Agenda cultural - Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação

Сomentários

Transcrição

Agenda cultural - Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Agenda cultural
14 a 27 de maio
» AUDIOVISUAL
Porto
FUNDAÇÃO DE SERRALVES
R. D. João de Castro, 210. Tel.: 226 156 500
Beatrice Gibson
15 de maio – 22h
» COLÓQUIOS
Lisboa
CULTURGEST
Ed. Sede da Caixa Geral de Depósitos. R. Arco do Cego, 1. Tel.: 217 905 155
Estética e Política entre as Artes
“Devagar, a poesia”, por Rosa Maria Martelo . “Estética e política: produção e reprodução históricas dos
sentidos”, por Manuel Gusmão. Moderadora: Emília Pinto de Almeida.
14 de maio – 18h30
TEATRO NACIONAL D. MARIA II
Pç. D. Pedro IV. Tel.: 213 250 800
Ciclo de Conversas sobre o Teatro na América Latina
Conversa com Elmer Veckio Mendoza (México), moderada por Eunice Tudela de Azevedo. Nesta sessão serão
também interpretados o excerto da peça Tequila-Fado, de sua autoria.
20 de maio – 19h
TEIA - Conversas com Rosto: José Peixoto
27 de maio – 19h
Porto
CULTURGEST PORTO
Edifício Caixa Geral de Depósitos. Av. dos Aliados 104. Tel.: 222 098 116
Proximidade e Aproximação: Da Crítica de Arte e Outras Diatribes
Por Guy Amado (crítico de arte contemporânea e curador independente) e João Tabarra (artista visual).
17 de maio – 16h
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
» DANÇA
Aveiro
TEATRO AVEIRENSE
R. de Belém Pará. Tel.: 234 379 800
As Palavras
Espectáculo de dança pelo LPstudio.
24 de maio – 21h30
25 de maio – 16h30
Faro
TEATRO DAS FIGURAS
Horta das Figuras, E. N. 125. Tel.: 289 888 100
A Máquina do Tempo UX
17 de maio – 21h30
18 de maio – 16h
Lisboa
FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
Av. de Berna, 45ª. Tel.: 213 880 044
Partita 2
Coreografia de Anne Teresa De Keersmaeker. Interpretação de Boris Charmatz.
14 de maio – 21h
Portimão
TEMPO - TEATRO MUNICIPAL DE PORTIMÃO
Lg. 1.º de Dezembro.Tel.: 282 402 470
Alice No País das Maravilhas
Pelo Quorum Ballet.
15 a 17 de maio
Nous - Inner Perception
Pelo Quorum Ballet.
16 de maio – 21h30
Torres Novas
TEATRO VIRGÍNIA
Lg. José Lopes dos Santos. Tel.: 249 839 300
Movimentos Diferentes
Criação e Direção de Tânia Carvalho. Interpretação de 10 pessoas da comunidade.
17 de maio – 21h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Vila Real
TEATRO DE VILA REAL
Al. de Grasse3. Tel.: 259 320 000
Eternuridade
De Amélia Bentes.
23 de maio – 22h
» EXPOSIÇÕES
Algés
CENTRO DE ARTE MANUEL DE BRITO
Palácio Anjos. Alameda Hermano Patrone. Tel. 214 111 400
3ª a Dom., das 10h às 18h
Coleção Manuel de Brito: Aquisições Recentes
até final de setembro
Almada
TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE
Av. Prof. Egas Moniz. Tel.: 212 739 360
5ª A SÁB., DAS 19H ÀS 21H; DOM., DAS 15H ÀS 19H30
Desenho
Exposição de Cecília Costa.
até 8 de junho
Angra do Heroísmo
MUSEU DE ANGRA DO HEROÍSMO
Ladeira de São Francisco. Tel.: 295 240 800
Sala Frederico Vasconcelos
Exposição de longa duração
Do Mar e da Terra … uma História no Atlântico
Exposição de longa duração
Património Mundial: do Mundo a Angra do Heroísmo
até final de maio
Álvaro Cunhal: Vida, Pensamento e Luta: Exemplo que se Projeta na Atualidade e no Futuro
até final de junho
Aveiro
MUSEU DE AVEIRO
Av. de Santa Joana. Tel.: 234 423 297
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 17H30
Galeria da Pedra
Apresenta um conjunto de obras escultóricas em pedra calcária, cuja temática religiosa e iconográfica
denuncia a sua origem de igrejas ou capelas da região de Aveiro.
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Braga
MUSEU D. DIOGO DE SOUSA
R. dos Bombeiros Voluntários. Tel.: 253 273 706
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 17H30
Bracara Augusta e o Império Romano
Exposição permanente
Bracara Augusta - Espaço Urbano
Exposição permanente
Bracara Augusta - Vias, Morte e Religião
Exposição permanente
Mosaico in situ
Exposição permanente
Bragança
CENTRO DE ARTE CONTEMPORÂNEA GRAÇA MORAIS
R. Abílio Beça, 105. Tel.: 273 302 410
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 12H30 E DAS 14H ÀS 18H30
Bernardí Roig: Ensaio Sobre a Cegueira
até 29 de junho
MUSEU DO ABADE DE BAÇAL
R. Abílio Beça, 27. Tel.: 273 331 595
Abel Salazar: Artista da Liberdade na Colecção do Museu do Abade de Baçal
até 25 de maio
Bragança pelo Olhar dos Artistas
Exposição inserida no âmbito dos 550 anos de elevação a cidade de Bragança.
até 30 de maio
Maria Keil: Itinerários Artísticos
até 5 de junho
Caldas da Rainha
MUSEU JOSÉ MALHOA
Parque D. Carlos I. Tel.: 262 831 984
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 12H30 E DAS 14H ÀS 17H
Paixão de Cristo
Exposição da obra inacabada de Rafael Bordalo Pinheiro.
Exposição permanente
Nº 91
Exposição coletiva que reúne o trabalho de três jovens artistas, Catarina Lopes Vicente, Daniel Fernandes e
João Gabriel Pereira, alunos de mestrado em Artes Plásticas na E.S.A.D de Caldas da Rainha.
até 1 de junho
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Cascais
CENTRO CULTURAL DE CASCAIS
Av. Rei Humberto II de Itália. Tel.: 214 848 900
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
No Caminho da Essência
Exposição do artista plástico grego Christos Bokoros.
até 25 de maio
Espaço de Jogo
Exposição de pintura de Marilice Corona.
até 1 de junho
Exposição de Desenho e Obra Gráfica de Dorindo
até 22 de junho
Barros Malaguenhos
Mostra de trabalhos de Duarte Pinto Coelho.
até 29 de junho
Instalação e Desenho de Daniel Nave
até 20 de julho
Coimbra
MUSEU NACIONAL DE MACHADO DE CASTRO
Lg. Dr. José Rodrigues. Tel.: 239 853 070
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
A Impressão Francófona na Arte Portuguesa
Mostra permanente da rica coleção de peças de escultura, pintura, têxteis e mobiliário do Museu mobiliário
que singularizam a arte de origem francófona.
