os festivais da lua cheia

Сomentários

Transcrição

os festivais da lua cheia
OS FESTIVAIS DA LUA CHEIA
Uma das Grandes Funções da Fraternidade Branca, realizada com muito
Amor por estes Grandes Seres de Luz, é o “Derramar” de Energias Divinas
sobre o Planeta Terra diariamente, e isto ocorre com muito mais intensidade
nos períodos dos Festivais.
As Energias do Pai chegam à Terra, e através do Senhor do Mundo esta
Luz se “espalha” por toda a Hierarquia chegando até os seres humanos,
fazendo com que cada um de nós possa ser “lavado” e elevado em direção à
“CASA DO PAI”.
A Luz que vem dos Senhores Hélios e Vesta é tão Poderosa, que
necessita ser adaptada por toda a Hierarquia e em última instância, pelo nosso
Sagrado Cristo Interno onde é adequada à condição vibratória de cada ser
humano.
Estes derramamentos de Amor ocorrem em todos os períodos de Lua
Cheia.
É a meditação, através do direcionamento do pensamento, feita de modo
grupal ou individual no momento do plenilúnio, que propicia a captação e
absorção dessas Energias. Captamos o máximo de Luz que conseguimos
“arquivar” em nossos corpos materiais.
Com a meditação o homem abre na consciência um canal por onde recebe
e expande a Luz para si mesmo, para as pessoas à sua volta e para todo o
planeta.
Isso acontece desde o início das idades com o nome de Festivais
Espirituais ou Festivais Religiosos, e cada vez mais serão percebidos nos
novos tempos que advirão.
Os Três Grandes Festivais representam as Três Virtudes Divinas, do Amor,
Sabedoria e Poder e são os Três Aspectos de Manifestação Divina. Os
Festivais menores, expressam os outros Atributos de Deus.
Os Três Grandes Festivais ocorrem durante as luas cheias de Áries
(Festival da Páscoa), de Touro (Wesak) e de Gêmeos (Asala), onde toda a
Fraternidade de Luz tem participação.
1
FESTIVAL DE PÁSCOA
O primeiro dos Três Grandes Festivais é o da Lua Cheia de Abril, no signo
de Áries, denominado Festival da Páscoa.
Segundo Alice Bailey, este é o Festival do Cristo vivente, ressuscitado, o
Instrutor dos homens e o Guia Espiritual. É a expressão do Amor de Deus. É o
grande Festival Cristão do Ocidente.
O Senhor Cristo é reconhecido como o ponto focal para a recepção das
Energias liberadas por Shamballa. As Forças liberadas pela Fraternidade
Branca durante a Páscoa são as Forças da Restauração, que são emitidas da
Mente de Deus e estão ligadas ao princípio da “Inteligência Ativa da Natureza
Divina” estimulando o intelecto humano. Esta Energia é de natureza Criadora e
contém a “Vida que produz o nascimento da forma”, que permite aos seres
humanos pensar, planejar e atuar no mundo físico. Este estímulo desperta a
mente dos homens para que empreendam as ações inteligentes. O objetivo é
reconstruir uma nova Terra e estimular cada vez mais o florescimento da
inteligência, permitindo ao novo homem trabalhar livremente o plano mental em
direção ao “Cristo” em cada um, possibilitando à humanidade, crescer em sua
totalidade.
Durante os Festivais deve haver uma purificação dos corpos inferiores do
homem, a busca da manutenção de um nível elevado de pensamentos e
emoções para que a captação dessas Energias possa ocorrer abundantemente,
restaurando cada um individualmente e o grupo como um todo.
Como já sabemos, cada grupo orientado pela Fraternidade Branca tem
uma tônica de trabalho. Para a construção e manutenção da nossa Egrégora
Grupal, devemos seguir as orientações que constantemente temos recebido
dos nossos Instrutores Grupais.
Que cada um, medite sobre esses ensinamentos de grande valor!
2
FESTIVAL DE WESAK
O segundo dos três mais importantes Festivais de Lua Cheia é o referente
ao Signo de Touro, conhecido dos movimentos esotéricos como Festival de
Wesak. É O GRANDE FESTIVAL DO BUDDHA.
Wesak é uma palavra sânscrita que significa maio e, pelo que sabemos,
todos os acontecimentos decisivos na vida do Senhor Gautama ocorreram no
mês de maio.
O Senhor Gautama é o grande intermediário entre: a Luz Divina,
Shamballa e a Humanidade.
