Manual Tacógrafos - Teorema Sistemas

Сomentários

Transcrição

Manual Tacógrafos - Teorema Sistemas
Manual Tacógrafos
DESENVOLVENDO SOLUÇÕES
Autora: Laila M G Gechele
Doc. Vrs. 01
Revisores:
Aprovado em: Julho de 2013.
Nota de copyright Copyright ® 2013 Teorema Informática, Guarapuava. Todos os
direitos reservados.
Manual Tacógrafos
1.
VISÃO GERAL
1.1
MOTIVAÇÃO:
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Usado para monitorar o trânsito de ônibus e caminhões, o cronotacógrafo inicialmente era utilizado em trens.
Criado no século XIX o instrumento de medição de velocidade, tempo e distância hoje é mundialmente utilizado
como meio de controle e fiscalização de veículos e de seus condutores.
O Brasil está entre os países que tornaram o uso do cronotacógrafo obrigatório em ônibus e caminhões.
Desde 1997, quando foi instituído o Código de Trânsito Brasileiro, veículos de carga com peso bruto superior a
4.536 kg e de passageiros com mais de dez (10) lugares devem possuir cronotacógrafo. A partir de 2009, os
instrumentos também devem ser verificados periodicamente pelo INMETRO, o que aumenta a confiabilidade das
medições.
A importância do uso do cronotacógrafo vem crescendo ao longo dos anos em consequência do número
de acidentes envolvendo ônibus e caminhões. O instrumento inibe os excessos e vai ajudar a reduzir os
acidentes, uma vez que registra o histórico das velocidades desenvolvidas, distâncias percorridas e tempos de
movimento e paradas do veículo.
O disco diagrama, de papel especial, colocado no cronotacógrafo, registra dados importantes, como as
velocidades desenvolvidas pelo veículo, intervalos de tempo parado e em deslocamento, além das distâncias
percorridas. São informações aceitas legalmente como prova em caso de acidentes ou denúncias de má
condução do veículo. Informações retiradas do sítio Cronotacógrafo INMETRO.
1.2
1.
2.
ÍNDICE:
VISÃO GERAL ............................................................................................................................ 2
1.1
MOTIVAÇÃO: ..................................................................................................................................... 2
1.2
ÍNDICE: ............................................................................................................................................... 2
1.3
INTRODUÇÃO:.................................................................................................................................... 4
1.4
OBJETIVO: .......................................................................................................................................... 5
CADASTROS............................................................................................................................... 6
2.1
EMPRESAS.......................................................................................................................................... 6
2.2
PARÂMETROS FISCAIS - REGIONALIZAÇÃO ....................................................................................... 7
2.3
SELOS ADESIVOS E ACRÍLICOS ........................................................................................................... 8
2.4
PADRÕES DE SELAGEM .................................................................................................................... 10
2.5
CLIENTES, FORNECEDORES E TRANSPORTADORES ......................................................................... 12
2.6
MARCAS ........................................................................................................................................... 13
2.7
MODELOS ........................................................................................................................................ 14
2.8
PARÂMETROS DA EMPRESA – F9 .................................................................................................... 16
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
2
Manual Tacógrafos
3.

Gestão Administrativa

Tacógrafos
MOVIMENTOS ......................................................................................................................... 17
3.1
4.
Módulos:
CRONOTACÓGRAFO ........................................................................................................................ 17
3.1.1
PROCESSO VERIFICAÇÃO OU SELAGEM................................................................................... 17
3.1.2
PROCESSO MANUTENÇÃO....................................................................................................... 18
3.1.3
PROCESSO ENSAIO................................................................................................................... 18
3.1.4
PROCESSO SUBSTITUIÇÃO ....................................................................................................... 18
3.1.5
DESCRIÇÃO DOS CAMPOS DO MOVIMENTO DE CRONOTACÓGRAFOS .................................. 18
3.1.6
CAMPOS PARA IDENTIFICAÇÃO TÉCNICA ................................................................................ 23
3.1.7
CONSULTA MOVIMENTO DE CRONOTACÓGRAFO .................................................................. 30
3.2
MANUTENÇÃO DE NOTIFICAÇÕES .................................................................................................. 30
3.3
AGENDAMENTO .............................................................................................................................. 31
RELATÓRIOS ........................................................................................................................... 34
4.1
CADASTROS ..................................................................................................................................... 34
4.2
MOVIMENTOS ................................................................................................................................. 34
4.2.1
Relatório Mensal para Oficina Cadastrada .............................................................................. 34
4.2.2
Relatórios de Ensaios por Padrão Utilizado ............................................................................. 36
4.2.3
Relatório de Controle de Selos Utilizados e Não Comp. com Banco de Rolos ........................ 38
4.2.4
Relatório para Selos Acrílicos Devolvidos ................................................................................ 39
4.2.5
Relatório de Selos Utilizados ................................................................................................... 40
5.
REFERÊNCIAS ......................................................................................................................... 43
6.
ACRÔNIMOS E ABREVIATURAS ......................................................................................... 43
7.
ÍNDICE REMISSIVO ................................................................................................................ 43
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
3
Manual Tacógrafos
1.3
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
INTRODUÇÃO:
Tratando-se do uso da ferramenta apresentada por este documento é necessário ao usuário,
conhecimentos básicos de informática, algum treinamento prévio, presencial deste módulo, ou
conhecimento de pelo menos algum outro módulo Teorema. Demais manuais e vídeos de processos para
assistência de todos os agentes e usuários se encontram no Ambiente de Aprendizagem da área restrita do
sítio Teorema.
Para o correto funcionamento do sistema certifique-se de que o computador atende aos requisitos
mínimos de hardware e sistema operacional solicitados:

Processador Pentium IV ou superior – AMD 2.0 ou superior;

RAM 1GB ou mais;

Disco Rígido de 120GB ou mais;

Sistema Operacional (Windows XP /Windows 8);

Resolução de vídeo igual a 1280 x 720 ou mais alta;

Energia Elétrica: Filtrada, Estabilizada e Aterrada;

Sendo imprescindível o uso de antivírus e rotina de backup.
Este sistema foi projetado para atender as necessidades de empresas que realizam verificação
metrológica em cronotacógrafos, tais como Verificação – Selagem, Ensaio, Manutenção e Substituição dos
selos que certificam o correto funcionamento do cronotacógrafo. Com todos os cadastros necessários e o
controle dos agendamentos para a realização dos processos.
Este documento foi confeccionado para atender aos usuários do sistema e para sanar eventuais
dúvidas de procedimentos realizados cotidianamente no sistema. De início são abordados os motivos de
uso e interesse do instrumento tacógrafo, incluindo a introdução, objetivos e o índice deste documento. Os
assuntos pontuais foram divididos em três (03) grandes partes, a primeira trata as implicações dos
cadastros necessários para uso do sistema, a segunda parte descreve a movimentação propriamente dita
das funcionalidades pertencentes ao sistema, tais como seus processos e atendimentos. A terceira seção
trata dos relatórios disponibilizados pelo sistema. As últimas seções tratam das referências consultadas
para a composição deste documento, as siglas e abreviaturas empregadas no decorrer dos apontamentos
são detalhadas para melhor compreensão dos assuntos e por último o documento oferece um índice
remissivo para proporcionar palavras-chave e conceitos.
Problemas com relação ao uso do sistema, deste documento ou sugestões de necessidades ou
melhorias registrar abertura de Chamadas por meio do sistema, botão
na barra de ferramentas,
fornecendo o contato e uma descrição clara e objetiva.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
4
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
1.4 OBJETIVO:
Este documento tem por objetivo apresentar o uso do sistema Tacógrafos, possibilitando alcançar a completude
das diversas manipulações proporcionadas pelo sistema para empresas que realizam verificação metrológica em
cronotacógrafos.
O Cronotacógrafo é o instrumento destinado a indicar e registrar, de forma simultânea, inalterável e
instantânea, a velocidade e a distância percorrida pelo veículo, em função do tempo decorrido, assim como os
parâmetros relacionados com o condutor do veículo, tais como: o tempo de trabalho e os tempos de parada e de
direção.
Os ensaios metrológicos necessários para subsidiar a verificação subsequente de cronotacógrafos
podem ser executados pelos postos credenciados pelo INMETRO para esta atividade.
O disco diagrama deve ser trocado a cada 24 horas ou sete dias, de acordo com os modelos aprovados
e descritos na portaria INMETRO/DIMEL. O disco diário é único, enquanto o semanal é composto por sete (07)
discos interligados. Os discos contêm áreas específicas para registro de velocidade, distância percorrida e tempo.
Em sua parte central, há espaço apropriado para identificação do condutor, local, data de início e fim do percurso,
identificação do veículo, início e fim da indicação do hodômetro e número da portaria de aprovação de modelo do
disco ou fita diagrama. Devem constar ainda outros dados, como marca ou nome do fabricante, velocidade
máxima de registro, código de aprovação de modelo e números das portarias de cronotacógrafos.
Após a realização dos ensaios metrológicos e emissão do relatório de verificação subsequente por um
posto credenciado, o INMETRO procederá a sua análise:
a)
No caso de aprovação nos ensaios, o INMETRO disponibilizará pela Internet, no endereço:
www.inmetro.rs.gov.br/cronotacografo, o certificado de verificação do instrumento; ou
b)
No caso de reprovação nos ensaios, o INMETRO disponibilizará pela Internet, no endereço:
www.inmetro.rs.gov.br/cronotacografo, a notificação de reprovação do instrumento.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
5
Manual Tacógrafos
2.
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
CADASTROS
A Figura 1 mostra a tela principal do Sistema de Tacógrafo com todas as funcionalidades ordenadas no
menu, seguido das mais utilizadas representadas nos ícones na parte superior (barra de ferramentas). No
rodapé da tela as informações do usuário logado no sistema, data e versão do sistema instalado.
Figura 1 Tela inicial do sistema.
2.1 EMPRESAS
Ao iniciar o uso do módulo de Tacógrafo o primeiro passo é cadastrar a(s) Empresa(s). Caso a Empresa
forme um conjunto de empresas, estas podem ser cadastradas separadamente, deste modo iniciar o
cadastro da empresa principal e na sequência cadastrar as demais empresas. Acesso indicado na Figura 2.
Figura 2 Menu Empresas.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
6
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Marcar o tipo de identificador e indicar que o cadastro é ativo, inserir o “Nome” da Empresa e
