Resta a promessa do seleccionador

Сomentários

Transcrição

Resta a promessa do seleccionador
161008
www.noticiasalentejo.pt ~ [email protected]
FUTEBOL
Resta a promessa do seleccionador...
Carlos Queiroz promete
que a selecção vai encontrar
“onde quer que seja e contra
quem for” os pontos necessários para se apurar para o
Mundial de futebol de 2010. A
promessa ficou após o decepcionante empate 0-0 caseiro
com a Albânia.
“Não esperávamos este empate em casa, mas que não
fiquem dúvidas a ninguém:
seja onde for e contra quem
for, vamos buscar os pontos
para a qualificação”, vincou,
justificando o nulo com “má
sorte e falta de inspiração”.
Frustração, agonia e desilusão foram também palavras
repetidas até à exaustão por
Queiroz, que lamentou as
oportunidades perdidas.
“Não gosto de falar de sorte, mas a bola foi sempre ter
com o guarda-redes, que vacilou nos outros jogos, mas
que conseguiu um milagre.
A bola parecia sempre encomendada e com destino traçado para suas mãos e pés”,
lamentou.
Queiroz reconheceu que
Portugal “não fez uma exibição de encher o olho”, mas
considerou que fez mais do
que o suficiente para conquistar os três pontos, assinalando que, a certa altura,
os jogadores portugueses
sentiram que podiam tentar o
golo toda a noite que “a bola
não entraria”.
“Terminámos com três defesas, dois médios e tudo o resto
na frente. Os jogadores tentaram tudo. Não foi um jogo de
grande inspiração, de regalar
o olho, mas o que se precisa
fazer mais para ganhar um
jogo destes? Só se formos lá
e tirarmos o guarda-redes da
baliza”, desabafou.
A falta de eficácia (sábado
passado Portugal empatou
0-0 na Suécia) da selecção
repetiu-se, mas o treinador
considerou que os seus jogadores vão continuar a criar
oportunidades e a marcar
mais para conquistar os pontos suficientes para o apuramento.
Queiroz avisou que o seu
trabalho vai além da mera
qualificação de Portugal para
o Mundial de futebol de 2010,
comprometendo-se a construir uma equipa forte, personalizada e imune a ausências
forçadas de jogadores influentes. “Temos que acabar
com este ‘choradinho’ e lamentações se está ou não o
Deco, se o Cristiano Ronaldo
vem ou não. Para esse trabalho, tinham chamado outro.
Estamos aqui para construir
uma grande equipa e não nos
vamos desviar desse objectivo”, advertiu.
O seleccionador admitiu
que tem muito por fazer - “um
trabalho simples não é o que
está na minha mente” - mas
quer construir um bloco “consistente”, capaz de dar a Portugal um título internacional.
“Quero que a equipa não se
ressinta pela ausência de a,
b ou c. Que não se perturbe
só porque não está uma das
figuras principais. Quero que
os adeptos portugueses acreditem, pois com paciência e
um pouco mais de tempo vamos chegar lá”, frisou.
O trabalho para construir a
desejada grande equipa está
a ser atrasado pelas sistemáticas “baixas” na selecção,
que hoje, no empate 0-0 com
a Albânia, foram protagonizadas por cinco jogadores
influentes: Deco, Simão,
Maniche, Ricardo Carvalho
e Bosingwa.
No final da conferência
de imprensa, o assessor da
Federação Portuguesa de
Futebol esclareceu que o
presidente Gilberto Madail
abandonou o seu lugar na
tribuna a cerca de 10 minutos do final para se deslocar
às instalações sanitárias,
assistindo ao resto da partida num monitor de televisão.
Onofre Costa clarificou
ainda que Carlos Queiroz
gosta de falar sempre primeiro com os seus jogadores após os jogos, motivo
pelo qual se atrasou e faltou
à entrevista rápida para a televisão após o desafio.
Jogo no Estádio Axa, em
Braga.