O Festival de Wesak é celebrado pelo nosso “Cristo Planetário”. O ponto
máximo da celebração ocorre quando o Senhor Gautama como Senhor do
Mundo, derrama sobre a humanidade a qual chamamos Raça dos Homens,
Suas Energias Divinas que descem através do Senhor Cristo e da Hierarquia
Planetária. É O GRANDE FESTIVAL DO ORIENTE.
O Festival de Wesak marca para a Humanidade uma busca consciente
pelo alinhamento dos corpos inferiores com a Hierarquia. Ocorre na verdade,
um alinhamento com os corpos superiores. Traz para a humanidade a
oportunidade do encontro com um caminho espiritual que levará o ser humano
ao encontro do seu EU Superior, a volta à Unidade de Deus e através do Corpo
Crístico, o retorno definitivo à sua Presença Divina. Isto é representado na
Bíblia pela volta do filho pródigo ao “Lar”, o retorno à Casa do Pai.
No momento culminante do Festival, durante o Plenilúnio (momento
máximo da Lua Cheia), devemos manter a mente ativamente ligada aos
mundos superiores, contemplando os Céus, de onde o Senhor Buddha desce
até aos planos mais inferiores (dos Céus), derramando Suas Poderosas
Forças de Amor sobre os humanos, ao ser evocado pelo CRISTO. Neste
momento, o Senhor Gautama coloca-se como intermediário entre o homem
comum e a Casa do Pai, dando assim oportunidade para um grande
crescimento pessoal.
Tudo isso é muito importante para os que já estão com o pé na Senda e
para aqueles que estão em busca do Caminho.
Nos escritos esotéricos encontra-se a descrição do festival de Wesak que
se segue: O Cristo empunha o Cetro do Poder deixado pelo Senhor Sanat
Kumara (que ocupou o cargo de Rei do Mundo antes do Senhor Gautama),
invocando a Divina Presença do Buddha que neste momento, torna-Se visível
para todos aqueles que chegaram a um nível vibratório compatível. Então o
3
Senhor Buddha, juntamente com o Cristo e a Hierarquia, derramam o máximo
de Energias de Sabedoria, Poder e Amor, envolvendo todo o planeta Terra e
todo o ser vivente. Neste momento, ocorre um alinhamento da Humanidade
com a Hierarquia e com Shamballa. *
O derramar intenso da Luz Dourada**, atua com as Forças da Iluminação
que emanam da Mente de Deus na consciência do ser humano, através do
Cristo Pessoal, podendo fortalecer grandemente as pessoas que buscam servir
aos seus semelhantes. Esta Luz de Sabedoria é fortemente representada pelo
Cristo e pelo Buda.
Nos é dito que as Forças da Iluminação iniciarão a nova educação mundial
atuando nos grande movimentos educativos, como mudanças de valores
decorrentes do trabalho dos meios de comunicação com as massas. Todas as
pessoas que trabalham com a comunicação de qualquer tipo, inclusive
literatura, são influenciados pelas Forças que afluem às mentes dos homens.
Os efeitos não são tão evidentes no plano da matéria, mas os homens e esses
movimentos são hoje os receptores das Energias da Iluminação e poderão
canalizá-las e dirigi-las, influenciando as massas por toda parte.
Beneficiar-se corretamente dessas Energias é fortalecer-se na Vontade e
na Determinação, que não admitem derrotas ou fracassos. É realizar a
caminhada alicerçado no Amor e Sabedoria de qualificações mentais e morais,
alcançando a clareza mental e expandindo a inteligência criadora, que conduz à
revelação do espírito e à Centelha da Divindade no homem. O “Anjo Solar”
revelado em cada ser humano.
Mestre Djwall Khull, com seus ensinamentos, tem trabalhado para o
reaparecimento do Cristo, na humanidade e individualizado, como Avatar da 7a
Raça. Estes ensinamentos, com a expansão de Luz que os acompanham,
estão relacionados ao Festival de Wesak, o ponto culminante de todo este
trabalho que é aguardado ardentemente por todos os que atuam para a
realização deste grande acontecimento que é: A Vinda do Cristo.
Segundo o Senhor D. K. por volta de 1966 teve início um período de
grande importância para as Manifestações do Cristo que estão ocorrendo em
todos os planos materiais, instruindo toda a humanidade no Amor e Unidade do
Pai.
*Os Mestres e a Senda – C. W. Leadbeather.
** Ao ser emanada do Senhor Gautama através do Cristo e da Hierarquia, é percebida
pelos clarividentes como se fosse chuva de pétalas de flores caindo sobre a
humanidade , atuando com as Forças da Iluminação.
