Franco da Rocha

Сomentários

Transcrição

Franco da Rocha
RELATÓRIO DE ANÁLISE:
FRANCO DA ROCHA 10/03/2016
ÍNDICE:
I. CÓDIGO ÚNICO DO RELATÓRIO; .................................................................................................. 3
II. INFORMAÇÕES SOBRE O DECRETO DE CALAMIDADE PÚBLICA OU SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA; .. 3
III. DESCRIÇÃO DETALHADA DO EVENTO, INCLUINDO MAPA GEOELÉTRICO E DIAGRAMA UNIFILAR
DA REGIÃO AFETADA; .................................................................................................................... 6
IV. DESCRIÇÃO DOS DANOS CAUSADOS AO SISTEMA ELÉTRICO, INCLUINDO A RELAÇÃO DOS
EQUIPAMENTOS DANIFICADOS E SUA IMPORTÂNCIA PARA O SISTEMA; ......................................... 9
V. RELATO TÉCNICO SOBRE A INTERVENÇÃO REALIZADA COM AS AÇÕES DA DISTRIBUIDORA PARA
RESTABELECIMENTO DO SISTEMA, INCLUINDO O CONTINGENTE DE TÉCNICOS UTILIZADOS NOS
SERVIÇOS; ...................................................................................................................................... 9
VI. TEMPO MÉDO DE PREPARAÇÃO, DE DESLOCAMENTO E DE EXECUÇÃO DAS EQUIPES; ................ 9
VII. NÚMERO DE UNIDADES CONSUMIDORAS ATINGIDAS; ............................................................. 9
VIII. MUNICÍPIO(S) ATINGIDO(S); .................................................................................................... 9
IX. SUBESTAÇÃO(ÕES) ATINGIDA(S); ............................................................................................... 9
X. QUANTIDADE DE INTERRUPÇÕES ASSOCIADAS AO EVENTO; ....................................................... 9
XI. DATA E HORA DO INÍCIO DA PRIMEIRA INTERRUPÇÃO;.............................................................. 9
XII. DATA E HORA DO TÉRMINO DA ÚLTIMA INTERRUPÇÃO; ......................................................... 10
XIII. MÉDIA DA DURAÇÃO DAS INTERRUPÇÕES; ............................................................................ 10
XIV. DURAÇÃO DA INTERRUPÇÃO MAIS LONGA;........................................................................... 10
XV. SOMA DO CHI DAS INTERRUPÇÕES ASSOCIADAS AO EVENTO; ................................................ 10
XVI. REGISTROS DIVERSOS QUE EVIDENCIEM A CLASSIFICAÇÃO DAS INTERRUPÇÕES NO INCISO III
DO ITEM 5.6.2.2, PERMITINDO IDENTIFICAR A CAUSA, A ABRANGÊNCIA E OS DANOS CAUSADOS
PELO EVENTO À REDE E ÀS ÁREAS ATINGIDAS, COMO IMAGENS FOTOGRÁFICAS, BOLETINS
METEOROLÓGICOS E MATÉRIAS JORNALÍSTICAS........................................................................... 10
2
i. Código único do relatório;
03102016_Franco_da_Rocha
ii. Informações sobre o Decreto de Calamidade Pública ou Situação de
Emergência;
3
4
5
iii. Descrição detalhada do evento, incluindo mapa geoelétrico e diagrama
unifilar da região afetada;
Na noite do dia 10 e na madrugada do dia 11/03/2016 ocorreu forte temporal na região da
grande São Paulo que afetou localidades na área de concessão da Elektro, causando diversos danos
aos municípios afetados deixando um saldo de 20 mortes e 5 desaparecidos (figura 1 do item XVI)
As principais cidades atingidas foram Franco da Rocha (figura 5 do item XVI), Francisco
Morato, Caieiras, Mairiporã, Atibaia e Santa Isabel. Nesses municípios ocorreram inundações,
quedas de barreiras, deslizamentos de terras, quedas de pontes e quedas de vegetação de grande
porte sobre os acessos e sobre a rede de distribuição de energia elétrica.
Segundo o INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – essas áreas “[....] foram
