Programação Circos 2015 com fotos

Сomentários

Transcrição

Programação Circos 2015 com fotos
CIRCOS - FESTIVAL INTERNACIONAL SESC DE
CIRCO
PROGRAMAÇÃO DE ESPETÁCULOS
ACELERE! (Colômbia) Circolombia - Inédito no Brasil
Duração: 60 min/ Recomendação: 10 anos
Dias 28 e 29 de maio (QUI e SEX) às 21h| Dia 30 de maio (SÁB) às 19h| Dia 31 de maio (DOM) às
17h
Sesc Pinheiros - Teatro Paulo Autran - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Esse espetáculo é inspirado na diversidade étnica da
Colômbia, com metáforas em que os artistas relacionam suas vidas
com as grandes questões nacionais. Os momentos das tomadas de
decisões são comparados aos saltos no circo. Afinal, a vida é um
risco. Os acrobatas executam seus movimentos enquanto cantam e
dançam ao vivo, ao som de uma trilha original que mistura ritmos
latinos e caribenhos ao drum’n’bass e jungle londrinos. A
companhia profissionaliza jovens formados na escola colombiana
Circo para Todos, que atua junto a crianças e adolescentes em situação de risco, a fim de promover a
inserção socioeconômica deles. De lá saiu a maior parte dos artistas de Acelere!.
Ficha Técnica: Direção artística e produção criativa Felicity Simpson / Diretor Renato Rocha / Elenco: Artistas Circenses Juan
Eugenio Bonilla Landazuri, Gustavo Adolfo Quiñones Castro, John Edward Angulo Ibarguen, John Gerlin Rodriguez Riascos, Daniel
Muñoz, Juan Manoel Navarro Rubiano, Juan Camilo Gaitan Lopez, Julia Alejandra Sanchez Aja, Laura Lucia Lloreda Martinez, Cristian
David Triviño Rincon Cantoras Diana Patricia Vargas Montoya e Juliana Valentina Toro Velasquez / Produção criativa François
Bertron / Direção musical Ryan Wilmott / Design de luz Renato Machado / Coreografias Carlos Neto / Figurinos Rhi Matthews /
Direção técnica John Henry William Thurston / Coaching em acrobacias Rodolfo Rodriguez, Fernando Febles, Raúl Padrón /
Produção no Brasil La Gestual Produções Artísticas - Elisa de Oliveira
CHEREPAKA (Canadá) Nadère Performing Art - Inédito no Brasil
Duração 55 min/ Recomendação: 16 anos
Dias 29 e 30 de maio (SEX e SÁB) às 20h | Dia 31 de maio (DOM) às 17h
Sesc Belenzinho - Sala de Espetáculos 2 - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Num palco escuro, sob um único foco de luz, uma mulher
representa a morte de uma tartaruga. Por trás desse acontecimento
singelo, existe um questionamento da excessiva ambição humana. A
tartaruga carrega em seu movimento lento a dialética entre a
eternidade (carcaça) e a morte (a carne dentro dela). O ser humano,
segundo a concepção do espetáculo, se corrompe a partir do
momento em que tenta construir uma carcaça feita de poder,
dominação e controle. Isso acaba com a beleza frágil da natureza
humana. Desde 2009, a Nadère compõe espetáculos que pretendem questionar perspectivas distorcidas
da realidade que nos cerca. Inspirado nas telas de Francis Bacon e nas ideias de Gilles Deleuze,
Cherepaka (em russo, “tartaruga”) busca estimular a imaginação do espectador por meio da arte do
contorcionismo.
Ficha Técnica: Concepção e performance Andreane Leclerc / Design de som e luz Alexis Bowles / Assistente do design de luz Chris
Rayment / Figurino Marilene Bastien / Consultor de dramaturgia Aline Muheim / Direção técnica Karine Gauthier / Construção do
cenário Carol Bucek / Produção no Brasil Performas Produções - Ariane Cuminale
CLOCKWORK (Suécia) Sisters - Inédito no Brasil
Duração 60 min / Recomendação: 18 anos
Dias 29 e 30 de maio (SEX e SÁB) às 21h | Dia 31 de maio (DOM) às 18h
Sesc Vila Mariana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: O espetáculo nasceu da obsessão por aprimorar a sincronia
entre corpos diferentes, como se juntos pudessem formar uma única
entidade. Três artistas fazem movimentos impensáveis, inclusive
tocar guitarra a seis mãos. Num certo momento, um deles empurra
as cabeças dos outros dois ao longo do corpo, uma de cada lado, até
os pés, como se fossem bolas. A roupa escura ajuda, porque faz os
corpos “sumirem” e destaca as cabeças. A trilha eletrônica valoriza a
precisão física e mental, importante para as acrobacias, e o uso de truques, que provocam novas
percepções sobre o corpo. O Sisters é formado por um espanhol, um dinamarquês e um francês que se
conheceram em 2009 na Universidade de Dança e Circo em Estocolmo, na Suécia.
Ficha Técnica: Autores e elenco Valia Beauvieux, Mikkel Hobitz Filtenborg, Pablo Rada Moniz / Colaboração Dimitris Papaioannou /
Design de luz Bjørn Olav Hauknes / Figurino Nadia Leon / Produção Peggy Donck / Produção no Brasil Palco de Papel Produções Lu Gualda
CONFUSION (Suíça) Cie. Les Fusains - Inédito no Brasil
Duração: 90 min/ Recomendação: 16 anos
Dias 29 e 30 de maio (SEX e SÁB) às 21h | Dia 31 de maio (DOM) às 18h
Sesc Santana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Por anos, um homem e uma mulher observaram o
comportamento diário das pessoas. O modo de falar, de se
movimentar, de reclamar, de se divertir. Os hábitos que, de tão
automáticos, podem ser encarados como dramas ou comédias
prontas. Livres de máscaras e dispostos a encarar sua própria
estupidez, os franceses Pierre Byland e Mareike Schnitker permitem
vir à tona seus respectivos clowns teatrais. Discípulo de um dos mais
notáveis palhaços europeus, Jacques Lecoq, Byland foi um dos
primeiros a trazer o nariz vermelho ao teatro contemporâneo. Faz rir com sofisticação. Dirigiu e atuou
ao lado de grandes nomes, como Samuel Beckett e Philippe Gaulier, e atualmente coordena o Burlesk
Center, centro de pesquisa e aperfeiçoamento das artes burlescas contemporâneas, na Suíça.
Ficha Técnica: Direção Jacques Lecoq e Pierre Byland / Elenco Pierre Byland e Mareike Schnitke / Produção no Brasil Cais Produção
Cultural - Luciana Arcuri e Zé Renato
FEBRIL (Rio de Janeiro, Brasil) Cia Circo no Ato - Inédito em São Paulo
Duração 60 min / Recomendação: 10 anos
Dias 29 e 30 de maio (SEX e SÁB) às 19h| Dia 31 de maio (DOM) às 17h
Sesc Bom Retiro - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Uma trupe de ciganos chega a um vilarejo e começa a
exibir acrobacias, malabares, dança, teatro, números aéreos e de
equilibrismo. A trilha sonora é executada ao vivo, interpretada por
alguns deles. A atmosfera é onírica e traduz um universo fantástico,
sem precisão de tempo ou espaço. Febril, a sétima produção da
Circo no Ato em parceria com o Circo Crescer e Viver, do Rio de
Janeiro, nasceu sob inspiração do chamado “realismo mágico”,
vertente literária encabeçada por Gabriel García Márquez. O grupo
se deu conta de que, assim como as obras do escritor colombiano, o circo é capaz de aliar dramaturgia
a imagens, movimentos e personagens que soem irreais ou estranhos em meio ao que é cotidiano e
comum.
Ficha Técnica: Direção Luis Igreja / Assistente de Direção Cecília Ripoll / Composição e Direção Musical Daniel Gonzaga /
Elenco Ana Carolina Reis, Brian Amorim, Cássia Cristina, Gilmar Oliveira, Janaina Costa, Luis Martins, Mário Flávio, Natássia Vello,
Pedro Serejo, Renê Carvalho e Rodrigo Ceribelli / Iluminação João Franco / Direção de Arte Denise Bernardes, Guilherme Maia e Beto
Herriot / Roteiro e Pesquisa Ana Carina e Clara Meirelles / Assistente de Criação em Técnicas Circenses Lurian Duarte / Assistente
de Criação em Composições Corporais Paula Maracajá / Figurino Denise Bernardes, Marcela Domingos e Vinicius Couto / Assistente
de Figurino Márcia Lima / Aderecista de Arte Ademir de Souza / Aderecista de Figurino Poliana Braga / Pintura de Arte Ana
Duarte / Caracterização Simone Batata, Tiça Camargo e Ana Gangemiu / Costureira Marenice Alcântara / Rigger Carlos Eduardo
(Índio) / Produção Junior Perim, Vinicius Daumas e Alex Nascimento Barreto / Assistente de Produção Lívia Simas e Paulinho Freitas
PALS (Espanha) Cia Ciclícus - Inédito no Brasil
Duração - 80 min / Recomendação: 12 anos
Dias 29 e 30 de maio (SEX e SÁB) às 21 | Dia 31 de maio (DOM) às 19h
Sesc Pompeia - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Um coletivo itinerante de artistas de circo se despede de
um integrante da trupe que morreu. A despedida consiste em
encontrar um lugar onde lançar as cinzas, para que o colega possa
seguir seu caminho e voltar a se integrar com a natureza. Os
intérpretes desmontam uma carroça, cujas peças dão origem a
carrosséis e outras estruturas circenses, onde os artistas realizam
movimentos delicados, sob uma trilha sonora que vai no mesmo
ritmo. Cíclicus é uma companhia de circo musical nascida em 2009,
em Barcelona. Com Pals, ela propõe ao público viver uma experiência que todo mundo já teve, ou
algum dia vai enfrentar.
