Monta-Cargas - Thyssenkrupp

Сomentários

Transcrição

Monta-Cargas - Thyssenkrupp
TK
Tk Elevadores
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
MONTA-CARGAS
MODELO MH
ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS – MONTA CARGAS MH
1/8
TK
Tk Elevadores
APLICAÇÃO
Transporte vertical de pequenas cargas no âmbito da Industria e do Comércio.
Pode funcionar como:
- Monta - pratos (em bares, pastelarias, restaurantes,...)
- Monta - documentos (em escritórios, bancos,...)
- Monta - livros (em bibliotecas, editoriais, livrarias,...)
- Monta – instrumentos (em clinicas, hospitais,...)
NORMAS
Os monta-cargas deverão cumprir as normas de segurança reconhecidas pela Directiva Máquinas.
CARACTERÍSTICAS MODELO MH
CARGA
MH 50
50 Kg e 100 Kg.
VELOCIDADE
0,35 m/s
CURSO
Eléctrico -
até 35 metros.
Hidráulico –
2:1 ( 2 cabos de suspensão) até 8 metros.
4:1 (1 cabo de suspensão) até 16 metros.
PISOS
até 12 pisos
TIPO DE ACCIONAMENTO
Hidráulico, de acção indirecta com relação diferencial 2:1 ou 4:1.
Cilindro de tracção através de um sistema de roda de desvio situado na parte superior do mesmo.
Possibilidade de válvula de segurança contra rotura de tubagens –opcional.
Central hidráulica compacta formada por um tanque de óleo, grupo motor-bomba e bloco distribuidor com
elementos de segurança e controlo. Dimensões da central hidráulica: 200 x 300 x 420 (L x P x H).
Eléctrico, de funcionamento por aderência com roda de tracção e contrapeso.
Grupo moto - redutor situado na parte superior da caixa.
Caixa redutora de parafuso sem fim e roda de coroa, de baixo nível sonoro, accionado por um motor
eléctrico com sistema de freio.
GUIAMENTO
Através de guias calibradas T40/A segundo ISO 7465
SUSPENSÃO
Hidráulico, com um (4:1) ou com dois (2:1) cabos de 5 mm de diâmetro, composição 6x37+1, carga de
rotura 14.0 KN (1770 N/mm2).
Eléctrico, com dois cabos de 6 mm de diâmetro, composição 6x19+1+1, carga de rotura 23.8 KN (1770
N/mm2).
2/8
TK
Tk Elevadores
ACABAMENTO
Aço Inoxidável: AISI-304, possibilidade de AISI – 316 (uso em restauração).
Chapa Pintada: Pintura epoxi - poliéster de tratamento a quente.
Cor Normalizada: cinzento claro. Textura rugosa.
DIMENSÕES
NORMALIZADAS
NÃO NORMALIZADAS
A, B
H
A, B min.
A, B máx.
H min.
H. máx.
x 50
800
350
700
500
900
A, B
Dimensões Nominais da Cabina
H
Altura Útil da Cabina.
DISPOSIÇÃO DE ACESSOS
Normalizados: Tipos de Montagem de Cabina 1,2,3,4 e 6.
Não Normalizados: Tipos de Montagem de Cabina 7.
A
1
A
B
A
1
A
1
B
B
Montagem 2
2
3
Montagem 6
B
1
Montagem
1
A
2
A
B
B
1
Montagem
A
2 2
B
1
4
Montagem
3
1
5
Montagem 7
PRATELEIRAS INTERMÉDIAS
1 prateleira intermédia amovível como fornecimento Standard.
Qualquer outro número de prateleiras como opcional.
PORTAS DA CABINA
Manuais com dois painéis tipo guilhotina, de abertura vertical - Opcional.
Espaço livre 20 mm. menor que a largura especificada para a cabina.
Altura livre, 50 mm, menor que a altura útil da cabina.
Para todas aquelas disposições de montagem com acessos a 90º (ver figuras 4,5 e 7) correspondem a
portas com vão livre 100 mm menor que a largura especificada para a cabina.
