ferraz shamut

Сomentários

Transcrição

ferraz shamut
EDITORIAL
FOCO
CL – América do Seminário CL
Sul: bons negócios
O
Brasil e a América do Sul se sobressaem como
um dos mais promissores mercados do mundo e têm festejado crescimentos nos últimos
anos não apenas na área econômica. Na tecnologia em geral também há progressos e as indústrias são
ávidas por soluções que as habilitem ao avanço contínuo no
bom atendimento às necessidades dos consumidores de seus
produtos e serviços. A CL do Brasil e suas co-irmãs da Argentina e da Colômbia trabalham em sintonia com seus mercados, direcionando um de seus olhos ao seu próprio crescimento e o outro ao de seus clientes.
Um seminário técnico-comercial no período de 11 a
14 de setembro reuniu as
áreas comercial e de engenharia de aplicação dessas
unidades da CL em eventos
realizados na fábrica de São
Paulo (SP) para o nosso aperfeiçoamento na conquista de
novas parcerias técnico-comerciais e na garantia da fidelidade das empresas com
as quais já mantemos relacioPaulo Corradini
namento.
Investimentos em feiras como a 19ª USIPA, em novos
equipamentos para nossas fábricas ao redor do mundo e
em nossas equipes que atuam em cerca de 70 países são a
base do Grupo Carbone Lorraine e da Carbono Lorena do
Brasil, em particular, para continuarmos sendo um dos mais
importantes expoentes nos nichos de mercado em que atuamos. Boa leitura.
Paulo Corradini
Presidente da CL Brasil
De esquerda para a direita: Leandro Bolatti e Carlos Martinez (CL Argentina e Colômbia) e os profissionais brasileiros — Osvaldo Doné, Aroldo Cezar, Rodrigo Valim, Cláudio Camargo, Anderson Teixeira, Marcelo Rossi, Wilma
Gomes, Marcelo Alves, José Bombardella, José Henrique
Mattos, Evandro Prado, Felix Cabral, Rafael Silva, Olavo
Nascimento, Anthony Chaudéron, Bruno Alves, Rafael
Luques e Jorge Korndörfer
U
m seminário técnico-comercial reuniu equipes comerciais, de engenharia de aplicação
e representantes da CL do Brasil, Argentina
e Colômbia em São Paulo (SP) para o planejamento de ações para 2008, estratégias e novas escovas e
porta-escovas industriais e ferroviárias; as várias aplicações
mecânicas e de alta temperatura dos produtos CL; os equipamentos para processos químicos, corrosivos e quentes,
inclusive trocadores de calor de placas da nova linha Kapp;
e os produtos Ferraz Shawmut, incluindo a nova linha de
contatores e material Colomix 71 para câmara de extinção
Lenoir Elec. Anthony Chaudéron, gerente de exportação da
Precilec-Radio Energie, da França, apresentou palestra sobre os tacogeradores e encoders daquela empresa distribuídos com exclusividade pela CL no Brasil.
CL Brasil em Revista é uma publicação trimestral dirigida aos Clientes e Fornecedores da Carbono Lorena Ltda. - Brasil.
Coordenação e Supervisão: Bruno Alves (Diretor Administrativo-Comercial) e Simone Vettori (Gerente da Qualidade)
Jornalista: Maria Carolina Bottura - MTb 10873-SP.
2 • CL Brasil em Revista • agosto e setembro 2007
Revista_7_2.pmd
2
05/10/2007, 19:02
PARCERIA
Produtos Minor e CL:
uniões a toda prova
União
rotativa
quase
inteira em
grafite CL
Luiz Delgado, Gilberto Bianchi (Compras) e Luciano Huberman, da Minor
C
om um histórico pontilhado de conquistas tecnológicas e de mercado, a Minor Indústria Mecânica de Precisão, de Embu das Artes – SP, é
daquelas empresas que alavancam boas divisas
para a economia brasileira. Nacionalíssima, a Minor, detentora da marca Júpiter, nasceu em 1966 e é pioneira na fabricação de uniões rotativas que ligam as partes girantes de
