Diapositivo 1

Сomentários

Transcrição

Diapositivo 1
ELECTRO AS
Especialista em Contracting Eléctrico e Electromecânico
Índice
1.
2.
3.
4.
5.
6.
Organograma
História e Fundação
Referências
Know-how
Faturação dos últimos três anos
Estratégia
Índice
1. Organograma
2. História e Fundação
3. Referências principais
4. Know-How
5. Faturação dos últimos 3 anos
6. Estratégia
Organograma
Administração
Financeiro
Recursos Humanos
Qualidade,
Ambiente e
Segurança
Comercial
Técnico e Produção
Armazém e logística
Índice
1. Organograma
2. História e Fundação
3. Referências principais
4. Know-How
5. Faturação dos últimos anos
6. Estratégia
História e
Fundação
Fundação e História da Electro AS
A Electro As foi fundada a 10 de Março de 1989 por António Jesus
Armindo.
Desde então, através de um crescimento sustentado, estendeu a sua
actividade à exportação, tendo já referências em mais de uma
dezena de países.
A sua sede é em instalações próprias, com cerca de 750 m2, entre
escritórios, armazéns, oficina, ferramentaria e estacionamento, na
Rua Manuel Sousa Marques, nº 6, na Maia, Portugal.
Tem um Capital Social de 200.000,00€, está Certificada pela ISO
9001/2008 e credenciada pelas maiores empresas internacionais da
área Eléctrica.
Índice
1. Organograma
2. História e Fundação
3. Referências principais
4. Know-How
5. Faturação dos últimos anos
6. Estratégia
Referências
Subestações Elétricas
Portugal
Instalações novas
Remodelações / Expansões
–
Alqueva (420/15 KV)
–
Tunes (150/60 KV)
–
Tavira (400/150/60 KV)
–
Estói (150/60 KV)
–
Vermoim (220/150/60/15 KV)
–
Palmela (60 KV)
–
Castelo Branco (220/150/60 KV)
–
Vila Nova de Gaia (150/60 KV)
–
Ferro, Covilhã (220/60 kV)
–
São Martinho de Dume (15 kV)
–
Vendas Novas (60/30/15 KV)
–
Tunes (60 KV)
–
Lameirinho, Guimarães (60/15 KV)
–
Maia (60 KV)
–
Terceira, Açores (60/15 KV)
–
Pereiros (225/60/30 KV)
–
São Miguel – 3 unidades (60/15 KV)
Subestações Elétricas
Portugal
Sistema GIS (Gas Insulated Switchgear)
-
Sete Rios (220/60 KV)
-
Caniçada (150/60/15 KV)
-
Vermoin ( 400 kV)
Subestação de tração do Metro do Porto
-
Bolhão
-
Campo 24 de Agosto
-
S. Bento
-
Carolina Michaelis
-
Trindade
-
Salgueiros
-
outras
Subestações Elétricas
MARROCOS
Quarzazate (225/60 KV)
Tazarte (225/60 KV);
Central Ait 'Massoud (150/60/15 KV).
BRASIL
FAFEN (225/60 KV);
ETIÓPIA
7 Subestações elétricas.
TUNISIA
1 Subestação (150/60/15 KV)
Subestações Elétricas
MACAU
-
Instalação do Sistema de Telecomando em sete subestações elétricas existentes.
-
Montagem completa de todo o equipamento elétrico nas Subestações Elétricas de:
-
Nova Taipa (110/66/11 kV)
-
Areia Preta (66/11 kV)
-
Penha (66/11 kV)
CHIPRE
-
Montagem dos equipamentos de Alta Tensão, passagem de cabos e ligações, montagem
dos quadros elétricos, montagem dos quadros de comando e redes terras, em Moni.
Emiratos Árabes Unidos
-
- Área industrial de Sharjah VII
Montagem de dois transformadores de 60 MVA - 132/33 kV, equipamentos associados,
rede de proteção contra incêndios, rede de terra, e passagem e ligação de cabos BT e MT.
