Carnaval - Cattacini

Сomentários

Transcrição

Carnaval - Cattacini
17 de fevereiro de 2012 - Edição 06/12
Carnaval
Carnaval lembra abuso, falta de limites e muita loucura.
Então, começo exortando à responsabilidade!
A toda ação corresponde uma reação. Esta é uma Lei Cósmica à qual todos
estamos sujeitos, mesmo que não sejamos partidários dela. Sua manifestação é
inexorável, basta que seja dada a condição necessária para tal. Portanto, vamos
deixar o carro na garagem: se beber não dirija.
Comemore, dance e pule em paz e sem violência. Leve para as ruas alegria, bom
humor e paciência. Principalmente, evite brigas e discussões que não levam a
nada. Seja discreto, tolerante e empático. Lembre-se: “um alcoólatra é alguém
de quem você não gosta e que bebe tanto quanto você”, como dizia Dylan
Thomas, poeta galês do início do século XIX.
Carnaval é a festa da tentação, talvez a maior delas, aquela que mais nos
aproxima dos sete pecados capitais. Sejamos comedidos, mesmo sabendo que "a
única maneira de nos livrarmos de uma tentação é cedermos a ela", como certa
vez afirmou, outro poeta, Oscar Wilde:
Luxúria – Tome cuidado, em tempos de AIDS um passo em falso é o mesmo que
cair do cadafalso;
Gula – Não coma feito um glutão. Estamos no verão, época de temperaturas
estratosféricas que tornam a digestão mais difícil. Tome bebidas leves. Entre as
bebidas alcoólicas, opte por vinhos brancos, rosés e espumantes;
Avareza – Para se divertir é preciso meter a mão no bolso. Ou então fique em
casa assistindo ao desfile das escolas de samba. Mesmo assim você estará
pagando pelo sinal digital de sua HD TV;
Ira – Deixe-a em casa. Evite reações violentas às provocações. Caso contrário,
depois que o samba acabar o arrependimento chegará sem dó... Mas com ré, mi,
fá, sol, lá, si...;
Preguiça – Para encarar toda esta loucura, só com muita disposição. Levante-se
da rede e faça como Lulu Santos: “abra suas asas, solte suas feras, caia na
gandaia, entre nessa festa...”;
Soberba – seja mais humilde. A festa e a rua são de todos;
Vaidade – Mesmo que ao seu lado esteja a Gisele Bünchen ou o Antônio
Banderas, você é uma pessoa com os mesmos deveres e direitos que qualquer
outra. E lembre-se: a sua fantasia é tão bonita quanto às dos demais.
Feliz carnaval!
Saúde e paz!

Documentos relacionados

Em Ritmo de Carnaval

Em Ritmo de Carnaval água e sucos; e, se optar pelas bebidas alcoólicas, vinhos brancos, rosés e espumantes; . Avareza – Para se divertir é preciso meter a mão no bolso. Ou então fique em casa, assistindo ao desfile da...

Leia mais