demais informações. Incluir as “Informações INMETRO”, Figura 3, pois são utilizadas nos relatórios.
Figura 3 Cadastro da Empresa.
Acrescentar no Cadastro de Empresas as informações das demais abas existentes. As informações
de Recursos Humanos devem ser preenchidas caso a Empresa utilize o módulo de Gestão de Pessoal. As
Informações Fiscais e os Relacionamentos devem ser preenchidos com o auxílio do contador da Empresa.
A aba Inscrições Estaduais tem sua utilidade quando a Empresa possuir mais de um número de inscrição
estadual, os diversos números devem ser cadastrados nesta aba.
2.2 PARÂMETROS FISCAIS - REGIONALIZAÇÃO
O cadastro dos Parâmetros Fiscais é de suma importância para o funcionamento fiscal correto do sistema,
portanto as informações devem estar completas e corretas. Normalmente boa parte do item
“Regionalização”, Figura 4, já está cadastrada podendo ser incluídos novos registros ou até mesmo alterar
os existentes.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
7
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 4 Menu Regionalização.
2.3 SELOS ADESIVOS E ACRÍLICOS
O cadastramento correto dos selos permitirá maior controle e possibilitará a movimentação metrológica, a
Figura 5 mostra como abrir o cadastro de Selos Adesivos e Acrílicos no sistema.
Figura 5 Menu Selos Adesivos e Acrílicos.
Incluir uma descrição clara e precisa do selo a ser cadastrado, Figura 6, selecionar respectivo “Tipo”
do selo entre: A – Selo Adesivo ou B – Selo Acrílico. O campo “Rastreabilidade” é utilizado para facilitar a
busca posterior de cada lote, como uma identificação própria da empresa.
“Número Inicial” e “Número Final”, os lotes de selos vem sempre com 100 (no caso de selos
plásticos) e 1000, 2000 ou 10000 (no caso de selos adesivos). Esses lotes possuem um número inicial e
final. EX: D2940001-2 (número do primeiro selo num lote de 1000 selos) A D2941000-9 (número do ultimo
selo neste mesmo lote de 1000 selos).
“Data Inicial” e “Data Final” são datas, determinadas pela empresa para início e término para
utilização dos selos.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
8
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
“Data Recebimento” registra a data de recebimento dos selos do INMETRO. Está indicada num
documento de acompanhamento dos selos.
“Liberado para Uso” determina se os selos indicados estão liberados para uso (para serem lançados
no sistema), caso não estiver liberado o sistema indica para o usuário. Esta liberação é realizada pelo
administrador.
Figura 6 Cadastro de Selos Adesivos e Selos Acrílicos.
Por meio do botão
no cadastro de Selos é aberta a tela de configuração para o
relatório dos selos armazenados no sistema, Figura 7.
Figura 7 Configuração do Relatório de Selos.
A Figura 8 mostra o relatório gerado a partir das configurações utilizadas.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
9
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 8 Relatório dos Selos Cadastrados.
A Figura 9 apresenta a tela para manipulação e consulta dos selos registrados.
Figura 9 Tela de Consulta de Selos Adesivos e Selos Acrílicos registrados no sistema.
2.4 PADRÕES DE SELAGEM
Acessar o cadastro de Padrões de Selagem conforme destaque da Figura 10.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
10
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 10 Menu Padrões de Selagem.
Na tela de cadastro de Padrões de Selagem, Figura 11, incluir a descrição da selagem a ser
cadastrada. Em “Tipo” selecionar entre as alternativas: A – Portátil e B – Bancada. Incluir as demais
informações.
Figura 11 Cadastro de Padrões de Selagem.
A Figura 12 mostra a tela de manipulação e consulta do cadastro de Padrões de Selagem.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
11
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 12 Tela de Consulta Selagem.
2.5 CLIENTES, FORNECEDORES E TRANSPORTADORES
Para cadastrar os clientes, fornecedores e transportadores, Figura 13.
Figura 13 Menu Clientes, Fornecedores e Transportadores.
O cadastro de clientes apresenta diversos campos para registro, um cadastro completo pode fazer a
diferença caso aconteça algum imprevisto.
O campo “Responsável” do quadro Pessoa Jurídica é utilizado em algumas movimentações e
principalmente na impressão dos relatórios, destaque em verde da Figura 14, portanto colocar o nome do
responsável do posto. E na seção destacada não se esquecer das indicações do significado do cadastro.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
12
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 14 Tela de Cadastro de Clientes.
2.6 MARCAS
O cadastro de Marcas deve indicar a marca do cronotacógrafo, ou seja, o fabricante. Para acessar o
cadastro de marcas seguir a indicação da Figura 15.
Figura 15 Menu Marcas.
Cadastrar a “Descrição” para a marca de Cronotacógrafo e salvar o registro, Figura 16.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
13
