tráfego
intercorporativo quanto o extracorporativo. Significa
qualidade e custos
atraentes com um conjunto
de valores agregados, numa Plataforma
de Rede Inteligente pronta para dar o
próximo passo.
Migração para NGN
A migração para a Next Generation
Network (NGN) Embratel será a nova etapa
do VipNet na RI. Trata-se de uma plataforma
baseada em comutação de pacotes suportada pelo protocolo IP e
que permite a interoperabilidade das plataformas, ou seja: não é
necessário dispensar os equipamentos existentes.
A nova geração também tem grande escalabilidade: o
cliente aproveita os novos recursos e faz sua migração
gradativa entre o que ele tem hoje e o que poderá ter
amanhã, com a vantagem de utilizar protocolos abertos
típicos de internet com vários fornecedores.
Leonello Patitucci
0 21 21 2519 7209
[email protected]
Março 2002 - Via Embratel 11
negócios
“Agradeço aos que acreditaram
em mim. E viva Sertãozinho!”
Ex-cortadora de cana e hoje
uma das maiores atletas
mundiais, Maria Zeferina
Baldaia torna
cidade paulista conhecida
internacionalmente. O sucesso
também é festejado por
empresas da região.
Trata-se de uma das mais prósperas e surpreendentes cidades do país.
Com uma economia altamente di- lista, tornou-se também um símbolo
versificada e um especial interesse de responsabilidade social e investinos esportes, a pequena Sertãozinho, mento em esportes, com a vitória da
no interior de São Paulo, reúne mar- ex-cortadora de cana Maria Zeferina
cas de porte, como a empresa de me- Baldaia, patrocinada pela Companhia
lhoramento genético bovino Lagoa da Energética Santa Elisa, na Corrida de
Serra, a Companhia Energética San- São Silvestre. Ao cruzar a linha de cheta Elisa, uma das maiores usinas de gada, suas palavras foram ouvidas na
açúcar e álcool do Brasil, a concessio- mídia internacional: “Agradeço aos
nária Vianorte, a rede de varejo Su- que acreditaram em mim. E viva
permercados Gimenez, além de seg- Sertãozinho!”
mentos diversificados como provedores de internet, empresas de serviços Tradição em esportes
e grandes indústrias. Por tudo isso, é
De acordo com Henrique Gomes, da
atualmente também uma cidade Controladoria da Companhia Eneronde a Embratel, graças a essa pu- gética Santa Elisa, a certeza de que
jança econômica e produtiva, ganhou Maria Zeferina tinha chances reais de
um espaço considerável:
praticamente todas as
empresas são clientes da
operadora, e a maioria
vem investindo fortemente em tecnologia das
telecomunicações e informática, mesmo porque
têm negócios em todo o
país e no exterior.
O nome de Sertãozinho,
familiar para quem conhece bem a economia pauHenrique Gomes, Santa Elisa
12 Via Embratel - Março 2002
negócios
cerias e da tecnologia para os negócios. “Por isso somos clientes da
Embratel há pelo menos uma década”, assinala Gomes.
Hoje, o principal serviço utilizado pela
empresa é o Business Link Flex, que
interliga e integra praticamente todas
as áreas industriais, agrícolas e administrativas. “Com isso ganhamos em
agilidade, pois nossa força de vendas,
por exemplo, pôde ser automatizada.
Temos comunicação on-line com todas as pontas nos 23 municípios da
região onde atuamos. Também nos
mantemos em contato, em tempo real,
com todos os nossos representantes no
país inteiro”, analisa.
ganhar a prova veio há algum tempo:
“Quando soubemos por um amigo
dela que se tratava de uma atleta que
tinha problemas para treinar e continuar trabalhando, resolvemos colocar
a seu dispor nossa infra-estrutura técnica, com nosso instrutor esportivo e
nossa equipe médica, cuidando da
nutrição da atleta.”
Ele conta que a empresa investe há
mais de vinte anos nos esportistas regionais: “Os esportes têm um papel
muito importante, tanto que a cidade já
é conhecida há muito tempo como a
‘capital brasileira do hóquei sobre patins’, sendo que os times daqui já foram
campeões em diversas categorias e
campeonatos brasileiros e mundiais.”
Atuando há mais de sessenta anos
na produção e na comercialização de
açúcar, álcool e energia elétrica, a
Companhia Energética Santa Elisa
gera atualmente cerca de 5 mil empregos diretos, capacidade para esmagar 32 mil toneladas de cana e
produzir 1,4 milhão de litros de álcool, 40 mil sacas de açúcar de
50 kg e 30 MWh de energia elétrica por dia. Uma potência empresarial que sabe a importância das par-
Aposta nas
telecomunicações
Em comum com a Santa Elisa, empresas como a Lagoa da Serra, especializada no segmento de melhoramento genético bovino do grupo holandês C. R. Delta-Holland Genetics,
têm hoje não só a parceria forte com a
Embratel, “mas também o orgulho de
