MARÇO 20.pmd - Jornal do Bairro Alto

Сomentários

Transcrição

MARÇO 20.pmd - Jornal do Bairro Alto
Jornal do
Deu no Jornal do Bairro Alto - Março
Bairro Alto
1998 - Moradores usam
prefeitura iniciava a pagarrafas de água para divimentação do trecho
minuir conta de luz: dicrítico da avenida, profícil andar pelo Bairro sem
metendo entregar a obra
encontrar uma casa com
em três meses.
garrafas cheias de água so2001 - Bairro protesbre o relógio da luz. Acreta contra instalação
ditava-se que isso reduzia
de torres de celular:
a conta no fim do mês.
uma manifestação conCrendice, dizia a Copel.
tra a instalação das an1999 - Adiada inauguratenas no Bairro reuniu
ção da ponte na J. Verís- Campo da Boiada em 2000. mais de 100 pessoas e
simo: porque a prefeitura de Pinhais
teve cobertura de toda a imprensa da
não havia feito os acessos do outro
cidade.
lado do rio.
2002 - Lojistas embargam obra que
2000 - Av. da Integração vai ganhar
afastava clientes: foi na Alberico Floasfalto no Campo da Boiada: a
res Bueno, onde o Ippuc instalava equi-
Março/2014
2
pamento que restringia estacionamento entre as ruas Rio Guaporé e
Jaguaribe.
2003- Prejuízo e medo com as enchentes de março: o Rio Atuba transbordou com as chuvas de 7 de março.
Cerca de 50 famílias tiveram suas casas alagadas.
2004- Rua Rio Amazonas ganha
antipó - O asfalto é resultado de parceria entre prefeitura e moradores.
2005 Bairro terá segunda maior
escola estadual do Paraná: o governador Roberto Requião veio ao
Bairro para assinar autorização para
a construção da Escola Pilar Maturana, com 7 mil m².
Dia Internacional da Mulher
Na poesia de MBra
Nesse dia 8 de março,
O dia internacional da mulher.
Que uma homenagem a ti faço,
Em forma de poesia e abraço.
Nesse universo cheio de laço,
Numa imagem de seu traço.
Nessa sua história,
De sua trajetória.
Que tem a importância,
De sua relevância.
De conquistas e participação,
De uma mulher em ação.
Onde o papel da mulher,
Na sociedade.
Reivindicando condições,
De humanidade.
Valorizando o seu conceito,
De viver a vida e o seu direito.
São mulheres brasileiras,
Que avançam como guerreiras.
Lutando pela igualdade,
Em seu meio de felicidade.
Onde o emprego e a educação,
Faz parte dessa sua revolução.
São mulheres mobilizadas,
Em todo meio sendo prestigiadas.
São mulheres encantadoras,
De sua missão vencedora.
Mulher que é por definição,
Uma mulher forte em busca de
realização.
Imposto de Renda
“Seus pés em boas mãos”
Pessoa Física e Jurídica. Não deixe pra última hora. Sempre dá encrenca. Ligue agora para o escritório de
contabilidade Vanel’s, que eles fazem pra você com a segurança de um
trabalho profissional. 3367-3806
Boas pizzas
A Pizzaria Trevo está se preparando para comemorar 15 anos de atividades, atendendo ao bom gosto dos
moradores com suas pizzas, calzones
focaccias,massas e agora com sandwiches e porções. Por falar em pizza,
nós aqui não podemos nos queixar. Temos pizzarias de primeira linha como a
D’allagrana, a Top, Don Victório, Salvatoree a tradicionalíssima Allinoro.
O slogan só não é melhor do que o
atendimento no consultório de podologia ali na José Veríssimo, 1233. Trabalho altamente profissional no tratamento dos problemas dos pés, que não
são poucos: unhas encravadas, órteses, pés diabéticos, fissuras, calosidades. Só você sabe onde o calo doi,
vai lá.
Panela velha ...
... todo mundo sabe, é que faz comida boa. Então, se a sua panela velha
furou, soltou o cabo... não jogue fora:
leve na Acácio Ferragens, ali na Oliveira Franco, 1014. Aliás, o Acácio também é mestre em serviços de Marido
de Alguel. Vale a pena uma espiada.
Pintando bem
Aqui no Bairro muita gente já sabe onde encontrar a tinta de qualidade para
pintar sua casa, seu sobrado, sua loja. A Benjamin Moore já é tradicional e agora
está com a direção jovem de Elaine e Henrique, empresários que trazem uma