atingidas por um evento de tempo severo causado pela atuação de uma Zona de Convergência de
Umidade associada com a passagem de uma Frente Fria. Estes sistemas ocasionaram a formação de
um Sistema Convectivo de Mesoescala sobre a área de interesse, que foi abastecido por elevados
valores de Água Precipitável, apresentando um quadro estacionário pela presença da Serra da
Cantareira, a qual agiu como uma barreira ao deslocamento deste sistema e favoreceu a ocorrência de
chuvas torrenciais com acumulados muito elevados num curto período de tempo (09 horas) [....]”.– folha
20 do relatório de análise emitido pelo INPE.
Ainda segundo o INPE “[....]Esta situação favoreceu a ocorrência de enxurradas, alagamentos
e enchentes. Portanto, este evento de tempo severo pode ser classificado como desastre natural [....]”–
folha 20 do relatório de análise emitido pelo INPE.
Além do temporal que causou diversos impactos nas zonas urbanas e rurais dos municípios
atingidos, a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) efetuou abertura
das comportas da represa do sistema Cantareira situada em Mairiporã, ocasionando inundações
significativas nas cidades de Mairiporã, Franco da Rocha, Francisco Morato e Caieiras (Figura 1 do
item XVI).
Especificamente na localidade de Franco da Rocha o INPE informou que uma das estações
meteorológicas situadas no município registraram 147,8 mm de chuvas no período do temporal
(figura 2 do item XVI). No final da noite do dia 10 e durante a madrugada do dia 11/03 as equipes de
atendimento que foram acionadas não conseguiram se locomover na cidade devido a vários pontos
de inundação, sendo que muitos desses impediam inclusive a entrada e saída da localidade. Esse
fato foi decisivo para o impedimento de atuação imediata no restabelecimento do sistema elétrico,
pois as equipes sequer conseguiam chegar até a base da Elektro. Maiores detalhes sobre a
impossibilidade de atuação imediata em cada ocorrência onde se caracterizou Interrupção em
Situação de Emergência estão inseridos abaixo.
6
Ocorrência 2016-256600
Essa ocorrência foi no Bairro Mato Dentro e teve inicio no dia 10/03/2016 ás 23h19min. . A atuação
imediata foi impossibilitada devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia 10/03 que
deixou todas as entradas e saídas do município obstruídas por alagamentos e deslizamentos de
terra. As equipes não conseguiam sequer chegar até a base da Elektro. A situação se agravou ainda
mais após a abertura da comporta da represa situada no município de Mairiporã.
O atendimento à ocorrência só foi possível após o recuo das águas que impediram o acesso (figura 3
do item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 4 do item XVI.
Ocorrência 2016-256085
Essa ocorrência teve inicio no dia 10/03/2016 ás 19h57min. A atuação imediata foi impossibilitada
devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia 10/03 que deixou todas as entradas e
saídas do município obstruídas por alagamentos e deslizamentos de terra. As equipes não
conseguiam sequer chegar até a base da Elektro. A situação se agravou ainda mais após a abertura
da comporta da represa situada no município de Mairiporã
A ocorrência foi no centro de Franco da Rocha, onde estava a maior concentração de alagamento
(figura 5 do item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 6 do item XVI.
Ocorrência 2016-256304
Essa ocorrência foi no Bairro Pretória e teve inicio no dia 10/03/2016 ás 21h32min. A atuação
imediata foi impossibilitada devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia 10/03 que
deixou todas as entradas e saídas do município obstruídas por alagamentos e deslizamentos de
