1ª Edição da Newsletter ANIRP

Сomentários

Transcrição

1ª Edição da Newsletter ANIRP
NEWSLETTER
2012 1
JANEIRO.
.N.º
APRESENTAÇÃO ANIRP
EDITORIAL
Caros Amigos
Este é o primeiro número da newsletter ANIRP, Associação
Nacional dos Industriais de Recauchutagem de Pneus, que vem
enquadrada numa política de comunicação mais abrangente
e que engloba, entre outros materiais, um investimento
publicitário significativo em imprensa e TV com o objectivo
de desmistificar a imagem que a sociedade em geral tem dos
pneus recauchutados.
Alicerçada em três eixos fundamentais: preço, segurança e
qualidade, a campanha tem como “rosto” a Elisabete Jacinto e
como slogan “PNEU RECAUCHUTADO TUDO CONTROLADO”.
Estes três eixos são sem duvida os pontos fortes que podemos
apresentar num mercado concorrencial e com grande potencial
de crescimento.
A indústria de recauchutagem de pneus é hoje possuidora
de tecnologia de ponta que nos permite colocar no mercado
produtos de elevada qualidade e com níveis de segurança como
os requeridos pelos mais exigentes mercados.
Com efeito, é já hoje uma realidade a exportação para países
Europeus e para África.
A nossa aposta é crescer em Portugal, mercado que sofrerá sem
dúvida uma retração e que é dia após dia inundado de pneus
usados que podem colocar em risco a vida dos portugueses.
Cabe a cada um de nós, recauchutadores e revendedores,
fazer um esforço adicional na sensibilização e disponibilização
ao mercado de produtos de altíssima qualidade que podem e
devem ser alternativa no mercado de substituição.
Em paralelo a este esforço de comunicação, a ANIRP está ainda
a desenvolver junto da Associação Portuguesa do Ambiente
esforços para que os pneus recauchutados possam ser incluídos
nas compras ecológicos estatais.
Um bom 2012 são os nossos votos.
A ANIRP – Associação Nacional dos Industriais
da Recauchutagem de Pneus – é uma organização
que pretende comunicar e promover a indústria da
recauchutagem e as suas mais valias para a sociedade e para
a economia nacional. Compete ainda à Associação promover
e praticar tudo o que esteja relacionado com esta indústria e
que possa contribuir para o progresso técnico, económico ou
social.
A principal missão da ANIRP é a de desmitificar a imagem
generalizada que a sociedade tem desta atividade, realçando as
suas caraterísticas positivas e os benefícios associados ao uso
de pneus recauchutados. Assim, a ANIRP está empenhada em
promover os pneus recauchutados como uma aposta segura,
económica e mais amiga do ambiente.
Aliás, a Associação pauta-se por estes três valores fundamentais
e que orientam toda a sua atividade: a importância da segurança,
o respeito pelo meio ambiente e o compromisso em oferecer
aos consumidores os preços mais competitivos. É este o nosso
compromisso com a sociedade portuguesa.
Em Portugal, o setor da recauchutagem conta com mais de
duas dezenas de empresas espalhadas pelo país, das quais 20
são associadas da ANIRP. Com uma produção superior a meio
milhão de pneus ligeiros, dos quais mais de 30% são para
exportação.
CONCURSO DE FOTOGRAFIA
Torne-se Fã da página de Facebook da ANIRP
e participe no nosso Concurso de Fotografias!
Envie-nos uma fotografia original e relacionada com:
- Segurança Rodoviária
- Protecção de Ambiente
- Poupança de Custos na Condução Rodoviária
José Gomes
Presidente da Direção da ANIRP
A ANIRP vai promover 5 Concursos de Fotografia até ao final de 2012.
Cada concurso terá um vencedor escolhido pelos votos dos nossos fãs.
Os prémios são:
- 1 jogo de pneus para o vencedor;
- 1 jogo de pneus para uma Instituição de Solidariedade à escolha do vencedor;
- Os vencedores terão a sua fotografia publicada
no Calendário ANIRP 2013.