Ficha Técnica: Idealização, dramaturgia e direção Leandro Mendoza / Assistente de direção Joan Arqué / Elenco Asvin López
Echarri, Irene Estradé Niubó, Itziar Castro, Joel Martí Melero, Miguel Ángel Fernández (Tinga Tinga), Miguel García, Tanja Haupt /
Direção musical Nacho López / Cenografia Leandro Mendoza / Design de luz Cube.bz / Figurino Mariel Soria / Acompanhamento
coreográfico Fàtima Campos y Mònica Alsina / Acompanhamento de atuação Piero Steiner / Produção no Brasil Palipalan Arte e
Cultura - Patrícia Braga/ Apoio Generalitat de Catalunya – Depatament de Cultura, Gobierno de España – Ministerio de Educación,
Cultura y Deporte, INAEM – Instituto Nacional de las Artes Escenicas y de la Musica e Institut Ramon Llull – Llengua i cultura
catalanes
UM CAFÉ DA MANHÃ (São Paulo, Brasil) Coletivo Um Café da Manhã - Inédito em São Paulo
Duração 45 min/ Recomendação: 12 anos
Dias 29 e 30 de maio (SEX e SÁB) às 21h | Dia 31 de maio (DOM) às 19h
Sesc Consolação - Teatro Anchieta - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Ana e Carlos são partes de um casal em desencontro. Estão juntos,
mas sós. E cada um sente isso à sua maneira - enquanto ela celebra a solidão e
enxerga uma oportunidade de viver novas emoções, ele não vê mais sentido no
seu dia a dia. Um Café da Manhã foi inspirado no poema homônimo Déjeuner
du Matin, de 1946, do escritor francês Jacques Prévert. A separação, tratada
pelo autor de modo sutil, é revelada sem o uso das palavras pelos artistas Ana
Coll e Kadu Mendes. Eles exploram os sentimentos de seus personagens por
meio de aparelhos aéreos, como o trapézio duplo. Desde 2012, Um Café da
Manhã, formado pelo coletivo homônimo em São Bernardo do Campo (SP), já
foi apresentado em diversos festivais de circo e encanta pela lembrança da
efemeridade da vida e do circo.
Ficha Técnica: Direção e Roteiro Ronaldo Cahin / Criação e Atuação Ana Coll e Kadu Mendes / Trilha Sonora Original Pedro
Vilhena / Cenografia Natalia Vaz e Frederico Filippi / Figurinos Carola Costa / Iluminação Alexandre Zullu / Direção de Double
Trapézio Ronaldo Aguiar / Coreografia Solo Claudia de Souza / Coreografia Lira/Patins Rodrigo Cordeiro (Puber) / Técnica de
Patins Acrobático Delisier Rethy / Preparação de Elenco Samuel de Assis / Contrarregra Jovani Almeida / Equipamento circense
Kadu Mendes / Auxiliar Técnico Gean Carlo / Produção Nascedouro Produções [Elisa Taeme]
A FANTÁSTICA BALEIA ENGOLIDORA DE CIRCOS (Rio de Janeiro, Brasil) Cia
Frita - Inédito em São Paulo
Duração: 60 min / Recomendação: Livre
Dias 30 e 31 de maio (SÁB e DOM) às 12h
Sesc Santana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Vem a enchente e com ela uma baleia, que engole um
circo inteiro. Três palhaças passam a (sobre) viver num cotidiano
surreal, que pode revelar surpresas a cada nova “refeição” do
animal. No início da saga das palhaças deglutidas, elas surgem do
fundo da baleia para o meio da cena puxando um cadarço
gigantesco preso em um sapato-âncora, que dá a impressão de pesar
toneladas. É um dia a dia retratado com humor e expressão
corporal, que mescla truques clássicos de palhaço e a ilusão de
mímica em cenas sem palavras. Este é o segundo espetáculo da Cia Frita, fundada em 2009.
Habituadas ao “cara a cara” com a plateia, as palhaças precisaram se adaptar à chamada quarta parede,
uma encenação sem troca de olhares com o espectador.
Ficha Técnica: Direção, roteiro e Preparação Mímica Alvaro Assad / Elenco Érika Freitas, Mariana Rabelo, Raquel Theo, Florencia
Santángelo (Stand in) / Desenho de Luz Aurélio Oliosi / Música Original e Direção Musical Joaquim de Paula / Figurinos e Designer
Raquel Theo / Coreografia Cleyde de Souza / Concepção de Cenário Alvaro Assad / Cenotécnico Marcos Feio / Adereços Heloisa
Dile e Renato Spinelli / Produção Stupenda Produção (Cris Zonzini)
A.N.J.O.S. (São Paulo, Brasil) Cia Nau de Ícaros
Duração: 60 min/ Recomendação: 4 a 10 anos
Dias 30 e 31 de maio (SÁB e DOM) às 15h
Sesc Santo Amaro - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Nuno perdeu algo, perdeu alguém. Triste e sozinho, ele
encontra Ana, uma garota especial que lhe pede ajuda: como Nuno,
ela também perdeu algo importante. Mas Ana tem a companhia de
seus amigos Nico, Jonas, Olivia e Suriá e juntos eles irão em busca
da auréola perdida de Ana. Uma aventura de descobrimentos e
revelações, embalada pela sensibilidade do circo, da dança e da
música para abordar as transformações onipresentes ao universo
delicado e imaginário da criança.
Ficha Técnica: Direção e Concepção: Erica Rodrigues Texto e Dramaturgia: Erica Rodrigues e Gustavo Gessullo Assistente de direção:
Marco Vettore Coreografia: Erica Rodrigues e Letícia Doretto Intérpretes-criadores: Alvaro Barcellos, Ana Luiza Leão, Celso Reeks,
Gian Mellone, Letícia Doretto, Lorena Silveira Música Original: Marcelo Pellegrini Iluminação: Wagner Freire Cenografia : Erica
Rodrigues Orientação Cenográfica: Marcio Medina Figurinos: Erika Li – Contos de Vestir Ilustrações e imagens: Carla Venusa Equipe de
Vídeo: Criação - Raimo Benedetti Assistente de Vídeo: André Cruz Máscaras: Sati Melo Preparação em Moçambique: Letícia Doretto e
Ari Colares Preparação dos atores: Miriam Druwe e Rhena de Faria Foto: Cris Von Ameln Coordenação técnica e montagem: Celso
Reeks Operação de Luz: Paulo Souza Operação de Som: Emílio Barreto Contrarregras: Marcos Ribeiro e Fabiano Galvão Música
"Encarnada": Iara Rennó Produção Executiva: Mara Cesar - TIBA Produções Produção Administrativa: Álvaro Barcellos Produção
Geral: Cia Cênica Nau de Ícaros Coordenação Geral: Marco Vettore
AS VOLTAS QUE O MUNDO DÁ! (São Paulo, Brasil) Cia K/Cia Cabelo De Maria - Estreia
Duração: 60 min/ Recomendação: Livre / Todas as unidades: Grátis
Dias 30 e 31 de maio (SÁB e DOM) às 16h
Sesc Itaquera - Praça de Eventos
Dia 04 de junho (QUI) às 16h| Dia 05 de junho (SEX) às 20h
Sesc Campo Limpo - Praça
Dias 06 e 07 de junho (SÁB e DOM) às 16h
Sesc Interlagos - Praça Pau Brasil
Sinopse: Serafim e Serafina formam um casal de palhaços viajantes,
que quebram a própria rotina e a de quem cruza seu caminho. Eles
vivem se deparando com problemas do mundo contemporâneo e
sempre conseguem transformá-los, propondo outra perspectiva. Em
cada estação, um número circense e musical representa uma
metáfora, ou uma visão poética, das imposições da vida moderna.
Por exemplo, um solo feminino de trapézio torna-se o retrato de
alguém na janela de um edifício, em busca de sua cara metade. As
Voltas que o Mundo Dá!, que faz sua estreia no festival, é uma parceria entre a Cia K. e a Cia. Cabelo
de Maria. O espetáculo tem números aéreos, acrobáticos e de virtuose física, acompanhados por uma
orquestra itinerante que mistura sons dos Bálcãs, valsa e música cigana.