ver o nome da cidade ficar famoso no
mundo inteiro”, como destaca a
supervisora administrativa da área de
informática da empresa, Valéria
Borges dos Reis Ferro. “A empresa é
cliente de serviços como Vip-Phone e
Business Link Flex.”
No entender de Valéria, a vitória
da atleta foi igualmente uma vitória
para a cidade: “Para a economia local isso é ótimo, pois hoje a imagem
politicamente correta e o investimento na área social e esportiva são
trunfos de marketing.”
Para a Lagoa da Serra, ser parceira
da Embratel – “operadora que realmente tem uma presença grande entre as empresas locais e apresenta um
ótimo atendimento, assim como tecnologia de ponta” – significa ter instrumentos de agilização, otimização e
racionalização das operações, segundo
Do interior de Minas
para o mundo
Ex-cortadora de cana, a atleta Maria Zeferina Baldaia, de 29 anos,
nasceu em Nova Módica, interior de
Minas Gerais, mas se mudou para
Sertãozinho (SP) com os pais e os
nove irmãos.
Sua trajetória, como se pode imaginar, não foi das mais fáceis. O
trabalho, puxado, nos canaviais
tornou os treinos difíceis, até que
chamou a atenção da Companhia
Energética Santa Elisa para seu
talento e conseguiu o apoio para
desenvolver suas potencialidades
como atleta. A população de
Sertãozinho, segundo Henrique
Gomes, da Santa Elisa, acompanhou em peso a disputa, no dia 31
de dezembro de 2001. No final
da corrida, Zeferina gritou o nome
da cidade e afirmou que realizou
o sonho de sua vida.
Ela também ganhou o título de
“cidadã sertanezina”. Um título
merecido, pois ela, com 1,58m e
46 quilos, treinou exaustivamente para a São Silvestre nos cinco
meses anteriores à prova, correndo em solo de terra, na região dos
canaviais de Sertãozinho. Um esforço que valeu a pena – para ela,
para a cidade e para todos que
souberam enxergar, na figura simples e digna da ex-cortadora de
cana, uma força de vontade e um
talento excepcionais.
continua
Março 2002 - Via Embratel 13
especial
Celso Antônio Maximiano Jr. e Míriam Rute Luiz, Vianorte
Campeã como
garota-propaganda
O reconhecimento da importância da imagem da campeã Maria
Zeferina Baldaia para a região vem
sendo ressaltado com investimentos como o da rede de varejo Supermercados Gimenez, com 24 lojas em dez cidades da região e sede
em Sertãozinho. O gerente de informática, Misael Aparecido da Silva, acredita que esse fator é um
atrativo para novos investimentos
na região, pois chama a atenção para
o pólo econômico e empresarial em
que a cidade se transformou nas
últimas décadas: “Com isso, naturalmente, os investimentos das empresas em telecomunicações também cresceram, especialmente no
caso da Embratel, que tem mostrado um excelente nível de atendimento.”
Misael esclarece: “Utilizamos o
Renpac da Embratel, que interliga
as 24 lojas e é responsável por toda
a interface de operações com meios
de pagamento eletrônico. Também
é o instrumento que nos permite
atualmente automatizar a gestão
das lojas. Assim como estamos
conscientes de que devemos investir em tecnologia e em parcerias sólidas como a que temos
com a Embratel, nós e muitas
empresas da cidade sabemos que o apoio empresarial ao desenvolvimento social da cidade é
muito importante.”
Misael Aparecido da Silva, Supermercados Gimenez
14 Via Embratel - Março 2002
Valéria: “Hoje, nossa força de vendas
está automatizada e nossos representantes em todo o país têm contato em
tempo real conosco, o que melhora a
logística da empresa, favorece um planejamento racional e diminui custos.
Temos também um aliado no VipPhone, que, além da considerável redução em nossos custos de telefonia, trouxe qualidade e confiabilidade.”
A supervisora prossegue: “No ano
passado, houve casos de roubo de cabos telefônicos na região, e muitas empresas sofreram com isso, inclusive com
interrupções nos acessos. Nós não tivemos esse problema. Agora estamos
negociando mais serviços com a Embratel. Quando pesquisamos o mercado, sempre nos voltamos para a operadora que tem sido a nossa parceira.”
Economia forte e
investimentos sociais
Assim como a Santa Elisa e a Lagoa
da Serra, a Vianorte, concessionária
de rodovias responsável por quatro
praças de pedágio na região, interpreta
a vitória de Maria Zeferina como uma
vitória da própria cidade como pólo
econômico, gerador de desenvolvimento social, como ressalta a analista
Valéria Ferro, Lagoa da Serra
de suporte técnico da empresa,
Míriam Rute Luiz.
Segundo ela, a Vianorte é cliente
da Embratel em vários serviços, como
Topnet, Business Link Direct, 0800,
FastNet e Vip-Phone. “Hoje nosso sistema está praticamente todo com a