terra. As equipes não conseguiam sequer chegar até a base da Elektro. A situação se agravou ainda
mais após a abertura da comporta da represa situada no município de Mairiporã.
Além dos alagamentos provocados pela chuva na localidade, o acesso para atendimento dessa
ocorrência estava impedido por deslizamento de terra. Foi necessário aguardar reparos nas estradas
e aguardar as aguas baixarem (figura 7 do item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 8 do item XVI.
Ocorrência 2016-256415
Essa ocorrência foi no Bairro Vila Ramos e teve inicio no dia 10/03/2016 ás 22h49min. A atuação
imediata foi impossibilitada devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia 10/03 que
deixou todas as entradas e saídas do município obstruídas por alagamentos e deslizamentos de
terra. As equipes não conseguiam sequer chegar até a base da Elektro. A situação se agravou ainda
mais após a abertura da comporta da represa situada no município de Mairiporã.
Os alagamentos do centro da cidade impediram totalmente o acesso a essa ocorrência (figura 9 do
item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 10 do item XVI.
Ocorrência 2016-256207
Essa ocorrência foi no Bairro Jardim Cruzeiro e teve inicio no dia 10/03/2016 ás 20h40min. A atuação
imediata foi impossibilitada devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia 10/03 que
deixou todas as entradas e saídas do município obstruídas por alagamentos e deslizamentos de
terra. As equipes não conseguiam sequer chegar até a base da Elektro.
Só há uma via de acesso ao local que esta estava completamente alagada, impedindo que a equipe
chegasse no local do defeito (figura 11 do item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 12 do item XVI.
7
Ocorrência 2016-256533
Essa ocorrência atingiu o bairro Serra dos Cristais, tendo inicio no dia 10/03/2016 ás 23h58min. A
atuação imediata foi impossibilitada devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia 10/03
que deixou todas as entradas e saídas do município obstruídas por alagamentos e deslizamentos de
terra. As equipes não conseguiam sequer chegar até a base da Elektro.
O atendimento à ocorrência só foi possível após o recuo das águas que impediram o acesso (figura
13 do item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 15 do item XVI.
Ocorrência 2016-256126
Essa ocorrência atingiu o bairro Sete Voltas, tendo inicio no dia 10/03/2016 ás 20h12min.
A atuação imediata foi impossibilitada devido ao temporal que caiu sobre a cidade na noite do dia
10/03 que deixou todas as entradas e saídas do município obstruídas por alagamentos e
deslizamentos de terra. As equipes não conseguiam sequer chegar até a base da Elektro.
O atendimento à ocorrência só foi possível após o recuo das águas que impediram o acesso (figura
14 do item XVI).
O mapa geoelétrico e diagrama unifilar estão na figura 15 do item XVI.
8
iv. Descrição dos danos causados ao sistema elétrico, incluindo a relação
dos equipamentos danificados e sua importância para o sistema;
Os maiores danos causados ao sistema elétrico foram quedas de postes e vegetação devido
deslizamentos, cabos partidos e transformadores queimados, todos estes ativos são imprescindíveis
para o funcionamento do sistema. Foram usados 5 transformadores, 5 postes e 500kg de cabo
v. Relato técnico sobre a intervenção realizada com as ações da
distribuidora para restabelecimento do sistema, incluindo o contingente
de técnicos utilizados nos serviços;
No restabelecimento do sistema foi usado todo o recurso do Núcleo Operacional Cantareira, sendo
