síndrome de lhon (atrofia óptica hereditária de leber)

Сomentários

Transcrição

síndrome de lhon (atrofia óptica hereditária de leber)
SÍNDROME DE LHON
(ATROFIA ÓPTICA HEREDITÁRIA DE LEBER)
INTRODUÇÃO À PATOLOGIA
O síndrome LHON, ou atrofia óptica hereditária de Leber, é uma doença mitocondrial de transmissão
materna com uma prevalência que varia entre 1:8500 e 1:50000. O principal sintoma clínico é a perda da
visão, bilateral e indolor, aguda ou subaguda, que ocorre geralmente entre a adolescência e a idade adulta,
afectando quatro vezes mais os homens do que as mulheres. Após a perda de visão ocorre a atrofia dos
discos ópticos, com a degeneração do nervo óptico.
O síndrome de LHON está associado à presença de diversas mutações em genes mitocondriais. As três
mutações mais frequentes correspondem às alterações m.3460G>A (p.Ala53Thr, gene MT-ND1),
m.11778G>A (p.Arg340His, gene MT-ND4) e m.14484T>C (p.Met64Val, gene MT-ND6), estando uma
destas três presentes em cerca de 95% dos doentes afectados.
Indicações para teste
• Confirmação molecular do diagnóstico clínico do doente
• Identificação de portadores em familiares em risco (teste pré-sintomático) com história familiar
de LHON e mutação conhecida
Metodologia
• Pesquisa das mutações m.3460G>A, m.11778G>A e m.14484T>C no ADN mitocondrial por PCR e
sequenciação directa
Performance/limitações
A sequenciação de ADN permite a detecção de >95% das mutações - mutações pontuais, pequenas
inserções e delecções e mutações envolvendo os locais de splicing. A sensibilidade do teste pode ser
afectada pela ocorrência de mutações raras nas regiões dos primers. Não serão detectadas mutações em
regiões de regulação ou outras regiões não traduzidas. Grandes delecções/inserções e eventos genéticos
recombinatórios poderão não ser identificados por esta metodologia.
Requisitos da amostra
• 3-5 ml de sangue total em tubo com anticoagulante EDTA
• ADN (>5 µg com concentração >20 ng/µl)
Estabilidade/condições de transporte
• Sangue total: Estável 48h à temperatura ambiente ou 72h refrigerado
• ADN: Estável 48h à temperatura ambiente ou >48h refrigerado
Razões para rejeição da amostra
• Colheita num tubo com anticoagulante diferente de EDTA
• Conservação de forma inadequada
• Amostra mal identificada ou não identificada
• Amostra derramada devido a acondicionamento incorrecto
Tempo de resposta
Caso índex: 10 a 20 dias
Caso familiar: 5 a 10 dias
Código(s) para emissão de Termo de Responsabilidade
• SNS034900

Documentos relacionados

LHON – Neuropatia ótica hereditária de Leber

LHON – Neuropatia ótica hereditária de Leber associadas ao LHON, que são classificadas em primárias (G3460A, G11778A e T14484C) ou secundárias conforme o risco de desenvolver a doença. As primárias respondem por 95% casos. Sua expressividade ...

Leia mais

SÍNDROME DE COSTELLO GENE HRAS

SÍNDROME DE COSTELLO GENE HRAS afectada pela ocorrência de mutações raras nas regiões dos primers. Não serão detectadas mutações em regiões de regulação ou outras regiões não traduzidas. Grandes delecções/inserções e eventos gen...

Leia mais

síndrome de leigh e narp (neuropatia, ataxia e retinite)

síndrome de leigh e narp (neuropatia, ataxia e retinite) afectada pela ocorrência de mutações raras nas regiões dos primers. Não serão detectadas mutações em regiões de regulação ou outras regiões não traduzidas. Grandes delecções/inserções e eventos gen...

Leia mais

Nome do exame

Nome do exame • NARP ou Neuropatia, Ataxia, Retinite Pigmentosa ou Síndrome de Leigh - Análise da mutação 8993T->G>C, Código NA1, Setor de Genética Molecular. Resumo da doença: • A Doença de LHON ou Neuropatia Ó...

Leia mais

distrofia das cinturas gene capn3

distrofia das cinturas gene capn3 afectada pela ocorrência de mutações raras nas regiões dos primers. Não serão detectadas mutações em regiões de regulação ou outras regiões não traduzidas. Grandes delecções/inserções e eventos gen...

Leia mais

Neurofibromatose de Von Recklinghausen

Neurofibromatose de Von Recklinghausen responsável pela síntese de uma proteína denominada neurofibromina, apresenta 60 exons e está localizado no cromossomo 17 na posição 17q11.2. Quase todas as mutações do gene NF1 relatadas resultam ...

Leia mais