O Som e a Casa
até 15 de junho
Évora
FÓRUM EUGÉNIO DE ALMEIDA
Lg. do Conde de Vila Flor
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 19H
A Construção do Lugar
até 29 junho
Oscar Muñoz: Projeto para um Memorial
até 29 junho
Marta Palau: Tránsitos de Naualli
até 5 de outubro
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
MUSEU DE ÉVORA
Lg. Conde de Vila Flor. Tel.: 266 702 604
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H (VERÃO); DAS 9H30 ÁS 17H30 (INVERNO)
Coleções Permanentes de Arqueologia
A presente área expositiva - instalada em espaço subterrâneo ganho na recente remodelação, que completa a
apresentação pública das coleções arqueológicas do Museu - vive ainda em boa parte da “Coleção Cenáculo”,
com objetos provenientes de sítios tão diversos, como Beja, Tróia (Setúbal), Cola (Ourique), ou mesmo Balsa
(Tavira) e Milreu (Estói) já no Algarve. O núcleo original é constituído por um conjunto de antiguidades
recolhidas no Sul do país por Frei Manuel do Cenáculo (1724-1814), nomeado Bispo de Beja em 1777 e
indigitado Arcebispo de Évora em 1802, conhecido também como o “primeiro arqueólogo português”.
Exposição permanente
Figueira da Foz
CENTRO DE ARTES E ESPECTÁCULOS DA FIGUEIRA DA FOZ
R. Abade Pedro. Tel: 233 407 200
Fidalgo Pedrosa: A Vida num Instante
até 25 de maio
Teresa Huertas: Journey's End
até 25 de maio
Guarda
MUSEU DA GUARDA
R. General Alves Roçadas, 30. Tel.: 271 213 460
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 19H
S. João de Deus: Obra e presença da Ordem Hospitaleira na Diocese da Guarda
até 1 de junho
Guimarães
CENTRO CULTURAL VILA FLOR
Av. D. Afonso Henriques, 701. Tel.: 253 424700
3ª A SÁB., DAS 9H30 ÀS 13H E DAS 14H30 ÀS 19H
Esquírola
Mostra de trabalhos de Pedro Tudela.
até 9 de junho
A Composição do Ar
até 8 de junho
CENTRO INTERNACIONAL DAS ARTES JOSÉ DE GUIMARÃES
Plataforma das Artes e da Criatividade. Av. Conde Margaride, nº 175. Tel.: 00 400 444
2ª A DOM., DAS 10H ÀS 19H
Carlos Relvas: Um Homem tem Duas Sombras. Paisagens, (Auto)Retratos, Objetos e Animais
até 8 de junho
Jarosław Fliciński: Pinturas sobre Parede
até 8 de junho
Ernesto de Sousa e a Arte Popular: Em Torno da Exposição Barristas e Imaginários
até 6 de julho
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Lamego
MUSEU-ARQUIVO DIOCESANO DE LAMEGO
Casa do Poço. Lg. da Sé. Tel.: 254 666 195
A Sé de Lamego no Museu
até 25 de maio
MUSEU DE LAMEGO
Lg. de Camões. Tel.: 254 600 230
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Alegoria a África
Apresentação ao público de uma gravura que foi intervencionada no âmbito da campanha de fundraising
iniciada em 2011.
Lisboa
ATELIER-MUSEU JÚLIO POMAR
R. do Vale, 7. Tel.: 218 172 111
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Tratado dos Olhos
Expoção que reflete o olhar do pintor Júlio Pomar sobre a prática artística.
até 28 de setembro
BIBLIOTECA NACIONAL DE PORTUGAL
Campo Grande, 83. Tel.: 217 982 000
José Blanc de Portugal, 1914-2000
até 31 de maio
Resgatar a Memória: a Biblioteca Nacional na Gestão e Salvaguarda do Património Artístico dos Conventos
até 31 de maio
Joly Braga Santos (1924-2014)
90 anos do nascimento de Joly Braga Santos, que a BNP assinala com uma mostra dedicada ao seu percurso
como compositor, desde as obras de juventude até ao auge da sua criatividade.
até 14 de junho
Judaica nas Coleções da Biblioteca Nacional de Portugal – Séculos XIII a XVIII
Seleção de obras em hebraico ou sobre a língua hebraica e relativas ao judaísmo e a judeus, manuscritas ou
impressas, produzidas até ao séc. XVIII, mais representativas dos fundos das coleções da Biblioteca Nacional de
Portugal.
até 28 de junho
Urbano Tavares Rodrigues, 1923-2013
Homenagem da BNP ao escritor, jornalista e professor universitário, a mostra cruza documentação do seu
espólio (no Arquivo de Cultura Portuguesa Contemporânea desde 2009), com a sua vasta e profícua
bibliografia no domínio da ficção, ensaio, crónica, viagens.
até 28 de junho
Portugal e a Grande Guerra
até 31 de julho
Uma História de Jardins: a Arte dos Jardins na Tratadística e na Literatura
15 de maio a 31 de julho
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
CASA FERNANDO PESSOA
R. Coelho da Rocha, 16. Tel.: 213 913 270
2ª A SÁB., DAS 10H ÀS 18H
Manifestações do Desassossego
Exposição de fotografia de António Pedro Ferreira.
até 30 de setembro
CENTRO CULTURAL DE BELÉM
Pç. do Império. Tel.: 213 612 400
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Tanto Mar: Portugueses fora de Portugal
até 21 de julho
FUNDAÇÃO ARPAD SZÈNES - VIEIRA DA SILVA
Pç. das Amoreiras, 58. Tel: 213 880 044
4ª A DOM.. DAS 10H ÀS 18H; ENCERRA 2ª, 3ª E FERIADOS
Colecção de Fotografia da FASVS
Seleccionadas a partir da vasta colecção de Fotografia da Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva, os
exemplares que agora damos a conhecer ao público apresentam Maria Helena e Arpad num registo mais
intimista. São fotografias que captam poses naturais ou encenadas, actividades de lazer ou trabalho, retratos
individuais, do casal ou em grupo. Apresentamos também registos ocasionais de pessoas próximas que, deste
modo, diluem a conotação de Vieira como ser distante e reservado, e demonstram a simplicidade e
generosidade que realmente definiam a sua essência e que recorrentemente são referidas.
Ficções | Luz do Ártico
Exposição de pintura e fotografia de Ricardo da Cruz-Filipe.
até 22 de junho
FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
Av. de Berna, 45ª. Tel.: 213 880 044
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
O Peso do Paraíso
De Rui Chafes.
até 18 de maio
Narrativa Interior
De João Tabarra.
até 18 de maio
Os Czares e o Oriente
Ofertas da Turquia e do Irão no Kremlin de Moscovo.
até 18 de maio
Nadia Kaabi-Linke: Preso por Fios
até 18 de maio
This Must be the Place / Este é o Lugar
Primeira retrospetiva do fotógrafo sul-africano Pieter Hugo (Joanesburgo, 1976), que desde 2003 retrata a vida
quotidiana na África do Sul, bem como na África sub-saariana, dois territórios que ele conhece particularmente
bem.
até 1 de junho
William Shakespeare: 450 Anos
até 8 junho
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
GALERIA MILLENNIUM
R. Augusta 96
2ª A SÁB., DAS 10H ÀS 18H
Lisboa Pré-Clássica, um Porto Mediterrâneo no Litoral Atlântico
até 31 de maio
MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA DO CHIADO
R. Serpa Pinto, nº 4. Tel: 213 432 148
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Arte Portuguesa 1850-1975: Colecção MNAC
As coleções permanentes do Museu Nacional de Arte Contemporânea documentam a produção artística em
Portugal entre 1850 e a atualidade, sendo o mais importante acervo no que diz respeito à Arte Moderna e
Contemporânea pertencente ao Estado. A evidente exiguidade das salas de exposição obrigou a uma seleção
pequena e rigorosa de cerca de 100 obras, datadas entre 1850 e 1975, dispostas por cronologias e principais
tendências artísticas de cada período. As obras entre 1975 e a atualidade serão apresentadas em exposições
temporárias, organizadas segundo diferentes temas e ideias que as percorrem transversalmente.