equipamentos a tubulações em diferentes segmentos industriais e diferentes processos de produção.
“Há mais de 10 anos, estabelecemos a
parceria com a CL Brasil e nossas equipes
mantêm uma intensa troca de conhecimentos, o que nos permite aperfeiçoar nossos
produtos e lançar novidades que modernizam
nosso extenso leque de itens oferecidos ao mercado nacional”, diz Luiz Delgado, gerente administrativo da Minor. Na linha de uniões rotativas a Minor
tem 70 diferentes modelos e também produz bombas de engrenagens, engates rápidos, articulações giratórias, sifões, pescadores e acessórios respectivos.
“Só de uniões rotativas produzimos 20 mil unidades anuais
e todas usam componentes de
grafite da CL Brasil”, explica o
gerente industrial da Minor, Luciano Huberman. Segundo ele, propriedades do grafite em relação
Edézio de Souza Barros a dureza e abrasão influenciam a
(Minor) ao terminar queda do desgaste, que, aliadas
uma união rotativa
à sua estanqueidade, elevam
muito a qualidade e a durabilidade dos produtos Minor.
“A CL Brasil vem aperfeiçoando suas nuances de grafite e
aumentando nossas chances de lançar frequentemente novos produtos e, inclusive, de concorrer com grandes multinacionais e conglomerados em nichos de mercado onde
antes não atuávamos. Os lançamentos da CL nos permitem
alcançar uma composição custo-qualidade que nos habilita
a isso”, dizem Luciano e Luiz, ressaltando que foi assim que
se abriram muito mais oportunidades de a Minor atender a
indústria papeleira e alguns segmentos cujos processos incluem fluidos aquecidos — óleo térmico a 300°C, por exemplo — e demandam equipamentos cujas uniões rotativas são
quase que inteiramente fabricadas em grafite.
CL Brasil em Revista • agosto e setembro 2007
Revista_7_2.pmd
3
05/10/2007, 19:02
3
MERCADO
CL, Gauss e
autopeças muito
competitivas
C
om foco no crescimento e na qualidade contínua, a Gauss Autopeças, de Curitiba (PR), vem
comemorando ultrapassagens de seus próprios
recordes de produção e vendas. Criada há
cerca de 20 anos como microempresa, hoje é líder brasileira
no segmento de reposição, com estrutura de 8 mil metros
quadrados. “Há 10 anos apertamos o ritmo e as exigências quanto a produção e gestão, capacitação
humana, produtos, bons serviços aos clientes e
custos competitivos”, conta Roque Gonzáles Borgonovo, diretor industrial da empresa. A CL
Brasil participa desse processo.
O resultado é animador e aponta
para um futuro também muito bom:
a Gauss está aproveitando o bom
desempenho do setor automotivo em 2007 e as boas taxas projetadas para o próximo ano.
“Nosso crescimento no primeiro semestre deste ano está acumulado em
28,5% e a previsão é de alcançarmos 35% no
ano”, afirma. Para 2008, a expectativa é ainda me-
O gerente técnico Norberto Donizeti dos Santos e o diretor industrial Roque Gonzales Borgonovo, da Gauss, avaliam peças produzidas com escovas CL
lhor em função de investimentos já realizados para a fabricação de thick film.
Com atuação em todo o território nacional e exportações para
26 países, a Gauss produz diferentes tipos de retificadores, módulos de ignição, diodos e reguladores. “Nossa intensa interação técnica e comercial com a CL Brasil é
um ponto muito favorável. Ela participa do desenvolvimento de novos itens para nossa linha de produtos e, com a qualidade e os bons preços
de suas escovas, nos dá condições de atuar
em nichos de mercado muito competitivos mundialmente”, disse Roque.
Regulador Gauss com
escovas CL
CL na Expo USIPA
E
ntre 25 e 29 de julho a CL Brasil esteve ao lado