Embratel, e estamos muito satisfeitos”, diz ela, no que é endossada pelo
gerente de Tecnologia da Informação, Celso Antônio Maximiano Jr.:
“Nossa parceria com a Embratel vem
se estreitando. Temos planos de utilizar ainda mais serviços, a longo prazo, como Internet para atendimento
aos usuários.”
Leandra Venturini
0 21 16 605 8190
[email protected]
0800 para
SuperClubs Breezes
Com planos de abrir mais sete
resorts no Brasil, a rede jamaicana de
hotéis SuperClubs Breezes investe
no serviço 0800 da Embratel para
receber sua principal fonte de resultados: os hóspedes. É justamente
pelo número 0800 70 43210 que o
megaresort na Costa do Sauípe, litoral norte da Bahia, recebe as reservas
de hóspedes de todo o país.
No final de setembro o hotel comemorou um ano de Brasil, com uma
ocupação média de 65%. Dos 15
resorts que a rede tem pelo mundo, o
SuperClubs Breezes já desponta en-
tre os quatro de melhor resultado.
Trinta por cento de seus hóspedes
vêm do exterior.
Para Xavier Veciana, diretor-geral da
SuperClubs para o Brasil, “o desafio
é continuar posicionando a Costa do
Sauípe, na Bahia, como um novo destino turístico para os mercados nacional e internacional”.
Na opinião de Kong Wu, responsável pela tecnologia da informação do
SuperClubs Breezes, o ideal seria poder contar com outros serviços da Embratel no complexo hoteleiro: “No momento, além do imprescindível 0800
clientes
Reconhecimento mundial
Nestlé do Brasil é premiada
em função de sua automação de vendas
Há pelo menos dois anos, a Nestlé
do Brasil vem dando uma lição de racionalidade e funcionalidade no uso
de novas tecnologias de comunicações. Em parceria com a Embratel, que
“já vem de longa data e se consolida
cada vez mais”, como ressalta Renato
Velloza, coordenador de Telecomunicações da empresa, a Nestlé optou
pelo Emvia Pop Mail para proceder à
automação da força de vendas. “Em
qualquer lugar do Brasil, nossos vendedores utilizam equipamentos portáteis do tipo hand held (para captação de pedidos) e pelo Renpac fazem
a conectividade com o sistema de troca de mensagens Emvia Pop Mail.”
A solução foi escolhida pelo Grupo
Nestlé Mundial como uma das melhores plataformas de automação de
vendas. “Essa escolha soa para nós
como mais do que uma simples determinação mundial de tecnologia,
porque o que a Nestlé do Brasil recebeu, na verdade, foi o reconhecimento mundial dos órgãos de controle de
tecnologia Nestlé no que tange à qualidade do sistema de força de vendas
que atualmente utilizamos”, comemora Velloza.
O primeiro resultado desse reconhecimento foi o envio de um colaborador para a sede mundial, na Suíça, com
da nossa central de reservas, usamos
um link de 128 Kbps para São Paulo
e uma pequena rede Renpac exclusiva para transmitir e receber informações sobre o FGTS de nossos empregados. E queremos utilizar ainda mais
serviços da Embratel.”
Selo de compromisso
Conforme Márvio Adegas, controller do hotel, o SuperClubs Breezes é
a missão de repassar conhecimento do
sistema para uso dos outros mercados
da empresa. “Enfim, hoje temos o orgulho de saber que a Nestlé do Brasil
está exportando tecnologia”, festeja o
coordenador.
Evolução constante
De acordo com Velloza, anteriormente a empresa utilizava o sistema
STM 400 para troca de mensagens:
“Fizemos a conversão para o Emvia
Pop Mail devido à redução de custos
oferecida e também em função da utilização do protocolo TCP/IP, padrão
aberto utilizado atualmente pela
maioria dos sistemas informatizados.”
Ele ressalta que o processo de conexão pelo Emvia Pop Mail é prático e
eficiente: “Ocorre da seguinte forma:
os vendedores, cerca de novecentos
espalhados por todo o Brasil, se
conectam pela rede Renpac diretamente ao servidor Emvia Pop Mail. Este,
por sua vez, armazena as mensagens e
as transfere para um servidor Nestlé,
que processa os pedidos. O processo
de retorno ocorre também dessa forma,
mudando o sentido do envio, ou seja:
começa no servidor Nestlé e passa pelo
servidor Emvia Pop Mail, que distribui as informações nas caixas postais
dos vendedores.”
o primeiro resort brasileiro a ser contemplado com o Selo de Compromisso com a Segurança Alimentar (ServSafe), concedido pelo Instituto de
Hospitalidade por meio do Programa
de Certificação em Segurança Alimentar. Veciana assegura: “O SuperClubs Breezes é somente o começo
de um projeto de expansão da rede
SuperClubs na América do Sul.”
O Complexo Costa do Sauípe in-
Trata-se de um
tipo de comunicação de mão dupla,
que insere a força
de vendas no diaa-dia da empresa e
ao mesmo tempo
agiliza e potencializa essa força de