este composto por equipes de campo no atendimento das ocorrências e inspetores de rede na
viabilidade de quantidade de recurso e matérias necessários. Também foram utilizadas equipes de
outras regiões para agilizar o atendimento das ocorrências. Em vários locais foi necessário aguardar
o nível das águas baixar e / ou aguardar a limpeza das vias de acesso para efetuar o atendimento às
ocorrências.
Nas localidades de Caieiras, Franco da Rocha e Francisco Morato foram mobilizados 38 eletricistas e
2 Inspetores de rede, sendo 12 equipes pesadas e 7 leves.
vi. Tempo médo de preparação, de deslocamento e de execução das
equipes;
Preparação: 14,17 horas;
Deslocamento: 1,59 horas;
Execução: 15,01 horas.
vii. Número de unidades consumidoras atingidas;
1.910
viii. Município(s) atingido(s);
Franco da Rocha
ix. Subestação(ões) atingida(s);
Franco da Rocha e Francisco Morato
x. Quantidade de interrupções associadas ao evento;
7
xi. Data e hora do início da primeira interrupção;
10/03/2016 19h57min
9
xii. Data e hora do término da última interrupção;
13/03/2016 12h20min
xiii. Média da duração das interrupções;
30,77 horas
xiv. Duração da interrupção mais longa;
61,02 horas
xv. Soma do CHI das interrupções associadas ao evento;
37.154
xvi. Registros diversos que evidenciem a classificação das interrupções
no inciso iii do item 5.6.2.2, permitindo identificar a causa, a abrangência
e os danos causados pelo evento à rede e às áreas atingidas, como
imagens fotográficas, boletins meteorológicos e matérias jornalísticas.
10
11
12
Figura 1 – Reportagem sobre o assunto
Fonte: http://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,deslizamentos-deixam-mortos-na-grandesp,10000020652
Consultado em:18/03/2016
13
Figura 2 – Precipitação acumulada de 10/03 20h até 11/03 04h
Fonte: folha 18 do relatório de análise emitido pelo INPE.
Figura 3 – Impedimento de acesso(foto tirada por colaborador em 11/03/2016) – OC. 2016-256600
14
Figura 4 – Mapa Geoelétrico e diagrama unifilar – OC. 2016-256600
Figura 5 – Foto aérea – dia 11/03/2016 – OC. 2016-256085
15
Figura 6 – Mapa Geoelétrico e diagrama unifilar – OC. 2016-256085
16
Figura 7 – Impedimento de acesso (foto tirada por colaborador em 11/03/2016) – OC. 2016-256304
17
Figura 8 – Mapa Geoelétrico e diagrama – OC. 2016-256304
Figura 9 – Impedimento de acesso (foto tirada por colaborador em 11/03/2016) – OC 2016-256415
18
Figura 10 – Mapa Geoelétrico e diagrama unifilar – OC 2016-256415
Figura 11 – Impedimento de acesso (foto tirada por colaborador em 11/03/2016) – OC. 2016-256207
19
Figura 12 – Mapa Geoelétrico e diagrama unifilar – OC. 2016-256207
Figura 13 – Impedimento de acesso(foto tirada por colaborador em 11/03/2016) – OC. 2016-256533
20
Figura 14 – Impedimento de acesso(foto tirada por colaborador em 11/03/2016) – OC. 2016-256126
Figura 15 – Mapa Geoelétrico e diagrama unifilar – OC´s. 2016-256533 e 2016-256126
21
Figura 22 – Reportagem sobre o caso
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/03/1748753-chuva-causa-deslizamentos-de-terra-e-morte-na-grandesao-paulo.shtml
Consulta: 11/03/2016
22

Documentos relacionados

Relatório SE LAP

Relatório SE LAP PELO EVENTO À REDE E ÀS ÁREAS ATINGIDAS, COMO IMAGENS FOTOGRÁFICAS, BOLETINS METEOROLÓGICOS E MATÉRIAS JORNALÍSTICAS............................................................................. 9

Leia mais

Relatório SE LAP

Relatório SE LAP DO ITEM 5.6.2.2, PERMITINDO IDENTIFICAR A CAUSA, A ABRANGÊNCIA E OS DANOS CAUSADOS PELO EVENTO À REDE E ÀS ÁREAS ATINGIDAS, COMO IMAGENS FOTOGRÁFICAS, BOLETINS METEOROLÓGICOS E MATÉRIAS JORNALÍSTIC...

Leia mais