Ficha Técnica: Direção Kiko Caldas / Elenco: Cia K: Kiko Caldas, Celia Borges, Vitor Dias, Maria Carolina Seckler, Daniel Wolf,
Veronica Piccini, Marilia Mattos, Cia Cabelo de Maria - Poin (Pequena Orquestra Interativa): Renata Mattar - sanfona e voz, Gustavo
Finkler - composições, violão e voz, Dani Zulu - zabumba e voz, Gustavo Souza - caixa e pratos, Mateus Mapa - flauta e flautim,
Micaela Nassif - violino e Renato Farias - sousafone / Direção musical Gustavo Finkler e Renata Mattar / Concepção do espetáculo Cia
K e Cia Cabelo de Maria - Poin / Figurinos Daniela Garcia / Roteirista Claudia Vasconsellos / Técnicos de palco Edilson Assalti Jr /
Produção Carrapeta Produções (Silvia Lopes)
A ARTE DO ILUSIONISMO (São Paulo, Brasil) Caio Ferreira
Duração: 60 min/ Recomendação: Livre
Dias 30 e 31 de maio (SÁB e DOM) às 18h
Sesc Osasco - Tenda 1 - Grátis
Dia 04 de junho às 18h (QUI) | Dia 05 de junho (SEX) às 19h
Sesc Bom Retiro - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: No palco escuro, uma iluminação sutil dá um clima de
cabaré. Feixes de luz iluminam bolas de bilhar, anéis de aço e outros
objetos, que ora somem, ora se transformam. A Arte do Ilusionismo
é um espetáculo de manipulação, arte em que os efeitos mágicos são
criados só com as mãos. Cartas de baralho voam da mão esquerda
para a direita como se estivessem todas conectadas numa espécie de
sanfona lúdica. Na trilha sonora, eruditos como Mozart e Chopin.
Bicampeão latino-americano de ilusionismo Caio Ferreira criou esse
espetáculo inspirado na escola de manipulação holandesa, com sua técnica apurada, leveza de
movimentos, coreografia musical e carisma do artista.
Ficha Técnica: Direção e composição Caio Ferreira / Elenco Caio Ferreira, Marcel Fatibello, Luisa Galvão / Sonoplastia e eletrônica
João Penteado e Roger Rigo / Design de iluminação Marquinhos / Produção DTrip (Daniel Moreira)
CHARIVARI BRASILEIRO (São Paulo, Brasil) Circo Mínimo e Convidados - Estreia
Duração: 60 min / Recomendação: Livre
Dia 30 de maio (SÁB) às 20h| Dia 31 de maio (DOM) às 19h
Sesc Santo André - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: “Charivari” é aquele momento final dos espetáculos de
circo, quando os artistas entram saltando, fazendo malabares e
acrobacias, e convocando o público para acompanhá-los no ritmo
das palmas. Escolas de circo, de São Paulo e de outros estados, vão
se juntar para apresentar Charivari Brasileiro, encontro criado
especialmente para este festival com o objetivo de mostrar os
caminhos da formação circense no país. Artistas de sete escolas vão
dividir o palco, enquanto um diretor amarra as diversas linguagens.
Entre elas, uma lira dupla e um mão a mão com perna de pau. O Circo Mínimo, fundado por Rodrigo
Matheus em 1988, já criou 17 espetáculos, todos misturando circo e teatro. De 1999 a 2004, fez parte
da Central do Circo, uma espécie de embrião deste Charivari Brasileiro.
Ficha Técnica: Direção Rodrigo Matheus / Elenco Escola Circo de Diadema (São Paulo), Escola Circo de Londrina (Paraná), Escola
Nacional de Circo (Rio de Janeiro), Escola Pernambucana de Circo (Pernambuco), Galpão do Circo (São Paulo), Picadeiro Circo Escola
(São Paulo), SP Escola de Teatro (São Paulo) / Luz Gabriel Greghi / Som Thiago Zanotta / Montagem Pablo Nordio / Contra-regragem
Fernando Cervantes / Administração Luciana Marcon / Produção Circo Mínimo [Rodrigo Matheus]
ÚLTIMA ADUELA (Portugal) - Erva Daninha - Inédito no Brasil
Duração 40 min/ Recomendação: Livre / Todas as unidades: Grátis
Dia 30 de maio (SÁB) às 16h | Dia 31 de maio (DOM) às 13h
Sesc Interlagos - Sede Social
Dia 01 de junho (SEG) às 15h | Dia 02 de junho (TER) às 11h
Sesc Carmo - Praça da Liberdade
Dias 04 e 05 de junho (QUI e SEX) às 15h
Sesc Itaquera - Praça de Eventos
Dias 06 e 07 de junho (SÁB e DOM) às 14h
Sesc Osasco – Tenda II
Sinopse: Do varal cheio de lençóis furados às pessoas vestidas com
roupas puídas, predomina uma única cor: bege. Mas a chegada de
um homem engravatado num monociclo colore o cenário. Com uso
do quick change, recurso em que um artista troca de roupa como
num passe de mágica, os personagens ganham um figurino que
parece um arco-íris. A mudança nada mais é do que uma reflexão
sobre a superficialidade e a vaidade; sobre ditaduras e dinâmicas de
poder. Cada uma das tábuas curvas que formam o corpo de barris e
tonéis, as chamadas aduelas, servem para números de equilibrismo, malabares e acrobacias. A
companhia Erva Daninha, fundada em 2009, nasceu com o intuito de investigar novas formas de fazer
e apresentar circo. Sua sede fica no Porto, na Rua da Alegria.
Ficha Técnica: Direção Vasco Gomes / Assistência de direção Julieta Guimarães / Interpretação André Borges, Inês Mariana Moitas e
Jorge Lix / Música Baltazar Molina, Nilson Dourado e João Quintela / Figurinos Inês Mariana Moitas / Direção artística da
companhia Vasco Gomes e Julieta Guimarães / Direção técnica Romeu Guimarães / Formação Jorge Lix / Acompanhamento Tufão
Andrade / Produção no Brasil Cena Cultural Produções - Julia Gomes
EXCEÇÕES À GRAVIDADE (EUA) - Avner the Eccentric - Inédito em São Paulo
Duração 75 min / Recomendação: Livre
Dias 02 e 03 de junho (TER e QUA) às 21h
Sesc Bom Retiro - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Ele engole uma quantidade inacreditável de guardanapos, faz
malabares com seu chapéu e equilibra sobre o nariz uma pena bem comprida.
Tudo com uma expressão corporal e um bom humor que cativam a plateia. O
palhaço Avner criou este espetáculo solo no início dos anos 80, mesclando gags
clássicas às técnicas de ilusionismo. Passados 30 anos, algumas acrobacias
mais árduas foram deixadas de lado. Afinal, aos 66 anos, o palhaço aprendeu
que, em vez de abusar da técnica, é possível seduzir o público conectando-se
ao estado emocional dele. Artista versátil com atuações reconhecidas nos
universos circense, cinematográfico e teatral, Avner usa seu dom como
ferramenta terapêutica e ministra workshops para estudantes e profissionais da
saúde, educação e de assistência social.
Ficha Técnica: Atuação, Roteiro e Direção Avner Eisenberg / Preparação Vocal Julie Goell / Produção no Brasil Périplo Produções Pedro de Freitas
EXTREME SYMBIOSIS (Suécia) Henrik & Louise - Inédito no Brasil
Duração: 55 min/ Recomendação: 16 anos
Dias 02 e 03 de junho (TER e QUA) às 21h | Dia 04 de junho (QUI) às 15h
Sesc Pompeia - Galpão - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Os suecos Henrik e Louise, que estão juntos há 14 anos, criaram esta
performance documental para abordar a arte de trabalhar em dupla. Eles
apresentam os bastidores do processo de criação, trazendo à tona o treinamento
físico e mental a que se submetem. Enquanto um telão exibe cenas de ensaios,
seus erros e acertos, é possível ouvir uma gravação com os artistas debatendo
algumas questões. Ao mesmo tempo, no palco, eles também se apresentam,
reproduzindo e criando outros movimentos. O que se observa são as
dificuldades do trabalho, afetadas por fatores emocionais internos e externos.
Em Extreme Symbiosis, projeto de pesquisa da pós-graduação da dupla, eles
olharam para dentro de si mesmos e descobriram que ainda havia muito a ser
descoberto.