vendas. “Fico feliz
em dizer que, após
Renato Velloza,
Nestlé do Brasil
dois anos, confirmamos a confiabilidade do sistema Emvia Pop Mail”,
assegura Velloza.
Segundo ele, a decisão pelo serviço
se deu em parte pelo longo relacionamento que a empresa já mantém com
a Embratel: “Também avaliamos o
que o mercado oferecia em termos de
opções e decidimos continuar com a
Empresa, já que, na Nestlé, o antecessor do Emvia era o STM 400, também da Embratel.”
Apesar de ser utilizado pela Nestlé
do Brasil via Renpac, o EmVia Pop
Mail é um serviço da Embratel desenvolvido especialmente para internet. Os clientes podem acessar o
EmVia Pop Mail utilizando a rede do
Business Dial, presenRodney Severo de Lima
te em 94 cidades bra0 21 11 3268 7014
sileiras.
[email protected]
clui cinco hotéis e seis pousadas, que
somam 1.650 hectares em uma costa virgem de seis quilômetros. Está
localizado a cerca de 120 quilômetros ao norte de Salvador e emprega mais de três mil pessoas.
André Luiz Roriz Fontoura
0 21 71 320 6156
[email protected]
Prorrogada a promoção 0800
Benefícios valem para quem assinar contrato até 30 de junho de 2002
Mais informações: 0800 901 021
Março 2002 - Via Embratel 15
clientes
Economia com os pés no chão
Synteko desenvolve seus empreendimentos reduzindo custos
Controlada pelo
Grupo Peixoto de
Castro (GPC), a
Synteko completou, em novembro,
47 anos de atividades no mercado
brasileiro. Durante esse período,
conquistou respeito como fornecedora de insumos
para a indústria
madeireira, produtos e serviços
Wanessa Andréa Costa, Synteko
para o setor da
construção civil e para o segmento de
higiene e limpeza doméstica, criando
marcas como a Polwax, sinônimo de
cera no país. Para acompanhar a logística e a complexidade dos negócios,
como afirma a gerente de Informática,
Wanessa Andréa Pereira Costa, era
preciso uma operadora que desse o suporte para essas operações e que tivesse alcance nacional e internacional,
já que a empresa pretende estender
sua atuação ao mercado exterior: “Encontramos isso na Embratel em 1999
e, desde então, nossa parceria vem se
tornando cada vez mais sólida.”
Sediada em Gravataí, próximo a Porto Alegre (RS), a empresa tem um escritório em São Paulo, além de um complexo industrial que engloba três plantas fabris. “Hoje, por meio do Topnet,
podemos ter contato direto e em tempo real, de forma segura, com as fábricas, o que facilita o planejamento da
produção e o acesso aos dados de cada
planta”, diz Wanessa.
A Synteko também contratou os serviços de Business Link Flex e VipPhone. “Para dar uma idéia de quanto
isso é importante para nós, imagine o
que seria ter que investir em uma estrutura de informática para cada fábrica? Sem falar no fato de que não
seria eficiente administrativamente”,
acrescenta a gerente.
Benefícios
“O acompanhamento do planejamento de produção e da gestão administrativa das fábricas com o uso do
ERP Magnus (Datasul), e tão logo do
EMS, beneficia os colaboradores, pois
disponibiliza tecnologia de última ge-
ração e coloca a Synteko numa posição de vanguarda. O uso dos serviços
de internet se mostrou tão eficiente
que já estamos estudando o aumento
da banda. Afinal, é fundamental dispor de um recurso como o e-mail para
a corporação, facilitando a comunicação”, ressalta ela.
Wanessa acredita que a parceria
com a Embratel está tornando o atendimento aos clientes internos mais rápido e eficiente, assim como permitindo que a administração dos negócios da empresa como um todo seja
mais racional: “Com o Vip-Phone, chegamos a reduzir cerca de 25% de nossos custos com ligações telefônicas,
sem falar na qualidade do serviço, o
qual já está em funcionamento em
Gravataí e em fase de implantação
em Araucária. O fato é que temos um
ótimo atendimento, com soluções personalizadas para cada necessidade e
uma relação custo-benefício que se
mostrou muito positiva.”
Márcia Silveira de Almeida
0 21 51 3216 3265
[email protected]
Em dia com o coração
Sociedade Brasileira de Cardiologia “no caminho certo”
“Sabemos que estamos no caminho
certo.” Esta frase do gerente de Tecnologia da Sociedade Brasileira de
Cardiologia (SBC), Orlando Castro,
resume a importância que a infra-estrutura de telecomunicações tem hoje
para a entidade. “As telecomunicações desempenham um papel vital
para a SBC, visto que são responsáveis pela aproximação dos seus 10 mil
sócios, espalhados por todo o território nacional, por meio dos recursos por
elas oferecidos”, completa. Neste sentido, a parceria com a Embratel é fundamental.
De acordo com ele, o portal da SBC
16 Via Embratel - Março 2002