de seus grandes clientes do Vale do Aço durante a 19ª Expo USIPA, em Ipatinga (MG), informando o público de mais de 50 mil pessoas
sobre suas soluções completas para a indústria siderúrgica: escovas e porta-escovas, assistência técnica e diagnóstico (Motor Service), fusíveis, chaves seccionadoras e conta-
tores, trocadores de calor, tubulações, juntas de expansão
e discos de ruptura para processos agressivos, tacogeradores e encoders e produtos de grafite para processos a alta
temperatura. Nos Encontros de Negócios do evento, a CL
reuniu-se com Usiminas/Cosipa, Usiminas Mecânica, CVRD
e Cenibra com a participação ativa de seu representante
Eletro Representações, de Belo Horizonte (MG).
4 • CL Brasil em Revista • agosto e setembro 2007
Revista_7_2.pmd
4
05/10/2007, 19:02
PROTEÇÃO ELÉTRICA
Fusível
retardado,
rápido ou
ultra-rápido?
A Ferraz Shawmut tem a melhor resposta para
esta grande dúvida em função de sua
alta capacidade como líder mundial
nos segmentos de fusíveis gerais
e para proteção de semicondutores,
acessórios, chaves seccionadoras,
dispositivos para proteção contra
surtos (DPS) e gerenciamento térmico
M
uitas vezes, quando da especificação da
ação do fusível em uma determinada aplicação, depara-se com uma grande dúvida
porque no Brasil as palavras “retardado”,
“rápido” e “ultra-rápidos” se referem à atuação de diferentes
tipos de fusíveis. Tais termos foram traduzidos da norma americana, que denomina os fusíveis como fast acting e timedelay. E por que a confusão?
Simples: quando utilizamos os fusíveis tipo NH (de Niederspannungs Hochleitungs, que em alemão significa Baixa
Tensão e Alta Capacidade de Interrupção), que atendem à
norma IEC60269-2-1(NBR11841), convencionou-se chamar
a faixa de interrupção e a categoria de utilização (curva Tempo versus Corrente) com um conjunto de letras e não com
as denominações retardados, rápidos e ultra-rápidos.
Quais são os conjuntos destas letras?
A IEC utiliza duas letras. A primeira (g ou a) denomina a
Faixa de Interrupção, ou seja, em que tipo de sobrecorrente o fusível vai atuar:
g – atua em casos de sobrecarga e curto
a – atua apenas em curto-circuito
A segunda letra (L/G, M ou R) denomina a Categoria de
Utilização, ou seja, qual o tipo de equipamento a ser protegido pelo fusível:
L/G – Proteção de cabos e uso geral
M – Proteção de motores
R – Proteção de circuitos com semicondutores
Assim fica fácil identificar as montagens dos principais
fusíveis utilizados no mercado, que são:
gL/gG – Fusível para proteção de cabos e uso geral com
atuação em sobrecarga e curto e que, em geral, é denominado erroneamente de retardado.
aM – Fusível para proteção de motores; a confusão abordada acima leva à dúvida sobre se a curva é rápida ou
retardada.
aR – Fusível para proteção de semicondutores, que pode
ser chamado de ultra-rápido por não gerar dúvida ou conflito com outras curvas.
Para mais informações sobre os Produtos e Serviços da Ferraz
Shawmut/CL Brasil, entre em contato com Rafael Luques
(11) 8473-7541 ou Luiz Lopes (11) 5693-8715 e 8158-5740.
CL Brasil em Revista • agosto e setembro 2007
Revista_7_2.pmd
5
05/10/2007, 19:02
5
TECNOLOGIA
Trocadores de calor SiC para
processos agressivos
linha de trocadores de calor com tubos de
carbeto de silício da Carbono Lorena está entrando com tudo no grande mercado da América Latina. “A previsão
é de um bom crescimento da aplicação destes produtos
pelas indústrias da região a partir deste ano, a exemplo do que já ocorre
nos mercados americano, europeu e
asiático”, afirma o gerente de aplicação Jorge Lopes, da CL Brasil.
