27.10.2015 às 17:43 Vida saudável: como substituir o

Сomentários

Transcrição

27.10.2015 às 17:43 Vida saudável: como substituir o
27.10.2015 às 17:43
Vida saudável: como substituir o açúcar refinado?
Tatiana Cortez
Na busca por uma maior qualidade de vida tenho
feito algumas escolhas mais saudáveis para a
Internet
minha alimentação. O açúcar branco refinado,
por exemplo, não entra na minha dieta. Tenho
optado, por orientação de minha nutricionista,
pelo agave, mascavo e o açúcar de coco.
O açúcar branco é um produto extraído,
principalmente, da cana-de-açúcar. Depois de
ser retirado o caldo da raiz, chega-se aos flocos
de açúcar e, então, ao açúcar mascavo. A partir
desta fase, a substância passa por um processo
químico de refino e branqueamento que, por
consequência, acaba eliminando grande parte
dos nutrientes do produto. Por isso, confira três
opções de substitutos mais saudáveis para o
açúcar branco que teu tenho utilizado.
O ágave é extraído do néctar de um cacto
mexicano que, após filtrado, resulta em um
adoçante orgânico. O xarope de ágave tem
menor índice glicêmico do que o açúcar refinado,
Saudável e nutritivo o açúcar de coco tem baixo índice glicêmico e ajuda no
controle de peso
o que significa que ele se transforma em glicose
mais lentamente; evitando, assim, picos de
insulina.
Outra opção é o açúcar mascavo, que é a versão bruta do açúcar branco refinado. Assim como os alimentos integrais, ele
apresenta maiores quantidades de vitaminas, além de fibras, proteínas, cálcio, fósforo, ferro e potássio; nutrientes que
acabam por se perder durante o processo de refino. Entretanto, 100g de açúcar mascavo apresenta 99 calorias, nove a mais
do que a mesma quantidade de açúcar refinado.
Já o açúcar de coco, o meu preferido, é extraído a partir das flores da palma de coco, da qual um néctar é retirado e aquecido
em caldeiras, transformando-se em um caramelo. Depois, este produto é triturado, dando origem a pequenos cristais com
potencial adoçante. Além disso é fonte natural de vitaminas B1, B2, B3 e B6, zinco, potássio, magnésio, e ferro e ajuda no
controle de peso.
O açúcar de coco pode entrar na alimentação normalmente, para adoçar bebidas e substituir o açúcar refinado comum em
qualquer receita, pois o produto pode ser aquecido. Mas use com moderação. Apesar de saudável, o adoçante natural possui
calorias, cerca de 15 por colher de chá, e deve ser usado com moderação.
Açúcar de coco tem baixo índice glicêmico
Por não ser processado e refinado, e também por não receber nenhum tipo de aditivo químico, o açúcar de coco preserva
vitaminas e minerais em sua composição. “Com valor nutritivo maior que os demais adoçantes comercializados, o açúcar de
coco é mesmo natural, extraído das flores da palma de coco”, afirma Raquel Carvalho, cosmetóloga e proprietária da loja de
produtos naturais e orgânicos Ilha Verde.
“Apesar de natural, o adoçante tem poder de adoçar comparável à do açúcar mascavo, mas com menor índice glicêmico, o
que quer dizer que ele é absorvido mais lentamente pelo organismo e não gera picos de insulina”, destaca a ela. Por essa
propriedade, Carvalho ressalta que o açúcar pode ser consumido por quem deseja controlar o peso, e até mesmo por
aqueles que tem diabetes do tipo II. “No caso dos diabéticos é preciso orientação médica e também nutricional para cálculo
da quantidade permitida do açúcar na dieta”, pondera Carvalho.
Benefícios do açúcar de coco
Baixo índice glicêmico (O índice glicêmico do açúcar de coco é 35. O do açúcar comum, 68).
Ecologicamente correto (Utiliza menos água, e menos combustível para ser produzido) .
Natural (Não recebe aditivos químicos).
Alto poder nutritivo (Sem processamento, o produto conversa minerais e vitaminas).

Documentos relacionados