Ficha Técnica: Idealização, direção e elenco Henrik Agger e Louise Bjurholm/ Produção no Brasil Sala de Produção - Cássia de
Souza
CIRCONFERENCES (França) Cie La Scabreuse - Inédito no Brasil
Duração 90 min/ Recomendação: 12 anos
Dias 03 e 06 de junho (QUA e SÁB) às 20h| Dias 04 e 07 de junho (QUI e DOM) às 19h
Sesc Santo André - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: As circonferências são conferências-espetáculos
dedicadas às artes do circo. Elas propiciam aos artistas uma
consciência mais clara de seus limites e potencialidades, além
de oferecer ao público um entendimento maior às dificuldades e
constrangimentos pelos quais, eventualmente, quem está no
palco tem de enfrentar. Vários números são apresentados para
ilustrar visualmente a discussão. No festival, eles vão
apresentar as Circonferências do mastro (03 e 04/06) e arame (06 e 07/06), que vão tratar das
habilidades necessárias para cada aparelho. A primeira circonferência foi realizada em Paris em 2012.
Desde então, os artistas já apresentaram dezenas delas, abordando questões como o medo por meio de
acrobacias aéreas e o risco de queda com o malabarismo.
Ficha Técnica: Direção e concepção Jean-Michel Guy e Marion Collé / Elenco Jean-Michel Guy, Océane Pelpel, Jean-Charles Gaume,
Isabelle Brisset Marion Collé e Marcelo Lujan (Arame), Amanda Righetti, Philippe Ribeiro e Rafael de Paula (Mastro Chinês) /
Produção no Brasil Equilibre Produções - Fernanda Vilela
PELAT (Espanha) Joan Català - Inédito no Brasil
Duração 45 min/ Recomendação: Livre / Todas as unidades: Grátis
Dia 03 de junho (QUA) às 15h
Sesc Carmo - Praça Poupatempo
Dias 04 de junho (QUI) às 13h | Dia 05 de junho (SEX) às 17h30
Sesc Bom Retiro - Praça de Convivência
Dia 06 de junho (SÁB) às 15h | Dia 07 de junho (DOM) às 13h
Sesc Campo Limpo - Praça
Sinopse: Um artista, um tronco de árvore e alguns espectadores. Eis a
matéria-prima de Pelat, um espetáculo do qual todos participam direta
ou indiretamente e o show nunca se repete. Em cena, um gira-gira com
todos de mãos dadas, um ataque de cócegas e cutucadas, uma escalada
do tronco, que faz as vezes de mastro chinês. Essa última, o artista faz
sozinho. A ideia é resgatar as práticas de uma época em que as atividades
profissionais eram mais coletivas. A linguagem cênica se inspira em coreografias despercebidas das
atividades agrícola e artesanal. Segundo o artista, a coletividade dos dias de hoje é mera aparência, a
encobrir solidão e individualidade. Esse é o primeiro trabalho solo do catalão Joan Català, que propõe
eliminar as fronteiras entre dança, circo, teatro e performance.
Ficha Técnica: Criação, direção e interpretação Joan Català i Carrasco / Consultoria artística Roser Tutusaus, Melina Pereyra, Jordi
Casanovas, Pablo Molinero e David Climent (Los Corderos) / Produção no Brasil Circus Produções - Guto Ruocco
FALSA ESCUADRA (Argentina) CianMovimiento Armario
Duração: 50 min/ Recomendação: Livre / Todas as unidades: Grátis
Dias 04 e 05 de junho (QUI e SEX) às 11h e 14h
Sesc Interlagos - Sede Social
Dias 06 e 07 de junho (SAB e DOM) às 11h e às 14h
Sesc Itaquera – Praça de Eventos
Sinopse: Dois irmãos entram em cena carregando um armário de
roupas. Em torno desse móvel, os dois protagonizam suas cenas
líricas e cômicas, ao melhor estilo de Chaplin e Jacques Tati. Não
faltam malabares, equilibrismo e muitos outros números incríveis.
Fernando Rosen e Ivan Larroque, do grupo argentino Cia.
Movimiento Armario, criaram uma pequena joia circense sem usar
palavras. De inspiração surrealista, a beleza brota em meio aos
números, com cenas inesperadas e brincadeiras de intenso lirismo. No jogo desses dois irmãos, um
alto e outro baixo, as situações vão se desdobrando e complicando, criando trapalhadas atrás de
trapalhadas. Lançam mão do absurdo e do surreal com números nos quais o armário de duas portas
também se torna um personagem cheio de surpresas para o público.
Ficha Técnica: Direção Martin Joab / Elenco Fernando Rosen e Ivan Larroque / Criação Ivan Larroque, Martin Joab e Fernando Rosen
/ Cenário Ernesto Sotera / Música Luis Rodrigo Diaz Muñiz / Produção no Brasil Felipe França Gonzalez - Difusa Fronteira
BARLOVENTO (Argentina) Hazmereir - Inédito no Brasil
Duração: 70 min / Recomendação: 6 anos
Dias 04 e 07 de junho (QUI e DOM) às 18h| Dias 05 e 06 de junho (SEX e SÁB) às 19h
Sesc Consolação - Teatro Anchieta - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Um árabe, um italiano, uma francesa e um russo formam a
tripulação do navio Barlovento, que singra os mares atravessando
calmaria e tempestade, loucura e sanidade. Os personagens extravagantes
interagem usando acrobacia, humor, manipulação de objetos e mastro
chinês de 10 metros. Barlovento busca conciliar arte circense e arte
dramática. O público não entende muitas palavras, mas a ideia é
compreender a narrativa pelos movimentos, gestos e expressões, gritos,
caretas e beijos na boca. Habituada a espetáculos solo, em dupla e trio, a Cia. Harzmereir decidiu
produzir um espetáculo maior. Após um ano de ensaios, Barlovento foi aos palcos pela primeira vez
em janeiro de 2013 em Mar del Plata, na Argentina.
Ficha Técnica: Direção Alan Darling / Elenco Federico Galván, Martín Umerez, Ana Clara Manera, Juan Ignacio Rey / Música
original Juan Sardi / Coreografia Paola Belfiore / Assistente de Palco Lucas Manso / Design de Luz Bruno Festa / Figurino Leila
Lopez e Alejandra Ostuni/ Cenografia Barlovento e Herretec / Design Ferrari Chiapa, Marcial Fernández / Vídeo AVER Contenido
Audiovisuales / Produção no Brasil Difusa Fronteira - Felipe França Gonzalez
B-ORDERS (Palestina) Palestinian Circus School - Inédito no Brasil
Duração 50 min/ Recomendação: 12 anos
Dias 04 e 07 de junho (QUI e DOM) às 19H| Dias 05 e 06 de junho (SEX e SÁB) às 21h
Sesc Belenzinho - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: No palco, duas pessoas agoniadas se esbarram em
movimentos truncados. Há espaço de sobra, mas elas querem ocupar
o mesmo lugar. Os artistas, palestinos criados em Jerusalém,
sentiam-se deslocados em sua própria terra. Como distinguir sua
identidade nessas condições? B-Orders reflete sobre essa realidade,
que fervilhou quando eles viajaram para estudar na Europa - Ashtar
Muallem na França, Fadi Zmorrod na Itália. Perceberam os códigos
que carregavam - e o que os outros esperavam deles. O nome do
espetáculo traduz a necessidade de passar pelas fronteiras (em inglês, “borders”, o “b” do título)
impostas pela ocupação da Palestina e pela sociedade, personificadas nas ordens (“orders”) com as
quais os artistas se acostumaram a lidar, da família e dos militares.
Ficha Técnica: Direção e elenco Ashtar Muallem and Fadi Zmorrod / Consultoria Artística Juliana Neves / Apoio Artístico Mathieu
Desseigne Ravel, Iman Aoun / Técnicos Alaa Jayousi, Ramzi Abu Dayyeh / Montagem musical e composição Rami Washaha /
Figurino Fairouze Nastas / Luz Ralf Nonn / Produção no Brasil João Carlos Couto Produções Culturais e Assessoria - João Carlos
Couto
ESCALAFOBÉTICA (São Paulo, Brasil) Palhaça Rubra
Duração: 50 min/ Recomendação: 18 anos
Dia 04 de junho (QUI) às 17h | Dia 05 de junho (SEX) às 21h
Sesc Santana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: A Palhaça Rubra é escalafobética, quer dizer, excêntrica,
esquisita, desengonçada. Faxineira e com o senso de limpeza
apurado, ela usa maquiagens, penteados e figurinos exagerados.
Num lugar que parece um sonho fantasmagórico, sua diversão é
cantar e fazer coisas estranhas, como erguer e equilibrar uma
instalação com dezenas de baldes, mais alta que ela. Segundo a
diretora Rhena de Faria, existe uma reflexão sobre o fato de uma
mulher muitas vezes ser considerada louca quando exprime o que
sente, quando não corresponde àquilo que “se espera” dela. Além de apresentar a série de aventuras
musicais da Palhaça Rubra, Lu Lopes é musicista e palhaça-atleta do “Jogando no Quintal - Jogo de
Improvisação de Palhaços”.