Portugal: Quim, Miguel
(Nuno Gomes, 75), Pepe,
Bruno Alves, Paulo Ferreira, Raul Meireles, Manuel
Fernandes, João Moutinho
(Quaresma, 55), Danny
(Nani, 55), Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida. (Suplentes: Eduardo, Antunes,
Fernando Meira, Carlos
Martins, Nani, Quaresma e
Nuno Gomes).
Albânia: Arjan Beqaj,
Kristi Vangielli, Lorik Cana,
Elvin Beqiri (Admir Teli, 24),
Debatik Curri, Altin Lala, Ervin Skela, Ansi Agolli, Ervin
Bulku, Klodian Duro (Besart
Berisha, 77) e Erjon Bogdoni (Endri Vrapi, 46). (Suplentes: Isli Hidi, Admir Teli, Elis
Bakaj, Edmond Kapllani,
Andi Lila, Endri Vrapi e Besart Berisha).
Árbitro: Knut Kircher (Alemanha).
Acção disciplinar: cartão
amarelo a Admir Teli (36 e
42) e Altin Lala (40). Cartão
vermelho a Admir Teli (42),
por acumulação de amarelos.
NO FECHO
Petróleo em queda
O preço do petróleo recuou
em Nova Iorque mais de 4
dólares e fechou em Londres
nos 70 dólares, após marcar o
nível mais baixo desde Agosto
de 2007.
Função Pública
A revisão das carreiras especiais da Função Pública que
vai avançar no próximo ano
afectará 179.640 trabalhadores,
segundo dados das Finanças.
MUSEU ABERTO
Alimentação
A Direcção-Geral do Consumidor assinala hoje o Dia
Mundial da Alimentação com a
distribuição do desdobrável “A
Nova Roda dos Alimentos - Um
Guia para a Escolha Alimentar
Diária”, destinado a consciencializar a opinião pública para
as questões da nutrição. A divulgação deste guia de carácter
didáctico, que procura auxiliar
na procura de uma alimentação
equilibrada e saudável, será
feita através das edições dos
jornais Correio da Manhã e Jornal de Notícias. “A nova Roda
dos Alimentos” tem, também,
em consideração, os cuidados
a ter com a ingestão de açúcar
e produtos açucarados, bem
como de sal e produtos salgados e de algumas bebidas contendo álcool ou cafeína. Esta
campanha de sensibilização da
Direcção-Geral do Consumidor teve igualmente em conta
“a crescente e alarmante prevalência de doenças como a
obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e alguns tipos
de cancro às quais estão muitas vezes associados hábitos
alimentares pouco saudáveis
e falta de actividade física”. O
Dia Mundial da Alimentação
será também assinalado com
várias iniciativas pedagógicas
em diversos pontos do país,
promovidas, nomeadamente,
por autarquias e entidades particulares.
16-10-08 - www.noticiasalentejo.pt - [email protected]
pub.
NISSAN ALMERA
VENDO
Nissan Almera lux.,
1500 cc, 5 portas, a.c.,
tecto de abrir, extras,
gasolina, 2000.
Contactos:
96 6641262;
96 9463425.
CLASSIFICADOS
Construção e reparação de prédios | Construções Miguelito
Largo dr. Ignácio Ramalho,
2 | 7200 - 262 Reguengos
de Monsaraz. 964 554 871
OBRAS | Técnico Superior de Segurança e Higiene no Trabalho,
aceita fazer COORDENAÇÃO DE
SEGURANÇA DE OBRAS. Email:
[email protected]
Outros contactos: 969061484
ÁGUA | Dispensador de água
fresca. Funciona com garafões
de 5 L ou garrafas de 1,5 L. PREÇO 40 € C/ PORTES INCLUIDOS
Email: [email protected] Outros contactos: 917256675
m
16-10-08 - www.noticiasalentejo.pt - [email protected]
PAÍS
CIP satisfeita com novo
tarifário da electricidade
que aponta para
aumento de 5,9%
A Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) está
satisfeita com o novo tarifário
da electricidade para a indústria, que prevê aumentos de
5,9 por cento em 2009, disse
à Lusa o presidente da entidade. Francisco Van Zeller
acrescentou que os novos valores garantem a competitividade da indústria portuguesa
relativamente a Espanha.
