Educação para Sustentabilidade - Portal Cultura Ambiental nas

Сomentários

Transcrição

Educação para Sustentabilidade - Portal Cultura Ambiental nas
TETRA PAK E ONG NOOLHAR
Projeto Cultura Ambiental nas Escolas
Oficina – “Educação para Sustentabilidade”
Auditório da SEGELM (onde foi realizada a oficina) – Natal, Rio Grande do Norte (RN)
Educador Ambiental: William Monteiro Rocha
Cidade: Natal (Rio Grande do Norte)
Data: 28 de Novembro
Belém | Dezembro | 2013
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
 Localização: Natal, Rio Grande do Norte. Auditório da Secretaria Municipal de Gestão de
Pessoas, Logística e Modernização Organizacional (SEGELM).
 Atividades realizadas:
- Visita a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB),
articuladora local da oficina;
- Conversa com os Secretários de Meio Ambiente e de Gestão de Pessoas;
- Exposição do projeto Cultura Ambiental nas Escolas;
- Interação com técnicos ambientais, artesãos e professores;
- Idealização de um Roteiro de Práticas Sustentáveis;
- Pratica da reciclagem das embalagens Tetra Pak;
- Entrega dos Kits a cada um dos professores e demais representantes de entidades;
- Rica troca de contatos e idéias ao final da oficina.
2
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
 Descrição da Oficina:
A cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, é conhecida também como a
Cidade do Sol, porque lá o sol brilha intensamente durante o ano todo. Privilegiada por suas
belezas naturais como suas praias, lindas dunas, lagoas e coqueiros, a cidade fica as margens
do Rio Potenji e tem no povo potiguar uma das suas maiores riquezas. Prova disso, foi a
agradável recepção, tal como aceitação e rapidez na articulação que o projeto Cultura
Ambiental nas Escolas teve na cidade.
A oficina foi realizada no dia 28 de Novembro com o apoio e articulação local da
Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB) no auditório da Secretaria
Municipal de Gestão de Pessoas, Logística e Modernização Organizacional (SEGELM), das
13h as 18h e contou com a presença de 45 participantes, dentre eles 30 professores e 11
técnicos da Secretaria municipal de Educação e da Secretaria de Meio ambiente; e 4
artesãos. As atividades da oficina foram divididas da seguinte forma: i) Educação voltada
para sustentabilidade, ii) Apresentação do projeto Cultura Ambiental nas Escolas,
iii)
Idealização de um roteiro de Práticas sustentáveis e iv) Pratica da reciclagem.
A oficina começou pontualmente às 13h e teve como dinâmica inicial a apresentação
dos participantes, pois nesse momento é possível visualizar a origem e o tipo de trabalho
desenvolvido por todos. A apresentação sempre é um momento fundamental, pois é nela
que é possível identificar os participantes mais dispostos a interagir em conversas e
dinâmicas ao longo da oficina. Nessa etapa percebeu-se a participação de várias professoras
e arte-educadoras que estavam sentadas logo à frente no auditório.
Posteriormente a apresentação, foi feita uma breve interação com os participantes
que desconheciam a marca Tetra Pak, mostrando uma caixa de suco e uma de leite (ambas
com embalagem da empresa) e colocando que ela está bem mais presente em nosso dia-adia do que se possa imaginar. Essa etapa é sempre muito interessante, pois algumas pessoas
ficam impressionadas com a importância, presença e preocupação da Tetra Pak para com a
sociedade. Na oficina de Natal, surgiram os seguintes questionamentos logo após esse
momento: “Mas por que a empresa tem um projeto de educação ambiental?” e apontamos
que a resposta viria ao longo da mesma. Após esse momento, foi exposto o vídeo de boasvindas a oficina do Sr. Fernando Von Zuben, que demonstra a preocupação da empresa de
estar próxima aos professores, os reais multiplicadores do projeto. Uma das mensagens
3
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
principais da oficina encontra-se no fato do Projeto Cultura Ambiental nas escolas ser um
rico e prático instrumento pedagógico de base multimídia na propagação e fortalecimento
das premissas de uma educação voltada para a sustentabilidade.
O segundo momento da oficina centrou-se na nomenclatura do projeto e na inserção
da sustentabilidade no cotidiano das pessoas, na escola e na vida dos alunos. O projeto
pretende não apenas discutir e incitar a educação ambiental, e sim, torná-la algo contínuo e
de frequente discussão no ambiente escolar. Nesse momento, foi feito uma reflexão sobre o
que é Cultura e foi solicitado aos participantes que dessem exemplos da cultura local, o que