(www.cardiol.br) desempenha atualmente um papel fundamental na integração entre os sócios da entidade, bem
como na prevenção cardiovascular da
comunidade. Com mais de 70 mil páginas, oferece serviços interativos (correio eletrônico, bate-papo, agenda pessoal e conferências virtuais), promove a
educação continuada do profissional,
por meio da oferta de vasto conteúdo
científico, e ajuda a população na prevenção das doenças cardiovasculares.
“O portal foi premiado, em 2001, com
o iBest e é considerado hoje o maior
portal na área cardiovascular da América Latina, encontrando-se entre os três
melhores de saúde do Brasil”, salienta
Castro, lembrando que, para isso, os
upgrades feitos na rede e o suporte tecnológico dado pela Embratel são essenciais. “Estamos aumentando nossa capacidade de banda para oferecer um
padrão de excelência para os nossos sócios e usuários.”
Rede de saúde
Segundo Castro, hoje a SBC é um
provedor de informação e e-mail:
“Recebemos aproximadamente 5 mil
acessos por dia, já acumulando mais
de 2 milhões de acessos durante a
existencia do portal. O número de
clientes
Liderança de mercado
USS utiliza
tecnologia
avançada
para transmissão de voz
Miguel Keremian, USS
A USS Soluções Gerenciadas Ltda. é uma empresa especializada em estreitar o relacionamento de empresas com seus mercados. Entre
seus clientes estão seguradoras, bancos, cartões de crédito e montadoras. Para manter a liderança em um setor muito exigente, suas
unidades de negócios Assistência 24 Horas e call center deram início a uma parceria com a Embratel.
Com oitenta números 0800, serviço
de telefonia avançada Vip-Phone e
Internet, a USS utiliza o backbone da
Embratel com diversos pontos de presença em todo o país, garantindo maior
produtividade e qualidade nos processos de trabalho e atendimento a
clientes e fornecedores.
Com essa infra-estrutura, a USS oferece serviços de assistência emergencial para veículos, pessoas e imóveis,
além de contar com uma estrutura de
contact center para diversas áreas. Seus
750 profissionais atendem uma carteira de clientes com sete milhões de
usuários e se relacionam com mais de
23 mil prestadores de serviços em todo
o Brasil. A USS Assistência 24 Horas
é líder de mercado neste segmento,
page views é de 1,2 milhão por mês.”
Ele lembra que, para a população, o
portal oferece diversas utilidades e
informações, visando sempre à qualidade de vida. Para os profissionais
da área médica, traz diversas ferramentas de uso pessoal e de educação continuada.
Além da Internet, a SBC utiliza o
FastNet da Embratel. “Implementamos uma unificação entre as redes das
sedes do Rio, matriz da entidade, e de
São Paulo, por meio de uma rede Frame
Relay por onde trafegam dados e voz,
facilitando sobremaneira toda a área
administrativa, visto que os sistemas
são interligados por uma plataforma
cliente-servidor. E graças a isso também pudemos observar uma enorme
tendo registrado em 2001 mais de
540 mil atendimentos emergenciais.
Missão crítica
“Fazemos os serviços de troca de arquivos pelo backbone da Embratel, trafegamos ligações outbound por linhas
digitais, bem como os serviços de 0800
do call center. Temos ainda um Business
Link Direct (link IP), os serviços 0300
e linhas privativas de comunicação de
dados”, diz Miguel Keremian, diretor
de Operações e Tecnologia da USS.
Segundo ele, a escolha da Embratel
deveu-se sobretudo ao modo pelo qual
a operadora traduz tecnologia em serviços: “A agilidade e a velocidade são fatores que diferenciam empresas e contribuem para satisfazer e reter clientes.
economia em relação à telefonia, já que,
atualmente, não existe mais a necessidade de serem feitas ligações telefônicas via DDD, pois as sedes se comunicam por meio de ramais internos via
FastNet”, diz Castro, ressaltando que,
para a SBC, houve um grande ganho
na relação custo-benefício dessas atividades, tanto no aumento da agilidade entre os processos como também na
redução dos gastos.
Parceria antiga
Castro acrescenta que a entidade, entre outras atividades, dedica-se à promoção da saúde cardiovascular de toda
a população brasileira, por meio de cursos, premiações, campanhas de prevenção, certificações e selos de aprovação
A Embratel entendeu esses mandamentos e adota a proatividade necessária na antecipação e na solução de problemas, resultando em maior disponibilidade dos serviços oferecidos.”
Na sua opinião, a natureza emergencial e a cobertura nacional dos serviços
prestados pela USS conferem às comunicações da empresa características de