“Com os dados disponíveis
que temos, concluímos que
aquilo que tínhamos vindo a
requerer, a lutar e exigir é termos mais competitividade em
relação a Espanha, e isso desta vez é mesmo conseguido”,
disse. “Mesmo as grandes
empresas, com um aumento
de 5,9 por cento, estão muito
abaixo, quase metade, dos
aumentos em Espanha, que
vão ser da ordem dos 11 por
cento”, destacou.
As tarifas de electricidade
vão subir em média 4,9 por
cento no próximo ano, mas
sem a intervenção do Governo e do regulador os preços
subiriam 40 por cento, refere
a proposta da ERSE ontem
divulgada.
A generalidade dos consumidores domésticos vai ter
um aumento de 4,3 por cento,
ou seja, de 95 cêntimos na
factura, as pequenas empresas de 4,8 por cento e os clientes industriais sofrerão no
geral um aumento de 5,9 por
cento.
“Ninguém gosta (de aumentos), mas o novo tarifário
é perfeitamente tratável,
comparado com os preços da
energia que subiram tanto, e
sobretudo com a política que
temos vindo a seguir, que é
uma política que poderia levar a custos muito elevados
da energia, e que estamos
a conseguir controlar, talvez
com um bocadinho de engenharia financeira, mas que vem
em nosso favor”, salientou.
“Sobretudo é uma boa surpresa, porque as notícias que
tinham circulado apontavam
para aumentos de ordem dos
8 por cento. Dentro do mau
é o menos mau possível e
aguentamos melhor que os
espanhóis”, frisou.
.
pub.
16-10-08 - www.noticiasalentejo.pt - [email protected]
PUBLICENSO
pub.
:[fe_iZeikY[iieZWfh_c[_hW[Z_‚€e"gk[h[kd_kcW_iZ['&&eXhWiZ[Whj[[feii_X_b_jekWh[Wb_pW‚€e
Z[i[j[[nfei_‚[iYeb[Yj_lWi"e=hkfeB[dWlebjWWh[Wb_pWhkcZeicW_eh[iYedYkhieiZ[Whj[i
fb|ij_YWifhecel_ZeifehkcW[cfh[iW$
;ij[Wde"fWhj_Y_fWceickd_Y‡f_eiZ[7XhWdj[i"8WjWb^W"9e_cXhW"xlehW"=W_W"B[_h_W"FehjWb[]h["
Ekhƒc"JecWh[Jehh[iDelWi$
EeX`[Yj_leƒ[ij_ckbWhWhj_ijWifb|ij_Yeih[i_Z[dj[iekdWjkhW_iZ[ij[iYedY[b^eiWh[fh[i[djWh[c
eXhWiZ[[d][d^Wh_WbeYW_i$
?d\ehc[#i[[cmmm$]hkfeb[dW$fj%[d][d^eUWhj[ek`kdjeZWikW9~cWhWCkd_Y_fWb[`kdj[WikWWhj[
Wedeiie[d][d^e
Eg‚b^dh
dh
dh
#%%%Zjg
*
&
d
X
^
#*%%Zjg
i
'
h
†
d
i
^
g
e
†
6
X
^
d
gVWVa]
dgBjc
Zjgdh
BZa]dgI WVa]d6gi†hi^Xde ^Xd?dkZb&#*%%
gV
{hi
BZa]dgI cgdhV6gi^hiVEa
d
BZcd=
6hbZa]dgZhdWgVhhZgdedhiZg^dgbZciZZY^iVYVhZba^kgd#
EdYZXdchjaiVgdGZ\jaVbZcidZ[VoZgYdlcadVYYd;dgbja{g^dYZEVgi^X^eVdcdh^iZlll#\gjedaZcV#ei#
9ViVa^b^iZeVgVZcigZ\VYZigVWVa]dh/&'YZDjijWgd'%%-#
EVgVbV^h^c[dgbVZh!‚[VkdgXdciVXiVgV9^gZXdYZBVg`Zi^c\Yd<gjedAZcVVigVk‚hYdcbZgdYZ
iZaZ[dcZ'))--%('%djZ"bV^aZc\Zc]dZVgiZ5\gjedaZcV#ei#
BZY^VEVgicZgh
CID
A
DE
cartaz_50x70_01.indd 1
E
6ed^dh>chi^ijX^dcV^h
GR
Dg\Vc^oVd
DE PORTAL
E
7/23/08 6:12:13 PM