fosse, um palavreado, uma comida, um ato e etc. Alguns exemplos surgiram e foi consenso
de todos que Cultura, é um conjunto singular de práticas, ideias, comportamentos, símbolos
compartilhados em sociedade. Dessa forma, tornar a temática ambiental uma Cultura, é
necessário um trabalho que fundamentalmente se inicia e se propaga nas escolas. Após tal
reflexão, que contou com a intensa participação dos presentes, fez-se uma dinâmica
distribuindo pedaços de papel para que todos respondessem “Qual o seu papel na Educação
Ambiental?”. O papel que todos utilizaram para redigir as respostas estava grudado a um
folheto informativo em forma de embalagens Tetra Pak, tais respostas poderão ser
encontradas em anexo ao presente relatório.
No quarto momento da oficina, realizou-se um dos momentos mais esperados em
todas as oficinas, a atividade pratica de reciclagem com as embalagens Tetra Pak, fazendo
uso de um liquidificador especial, de telas e das embalagens cortadas pelos próprios
professores. Todos, desde o inicio, perguntavam o porquê de um liquidificador na mesa e
fora explicado que no momento certo o mesmo seria utilizado. Tal momento, além de
integrar e aproximar todos (que literalmente ficaram bem próximos para ver de perto tal
processo) serviu para demonstrar a importância de um descarte adequado das embalagens
Tetra Pak, tal como, sensibilizar os participantes em relação ao que é possível fazer
posteriormente ao processo de reciclagem, onde fora apresentado um outro kit de materiais
que os coordenadores das escolas receberam, que consta de uma variedade de itens e
objetos reciclados provenientes de processos que utilizam as embalagens da Tetra Pak. Esse
é um momento em que todos gostaram muito, pois viram as possibilidades do processo de
reciclagem, tal como a confirmação do que se discutiu ao longo da oficina, ou seja, não
podemos tratar como lixo, algo que pode virar outro produto. Daí a importância de ações e
atividades continuas que insiram no dia-a-dia de alunos, pais e professores uma cultura
4
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
acerca do meio ambiente e da sustentabilidade. Nesse momento, que contou com a
participação da consultora da Tetra Pak Ana Virginia, foi apresentado o portal da Rota de
Reciclagem para que todos pudessem conhecer os pontos de coleta e também divulgar.
Ao longo de uma tarde proveitosa de atividades, a oficina realizada alcançou seu
objetivo de disseminar o projeto e apresentá-lo enquanto uma ferramenta pedagógica
multimídia de aporte as atividades ambientais e de sustentabilidade no âmbito escolar. Nas
varias etapas da oficina, algo que merece ser destacado foi a interação dos participantes,
principalmente dos arte-educadores, com exemplos e novas compreensões, em relação ao
processo de reciclagem, sobretudo ao analisarem o kit de apoio com a telha, canetas e
demais materiais provenientes da reciclagem de embalagens Tetra Pak.
A primeira oficina realizada no nordeste não poderia ter sido melhor. O público
esperado foi superado, a participação durante a mesma foi intensa e contatos posteriores já
foram efetuados, agradecendo pela oficina e inclusive solicitando apoio da Tetra Pak em
relação a instalação de PEV’s na cidade de Natal. O oficina ocorreu dentro do tempo previsto
e ao final da mesma muitas pessoas procuraram saber mais do projeto, sobre o kit o qual o
liquidificador acompanha e principalmente se, caso solicitado, seria possível realizar novas
oficinas em outros espaços, tal como em cidades vizinhas a Natal.
5
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
 Roteiro de Práticas Sustentáveis:
Roteiro 01: Educação Ambiental e Reaproveitamento de Embalagens (Terapia
Ocupacional)
OBJETIVO: Potencializar a reutilização das embalagens tetra pak em objetos de uso utilitário
nos ambientes do trabalho e doméstico
MATERIAL A SER UTILIZADO: Caixas tetra pak vazias e limpas, tesoura, cola quente, tinta
decorativa, barbante, tecido.
OBJETOS A SEREM CONFECCIONADOS: luminárias, pãozeira, lancheiras pra aniversário (datas
comemorativas), marcadores de livro, vasos para jardim suspenso.
PÚBLICO ALVO: Escolas, conselhos comunitários, associação de moradores, população nativa
de praia.
VALOR ESTIMADO: R$ 80,00 – valor unitário do produto final.
NÚMERO DE PESSOAS BENEFICIADAS POR OFICINA: 50
DURAÇÃO: 10 dias
AVALIAÇÃO: Produto comercializado e o lucro garantido – podendo alcançar mais de
1,000%.
EQUIPE:
Candice Macêdo
Franciléa Claudia
Mônica Fialho
Edymar Pessoa
6
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