missão crítica. “Por isso precisamos contar com parceiros que ofereçam segurança e níveis de atendimento adequados às demandas desse exigente e implacável mercado, que é o de assistência emergencial, operando 24 horas por
dia, 365 dias por ano”,
Décio Barreto
conclui.
0 21 11 3268 7115
[email protected]
para produtos adequados à saúde.
“Vale destacar que há cinco
anos a SBC mantém uma
parceria com a Embratel em seus congressos. Nesses eventos,
em toda a área de
Internet, é utilizado um link de 2
Mbps oferecido
pela Empresa.
Isso mostra a importância que tem
para nós essa ligação com a Embratel”, analisa.
Orlando Castro, SBC
Isabela Cadena
0 21 21 2519 7120
[email protected]
Março 2002 - Via Embratel 17
clientes
Projetos a pleno vapor
Com sede em Caxias do Sul, San Marino expande atuação
Especializada na fabricação de carrocerias para ônibus e microônibus urbanos,
a San Marino Ônibus e Implementos,
mais conhecida pelo seu nome fantasia,
Neobus, tem sede em Caxias do Sul (RS)
e atuação nacional. Telecomunicações, até
pouco tempo atrás, era o grande gargalo
operacional da empresa no atendimento
a clientes que podem estar no CentroOeste, no Sudeste ou mesmo no Chile e
em países da América Central, para os
quais a empresa exporta regularmente.
“Em nosso segmento, há negócios que
temos que resolver no próprio dia, como
a aprovação de layouts de ônibus ou de logomarcas, por exemplo”, afirma Assis Feier
Motta, gerente administrativo-financeiro.
“Agora que estamos com a Embratel, problemas como esses acabaram. Pela internet, podemos passar o projeto para o cliente, receber suas sugestões ou sua aprovação
e resolver tudo imediatamente. Antes tínhamos que fazer uma verdadeira ginástica
para desenvolver os projetos rapidamente”,
conta, lembrando que as alternativas eram
utilizar serviços dos correios ou entregas de
companhias aéreas. “Todo o processo ficava muito mais caro e demorado. Hoje não;
temos tudo imediatamente em mãos, em
tempo real e com um custo muito menor.
Foi um ganho de produtividade, de confiabilidade para os clientes e um fator de agilidade para nossos negócios, sem dúvida”,
acentua.
Alcance
Segundo Motta, a escolha da Embratel
como parceira teve como base a credibilidade dos serviços, o alcance nacional e as
soluções propostas: “Nossa adesão ao VipPhone, por exemplo, levou em conta fatores como a economia que o serviço vem
nos proporcionando e a qualidade nas ligações, pois estamos em uma região que
apresenta problemas de acesso. Também
foi um serviço que nos permitiu aumentar nossa capacidade de atendimento, de
forma que hoje não temos mais congestionamentos nas linhas.”
Motta ressalta: “Como temos nosso sistema funcionando via rádio, estamos livres
inclusive de interrupções por problemas
como intempéries. Recentemente, por
exemplo, durante o período de chuvas aqui
na região, muitas empresas ficaram sem comunicações, enquanto nós não tivemos sequer uma única interrupção nos serviços.”
Futuro
Segundo ele, o relacionamento com a
Embratel tende a se estreitar ainda mais a
partir do momento em que a Empresa
operar localmente, como previsto para o
próximo ano: “Aí todo o nosso sistema de
telefonia estará com a Embratel, uma
empresa que nos oferece um atendimento muito bom e providencia todos os recursos necessários, como a antena instalada para nossos acessos via rádio, sempre
apresentando propostas viáveis.”
Ironita Wilbert
0 21 54 221 3855
[email protected]
Assis Feier Motta, San Marino
Crescimento à vista
Zaeli amplia alcance de serviços de telecomunicações
Indústria de alimentos
responsável pela comercialização de mais de 150 produtos, a Zaeli é cliente há
mais de dez anos da Embratel. Com a operadora,
desenvolve uma parceria em
serviços de telefonia e internet que estão sendo cada
vez mais ampliados.
“O fato de a Embratel ser líder de
mercado, dispor de
tecnologia de última
geração e ter abrangência mundial,
principalmente na
18 Via Embratel - Março 2002
América Latina, é muito importante
para a Zaeli”, afirma o gerente administrativo da empresa, Edejaime Assis
da Silva. A Zaeli mantém contratos com
a Embratel para os serviços Vip-Phone,
Business Link Flex, 0800 e 0300, além
do Renpac.
“Quando falamos em parceria, não
estamos exagerando. No caso do VipPhone, a Embratel investiu mais de
US$ 25 mil em equipamentos para interligar nossa central PABX em Umuarama (Paraná) às suas centrais digitais inteligentes. Além disso, a operadora nos proporciona descontos especiais, de 25% nas ligações interurbanas
domésticas e 20% nas internacionais”,
explica o executivo.
Expansão
A Zaeli está ampliando sua parceria com a Embratel, com expansão do Business Link Flex, usado