Assistência à colocação em serviço da subestação;
SE de Tavira
( 400/150/60kV)
SE Tavira
(400/150/60kV)
SE Tavira
(400/150/60kV)
Posto de Corte
Caniçada
(150/60/15kV)
Subestação de
Castelo Branco
(220/150/60kV)
Subestação de
Castelo Branco
(220/150/60kV)
Parques Eólicos
-
Meroicinha I (4 torres - 9 MW)
-
Meroicinha II
-
Padrela (5 torres – 7,5MW)
-
Serra do Barroso – Instalação Elétrica (9 torres – 18MW)
-
Pampilhosa da Serra – Subestação Elétrica (60/20KV) e parque eólico (114 MW)
-
Rabaçal e Degracias – Subestação Elétrica (60/30KV) e parque eólico (11 torres 22MW)
-
Marvila – Subestação Elétrica e parque eólico (6 torres - 12MW)
-
Lousã – Subestação Elétrica e parque eólico (4 torres - 10MW)
-
Terminal – Subestação Elétrica e parque eólico
-
Vila do Bispo – Montagem do equipamento elétrico nas torres eólicas. (Primeiras torres a
serem montadas em Portugal da marca Mitsubishi).
Parque eólico da
Pampilhosa da Serra
(114MW)
–Turbinas Eólicas: 73 unidades
Parque eólico da
Pampilhosa da Serra
(114MW)
Centrais Elétricas
Portugal
Termoelétricas
-
Sines – Montagem e ligação das novas celas Média Tensão
-
Mortágua – Passagem e ligação de cabos de Baixa Tensão
Hidroelétrica
-
Pego do Altar (Vale do Sado) – renovação da central
-
Vale de Gaio (Vale do Sado) – renovação da central
-
Alqueva – Montagem do caminho de cabos, passagem e ligação dos cabos de Baixa Tensão
e Média Tensão;
-
Cabril (Sertã) – Trabalhos em regime de subcontratação para a substituição dos cabos BT
com isolamento a óleo para isolamento a seco;
-
Miranda II – Instalação elétrica de Baixa Tensão e Barramento elétrico de 15 kV;
Centrais Elétricas
Portugal
Cogeração
-
S. Pedro (Lordelo) – montagem e instalação do primeiro grupo gerador
-
Refinaria de Matosinhos – Montagem do caminho de cabos, passagem e ligação dos
cabos de Baixa Tensão e Média Tensão.
Ciclo combinado
-
Pego (830 MW) – Central de ciclo combinado
Centrais Elétricas
Espanha
Plantas de dessulfuração
-
Aboño, Astúrias – Montagem do caminho de cabos, passagem e ligação dos cabos de Controlo, Comando,
Baixa Tensão e Média Tensão
-
Soto Ribera IV - Montagem do caminho de cabos, passagem e ligação dos cabos de Baixa Tensão e Média
Tensão
Ciclo combinado
-
Castejon II (400 MW) – Montagem do caminho de cabos, passagem e ligação dos cabos de Controlo,
Comando, Baixa Tensão e Média Tensão
Brasil
Termoelétricas
-
Manaura
-
Gera
-
Rio Amazonas
CCGT Pego (830MW)
CCGT Pego (830MW)
CCGT Pego (830MW)
CC CASTEJON, Espanha (400MW)
Central de SOTO RIBERA IV, Espanha
Central de ABONO, Espanha
Central de Cogeração da Refinaria de Matosinhos
– Central Elétrica: 80 MW
– Produção de Vapor: 260 ton/h
Central de Cogeração da Refinaria de Matosinhos
BRASIL
Central de MANAURA - Wartsila
Central de GERA - Wartsila
BRASIL
Central do Rio Amazonas - Wartsila
Transportes
Aeroportos
–
Aeroporto Internacional de Macau – Apoio aos testes das portas corta-fogo, foto células
e painéis de controlo;
–
Aeroporto Francisco Sá Carneiro – Instalação e montagem do caminho de cabos, rede
de terras e instalações especiais
–
Aeroporto de Lisboa – remodelação do sistema de bagagens do terminal de chegadas
Metropolitano
Metro do Porto
–
Passagem dos cabos de tração em Toda a extensão do Metro do Porto
Metro de Lisboa
–
Passagem e ligação dos cabos de tração e das alavancas de disparo nos seguintes troços:
o
S. Apolónia – Terreiro do Passo – Baixa do Chiado
o
Aeroporto – Encarnação - Moscavide – Oriente
o
Alameda – S. Sebastião II
Transportes
Estações
Metro do Porto
–
