PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA

Сomentários

Transcrição

PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
Olá!
Algumas considerações a serem feitas antes de você saber onde houve dúvida nas provas aplicadas no
concurso da Câmara do Recife:
1.
Muitas dúvidas se repetiram, ou seja, a banca massacrou em algumas questões (isso é de praxe
ou é praxe - tanto faz);
2.
Raramente FGV altera gabarito de língua portuguesa ou anula questão;
3.
Como mencionei em meu curso, deveria seguir o texto e não somente as regras gramaticais. A
banca avalia o entendimento e não as regras cruas;
4.
Tentei, em poucos minutos, sanar todas as dúvidas resumidamente porque meus dias estão
muito corridos com abertura de edital para professores em Ribeirão Preto (sou diretora na Eclipse
comCURSOS - escola para concursos públicos), além de estar finalizando novo livro para ser lançado em
janeiro.
5.
Assim que eu estiver em Olinda, explicarei detalhadamente as duas provas. Isso faz parte de
um dos projetos meus e de Stenberg Lima.
Em breve, haverá CURSO PRESENCIAL de LÍNGUA PORTUGUESA em Recife.
Informações no E-mail: [email protected]
Espero que sanem todas as dúvidas enviadas em meu E-mail.
Dúvidas de provas FGV após o gabarito preliminar
Prova- Nível Superior
Questão 6 - " Um limbo, aliás, que ficava cada vez mais longo". O termo "aliás" equivale
semanticamente a diferentes expressões; no caso do texto 2, seu significado é:
Gabarito (C) - Além do mais
COMENTÁRIO:
Aliás: Por falar nisso, ou melhor dizendo.
"...ele era velho, aliás, ele era praticamente Matusalém!"
Sinônimos: além ademais outrossim senão alémdisso aliás demais deoutromodo oup
oroutra balda defeito exceto falha falta mácula mas massim menos porém quando
não quê tara além disso do contrário por falar nisso
Questão 8 - No texto 4 a frase inicial "Embora não exista uma resposta fechada" tem uma
substituição inadequada em:
Gabarito (D) - Ainda não existindo
Dúvida (A) - Posto que não existia uma resposta fechada. => Esta alternativa também não
estaria inadequada?
COMENTÁRIO: D = deveria ser AINDA QUE NÃO EXISTA (ou existia).
A = correta. POSTO QUE indica concessão e o tempo pode ser pretérito imperfeito do
indicativo por se referir à ação contínua.
IMPORTANTE: conjunções concessivas introduzem uma oração que expressa ideia contrária à
da principal, sem, no entanto, impedir sua realização.
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
1
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
São elas: embora, ainda que, apesar de que, se bem que, mesmo que, por mais que, POSTO
QUE, conquanto, etc.
Questão 26 - No texto 8 há uma série de elementos duplos; o par abaixo em que o segundo
elemento traz certa intensificação do primeiro é:
Gabarito (E) - Desaparecimentos/ assassinatos
Dúvida (D) - Denunciando/ cobrando
COMENTÁRIO:
E = Traz uma certa intensificação, ou seja, não é uma intensificação semântica propriamente,
mas de interpretação: desapareceu (uma informação) + foi assassinado (outra informação –
que INTESIFICA o desaparecimento)
D: Não houve intensificação alguma.
Denunciar: delatar; anular, romper, participar o termo de; indicar, revelar
Cobrar = Adquirir, readquirir, recuperar. Exigir de outrem (obrigação, cumprimento de palavra
etc.): cobrar tarefas aos subordinados.
Questão 27 - Os elementos do texto 8 que mantêm entre si uma relação de concordância
nominal ou verbal são:
Gabarito(E) - Anistia internacional
Dúvida (C) -pedidos de esclarecimento
COMENTÁRIO: Se pede relação de concordância, os termos deveriam estar no plural ou no
singular, como em anistia (substantivo singular) internacional (adjetivo singular).
Isso não ocorre em “pedidos de esclarecimento”.
Pelas regras de colocação pronominal, é correto dizer: "o início do processo se deu.."?
COMENTÁRIO: as duas formas estariam corretas, apesar de não haver palavra atrativa (devido
à fonologia = som).
E no caso da questão 15, que pede a reescritura da frase "você quer um plano de saúde para
seus pais e nenhum te atende?", está correta a substituição do TE por LHE? Achei que nesse
caso bastaria a omissão do termo VOCÊ e a frase estaria correta.
COMENTÁRIO: VOCÊ = terceira pessoa; TE = segunda pessoa
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
2
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
O verbo atender é transitivo indireto: LHE
Em "Pacotes econômicos", o termo pacotes pode ser considerado linguagem formal?