para acesso à internet e comunicação discada com os representantes
da empresa em todo o país, além da
incorporação do IP Office Dial, para
automação da força de vendas.
“Já fechamos esses contratos com
a Embratel e estamos em fase de
implantação e testes. A próxima etapa é interligar nossos pontos de distribuição em todo o Brasil, ainda não
conectados à rede principal. Com
isso, esperamos dar agilidade ainda
maior à comunicação interna e também com os nossos parceiros comer-
contrato
informe
‘Tesouros’ de São Paulo
na era digital
Os “tesouros” de São Paulo serão compartilhados
pelo mundo todo via internet. O Instituto Embratel
21 e a Secretaria municipal de Cultura estão
digitalizando três importantes acervos raros da
cidade, que incluem a coleção de fotos do Centro de
São Paulo (1860 a 1920) e a coleção de livros raros e
gravuras denominada Os Viajantes: 1558-1881, com
obras de Rugendas e Debret e estudos de cientistas
sobre o país desde o descobrimento até o século 19.
Além de ter seus “tesouros” digitalizados, a Biblioteca Mário de
Andrade receberá equipamento
tecnológico para se transformar em
centro gerador de conteúdo para a
internet, com videoconferências e difusão de seminários, com intelectuais do mundo todo, sobre temas como
globalização, cultura, educação, sociedade e política. O mesmo processo
acontecerá com a Biblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato.
Trata-se de um projeto de informatização com duas vertentes, que
será patrocinado pela Embratel.
Na primeira, a digitalização dos acervos – intitulada Tesouros da Cidade
de São Paulo: Biblioteca Digital
Multimídia – estará posteriormente disponível na internet pelo portal da Biblioteca Digital Multimídia do Instituto Embratel 21
ciais, o que é fundamental para mantermos a competitividade ante o contínuo crescimento da empresa”, diz
Edejaime.
Com sede em Umuarama, a Zaeli
está presente em todo o território nacional, representada por filiais, distribuidores, representantes comerciais e
unidades de compras nas regiões produtoras. A empresa atua também nos
(www.bibliotecamultimidia.org.br) e
pelo portal da Prefeitura de São Paulo (www.prefeitura.sp. gov.br).
A segunda vertente do projeto vai
equipar a Biblioteca Mário de
Andrade e também a Biblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato para
a realização de videoconferências
com a participação não só das bibliotecas da cidade, que estão em fase
de informatização, mas também de
uma rede de duzentas bibliotecas
públicas em todo o país – equipadas pelo Instituto Embratel 21 – e
mais 25 centros de capacitação.
Todo o projeto de digitalização, que
terá investimentos de R$ 727 mil da
Embratel, será concluído até dezembro deste ano. As videoconferências
começarão em maio. Já os usuários de
internet poderão acessar os “tesouros” a partir de setembro.
demais países do Mercosul, na
América do Norte, na Europa, na
Ásia e na África, importando artigos não produzidos no Brasil.
ONS: projeto
sob medida
para transmissão
de voz e dados
A Embratel assinou, no dia 7 de
março, um contrato com o Operador
Nacional do Sistema Elétrico (ONS)
para prestação de serviços de transmissão de voz e dados em tempo real,
por meio da tecnologia Frame Relay,
para operação do sistema elétrico interligado nacional.
Com o objetivo de garantir a excelência dos recursos técnicos para a
operação do Sistema Interligado Nacional, o ONS desenvolveu, com a
consultoria do Centro de Pesquisa e
Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD), um projeto sob medida
para sua rede de telecomunicações.
Vencedora do processo de seleção do
provedor desses recursos, a Embratel
elaborou o projeto da rede e assegurou, por meio de um Acordo de Nível
de Serviços, os padrões de disponibilidade e confiabilidade requeridos
pelo ONS. Ao utilizar a tecnologia
oferecida pela Empresa, o Operador
Nacional do Sistema Elétrico disporá
não somente de mais agilidade como
também de redução nos custos de
suas redes de operação e de apoio.
A rede projetada pela Embratel, utilizando a tecnologia Frame Relay, permitirá total segurança na transmissão
de voz e dados entre o Centro Nacional de Operação do Sistema e os Centros de Operação do ONS. Essa rede
suportará o tráfego de informações
necessário para a realização de todas
as atividades de coordenação e controle da operação das instalações de
geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional.
Divaldo Conca Sanches
0 21 44 227 2528
[email protected]
Março 2002 - Via Embratel 19
20 Via Embratel - Março 2002