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 16 Tela de Cadastro de Marcas.
A Figura 17 mostra a Tela de consulta e manipulação das marcas registradas.
Figura 17 Tela de Consulta das Marcas registradas no sistema.
2.7 MODELOS
Indica o modelo do cronotacógrafo, este modelo é definido pelos Fabricantes e deve ser aprovado pelo
INMETRO, consultar as Portarias de Aprovação de Modelos para confirmar, por meio do endereço:
http://cronotacografo.inmetro.rs.gov.br/portarias-de-aprovacao-de-modelo. Acessar o cadastro de Modelos
para Cronotacógrafos como indicado na Figura 18.
Figura 18 Menu Modelos.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
14
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
No cadastro de modelos incluir uma “Descrição”, em “Qtde” indicar a quantidade de selos adesivos
que este modelo de cronotacógrafo dispõe, e em “Qtde Selos Pl.” determinar a quantidade de selos
plásticos o modelo possui, Figura 19.
Figura 19 Telas de Cadastro de Modelos.
A Figura 20 mostra a tela de consulta e manipulação para os modelos registrados no sistema.
Figura 20 Tela de consulta dos modelos registrados.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
15
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
2.8 PARÂMETROS DA EMPRESA – F9
Para acessar a tela das configurações do sistema, “Parâmetros da Empresa”, seguir as orientações da
Figura 21.
Figura 21 menu para Parâmetros da Empresa.
O Cadastro dos Parâmetros da empresa promove as necessidades de uso do sistema conforme as
configurações específicas para a empresa, desde cores a serem utilizadas, possíveis alertas, integrações,
padrões entre tantos, Figura 22.
Figura 22 Parâmetros da Empresa.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
16
Manual Tacógrafos
3.
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
MOVIMENTOS
As movimentações relativas ao Tacógrafo dizem respeito às possíveis intervenções a serem realizadas no
cronotacógrafo, tratadas como processos pelo sistema.
3.1 CRONOTACÓGRAFO
Os processos relativos ao cronotacógrafo estão presentes no menu “Movimentos” em “Cronotacógrafo”,
como mostra a Figura 23.
Figura 23 Menu Cronotacógrafo.
Os campos do Movimento Cronotacógrafo são habilitados, ou seja, são exibidos de acordo com o
processo escolhido, Figura 24. Portanto os campos que estiverem desabilitados não são necessários ao
processo pretendido.
Figura 24 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Processos.
3.1.1 PROCESSO VERIFICAÇÃO OU SELAGEM
Processo em que o Cliente fará a revisão do cronotacógrafo, realizando a Selagem do mesmo. A
Selagem é a primeira etapa da verificação metrológica dos cronotacógrafos, onde são afixados os selos
conforme PAM - Portaria de Aprovação de Modelo.
São necessárias as informações completas do cliente, os dados do veículo, as peças aplicadas no
procedimento, incluindo os selos.
Da Identificação Técnica somente a primeira medição é obrigatória, entretanto as demais
informações são muito importantes tais como: o Fator K encontrado e o Fator K Corrigido, as demais
medições, o Tipo Registro e Voltagem.
As oficinas de selagem são elencadas no relatório de Oficinas Cadastradas, seção 4.2.1.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
17
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
O recolhimento da taxa devida ao INMETRO em razão da verificação deverá ser feita através de
GRU - Guia de Recolhimento da União, que deve ser quitada em qualquer agência de qualquer banco ou
lotérica.
3.1.2 PROCESSO MANUTENÇÃO
Processo em que o Cliente solicita apenas reparo no cronotacógrafo e/ou veículo. Sendo necessários
os cadastros completos tais como do Cliente, do Veículo e do Cronotacógrafo: a Marca, o Modelo, Nº de
Série, K/Redutor, o respectivo Tipo de Registro e a Voltagem. Não necessita de GRU.
3.1.3 PROCESSO ENSAIO
Trata da terceira etapa da verificação metrológica dos cronotacógrafos, onde é realizado o Ensaio
Metrológico, teste utilizado para verificar se o cronotacógrafo foi aferido e selado corretamente. A velocidade
estabelecida para o ensaio é de em média cinqüenta (50) quilômetros por hora ao longo de uma distância
equivalente a dois (02) quilômetros. O disco utilizado neste teste é enviado para o INMETRO que faz a
leitura e determina se o cronotacógrafo está “marcando corretamente”. Se estiver é liberado um Certificado
válido por dois (02) anos, caso não correto, é liberada uma notificação de Reprovação e o cliente tem que
fazer todo o processo novamente.
É necessário identificar o posto em que foi realizada a selagem, caso a selagem tenha ocorrido na
própria empresa a identificação pode ser realizada pela GRU.
Obrigatórios os campos Velocidade Máxima e Padrão Utilizado. Os relatórios utilizam as
informações do processo de Ensaio, seção 4.2.
3.1.4 PROCESSO SUBSTITUIÇÃO
Processo em que o Cliente fará a substituição do Selo Acrílico. Os selos aplicados não podem interferir no
relatório de selos substituídos, seção 4.2.5. Os dados obrigatórios de preenchimento são:

GRU;

Placa;

RENAVAN;

Selo Retirado;

Selo Colocado;

Data da Substituição é a mesma do lançamento;
3.1.5 DESCRIÇÃO DOS CAMPOS DO MOVIMENTO DE CRONOTACÓGRAFOS
Campos para indicação de horário reservado para o atendimento e um campo para colocar a sequência de
atendimento do dia agendado. Pois normalmente o atendimento é realizado por ordem de chegada,
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
18
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
portanto um campo a ser preenchido manualmente no sistema. A Figura 25 destaca os campos “Horário” e
“Sequência” de atendimento, respectivamente.
Figura 25 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Data e Hora.
“Padrão Utilizado” determina em que equipamento foi realizado o Ensaio, Figura 26.
Figura 26 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Padrão Utilizado.
O campo “Situação” demonstra se o processo metrológico do cronotacógrafo foi Aprovado no caso
de liberação do Certificado, ou Reprovado, no caso de notificação de reprovação pelo INMETRO, Figura 27.
Figura 27 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Situação.
O campo para “Status” possui as alternativas: Aberto, Fechado ou ainda Cancelado, Figura 28. As
opções são determinadas conforme o acesso por usuário e para controle da movimentação.
Figura 28 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Status.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
19
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Selecionar o cliente cadastrado no sistema no campo destacado na Figura 29 a ser atendido.
Utilizar o botão
para ativar a tela de consulta e manipulação de Clientes.
Figura 29 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Cliente.
Informações do motorista do veículo, destaque Figura 30.
Figura 30 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Motorista.
O campo “Resp. Posto de Selagem” deve identificar o responsável pela Selagem. Sempre deve ser
um integrante da equipe do posto de realização da selagem do cronotacógrafo, em geral, um administrador
ou um técnico que se responsabiliza pelos cronotacógrafos selados, Figura 31.
Figura 31 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo – Responsável do Posto de Selagem.
O Posto de Selagem é o posto cadastrado junto ao INMETRO que executa a selagem no
cronotacógrafo. A instalação, manutenção e reparo de cronotacógrafos, podem ser feitas por qualquer
oficina escolhida pelo interessado, entretanto, a selagem dos mesmos somente poderá ser feita em uma
Oficina de Selagem, Posto de Selagem ou Posto de Ensaio. Portanto a aba inclui a identificação da oficina
que foi a responsável pelo processo de selagem do cronotacógrafo do veículo e a respectiva data da
Selagem, Figura 32.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
20
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 32 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Aba Posto de Selagem.
Incluir a placa do veículo do serviço, Figura 33. Para evitar possíveis erros foi acrescentado um
tratamento para que mesmo que seja incluída uma placa em letras minúsculas o sistema as reverta para
caixa alta.
Figura 33 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Placa do Veículo.
Incluir as demais informações relativas ao veículo tais como, Marca, Modelo, Kilometragem, Ano,
Número do RENAVAN, especificação dos Pneus, Chassi, Frota (no exemplo N/A indica Não Aplicável) e a
identificação da GRU, Figura 34.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
21
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 34 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo – Informações do veículo.
Na Identificação do Cronotacógrafo selecionar a marca do cronotacógrafo, se a respectiva marca
ainda não foi cadastrada no sistema é necessário cadastrar incluindo todas as informações necessárias da
marca. A mesma coisa para o Modelo do cronotacógrafo, Figura 35. O campo “Nº Série” deve conter o
número que identifica o cronotacógrafo, ou seja, o número de série.
Para conhecer a informação do campo “K/Redutor” é importante entender que K é o fator que
quantifica a quantidade de pulsos que um veículo é capaz de gerar em uma determinada distância
conhecida. E “Redutor” é a transmissão angular necessária para correção do fator W correspondente. Isto
somente é aplicável a tacógrafos 1308.
O responsável pela identificação do cronotacógrafo é o usuário logado no sistema, campo “Resp.”.
Figura 35 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Identificação do Cronotacógrafo.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
22
Módulos:
Manual Tacógrafos

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Quando o processo utilizar algum tipo de material vincular no processo, isto normalmente ocorre na
Verificação. A Figura 36 demonstra uma vinculação de material utilizando a aba apropriada “Peças
Aplicadas”. Para salvar a vinculação utilizar o botão
.
Figura 36 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Peças Aplicadas.
Se necessário for, o sistema ainda possibilita a vinculação de documentos ao processo, para isso
utilizar a aba adequada, chamada “Anexos”, Figura 37. Para incluir utilizar o botão
o botão
na lateral esquerda. E
para abrir arquivos anteriormente vinculados.
Figura 37 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - Anexos.
3.1.6 CAMPOS PARA IDENTIFICAÇÃO TÉCNICA
Na sequência os campos que compõem as Informações Técnicas, Figura 38, do processo do Movimento de
Cronotácografos são definidos:
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
23
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos

“Fator K Encontrado” é o valor de fator “K” correspondente ao veículo antes da aferição;

“K Corrigido” é o valor de fator “K” corrigido após aferição.