Participe já no 1º concurso!
www.facebook.com/tudocontrolado
Foi a 29 de Novembro de 2011 que o Circuito
de Guilhabreu, em Vila do Conde, acolheu este
evento organizado pela ANIRP. A ação marcou
a apresentação da campanha de comunicação
da Associação, sob o mote “Pneu Recauchutado
Tudo Controlado” e com o apoio de um rosto
bem conhecido do desporto automóvel: a piloto
Elisabete Jacinto. Além de apresentar a campanha,
o evento pretendeu também mostrar os benefícios
do uso de pneus recauchutados – foram realizados
test-drives para provar aos participantes que
os pneus recauchutados são tão seguros como
quaisquer outros.
Os convidados para o evento começaram a chegar
por volta das 11h30. Além dos associados da
ANIRP, estiverem também presentes membros da
comunicação social. Provenientes de diferentes
meios de comunicação (económicos, automóvel,
generalistas…) e vindos de vários pontos do país,
mostravam-se curiosos para conhecer a nova
imagem institucional e a campanha da Associação.
E, claro, para testar os veículos disponíveis no
circuito, equipados com pneus recauchutados.
Dadas as boas-vindas aos convidados, realizou-se
a apresentação da nova campanha publicitária
que a Associação lançou para promover os pneus
recauchutados. Esta ficou a cargo de José Gomes,
presidente da direção da ANIRP, que mostrou aos
presentes uma nova estratégia de comunicação
e uma nova mensagem bem definida, apoiada nas
três grandes vantagens dos pneus recauchutados:
seguro, amigo do ambiente e com melhores
preços. Uma mensagem forte, e atestada pelo
rosto desta campanha: a piloto Elisabete Jacinto,
que se juntou à ANIRP para defender os benefícios
dos pneus recauchutados.
Após a apresentação, os jornalistas presentes, muitos
deles dedicados ao setor automóvel, foram desafiados
a acelerar pelo circuito de Guilhabreu em veículos
equipados com pneus recauchutados. Puderam efectuar
test-drives em diferentes circunstâncias e situações, pois
tinham à disposição seis veículos ligeiros diferentes, de
variadas gamas, e ainda um camião-cisterna! E como a
ANIRP fazia questão que estes testes fossem rigorosos,
os test-drives foram realizados em piso seco e em piso
molhado e incluíram testes de travagem. Tudo para que
os presentes pudessem confirmar que, em termos de
segurança e performance, os pneus recauchutados têm
desempenhosemelhanteaospneusnovos.
Durante os testes, os convidados puderam comprovar
que os veículos não ficavam menos seguros por estarem
equipados com pneus recauchutados. Pelo contrário,
estes mostraram-se bastante fiáveis, tanto em piso seco
como em piso molhado, dando uma excelente resposta
aos condutores que os testavam. Mesmo assim, para
aumentar a exigência, a organização insistiu que estes
veículos fossem testados por mãos profissionais e
por pés com tendência para acelerar. Por isso, a piloto
Elisabete Jacinto foi desafiada a fazer ela também um
test-drive nos automóveis ligeiros disponíveis, para
provar que os pneus recauchutados respondem bem à
exigente condução de uma profissional do volante!
E afinal de contas, qual foi o veredicto de Elisabete Jacinto?
Depois de testar os veículos equipados com pneus
recauchutados, a piloto estava convencida: não há diferenças
na performance entre os pneus recauchutados e os outros.
“A sensação com que fico é que não há diferenças entre estes
pneus e os pneus normais. Estivemos a fazer vários tipos de
testes – de maneabilidade, de travagem, em piso seco, em piso
molhado – e, como se costuma dizer, tudo funcionou sobre
rodas. Considero que, ao conduzir com pneus recauchutados
ou com pneus normais, não se sentem diferenças que se
possam realçar. Acho que com o pneu recauchutado, está
tudo controlado!” Portanto, os pneus recauchutados estão
mesmo aprovados e recomendados por Elisabete Jacinto!
No final da ação, os associados da ANIRP mostravam-se bastante
satisfeitos com o evento e com os resultados dos testes.“Esta ação teve
como objetivo marcar o arranque de uma campanha de informação e
divulgação sobre os pneus recauchutados. Tivemos a presença de meios
de comunicação especializados e realizamos test-drives exclusivamente
com pneus recauchutados, comprovando que estes respeitam todas
as condições necessárias para dar uma boa resposta a uma condução
exigente. Em termos de segurança, um pneu recauchutado equiparase a um pneu de marca média, sendo superior a uma marca budget.
Além disso tem uma importante componente ambiental, pois permite
poupar recursos ao reutilizar o pneu. E, claro é cerca de 30% a 40%
mais barato do que um pneu de marca budget”, referiu José Gomes,
Presidente da Direção.