nova dinâmica para o comércio de tintas na região. Fica no 265 da Albino
Kaminski. Consulte pelo 3077 - 6389. Vale a pena.
Água mineral em casa
Quem precisa não pensa
duas vezes e
liga na Distribuidora de Bebidas Graciosa para ter em casa rapidamente água
mineral das melhores marcas. É só discar 3367-1888 para ter água e outras
bebidas, num trabalho exemplar comandado pelo empresário Rovilho. Se preferir vai lá, na Antonio Cândido Cavalim, 861... atende de segunda a sábado até as 20h e aos domingos até as
16h.
Lugar para sua festa
Procurando um bom local para sua
festa? Vai no Duponto... Salão de
Festas para 100 pessoas, com churrasqueira, salão com palco, freezers,
geladeiras, cozinha, etc, e etc. Pertinho dos Bombeiros, na Av da Integração. Para mais informações e reservas, ligue 3082-0522
ESPAÇO LIVRE
Envie sua opinião filosófica/religiosa para
“Espaço Livre”, [email protected] com
máximo de 1500 caracteres.
Cresce o número de muçulmanos no Brasil
Colaboração de Reginaldo Santos
Uma reportagem da revista “Isto
É” mostra o crescimento do islamismo no Brasil. Enquanto dados oficiais mostram 35.167 muçulmanos, líderes, instituições islâmicas e estudiosos da religião falam em 1,5 milhão
de fiéis. O crescimento é visto também
na quantidade de sheiks que falam
português. Em 2004 eram cinco, hoje
são 15. O número de sheiks nascidos
no Brasil também aumentou, de três
para sete nos últimos dez anos. Crescendo o número de fiéis e de líderes, o
aumento de mesquitas se torna necessário, hoje são 115 delas espalhadas
pelo Brasil, em 2005 eram 70.
A professora de antropologia do
departamento de psicologia social da
Universidade de São Paulo (USP),
Francirosy Ferreira, acredita que o
aumento se dá pela divulgação da
religião em língua portuguesa. “Há
mais líderes falando e ensinando o islã
em português. Isso ajuda no entendimento e divulgação da religião”, disse ela. A língua tem sido o fator principal para a reversão de brasileiros
sem origem muçulmana. No islã todos nascem muçulmanos por isso
quando se falam de novos adeptos eles
não usam a palavra “conversão”, mas
sim “reversão”. Na mesquita em São
Bernardo do Campo (SP), onde está
uma das maiores comunidades islâmicas do país, o sheik Jihad, 48 anos,
fala português fluentemente. Antigamente, explica ele, os líderes religiosos
não eram encorajados a se dedicarem
ao idioma, pois o desejo era retornar
para sua terra natal. Mas hoje esse pensamento tem mudado e eles já pensam
em se estabelecer por aqui.
Além da língua, a facilidade para
se tornar um muçulmano também tem
colaborado para o crescimento deles
no Brasil. A reversão acontece quando
a pessoa diz por três vezes a frase “Não
há Deus senão Alá, e o Profeta Muhammad é seu mensageiro” diante de um
interlocutor. Resumidamente, depois
dessa etapa de confissão a pessoa passa a praticar as cinco orações diárias,
fazer caridade aos mais necessitados,
participar do jejum durante o mês do
Ramadã e se tiver condições financeiras, faz a peregrinação à cidade saudita de Meca. Esse procedimento é tão
simples que o sheik Jihad afirma que
há muitos que se convertem pelo telefone e até mesmo pelo WhatsApp.

Documentos relacionados

Diz-que-disse - Jornal do Bairro Alto

Diz-que-disse - Jornal do Bairro Alto Este dispositivo tem Nudec Bairro Alto está facomo proposta, viabilizendo cadastro de intereszar a integração da cosados através do enderePresidente do Nudec/BA,Marcos Murilo Hosmann, falando sobre...

Leia mais

Diz-que-disse - Jornal do Bairro Alto

Diz-que-disse - Jornal do Bairro Alto Bairro, que elevou algumas esquinas ao nível máximo de perigo, ocasionando acidentes graves, com vítimas fatais, que seriam evitados com a simples colocação de uma placa.

Leia mais

Diz-que-disse - Jornal do Bairro Alto

Diz-que-disse - Jornal do Bairro Alto do paciente. O custo do tratamento também é menor em relação ao do paciente hospitalizado.

Leia mais