Exposição permanente
Botânica
Apresentação de 12 objetos escultóricos da autoria de Vasco Araújo.
até 18 de maio
Antológica Pires Vieira
até 21 de setembro
Sinfonia do Desconhedido
Tripla projeção vídeo sincronizada de Nuno Cera.
16 de maio a 22 de junho
MUDE - MUSEU DO DESIGN E DA MODA
R. Augusta, 24 . Tel.: 218 88 6 117
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Único e Multiplo: 2 Séculos de Design
Exposição permanente
O Design Possível
até 6 de julho
MUSEU DA CIDADE
Campo Grande, 245. Tel.: 217 513 200
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 13H E DAS 14H ÀS 18H
Almada Negreiros. Festas da Cidade de Lisboa - 80 Anos
até 30 de junho
A Liberdade está no Museu
Mostra da obra gráfica do pintor João Abel Manta.
até 30 de setembro
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
MUSEU COLECÇÃO BERARDO
CCB. Pç. Do Império. Tel.: 213 612 878
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 19H
Museu Colecção Berardo 1900-1960 / 1960-2010
Com estes núcleos expostos em permanência, é proposta uma panorâmica da história da arte do século XX até
aos nossos dias. Inicia-se com o Minimalismo, o Conceptualismo e a Arte Povera, movimentos que originaram
uma pluralidade de atitudes modificadoras do estatuto do objeto artístico; percorre as emergências da
narrativa e as reconfigurações da imagem fotográfica ou em movimento, e conclui-se com a diversidade dos
discursos de alteridade e uma generalizada prática de interrogação do arquivo histórico.
O Consumo Feliz
até 1 de junho
MUSEU DA ELETRICIDADE
Av. Brasília. Central Tejo.
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Lei de Ohm
Exposição que reúne o trabalho de cinco artistas - André Cepeda, João Paulo Serafim, Margarida Correia,
Renato Ferrão e Susana Gaudêncio - convidados pela Fundação EDP para uma residência artística no Museu da
Eletricidade.
até 8 de junho
Newspapers
Exposição que reúne um conjunto de 90 desenhos recentes e inéditos e algumas pinturas onde António Sena
desenvolve os seus exercícios de cópia e caligrafia.
até 29 de junho
World Press Photo 2014
até 25 de maio
Museus: As Coleções Criam Conexões
18 de maio
MUSEU DE ARTE POPULAR
Av. de Brasília. Tel.: 213 011 282
4ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H; SÁB. E DOM., ENCERRA DAS 13H ÀS 14H
Antes Morta que Burra, 2005/2014
Instalação de Ana Pérez-Quiroga.
até 29 de junho
MUSEU DO ORIENTE
Av. Brasília, Doca de Alcântara. Tel.: 213 585 200
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H; 6ª, DAS 10H ÀS 12H
Presença Portuguesa na Ásia
O conceito gerador deste grande módulo expositivo foi a construção de uma utopia oriental pelos
Portugueses, desde o século XV até aos nossos dias, baseada no comércio, na missionação e no encontro de
culturas.
EXPOSIÇÃO PERMANENTE
Deuses da Ásia
A exposição procura tornar conhecidos certos aspectos da arte religiosa na Ásia, sobretudo ao nível popular, e
introduzir a mitologia ainda viva que está subjacente aos objectos apresentados.
EXPOSIÇÃO PERMANENTE
Itinerários
Exposição de pintura de Arlinda Frota.
até 18 de maio
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA
Ed. dos Jerónimos.. Pç. do Império. Tel.: 213 620 000
3ª, DAS 14H ÀS 18H; 4ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Tesouros da Arqueologia Portuguesa
O Museu Nacional de Arqueologia possui nas suas colecções um número notável de objectos de joalharia
antiga, provenientes de escavações ou, mais frequentemente comprados a ourives ou aos próprios achadores,
que pela sua representatividade, permite uma visão de conjunto sobre a evolução desta arte no actual
território português, desde os primórdios da metalurgia até à Alta Idade Média. Esses objectos foram reunidos
ao longo de várias décadas e as circunstâncias particulares da sua aquisição explicam a frequente ausência de
informação sobre as condições de achado e contextos arqueológicos que permita, quer determinar a posição
cronológica ou a localização geográfica dos achados, quer extrair conclusões que vão para além da simples
análise material dos objectos, limitada a aspectos formais, estilísticos ou técnicos.
GALERIA NASCENTE
Antiguidades Egípcias
A colecção de antiguidades egípcias do Museu Nacional de Arqueologia constituída por mais de quinhentas
peças (das quais cerca de trezentas em exposição permanente) é a maior de Portugal, tendo sido reunida ao
longo do século XX. Em 1909 Leite de Vasconcelos, fundador do Museu, trouxe do Egipto cerca de setenta
objectos; umas duzentas peças foram obtidas pela rainha D. Amélia durante a sua viagem ao Egipto em 1903,
passando para a posse do Estado em 1910; as restantes foram doadas pela família Palmela, por Bustorff Silva e
Barros e Sá entre outros. Há cerca de oitenta peças de origem desconhecida.
SALA EGÍPCIA
Religiões da Lusitânia. Loquuntur Saxa.
até 14 de dezembro
O Tempo Resgatado ao Mar
Com esta exposição damos a conhecer os principais resultados da atividade arqueológica náutica e
subaquática em Portugal nos últimos anos – as coleções e os seus contextos – e os indispensáveis e
permanentes programas nacionais e internacionais de conservação e restauro dos acervos recolhidos,
contribuindo decisivamente para a valorização desta disciplina científica e a sensibilização da nossa
comunidade para a necessidade do registo e salvaguarda deste património cultural.
até 28 de março 2015
MUSEU NACIONAL DE ARTE ANTIGA
R. das Janelas Verdes. 213 912 800
3ª, DAS 14H ÀS 18H; 4ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Obra Convidada: Virgem com o Menino
De Andrea del Verrocchio (c. 1435-1488). Frankfurt, Städel Museum.
até 18 de maio
Luca Giordano. Êxtase de São Francisco
Exposição centrada na apresentação, após laborioso e demorado trabalho de restauro, de uma obra
importante da galeria de pintura europeia do MNAA: a grande tela de Luca Giordano que pertenceu à coleção
da rainha Carlota Joaquina. A mostra inclui ainda uma pintura de Luca Giordano, pertencente a uma coleção
particular espanhola, além de outras obras do MNAA atribuídas ao pintor napolitano, nascido em 1634.
até 22 de junho
Esplendores do Oriente. Joias de Ouro da Antiga Goa
Em 1961, o espólio dos cofres do BNU foi trazido de Goa para Lisboa. Após um longo processo diplomático,
parte destes bens, entretanto à guarda da Caixa Geral de Depósitos, foi analisada por um grupo de trabalho, de
que o MNAA fazia parte. A importância histórica e artística das peças foi logo reconhecida.