COMENTÁRIO: Segundo o dicionário, trata-se de linguagem formal.
Significado de Pacote
s.m. Conjunto de vários objetos amarrados ou embrulhados simultaneamente.
Objeto embrulhado e amarrado para ser mais facilmente transportado.
Art. gráf. Reunião de várias linhas compostas, ligadas com um barbante, e remetidas pelo
compositor ao paginador.
S.m.pl. Pop. Dinheiro.
Série de decretos-lei, medidas econômicas, regulamentos etc., relacionados entre si,
expedida ou negociada de uma só vez.
Questão 6 - REPETIDA
"Um limbo, aliás, que fica cada vez mais longo". O termo " aliás" equivale semanticamente a
diferentes expressões; no caso do texto 2, seu significado é:
A) de outra maneira
B) do contrário
C) além do mais
D) não obstante
E) a propósito.
COMENTÁRIO:
Aliás: Por falar nisso, ou melhor dizendo.
"...ele era velho, aliás, ele era praticamente Matusalém!"
Sinônimos: além ademais outrossim senão alémdisso aliás demais deoutromodo oup
oroutra balda defeito exceto falha falta mácula mas massim menos porém quando
não quê tara além disso do contrário por falar nisso
Questão 8 - REPETIDA
No texto 4 a frase inicial " Embora não exista uma resposta fechada" tem uma substituição
inadequada em:
A) Posto que não exista uma resposta fechada;
B) malgrado não existir uma resposta fechada;
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
3
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
C) Não obstante não existir uma resposta fechada;
D) ainda não existindo uma resposta fechada;
E) apesar de não existir uma resposta fechada.
COMENTÁRIO: D = deveria ser AINDA QUE NÃO EXISTA (ou existia).
A = correta. POSTO QUE indica concessão e o tempo pode ser pretérito imperfeito do
indicativo por se referir à ação contínua.
IMPORTANTE: conjunções concessivas introduzem uma oração que expressa ideia contrária à
da principal, sem, no entanto, impedir sua realização.
São elas: embora, ainda que, apesar de que, se bem que, mesmo que, por mais que, POSTO
QUE, conquanto, etc.
Questão 20
No texto 7 há duas ocorrências do vocábulo "mas"; em ambos os casos, esse vocábulo:
A) marca uma oposição entre dois segmentos;
B) indica posicionamentos críticos diante de algum fato;
C) explicita uma relação lógica entre dois termos;
D) introduz um aspecto positivo após a citação de algo negativo;
E) esclarece alguma ideia anterior.
COMENTÁRIO:
"[...] ela morreu horas depois do lançamento, mas pôde entrar para a história da corrida
espacial" e " os primeiros dados da telemetria mostraram que ela estava agitada, mas comia a
ração".
MAS indica oposição, liga ideias adversas.
Dúvida na D = Não se pode afirmar que estar agitada seja algo negativo. Isso é subjetivo,
pegadinha clássica de FGV. Na questão, exigia-se apenas a relação da conjunção.
Dúvida muito pertinente! Gostei, porque você pensou e não decorou.
8 REPETIDA
No texto 4 a frase inicial “Embora não exista uma resposta fechada” tem uma
substituição inadequada em:
(A)
(B)
(C)
(D)
Posto que não exista uma resposta fechada;
Malgrado não existir uma resposta fechada;
Não obstante não existir uma resposta fechada;
Ainda não existindo uma resposta fechada;
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
4
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
(E) Apesar de não existir uma resposta fechada.
Gabarito D
COMENTÁRIO: D = deveria ser AINDA QUE NÃO EXISTA (ou existia).
A = correta. POSTO QUE indica concessão e o tempo pode ser pretérito imperfeito do
indicativo por se referir à ação contínua.
IMPORTANTE: conjunções concessivas introduzem uma oração que expressa ideia contrária à
da principal, sem, no entanto, impedir sua realização.
São elas: embora, ainda que, apesar de que, se bem que, mesmo que, por mais que, POSTO
QUE, conquanto, etc.
11 Com base no texto 5, o ex-presidente Jânio Quadros negou várias vezes ter dito essa frase
porque, sendo ele professor de Língua Portuguesa, jamais poderia tê-la dito em função de
estar errada. Sua forma correta e mais adequada seria:
(A) Fi-lo porque o quis;
(B) Fiz isso porque qui-lo;
(C) Porque qui-lo, o fiz;
(D) Fiz isso porque isso quis;
(E) Fi-lo porque quis-lhe.