16-10-08 - www.noticiasalentejo.pt
SAÚDE
INSTRUÇÕES PRIMÁRIAS
África-caminha
De cantiga do Vitorino, mais
ou menos: cá chegou a encomenda – que veio pelo Expresso
da Piedade... E é. Comparável
às coisas lindas que acabo de
receber, só o gosto genuíno dos
paios e dos pães caseiros que
ainda viajam da Província para
matar saudades dos que vegetam pelos arredores das cidades
grandes. As Vossas memórias –
a poesia de cristal da tua mãe,
que espero se recomponha de
saúde sem demora; o teu acertar de contas com a bonita Porto
Amélia; a garantia de continuidade de beleza e transparência
da Andrea, tudo isso me leva a
rebobinar mais de 30 anos de
memória e me transporta ao
também teu Wimbe, ao Restaurante/tasco da Tininha, onde degustei tantos pequenos almoços
de carne macia e saborosa que
só abominei a partir do dia em
que soube que era das simpáticas inofensivas tartarugas.
Falas dos corais no teu ternurento “ O Mar que toca em Ti”.
Não sei se alguma vez mergulhaste na floresta de sonho que
é aquela composição surrealista
de vida que parece morte ( os
corais são vivos como nós) e a
vida iniludível dos peixes, dos
moluscos, dos crustáceos…..
Há por ali umas conchas
enormes, que chegam a ser utilizadas como pias baptismais,
que são deslumbrantes vivas
nesse habitat maluco. Têm mantos acetinados diversos – vulgarmente de um azul – escuro
metálico, sei lá, salpicados de
pintinhas amarelas. E os peixes,
pintados de cores vivas tropicais,
verdadeiros desafios ao sentido
estético dos pintores. Um tal
peixe papagaio – esse até a
boca lembra o bico do simpático
palrador da Amazónia.
Não sendo um especialista
na chamada caça-submarina,
mergulhava com regularidade e
apanhava alguns peixitos com
que alimentava duas crias de
jacaré guardadas num ex-galinheiro da minha casa atribuida
pelo estado. Um belo dia – como
começam as estórias romanescas – auto libertaram-se e
foram dar ao Mar mais próximo,
que era a velha baía do Paquitequete. Que pelo menos a tua
mãe conhece bem, e julgo lhe
tenha inspirado alguns poemas.
Sobre os peixes, um pequeno apontamento interessante:
em Pembamélia (já agora dar
uso ao neotopónimo) colaborava com uma crónica semanal
no Diário de Moçambique – e
pagavam-me, Inez, e nada mal.
Uma dessas crónicas falava do
condutor da camioneta de recolha do lixo, que à custa de tantos anos de habituação ganhara
traços fisionómicos da própria
camioneta. Que era velha e atarracada, de focinho acachapado
estilo bull –dog.
Mas a crónica versava fundamentalmente a tese ( minha –
empírica e atrevida) de que havia
animais parecidos com pessoas,
ou vice-versa, se se quiser.