Incorporadas na coleção do MNAA, as joias de Goa serão mostradas ao público pela primeira vez, numa
exposição que as contextualiza no panorama da produção indiana e indo-portuguesa, através dos contributos
de especialistas nacionais e internacionais.
até 7 de setembro
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA
Av. Ilha da Madeira. Tel.: 213 041 160
3ª, DAS 14H ÀS 18H, 4ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
O Museu, Muitas Coisas
A exposição permanente do Museu Nacional de Etnologia (MNE) vem mostrar a diversidade das suas
colecções. É, por isso, constituída por núcleos, com uma vigência rotativa, de modo a abordar, junto dos
públicos, o maior número possível de temas e problemas que elas permitem.
A exposição é o resultado de um longo processo de estudo e preparação de conteúdos e equipamentos,
especialmente os multimédia, com vista, também, à consulta pública da documentação relativa às colecções,
história das exposições e outros conteúdos dos arquivos do MNE.
São 7 os núcleos que compõem a exposição, cada um dedicado a uma temática, sendo que dois dos núcleos
enfatizam, independentemente, um objecto específico e um determinado autor. A saber, o teatro de sombras
de Bali; as bonecas do sudoeste angolano; as tampas de panelas com provérbios de Cabinda; máscaras e
marionetas do Mali; instrumentos musicais populares portugueses; as talas de Rio de Onor (núcleo dedicado a
um objecto) e a escultura de Franklim (núcleo dedicado a um autor).
Exposição permanente
MUSEU NACIONAL DO AZULEJO
R. Madre de Deus, 4. Tel.: 218 100 340
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
O Exótico Nunca Está em Casa? A China na Faiança e no Azulejo Portugueses (Séculos XVII-XVIII)
até 29 de junho
MUSEU NACIONAL DO TEATRO
Estrada do Lumiar, 10. Tel.: 217 567 410
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Peças de Teatro. As Colecções do Museu
Exposição permanente. Partindo de um título que joga com os diferentes significados da palavra peça - peça
de teatro, peça de museu, peça (parte) de um todo - e com a forma como eles permanentemente se cruzam
num Museu dedicado às artes do espectáculo, esta exposição percorre, através dos mais diversos materiais
(manuscritos, fotografias, desenhos, maquetes, trajos de cena, imagem em movimento, adereços cartazes,
objectos pessoais, pintura, escultura) as fases mais significativas que intervêm na criação de um espectáculo.
MUSEU NACIONAL DO TRAJE
Lg. Júlio Castilho. Tel.: 217 567 620
3ª, DAS 14H ÀS 18H; 4ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Sala dos Teares - Técnicas de Fiação, Tecelagem e Estampagem
Instalada na antiga cavalariça do Palácio Angeja-Palmela, esta exposição, destinada ao público em geral e às
escolas em particular, tem por objectivo divulgar os processos têxteis anteriores à confecção do traje, como,
por exemplo, as técnicas de fiação, tecelagem, tintagem e estampagem manual de tecidos. Aqui também são
apresentados teares em processo de laboração, a par com ateliers de tecelagem e de tapeçaria experimental e
apoio a invisuais com o patrocínio da Fundação Saïn. Apresentação da cadeia de operações referentes à
manufactura dos tecidos desde a exposição das quatro principais fibras têxteis (lã, linho, seda e algodão) ao
processo de fiação, tecelagem e estampagem incluindo a exibição de rocas, fusos, teares e mesas de
estampagem manual de tecidos, por forma a ser explicitados os diferentes processos de fabricação têxtil
artesanal.
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Traje do Século XVIII
Neste período as cortes europeias viviam num ambiente de luxo e ostentação, em que o traje exibia a riqueza
e a opulência através de formas exuberantes, tecidos luxuosos e cores vivas. Em França, o prestígio
de Versailles influenciava as cortes europeias que lhe seguiam os passos. Portugal não foi uma excepção,
tendo-se adoptado igualmente os trajes e o cerimonial do absolutismo francês. As senhoras vestiam-se
sumptuosamente, sendo as rendas e os laços constantes no seu vestuário. Os generosos decotes, a
maquilhagem e o perfume eram factores essenciais da sua sedução. Os corpos submetiam-se às linhas curvas e
aos volumes, através de vestidos armados com anquinhas. A forma básica do traje masculino que surgiu em
França durante o reinado de Luís XIV, era composta por casaca, colete e calção. Estas peças, profusamente
decoradas com bordados, formavam coloridos padrões florais e vegetalistas.
Trajes dos Séculos XIX e XX (1800-2000)
Esta exposição apresenta trajes e acessórios de 1800 a 1900. Os vestidos de Estilo Império mostram linhas
simples e fluidas, de cores suaves e tecidos ligeiros, inspirados na Antiguidade Greco-Romana. Com o
Romantismo os espartilhos e as armações regressam ao traje feminino, assim como uma maior elaboração nas
formas, tecidos e cores. O traje masculino adquire, neste período, a sobriedade que o vai caracterizar durante
várias décadas reflectindo os ideais da burguesia.
TEATRO NACIONAL D. MARIA II
Pç. D. Pedro IV. Tel.: 213 250 800
3ª A SÁB.,DAS 15H ÀS 18H; 4ª A DOM., 30 MINUTOS ANTES DO INÍCIO DOS ESPECTÁCULOS DA SALA GARRETT.
Lucien Donnat - Um Criador Rigoroso
Esta exposição evoca a vida e obra de Lucien Donnat, um dos mais importantes desenhadores do teatro
português. Cenógrafo, figurinista, decorador, músico, compositor, designer e poeta, nasceu em Paris, em junho
de 1920. Frequentou o curso de Belas-Artes em França e, em 1941, foi convidado por Amélia Rey Colaço para
compor a música e desenhar cenário e figurinos para a peça infantil Maria Rita, da autoria da filha, Mariana Rey
Monteiro. Este foi o princípio de uma longa colaboração com o TNDM II, que marcaria todo o teatro do século
XX. Uma iniciativa do TNDM II em parceria com o Museu Nacional do Teatro.
até 27 de julho
Miranda do Douro
MUSEU DA TERRA DE MIRANDA
Pç. de D. João III. Tel.: 273 431 164
3ª, das 14h às 17h30; 4ª a Dom., das 9h às 12h30 e das 14h às 17h30
Situado no centro histórico da cidade de Miranda do Douro, o Museu da Terra de Miranda está instalado no
edifício seiscentista da antiga Câmara Municipal. O espólio do Museu da Terra de Miranda - região bem
definida desde meados do século XII - representa a região na multiplicidade dos seus aspectos geográficos,
geológicos, históricos e sócio-económicos, organizada segundo dois eixos fundamentais: a população e o
território. A exposição permanente apresenta colecções de trajes mirandeses e instrumentos usados na sua
produção, alfaias agrícolas e máscaras.