A nova campanha de comunicação da ANIRP inclui
a presença da associação em vários meios, para
que a sua mensagem sobre os benefícios dos pneus
recauchutados chegasse ao grande público. Foram
feitos vídeos para os tempos de antena na televisão
pública, uma campanha publicitária para a televisão,
estabelecerem-se contatos com a imprensa,
principalmente a da especialidade. A comunicação
pela Internet também não foi esquecida: além
do website, em www.anirp.pt, a ANIRP criou
uma página no Facebook – www.facebook.com/
tudocontrolado - e também um canal no youtube www.youtube.com/user/anirptudocontrolado.
PROCESSO DE RECAUCHUTAGEM
Inspeção inicial
Nesta operação faz-se a triagem das carcaças passíveis de serem
recauchutadas, eliminando-se as que apresentam defeitos, danos
irreparáveis ou idade excessiva.
Grosagem
A reconstrução dos pneus usados,
através dos diferentes processos
de recauchutagem, é um benefício
ambiental, económico e social.
A recauchutagem dos pneus evita
o consumo de recursos naturais,
prolonga a sua vida útil e diminui
a quantidade de resíduos a tratar.
Efectivamente, um pneu recauchutado
economiza cerca de 2/3 em matériasprimas e energia comparativamente à
produção do pneu novo. Este processo
contribui assim para a redução dos
impactes ambientais e proporciona um
benefício ao cidadão.
Em Portugal são recauchutadas
anualmente mais de 580 mil unidades de pneus. O nosso país é no contexto
europeu o que mais recauchuta os seus pneus, atingindo uma taxa superior ao
dobro da registada na média dos países europeus.
A nível nacional, do total de pneus usados anualmente gerados, cerca de 20%
seguem o caminho da recauchutagem. Esta é uma actividade que tende a
intensificar-se com o despertar do interesse de algumas grandes marcas de pneus.
A Valorpneu está atenta às necessidades da indústria de recauchutagem e
consciente que o seu sucesso depende em muito da credibilização do pneu
recauchutado, a par da disponibilidade e qualidade das carcaças de pneus, pelo
que se assume como um elemento facilitador nestas matérias.
Climénia Silva,
Directora Geral ValorPneu
FICHA TÉCNICA
Propriedade: Associação Nacional dos Industriais de Recauchutagem de Pneus.
Direcção Editorial: QI|Porto de Ideias,
Na grosagem, o material remanescente da carcaça é removido com o
objectivo de preparar a superfície que receberá o novo material. Ainda nesta
operação é controlada a integridade estrutural de carcaça quando insuflada
e também a textura da superfície grosada.
Reparações
Consiste numa inspecção cuidada das superfícies interna e externa da
carcaça. Caso seja determinada a necessidade de reparações, esta é
submetida a operações onde são eliminados os componentes deteriorados
e aplicados novos materiais.
Encolagem
A superfície da carcaça grosada é preparada para receber o novo material,
através da aplicação de uma solução de cola.
Aplicação de piso
Os novos materiais (nova borracha) a aplicar sobre a carcaça podem ser,
perfil de borracha, tira de borracha extrudida ou piso pré-vulcanizado.
Aplicação de parede lateral
Quando se trata de um sistema de recauchutagem “Talão-Talão”, as paredes
laterais da carcaça são totalmente revestidas, por aplicação de um composto
de borracha adequado.
Vulcanização
Operação através da qual as propriedades físicas dos novos materiais
aplicados são modificadas. A vulcanização pode ocorrer em moldes (para
vulcanização de pneus com borracha extrudida) ou em autoclaves (para
vulcanização de pneus com piso pré-vulcanizado).
Acabamento e inspeção final
Nesta operação faz-se o acabamento do pneu (remoção de filamentos e
rebarbas de borracha e pintura, se aplicável) e procede-se ao último passo de
inspecção antes da sua liberação. Este processo tem por base os requisitos
normativos e regulamentares aplicáveis (Reg 108/109) similares aos dos
Pneus Novos.
Concepção Gráfica e Paginação: OPAL
Conteúdos: Qi|Porto de Ideias
Fotografia: Jorge Castro
Impressão: Litografia Coimbra.
Tiragem: 5000 exemplares
Periodicidade: Trimestral

Documentos relacionados