Estes trocadores têm um desempenho ainda maior que os tradicionais
em grafite no que se refere a resistência mecânica e química. O tubos em
carbeto de silício são muito resistentes a fluidos corrosivos, abrasivos e a
alta temperatura.
A
O equipamento montado também apresenta uma
grande vantagem quando comparado com outros modelos do tipo Casco x Tubo, já que não há necessidade de
solda ou colagem: os tubos são fixados no espelho através
de um plug e anéis o’ring. O espelho é
fabricado em PTFE e tem reforço interno em aço inox.
Um diferencial muito positivo destes
trocadores de calor é que sua manutenção pode ser feita facilmente pela própria
equipe de manutenção do usuário, sem
a necessidade de chamadas técnicas, e,
consequentemente, com uma importante redução nos custos de manutenção.
Para mais informações sobre os Trocadores de Calor com Tubos em Carbeto
de Silício, entre em contato com a CL Brasil pelos telefones (11) 5693-8705 - 56938698 e 5693-8738.
6 • CL Brasil em Revista • agosto e setembro 2007
Revista_7_2.pmd
6
05/10/2007, 19:02
PRODUTOS
Parceiro da indústria
no Brasil há 70 anos
Escovas de grafite, porta-escovas e anéis coletores
para máquinas elétricas industriais, motores de
tração e aplicações automotivas
Soluções para proteção de circuitos elétricos: fusíveis
industriais, fusíveis de proteção de semicondutores,
chaves seccionadoras, contatores, dissipadores de calor
Grafites e materiais para aplicações mecânicas e de alta
temperatura. Pastilhas e freios para equipamentos
industriais, trens, carros e motos de competição
Equipamentos químicos resistentes à corrosão:
equipamentos em grafite, em metais reativos e em
aço inox revestido de PTFE
Revista_7_2.pmd
7
05/10/2007, 19:02
CONTATO DIRETO COM A CL
ESCOVAS INDUSTRIAIS (BE) E
PORTA-ESCOVAS (BH)
• Gerente de produto: Alexandre Castro
e-mail: [email protected]
Telefones: (11) 5693-8740 / (11) 8158-5694
• Gerente técnico: Marcos Heitor de Oliveira
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 8158-5715
• Vendas internas BH: Douglas Nascimento
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8681
• Vendas internas BE: Anderson Teixeira
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8755
• Vendas internas BE: Angélica Cordeiro dos
Santos
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8723
ESCOVAS AUTOMOTIVAS E PARA
ELETRODOMÉSTICOS (BC)
• Gerência/Desenvolvimento: Aldo dos
Santos
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 8158-5691
• Vendas internas: Rosiléa Rabelo
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8728
PROTEÇÃO ELÉTRICA (FERRAZ
SHAWMUT - FS)
• Gerente de produto: Rafael Tadeu Luques
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 8473-7541
• Vendas: Luiz Carlos Lopes
e-mail: [email protected]
Telefones: (11) 5693-8715 / (11) 8158-5740
EQUIPAMENTOS DE GRAFITE PARA
APLICAÇÕES QUÍMICAS (GC)
• Gerente de produto: Jorge Lúcio Garcia
Lopes
e-mail: [email protected]
Telefones: (11) 5693-8705 / (11) 8154-9957
• Assistente técnico: Edson Futino
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8738
• Vendas internas: Sandra Fugiwara
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8698
PRODUTOS DE GRAFITE PARA APLICAÇÕES
MECÂNICAS (HT) E
FREIOS (FR)
• Representante comercial e técnico: Niltom
Gomes
e-mail: [email protected] ou
[email protected]
Telefones: (11) 8256-9904 / (11) 8158-5690
• Supervisor técnico e comercial: Roberto
Baraldi
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8762
• Vendas internas: Osvaldo Done