Nazaré
MUSEU DR. JOAQUIM MANSO
R. D. Fuas Roupinho – Sítio. Tel.: 262 562 801
3ª a Dom., das 10h às 17h30
Nazaré – um Percurso da sua História
Através de vários testemunhos, ilustram-se as diversas épocas, da Pré-História aos nossos dias, evidenciando,
também, as transformações que, num período mais recente, o progresso conferiu à região da Nazaré,
sobretudo no domínio do turismo balnear e religioso.
Exposição de longa duração
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Nazaré – Mar, Pesca e Tradição
Exposição que documenta a realidade cultural da Nazaré, evidenciando factores identitários desta região,
destacando a construção naval, as artes de pesca e o traje tradicional.
Exposição de longa duração
Peso da Régua
MUSEU DO DOURO
R Marquês de Pombal. Tel.: 254 310 190.
3ª A DOM., DAS 10H ÀS 13H E DAS 14H30 ÀS 18H
Memória da Terra do Vinho
Exposição que apresenta a Região Demarcada do Douro e a sua história.
Exposição permanente
Três Olhares sobre Alpajares
Três olhares perspicazes e reputados partiram à descoberta da beleza infindável da Calçada de Alpajares. Por
convite do Museu do Douro, Egídio Santos, Luís Ferreira Alves e João Paulo Sotto Mayor impressionaram-se
com a grandiosidade deste que é um dos mais belos percursos do Douro, com excecional valor paisagístico e
cultural.
Exposição permanente
Santa Casa da Misericórdia da Régua - Coleção de Retratos
Exposição permanente
Douro/Duero Ibérico - Rota Património Mundial
Exposição fotográfica resultante do trabalho de cooperação desenvolvido entre a Fundação Rei Afonso
Henriques e a Fundação Museu do Douro.
até 1 de junho
Porto
CENTRO PORTUGUÊS DE FOTOGRAFIA
Edifício da Ex-Cadeia da Relação do Porto. Campo Mártires da Pátria. Tel.: 222 076 310
3ª A 6ª, DAS 10H ÀS 12H30 E DAS 14H ÀS 18H; SÁB., DOM. E FERIADOS, DAS 15H ÀS 19H
Núcleo Museológico António Pedro Vicente
Exposição Permanente
Do Outro Lado do Mar: Porto – Nagasáqui
Exposição fotografia de João Garcia.
até 1 de junho
O Porto à Janela
Exposição de fotografia de Pedro Mesquita.
até 1 de junho
Os Rapazes dos Tanques
Exposição de fotografias de Alfredo Cunha.
até 29 de junho
Viagem sem Rumo
Exposição de fotografias de João Pedro Marnoto.
até 29 de junho
CULTURGEST PORTO
Edifício Caixa Geral de Depósitos. Av. dos Aliados 104. Tel.: 222 098 116
Ana Jotta
até 31 de maio
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
FUNDAÇÃO DE SERRALVES
R. D. João de Castro, 210. Tel.: 226 156 500
3ª A 6ª, DAS 10H ÀS 13H E DAS 14H ÀS 17H; SÁB., DOM. E FERIADOS DAS 10H ÀS 19H
Mira Schendel (1919-1988)
até 24 de junho
Blue Lines, Red Threads: Tendências Sociais Em Publicações de Artista
até 29 de junho
GALERIA FUNDAÇÃO EDP PORTO
R. Ofélia Diogo da Costa, 45. Tel.: 220 018 399
3ª A DOM., DAS 13H ÀS 19H
Encontros com as Formas.
Fotografias e filmes de Ângelo de Sousa.
até 6 de julho
GALERIA MUNICIPAL ALMEIDA GARRETT
Jardins do Palácio de Cristal. R. D. Manuel II. Tel.: 226 081 000
A Poesia Está na Rua
Exposição de pintura de Maria Helena Vieira da Silva.
até 22 de junho
GALERIA QUADRADO AZUL
R. Miguel Bombarda, 578. Tel.: 226 097 313
Tatuagens - Obras Recentes
Exposição de José de Guimarães.
até 14 de junho
MUSEU NACIONAL SOARES DOS REIS
R. D. Manuel II. Tel. 223 393 770
3ª, DAS 14H ÀS 18H; 4ª A DOM., DAS 10H ÀS 18H
Primeiro museu do país, o Museu de Soares dos Reis foi fundado em 1833 pelo rei D. Pedro IV. Em 1940 passa a
ocupar o Palácio dos Carrancas, moradia particular dos finais do século XIX, mais tarde adquirida pela família
real para sua residência quando de visita ao norte do país. A exposição permanente do Museu mostra a
significativa colecção de pintura e escultura portuguesa do século XIX e XX e, no 2º piso, em salas
reminescentes da primitiva função do palácio, expõe-se artes decorativas, nomeadamente faiança, porcelana,
vidros, ourivesaria, joalharia, têxteis e mobiliário. Nos jardins pode visitar-se a exposição de lapidária com
exemplos abrangendo um longo período da Idade Média ao século XIX.
Serviços Educativos: Sala Multimédia Patrocínio Fundação Ilídio Pinho. Biblioteca, Loja-Livraria, Cafetaria e
Restaurante.
Ciclo Peça a Peça: João Machado, “Sem Título”, 1970
até 18 de maio
Jorge de Oliveira (1924-2012) - A Invenção Contínua
até 6 de julho
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Vila Franca de Xira
MUSEU DO NEO-REALISMO
R. Alves Redol, 45. Tel.: 263 285 626
3ª A 6ª, DAS 10H ÀS 19H; SÁB., DAS 15H ÀS 22H; DOM., DAS 11H ÀS 18H
Batalha Pelo Conteúdo: Movimento Neo-Realista Português
A coleção museológica selecionada integra um vasto conjunto de documentos que sublinham não só a
relevância cultural do neo-realismo em Portugal, como algumas das suas possíveis leituras no contexto
internacional.
Além da Ucronia - Histórias Não Vividas do 25 de Abril
até 6 de julho
Ciclo Vinte Mil Livros - Carlos de Oliveira
até 21 de setembro
Augusto dos Santos Abranches: Escritor e Agitador Cultural da Lusófonia
até 14 de outubro
Vila Nova de Foz Côa
MUSEU DO CÔA
R. do Museu. Tel.: 279 768 260
Douro, Matéria e Espírito
Grande síntese temporal e geográfica da Região Demarcada do Douro (RDD).
Exposição permanente
Viseu
MUSEU GRÃO VASCO
Adro da Sé. Tel.: 232 422 049
3ª, DAS 14H ÀS 17H30; 4ª A DOM., DAS 10H ÀS 12H30 E DAS 14H ÀS 17H30
A Doce e Ácida Incisão - A Gravura em Contexto (1956-2004)
18 de maio a 29 de junho
TEATRO VIRIATO
Lg. Mouzinho de Albuquerque. Tel.: 23 2480 110
Coreografia Para Um Rossio
Exposição de fotografias de Carina Martins, José Crúzio e Luís Belo. Vídeo de Luís Belo.
até 30 de julho
» MÚSICA
Aveiro
TEATRO AVEIRENSE
R. de Belém Pará. Tel.: 234 379 800
Concentus
Concerto para a comunidade da Banda Amizade.