Ficha Técnica: Direção Rhena de Faria e Lu Lopes / Elenco Lu Lopes / Ator convidado Gabriel Zarella / Músicos Álvaro Lages e
Danilo Penteado / Trilha Sonora Lu Lopes, Danilo Penteado e Álvaro Lages / Concepção, figurino e músicas Lu Lopes / Cenário Ana
Lobo e Lu Lopes
NOITES DE PARANGOLÉ (Rio de Janeiro, Brasil) Teatro de Anônimo - Inédito em São
Paulo
Duração 80 min/ Recomendação: 18 anos
Dias 04 e 07 de junho (QUI e DOM) às 18h| Dias 05 e 06 de junho (SEX e SÁB) às 21h
Sesc Pompeia - Galpão - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Circo, humor, teatro popular, projeções e música ao vivo,
executada pela banda Charanga Mutante: esse é o Noites de
Parangolé. A dançarina escorrega e cai no chão. A paródia começa e
o show não para. O espetáculo, que acontece em clima de cabaré,
nunca é o mesmo. A cada exibição, a temática é diferente e
convidados se unem ao elenco fixo. Fundado em 1986, o Teatro de
Anônimo já produziu dez espetáculos, sempre com o intuito de
realizar uma parceria com a sociedade civil, tanto que se tornou
Ponto de Cultura. Funciona como uma incubadora para a pesquisa, formação e qualificação de
profissionais focados no aspecto cômico.
Ficha Técnica: Direção Teatro de Anônimo / Elenco Regina Oliveira, Maria Angélica Gomes, Fábio Freitas, João Carlos Artigos,
Espuma Bruma, Shirley Britto e convidados / Músicos André Fioroti, Rafael Kalil, Joaco Bacari, Maria Teresa Gandra, Matheus Diniz e
Igor Ferreira / Programação visual Caco Chagas / Produção executiva Flávia Berton / Equipe técnica Dodô Giovanetti, Maurício
Peixoto e Luiz Henrique Queiroz / Produção Teatro de Anônimo (João Artigos)
UNDERART (Suécia) Cirkus Cirkör - Inédito no Brasil
Duração 90 min/ Recomendação: 12 anos
Dia 04 de junho (QUI) às 18h | Dias 05 e 06 de junho (SEX e SÁB) às 21h | Dia 07 de junho
(DOM) às 17h
Sesc Vila Mariana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Um salto triplo, a perda do controle e a queda quase fatal. Em
dezembro de 2005, o então acrobata Olle Strandberg perdeu os movimentos do
pescoço para baixo após ter caído de uma altura considerável. Seu esforço para
se reinventar como artista deu origem a Underart. O espetáculo conta com a
participação de sete artistas que combinam diversos tipos de acrobacias, ao
som de uma trilha sonora original. Espere por uma doce melancolia, mas
também por muito humor e poesia. O Cirkus Cirkör, fundado em 1995, mistura
em francês as palavras “cirque” e “cœur”, ou seja, circo e coração. Segundo a
trupe, sua missão é “fazer o mundo e a vida se tornarem mais atentos e vivos”.
Acreditando nisso, Strandberg recobrou seus movimentos e desde 2011
trabalha como diretor criativo da companhia.
Ficha Técnica: Concepção e direção Olle Strandberg / Elenco Anna Ahnlund, Alexander Dam, Iris Pelz, Matias Salmenaho,
Christopher Schlunk, Andreas Tengblad, Methinee Wongtrakoon / Composição e design de som Ripple & Murmur /Anna Ahnlund and
Andreas Tengblad / Cenografia e figurino - wiklundwiklund / Katarina Wiklund Susanna Wiklund/ Design de luz Jenny André /
Construção do cenário e adereços Joel Jedström / Técnico de luz Sandra Liscano / Técnico de som Hella Collett / Assistente de
direção e tour manager Maria Wallin/ Diretor de relações internacionais Lars Wassrin / Gerente de relações internacionais Mette
Klouman / Diretor, fundador e líder artístico da Cirkus Cirkör Tilde Björfors / Produção no Brasil Phila7 - Marisa Riccitelli Sant
´ana
VIZINHOS (São Paulo, Brasil) Artinerant's
Duração 50 min/ Recomendação: 12 anos
Dias 04 e 07 de junho (QUI e DOM) às 18h | Dias 05 e 06 de junho (SEX e SÁB) às 21h
Sesc Santo Amaro - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: A relação entre dois colegas de quarto pode estar por um
fio, literalmente, quando a mulher se equilibra e caminha pelo varal
da casa onde moram. Em Vizinhos, os objetos de uso cotidiano de
um homem e uma mulher ganham novos significados para mostrar,
através de números circenses, as dificuldades que enfrentamos em
nosso dia a dia. Para escapar da rotina, eles recriam o cenário de sua
vida comum por meio de jogos cênicos que misturam acrobacias,
equilíbrio, humor e poesia. Por exemplo, quando o homem é
engolido pelo sofá e, na tentativa de se livrar dele, transforma-o em um trampolim. Os artistas Daniel
Pedro e Maíra Campos, integrantes do Circo Zanni, são os responsáveis pela criação deste espetáculo,
com direção de Lu Lopes (a Palhaça Rubra).
Ficha Técnica: Direção Lu Lopes / Elenco Daniel Pedro e Maíra Campos / Figurino Maíra Campos / Iluminação e som Paulo Souza /
Trilha Sonora Daniel Pedro, Maíra Campos e Lu Lopes / Produção Artinerant’s (Marina Ferreira)
VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS (São Paulo, Brasil) Solas de Vento
Duração 70 min/ Recomendação: Livre
Dias 04, 06 e 07 de junho (QUI, SÁB e DOM) às 12h
Sesc Belenzinho - Sala de Espetáculos 2 - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: O aventureiro Mister Fog decide dar a volta ao mundo junto
com o criado Passepartout. Durante a viagem, que passa por Europa,
Egito, Índia, China, Japão e Estados Unidos, eles são surpreendidos
pelas armadilhas de Mister Fix, um vilão atrapalhado. A adaptação do
romance de Júlio Verne é encenada por dois atores, que dão vida a
mais de dez personagens. Manipulando peças de ferro, rodas e
sucatas, eles constroem barcos, trens, montanhas e até um elefante.
Uma projeção ao vivo deixa as cenas ainda mais divertidas. A Volta
ao Mundo em 80 Dias é o primeiro espetáculo infantil da Cia. Solas de Vento, criada em 2007.
Ficha Técnica: Texto e direção Carla Candiotto / Criação Solas de Vento e Carla Candiotto / Elenco Bruno Rudolf e Ricardo
Rodrigues/ Coreografia Bruno Rudolf e Ricardo Rodrigues / Direção de arte Lu Bueno / Figurino Olintho Malaquias / Adereços
Michele Rolandi / Ferragens cenográficas Solas de Vento / Ilustrações Iara Jamra / Trilha sonora Excentricmusic (Marcelo Lujan) /
Iluminação Wagner Freire / Produção Solas de Vento
DE PARTIDA (São Paulo, Brasil) - Cia. Suno - Estreia
Duração: 50 min/ Recomendação: Livre
Dias 06 e 07 de junho (SÁB e DOM) às 12h
Sesc Santana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: “Hora de ir embora quando o corpo quer ficar… Toda alma
de artista quer partir…” diz a letra de Na Carreira, composta por Chico
Buarque e Edu Lobo para o espetáculo O Grande Circo Místico. É essa
a inspiração que move os palhaços Sanduba e Fiorella, que desbravam
o mundo como dois ciganos. Eles perseguem novos desafios por onde
passam, fazendo contorcionismo, mágica, equilibrismo, acrobacia e
muita palhaçada. Um número é especialmente impressionante. Sobre
uma mala em pé, fica um cilindro. Sobre o cilindro, uma prancha. E
sobre a prancha, o palhaço equilibra uma bola no nariz e ainda faz malabares. Fundada em Campinas,
em 1998, a Cia. Suno busca mesclar a poética do circo com a linguagem teatral, por meio das atuações
da atriz Helena Figueira e do acrobata Duba Becker.
Ficha Técnica: Direção Marcelo Lujan / Assistência De Direção Daniela Rocha Rosa / Elenco Helena Figueira e Duba Becker /
Cenógrafo Palhassada Ateliê - Karina Diglio e Marcos Diglio / Figurinista Helena Figueira / Iluminação Marcos Tadeu / Produção Cia
Suno
A COSTUREIRA (Suíça) Gardi Hutter - Diretor Michael Vogel - Inédito em São Paulo
Duração: 70 min / Recomendação: Livre
Dia 06 de junho (SÁB) às 21h e dia 07 de junho (DOM) às 18h
Sesc Santana - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Joana é uma costureira criativa, que trabalha com a força de
sua imaginação. Certo dia, ela vai bisbilhotar dentro da casa de um
botão e dá de encontro com o fio de sua história, que se desenrola
como seus diversos rolos de tecido. A partir deles, ela vai tecer - ou
melhor, relembrar - momentos de felicidade, mas também se dar conta
da finitude da vida. A nova criação da palhaça suíça Gardi Hutter, em
parceria com o diretor Michael Vogel, oferece inúmeros simbolismos
para tratar de questões caras e delicadas do ser humano. A caixa de
costura pode abrir um abismo, provocando medo, mas também gargalhadas, a depender do modo como
Joana enfrentará o seu destino. A artista, referência no que diz respeito à arte da palhaçaria, tem mais
de 30 anos de carreira.