“Técnico Executor” a identificação do responsável pelo processo;

“Padrão Utilizado” é a vinculação do Padrão de Selagem utilizado pelo cronotacógrafo e registrado
no cadastro de padrão de selagem do sistema;

“W= MED 1º” é a primeira medição para determinar o fator “K”, utilizando condições de referência;

“W= MED 2º” é a segunda medição para determinar o fator “K”;

“W= MED 3º” é a terceira medição para determinar o fator “K”;

Velocidade Máxima Ensaio é a velocidade que indica a maior velocidade atingida no momento do
Ensaio;

“Voltagem” é a voltagem do veículo. Pode ser 12 Volts ou 24 Volts;

“W Correspondente” é aplicável em tacógrafos 1308. Pode ser 1000 ou 623, dependendo da marca
do veículo (W: 623 – Scania e Volvo W: 1000 – demais fabricantes.);

“Velocidade Máxima” é a velocidade que indica o tipo de registro do Disco (125, 140, 150 e 180).
Figura 38 Campos de Identificação Técnica.
O campo “Tipo de Registro” é o tipo de registro do Disco diagrama. Pode-se ter disco diagrama
Diário (24/HR), Semanal (7D) ou ainda Digital. Conforme o processo selecionado sempre é necessário
incluir está informação, Figura 39.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
24
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 39 Identificação Técnica - Tipo do Registro.
A Selagem utiliza dois tipos de selos:
Selo Plástico/Lacre amarelo (conhecido por Acrílico) com arame para ser colocado na conexão do
cabo do cronotacógrafo com a caixa de câmbio, que pode ser obtido diretamente junto ao IPEM do estado
em que a oficina cadastrada se localiza.
E Selo Adesivo/Etiqueta para ser colocado em pontos do instrumento definidos no modelo aprovado
pelo INMETRO, que deve ser providenciado pelo fabricante que necessitar. A cor deste selo é igual para
todos os fabricantes, na medida em que os mesmos serão diferenciados pela letra identificadora de cada
fabricante. A letra precede a numeração sequencial e ambas são definidas pela CORED do INMETRO.
A aba “Selos” possui opções para quatro (04) selos Acrílicos Retirados e quatro (04) Colocados. E
seis (06) Selos Adesivos Colocados e seis (06) Selos Adesivos Retirados, Figura 40. Na sequência serão
acrescentados nos Relatórios.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
25
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 40 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - aba Selos.
Na aba “Observações e Atestados” incluir observações pertinentes ao processo. Atestados são
tópicos que existem nos processos de Verificação, Figura 41, e Ensaio, que devem ser marcados pelos
atendentes, similar ao site do INMETRO.
Figura 41 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo
O atestado é de acordo com cada operação como comprovação para impressão de relatórios, a
Figura 42 apresenta o processo que difere do anterior.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
26
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 42 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo - aba Observações e Atestados.
Ainda no Movimento Cronotacógrafo existem algumas opções de impressão por meio do botão
, destaque da Figura 43.
Figura 43 Parte Tela de Movimento de Cronotacógrafo – Relações.
A Ficha Técnica é impressa para que possam ser levantados os dados complementares do veículo
e do cronotacógrafo, a Figura 44 apresenta uma Ficha Técnica.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
27
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 44 Ficha Técnica.
O programa de ensaio, com as informações inseridas pelo técnico executor e após análise dos
resultados dos ensaios metrológicos, gera o relatório de Ensaio de Cronotacógrafo, Figura 45:
A primeira via deve ser assinada pelo técnico executor do ensaio e entregue ao condutor /
proprietário do veículo. A segunda via e a fita ou disco diagrama utilizado deve ser assinados pelo técnico
executor do ensaio e pelo condutor / proprietário do veículo, grampeados e colocados em envelope próprio,
para envio ao órgão metrológico do estado. A terceira via deve ser assinada pelo técnico executor do ensaio
e pelo condutor / proprietário do veículo, para controle interno do posto de ensaio.
O condutor / proprietário do veículo deve ser informado que o INMETRO disponibilizará pela
Internet, no endereço: www.inmetro.rs.gov.br/cronotacografo, o certificado de verificação ou a notificação de
reprovação do instrumento, após análise do resultado dos ensaios pelo órgão da RBMLQ-I.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
28
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 45 Ensaio Cronotacógrafo.
O processo é finalizado com todas as informações necessárias, selos utilizados e trocados, itens
empregados. Se os ensaios forem realizados em um Posto de Ensaio, o relatório de ensaio e a fita ou disco
diagrama relativos ao ensaio são encaminhados para o IPEM daquele estado, que efetuará a verificação
dos mesmos e liberará o acesso ao certificado de verificação.
Futuramente será possível realizar reagendamento para clientes com envio de email ou relação
para contato telefônico, pois a validade do certificado é de dois (02) anos.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
29
Módulos:
Manual Tacógrafos