Documentos relacionados

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de - proplad

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de - proplad MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão COORDENADORIA DE ADMISSÃO DE ALUNOS - COOA LISTA GERAL DE EXCEDENTES DO PROCESSO SELETIVO PÚBLICO UNIFICADO AO...

Leia mais

via novembro

via novembro e Relações Públicas

Leia mais

strategies for competitive intelligence

strategies for competitive intelligence e mercados intensificou-se de tal forma que, para uma organização continuar competindo com chances de sucesso no mercado é necessário que, além de buscar constantemente novas alternativas para reduz...

Leia mais

inteligência competitiva - Pós Graduação em Ciência da Informação

inteligência competitiva - Pós Graduação em Ciência da Informação LINDOSO, Felipe. O Brasil pode ser um país de leitores? Política para a cultura / política para o livro. São Paulo : Summus, 2004. ISBN 8532308600 LINHARES, Walléria Barros Marques. O sigilo da fon...

Leia mais

Vicente - Travessa da Ermida

Vicente - Travessa da Ermida entredentes e, por fim, dispõe-se a transmitir-nos de forma original as suas próprias queixas e considerações. Em primeiro lugar, deixa entender que há em toda esta história uma grande confusão, po...

Leia mais

comarca de contagem -recuperação judicial de distribuidora fox

comarca de contagem -recuperação judicial de distribuidora fox relativamente à petição de f. 7.006/7.009, declaro que a medida acautelatória de f. 1.158/1.160 abarca, tão somente, os credores sujeitos à Recuperação Judicial e não a universalidade de credores. ...

Leia mais

Ano 16 - 179 - Março - 2004

Ano 16 - 179 - Março - 2004 / Diretoria de Publicidade, Imprensa e Relações Públicas: Wallace Grecco / Supervisão: Luiz Freitas / Editora Executiva: Margareth Santos (reg.17.756-RJ) [email protected] / [email protected]..

Leia mais

Via Embratel

Via Embratel aplicações e os serviços a serem trafegados na rede, plataforma tecnológica, disponibilidade, adaptação às necessidades específicas, velocidade de implantação, know-how e a segurança transmitida pe...

Leia mais

do artigo

do artigo pessoais publicadas em locais públicos on-line sobre diversos assuntos, produtos e marcas. A mídia gerada pelo consumidor também é conhecida como boca-a-boca on-line ou buzz on-line. Segundo Guimar...

Leia mais

Caros Leitores - TELE-audiovision Magazine

Caros Leitores - TELE-audiovision Magazine rede) bem como PIDs para modulação standard utilizada DVB-S ou DVB-S2. Com esta informação o ficheiro é uma opção fácil para configurar a base de dados do receptor. Claro que o ”SatcoDX Updater” po...

Leia mais

via novembro

via novembro FastNet é o serviço público de comunicação de dados, porta a porta, prestado em âmbito nacional e internacional pela Embratel, que utiliza o Frame Relay como protocolo de comunicação. O Frame Relay...

Leia mais

via novembro

via novembro Departamento de Publicidade, Imprensa e Relações Públicas

Leia mais