Ficha Técnica: Diretor Michael Vogel / Diretor Musical Dirk Schröder / Videomaker Andreas Dihm / Designer de Luz Reinhard
Hubert / Assessoria de Gags Ferrucio Cainero / Responsável Técnica Raffaella Benini / Design gráfico original: Stephan Bundi /
Produção no Brasil Périplo Produções - Pedro de Freitas / Apoio Pró Helvétia (Fundação Suíça para a Cultura), Fundo Cultural do
Cantão de St. Gallen e Consulado Geral da Suíça em São Paulo
HARU - A PRIMAVERA DO APRENDIZ (Pernambuco, Brasil) Rapha Santacruz - Inédito
em São Paulo
Duração: 50 min/ Recomendação: 4 anos
Dias 06 e 07 de junho (SÁB e DOM) às 12h
Sesc Bom Retiro - Teatro - Ingresso: R$ 25 | R$ 12,50** | R$ 7,50 *
Sinopse: Um jovem aprendiz sem consciência do seu potencial
procura orientação de um mestre para aperfeiçoar seus truques de
ilusionismo. Ele não sabe, mas o mestre também está em busca de
um sucessor. O aprendizado ocorre numa tenda colorida, inspirada
na feira de Caruaru, cidade-natal do mágico Rapha Santacruz, e foi
enriquecida com referências de feiras do Oriente Médio, Japão e
Marrocos, o que conferiu um caráter mais universal ao cenário. Do
Japão, aliás, surgiu o nome do espetáculo. Haru significa primavera
e simboliza o momento em que o aprendiz ganha o reconhecimento do mestre. Rapha, de 27 anos, é
mágico profissional desde os 12. Nos últimos anos, vem incorporando elementos teatrais e circenses e
criando uma linguagem própria da mágica em parceria com a coreógrafa e diretora Christianne
Galdino.
Ficha Técnica: Direção Marcondes Lima / Intérprete Criador e Diretor de Ilusionismo Rapha Santacruz / Concepção Rapha
Santacruz & Christianne Galdino / Colaboração Dramatúrgica Carla Denise / Colaboração em Linguagem Cômica (Técnicas de
Clown) Fernando Sampaio / Ator convidado Sóstenes Vidal / Trilha Sonora Original Marcelo Sena / Desenho e Operação de Luz
Eron Villar / Assistente de Produção e Contra-Regra Silvio Barreto/ Cenografia, Figurinos e Maquiagem Marcondes Lima /
Confecção de Figurino Maria Lima / Cenotécnico Flávio de Freitas Mendes / Assistente de Produção e Gestão Carla Navarro /
Programação Visual Java Araújo / Produção Christianne Galdino
INTERVENÇÕES
RITUAL DAS ESFERAS (Uruguai/ Brasil) Jorge Ribero e Zuza Magalhães
Duração: 15 min/ Recomendação: Livre / Grátis
Dia 29 de maio (SEX) às 20h - Sesc Pinheiros – Foyer do Teatro
Dia 30 de maio (SÁB) às 19h - Sesc Belenzinho - Área de Convivência
Dia 31 de maio (DOM) às 16h - Sesc Bom Retiro - Praça de Convivência
Dia 04 de junho (QUI) às 17h - Sesc Vila Mariana - Praça de Eventos
Dia 05 de junho (SEX) às 20h - Sesc Pompeia – Rua Central
Dia 06 de junho (SÁB) às 20h - Sesc Santo Amaro - Convivência
Dia 07 de junho (DOM) às 17h - Sesc Consolação – Foyer do Teatro
Sinopse: À medida que Zuza Magalhães toca o didgeridoo,
instrumento ancestral, Jorge manipula esferas de acrílico que se
movimentam como se fossem bolas de sabão, tamanha a leveza.
Cresce a complexidade da música, as esferas se tornam mais
numerosas. O malabarista se levanta e os movimentos, antes
restritos às mãos, agora são do corpo todo. Corpo e objeto se tornam
um só, enquanto ele dança. Eles se apresentam juntos desde 2009.
Jorge é palhaço há mais de oito anos e especialista em malabarismo
de contato e rolling com esferas de acrílico. Zuza toca há mais de cinco anos o didgeridoo, um
instrumento de sopro originário dos aborígenes australianos.
Ficha Técnica: Direção, elenco, criação Jorge Ribero e Zuza Magalhães/ Figurinista Julia Pacheco
CIRCO DEL MONDO (São Paulo, Brasil) Coletivo Caldeira
Duração: 40 min / Recomendação: Livre / Grátis
Dia 30 de maio (SÁB) às 15h - Sesc Interlagos – Sede Social
Dia 31 de maio (DOM) às 16h - Sesc Pinheiros – Praça de Eventos
Dia 04 de junho (QUI) às 16h - Sesc Santana – Área de Convivência
Dia 05 de junho (SEX) às 14h - Sesc Itaquera – Praça de Eventos
Dia 06 de junho (SÁB) às 19h - Sesc Santo André – Área de Convivência
Dia 07 de junho (DOM) às 16h - Sesc Vila Mariana – Praça de Eventos
Sinopse: A tradição do circo remete a um espaço único de
experimentações de diversas linguagens artísticas e por meio dos
caminhos traçados na cultura popular dos povos do mundo. Essa
intervenção artística propõe a conexão dos elementos que compõe o
universo do circo das artes cênicas e da música, de forma a
apresentar uma composição única para cada novo espaço proposto
dentro do Festival. Com uma composição mista de integrantes da
Orkestra Bandida, do personagem Carlos Castanhola e da dançarina
da macedônia Paola Blanton, a atividade é um convite de celebração para o público pelos caminhos do
circo.
Ficha Técnica: Ator Circense Davi Freitas/ Bailarina Paola Blanton / Cordas Ian Naim/ Percussão Francisco Mehmet/ Sopros Mario
Afonso III / Produção Caldeira Produções
TINTA EM MOVIMENTO (Brasil/ Espanha) Bárbara Francesquine
Duração: 15 min / Recomendação: Livre / Grátis
Dia 30 de maio (SEX) às 14h30 - Sesc Osasco – Espaço de Brincar
Dia 31 de maio (SÁB) às 14h30 - Sesc Interlagos – Sede Social
Dia 01 de junho (SEG) às 14h – Sesc Carmo – Praça da Liberdade
Dia 04 de junho (QUI) às 14h - Sesc Itaquera – Praça de Eventos
Dia 07 de junho (SEX) às 14h30 - Sesc Campo Limpo – Praça
Sinopse: Bambolês em movimento arremessam tintas no chão e nas paredes, através de pequenos
orifícios. Também é possível acompanhar a transformação do espaço, que vai sendo colorido com uma
série de traços, pontilhados e desenhos. A intervenção dura 15 minutos com a participação de dois
músicos. A ideia é experimentar um tipo de brincadeira que propõe uma dança com bambolês, pintura
ao vivo (o chamado "live painting") e uma mudança de cenário. A idealizadora da intervenção,
Bárbara M. Francesquine, iniciou sua trajetória artística na dança flamenca e no malabarismo. Mais
tarde, especializou-se na manipulação de aros ("hula hoops").
Atualmente, integra o grupo de dança Maya-Lila, que procura
"compartilhar poesia através da dança".
Ficha Técnica: Concepção, interpretação e figurino: Bárbara Francesquine/ Direção
Musical: João Vaz/ Percussão: João Vaz/ Cordas e programação: Thiago Duarte/
Cenário: TKceno Cenografia e Prods. Ltda./ Parceria: Newronio Malabares / Produção:
Juli San
TUDO SE ENCAIXA (Minas Gerais, Brasil) Lumineiro
Duração: 15 min / Recomendação: Livre / Grátis
Dia 02 de junho (TER) às 19h - Sesc Bom Retiro - Praça de Convivência
Dia 03 de junho (QUA) às 19h - Sesc Santo André – Foyer do Teatro
Dia 04 de junho (QUI) às 14h30 - Sesc Campo Limpo – Praça
Dia 04 de junho (QUI) às 17h - Sesc Santo Amaro - Convivência
Dia 06 de junho (SEX) às 11h30 - Sesc Belenzinho - Área de Convivência
Dia 06 de junho (SEX) às 18h - Sesc Consolação – Foyer do Teatro
Dia 07 de junho (SÁB) às 13h - Sesc Santana – Área de Convivência
Dia 07 de junho (SÁB) às 17h - Sesc Pompeia – Rua Central
Sinopse: Inspirado em um número de malabarismo do circo tradicional, o
artista Lumineiro criou Tudo se Encaixa, em que manipula três caixas vazias de
charutos no ar. Quando jogadas para cima, elas são equilibradas em diversas
posições, ao mesmo tempo em que ele levanta as pernas, os braços e gira em
seu próprio eixo. A estreia de Tudo se Encaixa se deu em 2007 durante a quarta
edição do Festival Mundial de Circo do Brasil, em Belo Horizonte. Na ocasião,
Lumineiro conheceu o palhaço norte-americano Avner The Eccentric e, após
participar de sua oficina, passou a incorporar técnicas de comicidade. Ele atua
como malabarista desde 2001 e toca washboard (antiga tábua de lavar roupa
transformada em instrumento musical) na banda Mustache e os Apaches.