Gabarito A
COMENTÁRIO: A conjunção atrai o pronome oblíquo. Muito fácil e questão clássica em provas
de concursos de 1.800 a.C. a 1999 d.C. (rsrs).
23 Em “pôde entrar para a corrida espacial” há somente uma oração, pois “pôde entrar” é
uma locução verbal; a frase abaixo em que há somente uma oração é:
(A) a tripulação mandou desembarcar a mercadoria;
(B) a cadela sentiu estremecer a nave;
(C) a cadelinha quis sair da nave espacial;
(D) os cientistas deixaram morrer o animal;
(E) a cadelinha via chegar a ração.
GABARITO C
COMENTÁRIO:
C = a cadelinha saiu da nave.
A = mandou que desembarcassem
B = sentiu que estremeceu
D = deixaram que morresse
E = via que chegava a ração
28 “O ato foi uma reação específica às ações da Anistia Internacional, que vinha
denunciando e cobrando esclarecimentos sobre violações de direitos humanos, como
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
5
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
torturas, desaparecimentos e assassinatos de opositores”. Sobre os componentes desse
segmento do texto 8, a única afirmativa correta é:
(A) o termo “às ações” completa o termo “reação”;
(B) Anistia Internacional traz letras maiúsculas iniciais para que
sua importância fosse aumentada;
(C) há uma vírgula antes do pronome relativo “que” por tratar-se
de uma oração restritiva;
(D) o conector “sobre” deveria ser substituído por “sob”;
(E) o termo “de opositores” serve de complemento dos três
termos anteriores.
GABARITO A
COMENTÁRIO:
A= foi uma reação A ALGO = às reações
Questão muito fácil. Quem estudou eliminaria tranquilamente as outras alternativas. Se ficou
com dúvida significa que precisa de TEORIA.
OPOSITORES (e) está ligado a “desaparecimentos e assassinatos”.
Estou comentando a prova a quem tem domínio da língua portuguesa, deixo claro. Por isso
rapidamente.
30 “que não atendessem a nenhum pedido”; a forma adequada de
reescrever-se essa frase do texto 8 de modo a retirarem-se as
negações e mantendo-se o sentido original é:
(A) que nenhum pedido fosse atendido;
(B) que deixassem de atender a qualquer pedido;
(C) que algum pedido fosse atendido; = mudou sentido
(D) que não atendessem a pedido algum;
(E) que atendessem a quaisquer pedidos. = mudou sentido
GABARITO B
COMENTÁRIO: sentido negativo = não e nenhum. Na B não possui sentido negativo e manteve
o sentido.
Texto 4 – Como surgiu a linguagem humana?
Galileu, junho 2008
Embora não exista uma resposta fechada para a pergunta, há alguns experimentos e
teorias que sugerem que o início do processo se deu entre os antepassados do Homo
Sapiens, há 1,5 milhão de anos. A hipótese mais considerada pelos especialistas para o início
da linguagem é a antropológica. Segundo ela, o processo resultou da necessidade do
homem, além de se comunicar socialmente, garantir sua sobrevivência. (adaptado)
10
No texto 4, a pergunta do título:
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
6
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
(A) é ignorada no desenvolvimento do texto;
(B) é respondida de forma vaga e imprecisa;
(C) não é respondida satisfatoriamente no texto;
(D) é claramente respondida, ainda que sob um só ponto de
vista;
(E) é respondida, mas de forma não técnica.
GABARITO D
COMENTÁRIO: Nem vou perder tempo, porque não há questão de interpretação que tenha
sido anulada pela banca. Aliás, as grandes bancas raramente alteram gabarito ou anulam
questão de interpretação de texto. O motivo menciono em meus cursos Online e seria injusto
dividir aqui (rsrs).
23 REPETIDA
Em “pôde entrar para a corrida espacial” há somente uma
oração, pois “pôde entrar” é uma locução verbal; a frase abaixo
em que há somente uma oração é:
(A) a tripulação mandou desembarcar a mercadoria;
(B) a cadela sentiu estremecer a nave;
(C) a cadelinha quis sair da nave espacial;
(D) os cientistas deixaram morrer o animal;
(E) a cadelinha via chegar a ração.
COMENTÁRIO:
C = a cadelinha saiu da nave.
A = mandou que desembarcassem
B = sentiu que estremeceu
D = deixaram que morresse
E = via que chegava a ração
27 REPETIDA
“O ato foi uma reação específica às ações da Anistia
Internacional, que vinha denunciando e cobrando
esclarecimentos sobre violações de direitos humanos, como
torturas, desaparecimentos e assassinatos de opositores”.