22 de maio – 21h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Braga
THEATRO CIRCO
Av. da Liberdade, 697. Tel.: 253 203 800
Zoe Boekbinder
15 de maio – 21h30
Sérgio Godinho
22 de maio – 21h30
Capicua
23 de maio – 22h
25 Anos Coro Académico da Universidade do Minho
24 de maio – 21h30
Faro
TEATRO DAS FIGURAS
Horta das Figuras, E. N. 125. Tel.: 289 888 100
Recital de Piano por João de Almeida
Obras de F.Schubert, F. Liszt e F. Chopin.
15 de maio – 18h
Dead Combo
23 de maio – 21h30
Guarda
TEATRO MUNICIPAL DA GUARDA
R. Batalha Reis, 12. Tel.: 271 205 240
Driving Mrs. Satan
15 de maio – 22h
Orquestra de Câmara do Conservatório de Música S. José da Guarda
17 de maio – 21h30
Leiria
TEATRO JOSÉ LÚCIO DA SILVA
Av. Heróis de Angola. Tel.: 244 834 117
Cuca Roseta
15 de maio – 21h30
TEATRO MIGUEL FRANCO
Lg. de Santana. Av. Combatentes Grande Guerra. Tel.: 244 839 680
3 Coros Orfeão de Leiria
21 de maio – 21h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Lisboa
CENTRO CULTURAL DE BELÉM
Pç. do Império. Tel.: 213 612 400
Robin Mckelle and the Flytones: Heart Of Memphis
20 de maio – 21h
Há Fado no Cais: Vanessa Alves
23 de maio – 21h
Samuel Úria
24 de maio – 21h
Pilobolus: Shadowland
14, 15 e 16 Maio – 21h
17 Maio - 16h e 21h
18 Maio – 16h
CULTURGEST
Ed. Sede da Caixa Geral de Depósitos. R. Arco do Cego, 1. Tel.: 217 905 155
Laraaji
21 de maio – 22h
Homenagem a Vinicius de Moraes Mônica Salmaso, Teco Cardoso e Nelson Ayres
23 de maio – 21h30
FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
Av. de Berna, 45ª. Tel.: 213 880 044
Orquestra Gulbenkian
George Benjamin – maestro.
Obras de G. Benjamin.
22 de maio – 21h
23 de maio – 19h
Solistas da Orquestra Gulbenkian
Obras de Dvorák, Rimsky-Korsakov.
23 de maio – 21h30
Receital de Piano por Artur Pizarro
Integral das obras para piano de Sergei Rachmaninov III.
25 de maio – 19h
MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL
Av. Frei Miguel Contreiras, 52. Tel.: 218 438 800
Laraaji & Sun Araw: The Play Zone
20 de maio – 22h
MUSEU NACIONAL DE ARQUEOLOGIA
Ed. dos Jerónimos.. Pç. do Império. Tel.: 213 620 000
Guitarra Portuguesa
Por António Estáquio e solistas da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras.
25 de maio – 17h
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
TEATRO ABERTO
Pç. Espanha. Tel.: 213 880 089
Tição Negro
Ópera em concerto de Augusto Machado (1845-1924). Direcção musical do Maestro João Paulo Santos.
23 e 24 de maio – 21h30
TEATRO NACIONAL DE SÃO CARLOS
R. Serpa Pinto, 9. Tel.: 213 253 000
Ciclo de Bel Canto: La Gioconda
De Amilcare Ponchielli. Libreto de Tobia Gorrio. Versão de concerto. Interpretação de Elisabete Matos, Mariana
Pencheva, Luiz Ottavio Faria, Maria Luísa de Freitas, Luis Cansino, entre outros. Participação do Coro Do Teatro
Nacional De São Carlos (Maestro titular Giovanni Andreoli) e da Orquestra Sinfónica Portuguesa (Direção
musical de Antonio Pirolli).
15 de maio – 20h
17 de maio – 16h
TEATRO TIVOLI BBVA
Av. da Liberdade, 182. Tel.: 213 572 025
A Naifa
16 de maio - 21h30
Loulé
CINE-TEATRO LOULETANO
Av. José da Costa Mealha. Tel.: 289 414 604
Improvisos à 5ª com Elisabete Martins
22 de maio – 21h
Olival Basto
CENTRO CULTURAL MALAPOSTA
R. Angola. Tel.: 219 383 100
Pedro Branco Quarteto
16 de maio – 21h45
Espiral
Trio de Música Celta.
17 de maio – 21h45
Carlos Leitão
Apresentação e canto - Maria Mendes. Convidada: Teresa Ventura.
18 de maio – 16h15
UniVersus Ensemble
20 de maio – 21h30
Fado Fest 2014
23 e 24 de maio – 21h30
WACK & Convidados
24 de maio – 21h45
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Clássicos! São os Trapos
Pela Orquestra do Teatro da Malaposta, sob a direção do Maestro Nuno de Sá. Participação do comediante
Carlos Moura.
25 de maio – 21h30
Portimão
TEMPO - TEATRO MUNICIPAL DE PORTIMÃO
Lg. 1.º de Dezembro.Tel.: 282 402 470
Gilda Das Amendoeiras
Obra em estreia mundial de Nuno Sequeira Rodrigues. Interpretação pela Orquestra Clássica da Academia
[OCDA] e Coro Cant'Arte. Direcção musical do Professor João Pedro Cunha.
23 de maio – 21h30
Porto
CASA DA MÚSICA
Av. da Boavista, 604-610. Tel.: 220 120 200´
Clã
14 de maio – 21h30
Música em Dó Menor
Pela Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, sob a direcção musical de Christoph König.
Obras de F. J. Haydn e D. Chostakovitch.
16 de maio – 21h
Mané Fernandes - Bounce Lab | Papanosh
16 de maio – 23h
Eduardo Cardinho & João Barradas Quarteto | Hayden Powell Trio
17 de maio – 21h
Dupplo + Ludovic DJ Set| Miguel Torga Live
17 de maio – 23h
História de Vida
Pela Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, sob a direcção musical de Christoph König. Concerto
comentado por Daniel Moreira.
Programa: Dmitri Chostakovitch Sinfonia nº 4 (excertos).
18 de maio – 12h
Marco Santos Quarteto | Marly Marques Quintet
18 de maio – 21h
Quarteto Ruggeri
Obras de J. Brahms e R. Schumann.
20 de maio – 19h30
Orquestrada
22 de maio – 21h30
Índia
Pela Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música, sob a direcção musical de Garrett Keast.
Obras de C. Debussy, A. Roussel, E. Elgar e C. Koechlin.
24 de maio – 18h
Helena Caspurro: Paluí
24 de maio – 21h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
101 Teclistas para Dª Helena
Maratona de Concertos de Instrumentos de Tecla.