Ficha Técnica: Concepção e atuação Lumineiro / Orientação cênica Luís Sartori
ATIVIDADES FORMATIVAS
WORKSHOPS
Inscrições de 13 a 22 de maio pelo e-mail: [email protected]
O e-mail deverá conter nome, RG, telefone, idade e o nome do workshop no título, bem como carta de
intenção e breve currículo. Os selecionados serão informados por e-mail. A inscrição será efetivada
somente após e-mail de confirmação do Sesc.
•
M DE METÁFORA (ROBERTO MAGRO - ITÁLIA)
Dia 29 de maio (SEX) das 14h às 18h e dia 30 de maio (SÁB) das 10h às 18h
Sesc Consolação - Sala Ômega
A força do circo atual reside no forte poder evocativo das imagens que por meio da técnica podem ser
criadas. Por meio da dramaturgia pode-se estruturar uma narrativa repleta de metáforas entre as
histórias, as técnicas, o desenvolvimento do espetáculo e a vida cotidiana do público. Esse curso
propõe uma reflexão sobre o fazer circense por meio de dramaturgia e suas metáforas e pretende
questionar quais os caminhos da construção em circo para diretores e artistas. Com Roberto Magro,
diretor artístico da Central de Circo de Barcelona [Itália/ Espanha]. O encontro será ministrado em
italiano, com tradução para o português.
Valor: R$ 17,00/ R$ 8,50 ** / R$ 5,00 * - 25 vagas
Recomendação: 18 anos
•
LABORATÓRIO DE CRÍTICA EM CIRCO
Dias 02 e 03 de junho (TER e QUA) das 10h às 18h
Centro de Pesquisa e Formação - Sala 3
Curso para profissionais de comunicação com o objetivo de discutir a produção de conteúdo crítico na
mídia sobre espetáculos circenses. O curso propõe um conjunto de atividades teóricas e práticas que
visa ampliar o repertório de vocabulário, estéticas e conhecimento sobre a linguagem circense para
subsidiar a crítica referente aos espetáculos da área. Com Bel Toledo (Diretora da Cooperativa
Brasileira de Circo/ SP), Hugo Possolo (Coordenação de atuação da SP Escola de Teatro/ SP), Marco
Vettore (Diretor da Cia Nau de Ícaros/ SP) e Welington Andrade (Profesor da Faculdade Cásper
Líbero e crítico de artes cênicas na revista Cult/ SP)
Valor: R$ 30,00/ R$ 15,00 **/ R$ 9,00* - 30 vagas
Recomendação: 18 anos
•
HOMO STUPIDENS (PIERRE BYLAND/ CIE LES FUSAINS - SUIÇA)
Dias 02, 03 e 04 de junho (TER, QUA e QUI) das 10h às 18h
Sesc Vila Mariana - Sala 3/ 6º andar - Torre A/ Auditório
Este curso direcionado para artistas, clowns e palhaços busca entender e encontrar o seu próprio
Clown. Dividido em três módulos e vivências práticas e teóricas ele procuro encontrar, entender,
aceitar e reivindicar o seu próprio personagem. “Aceitar o próprio defeito e acima de tudo: a sua
própria estupidez. Ser capaz de surpreender-se”. O encontro será ministrado em inglês, com tradução
para o português.
Valor: R$ 17,00/ R$ 8,50 **/ R$ 5,00 * - 30 vagas
Recomendação: 18 anos
•
A CIRCONFERÊNCIA SOBRE O MASTRO (CIE LA SCABREUSE - FRANÇA)
Dias 02, 03 e 04 de junho (TER, QUA e QUI) às 10h e às 17h
Sesc Santo André - Teatro
Apropriando-se da técnica circense do mastro, esse curso prático voltado para artistas da área pretende
investigar o mastro como elemento central de uma dramaturgia específica para o circo, ampliar o
repertório de conhecimento dos participantes, além de dar a possibilidade do contato com o artista
circenses profissionais do Brasil e de outros países. O encontro será ministrado em francês, com
tradução para o português.
Valor : R$ 17,00/ R$ 8,50 ** /R$ 5,00 * - 25 vagas
Recomendação: 18 anos
•
PRINCÍPIOS EXCÊNTRICOS (AVNER THE ECCENTRIC - ESTADOS UNIDOS)
Dias 03, 04 e 05 de junho (QUA, QUI e SEX) das 9h30 às 13h30
Sesc Bom Retiro - Teatro
Com base na carreira de Avner como ator, clown e comediante, este workshop pretende trazer ao
participante uma nova compreensão da linguagem corporal e maneiras de usar e provocar o riso da
plateia. “O palhaço descobre a plateia que está sentada, olhando para um espaço vazio e esperando por
um show. Deve-se lidar com isso estabelecendo-se cumplicidade com o público”. O encontro será
ministrado em inglês, com tradução para o português.
Valor: R$ 17,00/ R$ 8,50 **/ R$ 5,00 * - 20 vagas.
Recomendação: 18 anos
•
A CIRCONFERÊNCIA SOBRE O ARAME (CIE LA SCABREUSE - FRANÇA)
Dias 06 e 07 de junho (SÁB e DOM) às 10h e às 17h
Sesc Santo André - Teatro
Por meio da técnica circense do arame, os participantes deste curso prático terão a oportunidade de
aprimorar os seus conhecimentos sobre a técnica com artistas profissionais renomados do Brasil e de
outros países, além disso, os inscritos poderão participar de parte de duas apresentações do grupo
durante a turnê no Festival Internacional Sesc de Circo 2015. O encontro será ministrado em francês,
com tradução para o português.
Valor: R$ 17,00/ R$ 8,50 **/ R$ 5,00 * - 20 vagas
Recomendação: 18 anos
ENCONTROS
Inscrições de 13 a 22/5 pelo e-mail [email protected]
O e-mail deverá conter nome, RG, telefone, idade e o nome do workshop no título, bem como carta de
intenção e breve currículo. Os selecionados serão informados por e-mail. A inscrição será efetivada
somente após e-mail de confirmação do Sesc.
DIÁLOGOS POSSÍVEIS
Dia 01 de junho (SEG) às 16h
Sesc Consolação
Espaço destinado para o encontro entre realizadores de festivais nacionais e internacionais,
pesquisadores em circo, artistas, grupos, produtores e demais interessados. Nos Diálogos Possíveis os
participantes terão a oportunidade de conversar a respeito dos seus trabalhos, pesquisas e projetos para
diversos profissionais da linguagem e assim aprimorar os contatos e possibilidades de realização. Com
representantes de centros de formação em circo, festivais nacionais e internacionais, institutos culturais
de São Paulo e órgãos públicos do setor.
Valor: Grátis - 60 vagas
Recomendação: 18 anos
CONEXÕES CRIATIVAS
Mediação de Raquel Rache
Dias 02 e 03 de junho (TER e QUA) das 16h às 19h
Sesc Consolação
02 de junho (TER) - 16h >> Canadá e Suécia/ 19h >> Brasil, França e Espanha
03 de junho (QUA) - 16h >> México e Palestina/ 19h >> Argentina e Portugal
Nesta série de encontros a arte circense será discutida em suas diversas estéticas e as relações entre a
cultura, a economia, o espaço urbano e seus desdobramentos. Estas atividades visam reunir
representantes de nove países do Festival para abordar de forma abrangente os temas relacionados com
a linguagem do circo e suas intersecções. Com Cesar Omar (Diretor do Ficho -Festival Internacional
de Circo y Chou de México), Geoffroy Faribault (Diretor do espetáculo Cherepaka/ Canadá), Jean
Michel Guy (Diretor das Circonferences/ França), Jéssika Devlieghere (Escola de Circo da Palestina/
Palestina), João Artigos (Diretor do Teatro de Anônimo/ Brasil), Jorge Lix (Cia Erva Daninha/
Portugal), Lars Wassrin (CEO do Cirkus Cirkor/ Suécia), Leandro Mendoza (Diretor da Cia Cíclicus
e ex-diretor artístico da Central del Circ/ Espanha) e Nacho Reis (Diretor da Cia Hazmereir e do
Festival Hazmereir/ Argentina). Os encontros serão ministrados em espanhol e inglês, com tradução
para o português.