3/8
TK
Tk Elevadores
PORTAS DE PATAMAR
Standard, manuais com dois painéis tipo guilhotina de abertura vertical.
Opcional para portas de batente.
ACABAMENTO
Aço Inoxidável: AISI-304, possibilidade de AISI – 316 (uso em restauração).
Chapa Pintada: Pintura epoxi - poliéster de tratamento a quente.
Cor Normalizada: cinzento claro. Textura rugosa.
DIMENSÕES
Vão livre segundo o tipo de montagem e as dimensões da cabina (Ver Figuras 2, 3, 5 e 6)
Altura livre igual à da altura útil da cabina. (H)
PROTECÇÃO CONTRA O FOGO
Todas as portas de batente são pára-chamas PC60’
Possibilidade de portas de guilhotina pára-chamas PC60’ – Opcional.
No caso de fornecimento em primário, este será ignífugo.
ACCIONAMENTO AUTOMÁTICO
Opcional.
Abertura automática das portas à chegada ao piso. Botão para chamada da cabina e para abertura de porta.
Fecho da porta por pressão no botão do piso onde se encontra situada a cabina.
PORTA DE INSPECÇÃO
Acesso à central hidráulica.
Porta batente de um painel, com desencravamento normalizado.
Dimensões: 500 x 500 mm.
Acabamento normalizado de pintura epoxi-poliéster.
Dimensões mínimas de caixa para sua instalação segundo a Figura 1.
ALIMENTAÇÃO ELÉCTRICA
230 V + 5% trifásico/ monofásico, 50/60 Hz
400 V + Trifásico 50/ 60 Hz
Possibilidade de outras tensões.
CONTROLO
Manobra do tipo automática simples, através de placa de relés, de corrente contínua rectificada a 24 V.
Botoneiras com botões de chamada e envio a todos os pisos de paragem.
Indicadores luminosos de ocupado, de porta aberta e de cabina presente.
Dispositivo acústico de aviso de chegada.
POTÊNCIA
Hidráulico, 230/400 V Trifásico
Hidráulico, 230 V Monofásico
Eléctrico, 230/400 V Trifásico
Eléctrico, 230 V Monofásico
50 Kg
0,55 Kw / 1.7 A
0,75 Kw / 6.3 A
0,37 Kw / 1.2 A
0,37 Kw / 3.1 A
100 Kg
0,75 Kw / 2.1 A
1,10 Kw / 7.1 A
0,55 Kw / 1.8 A
0,55 Kw / 4.5 A
4/8
INSTALAÇÃO
INSTALAÇÃO NA CAIXA
Montagem em paredes de alvenaria ou betão - Standard
Incluído o fornecimento das fixações das guias para uma das paredes da caixa. A parede deve ser em betão
ou tijolo maciço para que as fixações agarrem.
No caso das paredes serem em tijolo normal, deverão estar previstos pelo cliente perfis metálicos
encastrados na caixa, para soldar as fixações das guias. Se a parede é acessível desde o lado posterior,
pode-se atravessar a mesma com pernos de amarração. Poderão ainda ser vendidas ao cliente buchas
químicas para aplicação das fixações em tijolo normal.
Estrutura auto-portante – Opcional
Estrutura de aço pintada em epoxy-poliéster de tratamento a quente resistente à oxidação.
Facilita a instalação e permite o forrar a caixa exteriormente, á posteriori, sem trabalho de alvenaria.
Requer fixação horizontal ao edifício.
INSTALAÇÃO ELÉCTRICA
Botoneiras incorporadas no aro das portas de patamar.
Instalação eléctrica pré montada e pronta para ser ligada, interliga os vários pisos através de tubagens
eléctricas providas de conectores.
INSTALAÇÃO HIDRÁULICA
Fornecimento de toda a canalização e racords necessários para realizar a instalação hidráulica.
No caso de tubagem rígida esta é suficientemente maleável para contornar os cantos se necessário, pelo
que não se fornecem racords a 90º.