25 de maio – 10h
Ciclo Piano EDP: Evgeni Bozhanov
Obras de F. Chopin, M. Ravel e F. Liszt.
25 de maio – 18h
Quinteto Contraste
27 de maio – 19h30
Rodrigo Leão & Ólafur Arnalds
27 de maio – 21h
Sintra
CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL
Pç. Dr. Francisco Sá Carneiro. Tel.: 219 107 110
Concertos para Bebés - O Primeiro Concerto para Bebés
18 de maio – 10h e 11h30
Ventos de União - A Renascença Musical na Ibéria
25 de maio – 18h
QUINTA DA REGALEIRA
TEL.: 219 106 656
A Magia da Música: Mozart, o Menino Prodígio
Concertos para pais e filhos, dos 3 aos 83 anos.
25 de maio
Torres Novas
TEATRO VIRGÍNIA
Lg. José Lopes dos Santos. Tel.: 249 839 300
Lodo + GroundZero DJ-Set
17 de maio – 23h
tempoEmodo
24 de maio – 23h
Coral Sinfónico de Portugal
25 de maio – 18h
Vila Real
TEATRO DE VILA REAL
Al. de Grasse3. Tel.: 259 320 000
Sequin: Penelope
15 de maio – 23h
Driving Mrs. Satan
17 de maio – 22h
XVI Encontro Mar de Pedra
24 de maio – 21h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Viseu
TEATRO VIRIATO
Lg. Mouzinho de Albuquerque. Tel.: 23 2480 110
Tropa Macaca
14 de maio – 22h
» TEATRO
Almada
TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE
Av. Prof. Egas Moniz. Tel.: 212 739 360
O Retrato de Dorian Gray
De Oscar Wilde. Dramaturgia e encenação de Bruno Bravo. Interpretação de António Mortágua, Carolina Salles,
Paulo Pinto, Ricardo Neves-Neves, Sandra Faleiro.
17 de maio – 21h30
18 de maio – 16h
O Doido e a Morte
Peça de Raul Brandão. Ópera de Alexandre Delgado. Encenação de Rodrigo Francisco. Direcção musical de
Alexandre Delgado. Interpretação de Alberto Quaresma, André Gomes, Maria Frade, Miguel Martins e dos
cantores Carlos Guilherme, Luís Rodrigues, Susana Teixeira.
5ª A SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 16H
23 a 31 de maio
Braga
THEATRO CIRCO
Av. da Liberdade, 697. Tel.: 253 203 800
Um Picasso
Texto de Jeffrey Hatcher. Encenação de Eduardo Tolentino de Araújo. Interpretação de Ana Bustorff e Rui
Madeira.
14 e 16 de maio – 21h30
Os Idiotas
Interpretação de Aldo Lima, José Pedro Gomes, Jorge Mourato e Ricardo Peres.
17 de maio – 21h30
Guarda
TEATRO MUNICIPAL DA GUARDA
R. Batalha Reis, 12. Tel.: 271 205 240
Theta
Sessão Hipnótica pelo Aquilo Teatro.
22, 23 e 24 de maio – 21h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
Leiria
TEATRO JOSÉ LÚCIO DA SILVA
Av. Heróis de Angola. Tel.: 244 834 117
A Rota de Um Crime
Adaptação do romance “O Crime do Padre Amaro” de Eça de Queirós.
17, 18 de maio – 16h
7, 8, 21 e 22 de junho – 16h
5, 6, 19 e 20 de julho – 16h
2 e 3 de agosto
Lisboa
CASA DO ARTISTA - TEATRO ARMANDO CORTEZ
Estrada da Pontinha, 7. Tel.: 217 110 895
Camões, Príncipe dos Poetas
Texto de Carlos Manuel Rodrigues. Encenação de Victor Linhares. Interpretação de Adriana Pereira, Agostinho
Macedo, Ana Freitas, Henrique Macedo, Kim Cachopo, entre outros.
até 1 de junho
D. Quixote
De Miguel de Cervantes. Encenação de Victor Linhares. Interpretação de Agostinho Macedo, Adriana Pereira,
Ana Freitas, Henrique Macedo, Kim Cachopo, entre outros.
4ª E 5ª, ÀS 11H E 15H (ESCOLAS). SÁB. E DOM., ÀS 15H (PÚBLICO)
até 20 de junho
CULTURGEST
Ed. Sede da Caixa Geral de Depósitos. R. Arco do Cego, 1. Tel.: 217 905 155
PANOS – Palcos Novos Palavras Novas
16, 17 e 18 de maio
FUNDAÇÃO JOSÉ SARAMAGO
Casa dos Bicos. R. dos Bacalhoeiros. Tel.: 218 802 040
Memorial do Convento
De José Saramago. Adaptação dramatúrgica de Filomena Oliveira e Miguel Real.Encenação de Filomena
Oliveira. Produção Éter, Produção Cultural.
3ª, ÀS 11H E 15H (ESCOLAS)
até final de junho
MARIA MATOS TEATRO MUNICIPAL
Av. Frei Miguel Contreiras, 52. Tel.: 218 438 800
Actéon Miniature
Pelo TJP ― Centre Dramatique National d’Alsace Strasbourg
16 e 17 de maio – 21h30
Germinal
Por Halory Goerger & Antoine Defoort (Lille).
23 a 24 de maio – 21h30
25 de maio – 19h
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
MUSEU NACIONAL DO TEATRO
Estrada do Lumiar, 10. Tel.: 217 567 410
Em Busca da Pérola do Calor
Espectáculo de teatro infantil (5 aos 12 anos) pelo Grupo Muzumbos - Teatro Infantil Didático. Marcação prévia.
25 de maio – 11h
TEATRO DA TRINDADE
Lg. da Trindade, 7A. Tel.: 213 423 200
Pecados da Gula
Encenação de Marcantonio Del Carlo. Interpretação de Marcantonio Del Carlo, Marta Nunes e Cristovão
Campos.
Espectáculo dirigido a grupos escolares do 11º e 12º anos, sob com reserva prévia.
3ª, 4ª E 6ª, ÀS 10H30
até 30 de maio
8 Mulheres
De Robert Thomas. encenação de Hélder Gamboa. Interpretação de Ângela Pinto, Carmen Santos, Catarina
Mago, Custódia Gallego, Inês Castel-Branco, entre outros.
4ª A SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 18H
até 1 de junho
Worms
Texto e encenação de Rui Neto. Interpretação de São José Correia.
5ª A SÁB., ÀS 21H45; DOM., ÀS 17H
15 de maio a 1 de junho
TEATRO MERIDIONAL
R. do Açúcar, 64. Tel.: 218 689 245
Menos Emergências
De Martin Crimp. Encenação de Ricardo Neves-Neves. Interpretação de Bruno Huca, Catarina Rôlo Salgueiro,
Filomena Cautela, José Leite, Rafael Gomes, entre outros.
4ª A DOM., ÀS 21H
até 18 de maio
TEATRO NACIONAL D. MARIA II
Pç. D. Pedro IV. Tel.: 213 250 800
O Aldrabão
De Plauto. tradução de Luís Vasco, adaptada a partir da tradução francesa de Édouard Sommer. Versão cénica e
encenação de João Mota. Interpretação de Virgílio Castelo, Rui Mendes, João Ricardo, Carlos Vieira de Almeida,
Igor Sampaio, entre outros.