Valor: Grátis - retirada de senha 1h antes - 30 vagas Recomendação: 18 anos
MESAS
MESA 1: OS CAMINHOS DO PROFISSIONAL DE CIRCO HOJE
Dia 30 de maio (SÁB) às 17h
Bom Retiro - Sala de oficinas
Esta mesa traz à tona discussões e reflexões sobre o que é ser profissional em circo na
contemporaneidade e os caminhos possíveis para que esta profissionalização se amplie no Brasil e em
outros países, discutindo por meio de experiências e novas demandas da produção cultural da
linguagem e apontando os possíveis desdobramentos destas. Com Carlos Viana (Escola Nacional de
Circo/ RJ), Hugo Possolo (Coordenação de atuação da SP Escola de Teatro/ SP) e Zezo Oliveira
(Artes Circenses Secult/ PE).
Valor: Grátis (Retirada de senha 1h antes) - Recomendação: Livre - 30 vagas
MESA 2: PERSPECTIVAS E CAMINHOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO CIRCO NO BRASIL
Dia 01 de junho (SEG) às 11h
Sesc Consolação - Teatro
Por meio de experiências diversificadas do campo da produção cultural em circo no Brasil, baseado
nas perspectivas da pesquisa na academia, projetos e fomentos do governo, inciativa privada e
números de pesquisas sobre os gostos e hábitos culturais dos paulistas, esta mesa traz para a reflexão
os novos olhares e discussão sobre as possibilidades para o desenvolvimento do fazer circense no
território nacional. Com Marco A.C. Bortoleto (Faculdade de Educação Física da Unicamp/ Brasil Campinas), Júnior Perim (Crescer e Viver e Festival Internacional de Circo do Rio de Janeiro/
Brasil), Bel Toledo (Cooperativa Brasileira de Circo e Festival Paulista de Circo/ Brasil - São Paulo) e
João Leiva (Organizador da pesquisa Hábitos Culturais dos Paulistanos/ Brasil - São Paulo).
Valor: Grátis (Retirada de senha 1h antes) - Recomendação: Livre – 150 Vagas
MESA 3: O CIRCO COMO PROJETO DE TRANSFORMAÇÃO LOCAL
Dia 03 de junho (QUA) às 17h30
Sesc Bom Retiro - Teatro
A arte tem um local de destaque nos projetos de transformação propostos para um determinado local.
Neste sentido, esta mesa propõe entender por meio de experiências no Brasil e em outros países, como
as potencialidades da linguagem de circo podem auxiliar no aquecimento da economia, nas questões
políticas e nos aspectos sociais de uma transformação local. Com Lars Wassrin (CEO do Cirkus
Cirkor/ Suécia), Leandro Mendoza (Diretor da Cíclicus e ex-diretor artístico da Central del Circ/
Espanha) e Marco Vettore (Diretor da Cia Nau de Ícaros, São Paulo/ Brasil). O encontro será
ministrado em inglês, com tradução para o português.
Valor: Grátis (Retirada de senha 1h antes) - Recomendação: Livre - 150 vagas
MESA 4: O ESPAÇO DO PALHAÇO NO CIRCO CONTEMPORÂNEO
Dia 05 de junho (SEX) às 18h
Sesc Santana - Deck do jardim
O Palhaço é um dos mais frequentes personagens integrantes do Circo e constantemente vem
transitando dentro da linguagem das artes cênicas. Nesta mesa com representantes do Brasil e da Suíça
a reflexão estará focada na discussão sobre o espaço do palhaço no circo contemporâneo e os caminhos
para a dramaturgia em circo para este personagem. Com Lu Lopes (Palhaça Rubra/ Brasil - São
Paulo), Gardi Hutter (Espetáculo - A Costureira/ Suíça) e Fernando Sampaio (Cia La Mínima Brasil - São Paulo). O encontro será ministrado em inglês, com tradução para o português.
Valor: Grátis (Retirada de senha 1h antes) - Recomendação: Livre - 60 vagas
Informações
INGRESSOS
R$ 25,00 Inteira/ R$ 12,50 Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência,
estudante e servidor da escola pública com comprovante/ R$ 7,50 Trabalhador do comércio de bens,
serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes (Credencial Plena)
Grátis Crianças até 12 anos dependentes de trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo
matriculados no Sesc.
A venda de ingressos terá início no dia 21/5, às 14h, nas bilheterias da rede Sesc. Formas de
pagamento: Dinheiro, cartões Visa, Visa Electron, Mastercard, Maestro, Redeshop, Diners Club
International, Aura e American Express (cartões de crédito somente à vista), cheque (à vista) e Vale
Cultura.
WORKSHOPS
R$ 17,00 Inteira/ R$ 8,50 Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante
e servidor da escola pública com comprovante/ R$ 5,00 Trabalhador do comércio de bens, serviços e
turismo matriculados no Sesc e dependentes (Credencial Plena).
Inscrições de 13 a 22 de maio pelo e-mail: [email protected]
O e-mail deverá conter nome, RG, telefone, idade e o nome do workshop no título, bem como carta de
intenção e breve currículo. Os selecionados serão informados por e-mail. A inscrição será efetivada
somente após e-mail de confirmação do Sesc.
LABORATÓRIO DE CRÍTICA EM CIRCO
R$ 30,00 Inteira/ R$ 15,00 Aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência,
estudante e servidor da escola pública com comprovante/ R$ 9,00 Trabalhador do comércio de bens,
serviços e turismo matriculados no Sesc e dependentes (Credencial Plena)
MESAS DE DEBATES E CONEXÕES CRIATIVAS
Grátis, com retirada de ingresso 1h antes
DIÁLOGOS POSSÍVEIS
Grátis
Inscrições de 13 a 22 de maio pelo e-mail: [email protected]
O e-mail deverá conter nome, RG, telefone, idade e o nome do workshop no título, bem como carta de
intenção e breve currículo. Os selecionados serão informados por e-mail. A inscrição será efetivada
somente após e-mail de confirmação do Sesc.
Comprovantes, nos casos de ingressos com desconto: credencial plena do Sesc, carteirinha de
estudantes (UMES, UBES), ou carteirinha escolar do ano ou semestre em vigor, ou comprovante de
matrícula ou de pagamento de mensalidade; carteira funcional ou holerite para servidor de escola
pública; comprovante de aposentadoria e documento de identidade (pessoa com mais de 60 anos).
RECOMENDAÇÃO ETÁRIA
Confira antecipadamente a classificação indicativa de cada atividade.
VARIAÇÕES CLIMÁTICAS
Atividades apresentadas ao ar livre poderão ser alteradas, realocadas ou canceladas em caso de chuva,
ventania ou outras variações climáticas que prejudiquem suas execuções. Informe-se em
sescsp.org.br/circos ou na unidade da atividade.
Mais informações
sescsp.org.br/circos
Programação sujeita a alterações
UNIDADES
Sesc Belenzinho - Rua Padre Adelino 1000 - (11) 2076 9700
Sesc Bom Retiro - Alameda Nothmann 185 - (11) 3332 3600
Sesc Campo Limpo - Rua Nossa Senhora do Bom Conselho, 120 - (11) 5510 2700
Sesc Carmo - Rua do Carmo, 147 - (11) 3111 7000
Sesc Consolação - Rua Dr. Vila Nova, 245 - (11) 3234 3000
Sesc Interlagos - Avenida Manoel Alves Soares, 1100 - (11) 5662-9500
Sesc Itaquera - Avenida Fernando do Espírito Santo Alves de Mattos 1000 - (11) 2523 9200
Sesc Osasco - Avenida Sport Club Corinthians Paulista, 1.300 - (11) 3184-0900
Sesc Pinheiros - Rua Paes Leme 195 - (11) 3095 9400
Sesc Pompeia - Rua Clélia, 93 - (11) 3871 7700
Sesc Santana - Avenida Luiz Dumont Villares 579 - (11) 2971 8700
Sesc Santo Amaro - Rua Amador Bueno, 505 - (11) 5541-4000
Sesc Santo André - Rua Tamarutaca 302 - (11) 4469 1200
Sesc Vila Mariana - Rua Pelotas, 141 - (11) 5080-3000
Centro de Pesquisa e Formação – Rua Doutor Plínio Barreto, 285/ 4º andar/ Prédio Fecomérco SP –
(11) 3254-5600
Canal Aberto Assessoria de Imprensa
Márcia Marques
Fones: 11 2914 0770 / Celular: 11 9 9126 0425
Email: [email protected]
Alessandra Braz
Fones: 11 2914 0770/ Celular: 11 9 4552 5625
Email: [email protected]
Fernanda Araujo
Fones: 11 2914 0770/ Celular: 11 9 9134 2947
Email: [email protected]
Daniele Valério
Fones: 11 2914 0770 / 11 9 6705 0425 / 11 9 8435 6614
Email: [email protected]

Documentos relacionados