Gestão Administrativa

Tacógrafos
3.1.7 CONSULTA MOVIMENTO DE CRONOTACÓGRAFO
A tela de consulta e manipulação dos movimentos de Cronotacógrafos traz diversas opções de filtros, a
Figura 46 mostra o uso do período e do cliente como filtros.
Figura 46 Consulta de Movimento de Cronotacógrafo.
3.2 MANUTENÇÃO DE NOTIFICAÇÕES
A funcionalidade “Manutenção de Notificações” se encontra em fase de desenvolvimento, Figura 47.
Figura 47 Menu Manutenção de Notificações.
Para localizar os documentos utilizar o número da GRU. As GRU’s localizadas são mostradas na
grid. Por padrão todos os documentos possuem situação como Aprovado, podendo ser alterados somente
os processos que receberam reprovação da INMETRO, portanto selecionar o processo reprovado e clicar
no botão
. Para gravar as notificações utilizar o botão
no alto da tela. Somente os
processos como Alterado no campo “Situação” é que serão gravados, Figura 48.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
30
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 48 Tela de Manutenção de Notificações.
3.3 AGENDAMENTO
A movimentação de Agendamento é apropriada para a organização dos horários de atendimento de
verificação metrológica. A Figura 49 mostra como acessar a movimentação de Agendamento.
Figura 49 Menu Agendamento.
Na tela de Atendimento indicar a “Data” e o “Período” para o atendimento a ser agendado.
Cadastrar de forma mais completa possível os dados do veículo tais como: placa, ano, marca e
modelo. Os dados do cliente não terão relacionamento como o cadastro de Clientes, ou seja, sem vínculo
com o banco de dados, portanto incluir as informações como telefone, observação, e-mail.
Quando o atendente liga e o Cliente confirma presença setar em “Confirmado”. A opção
“Aguardando Vaga” significa que a agenda está completa e este cliente fica aguardando vaga, caso algum
cliente não compareça ou desmarque.
Existe a possibilidade de enviar e-mail quando agendado por telefone o atendimento para
cronotacógrafo, a Figura 50 mostra a tela do Agendamento. Depois de enviado o Email o sistema indica em
“Email Enviado”.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
31
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 50 Tela de Agendamento.
Quando agendado no local, ou seja, no balcão da empresa, é possível ser impresso o comprovante
com os dados do agendamento realizado, Figura 51.
Figura 51 Comprovante de Agendamento.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
32
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Na tela de Agendamentos de Atendimentos na localização sempre são apresentados os
agendamentos do dia corrente, para demais visualizações clicar sobre o dia desejado no calendário da
lateral esquerda da tela. No canto superior esquerdo é possível realizar uma pequena filtragem utilizando as
opções de Confirmados e Aguardando. Para incluir novos agendamentos utilizar o botão
.
Para alterações selecionar o agendamento desejado na grid e utilizar o botão
, ou
simplesmente dar duplo clique sobre o agendamento desejado, Figura 52.
Figura 52 Tela dos atendimentos agendados.
O sistema ainda traz na tela de Agendamentos de Atendimentos a opção de impressão das
informações representadas na grid por meio de botão próprio e opções de exportação para diversos tipos
de arquivos da listas dos agendamentos, Figura 53, entre outras.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
33
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 53 Opções da consulta de Atendimentos.
4.
RELATÓRIOS
4.1 CADASTROS
O sistema dispõe de relatório para impressão de todos os cadastros existentes no sistema, a Figura 54
demonstra a abertura dos relatórios por meio de menu.
Figura 54 Menu para Relatórios de Cadastros.
4.2 MOVIMENTOS
No momento existem cinco (05) relatórios de movimentações do sistema, com previsão de implementação
de novos relatórios para as próximas versões.
4.2.1 Relatório Mensal para Oficina Cadastrada
A Figura 55 mostra o menu de acesso para os relatórios das movimentações de cronotacógrafo.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
34
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 55 Menu para relatório mensal de Oficina Cadastrada.
Realizar a configuração necessária para que o sistema gere o relatório somente com as
informações pertinentes e clicar no botão imprimir, destaque da Figura 56.
Figura 56 Configuração do Relatório Mensal de Oficina Cadastrada.
A Figura 57 mostra a visualização do relatório gerado a partir das configurações mostradas no
Figura de configuração.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
35
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 57 Visualização do Relatório para impressão.
4.2.2 Relatórios de Ensaios por Padrão Utilizado
A Figura 58 demonstra o menu de acesso para o relatório de Ensaios por Padrão Utilizados.
Figura 58 Menu para relatório de Ensaios por Padrão Utilizado.
Neste relatório são oferecidas diversas opções para configurar o relatório a ser gerado, devendo
escolher o padrão utilizado. A indicação de Relatório Diário, Semanal, Mensal e Período somente
determinam a inscrição do cabeçalho, pois o que determina a realmente a faixa temporal de registros é o
período informado, Figura 59.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
36
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 59 Configuração do Relatório de Ensaios por padrão.
A Figura 60 mostra a visualização da impressão do Relatório de Ensaios utilizando o padrão “Banco
de Rolos” como configuração mostrada na imagem da Figura 59.
Figura 60 Visualização de impressão do Relatório de Ensaios.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
37
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
4.2.3 Relatório de Controle de Selos Utilizados e Não Comp. com Banco de
Rolos
A Figura 61 demonstra o acesso ao relatório para controle dos Selos Utilizados não compatível com
Banco de Rolos, ou seja, para todos os veículos que possuam alguma “configuração” ou característica que
o impeça de fazer o ensaio no Banco de Rolos, por exemplo: veículo traçado, veículo automático, veículo
com sensor na roda dianteira e veículos com carga fixa com peso que ultrapasse a capacidade da máquina.
Ensaio em Banco de Rolos só pode ser realizado caso a máquina seja equipada para fazer, hoje a
maioria das máquinas não possuem as características necessárias para realizar o Ensaio em veículos
traçados.
Figura 61 Menu para relatório de Controle de Selos Utilizados.
Utilizar a tela de configuração do relatório para delimitar as informações esperadas pelo usuário,
Figura 61.
Figura 62 Configuração do Relatório.
A Figura 63 mostra parte da visualização da impressão do relatório para controle dos selos acrílicos
utilizados em Ensaios de veículos Traçados.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
38
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 63 Visualização de impressão do Relatório de Selos Utilizados.
4.2.4 Relatório para Selos Acrílicos Devolvidos
Menu de acesso para o Relatório de Selos Acrílicos devolvidos, Figura 64.
Figura 64 Menu para relatório de selos Acrílicos Devolvidos.
Exemplo de configuração para a geração do relatório de Selos Acrílicos Devolvidos, Figura 65.
Figura 65 Configuração do relatório de Selos devolvidos.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
39
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
A Figura 66 mostra uma composição da visualização de impressão o relatório de selos Acrílicos
devolvidos ao IPEM.
Figura 66 Visualização de impressão do Relatório de Selos Acrílicos Devolvidos.
4.2.5 Relatório de Selos Utilizados
O sistema ainda proporciona um relatório para controle dos selos utilizados na Selagem ou
Substituição, Figura 67.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
40
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 67 Menu para relatório de Selos Utilizados.
Na tela de configuração do relatório sempre selecionar um lote de selos, a Figura 68 mostra a
seleção do cadastro dezenove (19) de Selos Adesivos e Selos Acrílicos.
Figura 68 Configuração do Relatório de Selos Utilizados.
Um exemplo do relatório pode ser observado na Figura 69.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
41
Manual Tacógrafos
Módulos:

Gestão Administrativa

Tacógrafos
Figura 69 Visualização de impressão do Relatório de Selos Utilizados.
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
42
Módulos:
Manual Tacógrafos
5.
Sítio

Gestão Administrativa

Tacógrafos
REFERÊNCIAS
Cronotacógrafo
INMETRO
–
Ensaios
Metrológicos
e
Verificações.
Disponível
em:
http://dipin.inmetro.rs.gov.br/cronotacografo/. Acesso em: 20 de Junho de 2013.
6.
ACRÔNIMOS E ABREVIATURAS
AMD - Advanced Micro Devices.
CNPJ - Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica.
CONMETRO - Conselho Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial.
CPF - Cadastro de Pessoas Físicas.
DICOF - Divisão de Instrumentos de Medição de Comprimento e Força.
DIMEL - Diretoria de Metrologia Legal.
GB – Gigabyte.
GRU - Guia de Recolhimento da União.
INMETRO - Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia.
IPEM - Instituto de Pesos e Medidas.
NIE - Norma Inmetro Específica.
PAM - Portaria de Aprovação de Modelo.
RBMLQ-I - Rede Brasileira de Metrologia Legal e Qualidade – INMETRO.
RENAVAN – Registro Nacional de Veículos Automotores.
RTM - Regulamento Técnico Metrológico.
UF – Unidade de Federação.
7.
ÍNDICE REMISSIVO
A
Acrílico, 8, 18, 25, 38
Ch
Chamadas, 4
agendamento, 29
C
Agendamento, 31, 33
Anexos, 23
Código de Trânsito Brasileiro, 2
Aprovado, 19, 30
Cronotacógrafo, 2, 4, 13, 14, 15, 17, 18, 20, 22, 34
Atestados, 26
D
B
Banco de Rolos, 37, 38
Disco diagrama, 2, 5, 24, 28, 29
Barra de ferramentas, 4, 6
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
43
Módulos:
Manual Tacógrafos
E

Gestão Administrativa

Tacógrafos
P
Ensaio, 5, 18, 19, 26, 28, 29, 36, 38
Padrões de Selagem, 11, 24
F
R
Fabricante, 5, 13, 14, 24, 25
Redutor, 18, 22
Ficha Técnica, 27, 28
Reprovado, 18, 19, 30
Requisitos mínimos de hardware, 4
G
S
GRU, 18, 21, 30
Selagem, 17, 20, 25, 40
H
Selo Colocado, 18
Selo Retirado, 18
Hodômetro, 5
Selos Adesivos, 8, 10, 25
I
T
Identificação Técnica, 17, 23
Tacógrafo, 4, 5, 6, 17
INMETRO, 2, 5, 7, 9, 14, 18, 19, 25, 26, 28, 30
Instrumento de medição de velocidade, 2
V
K
Verificação metrológica, 4, 5, 17, 18, 31
Vinculação de documentos, 23
K, 17, 18, 22, 24
***
Caso tenha dúvidas, por favor, entre em contato com seu Agente.
Tenha um excelente uso do sistema e obrigado pela confiança!
Teorema Sistemas
Rua Frei Caneca, 1713. Santana. Guarapuava – Pr.
CEP 85070-170. Fone (42) 3035-4030
[email protected]
www.teorema.inf.br
_____________________________________________________________________________________________________
Site: www.teorema.inf.br / Email: [email protected] / Fone: (42) 3035-4030
44

Documentos relacionados