Já aqui em Évora, um dia, no
Arcada, o Café principal cá da
terra, um cavalheiro aborda-me
mais ou menos nestes termos:
o senhor não me conhece,
pois não ,mas dá licença que eu
me sente um bocadinho?
Não tive qualquer hesitação
em lhe dizer que sim, sente-se
por favor e tome qualquer coisa.
Explicou então que era aviador
no norte de Moçambique – não
seria ele, Inez, piloto da OCAPA? – que pensava muitas vezes
em mim por via dessa crónica,
sabe, dizia o bom amigo, eu fazia caça-submarina e encontrava, sempre que mergulhava, um
peixe que era a cara chapada do
major Melo Antunes.
Claro que fiquei feliz com a
revelação, que serviu também
para me alertar para o facto de
nem sempre ser inútil aquilo que
escrevemos e fazemos chegar a
quem nos lê.
Inez, vou ocupar-me agora,
já hoje mesmo, com a leitura do
conteúdo da tua preciosa “encomenda”. De mim, já sabes, tens
a minha “h-ortografias”, onde
podes ir acompanhando as minhas aventuras de pequeno escriba de interior. Como isso me
diverte, não desisto de forma
voluntária. Mesmo que sinta que
escrevo só para me distrair a
mim-próprio
Olha, miúda, por hoje é tudo,
dá um beijinho meu aos teus
irmãos e à mãe, a quem volto a
desejar restabelecimento rápido
Para ti, Inez, beijo muito
grande pela tua generosidade
ainda Pembamélica
António Saias
Cogumelos: um aliado
contra a hipertensão!
Sabia que os cogumelos são um aliado dos
hipertensos, e que a hipertensão é um dos
maiores problemas de saúde dos portugueses?
Todos conhecemos este fungo, mas poucos
sabemos realmente quais os seus benefícios
para a saúde. O segredo está na elevada concentração de potássio, um aliado natural que
actua e ajuda a controlar os níveis de tensão
arterial. Por outro lado, este nutriente desempenha um papel importante no metabolismo
celular e no funcionamento do sistema nervoso
e muscular.
Apesar de parecem muito grandes, a verdade
é que mais de 90% da composição dos cogumelos é água, o que explica por que motivo é
tão apreciado por todos os que se preocupam
com a linha. O seu elevado teor em fibras auxilia o funcionamento do intestino, actua no controle do colesterol e na prevenção das doenças
cardiovasculares. Mas atenção, se optar por
fritá-los, lembre-se que as calorias também aumentam! Pense em soluções criativas e saborosas tal como um arroz de cogumelos, massa
com cogumelos ou milho, em saladas ou na
sopa. Por uma questão de segurança, prefira
os cogumelos enlatados, e tenha atenção à origem dos cogumelos frescos.
O consumo regular de cogumelos ajudam
também à ingestão da dose diária recomendada de vitamina A e C, vitaminas do complexo
B e em minerais (selénio, cálcio, iodo, fósforo).
A vitamina B promove a protecção da pele, da
visão e do sistema digestivo, enquanto que o
selénio, por exemplo, protege a tiróide, reforça
o sistema imunitário e ao mesmo tempo é um
importante antioxidante. Já os folatos, também
presentes nos cogumelos comestíveis, previnem a má formação do feto e más formações
congénitas.
Quase sem calorias (28kcal em médica para
cada 100g) e com pouca gordura, os cogumelos guardam ainda um valor apreciado de
proteínas (por exemplo 100g de cogumelos
comestíveis frescos correspondem a cerca de
5g de proteínas).
Segundo as regras da alimentação saudável
é importante é ter uma alimentação variada,
com a ingestão regular de fruta, verduras, leguminosas, peixe, carnes brancas e lacticínios.
A água também não deve faltar, muito menos
o exercício físico, um aliado indispensável para
queimar as calorias que ingere e aumentar a
sua massa muscular.
Alexandra Bento | Nutricionista