4
A aparição do Cristo deu-se durante a celebração do Festival de Wesak, e
nos é dito, que o Senhor Buddha pronunciou um Mantram que liberou toda a
Força possível para a ocorrência dessa Manifestação. Para nós esta data
corresponde ao dia 03/06/92.
A tônica da atuação do Cristo é o Amor e a Unidade, representando todo
homem no planeta Terra. Devemos todos nos ligar à esta Corrente de Luz.
Dizem que todos os que têm trabalhado para purificar os corpos inferiores,
reconhecerão o Filho de Deus como fruto de desenvolvimento do eu inferior e
que esta percepção ocorre através da aura.
Devemos nos ligar a estas Energias porque a atuação do Amor do Cristo
possibilita que através do trabalho com o corpo emocional conseguimos
transformar nossos desejos em Vontade Divina, porque o Amor do Pai é a
maior força regeneradora do plano material e de tudo o que faz parte deste
plano.
FESTIVAL DE ASALA
O terceiro e último dos grandes Festivais da Lua Cheia é o de Asala, que
significa junho, o mês em que o Senhor Buddha pronunciou um notável sermão
aos Seus discípulos anunciando o descobrimento da Verdade.
Neste sermão Ele falou das Verdades Divinas e das dificuldades do
caminhar do ser humano.
O Festival de Asala é a Festa da Humanidade, também conhecido como
Festival da Boa Vontade, expressando a Vontade do Pai.
Segundo Alice Bailey, esta é a festa do espírito da humanidade que anseia
por se aproximar mais de Deus, procurando harmonizar-se com a Vontade
Divina. Esta harmonia se dará quando a Natureza Divina prevalecer sobre a
natureza humana e o homem então, reconhecendo-a em si, se entregará de
coração a esta Consciência verdadeiramente harmônica dentro do plano
material.
Asala representa esta Unidade humana-divina, que é o resultado do
trabalho constante do Buddha e do Cristo sobre a consciência humana.
O novo mundo que surgirá como fruto dessa reconstrução planetária
fazendo uso das Forças da Restauração, de Reconstrução e de Iluminação,
5
expressará a Luz, o Amor e o Conhecimento de Deus, numa revelação
crescente da natureza do aspecto Vontade Divina como parte do Propósito do
Senhor do Mundo.
Cabe à humanidade trabalhar eficiente e inteligentemente o processo de
reconstrução e reestruturação, e reedificando o novo mundo, os homens
sentirão necessidade de viver unidos por esforços mútuos, por vontade de
servir. Estas bases já estão sendo vividas pelos idealistas e defensores do
ecossistema, entendendo que a Terra é um organismo vivo e em evolução.
A vontade de agir conduzirá as pessoas a construírem um mundo novo
muito mais harmonioso e feliz. A vontade de colaborar crescerá
incessantemente e a correta forma de relacionamento humano com o tempo se
instalará.
O conhecimento é o primeiro passo para a Sabedoria e já vem sendo
semeado e disseminado como os conhecimentos reveladores. Chegará o dia
em que o homem comum acreditará no EU REAL existente em todos os seres.
A vontade de organizar levará o homem a reorganizar o planeta para que ele
volte a ser uma Estrela de Liberdade.
Em todas estas orientações estão as funções de todas as Chamas ou
Aspectos de Deus.
As energias da Vontade e Poder e da Ordem e Organização chegam à
humanidade pelas invocações, apelos e decretos, não esquecendo que há um
decreto para este fim - A Grande Invocação. Estas energias ajudarão ao
homem a “murar a porta onde mora o mal”, elevando o nível da consciência em
direção à Cristicidade. No momento do Festival há grandes oportunidades de
captação de energias que propiciarão a elevação emocional do homem.
Segundo Alice Bailey, o Festival ocorre durante 3 dias:
Primeiro dia- A motivação do Amor em seu sentido mais sublime, livre do
sentimento da emoção e do desejo de ser amado. Amor compreensivo que atua
com firmeza e decisão e que trabalha para o todo.
Segundo dia- A motivação da Ressurreição, o novo tipo de vida, a Consciência
do Cristo Vivo realizada em nós, renovando, para que possamos viver em
plenitude.
6
Terceiro dia- A motivação da União; uma relação mais íntima entre todos os
homens de Boa Vontade.
Que cada um esteja atento a toda esta oportunidade de realmente evoluir e se
tornar um Ser de Amor e Luz!
Fontes de Consulta: Festivais Religiosos da Nova Era “Santuário Mata Ki Te
Rangui” - Orientações dos Mestres para a nossa Egrégora.
7

Documentos relacionados