Casa da Música – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Trindade – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Bolhão – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Francos – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Carolina Michaelis – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Salgueiros – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Dragão – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Faria Guimarães – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Combatentes – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Aeroporto – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
Transportes
Estações
Metro do Lisboa
–
Alameda – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Quinta das Conchas – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Ameixoeira – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Cais do Sodré – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Olivais Norte – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Santa Apolónia – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Terreiro do Paço – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
Baixa do Chiado – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
–
S. Sebastião – Instalação Elétrica de Baixa Tensão
Metro do Porto
Executadas pela Electro AS
Metro do Porto
•
•
•
•
60 km de linha férrea
70 estações
14 estações são subterrâneas
6,3 km de extensão de túneis
Metro do Porto
Metro do Porto
Metro do Lisboa
Executadas pela Electro AS
Aeroporto Francisco Sá Carneiro
Aeroporto Francisco Sá Carneiro
Índice
1. Organograma
2. História e Fundação
3. Referências principais
4. Know-How
5. Faturação dos últimos anos
6. Estratégia
Know-How
Know-how
Com uma experiência acumulada de mais de 20 anos,
excelentes referências dos seus
clientes e uma equipa de colaboradores competentes e eficazes a Electro AS assume-se como
especialista na CONSTRUÇÃO de:
–
Centrais produtoras de energia elétrica
–
Estações de corte e transformação até 400kV
–
Parques eólicos
–
Instalações Industriais
–
Estações de Metro e de Caminhos de Ferro
–
Aeroportos
–
Instalações especiais
Principais fornecedores
Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho
Saúde, Higiene e Segurança no Trabalho
Certificação em Qualidade – ISO 9001:2008
Índice
1. Organograma
2. História e Fundação
3. Referências principais
4. Know-How
5. Faturação dos últimos 3 anos
6. Estratégia
VENDAS dos
últimos 3
anos
VENDAS
Número médio de colaboradores / Ano
120
110
100
100
84
80
73
60
60
55
50
42
40
32
20
0
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
2012
2013
Índice
1. Organograma.
2. História e Fundação
3. Referências principais
4. Know-How
5. Faturação dos últimos anos
6. Estratégia
Estratégia
Estratégia
A
Electro AS, assume uma posição de parceria com os seus clientes, na
Construção e Manutenção de Instalações Elétricas, Eletromecânicas e
Especiais.
A Qualidade é o nosso lema e a total satisfação do cliente o nosso objetivo,
perseguindo sempre um serviço de excelência.
A Inovação, a melhoria continua e o cumprimento dos prazos são alguns dos
pilares da nossa actividade.
As necessidades e expectativas dos nossos Clientes são os fatores
determinantes para as nossas ações.
A Segurança e Higiene e o respeito pelo Ambiente são outros valores,
presentes nos mais de 20 anos da nossa existência.
Estratégia
Pontos chaves da nossa Estratégia:
- Total Satisfação do Cliente
- Especial focagem no Cumprimento dos Prazos, na Segurança e na
Qualidade.
- Formação contínua dos nossos colaboradores.
- Inovação permanente em todas as áreas.
- Controlo de Qualidade
- Avaliação de Riscos
- Cumprimento rigoroso de toda a legislação.
ELECTRO AS
Um parceiro fiável e
competente