4ª, ÀS 19H; 5ª A SÁB., ÀS 21H; DOM., ÀS 16H
até 25 de maio
FIMFA Lx14: Savanna: A Possible Landscape
Encenação e conceção de Amit Drori. Interpretação de Amit Drori, Gai Sherf, Jérôme Vernez, Laila Bettermann,
Li Lorian.
17 de maio – 21h15
18 de maio – 16h15
TEIA - Leitura de Contos Para a Infância
Textos de Carlos Correia.
18 de maio – 11h30
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
TEATRO TIVOLI BBVA
Av. da Liberdade, 182. Tel.: 213 572 025
As Obras Completas de William Shakespeare em 97 Minutos
De Adam Long, Daniel Singer, Jess Borgeson. Encenação de Juvenal Garcês. Interpretação de André Nunes,
António Machado, Telmo Ramalho.
2ª, ÀS 21H30
40 e Então?
Direcção artísticas de Sónia Aragão. Interpretação de Ana Brito e Cunha, Fernanda Serrano, Maria Henrique.
5ª A SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 16H30
até 1 de junho
TEATRO VILLARET
Av. Fontes Pereira de Melo, 30A. Tel.: 213 538 586
Caixa Forte
De Frederico Pombares, Henrique Dias, Roberto Pereira. Encenação de Henrique Dias. Interpretação de
Fernando Mendes, Carla Andrino, Cristina Areia, Frederico Amaral.
6ª, ÀS 21H30; SÁB., ÀS 16H30 E 21H30; DOM., ÀS 16H30
até 1 de junho
Aldo Lima, Francisco Menezes e Nilton
3ª, ÀS 21H30
até 27 de maio
Golpe de Estado
Espectáculo de stand-up comedy de Carlos Moura, João Cunha e Leandro Morgado.
5ª ÀS 21H30
até 29 de maio
Mafra
PALÁCIO NACIONAL DE MAFRA
Tel.: 261 817550
Memorial do Convento
De José Saramago. Adaptação dramatúrgica de Filomena Oliveira e Miguel Real. Encenação de Filomena
Oliveira. Produção Éter, Produção Cultural.
2ª, 4ª, 5ª E 6ª, ÀS 11H E 15H (ESCOLAS). 1º SÁBADO DO MÊS, ÀS 18H (PÚBLICO EM GERAL)
até final de junho
Olival Basto
CENTRO CULTURAL MALAPOSTA
R. Angola. Tel.: 219 383 100
Isto Não É Uma Praxe
Texto e encenação de Marcantonio Del Carlo. Interpretação de André Nunes, Beatriz Godinho, David Granada,
Joana Martins, Mafalda Banquart, entre outros.
5ª A SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 16H
até 18 de maio
Felizmente há luar!
Teatro infantil com base no texto de Luís de Sttau Monteiro. Encenação de Jorge Estreia.
6ª E SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 16H
até 8 de junho
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
A Bela e o Monstro
De Jeanne-Marie LePrince de Beaumont. Encenação de Miguel Dias. Interpretação de Miguel Dias, Ana Balbi,
Nuno Pires, Bruno Pópulo, Marta Garcês, entre outros.
18 e 25 de maio – 11h
Capitão Miau Miau
Espectáculo para a infância de Jorge Courela. Encenação de Fernando Gomes. Interpretação de Ana
Landum, David Granada, Isabel Ribas, Jorge Estreia, Luís Pacheco.
3ª A 6ª, ÀS 10H30 E 14H30 (ESCOLAS); SÁB., ÀS 16H; DOM., ÀS 11H
até 6 julho
O Farrusco, O Telefone e Eu: A Minha Vida Depois do Divórcio
De Geraldine Aron. Interpretação de Maria Henrique.
3ª E 4ª, ÀS 21H30
20 de maio a 25 de junho
Ponta Delgada
TEATRO MICAELENSE
Lg. S. João. Tel.: 296 308 340
A Vida de Helfimed
23 de maio – 21h30
Porto
MOSTEIRO SÃO BENTO DA VITÓRIA
R. de São Bento da Vitória. Tel.: 223 401 900
Peregrinação
De Fernão Mendes Pinto. Encenação e interpretação de Marcelo Lafontana.
Coprodução Lafontana – Formas Animadas, TNSJ.
até 23 de maio
TEATRO CARLOS ALBERTO
R. das Oliveiras, 43. 223 401 900
Ocidente
De Rémi De Vos. Tradução de Regina Guimarães. Encenação de Victor Hugo Pontes. Interpretação de Maria do
Céu Ribeiro, Pedro Frias. Coprodução Ao Cabo Teatro, As Boas Raparigas, Centro Cultural Vila Flor. Apoio O
Espaço do Tempo.
4ª A SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 16H
até 18 de maio
TEATRO NACIONAL SÃO JOÃO
Pç. da Batalha. Tel.: 223 401 900
Noite de Guerra no Museu do Prado
De Rafael Alberti. Tradução de Mário Barradas. Encenação de José Peixoto. Interpretação de Adriana Moniz,
Anna Eremin, Carlos Malvarez, Elsa Valentim, Jorge Silva, entre outros. coprodução Teatro dos Aloés, TNSJ.
4ª A SÁB., ÀS 21H30; DOM., ÀS 16H
até 18 de maio
Sintra
CENTRO CULTURAL OLGA CADAVAL
Pç. Dr. Francisco Sá Carneiro. Tel.: 219 107 110
Espontâneo - Festival Internacional de Teatro de Improviso
23 a 30 de maio
Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais
QUINTA DA REGALEIRA
TEL.: 219 106 656
Ulisses
A partir da Odisseia de Homero. Pela MUSGO Produção Cultural.
SÁB., ÀS 16H; DOM., ÀS 11H
até 15 de junho
Pedro e Inês na Regaleira
Textos de Fernando Villas Boas. Encenação de Paulo Cintrão. Interpretação de Clemente Samba, Fábio Ferreira,
Flávio Tomé, Joana Lobo, Paulo Cintrão, entre outros. Pela Byfurcação Teatro.
6ª E SÁB., ÀS 22H
até 27 de setembro
Vila Real
TEATRO DE VILA REAL
Al. de Grasse3. Tel.: 259 320 000
Os Idiotas
Interpretação de Aldo Lima, José Pedro Gomes, Jorge Mourato e Ricardo Peres.
16 de maio – 22h
Viseu
TEATRO VIRIATO
Lg. Mouzinho de Albuquerque. Tel.: 23 2480 110
Vissaium
Direção de Maria Gil. Cocriação e Interpretação Graeme Pulleyn, Rafaela Santos e Ana Bento.
5 e 12 de junho – 10h30 e 15h (escolas 2º e 3º ciclo)
14 de junho, 5 e 12 de julho – 17h
Viseu a
Festival de artes protagonizado por muitas pessoas, muitos artistas e que envolve diversas disciplinas artísticas.
24 de maio a 1 de junho

Documentos relacionados