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8661
• Vendas internas: Susana Brito
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 5693-8690
VENDAS – TODAS AS LINHAS DE PRODUTOS
EXCETO BC
SÃO PAULO
• Supervisor de Vendas: Rafael Galego da Silva
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 8158-5709
• Região Leste/Vale do Paraíba
Marcelo Rossi Sales
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 8154-9962
• Região ABC/Baixada Santista
Cláudio Ramos de Camargo
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 8406-1835
ou Luiz H. Canedo de Camargo
Telefone: (11) 8158-5723
• Região Norte
Rodrigo Valim
e-mail: [email protected]
Telefone: (19) 9607-1102
• Região Sul
Nivaldo Prado
e-mail: [email protected]
Telefone: (11) 9657-4779
RIO DE JANEIRO/ESPIRITO SANTO
José Bombardela de Camargo
e-mail: [email protected]
Telefones: (21) 2437-3168 / (21) 9287-5306 /
(11) 8473-7561
ou José Henrique dos Santos de Mattos
e-mail: [email protected]
Telefones: (21) 8142-7549 / (21) 8724-7478
MINAS GERAIS
Eletro Representações Ltda. – Wilma V. Gomes
e-mail: [email protected]
Telefones: (31) 3241-1407 / (31) 9971-8205
ou Marcelo V. Alves – Telefone: (31) 9971-9972
RIO GRANDE DO SUL/SANTA CATARINA
Carbotécnica Com. e Repres. Ltda. – Jorge
Korndörfer
e-mail: [email protected]
Telefones: (51) 3473-0044/0173 / (51) 8151-5154
PARANÁ
ACL Representações Ltda. – Aroldo M. Cézar
e-mail: [email protected]
Telefones: (41) 3333-4333/3423 / (41) 9981-2307
NORDESTE
Felix Cabral de Lima Filho
e-mail: [email protected]
Telefones: (83) 3225-4939 / (83) 9926-9890
MARANHÃO/PARÁ
Mateec Eletromecânicos Ltda.
Olavo Nascimento
e-mail: [email protected]
Telefones: (98) 223-9012 / (98) 9972-7844
VENDAS – LINHA AUTOMOTIVA E
FERRAMENTAS ELÉTRICAS
AMAZONAS
Novo Sul Comercial Ltda.
Jairo A. P. Velho
e-mail: [email protected]
Telefones: (92) 3654-1246 / (92) 3654-2614 /
(92) 9982-4787
GOIÁS
Paranoá Assessoria de Vendas Ltda.
Mateus de Paula
e-mail: [email protected]
Telefone: (62) 3259-6494 / (62) 9971-0006
MINAS GERAIS
Kominas Repres. Ltda.
Marcelo Barão
e-mail: [email protected]
Telefones: (31) 3484-7474 / (31) 9981-6005
NORDESTE
N. Santos e Cia. Ltda.
Fernando Mota
e-mail: [email protected]
Telefones: (81) 3055-1019 / (81) 9959-3618
PARANÁ
Kikuti Repres. Ltda.
Sérgio Kikuti
e-mail: [email protected]
Telefones: (41) 3024-0270 / (41) 9974-2828
SÃO PAULO – CAPITAL
GINN - Com. e Repres. de Auto Peças Ltda.
Galfides Marques
e-mail: [email protected]
Telefones: (11) 3977-7343 / (11) 3998-8023 /
(11) 9522-9915
INTERIOR DE SÃO PAULO – RIBEIRÃO
PRETO
Bazen Repres. Ltda.
Luiz Furuê
e-mail: [email protected]
Telefones: (19) 3626-5569 /
(19) 3626-5420/(19) 9761-2627
VENDAS – PASTILHAS DE FREIOS DE
MOTOS
Distribuidor autorizado: Bombardela Motos
Reinaldo Bombardela
e-mail: [email protected]
Telefones: (11) 3951-8501 / (11) 3966-6432
8 • CL Brasil em Revista • agosto e setembro 2007
Revista_6.pmd
8
05/10/2007, 18:39

Documentos relacionados

CL Brasil sediou seminário internacional de Engenharia Química A

CL Brasil sediou seminário internacional de Engenharia Química A para total proteção de semicondutores. São 13 versões nos tamanhos 1 e 2 com correntes de 32 a 710 A e tensão de 1000 e 800 V. Eles podem

Leia mais

Untitled - TracePartsOnline.net

Untitled - TracePartsOnline.net A MERSEN (anteriormente Carbono Lorena) é líder mundial no desenvolvimento e fabricação de soluções confiáveis e inovadoras para proteção de circuitos elétricos. No Brasil, a Mersen,disponibiliz...

Leia mais