CASA DAS MÁQUINAS
Hidráulico: Prevê-se colocar a central hidráulica dentro da caixa no primeiro piso, e ao nível do pavimento. É
imprescindível instalar uma porta de inspecção para facilitar o acesso à central e realizar a manutenção em
segurança. No caso da não aplicação da porta de inspecção, a central deverá situar-se fora da caixa,
indicando a longitude da tubagem necessária 10 m Máx..
Eléctrico: Prevê-se situar a máquina de tracção dentro da caixa, na parte superior sobre duas vigas, no caso
de montagem sobre a parede; é imprescindível instalar uma porta de inspecção para facilitar o acesso à
máquina e realizar a manutenção em segurança.
5/8
TK
Tk Elevadores
Tipo Hidráulico
(MÍN. H/2+100)
(NORMAL. 800)
ALTURA DO
NÍVEL DE CARGA (H 0)
(MÍN. H/2+100)*
(NORMAL. 800)
ALTURA DO
NÍVEL DE CARGA (H 0)
CURSO (R)
CURSO (R) (MÁX. 8000)
RESERVA = 1,5xH + 800
700**
Segundo disposição de acessos, dimensões de cabina, tipo de accionamento e opção de
estrutura auto-portante (ver Figuras 1,2,3).
**500 Semporta
de Inspecção
*800 COM PORTA
DE INSPECÇÃOI
Tipo Eléctrico
Figura 1. Dimensões Mínimas Verticais da Caixa.
6/8
TK
(NORMAL. 2000)
(NORMAL. 500)
H/2 + 100
(NORMAL. 1400)
RESERVA = 1,5xH + 200
(NORMAL. H=800)
ALTURA ÚTIL
DA PORTA (H)
(NORMAL. 600)
(NORMAL. H=800)
H/2 + 200
DIMENSÕES
DA CAIXA
ALTURA ÚTIL
DA PORTA (H)
Tk Elevadores
150
Figura 2. Dimensões da Caixa.
Montágem por Fixação á Parede.
Dimensões
Nominais
da Cabina
Tipos de
Montagem
B
B+225
B+20
A
Dimensões
Úteis
da Cabina
1
55
4,5
75
A
B+20
A
2,3
A
B
Dimensõess
Mínimas
da caixa
A+20
B
A+20
B+20
6
A+40
B
7
A+20
B+20
A+150 B+225
75
1. No caso de portas na cabina, B-100
A+150
2. No caso de portas na cabina, B-200
75 75
75 75
Montagem 1
B
75
55
55
A+40
A+40
55
A+150
Montagem 2-3
Montagem 6
A
50
75
75
B
B+225
B
B-50 (1)
A
B-50 (1)
75 75
75 75
A+150
50
B+225
B
B+225
B
B
A
75
B+225
A
50
75
A-50 (1)
75
50
75
A-100 (2)
A+150
A+150
Montagem 4-5
Montagem 7
75
50
7/8
TK
Tk Elevadores
160
Figura 3. Dimensões da Caixa.
Montagem com Estructura Auto-Portante.
Tipos de
Montagem
B
B+20
A
70
D = B+250
TK
Tk Elevadores
Dimensões
Nominais
da Cabina
1
A
B+20
A+280 B+280
2,3
A+20
B
A+210 B+310
4,5
50
75
75
A
50
Dimensões
Mínimas da Caixa
(C+30)x(D+30)
Dimensões
Úteis
da Cabina
A+20
B+20
A+240 B+280
6
A
B
A+40
B
A+210 B+310
7
A+20
B+20
A+210 B+280
1. No caso de portas na cabina, B-100
C = A+250
2. No caso de portas na cabina, B-200
B
75
45
70
A+40
70
70
A+40
C = A+180
Montagem 2-3
Montagem 6
160
C = A+180
B
D = B+250
A
65 75
B
B-50 (1)
A
B-50 (1)
160
45
70
65 75
D = B+250
A
B
D = B+280
B
B
A
75
D = B+280
160
160
Montagem 1
65 75
A-50 (1)
C = A+210
Montagem 4-5
75
45
65 75
A-100 (2)
75 65
C = A+180
Montagem 7
8/8