Sobre os componentes desse segmento do texto 8, a única
afirmativa correta é:
(A) o termo “às ações” completa o termo “reação”;
(B) Anistia Internacional traz letras maiúsculas iniciais para que
sua importância fosse aumentada;
(C) há uma vírgula antes do pronome relativo “que” por tratar-se
de uma oração restritiva;
(D) o conector “sobre” deveria ser substituído por “sob”;
(E) o termo “de opositores” serve de complemento dos três
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
7
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
termos anteriores.
COMENTÁRIO:
A= foi uma reação A ALGO = às reações
Questão muito fácil. Quem estudou eliminaria tranquilamente as outras alternativas. Se ficou
com dúvida significa que precisa de TEORIA.
OPOSITORES (e) está ligado a “desaparecimentos e assassinatos”.
Estou comentando a prova a quem tem domínio da língua portuguesa, deixo claro. Por isso
rapidamente.
REPETIDA
Texto 2 – Fonte da juventude
Superinteressante, 2009
Sempre existiram jovens e velhos. Mas a noção de juventude que
a gente tem é bem mais recente: começou nos EUA e na Europa
dos anos 20. Foi quando as universidades se tornaram comuns e
atrasaram a idade em que as pessoas casavam e tinham filhos. De
uma hora para outra, cada vez mais gente passava a desfrutar
esse intervalo que quase não existia antes: o limbo entre a
infância e a vida adulta para valer. Um limbo, aliás, que fica cada
vez mais longo.
6
“Um limbo, aliás, que fica cada vez mais longo”.
O termo “aliás” equivale semanticamente a diferentes
expressões; no caso do texto 2, seu significado é:
(A) de outra maneira;
(B) do contrário;
(C) além do mais;
(D) não obstante;
(E) a propósito.
COMENTÁRIO:
Aliás: Por falar nisso, ou melhor dizendo.
"...ele era velho, aliás, ele era praticamente Matusalém!"
Sinônimos: além ademais outrossim senão alémdisso aliás demais de outro modo ou
por
outra balda defeito exceto falha falta mácula mas massim menos porém quandonã
o quê tara além disso do contrário por falar nisso
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
8
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
REPETIDA
Texto 7
Em 3 de novembro de 1957, a cadela Laika se tornava o primeiro
animal da Terra a ser colocado em órbita. A bordo da nave
soviética Sputnik2, ela morreu horas depois do lançamento, mas
pôde entrar para a história da corrida espacial.
O animal escolhido para ir ao espaço era uma vira-latas de 6Kg de
nome kudriavka. Depois os soviéticos decidiram renomeá-la
como Laika. Sua cabine tinha espaço para ela ficar deitada ou em
pé. Comida e água eram providenciadas em forma de gelatina.
Ela tinha uma proteção e eletrodos para monitorar seus sinais
vitais. Os primeiros dados da telemetria mostraram que ela
estava agitada, mas comia a ração.
Apesar de toda a preparação, ela morreu devido a uma
combinação de superaquecimento e pânico, deixando alguns
cientistas tristes.
20
No texto 7 há duas ocorrências do vocábulo “mas”; em ambos os
casos, esse vocábulo:
(A) marca uma oposição entre dois segmentos;
(B) indica posicionamentos críticos diante de algum fato;
(C) explicita uma relação lógica entre dois termos;
(D) introduz um aspecto positivo após a citação de algo negativo;
(E) esclarece alguma ideia anterior.
COMENTÁRIO:
"[...] ela morreu horas depois do lançamento, mas pôde entrar para a história da corrida
espacial" e " os primeiros dados da telemetria mostraram que ela estava agitada, mas comia a
ração".
MAS indica oposição, liga ideias adversas.
Dúvida na D = Não se pode afirmar que estar agitada seja algo negativo. Isso é subjetivo,
pegadinha clássica de FGV. Na questão, exigia-se apenas a relação da conjunção.
Dúvida muito pertinente! Gostei, porque você pensou e não decorou.
Infelizmente, não encontrei questão com gabarito duvidoso. Não há recurso.
E vamos em frente! Tudo o que foi estudado em nosso curso FGV foi exigido.
Desejo SORTE a todos, pois, como esperávamos, a prova não foi fácil, foi trabalhosa e isso
TODOS perceberam.
Não é uma prova que precisaria gabaritar língua portuguesa para ser aprovado.
“Abrassom”, Guerreiros.
Contato: [email protected]
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
9
PORTUGUÊS com DUDA NOGUEIRA
Dúvidas das provas aplicadas no concurso da Câmara do Recife – 28/09/2014
CURSOS Online: http://www.portuguescomdudanogueira.com.br/
10