Roteiro 02: Lar Doce Sustentabilidade
OBJETIVO: Desenvolver junto às diversas comunidades, a possibilidade de trabalhar a
reciclagem e reaproveitamento de um modo geral, a ‘construção’ de uma renda para donas
de casa e afins, trabalhando a semântica da semântica da sustentabilidade.
JUSTIFICATIVA: Num pensamento de super-população e da produção exacerbada de
resíduos sólidos, encontrar na reciclagem uma força motriz de conscientização e de captação
de recursos com ações artesanais.
METODOLOGIA: Mobilização da comunidade alvo (escolas, igrejas, etc.), utilizando-se de
veículos de marketing e comunicação como um todo, tendo em vista que a mulher do lar
não só lida diretamente com os resíduos, como tem sua relevância como educadora e
multiplicadora.
PRÁTICA: Realizações de oficina prática e expositiva, realizada uma vez por semana, no
período de um mês. Chamamos de quatro ações:
Ação 1: Trazer à conscientização a partir de vídeos e palestras, recontextualizando e
inserindo as demandas e as necessidades à realidade dessa dona de casa. Capacitando-a
como força atuante na conservação do meio ambiente.
Ação 2: Vídeos sobre tipos de ‘matérias primas’ possíveis para a realização do trabalho. Com
a voz agora a dona de casa passa a discutir quais matérias ela alcança e prefere utilizar.
Tarefa: trazer para ação 3 materiais selecionados por elas
Ação 3: Junto aos oficineiros, aprender a praticar métodos e técnicas artesanais na
transformação/fabricação dos resíduos em outros produtos, como bolsas, bonecas, cestas e
objetos nos mais variados perfis.
Ação 4: Exposição dos trabalhados. E uma palestra com o apoio do SEBRAE sobre
empreendedorismo individual, para comercialização destes produtos.
7
RELATÓRIO DE OFICINA
Cultura Ambiental nas Escolas – Tetra Pak e Ong NOOlhar
Dezembro – 2013
Roteiro 03: Oléo Reciclado para a geração de Renda e Emprego: Sustentabilidade de uma
Comunidade
Trabalhamos com as comunidades carentes, são seis comunidades, com grupo de 15
mulheres (cada). Onde as mulheres são público alvo, algumas catadoras de lixo aonde
colhemos o óleo nos buffets, hotéis, restaurantes, evitando poluir o meio ambiente, onde o
óleo quando jogado fora no esgoto, entupindo, causando insetos, barata, escorpião, etc,
prejudicando o meio ambiente, e junto com o centro de controle de zoonose, com palestras
e conscientização da importância da reciclagem! Coordenação de divisão de educação e
saúde, evitando assim a proliferação de muitas zoonoses (leptospirose), picadas de
escorpião, etc. Com palestras em escola e comunidades em geral.
Roteiro 04: Estimular a Educação Ambiental
JUSTIFICATIVA:O projeto tem a finalidade de reunir as comunidades de vários bairros de
natal, para trocar estratégias de sensibilização para uma educação ambiental. Visto que o
ambiente sofre degradações, provocadas pelo homem, e assim, participando do enlace de
forças, compreensão e comprometimento, poderemos ter a garantia de uma qualidade de
vida melhor a todos.
OBJETIVO: Sensibilizar a comunidade para a educação ambiental. Esclarecer e promover a
sustentabilidade.
METODOLOGIA: Visitar e questionar aos moradores as questões do bairro com relação a
preservação e conservação ambiental.
EQUIPE:
GRAÇA MOURA
ROSILDA LENIERE LISBOA
EDITE MARTA DOS SANTOS
FRANCISCO MOURA DOS SANTOS
8

Documentos relacionados

Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas

Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas Educação para Sustentabilidade Projeto Cultura Ambiental nas Escolas Oficina

Leia mais

Educação para Sustentabilidade - Portal Cultura Ambiental nas

Educação para Sustentabilidade - Portal Cultura Ambiental nas participantes da oficina e nesse momento foi possível visualizar a origem e o tipo de trabalho desenvolvido por todos. Posteriormente a apresentação, foi feita uma breve interação com os participan...

Leia mais

Educação para Sustentabilidade - Portal Cultura Ambiental nas

Educação para Sustentabilidade - Portal Cultura Ambiental nas “Acreditar que pequenas mudanças em nossas ações diárias, fazem a diferença” “Buscar trabalhar para uma melhor qualidade de vida das pessoas” “O meu papel é repensar e redirecionar cotidianamente e...

Leia mais

Tetra Pak Projeto Cultura Ambiental nas Escolas – Educação para

Tetra Pak Projeto Cultura Ambiental nas Escolas – Educação para ocupação e assegurar a sustentabilidade no uso dos recursos naturais. Na APA do Rio Negro, por sua vez, estão localizadas cerca de 13 comunidades distribuídas ao longo da mesma. No caso do presente...

Leia mais